Fluxo de Caixa - Demonstrações Contábeis - De Acordo com a Lei 11.638/07 - 2ª Edição - Revista e Atualizada

Alexandre Costa Quintana

Leia na Biblioteca Virtual
FICHA TÉCNICA
Autor(es): Alexandre Costa Quintana
ISBN: 978853623759-6
Edição/Tiragem: 2ª Edição - Revista e Atualizada
Acabamento: Brochura
Número de Páginas: 130
Publicado em: 02/05/2012
Área(s): Contabilidade Geral Aplicada
CONFIRA TAMBÉM
SINOPSE

A presente obra tem a finalidade de discorrer sobre as Demonstrações Contábeis, com destaque na Demonstração dos Fluxos de Caixa, que passou a ser um demonstrativo obrigatório a partir da edição da Lei 11.638, de 28 de dezembro de 2007. Trata do pronunciamento técnico CPC 03 do Comitê de Pronunciamento Contábeis e da Resolução 1.125, de 15 de agosto de 2008, do Conselho Federal de Contabilidade, que aprovou a NBC T 3.8, que regulamentou a utilização da Demonstração dos Fluxos de Caixa. A obra, além de descrever as principais alterações que a Lei 11.638 introduziu nas Demonstrações Contábeis, detalha o formato e estrutura de todos estes demonstrativos. Também, são descritos os principais quocientes de análise das Demonstrações Contábeis. Por fim, são apresentadas atividades práticas para facilitar a compreensão da estrutura dos demonstrativos.

AUTOR(ES)

Alexandre Costa Quintana é Doutorando em Controladoria e Contabilidade pela Universidade de São Paulo (USP); Mestre em Administração pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC); graduado em Ciências Contábeis pela Universidade Federal do Rio Grande (FURG). Professor da Universidade Federal do Rio Grande (FURG); Pesquisador na área de Contabilidade Geral, Financeira, Pública, Ensino e Pesquisa, atuando principalmente nos seguintes temas: demonstração dos fluxos de caixa, contabilidade pública, transparência, corrupção, universidades públicas, finanças e tecnologia na educação.

 

SUMÁRIO

Capítulo 1 - INTRODUÇÃO

Capítulo 2 - DEMONSTRAÇÃO DOS FLUXOS DE CAIXA

2.1 Gestão Financeira

2.2 Fluxo de Caixa

2.3 A Demonstração dos Fluxos de Caixa

2.4 Formas de Apresentação da Demonstração dos Fluxos de Caixa

2.5 Demonstração dos Fluxos de Caixa no Âmbito das Instituições Financeiras

2.6 EBITDA

2.7 Aplicação Prática

Capítulo 3 - DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS

3.1 Balanço Patrimonial

3.1.1 Balanço Patrimonial, Aspectos Relacionados à CVM

3.2 Demonstração do Resultado do Exercício e Demonstração do Resultado Abrangente

3.2.1 Análise da Estrutura da Demonstração do Resultado do Exercício, com Base na Lei 6.404/76

3.3 Demonstração de Lucros ou Prejuízos Acumulados

3.3.1 Análise da Estrutura da Demonstração de Lucros ou Prejuízos Acumulados

3.4 Demonstração das Mutações do Patrimônio Líquido

3.5 Demonstração das Origens e Aplicações de Recursos

3.5.1 Análise da Estrutura da Demonstração das Origens e Aplicações de Recursos

3.6 Demonstração do Valor Adicionado

3.6.1 Detalhamento da Estrutura da Demonstração do Valor Adicionado

3.7 Notas Explicativas

3.7.1 Exemplo de Notas Explicativas

3.8 Aplicação Prática

3.8.1 Aplicação Prática Extra

Capítulo 4 - DECISÕES NA ÁREA FINANCEIRA

4.1 Análise Financeira Contribuindo para Decisão

4.1.1 Quocientes de Liquidez

4.1.2 Quocientes de Endividamento

4.1.3 Quocientes de Atividade (Rotação)

4.1.4 Quocientes de Rentabilidade

REFERÊNCIAS

ÍNDICE ALFABÉTICO

A

  • Análise da estrutura da demonstração das origens e aplicações de recursos
  • Análise da estrutura da demonstração de lucros ou prejuízos acumulados
  • Análise da estrutura da demonstração de lucros ou prejuízos acumulados. Ajustes de exercícios anteriores
  • Análise da estrutura da demonstração de lucros ou prejuízos acumulados. Destinações durante o exercício
  • Análise da estrutura da demonstração de lucros ou prejuízos acumulados. Lucro ou prejuízo do exercício
  • Análise da estrutura da demonstração de lucros ou prejuízos acumulados. Proposta da administração de distribuição de lucros
  • Análise da estrutura da demonstração de lucros ou prejuízos acumulados. Reserva de lucros a realizar
  • Análise da estrutura da demonstração de lucros ou prejuízos acumulados. Reservas estatutárias
  • Análise da estrutura da demonstração de lucros ou prejuízos acumulados. Reserva legal
  • Análise da estrutura da demonstração de lucros ou prejuízos acumulados. Reservas de incentivos fiscais
  • Análise da estrutura da demonstração de lucros ou prejuízos acumulados. Reservas para contingências
  • Análise da estrutura da demonstração de lucros ou prejuízos acumulados. Retenção de lucros (reserva orçamentária ou reserva para expansão)
  • Análise da estrutura da demonstração de lucros ou prejuízos acumulados. Reversão de reservas
  • Análise da estrutura da demonstração de lucros ou prejuízos acumulados. Saldo inicial
  • Análise da estrutura da demonstração do resultado do exercício, com base na Lei 6.404/76
  • Análise financeira contribuindo para decisão

B

  • Balanço patrimonial, aspectos relacionados à CVM
  • Balanço patrimonial

C

  • Comparabilidade
  • Compreensibilidade
  • Continuidade
  • CVM. Balanço patrimonial, aspectos relacionados à CVM

D

  • Decisão. Análise financeira contribuindo para decisão
  • Decisões na área financeira
  • Demonstração das mutaçõesdo patrimônio líquido
  • Demonstração das origens eaplicações de recursos
  • Demonstração de lucros ou prejuízos acumulados
  • Demonstração do resultado do exercício e demonstração do resultado abrangente
  • Demonstração do resultado do exercício
  • Demonstração do resultado do exercício. Análise da estrutura
  • Demonstração do resultado do exercício. Análise da estrutura. Custos dos produtos vendidos, custo das mercadorias vendidas e custos dos serviços prestados
  • Demonstração do resultado do exercício. Análise da estrutura. Deduções da receita bruta
  • Demonstração do resultado do exercício. Análise da estrutura. Despesas operacionais
  • Demonstração do resultado do exercício. Análise da estrutura. Imposto de renda e da contribuição social
  • Demonstração do resultado do exercício. Análise da estrutura. Lucro por ação
  • Demonstração do resultado do exercício. Análise da estrutura. Participações
  • Demonstração do resultado do exercício. Análise da estrutura. Receita bruta
  • Demonstração do resultado do exercício. Análise da estrutura. Receita líquida
  • Demonstração do resultado do exercício. Análise da estrutura. Resultado antes das participações
  • Demonstração do resultado do exercício. Análise da estrutura. Resultado antes do imposto de renda e da contribuição social
  • Demonstração do resultado do exercício. Análise da estrutura. Resultado bruto
  • Demonstração do resultado do exercício. Análise da estrutura. Resultado líquido do exercício
  • Demonstração do resultado do exercício. Análise da estrutura. Resultado operacional
  • Demonstração do valor adicionado
  • Demonstração dos fluxos de caixa no âmbito das instituições financeiras
  • Demonstração dos fluxos de caixa
  • Demonstração dos fluxos de caixa. Considerações
  • Demonstração. Análise da estrutura da demonstração das origens e aplicações de recursos
  • Demonstração. Aplicação prática
  • Demonstração. Fluxo de caixa.Formas de apresentação
  • Demonstrações contábeis
  • Detalhamento da estrutura da demonstração do valor adicionado
  • Distribuição dos dividendos
  • Dividendo obrigatório
  • Dividendo. Distribuição dos dividendos
  • DRE. Demonstração do resultado do exercício

E

  • EBITDA (Earning Before Interest, Taxes, Depreciation/Depletion and Amortization)
  • Endividamento. Quocientes de endividamento
  • Exemplo de notas explicativas
  • Exercício. Demonstração doresultado do exercício

F

  • Finanças. Decisões na área financeira
  • Finanças. Gestão financeira
  • Fluxo de caixa
  • Fluxo de caixa. Demonstração dos fluxos de caixa no âmbito das instituições financeiras
  • Fluxo de caixa. Demonstração dos fluxos de caixa
  • Fluxo de caixa. Demonstração. Aplicaçãoprática
  • Fluxo de caixa. Demonstração. Considerações
  • Fluxo de caixa. Formas deapresentação da demonstração
  • Formas de apresentação da demonstração dos fluxos de caixa

G

  • Gestão do patrimônio. Demonstrações contábeis
  • Gestão empresarial. EBITDA (Earning Before Interest, Taxes, Depreciation/Depletion and Amortization)
  • Gestão financeira

I

  • Instituição financeira. Demonstração dos fluxos de caixa no âmbito das instituições financeiras
  • Introdução

L

  • Lucro. Análise da estrutura da demonstração de lucros ou prejuízos acumulados
  • Lucro. Demonstração de lucros ou prejuízos acumulados

N

  • Notas explicativas
  • Notas explicativas. Exemplo
  • Notas explicativas. Exemplo. Nota 1. Sumário das práticas contábeis
  • Notas explicativas. Exemplo. Nota 2. Responsabilidade e contingências
  • Notas explicativas. Exemplo. Nota3. Empréstimos e financiamentos
  • Notas explicativas. Exemplo. Nota 4. Capital
  • Notas explicativas. Exemplo. Nota 5. Ajuste de exercícios anteriores

P

  • Patrimônio líquido. Demonstração das mutações do patrimônio líquido
  • Prejuízo acumulado. Análise da estrutura da demonstração de lucros ou prejuízos acumulados

Q

  • Quocientes de atividade (rotação)
  • Quocientes de endividamento
  • Quocientes de endividamento. Capitais de terceiros/capitais próprios
  • Quocientes de endividamento. Participação de capitais de terceiros sobre os recursos totais
  • Quocientes de liquidez
  • Quocientes de liquidez. Liquidez corrente
  • Quocientes de liquidez. Liquidez geral
  • Quocientes de liquidez. Liquidez imediata
  • Quocientes de liquidez. Liquidez seca
  • Quocientes de rentabilidade
  • Quocientes de rentabilidade. Giro do ativo
  • Quocientes de rentabilidade. Margem líquida
  • Quocientes de rentabilidade. Margem operacional
  • Quocientes de rentabilidade. Retorno sobre o investimento
  • Quocientes de rentabilidade. Retorno sobre o patrimônio líquido

R

  • Recursos. Análise da estrutura da demonstração das origens e aplicações de recursos
  • Recursos. Demonstração das origens e aplicações de recursos
  • Referências
  • Relevância
  • Rentabilidade. Quocientes de rentabilidade
  • Representação fidedigna
  • Rotação de estoques
  • Rotação. Prazo médio de recebimento das contas a pagar
  • Rotação. Prazo médio de recebimento das contas a receber
  • Rotação. Quocientes deatividade (rotação)

T

  • Tempestividade

V

  • Valor adicionado. Demonstração do valor adicionado
  • Valor adicionado. Detalhamentoda estrutura da demonstração
  • Valores mobiliários. Balanço patrimonial, aspectos relacionados à CVM
  • Verificabilidade
INDIQUE ESSA OBRA

Indique essa obra para um amigo:

De:

Nome:

E-mail:

Informe apenas 1 email por vez

Para:

Nome:

E-mail:

Informe apenas 1 email por vez


Mensagem: