Valuation - Manual de Avaliação - Teoria e Prática - Fluxo de Caixa Descontado, Balanço Especial, Goodwill, Teoria do Valor, Apuração de Haveres, Fusões, Aquisições, Cisões, Abertura de Capital

Wilson Alberto Zappa Hoog e Everson Luiz Breda Carlin

Leia na Biblioteca Virtual
Preço:
Parcele em até 6x sem juros no cartão. Parcela mínima de R$ 20,00
FICHA TÉCNICA
Autor(es): Wilson Alberto Zappa Hoog e Everson Luiz Breda Carlin
ISBN: 978853625413-5
Acabamento: Brochura
Número de Páginas: 322
Publicado em: 30/09/2015
Área(s): Contabilidade Geral Aplicada
CONFIRA TAMBÉM
SINOPSE

Este livro objetiva comparar as técnicas de avaliação mais utilizadas no mercado de fusões e aquisições, bem como nas esferas da Justiça Estatal ou Arbitral. Visa demonstrar como avaliar o referente “quotas e ações” pelo viés da teoria do valor e destina-se tanto ao uso acadêmico como profissionalizante. Tem por objeto o estudo da avaliação de quotas e ações, e por objetivo, apresentar uma contribuição ao meio profissionalizante e acadêmico, em relação aos procedimentos de avaliação.

A escolha do tema tem relação com uma visão atual acerca da escolha dos critérios de avaliação, no sentido de considerá-las, como uma segurança a atribuição de um justo valor as “quotas e ações”. E, ao que parece, é essa ótica que a sociedade empresária há muito vem buscando. Em termos contemporâneos esta realidade, valuation, representa um desafio aos peritos, auditores e consultores financeiros em decorrência da necessidade de se medir o valor das células sociais.

O propósito dos autores é o de desmistificar os procedimentos de valorimetria e de abordagem sofisticadas de avaliações, bem como proporcionar condições de se identificar sofismos, paralogismos, e enfrentar questões ligadas a paradoxos. Portanto, visa a uma aplicação prática quer seja do mercado profissionalizante, como no mundo acadêmico.

AUTOR(ES)

WILSON ALBERTO ZAPPA HOOG   

Mestre em Ciência Jurídica. Especialista em Avaliação de Sociedades Empresárias. Bacharel em Ciências Contábeis. Perito-Contador, Auditor, Árbitro, Consultor Empresarial e Palestrante. Professor Doutrinador de Perícia Contábil, Direito Contábil e de Empresas.

EVERSON LUIZ BREDA CARLIN

MBA em Administração Estratégica. Bacharel em Ciências Contábeis. Especialista em Avaliação de Empresas. Auditor. Consultor Tributário e Societário. Professor universitário em cursos de pós--graduação.

SUMÁRIO

LISTA DE ABREVIATURAS E SIGLAS

GLOSSÁRIO DE TERMOS FINANCEIROS MAIS UTILIZADOS EM PROCESSOS DE VALUATION PARA FINS DE FUSÕES E AQUISIÇÕES

Capítulo 1 - AS RAZÕES QUE LEVAM À PRECIFICAÇÃO DO VALUATION

1.1 A Abertura de Capital das Empresas

1.1.1 Valores Mobiliários

1.1.2 O Mercado de Valores Mobiliários

1.1.3 Informações periódicas e demais informações

1.1.4 Oferta pública e privada, distribuição de valores mobiliários e Oferta Pública de Aquisição de Ações (OPA)

1.1.5 Novo Mercado

1.1.6 Bovespa Mais

1.1.7 O valor das ações

1.1.8 Os principais agentes da oferta pública de ações

1.1.9 Auditores independentes

1.1.10 Os bancos

1.1.11 Principais vantagens e desvantagens da abertura de capital

1.1.12 Vantagens

1.1.13 Desvantagens

1.2 Venda de uma Empresa

1.2.1 Formas de aquisições de empresas

1.3 Restruturações Societárias Envolvendo Fusões, Cisões e Incorporações

1.3.1 Fusões e aquisições em ambiente globalizado

1.3.2 As reorganizações societárias

1.3.3 O processo de reorganização societária

1.3.4 CADE (Conselho Administrativo de Defesa Econômica)

1.4 Saída de um Sócio, Extrajudicial, Judicial ou Arbitral

1.5 Reembolso de Ações

1.6 Execução de Dívida Quer Seja pela Via do Penhor/Penhora, ou Resolução Societária pela Via da Redução do Patrimônio Líquido

Capítulo 2 - ASPECTOS SOCIETÁRIOS DAS EMPRESAS

2.1 Tipos Societários

2.1.1 Sociedade por quotas de responsabilidade limitada

2.1.2 Sociedade anônima

2.1.2.1 Ações

2.1.2.2 Órgãos das sociedades anônimas

2.1.2.3 Sociedades por ações de capital aberto

2.1.2.4 Assembleia geral

2.1.2.5 O Conselho de Administração

2.1.2.6 O Conselho Fiscal

2.1.2.7 Acordo de acionistas para avaliação das ações

2.2 Holding

2.2.1 Holding familiar

2.3 Demonstrações Contábeis Especiais

2.4 Dissolução, Liquidação e Extinção

2.5 A Importância do Pacta Sunt Servanda no Contrato Social e no Estatuto Social

2.6 A Função Social do Contrato, a Boa-Fé, e a Equidade no Equilíbrio Econômico-financeiro, e a Hipótese de Onerosidade Excessiva pela Via da Rebus Sic Stantibus nos Contratos entre Acionistas. A Teoria da Imprevisão

2.7 A Eleição da Avaliação, pelo Fluxo de Caixa Descontado ou pelo Balanço Especial, e a Escolha do Judiciário ou da Arbitragem para Solucionar Conflitos de Avaliação

Capítulo 3 - AS DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS E SUA IMPORTÂNCIA NO PROCESSO DE AVALIAÇÃO DE EMPRESAS, VALUATION

3.1 Usuários das Informações Contábeis

3.2 Órgãos Nacionais e Internacionais de Contabilidade e de Auditoria e os Motivos para a Padronização das Normas de Contabilidade e de Auditoria

3.3 As Regulamentações Contábeis

3.3.1 Os órgãos de contabilidade e as normas técnicas

3.3.2 As Normas Internacionais de Contabilidade - IFRS

3.3.3 Normas contábeis de auditoria independente vigentes no Brasil

3.3.4 Estrutura das Normas Brasileiras de Contabilidade e Auditoria

3.3.4.1 Normas profissionais

3.3.4.2 Normas técnicas

3.4 A Contabilidade, a Auditoria e suas Relações com o Mercado

3.5 Apresentação das Demonstrações Financeiras

3.5.1 Conjunto das peças que integram as demonstrações contábeis

3.5.2 Finalidade das demonstrações contábeis

3.5.2.1 O Balanço Patrimonial (BP)

3.5.2.2 Demonstração do Resultado do Exercício (DRE)

3.5.2.3 Demonstrações do Resultado Abrangente (DRA)

3.5.2.4 Demonstração das Mutações do Patrimônio Líquido (DMPL)

3.5.2.5 Demonstração dos Fluxos de Caixa (DFC)

3.5.2.6 Notas Explicativas (NE)

3.5.2.7 Demonstração do Valor Adicionado (DVA)

3.6 Importância da Transparência e do Uso das Informações Contábeis

3.7 A Importância da Contabilidade na Geração de Valor das Empresas

3.8 Principais Finalidades de uma Contabilidade bem Estruturada

3.9 A Criação de Valor em Avaliação de Empresas

3.10 Fatores que se Agregam para a Criação de Valor nas Organizações

3.11 Definição dos Direcionadores de Valor

3.12 Responsabilidade Socioambiental

3.13 Os Ativos Intangíveis na Geração de Valor

Capítulo 4 - A IMPORTÂNCIA DA AUDITORIA DUE DILIGENCE NOS PROCESSOS DE AVALIAÇÃO DE EMPRESAS

4.1 Aplicabilidade da Auditoria de Riscos (Due Diligence)

4.2 A Pré-Due Diligence

4.3 A Due Diligence Completa

4.4 A Avaliação de Riscos por Área Diligenciada

4.5 Tratamento das Informações nos Processos de Due Diligence

4.6 Aquisições de Empresas - Riscos a Serem Avaliados

4.6.1 Procedimentos/documentos a serem analisados através de uma due diligence (avaliação de riscos quando da aquisição de uma empresa)

Capítulo 5 - O VALUATION E OS MODELOS DE AVALIAÇÃO DE EMPRESAS

5.1 O Valor Econômico das Empresas

5.2 A Teoria Contábil do Valor Aplicada nas Avaliações

5.2.1 Implicações na atribuição de mensurações monetárias erradas ou equivocadas nos procedimentos de valorimetria

5.3 Distinção entre Preço e Valor

5.3.1 O valor de uma empresa, do negócio ou de seu ativo

5.4 Modelos Gerais de Avaliação de Empresas

5.4.1 Avaliação baseada em ativos (avaliação contábil)

5.4.2 A avaliação relativa: a avaliação de empresas por meio de múltiplos

5.4.3 A avaliação por precificação de opções (avaliação de direitos exploratórios ou contingentes)

5.4.4 A avaliação pelo patrimônio líquido avaliado a preço de mercado, como critério de avaliação

5.4.5 A avaliação pelo critério de cotação das ações no mercado de valores mobiliários

5.5 O Valor Patrimonial das Empresas e a Situação do Patrimônio Líquido Negativo

5.5.1 Valor de mercado dos ativos

5.5.2 Valor de liquidação

5.5.3 Valor do patrimônio líquido (ou valor do book value)

5.5.4 O valor do patrimônio ajustado (valor do patrimônio líquido a preços de mercado)

5.5.5 Limitações do método de avaliação patrimonial - intangíveis e goodwill

5.5.6 Avaliação de empresa com patrimônio líquido negativo, ou com passivo a descoberto

5.6 A Escolha da Abordagem de Avaliação

5.6.1 Conclusões sobre critérios ou métodos de avaliação

Capítulo 6 - REFERENTE DAS DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS PARA O VALUATION

6.1 Análise das Demonstrações Financeiras, Sociais e Econômicas

6.2 Indicadores Econômicos

6.2.1 PMRE - Prazo Médio de Rotação de Estoque

6.2.2 PMRV - Prazo Médio de Recebimento de Venda

6.2.3 PMPC - Prazo Médio de Pagamento de Compras

6.2.4 IA - Índice de Atividade

6.2.5 TRI - Taxa de Retorno de Investimento

6.2.6 TRPL - Taxa de Retorno sobre o PL

6.2.7 TRC - Taxa de Retorno sobre o Capital Social

6.2.8 VPQ - Valor Patrimonial das Quotas

6.2.9 TRR - Taxa de Retorno da Receita

6.2.10 TLRS - Taxa de Lucros Recebidos pelos Sócios

6.2.11 IA - Índice de Eficiência do Aviamento (Termômetro da Eficiência do Aviamento)

6.2.12 MC - Margem de Contribuição

6.2.13 Resumo dos índices econômicos

6.3 Indicadores Financeiros

6.3.1 Índice de endividamento (análise de risco de inadimplência)

6.3.2 Índice de solvência

6.3.3 Índice de liquidez corrente

6.3.4 Índice de liquidez geral

6.3.5 Índice de liquidez seca

6.3.6 Capital circulante líquido (exposição de capital e necessidade de capital de giro)

6.3.7 Resumo dos indicadores financeiros

6.4 Indicadores Sociais

6.4.1 A função social da empresa

Capítulo 7 - A AVALIAÇÃO PELO MÉTODO DO FLUXO DE CAIXA DESCONTADO (FCD)

7.1 Cálculo da Perpetuidade

7.1.1 Horizonte de tempo das projeções

7.2 Custo do Capital Próprio (CAPM) e o Risco Brasil - Adequação de Taxa de Desconto em Avaliação de Empresas

7.2.1 O modelo CAPM (Capital Asset Pricing Model)

7.3 Custo Médio Ponderado do Capital de Terceiros e do Capital Próprio, denominado WACC (Weighted Average Cost of Capital) na Taxa de Desconto em Avaliação de Empresas

7.4 Noções para Entendimento do Cálculo do Fluxo de Caixa Descontado

7.5 O Papel da Conta Escrowaccount e do Recurso Denominado Earn Out nos Processos de Fusões e Aquisições

7.6 Entendendo a Métrica do Ebitda

7.7 Exemplo Prático do Cálculo do Valuation pelo Método do Fluxo de Caixa Descontado

7.7.1 Etapa 01 - A análise de desempenho da situação atual e dos últimos anos

7.7.2 Etapa 02 - As projeções de resultados

7.7.3 Etapa 03 - O cálculo do FCL (Fluxo de Caixa Livre)

7.7.4 Etapa 04 - O cálculo WACC, ou seja, do Custo Médio Ponderado de Capital (CMPC) para se trazer o caixa a valor presente

7.7.5 Etapa 05 - O cálculo do FCL a VP (Valor Presente)

7.7.6 Etapa 06 - O cálculo da perpetuidade a VP

7.7.7 Etapa 07 - O Valor da Empresa (EV)

7.7.8 Etapa 08 - O valor líquido da empresa para o sócio/acionista

7.8 Conclusão do Valor de Mercado a ser Negociado

7.9 Metodologias Corroborativas

7.9.1 Múltiplos por Ebitda/avaliação relativa

7.9.2 Múltiplo das transações precedentes

7.9.3 Valor contábil (ajustado a valor de mercado pelas regras do IFRS)

7.10 Conclusão sobre Posicionamento de Preço

7.11 Exemplo da Estrutura de Laudo de Avaliação para a Venda de Empresas

7.12 Etapas para a Elaboração do Laudo de Avaliação de Empresas

7.12.1 Estrutura do laudo de avaliação

7.12.2 Modelo de laudo de avaliação econômica pelo método do fluxo de caixa descontado para fins de precificação do negócio a valor de mercado

Capítulo 8 - AVALIAÇÃO PELO MÉTODO DO BALANÇO ESPECIAL

8.1 Hipóteses Legais e Datas-Base no Código Civil

8.1.1 Morte de sócio nas sociedades limitadas

8.1.2 Expulsão de sócios majoritários e minoritários

8.1.3 Falta de afeição societária

8.1.4 Sócio remisso, em relação à integralização de participação no acervo social

8.1.5 A falência do sócio

8.1.6 Resolução da sociedade pela liquidação das cotas/execução

8.2 Balanço Especial, à Luz de uma Interpretação Eminentemente Contábil, das Seguintes Bases Normativas: Lei 6.404/76, Art. 4º, § 4º, e Código Civil, Art. 1.031

8.3 A Tendência dos Tribunais e da Jurisprudência

8.4 Peritos em Contabilidade

8.4.1 Responsabilidade dos peritos e assistentes técnicos

8.4.2 A importância da filosofia, frente ao paralogismo e o sofisma diante da responsabilidade

8.4.3 Perícia consensual

8.5 Balanço Especial nele Incluído o Fundo de Comércio - Aviamento - Good-will - Llave del Negocio

8.6 Planejamento e Execução do Labor Pericial

8.7 Apuração de Haveres, Valuation, na Esfera Arbitral

8.8 Aspectos da Prova Pericial Contábil na Apuração de Haveres, Valuation, na Esfera da Justiça Estatal

8.9 A Conciliação dos Saldos das Contas

8.10 Teoria Ultra Vires e as Despesas Atípicas "Abuso de Poder ou de Direito"

8.11 As Alegações Genéricas

8.12 Princípios Aplicados ao Balanço Especial

8.12.1 Critérios de avaliação de ativos e passivos

8.12.2 Método de avaliação do fundo de comércio holístico

8.12.2.1 A teoria do fundo de comércio

8.12.3 Registro contábil de fundo de comércio

8.12.4 Teorema fundamental do fundo de comércio

8.12.5 Axioma ou postulado do fundo de comércio

8.12.6 Considerações finais da teoria

8.12.7 O lucro da operação, exclusões e inclusões

8.12.8 O ativo operacional a ser remunerado

8.12.9 Composição e características do fundo de comércio - goodwill em sociedades empresárias

8.12.10 Elemento de empresa como evidência do fundo de comércio - good-will

8.13 A Estrutura do Capital que Forma o Estabelecimento Empresarial

8.14 O Fundo Individual Econômico em Atividades que não têm o Elemento de Empresa

8.15 A Classificação do Fundo de Comércio - Goodwill como Ativo

8.16 A Distinção entre Fundo de Comércio - Goodwill e Ágio

8.17 A Figura do Badwill - Fundo de Comércio - Goodwill Negativo

8.18 Tipologia do Fundo de Comércio

8.19 O Superlucro

8.20 O Going Value

8.21 O Paradoxo do Fundo de Comércio

8.22 O Índice de Eficiência do Fundo de Comércio

8.23 Balanço de Determinação a Valor do Mercado - Arts. 210 ao 225 do PL 1.572/11, que Institui o Código Comercial

8.24 Balanço de Determinação a Valor do Mercado

8.25 Demonstração do Cálculo do Fundo de Comércio para Fins do Balanço Especial

8.26 Ativo Operacional

8.27 Demonstrativo da Aferição do Lucro Normalizado

8.27.1 Demonstrativo do cálculo fundo de comércio

8.27.1.1 Demonstrativo do balanço especial com a inclusão do fundo de comércio

8.28 O Passivo a Descoberto

8.29 A Reversão de Contingências e seu Pagamento ao Sócio/Acionista que se Desliga

8.30 A Questão Doutrinária na Interpretação de uma Avaliação

8.31 Exemplo de Estrutura de Laudo de Avaliação - Efeitos Judiciais

8.31.1 Laudos, pareceres e suas fundamentações

8.31.2 O laudo

8.31.3 Metodologia científica aplicada na elaboração dos laudos e pareceres. O novo Código de Processo Civil

8.31.4 O parecer

8.31.5 As fundamentações do laudo e do parecer

Capítulo 9 - ELEMENTOS RELEVANTES ENTRE AS MÉTRICAS DE VALUATION PELO FLUXO DE CAIXA DESCONTADO E PELO BALANÇO ESPECIAL

REFERÊNCIAS

ÍNDICE ALFABÉTICO

A

  • Abertura de capital das empresas
  • Abreviatura. Lista de abreviaturas e siglas
  • Abuso de poder ou de direito. Teoria ultra vires e as despesas atípicas "abuso de poder ou de direito"
  • Ações
  • Acordo de acionistas para avaliação das ações
  • Ágio. Distinção entre fundo de comércio - goodwill e ágio
  • Antitruste. CADE (Conselho Administrativo de Defesa Econômica)
  • Aplicabilidade da auditoria de riscos (due diligence)
  • Apuração de haveres, valuation, na esfera arbitral
  • Aquisição. Formas de aquisições de empresas
  • Aquisição. Fusões e aquisições em ambiente globalizado
  • Aquisição. Glossário de termos financeiros mais utilizados em processos de valuation para fins de fusões e aquisições
  • Aquisição. Papel da conta Escrowaccount e do recurso denominado earn out nos processos de fusões e aquisições
  • Arbitragem. Apuração de haveres, valuation, na esfera arbitral
  • Aspectos societários das empresas
  • Assembleia geral
  • Assistente técnico. Responsabilidade dos peritos e assistentes técnicos
  • Ativo operacional
  • Ativos intangíveis na geração de valor
  • Auditoria. Contabilidade, a auditoria e suas relações com o mercado
  • Avaliação das ações. Acordo de acionistas para avaliação das ações
  • Avaliação de empresas. Avaliação baseada em ativos (avaliação contá-bil)
  • Avaliação de empresas. Avaliação pelo critério de cotação das ações no mercado de valores mobiliários
  • Avaliação de empresas. Avaliação pelo patrimônio líquido avaliado a preço de mercado, como critério de avaliação
  • Avaliação de empresas. Avaliação por precificação de opções (avaliação de direitos exploratórios ou contingentes)
  • Avaliação de empresas. Avaliação relativa: a avaliação de empresas por meio de múltiplos
  • Avaliação de empresas. Conclusões sobre critérios ou métodos de avalia-ção
  • Avaliação de empresas. Distinção entre preço e valor
  • Avaliação de empresas. Escolha da abordagem de avaliação
  • Avaliação de empresas. Implicações na atribuição de mensurações mone-tárias erradas ou equivocadas nos procedimentos de valorimetria
  • Avaliação de empresas. Importância da auditoria due diligence nos pro-cessos de avaliação de empresas
  • Avaliação de empresas. Modelos gerais de avaliação de empresas
  • Avaliação de empresas. Teoria contábil do valor aplicada nas avaliações
  • Avaliação de empresas. Valor de uma empresa, do negócio ou de seu ativo
  • Avaliação pelo método do balanço especial
  • Avaliação pelo método do fluxo de caixa descontado (FCD)
  • Avaliação. Exemplo de estrutura de laudo de avaliação. Efeitos judiciais
  • Avaliação. Questão doutrinária na interpretação de uma avaliação
  • Aviamento. Balanço especial nele incluído o fundo de comércio. Avia-mento. Goodwill. Llave del negocio
  • Axioma ou postulado do fundo de comércio

B

  • Badwill. Figura do badwill - fundo de comércio - goodwill negativo
  • Balanço de determinação a valor do mercado - arts. 210 ao 225 do PL 1.572/11, que Institui o Código Comercial
  • Balanço de determinação a valor do mercado
  • Balanço especial nele incluído o fundo de comércio. Aviamento. Goodwill. Llave del negocio
  • Balanço especial. Alegações genéricas
  • Balanço especial. Avaliação pelo método do balanço especial
  • Balanço especial. Demonstração do cálculo do fundo de comércio para fins do balanço especial
  • Balanço especial. Demonstrativo do balanço especial com a inclusão do fundo de comércio
  • Balanço especial. Elementos relevantes entre as métricas de valuation pelo fluxo de caixa descontado e pelo balanço especial
  • Balanço especial. Princípios aplicados ao balanço especial
  • Balanço especial. Princípios aplicados. A teoria do fundo de comércio
  • Balanço especial. Princípios aplicados. Composição e características do fundo de comércio - goodwill em sociedades empresárias
  • Balanço especial. Princípios aplicados. Considerações finais da teoria
  • Balanço especial. Princípios aplicados. Critérios de avaliação de ativos e passivos
  • Balanço especial. Princípios aplicados. Elemento de empresa como evi-dência do fundo de comércio - goodwill
  • Balanço especial. Princípios aplicados. Método de avaliação do fundo de comércio holístico
  • Balanço especial. Princípios aplicados. O ativo operacional a ser remune-rado
  • Balanço especial. Princípios aplicados. O lucro da operação, exclusões e inclusões
  • Balanço especial. Princípios aplicados. Registro contábil de fundo de comércio
  • Balanço Patrimonial (BP)

C

  • CADE (Conselho Administrativo de Defesa Econômica)
  • Cálculo da perpetuidade
  • Capital aberto. Sociedades por ações de capital aberto
  • Capital circulante líquido (exposição de capital e necessidade de capital de giro)
  • Capital. Abertura de capital das empresas
  • Capital. Abertura de capital das empresas. Auditores independentes
  • Capital. Abertura de capital das empresas. Bancos
  • Capital. Abertura de capital das empresas. Bovespa Mais
  • Capital. Abertura de capital das empresas. Desvantagens
  • Capital. Abertura de capital das empresas. Informações periódicas e de-mais informações
  • Capital. Abertura de capital das empresas. Novo Mercado
  • Capital. Abertura de capital das empresas. Oferta pública e privada, dis-tribuição de valores mobiliários e Oferta Pública de Aquisição de Ações (OPA)
  • Capital. Abertura de capital das empresas. Principais agentes da oferta pública de ações
  • Capital. Abertura de capital das empresas. Principais vantagens e desvan-tagens da abertura de capital
  • Capital. Abertura de capital das empresas. Valor das ações
  • Capital. Abertura de capital das empresas. Vantagens
  • Capital. Estrutura do capital que forma o estabelecimento empresarial
  • Cisão. Restruturações societárias envolvendo fusões, cisões e incorpora-ções
  • Classificação do fundo de comércio - goodwill como ativo
  • Código Civil. Hipóteses legais e datas-base no Código Civil
  • Código Comercial. Balanço de determinação a valor do mercado - arts. 210 ao 225 do PL 1.572/11, que Institui o Código Comercial
  • Conciliação dos saldos das contas
  • Conflito de avaliação. Eleição da avaliação, pelo fluxo de caixa descon-tado ou pelo balanço especial, e a escolha do judiciário ou da arbitragem para solucionar conflitos de avaliação
  • Conselho de administração
  • Conselho fiscal
  • Conta Escrowaccount. Papel da conta Escrowaccount e do recurso de-nominado earn out nos processos de fusões e aquisições
  • Contabilidade, a auditoria e suas relações com o mercado
  • Contabilidade. Importância da contabilidade na geração de valor das empresas
  • Contabilidade. Principais finalidades de uma contabilidade bem estrutu-rada
  • Contrato social. Importância do pacta sunt servanda no contrato social e no estatuto social
  • Custo do Capital Próprio (CAPM) e o risco Brasil - adequação de taxa de desconto em avaliação de empresas

D

  • Demonstrações financeiras e sua importância no processo de avaliação de empresas, valuation
  • Demonstração das Mutações do Patrimônio Líquido (DMPL)
  • Demonstração do cálculo do fundo de comércio para fins do balanço especial
  • Demonstração do Resultado do Exercício (DRE)
  • Demonstração do Valor Adicionado (DVA)
  • Demonstração dos Fluxos de Caixa (DFC)
  • Demonstrações contábeis especiais
  • Demonstrações contábeis. Conjunto das peças que integram as demons-trações contábeis
  • Demonstrações contábeis. Finalidade
  • Demonstrações do Resultado Abrangente (DRA)
  • Demonstrações financeiras, sociais e econômicas. Análise
  • Demonstrações financeiras. Apresentação
  • Demonstrações financeiras. Referente das demonstrações financeiras para o valuation
  • Demonstrações financeiras. Usuários das informações contábeis
  • Demonstrativo da aferição do lucro normalizado
  • Demonstrativo do balanço especial com a inclusão do fundo de comércio
  • Demonstrativo do cálculo fundo de comércio
  • Dissolução, liquidação e extinção
  • Due diligence completa
  • Due diligence. Aquisições de empresas. Riscos a serem avaliados
  • Due diligence. Avaliação de riscos por área diligenciada
  • Due diligence. Importância da auditoria due diligence nos processos de avaliação de empresas
  • Due diligence. Procedimentos/documentos a serem analisados através de uma due diligence (avaliação de riscos quando da aquisição de uma em-presa)
  • Due diligence. Tratamento das informações nos processos de due dili-gence

E

  • Earn out. Papel da conta Escrowaccount e do recurso denominado earn out nos processos de fusões e aquisições
  • Eleição da avaliação, pelo fluxo de caixa descontado ou pelo balanço especial, e a escolha do judiciário ou da arbitragem para solucionar confli-tos de avaliação
  • Estatuto social. Importância do pacta sunt servanda no contrato social e no estatuto social
  • Estrutura do capital que forma o estabelecimento empresarial
  • Execução de dívida quer seja pela via do penhor/penhora, ou resolução societária pela via da redução do patrimônio líquido
  • Exemplo prático do cálculo do valuation pelo método do fluxo de caixa descontado
  • Extinção. Dissolução, liquidação e extinção

F

  • Fluxo de caixa descontado. Exemplo prático do cálculo do valuation pelo método do fluxo de caixa descontado
  • Fluxo de caixa descontado. Exemplo prático do cálculo do valuation pelo método do fluxo de caixa descontado. Etapa 01 - A análise de desempe-nho da situação atual e dos últimos anos
  • Fluxo de caixa descontado. Exemplo prático do cálculo do valuation pelo método do fluxo de caixa descontado. Etapa 02 - As projeções de resul-tados
  • Fluxo de caixa descontado. Exemplo prático do cálculo do valuation pelo método do fluxo de caixa descontado. Etapa 03 - O cálculo do FCL (Flu-xo de Caixa Livre)
  • Fluxo de caixa descontado. Exemplo prático do cálculo do valuation pelo método do fluxo de caixa descontado. Etapa 04 - O cálculo WACC, ou seja, do Custo Médio Ponderado de Capital (CMPC) para se trazer o cai-xa a valor presente
  • Fluxo de caixa descontado. Exemplo prático do cálculo do valuation pelo método do fluxo de caixa descontado. Etapa 05 - O cálculo do FCL a VP (Valor Presente)
  • Fluxo de caixa descontado. Exemplo prático do cálculo do valuation pelo método do fluxo de caixa descontado. Etapa 06 - O cálculo da perpetui-dade a VP
  • Fluxo de caixa descontado. Exemplo prático do cálculo do valuation pelo método do fluxo de caixa descontado. Etapa 07 - O Valor da Empresa (EV)
  • Fluxo de caixa descontado. Exemplo prático do cálculo do valuation pelo método do fluxo de caixa descontado. Etapa 08 - O valor líquido da em-presa para o sócio/acionista
  • Fluxo de caixa. Avaliação pelo método do fluxo de caixa descontado (FCD)
  • Fluxo de caixa. Elementos relevantes entre as métricas de valuation pelo fluxo de caixa descontado e pelo balanço especial
  • Fluxo de caixa. Noções para entendimento do cálculo do fluxo de caixa descontado
  • Função social da empresa
  • Função social do contrato, a boa-fé, e a equidade no equilíbrio econômi-co-financeiro, e a hipótese de onerosidade excessiva pela via da rebus sic stantibus nos contratos entre acionistas. A teoria da imprevisão
  • Fundo de comércio. Demonstração do cálculo do fundo de comércio para fins do balanço especial
  • Fundo de comércio. Demonstrativo do balanço especial com a inclusão do fundo de comércio
  • Fundo de comércio. Demonstrativo do cálculo fundo de comércio
  • Fundo de comércio. Índice de eficiência do fundo de comércio
  • Fundo de comércio. Paradoxo do fundo de comércio
  • Fundo de comérico. Tipologia do fundo de comércio
  • Fundo individual econômico em atividades que não têm o elemento de empresa
  • Fusão. Glossário de termos financeiros mais utilizados em processos de valuation para fins de fusões e aquisições
  • Fusão. Papel da conta Escrowaccount e do recurso denominado earn out nos processos de fusões e aquisições
  • Fusão. Restruturações societárias envolvendo fusões, cisões e incorpora-ções
  • Fusões e aquisições em ambiente globalizado

G

  • Globalização. Fusões e aquisições em ambiente globalizado
  • Glossário de termos financeiros mais utilizados em processos de valuation para fins de fusões e aquisições
  • Going value
  • Goodwill. Balanço especial nele incluído o fundo de comércio. Aviamen-to. Goodwill. Llave del negocio
  • Goodwill. Classificação do fundo de comércio - goodwill como ativo
  • Goodwill. Distinção entre fundo de comércio - goodwill e ágio

H

  • Holding familiar
  • Holding
  • Horizonte de tempo das projeções

I

  • IA - Índice de Atividade
  • IA - Índice de Eficiência do Aviamento (Termômetro da Eficiência do Aviamento)
  • Importância da auditoria due diligence nos processos de avaliação de empresas
  • Importância do pacta sunt servanda no contrato social e no estatuto social
  • Inadimplência. Índice de endividamento (análise de risco de inadimplên-cia)
  • Incorporação. Restruturações societárias envolvendo fusões, cisões e incorporações
  • Indicadores econômicos
  • Indicadores financeiros
  • Indicadores financeiros. Resumo
  • Indicadores sociais
  • Índice de endividamento (análise de risco de inadimplência)
  • Índice de liquidez corrente
  • Índice de liquidez geral
  • Índice de liquidez seca
  • Índice de solvência
  • Índices econômicos. Resumo
  • Informação contábil. Importância da transparência e do uso das infor-mações contábeis

L

  • Laudo de avaliação para venda de empresas. Exemplo da estrutura
  • Laudo de avaliação. Estrutura
  • Laudo de avaliação. Etapas para a elaboração do laudo de avaliação de empresas
  • Laudo de avaliação. Modelo de laudo de avaliação econômica pelo mé-todo do fluxo de caixa descontado para fins de precificação do negócio a valor de mercado
  • Laudo
  • Laudos, pareceres e suas fundamentações
  • Liquidação. Dissolução, liquidação e extinção
  • Liquidez. Índice de liquidez corrente
  • Liquidez. Índice de liquidez geral
  • Liquidez. Índice de liquidez seca
  • Lista de abreviaturas e siglas
  • Llave del negocio. Balanço especial nele incluído o fundo de comércio. Aviamento. Goodwill. Llave del negocio
  • Lucro normalizado. Demonstrativo da aferição do lucro normalizado

M

  • MC - Margem de Contribuição
  • Mercado de valores mobiliários
  • Mercado. Contabilidade, a auditoria e suas relações com o mercado
  • Metodologia científica aplicada na elaboração dos laudos e pareceres. O novo Código de Processo Civil
  • Metodologias corroborativas
  • Métrica do Ebitda. Entendendo a Métrica do Ebitda
  • Modelo CAPM (Capital Asset Pricing Model)
  • Morte de sócio nas sociedades limitadas
  • Múltiplo das transações precedentes
  • Múltiplos por Ebitda/avaliação relativa

N

  • Normas brasileiras de contabilidade e auditoria. Estrutura
  • Normas contábeis de auditoria independente vigentes no Brasil
  • Normas de contabilidade e auditoria. Órgãos nacionais e internacionais de contabilidade e de auditoria e os motivos para a padronização das nor-mas de contabilidade e de auditoria
  • Normas Internacionais de Contabilidade - IFRS
  • Normas profissionais
  • Normas técnicas
  • Notas Explicativas (NE)

O

  • Órgãos das sociedades anônimas

P

  • Pacta sunt servanda. Importância do pacta sunt servanda no contrato social e no estatuto social
  • Papel da conta Escrowaccount e do recurso denominado earn out nos processos de fusões e aquisições
  • Paradoxo do fundo de comércio
  • Parecer
  • Parecer. As fundamentações do laudo e do parecer
  • Passivo a descoberto
  • Perícia consensual
  • Perícia. Aspectos da prova pericial contábil na apuração de haveres, va-luation, na esfera da justiça estatal
  • Perito. Planejamento e execução do labor pericial
  • Perito. Responsabilidade dos peritos e assistentes técnicos
  • Peritos em contabilidade
  • Perpetuidade. Cálculo da perpetuidade
  • Planejamento e execução do labor pericial
  • PMPC - Prazo Médio de Pagamento de Compras
  • PMRE - Prazo Médio de Rotação de Estoque
  • PMRV - Prazo Médio de Recebimento de Venda
  • Pré-due diligence
  • Preço. Conclusão sobre posicionamento de preço
  • Princípios aplicados ao balanço especial
  • Projeção. Horizonte de tempo das projeções

R

  • Razões que levam à precificação do valuation
  • Reembolso de ações
  • Referências
  • Regulamentações contábeis
  • Regulamentações contábeis. Órgãos de contabilidade e as normas técni-cas
  • Reorganização societária. Processo
  • Reorganizações societárias
  • Resolução societária. Execução de dívida quer seja pela via do pe-nhor/penhora, ou resolução societária pela via da redução do patrimônio líquido
  • Responsabilidade dos peritos e assistentes técnicos
  • Responsabilidade dos peritos e assistentes técnicos. Importância da filo-sofia, frente ao paralogismo e o sofisma diante da responsabilidade
  • Responsabilidade limitada. Sociedade por quotas de responsabilidade limitada
  • Responsabilidade socioambiental
  • Reversão de contingências e seu pagamento ao sócio/acionista que se desliga

S

  • Sigla. Lista de abreviaturas e siglas
  • Sociedade anônima
  • Sociedade anônima. Órgãos das sociedades anônimas
  • Sociedade limitada. Morte de sócio nas sociedades limitadas
  • Sociedade por quotas de responsabilidade limitada
  • Sociedade. Aspectos societários das empresas
  • Sociedade. Balanço especial, à luz de uma interpretação eminentemente contábil, das seguintes bases normativas: Lei 6.404/76, art. 4º, § 4º, e Có-digo Civil, art. 1.031
  • Sociedade. Expulsão de sócios majoritários e minoritários
  • Sociedade. Falência do sócio
  • Sociedade. Falta de afeição societária
  • Sociedade. Reorganizações societárias
  • Sociedade. Resolução da sociedade pela liquidação das cotas/execução
  • Sociedade. Sócio remisso, em relação à integralização de participação no acervo social
  • Sociedade. Tendência dos Tribunais e da jurisprudência
  • Sociedades por ações de capital aberto
  • Sócio. Saída de um sócio, extrajudicial, judicial ou arbitral
  • Solvência. Índice de solvência
  • Superlucro

T

  • Teorema fundamental do fundo de comércio
  • Teoria da imprevisão. Função social do contrato, a boa-fé, e a equidade no equilíbrio econômico-financeiro, e a hipótese de onerosidade excessiva pela via da rebus sic stantibus nos contratos entre acionistas
  • Teoria ultra vires e as despesas atípicas "abuso de poder ou de direito"
  • Tipos societários
  • TLRS - Taxa de Lucros Recebidos pelos Sócios
  • TRC - Taxa de Retorno sobre o Capital Social
  • TRI - Taxa de Retorno de Investimento
  • TRPL - Taxa de Retorno sobre o PL
  • TRR - Taxa de Retorno da Receita

U

  • Ultra vires. Teoria ultra vires e as despesas atípicas "abuso de poder ou de direito"

V

  • Valor contábil (ajustado a valor de mercado pelas regras do IFRS)
  • Valor de liquidação
  • Valor de mercado. Balanço de determinação a valor do mercado - arts. 210 ao 225 do PL 1.572/11, que Institui o Código Comercial
  • Valor de mercado. Balanço de determinação a valor do mercado
  • Valor de mercado. Conclusão do valor de mercado a ser negociado
  • Valor do patrimônio ajustado (valor do patrimônio líquido a preços de mercado)
  • Valor do patrimônio líquido (ou valor do book value)
  • Valor econômico das empresas
  • Valor patrimonial das empresas e a situação do patrimônio líquido nega-tivo
  • Valor patrimonial das empresas. Avaliação de empresa com patrimônio líquido negativo, ou com passivo a descoberto
  • Valor patrimonial das empresas. Limitações do método de avaliação patrimonial. Intangíveis e goodwill
  • Valor patrimonial das empresas. Valor de mercado dos ativos
  • Valor. Ativos intangíveis na geração de valor
  • Valor. Criação de valor em avaliação de empresas
  • Valor. Definição dos direcionadores de valor
  • Valor. Fatores que se agregam para a criação de valor nas organizações
  • Valores mobiliários
  • Valores mobiliários. Mercado
  • Valuation e os modelos de avaliação de empresas
  • Valuation. Apuração de haveres, valuation, na esfera arbitral
  • Valuation. Demonstrações financeiras e sua importância no processo de avaliação de empresas, valuation
  • Valuation. Demonstrações financeiras. Referente das demonstrações financeiras para o valuation
  • Valuation. Elementos relevantes entre as métricas de valuation pelo fluxo de caixa descontado e pelo balanço especial
  • Valuation. Exemplo prático do cálculo do valuation pelo método do fluxo de caixa descontado
  • Valuation. Glossário de termos financeiros mais utilizados em processos de valuation para fins de fusões e aquisições
  • Valuation. Razões que levam à precificação do valuation
  • Venda de uma empresa
  • VPQ - Valor Patrimonial das Quotas

W

  • Weighted Average Cost of Capital. Custo médio ponderado do capital de terceiros e do capital próprio, denominado WACC (Weighted Average Cost of Capital) na taxa de desconto em avaliação de empresas
INDIQUE ESSA OBRA

Indique essa obra para um amigo:

De:

Nome:

E-mail:

Informe apenas 1 email por vez

Para:

Nome:

E-mail:

Informe apenas 1 email por vez


Mensagem: