Mudanças Organizacionais - Métodos e Técnicas para a Inovação

3ª Edição - Revista e Atualizada Márcio Bambirra Santos

Parcele em até 6x sem juros no cartão.
Parcela mínima de R$ 20,00

Versão impressa

Ficha técnica

Autor(es): Márcio Bambirra Santos

ISBN: 978853623392-5

Edição/Tiragem: 3ª Edição - Revista e Atualizada

Acabamento: Brochura

Número de páginas: 248

Publicado em: 25/07/2011

Área(s): Administração

Sinopse

"Este livro é uma grande contribuição para o meio acadêmico e empresarial pois apresenta técnicas e métodos com a visão prática do consultor e Prof. Márcio Bambirra, acostumado a vivenciar a realidade das empresas e suas constantes mudanças em busca de maior produtividade e competitividade. Torna-se leitura obrigatória de estudantes, consultores e profissionais que pretendem desenvolver o conhecimento da gestão moderna."

Leonardo Teixeira – Diretor Presidente do Grupo UNITAS


"Tenho tido, ao longo dos últimos 20 anos, o privilégio de acompanhar o trabalho desenvolvido por Márcio Bambirra. O professor exigente, que inicialmente assusta os alunos, acaba sempre tornando-se alvo de admiração e de homenagens. O consultor detalhista, consciencioso, crítico, tem sido uma das alavancas mais preciosas no ensino do CEFET-MG e de outros meios acadêmicos.

Tendo assistido às mudanças radicais e às transformações pelas quais tem passado a nossa sociedade nos últimos anos, ele registra, neste livro, seu ponto de vista, que, certamente, virá esclarecer alunos, empresários, dirigentes e estudiosos das questões relacionadas à mudança organizacional. A visão de mundo formatada neste trabalho tem como compromisso disseminar o conhecimento das técnicas que viabilizam o enfrentamento das dificuldades ora impostas às organizações.

A leitura é simples e a capacidade de síntese do Prof. Márcio permite que se efetuem amarrações que dificilmente o iniciante seria capaz de fazer. A experiência, a disciplina, a visão didática do autor tornam a abordagem acessível ao leigo, fácil de ser compreendida e atraente para o leitor familiarizado com o tema Mudança e Qualidade."

Iris Barbosa Goulart - Profa. Dra. em Psicologia do Trabalho, UFMG


"Márcio Bambirra realizou este livro sobre um tema de grande atualidade. Ele demonstrou a importância da globalização - suas formas e impactos - sobre os métodos e técnicas gerenciais, as características das mudanças na empresa e como enfrentar o desafio da competência. Sem querer ser definitivo ou exaurir temática tão complexa, articula com precisão, uma avaliação comparativa para a maioria das organizações, além dos muros do liberalismo econômico."

Theotônio Dos Santos - Prof. Dr. em Economia, UFF

Autor(es)

Márcio Bambirra Santos é Administrador de Empresas e Economista, vem conjugando suas atividades de Professor universitário (CEFET-MG, FPL, PUC, dentre outras) há mais de 25 anos, com as de executivo de empresas (Informar, BIT, LEAD e GV) e consultor de organizações em projetos de revitalização tecnológica, expansão de negócios, avaliação de competências e sistemas da Qualidade (examinador sênior do Prêmio Mineiro da Qualidade em diversos ciclos, assim como no Prêmio Nacional da Qualidade e no Prêmio Mineiro de Gestão Ambiental). Desde a obtenção do mestrado em Economia, além dos cursos de Especialização em Computação e Política Científico - Tecnológica, e desenvolvimento do doutorado em Administração, vem participando de diversos eventos nacionais e internacionais como conferencista em Gestão, Educação e Inovação.

 

Sumário

Parte I TRABALHO, PRODUTIVIDADE E CAPITAL INTELECTUAL

1 Introdução - A Questão da Análise

2 Globalização, Internacionalização e Americanização

3 Emprego e Reatividade Social

4 A Medição da Produtividade e a Competitividade

5 Informação, Capital Intelectual e Competência

5.1 Conhecimento não é Fator Isolado

5.2 O Capital Intelectual

5.3 Formação de Competências

Parte II MUDANÇAS ORGANIZACIONAIS E QUALIDADE

1 A Rede da Economia Mundial

2 Mudança e Resistência

3 Qualidade e Mudança

4 Visão Sistêmica para a Mudança e a Inovação Organizacional

4.1 O Planejamento e a Estratégia como Autovias da Excelência

4.2 Planejamento Estratégico e Resultados no Sistema da Qualidade

Parte III TÉCNICAS

1 Introdução

2 Técnica 1 - Formação de Equipe

2.1 Apresentação

2.2 Condições de Aplicação

3 Técnica 2 - Brainstorming

3.1 Apresentação

3.2 Condições de Aplicação

4 Técnica 3 - 5 Por Quês

4.1 Apresentação

4.2 Condições de Aplicação

5 Técnica 4 - Matriz de Priorização

5.1 Apresentação

5.2 Condições de Aplicação

6 Técnica 5 - Matriz de Contingência

6.1 Apresentação

6.2 Condições de Aplicação

7 Técnica 6 - GUT - Gravidade, Urgência e Tendência

7.1 Apresentação

7.2 Condições de Aplicação

8 Técnica 7 - Lista de Verificação

8.1 Apresentação

8.2 Condições de Aplicação

9 Técnica 8 - Gráfico de Pareto

9.1 Apresentação

9.2 Condições de Aplicação

10 Técnica 9 - Estratificação

10.1 Apresentação

10.2 Condições de Aplicação

11 Técnica 10 - Fluxograma

11.1 Apresentação

11.2 Condições de Aplicação

12 Técnica 11 - Diagrama de Ishikawa (Causa-Efeito ou Espinha de Peixe)

12.1 Apresentação

12.2 Condições de Aplicação

13 Técnica 12 - Plano de Ação - 5W2H

13.1 Apresentação

13.2 Condições de Aplicação

14 Técnica 13 - Histograma

14.1 Apresentação

14.2 Condições de Aplicação

15 Técnica 14 - Gráfico de Dispersão

15.1 Apresentação

15.2 Condições de Aplicação

16 Técnica 15 - Matriz-Sefti

16.1 Apresentação

16.2 Condições de Aplicação

17 Técnica 16 - Cronograma-Diagrama de Gantt

17.1 Apresentação

17.2 Condições de Aplicação

18 Técnica 17 - Cartas de Controle

18.1 Apresentação

18.2 Condições de Aplicação

19 Técnica 18 - Gráfico Radar

19.1 Apresentação

19.2 Condições de Aplicação

Parte IV MÉTODOS

1 Introdução à Metodologia Gerencial

2 Níveis de Aplicação

3 O Lado das Pessoas nos Diversos Métodos

3.1 Trabalho em Equipe X Trabalho Individual

3.2 A Questão do Consenso na Equipe

3.3 Percepções e Vivência das Pessoas

3.3.1 Fase 1 - Formação

3.3.2 Fase 2 - Rebelião

3.3.3 Fase 3 - Organização

3.3.4 Fase 4 - Transformação

3.3.5 Fase 5 - Avaliação

4 5S: Como Preparar a Empresa para as Mudanças

4.1 Senso de Utilização

4.1.1 Definição

4.1.2 Regra

4.1.3 O que significa?

4.1.4 Como fazer?

4.1.5 Resultados

4.2 Senso de Ordenação

4.2.1 Definição

4.2.2 Regra

4.2.3 O que significa?

4.2.4 Como fazer?

4.2.5 Resultados

4.3 Senso de Limpeza

4.3.1 Definição

4.3.2 Regra

4.3.3 O que significa?

4.3.4 Como fazer?

4.3.5 Resultados

4.4 Senso de Saúde

4.4.1 Definição

4.4.2 Regra

4.4.3 O que significa?

4.4.4 Como fazer?

4.4.5 Resultados

4.5 Senso de Autodisciplina

4.5.1 Definição

4.5.2 Regra

4.5.3 O que significa?

4.5.4 Como fazer?

4.5.5 Resultados

4.6 O 6º S - Senso de Urgência

5 Metodologia para Prevenção e Solução de Problemas

5.1 FTA (Fault Tree Analysis) ou Análise da Árvore de Falhas

5.1.1 Símbolos básicos de eventos e portas usados na elaboração da árvore de falhas

5.1.2 Procedimentos para elaboração da FTA

5.1.3 Cálculo da probabilidade de falha

5.2 FMEA (Failure Mode and Effects Analysis) ou Análise dos Modos e Efeitos das Falhas

5.2.1 Prevenção e detecção

5.2.2 Interpretação da FMEA e geração do RPN

5.3 8D (8 Disciplinas) e MASP (Método para Análise e Solução de Problemas)

5.4 QFD (Quality Function Deployment)

5.4.1 QFD e o planejamento

5.4.2 PDCA, método científico, MASPe QFD

5.4.3 Etapas

5.5 TPS e LEAN

REFERÊNCIAS

Índice alfabético

A

  • Americanização. Globalização, internacionalização e americanização
  • Árvore de falhas. FTA (Fault Tree Analysis) ou Análise da Árvore de Falhas
  • Árvore de falhas. Símbolos básicos de eventos e portas usados na elaboração da árvore de falhas
  • Autovias de excelência. Planejamento e estratégia como autovias da excelência

B

  • Brainstorming. Técnica 2
  • Brainstorming. Técnica 2. Apresentação
  • Brainstorming. Técnica 2. Condições de aplicação

C

  • Cálculo da probabilidade de falha
  • Capital intelectual
  • Capital intelectual. Informação, capital intelectual e competência
  • Capital intelectual. Trabalho, produtividade e capital intelectual
  • Cartas de controle. Técnica 17
  • Cartas de controle. Técnica 17. Apresentação
  • Cartas de controle. Técnica17. Condições de aplicação
  • Cinco Por Quês. Técnica 3
  • Cinco Por Quês. Técnica 3. Apresentação
  • Cinco Por Quês. Técnica 3. Condições de aplicação
  • Cinco S: como preparar a empresa para as mudanças
  • Competência. Informação, capitalintelectual e competência
  • Competências. Formação de competências
  • Competitividade. Medição da produtividade e a competitividade
  • Conhecimento não éFator Isolado
  • Cronograma-Diagrama deGantt. Técnica 16
  • Cronograma-Diagrama de Gantt. Técnica 16. Apresentação
  • Cronograma-Diagrama de Gantt. Técnica 16. Condições de aplicação

D

  • Diagrama de Ishikawa (Causa-Efeito ou Espinha de Peixe). Técnica 11
  • Diagrama de Ishikawa (Causa-Efeito ou Espinha de Peixe). Técnica 11. Apresentação
  • Diagrama de Ishikawa (Causa-Efeito ou Espinha de Peixe). Técnica 11. Condições de aplicação
  • Disciplina. Oito D (8 Disciplinas) e MASP (Método para Análise e Solução de Problemas)

E

  • Economia. Rede da Economia Mundial
  • Emprego e reatividade social
  • Empresa. Cinco S: como preparara empresa para as mudanças
  • Equipe. Questão do consenso na equipe
  • Equipe. Trabalho em equipe x trabalho individual
  • Estratificação. Técnica 9
  • Estratificação. Técnica9. Apresentação
  • Estratificação. Técnica 9. Condições de aplicação

F

  • Falhas. Cálculo da probabilidade de falha
  • Falhas. FMEA (Failure Mode and Effects Analysis) ou Análise dos Modos e Efeitos das Falhas
  • Fator isolado. Conhecimento não é Fator Isolado
  • Figura 1. Múltiplas características dotrabalho
  • Figura 1. Parte II. A Equaçãoda Qualidade & Produtividade
  • Figura 1. Parte IV. Encadeamento dos Problemas da Qualidade
  • Figura 2. Parte II. Ciclo PDSA
  • Figura 2. Parte IV. Níveis de Abordagem na Dinâmica Empresarial
  • Figura 2. Quadro Geral de Algumas Novas Funções
  • Figura 3. Composição do setor quartenário
  • Figura 3. Parte II. Ciclo do PDCA
  • Figura 3. Parte IV. Implantação do 5S
  • Figura 4. Ciclo de Deming
  • Figura 4. Parte II. A Integração de Processos na Organização
  • Figura 4. Parte IV. 5 Sensos
  • Figura 5. Ciclodo Capitalismo
  • Figura 5. Parte II. Sistema de Informações e Níveis Empresariais
  • Figura 5. Parte IV. Classificação da Utilização
  • Figura 6. Estrutura doCapital Intelectual
  • Figura 6. Parte II. As Basesde Criação da Estratégia
  • Figura 6. Parte IV. Ordenaçãono Espaço de Trabalho
  • Figura 7. A Competência Funcional
  • Figura 7. Parte II. Composição do Planejamento Estratégico
  • Figura 7. Parte IV. As Variações de Falhas na Organização
  • Figura 8. Parte II. Geração do Planejamento Estratégico
  • Figura 8. Parte V. Causa-Efeito Vertical
  • Figura 9. Parte II. O Planejamento Estratégico e a Gestão da Qualidade
  • Figura 10. Parte II. Fluxo das Atividades do Negócio
  • Figura 10. Parte IV. Quadro Geral de FMEA
  • Figura 11. Parte IV. Fontes e Critérios de Avaliação DOS
  • Figura 12. Parte IV. Prioridadede Intervenção nas Causas
  • Figura 13. Parte IV. Diagrama das Fases Funcionais e Métodos da Qualidade
  • Figura 14. Parte IV. Tabela de Avaliação de Severidade
  • Figura 15. Parte IV. Tabela de Avaliação de Ocorrência
  • Figura 16. Parte IV. Tabela de Avaliação de Detecção
  • Figura 17. Parte IV. Características do Método 8D
  • Figura 18. Parte IV. As Etapas do QFD na Empresa
  • Figura 19. Parte IV. A Integração Metodológica
  • Figura 20. Parte IV. A Integração Metodológica
  • Figura 21. Parte IV. Exemplo de Questionário para Avaliação Quantitativa
  • Figura 22. Parte IV. Estruturação da "Casa da Qualidade"
  • Figura 23. Parte IV. Estabelecimento da Qualidade Exigida. Exemplo do Datashow
  • Figura 24. Parte IV. Exemplo de extração das características da qualidade de um Datashow
  • Figura 25. Parte IV. Qualidade Planejada e Projetada
  • Figura 26. Parte IV. A Casa da Qualidade
  • Figura 27. Parte IV. Guarda-Chuva LEAN
  • Fluxograma. Técnica 10
  • Fluxograma. Técnica10. Apresentação
  • Fluxograma. Técnica 10. Condições de aplicação
  • FMEA (Failure Mode and Effects Analysis) ou Análise dos Modos e Efeitos das Falhas
  • FMEA. Interpretação da FMEA e geração do RPN
  • FMEA. Prevenção e detecção
  • Formação de competências
  • Formação de Equipe. Técnica 1
  • Formação de Equipe. Técnica 1. Apresentação
  • Formação de Equipe. Técnica1. Condições de aplicação
  • FTA (Fault Tree Analysis) ou Análise da Árvore de Falhas
  • FTA. Procedimentos paraelaboração da FTA

G

  • Globalização, internacionalização e americanização
  • Gráfico 1. Tecnlogias diferentes
  • Gráfico 2. Intensificação na tecnologia
  • Gráfico 3. Evolução da Estrutura do Emprego no Brasil - 1950-2010
  • Gráfico 4. Nova Ordem Internacional nas Relações de Produção. Modelo de Clark
  • Gráfico 5. Crescimento Econômico X Desemprego no Brasil
  • Gráfico 6. As Eras de Mudanças
  • Gráfico 7. Globalização XProdutividade Relativa
  • Gráfico 8. O tamanho da mordida
  • Gráfico de Dispersão. Técnica 14
  • Gráfico de Dispersão. Técnica 14. Apresentação
  • Gráfico de Dispersão. Técnica 14. Condições de aplicação
  • Gráfico de Pareto. Técnica 8
  • Gráfico de Pareto. Técnica 8. Apresentação
  • Gráfico de Pareto. Técnica8. Condições de aplicação
  • Gráfico Radar. Técnica 18
  • Gráfico Radar. Técnica 18. Apresentação
  • Gráfico Radar. Técnica 18. Condições de aplicação
  • GUT. Gravidade, urgência etendência. Técnica 6
  • GUT. Gravidade, urgência e tendência. Técnica 6. Apresentação
  • GUT. Gravidade, urgência e tendência. Técnica 6. Condições de aplicação

H

  • Histograma. Técnica 13
  • Histograma. Técnica13. Apresentação
  • Histograma. Técnica 13.Condições de aplicação

I

  • Individual. Trabalho em equipe x trabalho individual
  • Informação, capital intelectual e competência
  • Inovação organizacional. Visão sistêmica para a mudança e a inovação organizacional
  • Internacionalização. Globalização, internacionalização e americanização
  • Interpretação da FMEAe geração do RPN
  • Introdução à metodologia gerencial
  • Introdução. A questão da análise

L

  • Lado das pessoas nos diversos métodos
  • LEAN e TPS
  • Lista de verificação. Técnica 7
  • Lista de verificação. Técnica 7. Apresentação
  • Lista de verificação. Técnica7. Condições de aplicação

M

  • MASP. PDCA, método científico, MASP e QFD
  • Matriz de contingência. Técnica 5
  • Matriz de contingência. Técnica 5. Apresentação
  • Matriz de contingência. Técnica 5. Condições de aplicação
  • Matriz de priorização. Técnica 4
  • Matriz de priorização. Técnica 4. Apresentação
  • Matriz de priorização. Técnica 4. Condições de aplicação
  • Matriz-Sefti.Técnica 15
  • Matriz-Sefti. Técnica 15. Apresentação
  • Matriz-Sefti. Técnica 15.Condições de aplicação
  • Medição da produtividade e a competitividade
  • Método científico. PDCA, método científico, MASP e QFD
  • Metodologia gerencial. Introdução
  • Metodologia para prevençãoe solução de problemas
  • Métodos
  • Métodos. Lado das pessoasnos diversos métodos
  • Métodos. Níveisde aplicação
  • Mudança e qualidade
  • Mudança e resistência
  • Mudança. Cinco S: como preparar a empresa para as mudanças
  • Mudanças organizacionais e qualidade

O

  • Oito D (8 Disciplinas) e MASP (Método para Análise e Solução de Problemas)
  • Organização. Mudanças organizacionais e qualidade

P

  • PDCA, método científico, MASP e QFD
  • PDCA. Etapas
  • Percepções e vivência das pessoas
  • Percepções e vivência das pessoas. Fase 1. Formação
  • Percepções e vivência das pessoas. Fase 2. Rebelião
  • Percepções e vivência das pessoas. Fase 3. Organização
  • Percepções e vivência das pessoas. Fase 4. Transformação
  • Percepções e vivência das pessoas. Fase 5. Avaliação
  • Planejamento e estratégia como autovias da excelência
  • Planejamento estratégico e resultados no sistema da qualidade
  • Planejamento. QFD e o planejamento
  • Plano de Ação - 5W2H. Técnica 12
  • Plano de Ação - 5W2H. Técnica 12. Apresentação
  • Plano de Ação - 5W2H. Técnica 12. Condições de aplicação
  • Prevenção. Metodologia para prevenção e solução de problemas
  • Procedimentos para elaboração da FTA
  • Produtividade. Medição da produtividade e a competitividade
  • Produtividade. Trabalho, produtividade e capital intelectual

Q

  • QFD (Quality Function Deployment)
  • QFD e o planejamento
  • QFD. PDCA, método científico, MASP e QFD
  • Qualidade e mudança
  • Qualidade. Cinco S: como preparar a empresa para as mudanças
  • Qualidade. Mudanças organizacionais e qualidade
  • Qualidade. Planejamento estratégico eresultados no sistema da qualidade
  • Qualidade. QFD (Quality Function Deployment)
  • Questão do consenso na equipe

R

  • Reatividade social e emprego
  • Rede da Economia Mundial
  • Referências
  • Relações de produção. Introdução. A questão da análise
  • Resistência e mudança
  • RPN. Interpretação da FMEA e geração do RPN

S

  • Senso de autodisciplina
  • Senso de autodisciplina. Como fazer?
  • Senso de autodisciplina. Definição
  • Senso de autodisciplina. O que significa?
  • Senso de autodisciplina. Regra
  • Senso de autodisciplina. Resultados
  • Senso de limpeza
  • Senso de limpeza.Como fazer?
  • Senso de limpeza. Definição
  • Senso de limpeza. Oque significa?
  • Senso de limpeza. Regra
  • Senso de limpeza. Resultados
  • Senso de ordenação
  • Senso de ordenação. Como fazer?
  • Senso de ordenação. Definição
  • Senso de ordenação.O que significa?
  • Senso de ordenação. Regra
  • Senso de ordenação. Resultados
  • Senso de saúde
  • Senso de saúde.Como fazer?
  • Senso de saúde. Definição
  • Senso de saúde. Oque significa?
  • Senso de saúde. Regra
  • Senso de saúde. Resultados
  • Senso de urgência. Sexto S.
  • Senso deutilização
  • Senso de utilização.Como fazer?
  • Senso de utilização. Definição
  • Senso de utilização. Oque significa?
  • Senso de utilização. Regra
  • Senso de utilização. Resultados
  • Sexto S. Senso de urgência
  • Símbolos básicos de eventos e portas usados na elaboração da árvore de falhas
  • Solução. Metodologia para prevenção e solução de problemas

T

  • Técnica 1. Formação de Equipe
  • Técnica 2.Brainstorming
  • Técnica 3. 5 Por Quês
  • Técnica 4. Matriz de priorização
  • Técnica 5. Matriz de contingência
  • Técnica 6. GUT. Gravidade,urgência e tendência
  • Técnica 7. Listade verificação
  • Técnica 8. Gráfico de Pareto
  • Técnica 9. Estratificação
  • Técnica 10. Fluxograma
  • Técnica 11. Diagrama deIshikawa (Causa-Efeito ou Espinha de Peixe)
  • Técnica 12. Plano de Ação - 5W2H
  • Técnica 13. Histograma
  • Técnica 14. Gráficode Dispersão
  • Técnica 15. Matriz-Sefti
  • Técnica 16. Cronograma-Diagrama de Gantt
  • Técnica 17. Cartasde controle
  • Técnica 18. Gráfico Radar
  • Técnicas
  • Técnicas. Introdução
  • TPS e LEAN
  • Trabalho em equipe x trabalho individual
  • Trabalho em equipe. Lado das pessoas nos diversos métodos
  • Trabalho, produtividadee capital intelectual

V

  • Visão sistêmica para a mudança e a inovação organizacional
  • Vivência e percepções das pessoas

Recomendações

Capa do livro: Gestão de Instituições de Ensino Superior - Teoria e Prática, Íris Barbosa Goulart e Sudário Papa Filho

Gestão de Instituições de Ensino Superior - Teoria e Prática

 Íris Barbosa Goulart e Sudário Papa FilhoISBN: 978853622352-0Páginas: 194Publicado em: 18/02/2009

Versão impressa

R$ 59,90Adicionar ao
carrinho