Cidade Antiga, A - Vol. I - Trad.: Nélia Maria Pinheiro Padilha von Tempski-Silka

Fustel de Coulanges

Leia na Biblioteca Virtual
Preço:
Parcele em até 6x sem juros no cartão. Parcela mínima de R$ 20,00
FICHA TÉCNICA
Autor(es): Fustel de Coulanges
ISBN: 853620255-6
Acabamento: Brochura
Número de Páginas: 198
Publicado em: 03/09/2002
Área(s): Literatura e Cultura - Clássicos
CONFIRA TAMBÉM
SINOPSE

A Cidade Antiga – La Cité Antique – é um livro surpreendente: apesar de se tratar de obra composta no século XIX, acerca de instituições de povos antigos,transmite uma visão globalizante da fundamentação, elaboração e evolução da história futura desses mesmos povos, assim como de tantos outros por eles influenciados. Tanto Roma quanto a Grécia aparecem como cenários da formação do sistema de classes que herdamos, da transição do politeísmo para a civilização moderna de origem greco-latina e no entanto vinculada ao monoteísmo de origem oriental – a civilização judaico-cristã; a compreensão do direito moderno, a partir das conquistas progressivas do "homem antigo", é realizada com rara transparência. O panorama de fundo desta obra permite incontáveis análises sobre a modernidade, na medida em que refletimos sobre seu conteúdo sociológico e político, através da linguagem clara, precisa e de leitura agradável, características do autor.

AUTOR(ES)

O autor desta obra, Numa Diniz Fustel de Coulanges, foi um brilhante historiador francês do século XIX (1830-1889). Após formar-se na École Normale de Paris, aprofundou-se em estudos sobre a antiguidade grega (especialmente na ilha de Quios), na Escola Francesa de Atenas, Grécia. Estabelecendo-se na França, passou a lecionar na Faculdade de Letras de Estrasburgo. Após a guerra franco-alemã, foi nomeado professor de História da Idade Média na Faculdade de Letras de Paris. Desde a sua juventude, já demonstrava o interesse pela pesquisa, produzindo inúmeras obras no domínio da História, Direito e Política. Entre 1857 e 1885, publicou, entre outras obras: Memórias sobre a ilha de Quios, Políbio ou a Grécia conquistada pelos romanos, A Cidade Antiga - estudo sobre o culto, o direito, as instituições da Grécia e de Roma (1864).

SUMÁRIO

INTRODUÇÃO

Da necessidade de estudar as mais antigas crenças dos antepassados para conhecer suas instituições

LIVRO I - CRENÇAS ANTIGAS

Capítulo I - Crenças sobre o espírito e sobre a morte

Capítulo II - O culto dos mortos

Capítulo III - O fogo sagrado

Capítulo IV - A religião doméstica

LIVRO II - A FAMÍLIA

Capítulo I - A religiãofoi o princípio constitutivo da família antiga

Capítulo II - O casamento

Da continuidade da família, celibato proibido, divórcio em caso de esterilidade, desigualdade entre o filho e a filha

Capítulo IV - Da adoção e da emancipação

Capítulo V - Do parentesco. O queos romanos denominavam agnação

Capítulo VI - O direito de propriedade

Capítulo VII - O direito de sucessão

Capítulo VIII - A autoridade na família

Capítulo IX - A antiga moral da família

Capítulo X - A gens em Roma e na Grécia

LIVRO III - A CIDADE

Capítulo I - A fratria e a cúria - A tribo

Capítulo II - Novas crenças religiosas

Capítulo III - A cidade começa a tomar forma

Capítulo IV - A urbe (la ville)

Capítulo V - O culto do fundador: a lenda de Enéias

Capítulo VI - Os deuses da cidade

Capítulo VII - A religião da cidade

Capítulo VIII - Os rituais e os anais

Capítulo IX - Govêrno da cidade: o rei

Capítulo X - Omagistrado

Capítulo XI - A lei

Capítulo XII - Os cidadãos e o estrangeiro

Capítulo XIII - O patriotismo - O exílio

Capítulo XIV - Do espírito municipal

Capítulo XV - Relações entre as cidades; a guerra; a paz; a aliança dos deuses

Capítulo XVI - As confederações; as colônias

Capítulo XVII - O romano - O ateniense

Capítulo XVIII - Da onipotência do estado; os antigos não conheceram a liberdade individual

REFERÊNCIAS

INDIQUE ESSA OBRA

Indique essa obra para um amigo:

De:

Nome:

E-mail:

Informe apenas 1 email por vez

Para:

Nome:

E-mail:

Informe apenas 1 email por vez


Mensagem: