Guia Prático para Elaboração e Leitura do Demonstrativo dos Fluxos de Caixa - DFC - Conforme Padrões de Contabilidade: Americano, Internacional e Brasileiro

3ª Edição - Revista, Atualizada e Ampliada Cosme dos Santos

Versão impressa

por R$ 99,90em 3x de R$ 33,30Adicionar ao carrinho

Ficha técnica

Autor(es): Cosme dos Santos

ISBN: 978652630414-3

Edição/Tiragem: 3ª Edição - Revista, Atualizada e Ampliada

Acabamento: Brochura

Formato: 15,0x21,0 cm

Peso: 258grs.

Número de páginas: 208

Publicado em: 16/06/2023

Área(s): Contabilidade - Contabilidade Geral Aplicada

Sinopse

Nesta terceira edição, o autor incluiu o Capítulo VI – LEITURA DO DEMONSTRATIVO DOS FLUXOS DE CAIXA - DFC, com uma técnica de leitura que permita ao leitor ao final da leitura de um DFC chegar às seguintes conclusões:  Principais fontes de recursos do caixa no exercício corrente, Principais alocações de recursos do caixa, Contribuição da operação principal da companhia na formação do caixa e, por último, o Nível de contribuição dos capitais de terceiros (financiamentos de terceiros e de acionistas). A referida técnica é ensinada com uso de um caso real de DFC publicado por empresa de capital aberto.

O Guia foi preparado visando dar um sólido embasamento teórico e prático de como elaborar e interpretar um fluxo de caixa de uma companhia seguindo padrões de contabilidade no Brasil, nos EUA e internacionais. Para esses objetivos o Guia foi preparado para que, ao final de sua leitura, os seguintes benefícios sejam alcançados: Aplicação prática dos conceitos contidos nos: US GAAP, IAS e PCGA para elaboração do DFC, utilização de uma Ferramenta Eletrônica para auxiliar na elaboração do DFC de forma automática,  utilizar o DFC para avaliação da situação de caixa de uma companhia em um determinado período de tempo, reduzir o tempo gasto pelos profissionais para elaboração do DFC, preparar os profissionais para mudança na Lei das S/A., que tornará obrigatório o DFC no Brasil, valorização dos profissionais, pois o mercado valoriza quem mais conhece os padrões contábeis: US GAAP, IAS e PCGA.

Autor(es)

COSME DOS SANTOS

Bacharel em Ciências Contábeis, sócio de empresa internacional de auditoria e consultoria com 35 anos de experiência na execução de auditoria em empresas nacionais e multinacionais, no Brasil e no exterior (EUA e Canadá). Associado ao Conselho Regional de Contabilidade – CRC, e membro do Instituto Brasileiro de Auditores – Ibracon.

Sumário

INTRODUÇÃO, p. 13

Capítulo I - DEFINIÇÃO DO DFC, p. 17

Capítulo II - CONTEÚDO DO DFC, p. 19

1 CAIXA DAS ATIVIDADES OPERACIONAIS, p. 19

2 MÉTODO DIRETO DE APRESENTAÇÃO DO CAIXA DAS ATIVIDADES OPERACIONAIS, p. 20

3 MÉTODO INDIRETO DE APRESENTAÇÃO DO CAIXA DAS ATIVIDADES OPERACIONAIS, p. 23

4 CAIXA DAS ATIVIDADES DE INVESTIMENTO, p. 26

5 CAIXA DAS ATIVIDADES DE FINANCIAMENTO, p. 29

Capítulo III - APRESENTAÇÃO DO DFC, p. 33

1 FORMATO PADRÃO DE DFC - PELO MÉTODO DIRETO, p. 33

2 FORMATO PADRÃO DE DFC - PELO MÉTODO INDIRETO, p. 36

3 OUTRAS QUESTÕES RELACIONADAS À APRESENTAÇÃO DO DFC, p. 40

3.1 Transações pelo Seu Valor Bruto, p. 40

3.2 Transações de Financiamento e Investimento que Não Afetam o Caixa, p. 40

3.3 Juros Pagos e Juros e Dividendos Recebidos, p. 41

3.4 Resultado Líquido do Caixa por Ação, p. 42

3.5 Recebimentos e Pagamentos de Transações Não Usuais, p. 42

Capítulo IV - FINALIDADE DO DFC, p. 43

1 AVALIAR A CAPACIDADE DA COMPANHIA EM GERAR FLUXOS DE CAIXA POSITIVOS PARA ATENDER SUAS OBRIGAÇÕES FINANCEIRAS E PAGAR DIVIDENDOS, BEM COMO SUA NECESSIDADE DE FINANCIAMENTO EXTERNO, p. 43

2 IDENTIFICAR AS RAZÕES PARA A DIFERENÇA ENTRE O LUCRO LÍQUIDO E A EVOLUÇÃO DO SEU CAIXA LÍQUIDO DAS ATIVIDADES OPERACIONAIS, p. 45

3 AVALIAR O EFEITO SOBRE A SITUAÇÃO FINANCEIRA DA COMPANHIA, DAS ATIVIDADES DE FINANCIAMENTO E INVESTIMENTO QUE NÃO GERARAM ENTRADAS E SAÍDAS DE CAIXA, p. 46

Capítulo V - FONTE DE INFORMAÇÃO DAS TRANSAÇÕES DO DFC E UTILIZAÇÃO DE FERRAMENTA ELETRÔNICA PARA PREPARAÇÃO AUTOMÁTICA DO DFC, p. 75

1 INTRODUÇÃO, p. 75

2 PRINCIPAL FONTE DE INFORMAÇÃO DO DFC, p. 76

2.1 Recebimentos e Pagamentos das Atividades Operacionais x Ativo e Passivo Circulantes, p. 76

2.2 Recebimentos e Pagamentos das Atividades de Investimento x Ativo Realizável a Longo Prazo e Ativo Permanente, p. 77

2.3 Recebimentos e Pagamentos das Atividades de Financiamento x Passivo Exigível a Longo Prazo e Patrimônio Líquido, p. 77

3 FUNCIONAMENTO DA FERRAMENTA ELETRÔNICA, p. 79

3.1 Caixa das Atividades Operacionais, p. 82

3.2 Caixa das Atividades de Investimentos, p. 86

3.3 Caixa das Atividades de Financiamento, p. 88

Capítulo VI - LEITURA DO DEMONSTRATIVO DOS FLUXOS DE CAIXA - DFC, p. 131

PASSOS PARA LEITURA DA DFC, p. 131

ANEXOS COM MATERIAL COMPLEMENTAR AO GUIA, p. 145

Anexo A - Benchmarking de Demonstrativos de Fluxos de Caixa de Empresas Multinacionais, em Inglês e Português, p. 145

Anexo B - Padrão Contábil Americano para Elaboração do DFC (FASB 95), Traduzido para o Português, p. 155

Anexo C - Padrão Contábil Brasileiro para Elaboração do DFC (CPC 03), p. 173

Índice alfabético

A

  • Ação. Resultado líquido do caixa por ação, p. 42
  • Anexo A. Benchmarking de Demonstrativos de Fluxos de Caixa de empresas multinacionais, em inglês e português, p. 145
  • Anexo B. Padrão contábil americano para elaboração do DFC (FASB 95), traduzido para o português, p. 155
  • Anexo C. Padrão contábil brasileiro para elaboração do DFC (CPC 03), p. 173
  • Anexos com material complementar ao guia, p. 145
  • Apresentação do DFC, p. 33
  • Atividade operacional. Caixa das atividades operacionais, p. 19
  • Atividade operacional. Caixa das atividades operacionais, p. 82
  • Atividade operacional. Identificar as razões para a diferença entre o lucro líquido e a evolução do seu caixa líquido das atividades operacionais, p. 45
  • Atividade operacional. Método direto de apresentação do caixa das atividades operacionais, p. 20
  • Atividade operacional. Método indireto de apresentação do caixa das atividades operacionais, p. 23
  • Ativo permanente. Recebimentos e pagamentos das atividades de investimento x ativo realizável a longo prazo e ativo permanente, p. 77
  • Avaliar a capacidade da companhia de gerar fluxos de caixa positivos para atender suas obrigações financeiras e pagar de dividendos, bem como sua necessidade de financiamento externo, p. 43
  • Avaliar o efeito sobre a situação financeira da companhia, das atividades de financiamento e investimento que não geraram entradas e saídas de caixa, p. 46

B

  • Benchmarking de Demonstrativos de Fluxos de Caixa de empresas multinacionais, em inglês e português. Anexo A, p. 145

C

  • Caixa das atividades de financiamento, p. 29
  • Caixa das atividades de financiamento, p. 88
  • Caixa das atividades de investimento, p. 26
  • Caixa das atividades de investimento, p. 86
  • Caixa das atividades operacionais, p. 19
  • Caixa das atividades operacionais, p. 82
  • Caixa líquido. Identificar as razões para a diferença entre o lucro líquido e a evolução do seu caixa líquido das atividades operacionais, p. 45
  • Companhia. Avaliar o efeito sobre a situação financeira da companhia, das atividades de financiamento e investimento que não geraram entradas e saídas de caixa, p. 46

D

  • Definição do DFC, p. 17
  • Demonstrativo do fluxo de caixa. Apresentação do DFC, p. 33
  • Demonstrativo do fluxo de caixa. Conteúdo do DFC, p. 19
  • Demonstrativo do fluxo de caixa. Definição do DFC, p. 17
  • Demonstrativo do fluxo de caixa. Finalidade do DFC, p. 43
  • Demonstrativo do fluxo de caixa. Formato padrão de DFC - pelo método indireto, p. 36
  • Demonstrativo do fluxo de caixa. Outras questões relacionadas à apresentação do DFC, p. 40
  • DFC. Anexo B. Padrão contábil americano para elaboração do DFC (FASB 95), traduzido para o português, p. 155
  • DFC. Anexo C. Padrão contábil brasileiro para elaboração do DFC (CPC 03), p. 173
  • DFC. Exercícios práticos para consolidação do entendimento dos conceitos para elaboração do DFC contidos nos Capítulos I, II e III, p. 47
  • DFC. Exercícios práticos para consolidação do entendimento dos conceitos para identificação da fonte de informação do DFC e do uso da ferramenta eletrônica para sua elaboração, p. 101
  • DFC. Fonte de informação das transações do DFC e utilização de ferramenta eletrônica para preparação automática do DFC, p. 75
  • DFC. Fonte de informação das transações do DFC e utilização de ferramenta eletrônica para preparação automática do DFC. Introdução, p. 75
  • DFC. Passos para leitura da DFC, p. 131
  • DFC. Principal fonte de informação do DFC, p. 76
  • Dividendo. Juros pagos e juros e dividendos recebidos, p. 41
  • Dividendos. Avaliar a capacidade da companhia de gerar fluxos de caixa positivos para atender suas obrigações financeiras e pagar de dividendos, bem como sua necessidade de financiamento externo, p. 43

E

  • Exercícios práticos para consolidação do entendimento dos conceitos para elaboração do DFC contidos nos Capítulos I, II e III, p. 47
  • Exercícios práticos para consolidação do entendimento dos conceitos para identificação da fonte de informação do DFC e do uso da ferramenta eletrônica para sua elaboração, p. 101

F

  • Ferramenta eletrônica. Exercícios práticos para consolidação do entendimento dos conceitos para identificação da fonte de informação do DFC e do uso da ferramenta eletrônica para sua elaboração, p. 101
  • Ferramenta eletrônica. Fonte de informação das transações do DFC e utilização de ferramenta eletrônica para preparação automática do DFC, p. 75
  • Ferramenta eletrônica. Funcionamento da ferramenta eletrônica, p. 79
  • Finalidade do DFC, p. 43
  • Financiamento. Avaliar a capacidade da companhia de gerar fluxos de caixa positivos para atender suas obrigações financeiras e pagar de dividendos, bem como sua necessidade de financiamento externo, p. 43
  • Financiamento. Caixa das atividades de financiamento, p. 29
  • Financiamento. Caixa das atividades de financiamento, p. 88
  • Fluxo de caixa. Anexo A. Benchmarking de Demonstrativos de Fluxos de Caixa de empresas multinacionais, em inglês e português, p. 145
  • Fluxo de caixa. Avaliar a capacidade da companhia de gerar fluxos de caixa positivos para atender suas obrigações financeiras e pagar de dividendos, bem como sua necessidade de financiamento externo, p. 43
  • Fluxo de caixa. Avaliar o efeito sobre a situação financeira da companhia, das atividades de financiamento e investimento que não geraram entradas e saídas de caixa, p. 46
  • Fluxo de caixa. Demonstrativo. Apresentação do DFC, p. 33
  • Fluxo de caixa. Demonstrativo. Conteúdo do DFC, p. 19
  • Fluxo de caixa. Demonstrativo. Definição do DFC, p. 17
  • Fluxo de caixa. Finalidade do DFC, p. 43
  • Fluxo de caixa. Formato padrão de DFC - pelo método indireto, p. 36
  • Fluxo de caixa. Método direto de apresentação do caixa das atividades operacionais, p. 20
  • Fluxo de caixa. Método indireto de apresentação do caixa das atividades operacionais, p. 23
  • Fluxo de caixa. Outras questões relacionadas à apresentação do DFC, p. 40
  • Fluxo de caixa. Resultado líquido do caixa por ação, p. 42
  • Fonte de informação das transações do DFC e utilização de ferramenta eletrônica para preparação automática do DFC, p. 75
  • Formato padrão de DFC - pelo método direto, p. 33
  • Formato padrão de DFC - pelo método indireto, p. 36
  • Funcionamento da ferramenta eletrônica, p. 79

I

  • Identificar as razões para a diferença entre o lucro líquido e a evolução do seu caixa líquido das atividades operacionais, p. 45
  • Informação. Exercícios práticos para consolidação do entendimento dos conceitos para identificação da fonte de informação do DFC e do uso da ferramenta eletrônica para sua elaboração, p. 101
  • Introdução, p. 13
  • Investimento. Caixa das atividades de investimento, p. 26
  • Investimento. Caixa das atividades de investimento, p. 86
  • Investimento. Recebimentos e pagamentos das atividades de investimento x ativo realizável a longo prazo e ativo permanente, p. 77

J

  • Juros pagos e juros e dividendos recebidos, p. 41

L

  • Leitura do demonstrativo dos fluxos de caixa - DFC, p. 131
  • Longo prazo. Recebimentos e pagamentos das atividades de investimento x ativo realizável a longo prazo e ativo permanente, p. 77
  • Lucro líquido. Identificar as razões para a diferença entre o lucro líquido e a evolução do seu caixa líquido das atividades operacionais, p. 45

M

  • Método direto de apresentação do caixa das atividades operacionais, p. 20
  • Método indireto de apresentação do caixa das atividades operacionais, p. 23

O

  • Obrigação financeira. Avaliar a capacidade da companhia de gerar fluxos de caixa positivos para atender suas obrigações financeiras e pagar de dividendos, bem como sua necessidade de financiamento externo, p. 43
  • Outras questões relacionadas à apresentação do DFC, p. 40

P

  • Padrão contábil americano para elaboração do DFC (FASB 95), traduzido para o português. Anexo B, p. 155
  • Padrão contábil brasileiro para elaboração do DFC (CPC 03). Anexo C, p. 173
  • Pagamentos e recebimentos das atividades de investimento x ativo realizável a longo prazo e ativo permanente, p. 77
  • Prática. Exercícios práticos para consolidação do entendimento dos conceitos para elaboração do DFC contidos nos Capítulos I, II e III, p. 47
  • Prática. Exercícios práticos para consolidação do entendimento dos conceitos para identificação da fonte de informação do DFC e do uso da ferramenta eletrônica para sua elaboração, p. 101
  • Preparação automática. Fonte de informação das transações do DFC e utilização de ferramenta eletrônica para preparação automática do DFC, p. 75
  • Principal fonte de informação do DFC, p. 76

R

  • Recebimentos e pagamentos das atividades de financiamento x passivo exigível a longo prazo e patrimônio líquido, p. 77
  • Recebimentos e pagamentos das atividades de investimento x ativo realizável a longo prazo e ativo permanente, p. 77
  • Recebimentos e pagamentos das atividades operacionais x ativo e passivo circulantes, p. 76
  • Recebimentos e pagamentos de transações não usuais, p. 42
  • Resultado líquido do caixa por ação, p. 42

S

  • Situação financeira. Avaliar o efeito sobre a situação financeira da companhia, das atividades de financiamento e investimento que não geraram entradas e saídas de caixa, p. 46

T

  • Transações de financiamento e investimento que não afetam o caixa, p. 40
  • Transações pelo seu valor bruto, p. 40

Recomendações

Capa do livro: Evolução Doutrinária da Contabilidade, Rodrigo Antonio Chaves da Silva

Evolução Doutrinária da Contabilidade

 Rodrigo Antonio Chaves da SilvaISBN: 978853622478-7Páginas: 292Publicado em: 25/02/2010

Versão impressa

R$ 119,90em 4x de R$ 29,98Adicionar ao
carrinho
Capa do livro: Contabilidade Introdutória - Descomplicada, June Alisson Westarb Cruz, Emir Guimarães Andrich e Carlos Ubiratan da Costa Schier

Contabilidade Introdutória - Descomplicada

7ª Edição - Revista e AtualizadaJune Alisson Westarb Cruz, Emir Guimarães Andrich e Carlos Ubiratan da Costa SchierISBN: 978655605899-3Páginas: 198Publicado em: 14/10/2021

Versão impressa

R$ 89,90em 3x de R$ 29,97Adicionar ao
carrinho
Capa do livro: Contabilidade Rural - Uma Abordagem do Agronegócio Dentro da Porteira - Livro-Texto, Deyvison de Lima Oliveira e Gessy Dhein Oliveira

Contabilidade Rural - Uma Abordagem do Agronegócio Dentro da Porteira - Livro-Texto

4ª Edição - Revista e Atualizada de Acordo com o CPC – 29 (IAS 41)Deyvison de Lima Oliveira e Gessy Dhein OliveiraISBN: 978853629125-3Páginas: 350Publicado em: 09/12/2019

Versão impressa

R$ 159,90em 6x de R$ 26,65Adicionar ao
carrinho
Capa do livro: Manual de Elaboração e Análise de Projeto Econômico, Anélio Berti

Manual de Elaboração e Análise de Projeto Econômico

 Anélio BertiISBN: 978853624278-1Páginas: 234Publicado em: 20/06/2013

Versão impressa

R$ 109,90em 4x de R$ 27,48Adicionar ao
carrinho

Versão digital

R$ 77,70em 3x de R$ 25,90Adicionar eBook
ao carrinho