Capa do livro: Verdade sobre Guanella, A - Um Drama da FEB, Alfredo Bertoldo Klas

Verdade sobre Guanella, A - Um Drama da FEB

Alfredo Bertoldo Klas

Parcele em até 6x sem juros no cartão.
Parcela mínima de R$ 20,00

Versão impressa

Ficha técnica

Autor(es): Alfredo Bertoldo Klas

ISBN: 853620295-5

Acabamento: Brochura

Número de páginas: 178

Publicado em: 28/10/2002

Área(s): Literatura e Cultura - Diversos

Sinopse

"[...] O tenente Klas, hoje em provecta idade, descreve com impecável precisão e livre de emoções o drama vivido pela F.E.B. na noite de 2 para 3 de dezembro de 1944, quando a inocente lua parecia trazer doces lembranças para os pracinhas. O palco do cenário foi uma pequena propriedade rural chamada "Casa de Guanella" - encravada no topo de uma elevação, adornada com grande estábulo e vacas leiteiras espalhadas em rala pastagem, na região de Silla, Vale do Reno. No dia anterior, após deslocar-se de distante região, em perigosa e acidentada viagem que durou oito horas, enfrentando escuridão em rampas íngremes e deslizantes, ali alojou-se, sob o comando do capitão Cotrin, a 1ª Companhia do I Batalhão do 11º Regimento de Infantaria, comandado pelo major Jacy. A troca de comando realizou-se a céu aberto, sob as lunetas do chacal. Conforme descrição do autor, em frente ao casarão, de dois pavimentes, existia apenas "um renque de árvores". (Dois expoentes da F.E.B., o general Ítalo Conti e o coronel Percio Ferreira, em conversa informal sobre Guanella, me disseram que esse fato teve significativa importância nos infortúnios que logo seriam vivenciados pela tropa de Cotrin.) Um violento e surpreendente ataque das forças inimigas, iniciado às 23h daquele sábado, obrigou a Cia. a experimentar seu batismo de fogo no Teatro de Operações da Itália, a menos de 1 km, ao sul, do Monte Castelo. A resistência heróica durou cinco horas, operando-se em seguida fatídico recuo. O retraimento, motivado por diversos fatores humanos e materiais, foi desordenado mas absolutamente compreensível, conforme relata o tenente Klas. A liderança do capitão Cotrin - com os meios disponíveis, a serem apreciados adiante pelo leitor - não foi suficiente para evitar o pânico, a dispersão... Curiosamente, o autor deste livro, então jovem oficial da reserva e subcomandante da 1ª Cia. - que mais tarde conquistaria Montese -, não foi ouvido no processo militar, instaurado sob alegação de debandada. Ele continuaria na guerra até o seu final, no mesmo posto de subcomandante [...]" José Alexandre Saraiva Advogado, jornalista e membro do Centro de Letras do Paraná

Autor(es)

Alfredo Bertoldo Klas nascido em Palmeira, advogado e professor, além de pracinha da Força Expedicionária Brasileira (FEB), condecorado por bravuras na Segunda Guerra Mundial. Autor de dois livros, em que são feitas referências ao combate da guerra, Bertoldo também é membro da maçonaria, tendo exercido mandato como vereador de 1947 a 1951, e prefeito de Palmeira entre 1951 a 1955.

Recomendações

Capa do livro: Feijão de Cego - Contos Sergipanos, Vladimir Souza Carvalho

Feijão de Cego - Contos Sergipanos

 Vladimir Souza CarvalhoISBN: 978853622570-8Páginas: 218Publicado em: 18/08/2009

Versão impressa

R$ 49,70Adicionar ao
carrinho
Capa do livro: Diabo Vai ao Céu, O - Semeando Livros, Renato de Paiva Pereira

Diabo Vai ao Céu, O - Semeando Livros

 Renato de Paiva PereiraISBN: 978853624459-4Páginas: 154Publicado em: 24/10/2013

Versão impressa

R$ 47,70Adicionar ao
carrinho