Aspectos Jurídicos da Clonagem Reprodutiva de Seres Humanos - Atualizada de Acordo com a Lei 11.105/05 (Lei de Biossegurança) e com o Decreto 5.591/05 - 2ª Edição - Revista e Ampliada

Geilza Fátima Cavalcanti Diniz

Leia na Biblioteca Virtual
Preço:
Parcele em até 6x sem juros no cartão. Parcela mínima de R$ 20,00
FICHA TÉCNICA
Autor(es): Geilza Fátima Cavalcanti Diniz
ISBN: 978853621939-4
Edição/Tiragem: 2ª Edição - Revista e Ampliada
Acabamento: Brochura
Número de Páginas: 232
Publicado em: 04/04/2008
Área(s): Direito Constitucional; Direito Civil - Direito de Família; Direito Civil - Responsabilidade Civil
CONFIRA TAMBÉM
SINOPSE

 

Trata-se de uma obra inovadora no mundo jurídico, essencial para os estudiosos dos direitos humanos, filosofia do direito e bioética. É uma obra multidisciplinar, onde se procurou analisar as principais questões éticas e jurídicas envolvendo a clonagem reprodutiva de seres humanos. A partir do estudo da teoria dos direitos humanos, a autora faz uma análise jurídico-filosófica da clonagem reprodutiva dos seres humanos como técnica de solução de problemas de casais inférteis. O estudo é desprovido de preconceitos, esmiuçando os prós e os contras da clonagem e as implicações jurídicas que dela advirão. Analisam-se os diplomas normativos existentes no Brasil, comparando-se-os com as regulamentações existentes nos diversos países do mundo. A autora apresenta, por fim, propostas e técnicas possíveis para a solução de conflitos envolvendo os direitos humanos, pois, com a clonagem, surgem vários dilemas, a começar pelo conflito entre o direito de procriação e a liberdade da pesquisa científica versus o direito de não ser clonado.

AUTOR(ES)

Geilza Fátima Cavalcanti Diniz é Formada em Direito pela Universidade Federal de Roraima – UFRR. Pós-graduada (lato sensu) pela FESMPDFT – Fundação Escola Superior do Ministério Público do Distrito Federal e Territórios. Advogada da União lotada na Consultoria Jurídica do Ministério da Justiça. Juíza de Direito Substituta em Roraima. Juíza de Direito Substituta do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios, Cargo que exerce atualmente. Professora Universitária das disciplinas de Direito Penal, Direito Processual Penal e Introdução ao Estudo de Direito. Faculdade UNIP (Universidade Paulista); Faculdade Cerubra (Centro de Ensino Superior Unificado de Brasília); Universidade Federal de Roraima. Mestra em Direito com concentração em Direito Público – Direitos Humanos pela UFPE – Universidade Federal de Pernambuco.

SUMÁRIO

INTRODUÇÃO

Natureza e importância do trabalho

Justificativa da escolha e delimitação do tema

Relação do tema com o contexto social

Objetivo do trabalho

Definições e conceitos envolvidos

Organização e distribuição dos tópicos

Capítulo Primeiro TEORIA DOS DIREITOS FUNDAMENTAIS

1.1 Noção de direitos humanos fundamentais

1.2 Breve apanhado histórico

1.3 Terminologia adotada

1.4 Natureza dos direitos humanos fundamentais

1.5 Características dos direitos humanos fundamentais

Capítulo Segundo TIPOLOGIA DOS DIREITOS FUNDAMENTAIS

2.1 A classificação dos direitos humanos fundamentais em gerações ou dimensões

2.2 Direitos humanos fundamentais de primeira geração

2.3 Direitos humanos fundamentais de segunda geração

2.4 Direitos humanos fundamentais de terceira geração

2.5 Direitos humanos fundamentais de quarta geração

Capítulo Terceiro DIREITOS FUNDAMENTAIS DE QUARTA GERAÇÃO

3.1 Conceito dos direitos fundamentais de quarta dimensão

3.2 Delimitação do alcance dos direitos fundamentais de quarta dimensão

3.3 O patrimônio genético

3.4 Bioética e biodireito

3.5 Bioética: as implicações dos avanços na pesquisa científica

Capítulo Quarto A CLONAGEM DE SERES HUMANOS

4.1 Conceito de clonagem

4.2 As técnicas de clonagem

a) Transplante nuclear

b) Fusão de técnicas de transplante nuclear com transgênese

4.3 Estágio da clonagem no Brasil

4.4 Argumentos a favor da clonagem de seres humanos

4.5 Críticas à clonagemde seres humanos

4.6 Ponderações sobre os argumentos contrários e favoráveis à clonagem

Capítulo Quinto PERSPECTIVA FILOSÓFICA: O UTILITARISMO COMO UMA CONCEPÇÃO JUSTIFICADORA DA CLONAGEM DE SERES HUMANOS

5.1 Noções gerais

5.2 A ética

5.2.1 Fundamento cósmico da ética

5.2.2 Fundamento religioso da ética

5.2.3 Fundamento antropológico da ética

5.3 A autonomia

5.3.1 A autonomia como princípio da bioética

5.4 A liberdade

5.5 O consentimento informado

5.6 O utilitarismo como fonte justificadora dos princípios da bioética da autonomia, beneficência e justiça

5.7 Considerações complementares

Capítulo Sexto A POSITIVAÇÃO DA CLONAGEM HUMANA NO ORDENAMENTO JURÍDICO INTERNO E INTERNACIONAL

6.1 A normatização da clonagem humana no direito brasileiro

6.2 A clonagem de seres humanos no ordenamento jurídico alienígena

6.3 Documentos e demais textos internacionais sobre a clonagem humana

Capítulo Sétimo AS IMPLICAÇÕES LEGAIS E JURÍDICAS DA POSITIVAÇÃO DA CLONAGEM HUMANA

7.1 Breves noções

7.2 A crise e a redefinição do conceito de família

7.3 Crise do conceito de personalidade?

Capítulo Oitavo APRESENTAÇÃO DE PROPOSTAS E TÉCNICAS POSSÍVEIS PARA A SOLUÇÃO DE CONFLITOS ENVOLVENDO DIREITOS FUNDAMENTAIS DE QUARTA GERAÇÃO

8.1 A necessidade de regulamentação universal e homogênea sobre o tema

8.2 A ineficácia das eventuais normas proibitivas para bloquear o avanço científico

8.3 A técnica da ponderação de valores na colisão de direitos humanos fundamentais: liberdade científicaversus dignidade da pessoa humana

8.4 Princípios norteadores da resolução de conflitos

CONCLUSÃO

REFERÊNCIAS

ÍNDICE ALFABÉTICO

A

  • Antropologia. Fundamento antropológico da ética. Perspectiva filosófica. Utilitarismo como uma concepção justificadora da clonagem de seres humanos
  • Apresentação de propostas e técnicaspossíveis para a solução de conflitos envolvendo direitos fundamentais de quarta geração.
  • Argumentos a favor da clonagem de seres humanos
  • Autonomia. Perspectiva filosófica. Utilitarismo como uma concepção justificadora da clonagem de seres humanos
  • Autonomia. Utilitarismo como fonte justificadora dos princípios da bioética da autonomia, beneficência e justiça
  • Autonomia como princípio da bioética

B

  • Beneficência. Utilitarismo como fonte justificadora dos princípios da bioética da autonomia, beneficência e justiça
  • Bioética. Autonomia comoprincípio da bioética.
  • Bioética. Utilitarismo como fonte justificadora dos princípios da bioética da autonomia, beneficência e justiça.
  • Bioética: as implicações dos avanços na pesquisa científica
  • Bioética e Direito. Direito fundamental de quarta dimensão

C

  • Características dos direitoshumanos fundamentais.
  • Ciência. Ineficácia das eventuais normas proibitivas para bloquear o avanço científico.
  • Classificação dos direitos humanos fundamentais em gerações ou dimensões
  • Clonagem. Argumentos a favor da clonagem de seres humanos.
  • Clonagem. Conceito
  • Clonagem. Críticas à clonagem de seres humanos
  • Clonagem. Documentos e demais textos internacionais sobre a clonagem humana
  • Clonagem. Estágio da clonagem no Brasil
  • Clonagem. Normatização da clonagemhumana no direito brasileiro
  • Clonagem. Perspectiva filosófica: o utilitarismo como uma concepção justificadora da clonagem de seres humanos
  • Clonagem. Ponderações sobre os argumentos contrários e favoráveis.
  • Clonagem. Positivação da clonagem humana. Implicações legais e jurídicas.
  • Clonagem. Positivação da clonagem humana. Implicações legais e jurídicas. Breves noções.
  • Clonagem. Positivação da clonagemhumana no ordenamento jurídico interno e internacional
  • Clonagem. Técnicas.
  • Clonagem de seres humanos.
  • Clonagem de seres humanos no ordenamento jurídicoalienígena
  • Conceito. Clonagem
  • Conceito. Crise do conceito de personalidade?
  • Conceito. Crise e redefinição do conceito de família
  • Conceito. Direito fundamental de quarta dimensão.
  • Conceitos e definições envolvidos.
  • Conclusão
  • Conflito. Apresentação de propostas etécnicas possíveis para a solução de conflitos envolvendo direitos fundamentais de quarta geração
  • Conflito. Resolução. Princípios norteadores.
  • Consentimento informado. Perspectiva filosófica. Utilitarismo como uma concepção justificadora da clonagem de seres humanos
  • Contexto social. Relação do tema com o contexto social
  • Crise do conceito de personalidade?
  • Crise e redefinição do conceito de família.
  • Críticas à clonagem de seres humanos.

D

  • Definições e conceitos envolvidos
  • Delimitação do alcance do direito fundamental de quarta dimensão
  • Dignidade da pessoa humana. Técnica da ponderação de valores na colisão de direitos humanos fundamentais: liberdade científicaversus dignidade da pessoa humana
  • Direito brasileiro. Normatização da clonagem humana no direito brasileiro
  • Direito e bioética. Direito fundamental de quarta dimensão.
  • Direito fundamental. Teoria.
  • Direito fundamental. Tipologia.
  • Direito fundamental de quarta dimensão
  • Direito fundamental de quarta dimensão. Bioética e Direito
  • Direito fundamental de quarta dimensão. Conceito
  • Direito fundamental de quarta dimensão. Delimitação do alcance
  • Direito fundamental de quarta dimensão. Patrimônio genético
  • Direito humano. Natureza
  • Direito humano. Noção de direitos humanos fundamentais.
  • Direito humano de quarta geração.Apresentação de propostas e técnicas possíveis para a solução de conflitos
  • Direito humano de quarta geração. Ineficácia das eventuais normas proibitivas para bloquear o avanço científico.
  • Direito humano de quarta geração. Necessidade de regulamentação universal e homogênea sobre o tema.
  • Direito humano fundamental. Breve apanhado histórico.
  • Direito humano fundamental. Características
  • Direito humano fundamental. Técnicada ponderação de valores na colisão de direitos humanos fundamentais: liberdade científica versus dignidade da pessoa humana
  • Direito humano fundamental.Terminologia adotada.
  • Direito humano fundamental de primeira geração
  • Direito humano fundamental de quarta geração.
  • Direito humano fundamental de segunda geração
  • Direito humano fundamental de terceira geração.
  • Direito humano fundamental em gerações ou dimensões. Classificação.
  • Direito internacional. Documentos e demais textos internacionais sobre a clonagem humana
  • Distribuição e organização dos tópicos.
  • Documentos e demais textos internacionais sobre a clonagem humana.

E

  • Estágio da clonagem no Brasil.
  • Ética. Fundamento antropológico. Perspectiva filosófica. Utilitarismo como uma concepção justificadora da clonagem de seres humanos.
  • Ética. Fundamento cósmico. Perspectiva filosófica. Utilitarismo como uma concepção justificadora da clonagem de seres humanos
  • Ética. Fundamento religioso. Perspectiva filosófica. Utilitarismo como uma concepção justificadora da clonagem de seres humanos
  • Ética. Perspectiva filosófica. Utilitarismo como uma concepção justificadora da clonagem de seres humanos.

F

  • Família. Crise e redefinição do conceito de família.
  • Filosofia. Perspectiva filosófica: o utilitarismo como uma concepção justificadora da clonagem de seres humanos.
  • Fundamento antropológico da ética. Perspectiva filosófica. Utilitarismo como uma concepção justificadora da clonagem de seres humanos.
  • Fundamento cósmico da ética. Perspectiva filosófica. Utilitarismo como uma concepção justificadora da clonagem de seres humanos
  • Fundamento religioso da ética. Perspectiva filosófica. Utilitarismo como uma concepção justificadora da clonagem de seres humanos
  • Fusão de técnicas de transplante nuclear com transgênese.

G

  • Genética. Direito fundamental de quarta dimensão. Patrimônio genético.

H

  • História. Direito humano fundamental. Breve apanhado histórico.

I

  • Implicações legais e jurídicas da positivação da clonagem humana
  • Importância e natureza do trabalho
  • Ineficácia das eventuais normas proibitivas para bloquear o avanço científico
  • Introdução

J

  • Justiça. Utilitarismo como fonte justificadora dos princípios da bioética da autonomia, beneficência e justiça
  • Justificativa da escolha e delimitação do tema.

L

  • Liberdade. Perspectiva filosófica. Utilitarismo como uma concepção justificadora da clonagem de seres humanos
  • Liberdade científica. Técnica da ponderação de valores na colisão de direitos humanos fundamentais: liberdade científica versus dignidade da pessoa humana

N

  • Natureza do direito humano.
  • Natureza e importância do trabalho
  • Necessidade de regulamentação universal e homogênea sobre o tema.
  • Noção de direitos humanos fundamentais.
  • Normatização da clonagem humana no direito brasileiro

O

  • Objetivo dotrabalho.
  • Ordenamento jurídico. Positivação da clonagem humana no ordenamento jurídico interno einternacional
  • Ordenamento jurídico alienígena.Clonagem de seres humanos.
  • Organização e distribuição dos tópicos.

P

  • Patrimônio genético. Direito fundamental de quarta dimensão
  • Personalidade. Crise do conceito de personalidade?
  • Perspectiva filosófica. Utilitarismo como uma concepção justificadora da clonagem de seres humanos. Considerações complementares
  • Perspectiva filosófica: o utilitarismo como uma concepção justificadora da clonagem de seres humanos.
  • Perspectiva filosófica: o utilitarismo como uma concepção justificadora da clonagem de seres humanos. Noções gerais
  • Pesquisa científica. Bioética: as implicações dos avanços na pesquisa científica.
  • Ponderação de valores na colisão de direitos humanos fundamentais. Técnicas. Liberdade científicaversus dignidade da pessoa humana
  • Ponderações sobre os argumentos contrários e favoráveis à clonagem
  • Positivação da clonagem humana. Implicações legais e jurídicas
  • Positivação da clonagem humana no ordenamento jurídico interno e internacional.
  • Princípios norteadores daresolução de conflitos.

R

  • Redefinição e crise do onceito de família
  • Referências
  • Relação do tema com ocontexto social.
  • Religião. Fundamento religioso da ética. Perspectiva filosófica. Utilitarismo como uma concepção justificadora da clonagem de seres humanos.
  • Reprodução assexuada.
  • Reprodução sexuada

T

  • Técnica da ponderação de valores na colisão de direitos humanos fundamentais: liberdade científicaversus dignidade da pessoa humana.
  • Técnicas de clonagem
  • Tema. Justificativa da escolha e delimitação do tema.
  • Tema. Relação do tema com o contexto social
  • Teoria dos direitos fundamentais
  • Terminologia. Direito humano fundamental.
  • Tipologia dos direitos fundamentais
  • Tópico. Organização e distribuição dos tópicos.
  • Transplante nuclear.

U

  • Utilitarismo. Perspectiva filosófica: o utilitarismo como uma concepção justificadora da clonagem de seres humanos
  • Utilitarismo como fonte justificadora dos princípios da bioética da autonomia, beneficência e justiça
INDIQUE ESSA OBRA

Indique essa obra para um amigo:

De:

Nome:

E-mail:

Informe apenas 1 email por vez

Para:

Nome:

E-mail:

Informe apenas 1 email por vez


Mensagem: