Preço:
Parcele em até 6x sem juros no cartão. Parcela mínima de R$ 20,00
FICHA TÉCNICA
Autor(es): Olivar Coneglian
ISBN: 978853622039-0
Acabamento: Brochura
Número de Páginas: 214
Publicado em: 27/11/2008
Área(s): Literatura e Cultura - Diversos
CONFIRA TAMBÉM
SINOPSE

O SORRISO DE CRISTAL

O sorriso de cristal
desfez-se no vento-ausência.
Os estilhaços da angústia
foram espalhados no tempo.

O sorriso de cristal
quebrou-se contra o destino
bateu em pedras de adeuses
partiu-se em lágrimas brancas

O sorriso de cristal
chocou-se contra o destino
dos abandonos sem data.

(Mil lágrimas de vidro
cobriram o meu destino
onde caminho saudade.)

AUTOR(ES)

Olivar Coneglian é Nascido em Lençóis Paulista, criou-se em Bauru, onde cursou faculdade de direito. Fez carreira no Paraná: Professor; Advogado; Juiz de Direito. Cidadão Ilustre de Santa Mariana/PR e Cidadão Honorário de Umuarama/PR. Mestre pela PUCRS. Foi Diretor de Assuntos Legislativos da Associação dos Magistrados Brasileiros - AMB e Diretor Cultural da Associação dos Magistrados do Paraná - Amapar. Membro-Fundador do Instituto Brasileiro de Direito Eleitoral - IBRADE, e do Instituto de Direito Eleitoral do Paraná - IPRADE. Escritor: “Lei das Eleições Comentada” (5ª edição), “Propaganda Eleitoral” (9ª edição), ambos pela Juruá, Curitiba. Co-autor: “Direito Eleitoral Contemporâneo”, Del Rey, Belo Horizonte, e “O Abuso nas Eleições”, Ed. Quartie Latin, 2008. Professor convidado dos cursos de pós-graduação em Direito Eleitoral da Universidade Nacional de Brasília - UNB, do TRE-PR, TRE-PA, TRE-SC, TRE-BA, TRE-TO e TRE-MT. Agraciado com as Comendas do Mérito Judiciário Eleitoral do TRE do Pará e do TRE do Distrito Federal.
 

SUMÁRIO

Lascas de Pedra

Fuga

Paisagens

O Sorriso de Cristal

Poema do Universo Próprio

Poema Descontínuo

Satisfação

Mutação

Memórias

Poema Subdesenvolvido

Procura da Visão Perdida

Cena

Cena

Morada Interior

Cena

Salvação

Objetos de Cristal

Frustração

Presença

Ninguém no Mundo

Isolamento

Partida

Formação

Epitáfio

Presença

Poema Subdesenvolvido

Morte do Amor

Poema da Despedida

Do eu Dividido

Escuta o Mar

Adeus

Desencanto

História

Senhorita

Pequena Prece

Eu, Pecador

Cupido

Na Sala da Vida

Se ela Morrer.

Bucólica

Para teu Álbum

Serenata

Realidade

Saudades

Mensagem

Indiferença

Lembrança

Presença

Aspiração

Poema Supersônico

Noturno da Menina que Mora no Pensionato

Sonetos

Recordação

Morte

Destruição

Garras de Amor

Saudade

Última Seresta

Procura

Ausência

Luz Bendita

Dois Mundos

Pianista

Sombra

Recolhimento

Tarde

Destino

Soneto

Desespero

Navio - Vida

Soneto Cotidiano

Soneto do Tempo Perdido

Soneto das Últim as Coisas

Soneto da Minha Morada

Alucinação

Velha História

Fantasmas

Deusas da Alma

O Beduíno

O Andarilho

Cavalgata

Luta Interior

Estigma

Os dois Eus

Soneto Para meu Aniversário

Presente do Poeta Pobre

Esperança

Se.

Indigna

Soneto do Sonho

Busca Inútil

Dor Oculta

Neblina

Outro Círculo Vicioso

Despertar

Meus Sonhos

Para minha Mãe

Adeus

Caderno de Notas

Pecado

Assim

Circunstâncias

Primeira Promessa

Segunda Promessa

Terceira Promessa

Trilogia Para a Mulher Amada

I - Passado

II - Presente

III - Futuro

Sem Nome

Penso.

Visitei

Cole.

Penso.

Recuso-me.

Ser fonte

Ser onda

O Deus-Máquina

Menina

Quando

Ninguém.

Há alguns.

Os velhos.

Quando

O preço

Sobre.

Uma lua

Tac-tic

Meus rastros

Não fazer.

Não cantarei.

Não choro.

A guerra

Tive.

Ir morrendo

Não me

Quando.

Falo de sexo,

Dentro

A dor.

Minha alma

Dentro

Falava-me

Esperar.

Natal

Presente de Natal

Acorda,

Estender.

De dentro

Pedido de Natal

Na vã.

Prece Comum Para o Natal

Faz mais

Viver Natal.

Imagens de Natal

Poesia Vital

Primeira

Segunda e Última

INDIQUE ESSA OBRA

Indique essa obra para um amigo:

De:

Nome:

E-mail:

Informe apenas 1 email por vez

Para:

Nome:

E-mail:

Informe apenas 1 email por vez


Mensagem: