Gestão Empresarial - Guia Prático para Empresários e Administradores

Rodrigo Antonio Chaves da Silva

Parcele em até 6x sem juros no cartão.
Parcela mínima de R$ 30,00

Versão impressa

Ficha técnica

Autor(es): Rodrigo Antonio Chaves da Silva

ISBN: 978853625033-5

Acabamento: Brochura

Número de páginas: 230

Publicado em: 25/02/2015

Área(s): Administração; Contabilidade - Contabilidade Geral Aplicada

Sinopse

Guiar empresas atualmente, no mundo econômico, constitui uma das tarefas mais difíceis que pode existir. Qualquer empresário teria problemas não somente em conhecimento de gestão no sentido de redução de custos, saber investir, saber financiar, saber lucrar, fazer preços, controlar estoques, analisar crediários, endividamentos, rentabilidade, entre outros, mas, igualmente, teria questões a serem respondidas, como a ampliação do negócio, a gestão das pessoas, a imagem empresarial, dentre inúmeras que surgem na vida patrimonial.

O objetivo desta obra é tratar dos pontos fundamentais para o aprendizado e prática da gestão de empresas. É um trabalho que desvenda e ensina os segredos de uma boa gestão de forma prática e didática.

A obra representa um pequeno manual sobre gestão, ensinando as principais técnicas que auxiliam na administração dos negócios, explicando as atividades fundamentais de uma empresa.

É uma obra recomendada tanto para empresários, quanto para alunos dos cursos de Ciências Gerenciais, bem como aos profissionais das áreas do Direito, Contabilidade, Economia, Administração, entre outras.

Autor(es)

RODRIGO ANTONIO CHAVES DA SILVA

Especialista em Gestão Econômica. É professor universitário, contador, perito judicial, consultor e analista de empresas. Membro do primeiro SIFICON - Simpósio Internacional das Fronteiras do Conhecimento Contábil, Huancayo, Peru. Membro da ACIN - Associação Científica Internacional Neopatrimonialista. Membro do clube deBalanced Scorecard da Argentina. Ganhador do Prêmio Internacional de História da Contabilidade Prof. Martim Noel Monteiro (2007/2008), Prêmio Internacional de Contabilidade Financeira Luiz Chaves de Almeida (2008/2009) e Prêmio Internacional Rogério Fernandes Ferreira (2011). Acadêmico efetivo imortalizado pela ACLA - Academia de Ciências, Letras e Artes de Manhuaçu/MG.

 

Sumário

INTRODUÇÃO, p. 11

Capítulo 1 - O QUE É UMA EMPRESA, p. 17

1.1 A Empresa é uma Organização, p. 18

1.2 A Empresa é um Patrimônio, p. 19

1.3 O Capital e seu Complexo, p. 20

1.4 Administração da Organização e do Complexo, p. 23

1.5 A Coordenação dos Elementos Empresariais, p. 24

1.6 A Administração de um Negócio, p. 25

Capítulo 2 - O USO DAS TÉCNICAS E SUA IMPORTÂNCIA, p. 27

2.1 Noções de Técnicas e Conceituações, p. 27

2.2 Técnicas para Quais Fenômenos?, p. 28

Capítulo 3 - O CAPITAL NECESSÁRIO PARA ABRIR A EMPRESA, p. 33

3.1 Quanto uma Empresa Deve ter de Capital para Abrir?, p. 33

3.2 A Principal Arma do Empresário é a Gestão, p. 34

3.3 Saber Usar o Planejamento é Fundamental, p. 36

3.4 A análise do Capital Necessário, p. 37

3.5 Calculando Capitais Necessários, p. 39

3.6 Abrindo Empresas, p. 43

Capítulo 4 - OS CUSTOS DAS EMPRESAS, p. 45

4.1 O que são Custos e os Principais Tipos de Custos, p. 46

4.2 Custos e Estoques, p. 48

4.3 Custos e Funcionários, p. 50

4.4 Demais Custos, p. 53

4.5 Controle de Custos, p. 54

Capítulo 5 - AS RECEITAS DAS EMPRESAS, p. 59

5.1 O que é Receita?, p. 59

5.2 Tipos de Receitas e sua Importância, p. 60

5.3 Custos sem Receitas, p. 62

5.4 O que são Vendas, p. 63

5.5 Como se Conseguem as Vendas, p. 63

5.6 O Preço Antigo no Comércio, p. 65

5.7 Formando Preços, p. 66

Capítulo 6 - OS ESTOQUES COMO BENS PRINCIPAIS DAATIVIDADE, p. 69

6.1 Os Estoques, p. 69

6.2 Importância dos Estoques, Necessidade e Lucratividade da Empresa, p. 71

6.3 Tipos de Controle, p. 73

6.4 Adequação dos Controles às Atividades, p. 79

6.5 Exemplos de Controle, p. 79

Capítulo 7 - OBSERVAÇÕES SOBRE O MOVIMENTO DACLIENTELA (DEMANDA), p. 81

7.1 A Demanda, p. 81

7.2 O Movimento da Clientela, p. 82

7.3 O Movimento Positivo na Empresa, p. 84

7.4 Mensurando a Demanda Efetiva, p. 86

7.5 A Demanda-Padrão e as Decisões de Comprar, p. 89

7.6 As Decisões de Propaganda e Publicidade, p. 93

Capítulo 8 - PREVENDO VENDAS PARA A EMPRESA, p. 95

8.1 As Previsões, p. 95

8.2 O que são Previsões Empresariais, p. 96

8.3 As Principais Previsões da Empresa, p. 98

8.4 Previsões de Vendas, p. 99

8.5 Estipulando Metas, p. 101

Capítulo 9 - TÉCNICAS DE ANÁLISE PATRIMONIAL, p. 105

9.1 Decisão Empresarial e Patrimônio, p. 105

9.2 O que é Alvo das Técnicas, p. 106

9.3 Técnica e Análise Patrimonial, p. 107

9.4 A Contabilidade Gerencia a Riqueza Contida nas Células Econômicas, p. 108

Capítulo 10 - O PATRIMÔNIO, p. 111

10.1 O Ativo, p. 112

10.2 O Passivo, p. 114

10.3 O Patrimônio Líquido, p. 116

Capítulo 11 - A SITUAÇÃO DA EMPRESA, p. 119

11.1 Como se Mensura as Situações do Patrimônio, p. 120

11.2 Situações do Patrimônio são Alvos de Análise, p. 122

Capítulo 12 - OS BALANÇOS DAS EMPRESAS, p. 125

12.1 Significado dos Balanços, p. 125

12.2 Situação Financeira e Reditual, p. 128

Capítulo 13 - COMO ESTÁ A CAPACIDADE DE PAGAMENTO DA EMPRESA?, p. 131

13.1 Verificando a Liquidez Quantitativa da Empresa, p. 131

13.2 O Capital Circulante Líquido, p. 133

13.3 Mensurando a Liquidez, p. 135

13.4 A Empresa Consegue Pagar suas Dívidas sem os Estoques?, p. 136

Capítulo 14 - COMO ESTÁ O GIRO DOS ESTOQUES NA EMPRESA?, p. 141

14.1 O que é Giro?, p. 142

14.2 Analisando o Giro dos Estoques, p. 144

14.3 Giro e Liquidez Seca, p. 146

Capítulo 15 - O GIRO DOS CRÉDITOS NAS EMPRESAS, p. 149

15.1 O Giro do Crédito, p. 150

15.2 O Nível de Recebimento, p. 151

15.3 O Risco Financeiro dos Créditos, p. 152

15.4 Analisando o Nível de Recebimento, p. 153

15.5 Quanto mais Rápido se Receber Melhor para a Empresa, p. 156

Capítulo 16 - O GIRO DOS FORNECEDORES, p. 159

16.1 O Giro dos Fornecedores e Posições ou Decisões para o Equilíbrio Financeiro, p. 160

16.2 As Contas a Pagar Fornecem Perigos à Empresa, p. 162

16.3 Encontrando o Valor das Compras, p. 163

16.4 Analisando o Giro, p. 164

16.5 Comportamento dos Giros de Fornecedores e Realizáveis, p. 167

Capítulo 17 - O NÍVEL DE IMOBILIZAÇÕES, p. 169

17.1 Conceito e Importância, p. 169

17.2 Imobilizar Demais é Prejudicial à Empresa, p. 172

17.3 Análise das Imobilizações, p. 172

17.4 Imobilizações eFinanças, p. 174

Capítulo 18 - OS EMPRÉSTIMOS NA EMPRESA, p. 175

18.1 Empréstimos e Consequências, p. 176

18.2 Nível de Empréstimos, p. 177

18.3 Nível de Empréstimos e CCL, p. 178

Capítulo 19 - O ENDIVIDAMENTO E O PERIGO DO CAPITAL DE TERCEIROS, p. 181

19.1 Endividamento e Capital de Terceiros, p. 181

19.2 Como se Estruturam as Dívidas da Empresa, p. 182

19.3 Quociente de Endividamento e Interpretações, p. 183

Capítulo 20 - OBSERVANDO A CAPITALIZAÇÃO DA EMPRESA, p. 187

Capítulo 21 - ANALISANDO A RENTABILIDADE DA EMPRESA, p. 191

21.1 A Rentabilidade do Capital, p. 191

21.2 Rentabilidade e Liquidez, p. 191

21.3 A Rentabilidade nem Sempre Combina com os Empréstimos, p. 192

21.4 Análise da Rentabilidade, p. 194

21.5 Rentabilidade, Liquidez e Imobilização, p. 196

Capítulo 22 - A LUCRATIVIDADE, p. 199

22.1 A Relação dos Custos da Empresa, p. 201

CONCLUSÕES PARA A DECISÃO, p. 205

REFERÊNCIAS, p. 209

Índice alfabético

A

  • Administração da organização e do complexo, p. 23
  • Administração de um negócio, p. 25
  • Análise empresarial. A contabilidade gerencia a riqueza contida nas células econômicas, p. 108
  • Análise empresarial. Decisão empresarial e patrimônio, p. 105
  • Análise empresarial. O que é alvo das técnicas, p. 106
  • Análise empresarial. Técnica e análise patrimonial, p. 107
  • Análise empresarial. Técnicas de análise patrimonial, p. 105

B

  • Balanços das empresas, p. 125
  • Balanços das empresas. Significado dos balanços, p. 125
  • Balanços das empresas. Situação financeira e reditual, p. 128

C

  • Capacidade de pagamento. Como está a capacidade de pagamento da empresa?, p. 131
  • Capital circulante líquido, p. 133
  • Capital de terceiros. Como se estruturam as dívidas da empresa, p. 182
  • Capital de terceiros. Endividamento e capital de terceiros, p. 181
  • Capital de terceiros. Endividamento e o perigo do capital de terceiros, p. 181
  • Capital de terceiros. Quociente de endividamento e interpretações, p. 183
  • Capital e seu complexo, p. 20
  • Capital necessário para abrir a empresa, p. 33
  • Capital. Abrindo empresas, p. 43
  • Capital. Análise do capital necessário, p. 37
  • Capital. Calculando capitais necessários, p. 39
  • Capital. Principal arma do empresário é a gestão, p. 34
  • Capital. Quanto uma empresa deve ter de capital para abrir?, p. 33
  • Capital. Saber usar o planejamento é fundamental, p. 36
  • Cliente. Observações sobre o movimento da clientela (demanda), p. 81
  • Complexo. Administração da organização e do complexo, p. 23
  • Complexo. Capital e seu complexo, p. 20
  • Compras. Encontrando o valor das compras, p. 163
  • Conclusões para a decisão, p. 205
  • Contas a pagar fornecem perigos à empresa, p. 162
  • Coordenação dos elementos empresariais, p. 24
  • Crédito. Giro dos créditos nas empresas, p. 149
  • Custos e estoques, p. 48
  • Custos e funcionários, p. 50
  • Custos. Controle de custos, p. 54
  • Custos. Custos das empresas, p. 45
  • Custos. Demais custos, p. 53
  • Custos. O que são custos e os principais tipos de custos, p. 46
  • Custos. Relação dos custos da empresa, p. 201

D

  • Demanda-padrão e as decisões de comprar, p. 89
  • Demanda, p. 81
  • Demanda. Decisões de propaganda e publicidade, p. 93
  • Demanda. Mensurando a demanda efetiva, p. 86
  • Demanda. Movimento da clientela, p. 82
  • Demanda. Movimento positivo na empresa, p. 84
  • Demanda. Observações sobre o movimento da clientela (demanda), p. 81

E

  • Elementos empresariais. Coordenação dos elementos empresariais, p. 24
  • Empresa é um patrimônio, p. 19
  • Empresa é uma organização, p. 18
  • Empresa. Administração da organização e do complexo, p. 23
  • Empresa. Capital necessário para abrir a empresa, p. 33
  • Empresa. Coordenação dos elementos empresariais, p. 24
  • Empresa. O que é uma empresa, p. 17
  • Empresa. Observando a capitalização da empresa, p. 187
  • Empréstimo. Rentabilidade nem sempre combina com os empréstimos, p. 192
  • Empréstimos e consequências, p. 176
  • Empréstimos na empresa, p. 175
  • Empréstimos. Nível de empréstimos e CCL, p. 178
  • Empréstimos. Nível de empréstimos, p. 177
  • Endividamento e o perigo do capital de terceiros, p. 181
  • Equilíbrio financeiro. Giro dos fornecedores e posições ou decisões para o equilíbrio financeiro, p. 160
  • Estoques como bens principais da atividade, p. 69
  • Estoques, p. 69
  • Estoques. Adequação dos controles às atividades, p. 79
  • Estoques. Exemplos de controle, p. 79
  • Estoques. Importância dos estoques, necessidade e lucratividade da empresa, p. 71
  • Estoques. Tipos de controle, p. 73

F

  • Finanças. Imobilizações e finanças, p. 174
  • Fornecedor. Giro dos fornecedores e posições ou decisões para o equilíbrio financeiro, p. 160
  • Fornecedor. Giro dos fornecedores, p. 159

G

  • Giro de crédito. Analisando o giro, p. 164
  • Giro de crédito. Analisando o nível de recebimento, p. 153
  • Giro de crédito. Comportamento dos giros de fornecedores e realizáveis, p. 167
  • Giro de crédito. Nível de recebimento, p. 151
  • Giro de crédito. Quanto mais rápido se receber melhor para a empresa, p. 156
  • Giro de crédito. Risco financeiro dos créditos, p. 152
  • Giro de estoques. Analisando o giro dos estoques, p. 144
  • Giro de estoques. Como está o giro dos estoques na empresa?, p. 141
  • Giro de estoques. Giro e liquidez seca, p. 146
  • Giro de estoques. O que é giro?, p. 142
  • Giro do crédito, p. 150
  • Giro dos créditos nas empresas, p. 149
  • Giro dos fornecedores e posições ou decisões para o equilíbrio financeiro, p. 160
  • Giro dos fornecedores, p. 159

I

  • Imobilização. Nível de imobilizações, p. 169
  • Imobilização. Rentabilidade, liquidez e imobilização, p. 196
  • Imobilizações e finanças, p. 174
  • Introdução, p. 11

L

  • Liquidez quantitativa. Verificando a liquidez quantitativa da empresa, p. 131
  • Liquidez. Empresa consegue pagar suas dívidas sem os estoques?, p. 136
  • Liquidez. Mensurando a liquidez, p. 135
  • Liquidez. Rentabilidade, liquidez e imobilização, p. 196
  • Lucratividade, p. 199

N

  • Negócio. Administração de um negócio, p. 25
  • Nível de imobilizações, p. 169
  • Nível de imobilizações. Análise das imobilizações, p. 172
  • Nível de imobilizações. Conceito e importância, p. 169
  • Nível de imobilizações. Imobilizar demais é prejudicial à empresa, p. 172

O

  • Observando a capitalização da empresa, p. 187
  • Organização. Administração da organização e do complexo, p. 23
  • Organização. Empresa é uma organização, p. 18

P

  • Patrimônio, p. 111
  • Patrimônio. Ativo, p. 112
  • Patrimônio. Como se mensura as situações do patrimônio, p. 120
  • Patrimônio. Empresa é um patrimônio, p. 19
  • Patrimônio. Passivo, p. 114
  • Patrimônio. Patrimônio líquido, p. 116
  • Patrimônio. Situação da empresa, p. 119
  • Patrimônio. Situações do patrimônio são alvos de análise, p. 122
  • Previsões, p. 95
  • Previsões. Estipulando metas, p. 101
  • Previsões. O que são previsões empresariais, p. 96
  • Previsões. Prevendo vendas para a empresa, p. 95
  • Previsões. Previsões de vendas, p. 99
  • Previsões. Principais previsões da empresa, p. 98

R

  • Receitas das empresas, p. 59
  • Receitas das empresas. Como se conseguem as vendas, p. 63
  • Receitas das empresas. Custos sem receitas, p. 62
  • Receitas das empresas. Formando preços, p. 66
  • Receitas das empresas. O preço antigo no comércio, p. 65
  • Receitas das empresas. O que é receita?, p. 59
  • Receitas das empresas. O que são vendas, p. 63
  • Receitas das empresas. Tipos de receitas e sua importância, p. 60
  • Referências, p. 209
  • Relação dos custos da empresa, p. 201
  • Rentabilidade do capital, p. 191
  • Rentabilidade e liquidez, p. 191
  • Rentabilidade nem sempre combina com os empréstimos, p. 192
  • Rentabilidade, liquidez e imobilização, p. 196
  • Rentabilidade. Analisando a rentabilidade da empresa, p. 191
  • Rentabilidade. Análise da rentabilidade, p. 194

T

  • Técnicas de análise patrimonial, p. 105
  • Técnicas para quais fenômenos?, p. 28
  • Técnicas. Noções de técnicas e conceituações, p. 27
  • Técnicas. O uso das técnicas e sua importância, p. 27

Recomendações

Capa do livro: Fundo de Comércio Goodwill, Wilson Alberto Zappa Hoog

Fundo de Comércio Goodwill

6ª Edição - Revista e Atualizada de Acordo com o Novo CPCWilson Alberto Zappa HoogISBN: 978853627016-6Páginas: 474Publicado em: 04/07/2017

Versão impressa

R$ 149,90Adicionar ao
carrinho

Versão digital

R$ 104,70Adicionar e-Book
ao carrinho
Capa do livro: Gênero e Saúde na Dinâmica do Trabalho, Organizadores: Adriane Vieira e Alexandre de Pádua Carrieri

Gênero e Saúde na Dinâmica do Trabalho

 Organizadores: Adriane Vieira e Alexandre de Pádua CarrieriISBN: 978853626275-8Páginas: 242Publicado em: 17/10/2016

Versão impressa

R$ 79,90Adicionar ao
carrinho

Versão digital

R$ 57,70Adicionar e-Book
ao carrinho
Capa do livro: Análise do Discurso em Estudos Organizacionais, Orgs.: Alexandre de Pádua Carrieri e outros.

Análise do Discurso em Estudos Organizacionais

 Orgs.: Alexandre de Pádua Carrieri e outros.ISBN: 978853622518-0Páginas: 316Publicado em: 26/06/2009

Versão impressa

R$ 89,90Adicionar ao
carrinho
Capa do livro: Estudos Prospectivos, Coordenadores: Christian Luiz da Silva, Décio Estevão do Nascimento e Marília de Souza

Estudos Prospectivos

 Coordenadores: Christian Luiz da Silva, Décio Estevão do Nascimento e Marília de SouzaISBN: 978853623983-5Páginas: 164Publicado em: 12/11/2012

Versão impressa

R$ 49,90Adicionar ao
carrinho