Filosofia Aplicada à Contabilidade

4ª Edição - Revista e Atualizada Wilson Alberto Zappa Hoog

Versão impressa

por R$ 89,90em 3x de R$ 29,97Adicionar ao carrinho

Versão digital

Disponível para:AndroidiOS
por R$ 64,70em 2x de R$ 32,35Adicionar ao carrinho

Ficha técnica

Autor(es): Wilson Alberto Zappa Hoog

ISBN v. impressa: 978652630501-0

ISBN v. digital: 978652630469-3

Edição/Tiragem: 4ª Edição - Revista e Atualizada

Acabamento: Brochura

Formato: 15,0x21,0 cm

Peso: 243grs.

Número de páginas: 196

Publicado em: 24/03/2023

Área(s): Contabilidade - Contabilidade Geral Aplicada

Versão Digital (eBook)

Para leitura em aplicativo exclusivo da Juruá Editora - Juruá eBooks - para Smartphones e Tablets rodando iOS e Android. Não compatível KINDLE, LEV, KOBO e outros e-Readers.

Disponível para as plataformas:

  • AndroidAndroid 5 ou posterior
  • iOSiOS 8 ou posterior

Em computadores a leitura é apenas online e sem recursos de favoritos e anotações;
Não permite download do livro em formato PDF;
Não permite a impressão e cópia do conteúdo.

Compra apenas via site da Juruá Editora.

Sinopse

O sentido e alcance da filosofia na instrução contabilística é a de um estudo superior, profundo e de amplo aspecto, que se caracteriza pela intenção de ampliar incessantemente a compreensão da realidade, no sentido de apreendê-la na sua totalidade, pela busca da sabedoria pura, que vai além do conhecimento, por ser o que existe de fato, uma situação capaz de abranger e contribuir para o objetivo de todas as outras ciências.

A filosofia contabilística é considerada uma visão altiva do conhecimento científico, portanto, apresentando uma abordagem avançada, uma vez que o cume do conhecimento contábil só é alcançado por uma visão filosófica pura. De fato, a filosofia representa uma visão crítica na busca de uma certeza epistemológica na medida em que se busca a essência do conhecimento. Na verdade, a filosofia agrega o fim de uma ciência, por ser tanto a base como o cume do conhecimento. Ou seja, não existe uma ciência que não tenha derivado da filosofia, logo, todo o conhecimento brota e finda na filosofia.

APLICAÇÃO

Recomenda-se esta obra para os contadores, em decorrência de sua forte característica doutrinária, sendo indicada no meio profissionalizante como elemento essencial das fundamentações contábeis, quer seja em pareceres, laudos ou relatos contabilísticos.

Indicamos o seu uso acadêmico, como livro-texto para a disciplina de filosofia aplicada à contabilidade, em decorrência de sua base de preceitos científicos-filosóficos, que normalmente são aplicadas nas teorias contábeis e interpretações científicas de atos e fatos ligadas às células sociais.

Avulta, também, a sua aplicação no meio acadêmico quando da elaboração de artigos, monografias, dissertações e teses.

Autor(es)

WILSON ALBERTO ZAPPA HOOG

Mestre em Ciência Jurídica. Especialista em Avaliação de Sociedades Empresárias. Bacharel em Ciências Contábeis. Perito-Contador, Auditor, Consultor Empresarial e Palestrante. Professor Doutrinador de Perícia Contábil, Direito Contábil e de Empresas em cursos de pós-graduação de várias instituições de ensino. Escritor e Pesquisador de matéria contábil. Mentor intelectual do Método Zappa de Avaliação da Carteira de Clientes e do Método Holístico de Avaliação do Fundo Empresarial, antigo Fundo de Comércio, e do Método de Amortização a Juros Simples – MAJS. Sócio-Fundador e Administrador da Zappa Hoog e Cia SS. Membro da Associação Científica Internacional Neopatrimonialista – ACIN.

Porque comprar

 

 

Sumário

Capítulo 1 A IMPORTÂNCIA DA FILOSOFIA PARA OS CONTADORES, p. 23

1.1 POR QUE ESTUDAR FILOSOFIA, p. 24

1.1.1 O Conhecimento Contabilístico Empírico e o Científico, p. 33

1.1.2 Consciência Contabilística, p. 34

1.1.3 Regime Principiológico da Filosofia Científica Contábil, p. 35

1.1.4 Filosofia como Base para as Análises, p. 41

1.2 O VALOR DA FILOSOFIA, p. 43

1.3 A ATIVIDADE DE PESQUISA DOS PERITOS EM CONTABILIDADE E TESTEMUNHAS TÉCNICAS, p. 45

Capítulo 2 A FILOSOFIA VOLTADA PARA A CIÊNCIA DA CONTABILIDADE, p. 47

2.1 PERÍODOS DE EVOLUÇÃO DO CONHECIMENTO CONTÁBIL, p. 50

2.2 AS PRINCIPAIS ESCOLAS OU DOUTRINAS DA CONTABILIDADE, p. 52

2.2.1 Neopatrimonialismo, p. 54

2.3 ERAS E ESCOLAS DA CONTABILIDADE E SUAS TENDÊNCIAS, p. 57

2.4 CIÊNCIA DA CONTABILIDADE E A SUA DISTINÇÃO CLÁSSICA COM A ESCRITURAÇÃO CONTÁBIL, p. 57

2.5 EVIDÊNCIAS CIENTÍFICAS DA FILOSOFIA NA CONTABILIDADE, p. 58

2.5.1 A Práxis da Filosofia em Prol da Ciência da Contabilidade, p. 59

2.6 A FILOSOFIA REVERSA DA CONTABILIDADE, p. 60

2.7 CONTABILIDADE - UM GÊNERO DE DUAS ESPÉCIES, p. 61

Capítulo 3 A TEORIA PURA DA CONTABILIDADE, p. 65

3.1 TEOREMAS DERIVADOS OU AUXILIARES DA TEORIA PURA DA CONTABILIDADE, p. 69

3.1.1 Teorema das Probabilidades, p. 69

3.1.2 Teorema da Eficiência do Aviamento, p. 71

Capítulo 4 O REGIME PRINCIPIOLÓGICO DA CONTABILIDADE, p. 75

Capítulo 5 A FILOSOFIA COMO BASE PARA A IMPLANTAÇÃO DE UM MODELO INTERNACIONAL DE PADRONIZAÇÃO DOS REGISTROS E RELATOS CONTÁBEIS, p. 83

Capítulo 6 ÉTICA, p. 87

6.1 ÉTICA E MORAL, p. 88

6.2 A DEONTOLOGIA APLICADA AOS CONTADORES, p. 92

6.3 A DICEOLOGIA APLICADA EM FAVOR DOS CONTADORES, p. 93

Capítulo 7 TEORIA DO VALOR E A DA ESSÊNCIA SOBRE A FORMA, p. 95

7.1 ATRIBUIÇÃO DE VALOR AO PATRIMÔNIO, EM UMA VISÃO FILOSÓFICA CONTÁBIL DO VALOR, p. 95

7.1.1 O Axioma do Valor de um Bem, p. 100

7.1.2 O Valor de uma Ação ou de uma Quota, p. 101

7.1.3 Influências em Relação ao Valor Patrimonial de uma Ação ou de uma Quota do Capital Social, p. 106

7.2 A TEORIA DA ESSÊNCIA SOBRE A FORMA, p. 106

7.2.1 Teorema da Essência sobre a Forma, p. 113

7.2.2 Princípios Fundamentais Aplicados à Teoria e ao Teorema da Essência sobre a Forma, p. 113

7.2.2.1 Princípio da dialeticidade, p. 114

7.2.2.2 Princípio da eticidade, p. 114

7.2.2.3 Princípio da socialidade, p. 116

7.2.2.4 Princípio da operabilidade, p. 116

7.2.2.5 Princípio da veracidade, p. 116

7.2.2.6 Princípio da impessoalidade, p. 116

7.2.2.7 Princípio da fidelidade, p. 117

7.3 A ESTRUTURA DO CAPITAL QUE FORMA O ESTABELECIMENTO EMPRESARIAL, p. 117

7.3.1 O Instituto do Capital como Gênero de um Estudo Científico e seus Tipos, p. 118

Capítulo 8 FILOSOFIA MODERNA E A METODOLOGIA APLICADA À CONTABILIDADE, p. 123

8.1 MÉTODOS CIENTÍFICOS CONTEMPORÂNEOS APLICADOS À CONTABILIDADE, p. 127

Capítulo 9 QUESTIONAMENTOS FILOSÓFICOS, p. 135

9.1 EXEMPLOS DOS QUESTIONAMENTOS FUNDAMENTAIS DO EXISTIR HUMANO, p. 135

9.2 QUESTIONAMENTOS VINCULADOS À CONTABILIDADE, p. 138

9.3 QUESTIONAMENTOS PARA O EXERCÍCIO DO PENSAR CONTABILÍSTICO, p. 144

Capítulo 10 OS FILÓSOFOS MAIS RENOMADOS, p. 147

10.1 FILÓSOFOS PRÉ-SOCRÁTICOS, p. 148

10.2 A LINHA DIVISÓRIA: SÓCRATES, p. 149

10.3 FILÓSOFOS PÓS-SÓCRATES, p. 149

Capítulo 11 A FILOSOFIA CONTÁBIL PELA VIA DA METANOIA, p. 151

Capítulo 12 A FILOSOFIA CONTRIBUI E ESTIMULA A PRÁXIS DO USO DE CONCEITOS, p. 153

Capítulo 13 FILOSOFIA E A DOUTRINA NA EXPLICAÇÃO DOS FENÔMENOS PATRIMONAIS, p. 159

13.1 O EPISTEMICÍDIO CONTÁBIL, p. 160

13.2 DOUTRINA E NÃO DOUTRINA, p. 161

13.3 A IMPORTÂNCIA DA DOUTRINA NOS TRIBUNAIS, p. 163

13.3.1 Doutrinas Convergentes, p. 163

13.3.2 Doutrinas Divergentes, p. 164

13.4 REPERCUSSÃO DAS DOUTRINAS NOS TRIBUNAIS, p. 164

13.4.1 Júri Técnico na Pronúncia da Solução de Doutrinas Divergentes, p. 167

13.5 EPICENTRO DAS DOUTRINAS, p. 168

Capítulo 14 SÍNTESE DO ESTUDO DA FILOSOFIA ASSOCIADA À CONTABILIDADE, p. 171

Capítulo 15 SUGESTÃO DE UM PLANO DE ENSINO PARA A DISCIPLINA: FILOSOFIA APLICADA À CONTABILIDADE, p. 175

15.1 PERGUNTAS MOTIVADORAS PARA O ESTUDO DA FILOSOFIA, p. 176

15.2 O CONTEÚDO DAS UNIDADES AULAS, p. 176

15.3 A AVALIAÇÃO DO APRENDIZADO, p. 177

15.3.1 Produção de Artigo Científico, p. 177

15.3.2 A Defesa Oral de Artigos Científicos, Utilizando para Tal os Recursos da Retórica, p. 177

15.3.3 Debates Científicos em Equipes de Alunos, com Temas Tais Como, p. 178

15.3.4 Teste de Verificação, p. 178

15.4 ATIVIDADES DIDÁTICAS, p. 178

15.4.1 Método de Ensino, p. 178

15.4.2 Técnicas de Ensino, p. 179

15.4.2.1 Estudo de casos, p. 179

15.4.2.2 Debates, p. 179

15.4.2.3 Pesquisas bibliográficas e o fichamento de obras, p. 180

15.4.2.4 Bibliografia básica para a disciplina, p. 180

REFERÊNCIAS, p. 181

Índice alfabético

A

  • Atividade de pesquisa dos peritos em contabilidade e testemunhas técnicas, p. 45
  • Aviamento. Teorema da eficiência do aviamento, p. 71

C

  • Capital. Instituto do capital como gênero de um estudo científico e seus tipos, p. 118
  • Ciência da contabilidade e a sua distinção clássica com a escrituração contábil, p. 57
  • Ciência. Conhecimento contabilístico empírico e o científico, p. 33
  • Conhecimento contábil. Períodos de evolução do conhecimento contábil, p. 50
  • Conhecimento contabilístico empírico e o científico, p. 33
  • Consciência contabilística, p. 34
  • Contabilidade. Atividade de pesquisa dos peritos em contabilidade e testemunhas técnicas, p. 45
  • Contabilidade. Consciência contabilística, p. 34
  • Contabilidade. Filosofia reversa da contabilidade, p. 60
  • Contabilidade. Filosofia voltada para a ciência da contabilidade, p. 47
  • Contabilidade. Teoria pura da contabilidade, p. 65
  • Contabilidade. Um gênero de duas espécies, p. 61
  • Contador. Importância da filosofia para os contadores, p. 23

D

  • Deontologia aplicada aos contadores, p. 92
  • Dialeticidade. Princípio da dialeticidade, p. 114
  • Diceologia aplicada em favor dos contadores, p. 93

E

  • Empirismo. Conhecimento contabilístico empírico e o científico, p. 33
  • Ensino. Atividades didáticas, p. 178
  • Ensino. Avaliação do aprendizado, p. 177
  • Ensino. Bibliografia básica para a disciplina, p. 180
  • Ensino. Conteúdo das unidades aulas, p. 176
  • Ensino. Debates, p. 179
  • Ensino. Debates científicos em equipes de alunos, com temas tais como, p. 178
  • Ensino. Defesa oral de artigos científicos, utilizando para tal os recursos da retórica, p. 177
  • Ensino. Estudo de casos, p. 179
  • Ensino. Método de ensino, p. 178
  • Ensino. Perguntas motivadoras para o estudo da filosofia, p. 176
  • Ensino. Pesquisas bibliográficas e o fichamento de obras, p. 180
  • Ensino. Produção de artigo científico, p. 177
  • Ensino. Sugestão de um plano de ensino para a disciplina: filosofia aplicada à contabilidade, p. 175
  • Ensino. Técnicas de ensino, p. 179
  • Ensino. Teste de verificação, p. 178
  • Epicento das doutrinas, p. 168
  • Epistemicídio contábil, p. 160
  • Epistemicídio contábil. A importância da doutrina nos tribunais, p. 163
  • Epistemicídio contábil. A importância da doutrina nos tribunais. Doutrinas convergentes, p. 163
  • Epistemicídio contábil. A importância da doutrina nos tribunais. Doutrinas divergentes, p. 164
  • Epistemicídio contábil. Doutrina e não doutrina, p. 161
  • Epistemicídio contábil. Repercussão da doutrina nos tribunais, p. 164
  • Eras e escolas da contabilidade e suas tendências, p. 57
  • Escola. Eras e escolas da contabilidade e suas tendências, p. 57
  • Escola. Principais escolas ou doutrinas da contabilidade, p. 52
  • Escrituração contábil. Ciência da contabilidade e a sua distinção clássica com a escrituração contábil, p. 57
  • Estabelecimento empresarial. Estrutura do capital que forma o estabelecimento empresarial, p. 117
  • Estrutura do capital que forma o estabelecimento empresarial, p. 117
  • Ética, p. 87
  • Ética e moral, p. 88
  • Eticidade. Princípio da eticidade, p. 114
  • Evidências científicas da filosofia na contabilidade, p. 58

F

  • Fidelidade. Princípio da fidelidade, p. 117
  • Filosofia científica contábil. Regime principiológico da filosofia científica contábil, p. 35
  • Filosofia como base para a implantação de um modelo internacional de padronização dos registros e relatos contábeis, p. 83
  • Filosofia como base para as análises, p. 41
  • Filosofia contábil pela via da metanoia, p. 151
  • Filosofia contribui e estimula a práxis do uso de conceitos, p. 153
  • Filosofia da contabilidade. Evidências científicas da filosofia na contabilidade, p. 58
  • Filosofia da contabilidade. Práxis da filosofia em prol da ciência da contabilidade, p. 59
  • Filosofia e a doutrina na explicação dos fenômenos patrimoniais, p. 159
  • Filosofia moderna e a metodologia aplicada à contabilidade, p. 123
  • Filosofia reversa da contabilidade, p. 60
  • Filosofia voltada para a ciência da contabilidade, p. 47
  • Filosofia. Importância da filosofia para os contadores, p. 23
  • Filosofia. Por que estudar filosofia, p. 24
  • Filosofia. Síntese do estudo da filosofia associada à contabilidade, p. 171
  • Filosofia. Valor da filosofia, p. 43
  • Filósofos mais renomados, p. 147
  • Filósofos pós-Sócrates, p. 149
  • Filósofos pré-socráticos, p. 148
  • Filósofos. Linha divisória: Sócrates, p. 149
  • Forma. Princípios fundamentais aplicados à teoria e ao teorema da essência sobre a forma, p. 113
  • Forma. Teorema da essência sobre a forma, p. 113
  • Forma. Teoria da essência sobre a forma, p. 106
  • Forma. Teoria do valor e a da essência sobre a forma, p. 95

I

  • Impessoabilidade. Princípio da impessoalidade, p. 116
  • Importância da filosofia para os contadores, p. 23

J

  • Júri técnico na pronúncia da solução de doutrinas divergentes, p. 167

L

  • Lógica. Regime principiológico da filosofia científica contábil, p. 35

M

  • Metanoia. Filosofia contábil pela via da metanoia, p. 151
  • Metodologia. Filosofia moderna e a metodologia aplicada à contabilidade, p. 123
  • Metodologia. Métodos científicos contemporâneos aplicados à contabilidade, p. 127
  • Moral. Ética e moral, p. 88

N

  • Neopatrimonialismo, p. 54

O

  • Operabilidade. Princípio da operabilidade, p. 116

P

  • Perícia. Atividade de pesquisa dos peritos em contabilidade e testemunhas técnicas, p. 45
  • Pós-Sócrates. Filósofos pós-Sócrates, p. 149
  • Práxis da filosofia em prol da ciência da contabilidade, p. 59
  • Práxis. Filosofia contribui e estimula a práxis do uso de conceitos, p. 153
  • Pré-socráticos. Filósofos pré-socráticos, p. 148
  • Principais escolas ou doutrinas da contabilidade, p. 52
  • Princípio da dialeticidade, p. 114
  • Princípio da eticidade, p. 114
  • Princípio da fidelidade, p. 117
  • Princípio da impessoalidade, p. 116
  • Princípio da operabilidade, p. 116
  • Princípio da socialidade, p. 116
  • Princípio da veracidade, p. 116
  • Princípios fundamentais aplicados à teoria e ao teorema da essência sobre a forma, p. 113
  • Princípios. Regime principiológico da contabilidade, p. 75
  • Probabilidade. Teorema das probabilidades, p. 69

Q

  • Questionamentos filosóficos, p. 135
  • Questionamentos filosóficos. Exemplos dos questionamentos fundamentais do existir humano, p. 135
  • Questionamentos filosóficos. Questionamentos para o exercício do pensar contabilístico, p. 144
  • Questionamentos filosóficos. Questionamentos vinculados à contabilidade, p. 138

R

  • Referências, p. 181
  • Regime principiológico da filosofia científica contábil, p. 35
  • Regime principiológico da contabilidade, p. 75
  • Registros e relatos contábeis. Filosofia como base para a implantação de um modelo internacional de padronização dos registros e relatos contábeis, p. 83

S

  • Síntese do estudo da filosofia associada à contabilidade, p. 171
  • Socialidade. Princípio da socialidade, p. 116
  • Sócrates. Filósofos pós-Sócrates, p. 149
  • Sócrates. Linha divisória: Sócrates, p. 149

T

  • Teorema da eficiência do aviamento, p. 71
  • Teorema da essência sobre a forma, p. 113
  • Teorema das probabilidades, p. 69
  • Teoremas derivados ou auxiliares da teoria pura da contabilidade, p. 69
  • Teoria da essência sobre a forma, p. 106
  • Teoria do valor e a da essência sobre a forma, p. 95
  • Teoria pura da contabilidade, p. 65
  • Teoria pura da contabilidade. Teoremas derivados ou auxiliares da teoria pura da contabilidade, p. 69
  • Testemunha técnica. Atividade de pesquisa dos peritos em contabilidade e testemunhas técnicas, p. 45

V

  • Valor de uma ação ou de uma quota, p. 101
  • Valor. Atribuição de valor ao patrimônio, em uma visão filosófica contábil do valor, p. 95
  • Valor. Axioma do valor de um bem, p. 100
  • Valor. Influências em relação ao valor patrimonial de uma ação ou de uma quota do capital social, p. 106
  • Valor. Teoria do valor e a da essência sobre a forma, p. 95
  • Veracidade. Princípio da veracidade, p. 116

Recomendações

Capa do livro: Estrutura Conceitual da Contabilidade, Rodrigo Antonio Chaves da Silva

Estrutura Conceitual da Contabilidade

 Rodrigo Antonio Chaves da SilvaISBN: 978652630173-9Páginas: 90Publicado em: 03/11/2022

Versão impressa

R$ 69,90em 2x de R$ 34,95Adicionar ao
carrinho

Versão digital

R$ 49,90 Adicionar eBook
ao carrinho
Capa do livro: Construção Civil - Aspectos Contábeis, Gerenciais, Tributários e Ambientais, Alberto Manoel Scherrer

Construção Civil - Aspectos Contábeis, Gerenciais, Tributários e Ambientais

 Alberto Manoel ScherrerISBN: 978652630008-4Páginas: 160Publicado em: 26/07/2022

Versão impressa

R$ 79,90em 3x de R$ 26,63Adicionar ao
carrinho

Versão digital

R$ 57,70em 2x de R$ 28,85Adicionar eBook
ao carrinho
Capa do livro: Resumos Juruá - Contábil - Débitos e Créditos e Balancete de Verificação, June Alisson Westarb Cruz e Emir Guimarães Andrich

Resumos Juruá - Contábil - Débitos e Créditos e Balancete de Verificação

 June Alisson Westarb Cruz e Emir Guimarães AndrichISBN: 978853624503-4Páginas: 6Publicado em: 15/04/2014

Versão impressa

de R$ 14,90* porR$ 11,18 Adicionar ao
carrinho
Capa do livro: Fundamentos da Contabilidade Geral, Antônio Lopes de Sá – Atualização: Wilson Alberto Zappa Hoog

Fundamentos da Contabilidade Geral

5ª Edição - Revista e AtualizadaAntônio Lopes de Sá – Atualização: Wilson Alberto Zappa HoogISBN: 978853626562-9Páginas: 422Publicado em: 22/02/2017

Versão impressa

R$ 179,90em 6x de R$ 29,98Adicionar ao
carrinho

Versão digital

R$ 127,70em 5x de R$ 25,54Adicionar eBook
ao carrinho