Capital Humano - Sua importância na Gestão Estratégica do Conhecimento

Osmar Ponchirolli

Leia na Biblioteca Virtual
Preço:
Parcele em até 6x sem juros no cartão. Parcela mínima de R$ 20,00
FICHA TÉCNICA
Autor(es): Osmar Ponchirolli
ISBN: 853621015-X
Acabamento: Brochura
Número de Páginas: 184
Publicado em: 08/07/2005
Área(s): Administração; Psicologia - Organizacional e do Trabalho
CONFIRA TAMBÉM
SINOPSE

A presente obra se justifica no sentido de contribuir para a determinação da importância do capital humano na gestão do conhecimento através da ética argumentativa, como um novo modelo de racionalidade. Um modelo de racionalidade configura um certo paradigma filosófico predominante numa época.

A expressão paradigma não é usada em seu sentido estrito, como modelo de ciência historicamente situado numa determinada área do conhecimento, mas em seu sentido mais amplo, como conjunto de pressupostos que estruturam e condicionam o pensamento de toda uma época. Para Kuhn (1970, p. 175), paradigma é toda uma constelação de opiniões, valores e métodos, participados pelos membros duma determinada sociedade, fundando um sistema disciplinado, mediante o qual esta sociedade orienta a si mesma e organiza o conjunto de suas relações. Sendo a globalização um novo elemento ambiental, é necessário observar como as estratégias na área de Recursos Humanos, na empresa pesquisada, estão gerando mudanças na estrutura organizacional. Mudanças principalmente em relação ao capital humano.

Esse é o primeiro passo para o surgimento de uma nova cultura organizacional capaz de diminuir os conflitos, ressaltando a possibilidades de ganhos para ambos, ou seja, para o capital e para o trabalho. Sem o ganho para ambos, uma das partes sozinha não conseguirá viabilizar, a médio e longo prazo, o fortalecimento sustentado da empresa. Nesse caso, para viabilizar a opção de crescimento sustentado a médio e longo prazo, as medidas conservadoras e retrógradas, adotadas tanto pelos capitalistas como pelos trabalhadores, precisarão de novos arranjos e posturas empresariais, interempresariais e interinstitucionais capazes de suplantar os obstáculos até então existentes.

A Gestão do Conhecimento, como uma nova gestão, faz parte de um novo paradigma produtivo.
 

AUTOR(ES)

Osmar Ponchirolli é Filósofo; Teólogo; Especialista em Didática, licenciatura plena em Sociologia, História e Psicologia; Mestre e Doutor pela Universidade Federal de Santa Catarina. É atualmente Professor Adjunto do Centro Universitário Franciscano do Paraná – FAE Business School.

É Professor de Lógica na Faculdade de Filosofia São Boa Ventura dos Franciscano e na Faculdade Bagozzi leciona Metafísica e Lógica; Professor de Ética Empresarial no Curso de pós-graduação da FAE – CDE; Professor de Ética e Responsabilidade Social no curso de Mestrado em Organizações e Desenvolvimento do Centro Universitário Franciscano do Paraná.

Foi Coordenador do Núcleo Pedagógico da Associação Franciscana de Ensino Senhor Bom Jesus no ano de 1997. Participou na comissão Julgadora do I Prêmio FAE – FIEP de Responsabilidade Social no ano de 2004.

Recebeu em Curitiba no ano de 2004, na Fae Business School, o Prêmio de "TOP ENSINO DE GRADUAÇÃO".

É autor de vários materiais didáticos em Filosofia e autor de artigos em Revistas Científicas no Brasil e de jornais de circulação nacional.
 

SUMÁRIO

INTRODUÇÃO

1 O FENÔMENO DO CONHECIMENTO

1.1 O Fenômeno do Conhecimento

1.1.1 Origem do conhecimento

1.1.2 As questões acerca da essência do conhecimento

1.1.3 A possibilidade do conhecimento

1.1.4 As questões acerca das formas do conhecimento

1.2 Gestão Estratégica do Conhecimento

1.2.1 A diferença entre dado e informação

1.2.2 Conhecimento tácito e conhecimento explícito

1.2.3 Gestão do Conhecimento

2 APROXIMAÇÃO COM A TEORIA DO AGIR COMUNICATIVO

2.1 A Teoria da Ação Comunicativa

2.1.1 Teoria da Ética da Argumentação

2.1.2 Colocação da proposta habermasiana

2.1.3 Princípios básicos da Teoria da Ação Comunicativa

2.2 Modelos de Racionalidade

2.3 O Capital Humano como Elemento Estratégico na Gestão do Conhecimento

2.3.1 Desafios do Capital Humano

2.3.3 Novas competências gerenciais

3 METODOLOGIA E AMBIENTE DA PESQUISA

4 ANÁLISE DO QUESTIONÁRIO

4.1 Análise dos Dados do Questionário

4.2 Análise dos Dados do Questionário em Relação ao Referencial Teórico

4.2.1 Fazendo um elo com a teoria adotada

CONCLUSÕES E SUGESTÕES

REFERÊNCIAS

APÊNDICE 1

ÍNDICE ALFABÉTICO

A

  • Adaptabilidade. Geriradaptabilidade.
  • Análise do questionário.
  • Análise dos dados do questionário.
  • Análise dos dados do questionário emrelação ao referencial teórico.
  • Analogia. Formas do conhecimento.
  • Apêndice. Questionário de pesquisa acadêmica.
  • Aprendizado. Gerir aprendizado
  • Apriorismo. Origem do conhecimento.
  • Aproximação com a teoriado agir comunicativo
  • Argumentação. Teoria da Ética da Argumentação.

C

  • Capital humano. Desafios
  • Capital humano como elemento estratégico na gestão do conhecimento.
  • Ceticismo. Possibilidade do conhecimento.
  • Colocação da proposta habermasiana
  • Competência gerencial. Novascompetências gerenciais
  • Competitividade. Gerir competitividade
  • Complexidade. Gerir complexidade.
  • Comunicação. Teoria daAção Comunicativa.
  • Comunicação. Teoria do agir comunicativo. Aproximação com a teoria do agir comunicativo.
  • Conclusões e sugestões
  • Conhecimento. Capital humano como elemento estratégico na gestão do conhecimento.
  • Conhecimento. Fenômeno do conhecimento.
  • Conhecimento. Fenômeno do conhecimento. Considerações.
  • Conhecimento. Formas. Questões acerca das formas do conhecimento.
  • Conhecimento. Gestão Estratégica do Conhecimento
  • Conhecimento. Origem.
  • Conhecimento. Possibilidade do conhecimento.
  • Conhecimento. Questões acerca da essência do conhecimento
  • Conhecimentoexplícito
  • Conhecimento tácito
  • Conhecimento tácito e conhecimento explícito

D

  • Dados. Diferença entredado e informação.
  • Dedução. Formasdo conhecimento.
  • Desafios do Capital Humano
  • Diferença entre dado e informação.
  • Dogmatismo. Possibilidade do conhecimento

E

  • Empirismo. Origem do conhecimento
  • Equipe. Gerir equipes
  • Ética. Teoria da Ética da Argumentação.

F

  • Fazendo um elo com ateoria adotada.
  • Fenomenalismo. Questões acerca da essência do conhecimento.
  • Fenômeno do conhecimento
  • Fenômeno do conhecimento. Considerações.
  • Formas do conhecimento. Analogia
  • Formas do conhecimento. Dedução.
  • Formas do conhecimento. Indução
  • Formas do conhecimento. Intuição.
  • Formas do conhecimento. Intuição. Espécies
  • Formas do conhecimento. Intuição. Natureza.

G

  • Gerir adaptabilidade.
  • Gerir aprendizado.
  • Gerir competitividade
  • Gerir complexidade.
  • Gerir equipes.
  • Gerir incerteza.
  • Gestão Estratégicado Conhecimento.
  • Gestão do conhecimento
  • Gestão do conhecimento. Capital humano como elemento estratégico na gestão do conhecimento

H

  • Habermas. Colocação da proposta habermasiana

I

  • Idealismo. Questões acerca daessência do conhecimento.
  • Indução. Formas do conhecimento
  • Informação. Diferença entre dado e informação
  • Intelectualismo. Origem do conhecimento.
  • Introdução
  • Intuição. Formas do conhecimento

M

  • Metodologia e ambiente da pesquisa
  • Modelos de Racionalidade

N

  • Novas competências gerenciais.

O

  • Origem do conhecimento.
  • Origem do conhecimento. Apriorismo
  • Origem do conhecimento. Empirismo
  • Origem do conhecimento. Intelectualismo
  • Origem do conhecimento. Racionalismo.

P

  • Pesquisa. Caracterização da empresa onde estão os atores sociais deste estudo.
  • Pesquisa. Caracterizaçãodos atores sociais.
  • Pesquisa. Coleta de dados.
  • Pesquisa. Consolidando um elo
  • Pesquisa. Dados bibliográficos.
  • Pesquisa. Estabelecendo relações
  • Pesquisa. Local e participantes do estudo.
  • Pesquisa. Metodologia e ambiente da pesquisa
  • Pesquisa. Período.
  • Pesquisa. Procedimento de coleta de dados.
  • Pesquisa. Procurando a entrada
  • Pesquisa. Quanto à empresa
  • Pesquisa. Quanto aos trabalhadores.
  • Pesquisa. Quanto às observações.
  • Pesquisa. Resultados.
  • Pesquisa. Termo de compromisso ético.
  • Pesquisa. Trajetoda pesquisa
  • Possibilidade doconhecimento.
  • Possibilidade do conhecimento. Ceticismo.
  • Possibilidade do conhecimento. Dogmatismo
  • Possibilidade do conhecimento. Pragmatismo.
  • Pragmatismo. Possibilidade do conhecimento.
  • Princípios básicos da Teoria da Ação Comunicativa.

Q

  • Questionário. Análisedo questionário.
  • Questionário. Análise dosdados do questionário
  • Questionário. Análise dos dados do questionário em relação ao referencial teórico
  • Questionário de pesquisa acadêmica. Apêndice.
  • Questões acerca da essência do conhecimento.
  • Questões acerca da essência doconhecimento. Fenomenalismo
  • Questões acerca da essência do conhecimento. Idealismo.
  • Questões acerca da essência do conhecimento. Realismo.
  • Questões acerca das formas do conhecimento

R

  • Racionalidade. Modelosde Racionalidade
  • Racionalismo. Origem do conhecimento
  • Realismo. Questões acerca da essência do conhecimento.
  • Referências.

S

  • Sugestão. Conclusões e sugestões.

T

  • Teoria. Fazendo um elo com a teoria adotada.
  • Teoria da AçãoComunicativa.
  • Teoria da Ação Comunicativa. Princípios básicos da Teoria da Ação Comunicativa.
  • Teoria da Ética da Argumentação
  • Teoria do Agir Comunicativo. Aproximação com a teoria do agir comunicativo.
INDIQUE ESSA OBRA

Indique essa obra para um amigo:

De:

Nome:

E-mail:

Informe apenas 1 email por vez

Para:

Nome:

E-mail:

Informe apenas 1 email por vez


Mensagem: