Escrita e Leitura - A Produção de Subjetividade na Experiência Literária

Leonardo Pinto de Almeida

Leia na Biblioteca Virtual
Preço:
Parcele em até 6x sem juros no cartão. Parcela mínima de R$ 20,00
FICHA TÉCNICA
Autor(es): Leonardo Pinto de Almeida
ISBN: 978853622465-7
Acabamento: Brochura
Número de Páginas: 228
Publicado em: 28/04/2009
Área(s): Literatura e Cultura - Diversos; Psicologia - Diversos
CONFIRA TAMBÉM
SINOPSE

Apresentação do Prof. Dr. Carlos Augusto Peixoto Júnior (PUC-RIo) e o Posfácio do Prof. Dr. Eduardo Passos (UFF).

Considerando que a literatura é uma forma de resistência aos mecanismos de ordenação da linguagem intrínsecos ao seu uso dominante, este livro analisa a experiência literária e sua relação com a produção de subjetividade na escrita e na leitura. De acordo com esse ponto de vista, torna-se possível abordar a relação entre a experiência do escrever e o desaparecimento do escritor para contrapô-la à mitologia autoral. Supondo que na experiência da leitura ocorram a evanescência do leitor, o desmantelamento da obra e a morte do autor, a leitura literária se caracterizaria pelo acolhimento, pelo entendimento e pela ignorância, opondo-se a alguns modos de apreensão que partem da interpretação, da compreensão e da sapiência. Nestes termos, torna-se possível pensar a ligação entre a experiência literária e os paradoxos da linguagem, já que, dada a potência transgressiva da literatura, a subjetividade é levada a se constituir e perecer ao mesmo tempo. O trabalho também aborda os mecanismos de captura que surgem para sobrepujar estes paradoxos, restituindo identidades perdidas e restringindo sentidos através da dialetização dos elementos da experiência literária. Deste modo, observa-se uma tensão entre a natureza fugidia da literatura e os movimentos de unificação, sistematização e essencialização da obra empreendidos pela cultura, pelo mercado e pela crítica literária, assim como a possibilidade de uma crítica libertadora que não silencia a ressonância da experiência da leitura com um excesso de compreensão”.
Prof. Dr. Carlos Augusto Peixoto Júnior
Professor do Departamento de Psicologia da PUC/RJ
 

AUTOR(ES)

Leonardo Pinto de Almeida é Psicólogo, graduado em psicologia pela UFRJ, mestre em psicologia pela UFF, doutor em psicologia pela PUC – Rio com estágio sanduíche efetuado no Centre de Recherche sur la Lecture Littéraire na Université de Reims Champagne-Ardenne, França. Realizou o pós-doutorado em psicologia na PUC-Rio com o tema “Leitura literária: para uma análise das relações entre a experiência literária, a produção de subjetividade e a ontologia política”, no período de 01/11/07 – 31/10/08, com bolsa CNPq/PDJ. Publicou 19 artigos em periódicos especializados de diversas áreas do conhecimento e é autor do texto “Para uma genealogia da noção de autoria em literatura” contido no livro Foucault e a autoria (Insular, 2006). Atualmente, faz parte do grupo de pesquisadores da Cátedra UNESCO de Leitura PUC-Rio.

SUMÁRIO

INTRODUÇÃO

1 - LITERATURA: A ESCRITA NAS PARAGENS DA MORTE

1.1 A morte de Deus, a modernidade e suas consequências

1.2 A questão do começo: a invenção da literatura

1.3 O espaço literário e sua relação com a linguagem

1.4 Experiência literária: subversão, transgressão, trapaça, enlouquecimento da linguagem?

2 - ESCRITOR E AUTOR: A EXPERIÊNCIA TOTAL DO ESCREVER E A MITOLOGIA AUTORAL

2.1 Sujeito da experiência literária?

2.2 Morte do autor ou morte do escritor?

2.3 A mitologia e o escrever: a invenção moderna da autoria e suas dimensões

2.4 Irresponsabilidade engajada versus elementos transcendentes de valoração do escrever

3 - VICISSITUDES DA LEITURA LITERÁRIA

3.1 Espaço literário e seus operadores de ressonância e de captura

3.2 Leitura literária: submissão e criação, controle e rebeldia

3.3 Espaço literário, abandono e efusão do ler

3.4 A leitura literária e o apagamento do autor

4 - INTERPRETAÇÃO, UNIFICAÇÃO E SISTEMATIZAÇÃO DA LITERATURA

CONCLUSÃO

REFERÊNCIAS

POSFÁCIO

ÍNDICE ALFABÉTICO

A

  • A questão do começo: a invenção da literatura.
  • Abandono. Espaço literário, abandono e efusão do ler.
  • Apagamento do autor. Leitura literária e o apagamento do autor.
  • Autor. Escritor e autor: a experiência total do escrever e a mitologia autoral
  • Autor. Leitura literária e oapagamento do autor.
  • Autor. Morte do autor ou morte do escritor?
  • Autoria. Escritor e autor: a experiência total do escrever e a mitologia autoral
  • Autoria. Literatura: a escrita nas paragens da morte.
  • Autoria. Mitologia e o escrever: a invenção moderna da autoria e suas dimensões

C

  • Captura. Espaço literário e seus operadores de ressonância e de captura
  • Compreensão. A questão do começo: a invenção da literatura.
  • Conclusão
  • Controle. Leitura literária: submissãoe criação, controle e rebeldia
  • Crença. Morte de Deus, a modernidade e suas consequências
  • Criação. Irresponsabilidade engajadaversus elementos transcendentes de valoração do escrever
  • Criação. Leitura literária: submissão ecriação, controle e rebeldia.

D

  • Deus. Morte de Deus, a modernidade e suas consequências
  • Dimensão ontológica da escrita literária. Irresponsabilidade engajada versus elementos transcendentes de valoração do escrever

E

  • Efusão do ler. Espaço literário, abandono e efusão do ler
  • Enlouquecimento da linguagem. Experiência literária: subversão, transgressão, trapaça, enlouquecimento da linguagem?.
  • Escrita. Escritor e autor: a experiência total do escrever e a mitologia autoral
  • Escrita. Literatura: a escrita nas paragens da morte.
  • Escrita. Mitologia e o escrever: a invenção moderna da autoria e suas dimensões
  • Escrita. Sujeito da experiência literária?.
  • Escrita literária. Irresponsabilidade engajada versus elementos transcendentes de valoração do escrever.
  • Escrita literária. Leitura literária.Vicissitudes da leitura literária
  • Escrita literária. Morte do autor ou morte do escritor?
  • Escritor. Morte do autor ou morte do escritor?.
  • Escritor e autor: a experiência total do escrever e a mitologia autoral
  • Espaço literário. Morte do autor ou morte do escritor?
  • Espaço literário, abandonoe efusão do ler
  • Espaço literário e seus operadoresde ressonância e de captura.
  • Espaço literário e sua relação com a linguagem
  • Experiência literária. Sujeitoda experiência literária?
  • Experiência literária: subversão, transgressão, trapaça, enlouquecimento da linguagem?

H

  • Hermenêutica. Interpretação, unificação e sistematização da literatura

I

  • Ideias. Sujeito da experiência literária?
  • Interpretação. Interpretação, unificação e sistematização da literatura.
  • Interpretação, unificação e sistematização da literatura.
  • Introdução.
  • Invenção da literatura. A questão do começo: a invenção da literatura.
  • Invenção moderna. Mitologia e o escrever: a invenção moderna da autoria e suas dimensões
  • Irresponsabilidade engajada versus elementos transcendentes de valoração do escrever.

L

  • Leitura. Irresponsabilidade engajada versus elementos transcendentes de valoração do escrever
  • Leitura. Literatura: a escrita nas paragens da morte
  • Leitura literária. Leitura literária.Vicissitudes da leitura literária.
  • Leitura literária. Vicissitudes da leitura literária.
  • Leitura literária e o apagamento do autor
  • Leitura literária: submissão e criação, controle e rebeldia.
  • Linguagem. Literatura: a escrita nas paragens da morte.
  • Linguagem. A questão do começo: a invenção da literatura
  • Linguagem. Escritor e autor: a experiência total do escrever e a mitologia autoral.
  • Linguagem. Espaço literário e sua relação com a linguagem
  • Linguagem. Leitura literária. Vicissitudes da leitura literária.
  • Linguagem. Leitura literária eo apagamento do autor
  • Linguagem. Sujeito da experiência literária?.
  • Linguagem transgressiva. Experiência literária: subversão, transgressão, trapaça, enlouquecimento da linguagem?
  • Literatura. A questão do começo: a invenção da literatura.
  • Literatura. Espaço literário, abandono e efusão do ler.
  • Literatura. Espaço literário e seus operadores de ressonância e de captura
  • Literatura. Espaço literário e sua relação com a linguagem.
  • Literatura. Experiência literária: subversão, transgressão, trapaça, enlouquecimento da linguagem?.
  • Literatura. Interpretação, unificaçãoe sistematização da literatura
  • Literatura. Irresponsabilidade engajada versus elementos transcendentes de valoração do escrever
  • Literatura. Sujeito da experiência literária?
  • Literatura: a escrita nasparagens da morte.

M

  • Mitologia autoral. Escritor e autor: a experiência total do escrever e a mitologia autoral
  • Mitologia e o escrever: a invenção moderna da autoria e suas dimensões
  • Modernidade. Morte de Deus, a modernidade e suas consequências
  • Morte. Morte do autor ou morte do escritor?.
  • Morte de Deus, a modernidade e suas consequências
  • Morte do autor ou morte do escritor?

P

  • Posfácio

R

  • Rebeldia. Leitura literária: submissãoe criação, controle e rebeldia.
  • Referências
  • Reflexão. Escritor e autor: a experiência total do escrever e a mitologia autoral.
  • Religião. Morte de Deus, a modernidade e suas consequências
  • Ressonância. Espaço literário e seus operadores de ressonância e de captura.

S

  • Ser. Espaço literário e suarelação com a linguagem.
  • Sistematização da literatura. Interpretação, unificação e sistematização da literatura.
  • Subjetividade. Escritor e autor: a experiência total do escrever e a mitologia autoral
  • Submissão. Leitura literária: submissãoe criação, controle e rebeldia.
  • Subversão. Experiência literária: subversão, transgressão, trapaça, enlouquecimento da linguagem?.
  • Sujeito da experiência literária?.

T

  • Transgressão. Experiência literária: subversão, transgressão, trapaça, enlouquecimento da linguagem?
  • Transgressão. Sujeito daexperiência literária?.
  • Trapaça. Experiência literária: subversão, transgressão, trapaça, enlouquecimento da linguagem?.

U

  • Unificação. Interpretação, unificação e sistematização da literatura

V

  • Valoração do escrever. Irresponsabilidade engajada versus elementos transcendentes de valoração do escrever
  • Vicissitudes da leitura literária
INDIQUE ESSA OBRA

Indique essa obra para um amigo:

De:

Nome:

E-mail:

Informe apenas 1 email por vez

Para:

Nome:

E-mail:

Informe apenas 1 email por vez


Mensagem: