Arquitetura Florestal

Eder Zanetti

Leia na Biblioteca Virtual
FICHA TÉCNICA
Autor(es): Eder Zanetti
ISBN: 978853623588-2
Acabamento: Brochura
Número de Páginas: 140
Publicado em: 16/12/2011
Área(s): Direito Ambiental
CONFIRA TAMBÉM
SINOPSE

Neste Volume:

INTRODUÇÃO AO TEMA DA ARQUITETURA FLORESTAL

Arquitetura Verde

Fluxo do Projeto de Arquitetura Florestal

O Setor Rural Brasileiro Brasilidade | Os Tipos Sociais Brasileiros

Os Componentes do Cenário Rural Brasileiro Terra | Sol | Água | Ar | Diversidade

Os Tipos de Biomas Brasileiros

• Cenário Rural Sustentável Zoneamento Rural | A Paisagem e o Setor Rural | A Paisagem Através do Tempo | A Noção Moderna de Trabalho com Cenários | A arte e o Cenário Rural | Os Riscos em Virtude das Mudanças Climáticas Globais

Engenharia e Design Florestal Arquitetura de Árvores | Design Florestal

Arquitetura Florestal Design Aprimorado do Interior das Florestas | Planejamento Territorial Considerando as Feições Naturais | Produção de Energia de Fontes Alternativas | Gerenciamento do Crescimento/Desenvolvimento | Uso de Plantas Indicadoras e Restauradoras | Reciclagem | Especificação de Materiais | Certificação de Arquitetura Florestal

• Princípios, Critérios e Indicadores de Arquitetura Florestal Técnicas e Instrumentos para Desenvolvimento de Projetos de Arquitetura Florestal | A Arquitetura Florestal e as Políticas Públicas no século 21 | Legislação | Um Marco Histórico no Direito Pátrio: A Primeira Concessão de uma Denominação de Origem | Estudo de Caso: Arquitetura Florestal de Plantações

AUTOR(ES)

Eder Zanetti foi pesquisador da Embrapa Florestas por 3 anos. Estuda as políticas públicas de manejo florestal sustentável para a Amazônia Brasileira há vários anos, tendo ingressado em 2005 na UnB com um projeto de doutoramento na área. Tem mestrado em sustentabilidade florestal e manejo de propriedades rurais pela Albert Ludwigs Universitat de Freiburg, na Alemanha e graduação em Engenharia Florestal pela Universidade Federal do Paraná, em Curitiba. Foi Professor de Política Florestal e Manejo Florestal Sustentável da Unemat/Alta Floresta e é membro da comunidade Fulbright, tendo sido agraciado com o Fulbright Scholar in residence, para falar sobre as florestas brasileiras aos estudantes dos Estados Unidos, em 2005. O trabalho de campo na área do Manejo Florestal Sustentável foi iniciado na década de 80, já tendo participado e executado operações florestais de pesquisa e manejo de produtos florestais madeiráveis e não madeiráveis no Acre, Rondônia, Mato Grosso, Pará e Paraná, além de Paraguai, Bolívia, Suriname, Canadá e Alemanha.

SUMÁRIO

INTRODUÇÃO AO TEMA DA ARQUITETURA FLORESTAL

1 Arquitetura Verde

2 Fluxo do Projeto de Arquitetura Florestal

3 O Setor Rural Brasileiro

3.1 Brasilidade

3.2 Os Tipos Sociais Brasileiros

4 Os Componentes do Cenário Rural Brasileiro

4.1 Terra

4.2 Sol

4.3 Água

4.4 Ar

4.5 Diversidade

5 Os Tipos de Biomas Brasileiros

6 Cenário Rural Sustentável

6.1 Zoneamento Rural

6.2 A Paisagem e o Setor Rural

6.3 A Paisagem Através do Tempo

6.4 A Noção Moderna de Trabalho com Cenários

6.5 A arte e o Cenário Rural

6.6 Os Riscos em Virtude das Mudanças Climáticas Globais

7 Engenharia e Design Florestal

7.1 Arquitetura de Árvores

7.2 Design Florestal

8 Arquitetura Florestal

8.1 Design Aprimorado do Interior das Florestas

8.2 Planejamento Territorial - Considerando as Feições Naturais

8.3 Produção de Energia de Fontes Alternativas

8.4 Gerenciamento do Crescimento/Desenvolvimento

8.5 Uso de Plantas Indicadoras e Restauradoras

8.6 Reciclagem

8.7 Especificação de Materiais

8.8 Certificação de Arquitetura Florestal

9 Princípios, Critérios e Indicadores de Arquitetura Florestal

9.1 Técnicas e Instrumentos para Desenvolvimento de Projetos de Arquitetura Florestal

9.2 A Arquitetura Florestal e as Políticas Públicas no século XXI

9.2.1 Mecanismo de Desenvolvimento Limpo - Protocolo de Quioto

9.3 Legislação

9.3.1 História da Arquitetura Florestal no Brasil

9.4 Um Marco Histórico no Direito Pátrio: A Primeira Concessão de uma Denominação de Origem

9.5 Estudo de Caso: Arquitetura Florestal de Plantações

REFERÊNCIAS

ÍNDICE ALFABÉTICO

A

  • Água
  • Ar
  • Arquitetura de árvores
  • Arquitetura Florestal de Plantação. Figura 8
  • Arquitetura florestal de plantações. Estudo de caso
  • Arquitetura florestal e as políticas públicas no século XXI
  • Arquitetura florestal
  • Arquitetura florestal. Certificação
  • Arquitetura florestal. Critérios, princípios e indicadores de arquitetura florestal
  • Arquitetura florestal. Especificação de materiais
  • Arquitetura florestal. Fluxo do projeto de arquitetura florestal
  • Arquitetura florestal.História no Brasil
  • Arquitetura florestal.Introdução ao tema
  • Arquitetura florestal. Técnicas e instrumentos para desenvolvimento de projetos de arquitetura florestal
  • Arquitetura verde
  • Arte e o cenário rural
  • Árvore. Arquitetura de árvores

B

  • Bioma brasileiro. Tipos de biomas brasileiros
  • Biomas no Brasil. Imagem 2
  • Biomassa para cultivo e conservaçãoda biodiversidade. Quadro 10
  • Biomassa para energia, polpa & papel. Quadro 8
  • Biomassa para madeira laminada e serrada. Quadro 9
  • Brasilidade

C

  • Cenário rural e a arte
  • Cenário ruralsustentável
  • Certificação de arquitetura florestal
  • Componentes do Cenário Rural Brasileiro. Imagem 1
  • Componentes do cenário rural brasileiro
  • Crescimento. Gerenciamento do crescimento/desenvolvimento

D

  • Denominação de origem. Um marco histórico no direito pátrio: a primeira concessão de uma denominação de origem
  • Desenvolvimento de projetos de arquitetura florestal. Técnicas e instrumentos
  • Desenvolvimento limpo. Mecanismo de desenvolvimento limpo. Protocolo de Quioto
  • Desenvolvimento. Gerenciamento do crescimento/desenvolvimento
  • Design aprimorado do interior das florestas
  • Design Florestal. Figura 4
  • Design florestal de plantação florestal. Figura 6
  • Design florestal
  • Design florestal. Engenharia
  • Diversidade

E

  • Energia. Produção de energia de fontes alternativas
  • Engenharia edesign florestal
  • Especificação demateriais
  • Estudo de caso: arquitetura florestal de plantações

F

  • Feições naturais. Planejamento territorial. Considerando as feições naturais
  • Figura 1. Fluxo de um projeto de Arquitetura Florestal
  • Figura 2. Tipos e processos de ocupação dos cenários rurais (tipos sociais + componentes + tipos de biomas)
  • Figura 3. Hierarquia das mudanças nos cenários rurais
  • Figura 4. Design Florestal
  • Figura 5. Fluxo de P, C & I de Arquitetura Florestal
  • Figura 6. Design florestal de plantação florestal
  • Figura 7. Projeto de Arquitetura Florestal de plantações
  • Figura 8. Arquitetura Florestal de Plantação
  • Florestas. Arquitetura florestal
  • Florestas.Design aprimorado do interior das florestas
  • Florestas.Design florestal
  • Fluxo de P, C & I de Arquitetura Florestal. Figura 5
  • Fluxo de um projeto de Arquitetura Florestal. Figura 1
  • Fluxo do projeto de arquitetura florestal
  • Fonte alternativa. Produção deenergia de fontes alternativas

G

  • Gerenciamento do crescimento/desenvolvimento

H

  • Hierarquia das mudanças nos cenários rurais. Figura 3
  • História da arquiteturaflorestal no Brasil

I

  • Imagem 1. Componentes do Cenário Rural Brasileiro
  • Imagem 2. Biomas no Brasil
  • Indicadores, princípios e critérios de arquitetura florestal
  • Instrumentos e técnicas para desenvolvimento de projetos de arquitetura florestal
  • Introdução ao tema daarquitetura florestal

L

  • Legislação

M

  • Macro Zonas Ecológicas Brasileiras. Mapa 1
  • Manejo florestal sustentável integrado no cenário rural. Quadro 11
  • Mapa 1. (Macro) Zonas Ecológicas Brasileiras
  • Materiais. Especificação de materiais
  • Mecanismo de desenvolvimento limpo. Protocolo de Quioto
  • Mudança climática global. Riscos em virtude das mudanças climáticas globais

N

  • Noção moderna de trabalho com cenários

P

  • Paisagem através do tempo
  • Paisagem e o setor rural
  • Planejamento territorial. Considerando as feições naturais
  • Planta indicadora. Uso de plantas indicadoras e restauradoras
  • Planta restauradora. Uso de plantas indicadoras e restauradoras
  • Política pública. Arquitetura florestal e as políticas públicas no século XXI
  • Princípio 1. Quadro 1
  • Princípio 2. Quadro 2
  • Princípio 3. Quadro 3
  • Princípio 4. Quadro 3
  • Princípio 5. Quadro 5
  • Princípio 6. Quadro 5
  • Princípio 7. Quadro 7
  • Princípios, critérios e indicadores de arquitetura florestal
  • Produção de energia defontes alternativas
  • Projeto de Arquitetura Florestal de plantações. Figura 7
  • Projeto de arquitetura florestal. Fluxo
  • Protocolo de Quioto. Mecanismo de desenvolvimento limpo

Q

  • Quadro 1. Princípio 1
  • Quadro 10. Biomassa para cultivo e conservação da biodiversidade
  • Quadro 11. Manejo florestal sustentável integrado no cenário rural
  • Quadro 2. Princípio 2
  • Quadro 3. Princípio 3
  • Quadro 4. Princípio 4
  • Quadro 5. Princípio 5
  • Quadro 6. Princípio 6
  • Quadro 7. Princípio 7
  • Quadro 8. Biomassa para energia, polpa & papel
  • Quadro 9. Biomassa para madeira laminada e serrada

R

  • Reciclagem
  • Referências
  • Riscos em virtude das mudanças climáticas globais
  • Ruralismo. Cenário rural sustentável
  • Ruralismo. Componentes docenário rural brasileiro
  • Ruralismo. Paisagem e o setor rural
  • Ruralismo. Setor rural brasileiro
  • Ruralismo. Zoneamento rural

S

  • Século XXI. Arquitetura florestal e aspolíticas públicas no século XXI
  • Setor rural brasileiro
  • Setor rural. Paisagem e o setor rural
  • Sol
  • Sustentabilidade. Cenário rural sustentável

T

  • Técnicas e instrumentos para desenvolvimento de projetos de arquitetura florestal
  • Tempo. Paisagem através do tempo
  • Terra
  • Tipos de biomas brasileiros
  • Tipos e processos de ocupação dos cenários urais (tipos sociais + componentes + tipos de biomas). Figura 2
  • Tipos sociais brasileiros
  • Trabalho com cenários. Noção moderna

U

  • Um marco histórico no direito pátrio: a primeira concessão de uma denominação de origem
  • Uso de plantas indicadoras e restauradoras

Z

  • Zoneamento rural
INDIQUE ESSA OBRA

Indique essa obra para um amigo:

De:

Nome:

E-mail:

Informe apenas 1 email por vez

Para:

Nome:

E-mail:

Informe apenas 1 email por vez


Mensagem: