Nacionalidade das Sociedades Comerciais - Biblioteca de Direito Internacional - Vol. 5

Leonardo Medeiros Régnier

Parcele em até 6x sem juros no cartão.
Parcela mínima de R$ 30,00

Versão impressa

de R$ 89,90*

* Desconto não cumulativo com outras promoções, incluindo P.A.P. e Cliente Fiel

Ficha técnica

Autor(es): Leonardo Medeiros Régnier

ISBN: 853620191-6

Acabamento: Brochura

Número de páginas: 298

Publicado em: 03/06/2002

Área(s): Direito - Coleções; Direito Internacional

Sinopse

Neste Volume: INTRODUÇÃO À MATÉRIA A PERSONIFICAÇÃO DAS SOCIEDADES COMERCIAIS A NACIONALIDADE DAS SOCIEDADES COMERCIAIS O POSICIONAMENTO DA DOUTRINA EMPRESAS E GRUPOS MULTINACIONAIS E EMPRESAS BINACIONAIS ASSOCIAÇÕES EMPRESARIAIS E REORGANIZAÇÃO SOCIETÁRIA – QUESTÕES SOBRE NACIONALIDADE COMENTÁRIOS SOBRE O DIREITO POSITIVO BRASILEIRO OUTROS DISPOSITIVOS LEGAIS, TRATADOS E CONVENÇÕES QUE VERSAM SOBRE NACIONALIDADE

Sumário

CAPÍTULO I - INTRODUÇÃO À MATÉRIA

1.1 Justificativa

1.2 Identificação do Problema

1.3 Localização Doutrinária - Taxionomia

1.4 Noção Histórica

CAPÍTULO II - A PERSONIFICAÇÃO DAS SOCIEDADES COMERCIAIS

2.1 Distinção entre Sociedade Civil e Sociedade Comercial

2.2 Teoria dos Atos de Comércio do Código Francês de 1808

2.3 Teoria da Empresa, do Código Civil Italiano de 1942

2.4 A Inscrição no Registro de Empresas e o Nascimento da Pessoa Jurídica

2.5 Conceito de Sociedade Comercial

2.6 Conceito de Pessoa Jurídica

2.7 Conceito de Empresa

CAPÍTULO III - A NACIONALIDADE DAS SOCIEDADES COMERCIAIS

3.1 Introdução

3.2 Conceito de Nacionalidade

3.3 A Nacionalidade das Pessoas Físicas

3.4 Teorias que Negam a Nacionalidade das Sociedades

3.5 Teorias que Admitem a Nacionalidade das Sociedades

3.6 Formas de Atribuição de Nacionalidade às Sociedades

3.7 Conseqüências da Atribuição de Nacionalidade

3.8 Mudança e Perda de Nacionalidade

3.9 A Nacionalidade das Sociedades Conforme sua Situação no Mundo Jurídico

3.10 Conflitos Positivos de Nacionalidade

3.11 Conflitos Negativos de Nacionalidade

CAPÍTULO IV - O POSICIONAMENTO DA DOUTRINA

4.1 Introdução

4.2 A Doutrina Brasileira

4.3 A Doutrina Estrangeira

CAPÍTULO V - EMPRESAS E GRUPOS MULTINACIONAIS E EMPRESAS BINACIONAIS

5.1 Evolução Histórica das Empresas Multinacionais

5.2 Fatores de Multinacionalização

5.3 A Questão da Terminologia

5.4 Algumas Tentativas de Definição

5.5 O Investimento Estrangeiro e suas Características

5.6 A "Nacionalidade" das Multinacionais

5.7 As empresas binacionais brasileiro-argentinas

5.8 O caso da Itaipu Binacional

CAPÍTULO VI - ASSOCIAÇÕES EMPRESARIAIS E REORGANIZAÇÃO SOCIETÁRIA - QUESTÕES SOBRE NACIONALIDADE

6.1 Grupos Societários

6.2 Associações Empresariais do tipo Joint Ventures

6.3 Conseqüências para a Nacionalidade das Sociedades nos casos de Reorganização Societária

6.4 Filiais ou Agências de Sociedades Estrangeiras no Brasil, Chile e Argentina

6.5 Paraísos Fiscais

CAPÍTULO VII - COMENTÁRIOS SOBRE O DIREITO POSITIVO BRASILEIRO

7.1 Constituição da República Federativa do Brasil

7.2 Lei de Introdução ao Código Civil (Dec.-lei 4.657, de 04.09.1942)

7.3 Lei das Sociedades por Ações

7.4 Código Civil de 2002 (Lei 10.406/2002)

7.5 Outras Leis Brasileiras

CAPÍTULO VIII- OUTROS DISPOSITIVOS LEGAIS, TRATADOS E CONVENÇÕES QUE VERSAM SOBRE NACIONALIDADE

8.1 Introdução

8.2 Código de Direito Internacional Privado

8.3 Convenções de Haia (1956) e de Bruxelas (1968)

8.4 Algumas legislações européias

CONCLUSÕES

Primeiras conclusões

Conclusões últimas (ou mediatas)

ANEXOS

REFERÊNCIAS

Índice alfabético

A

  • Anexo. Íntegra de algumas disposições normativas de interesse para o estudo da nacionalidade das sociedades comerciais
  • Argentina. Empresas binacionais brasileiro-argentinas
  • Argentina. Filiais ou agências de sociedades estrangeiras no Brasil, Chile e Argentina.
  • Associação empresarial e reorganização societária. Questões sobre nacionalidade
  • Associações empresariais do tipo «joint ventures».

B

  • Bibliografia. Referências.
  • Brasil. Empresas binacionais brasileiro-argentinas
  • Brasil. Filiais ou agências de sociedades estrangeiras no Brasil, Chile e Argentina
  • Brasil. Tratado entre o Brasil e o Paraguai, de 26/04/73 (Itaipu Binacional).

C

  • CF/88. Direito Positivo Brasileiro. Considerações.
  • Chile. Filiais ou agências de sociedades estrangeiras no Brasil, Chile e Argentina
  • Código Civil Italiano. Teoria da empresa, do Código Civil Italiano de 1942.
  • Código Civil/2002 (Lei 10.406/2002). Direito Positivo Brasileiro. Considerações
  • Código Francês. Teoria dos atos de comércio do Código Francês de 1808
  • Código de Direito Internacional Privado
  • Comentários sobre o Direito Positivo Brasileiro
  • Conceito. Empresa
  • Conceito. Pessoa jurídica.
  • Conceito. Sociedade comercial.
  • Conceito de nacionalidade
  • Conclusões.
  • Conclusões últimas ou mediatas
  • Conflitos negativos de nacionalidade.
  • Conflitos positivos de nacionalidade
  • Conseqüências da atribuição de nacionalidade
  • Conseqüências para a nacionalidade das sociedades nos casos de reorganização societária
  • Consórcio. Inst. Norm. 74, de 28/12/98. Atos de constituição, alteração e extinção de consórcio.
  • Convenção. Dispositivos legais, tratados e convenções que versam sobre nacionalidade
  • Convenções de Haia (1956) e de Bruxelas (1968).
  • Cooperativa. Inst. Norm. 76, de 28/12/98. Arquivamento de atos de empresas mercantis ou de cooperativas nos casos que especifica.

D

  • Direito Positivo Brasileiro. CF/88. Considerações
  • Direito Positivo Brasileiro. Código Civil/2002 (Lei 10.406/2002). Considerações
  • Direito Positivo Brasileiro. Comentários
  • Direito Positivo Brasileiro. Considerações. Outras leis brasileiras.
  • Direito Positivo Brasileiro. Lei das Sociedades por Ações. Considerações.
  • Direito Positivo Brasileiro. Lei de Introdução ao Código Civil (Lei 4.657/42). Considerações.

O

  • ositivos legais, tratados e convenções que versam sobre nacionalidade.

D

  • Distinção entre sociedade comercial e sociedade civil
  • Doutrina. Posicionamento.
  • Doutrina. Posicionamento. Introdução.
  • Doutrina. Sociedade comercial. Nacionalidade. Localização doutrinária. Taxionomia.
  • Doutrina brasileira.
  • Doutrina estrangeira

E

  • Empresa. Conceito
  • Empresa binacional. Protocolo 5.
  • Empresa mercantil. Inst. Norm. 76, de 28/12/98. Arquivamento de atos de empresas mercantis ou de cooperativas nos casos que especifica
  • Empresa mercantil. Inst. Norm. 81, de 05/01/99. Sociedade mercantil. Pedido de autorização para nacionalização ou instalação de filial, agência, sucursal ou estabelecimento no país.
  • Empresa multinacional. A questão da terminologia
  • Empresa multinacional. Evolução histórica das empresas multinacionais
  • Empresas binacionais brasileiro-argentinas.
  • Empresas e grupos multinacionais e empresas binacionais
  • Estatuto das Empresas Binacionais Brasileiro-Argentinas
  • Evolução histórica das empresas multinacionais.

F

  • Fatores de multinacionalização
  • Filiais ou agências de sociedades estrangeiras no Brasil, Chile e Argentina
  • Formas de atribuição de nacionalidade às sociedades.

G

  • Grupo de sociedades. Inst. Norm. 73, de 28/12/98. Atos de constituição, alteração e extinção de grupo de sociedades
  • Grupo multinacional. Empresas e grupos multinacionais e empresas binacionais
  • Grupos societários.

H

  • História. Evolução histórica das empresas multinacionais
  • História. Sociedade comercial. Nacionalidade. Noção histórica.

I

  • Inscrição no registro de empresas e o nascimento da pessoa jurídica
  • Instrução Normativa 73, de 28/12/98. Atos de constituição, alteração e extinção de grupo de sociedades.
  • Instrução Normativa 74, de 28/12/98. Atos de constituição, alteração e extinção de consórcio
  • Instrução Normativa 76, de 28/12/98. Arquivamento de atos de empresas mercantis ou de cooperativas nos casos que especifica.
  • Instrução Normativa 81, de 05/01/99. Sociedade mercantil. Pedido de autorização para nacionalização ou instalação de filial, agência, sucursal ou estabelecimento no país.
  • Íntegra de algumas disposições normativas de interesse para o estudo da nacionalidade das sociedades comerciais. Anexo
  • Investimento estrangeiro e suas características
  • Itaipu Binacional.
  • Itaipu Binacional. Tratado entre o Brasil e o Paraguai, de 26/04/73 (Itaipu Binacional).

J

  • «Joint venture». Associações empresariais do tipo «joint ventures».

L

  • Legislação européia. Algumas
  • Lei das Sociedades por Ações. Direito Positivo Brasileiro. Considerações.
  • Lei de Introdução ao Código Civil (Lei 4.657/42). Direito Positivo Brasileiro. Considerações.
  • Leis brasileiras. Direito Positivo Brasileiro. Considerações

M

  • Mudança e perda da nacionalidade
  • Multinacional. Nacionalidade das multinacionais
  • Multinacionalização. A questão da terminologia
  • Multinacionalização. Fatores.

N

  • Nacionalidade. Associação empresarial e reorganização societária. Questões sobre nacionalidade.
  • Nacionalidade. Conceito.
  • Nacionalidade. Conseqüências da atribuição de nacionalidade.
  • Nacionalidade. Conseqüências para a nacionalidade das sociedades nos casos de reorganização societária
  • Nacionalidade. Dispositivos legais, tratados e convenções que versam sobre nacionalidade.
  • Nacionalidade. Formas de atribuição de nacionalidade às sociedades.
  • Nacionalidade. Mudança e perda
  • Nacionalidade. Teorias que admitem a nacionalidade das sociedades
  • Nacionalidade. Teorias que negam a nacionalidade das sociedades
  • Nacionalidade das multinacionais
  • Nacionalidade das pessoas físicas
  • Nacionalidade das sociedades comerciais
  • Nacionalidade das sociedades comerciais. Introdução.
  • Nacionalidade das sociedades conforme sua situação no mundo jurídico.

O

  • Organização societária. Associação empresarial e reorganização societária. Questões sobre nacionalidade.
  • Organização societária. Conseqüências para a nacionalidade das sociedades nos casos de reorganização societária

P

  • Paraguai. Tratado entre o Brasil e o Paraguai, de 26/04/73 (Itaipu Binacional).
  • Paraísos fiscais
  • Personificação das sociedades comerciais
  • Pessoa física. Nacionalidade.
  • Pessoa jurídica. Conceito.
  • Primeiras conclusões.
  • Protocolo 5. Empresas binacionais

R

  • Referências. Bibliografia
  • Registro de empresa. Inscrição no registro de empresas e o nascimento da pessoa jurídica.

S

  • Sociedade. Formas de atribuição de nacionalidade às sociedades
  • Sociedade. Nacionalidade das sociedades conforme sua situação no mundo jurídico.
  • Sociedade. Teorias que admitem a nacionalidade das sociedades
  • Sociedade. Teorias que negam a nacionalidade das sociedades.
  • Sociedade comercial. Conceito.
  • Sociedade comercial. Inscrição no registro de empresas e o nascimento da pessoa jurídica.
  • Sociedade comercial. Nacionalidade. Identificação do problema.
  • Sociedade comercial. Nacionalidade. Introdução
  • Sociedade comercial. Nacionalidade. Introdução à matéria.
  • Sociedade comercial. Nacionalidade. Introdução à matéria. Justificativa.
  • Sociedade comercial. Nacionalidade. Localização doutrinária. Taxionomia
  • Sociedade comercial. Nacionalidade. Noção histórica
  • Sociedade comercial. Personificação.
  • Sociedade comercial. Sociedade civil. Distinção.
  • Sociedade estrangeira. Filiais ou agências de sociedades estrangeiras no Brasil, Chile e Argentina.

T

  • Taxionomia. Sociedade comercial. Nacionalidade. Localização doutrinária
  • Teoria da empresa, do Código Civil italiano de 1942
  • Teoria dos atos de comércio do Código Francês de 1808
  • Teorias que admitem a nacionalidade das sociedades.
  • Teorias que negam a nacionalidade das sociedades
  • Terminologia. Empresa multinacional. A questão da terminologia.
  • Terminologia. Empresa multinacional. Tentativas de definição.
  • Tratado. Dispositivos legais, tratados e convenções que versam sobre nacionalidade
  • Tratado entre o Brasil e o Paraguai, de 26/04/73 (Itaipu Binacional)
  • Tratado entre o Brasil e o Paraguai, de 26/04/73 (Itaipu Binacional). Anexo «A»

Recomendações

Capa do livro: Direitos Humanos e UNASUL, Isaac SABBÁ GUIMARÃES

Direitos Humanos e UNASUL

 Isaac SABBÁ GUIMARÃESISBN: 978853624555-3Páginas: 224Publicado em: 25/02/2014

Versão impressa

de R$ 69,90* porR$ 62,91Adicionar ao
carrinho
Capa do livro: Integração e Ampliação da União Européia, Coordenadores: Carlos F. M. Del Pozo, Jamile B. Mata Diz

Integração e Ampliação da União Européia

 Coordenadores: Carlos F. M. Del Pozo, Jamile B. Mata DizISBN: 853620583-0Páginas: 304Publicado em: 14/11/2003

Versão impressa

de R$ 89,90* porR$ 80,91Adicionar ao
carrinho
Capa do livro: Imprescritibilidade dos Crimes de Competência do Tribunal Penal Internacional no Brasil, Alex Xavier Santiago da Silva

Imprescritibilidade dos Crimes de Competência do Tribunal Penal Internacional no Brasil

 Alex Xavier Santiago da SilvaISBN: 978853627082-1Páginas: 154Publicado em: 27/07/2017

Versão impressa

de R$ 57,70* porR$ 51,93Adicionar ao
carrinho
Versão impressa
+ eBook grátis

Na compra da versão impressa, a versão digital é brinde!


Versão digital

R$ 39,90Adicionar eBook
ao carrinho
Capa do livro: Direito Antidumping & Comércio Internacional, Daniel Massini Jorge

Direito Antidumping & Comércio Internacional

 Daniel Massini JorgeISBN: 978853625208-7Páginas: 230Publicado em: 22/06/2015

Versão impressa

de R$ 67,70* porR$ 60,93Adicionar ao
carrinho
Versão impressa
+ eBook grátis

Na compra da versão impressa, a versão digital é brinde!


Versão digital

R$ 47,70Adicionar eBook
ao carrinho