Contabilidade Avançada e Dinâmica Gerencial - Para Negócios Globalizados

2ª Edição – Revista e Atualizada Tomislav R. Femenick

Parcele em até 6x sem juros no cartão.
Parcela mínima de R$ 20,00

Versão impressa

Ficha técnica

Autor(es): Tomislav R. Femenick

ISBN: 978853624136-4

Edição/Tiragem: 2ª Edição – Revista e Atualizada

Acabamento: Brochura

Número de páginas: 270

Publicado em: 05/04/2013

Área(s): Contabilidade Geral Aplicada

Sinopse

Qualquer que seja a prática contábil exercida pelo contabilista, sempre será uma função que espelha ou se reflete em um universo mais amplo: o mundo dos negócios. Esse fenômeno nos leva a considerar a nova realidade do mercado globalizado. Assim, serão abordados, tanto temas tratados na maioria dos compêndios de Contabilidade Avançada, quanto alguns aspectos relevantes que, usualmente, deles fazem parte.

Por essa peculiaridade, este livro destina-se a um público variado, com ênfase para estudantes e profissionais de Ciências Contábeis e gestores empresariais, abordando assuntos de Contabilidade Avançada, sob o enfoque dessa nova realidade econômica, entre eles:

• Perícia Contábil;
• Estoques;
• Consolidação das Demonstrações Contábeis;
• Custos;
• Orçamento Empresarial;
• Formas Jurídicas das Sociedades Empresárias.

Escrito em linguagem simples, a obra proporciona uma compreensão desses e outros assuntos de forma didática, levando aos leitores uma gama de conhecimentos e informações necessárias à prática da Contabilidade Avançada.

 

Autor(es)

Tomislav R. Femenick
Mestre em Economia, pela PUC/SP, com extensão em Sociologia e História. Pós-graduado em Economia Aplicada para Executivos, pela FGV/SP e Bacharel em Ciências Contábeis pela Universidade Cidade de São Paulo. É Professor universitário, Auditor, Consultor e Perito Contábil e Especialista em Avaliação de Sociedades Empresárias. Membro da Academia Norte-rio-grandense de Ciências Contábeis e do Instituto Histórico e Geográfico do Rio Grande do Norte. É autor, com cerca de 40 obras, e seus livros são adotados por importantes universidades brasileiras e, também, estão nas prateleiras das bibliotecas das mais importantes instituições de ensino da América do Norte e da Europa. Suas obras estão em Harvard, Princeton, Stanford, Cornell, Berkeley, Washington University, Brown University, University of Illinois, Indiana University, University of Delaware, na Universidad Complutense de Madrid e na Universidade de Coimbra. Publica regularmente artigos em revistas acadêmicas e literárias. Como jornalista, atuou em vários órgãos de imprensa do país. Como articulista, ainda colabora em diversos órgãos da imprensa nacional.

Sumário

1 CONCEITOS AVANÇADOS

Capítulo 1 - Perícia Contábil

Parte 1 - Questões Fundamentais da Perícia Contábil

1 Natureza e Características das Perícias

1.1 Perícia Judicial

1.2 Perícia Semijudicial

1.3 Perícia Extrajudicial

1.4 Perícia Arbitral

2 O Perito

2.1 O Perito Contábil

2.2 Impedimento

2.3 Recusa

2.4 Independência

2.5 Sigilo, Zelo e Responsabilidade

2.6 Equipe Técnica

2.7 Honorários

3 O Planejamento da Perícia

4 O Trabalho Pericial

4.1 As Provas

4.1.1 A natureza das provas

4.1.2 Os tipos das provas

4.2 A Diligência

4.2.1 Termo de diligência

4.2.2 Documentação da diligência

5 Laudo Pericial

5.1 A Estrutura do Laudo Pericial

5.1.1 Identificação do processo

5.1.2 Síntesedo litígio

5.1.3 Considerações preliminares

5.1.4 Detalhamento da metodologia adotada

5.1.5 Diligências realizadas

5.1.6 Quesitos

5.1.7 Conclusão

5.1.8 Anexos e apêndices

5.1.9 Assinatura

Parte 2 - Tópicos Relevantes da Perícia Contábil

1 Perícia Contábile o Novo CPC

2 Empresas, Perícia Judicial e Verdade Formal

3 Contendas em Empresas Familiares e Perícia Contábil

Capítulo 2 - Considerações Sobre a Rubrica "Estoques"

1 Conceitos

1.1 Conceito Legal

1.2 Conceito Fiscal

1.3 Conceito Financeiro

1.4 Conceito Contábil

1.5 Conceito Gerencial

2 Dimensionamento dos Estoques

2.1 Giro dos Estoques

2.2 Lotes Econômicos

2.3 Estoques Mínimos

2.4 Eliminação de Perdas

Capítulo 3 - A Contabilização de Estoque em Ambiente de Mercado Globalizado

1 O Contexto

2 O Novo Paradigma

3 As Práticas e Normas Contábeis

4 A Cadeia de Suprimento

5 As Normas Contábeis sobre Estoques

Capítulo 4 - Consolidação das Demonstrações Contábeis

1 Fundamentos Conceituais

2 Utilidade das Demonstrações Contábeis Consolidadas

2.1 Do Ponto de Vista Societário e Fiscal

2.2 Do Ponto de Vista do Investidor ou Credor

2.3 Do ponto de Vista Administrativo e Gerencial

3 Obrigatoriedade da Consolidação

3.1 Preceitos Legais

3.2 Preceitos Contábeis Internacionais

3.3 Preceitos Contábeis Brasileiros

3.4 Preceitos da CVM

4 Procedimentos Relevantes para a Consolidação de Balanços

4.1 Entidades que Podem ser Excluídas da Consolidação

4.2 Uniformidade dos Procedimentos Contábeis

4.3 Eliminações Necessárias no Procedimento de Consolidação

5 Uniformidade do Período de Abrangência da Consolidação

Capítulo 5 - Conceitos Fundamentais sobre Custos

1 Terminologia

2 Custos Diretos e Indiretos

2.1 Custos Diretos

2.2 Custos Indiretos

2.3 Depreciação

3 Custos Fixos e Custos Variáveis

3.1 Custos Fixos

3.2 Custos Variáveis

4 Custos Semifixos e Custos Semivariáveis

4.1 Custos Semifixos

4.2 Custos Semivariáveis

Capítulo 6 - Custos Invisíveis e Custos Ocultos

1 Custos Invisíveis

1.1 Custos Tributários Diferenciados

1.2 Custos Operacionais Externos

1.2.1 Custo de embarque

1.2.2 Custo de transporte de apoio

1.2.3 O custo da burocracia

1.3 Custos Operacionais Internos

1.3.1 Localização

1.3.2 Tecnologia defasada

1.3.3 Logística dedistribuição

1.3.4 Controles internos inadequados

2 Custos Ocultos

2.1 Reformas

2.2 Manutenção Ineficiente

2.3 Mão de Obra não Capacitada

3 A Solução

Capítulo 7 - Orçamento Empresarial

Parte 1 - Conceitos Gerais sobre Orçamento

1 Fundamentos Essenciais de Orçamento

1.1 Planejamento

1.2 Custos

1.3 Receita

1.4 Controle

2 O Conjunto Orçamentário

3 Orçamento como Ferramenta de Planejamento Organizacional

4 Dificuldades na Implantação de Orçamento

4.1 Formulação do Cenário Futuro

4.2 Motivação dos Envolvidos

4.3 Estrutura Organizacional

5 Tipos de Orçamento

Parte 2 - Orçamento nas Sociedades Empresárias

1 Para Entender a Função Orçamento

1.1 Formulações Teóricas

1.2 Formulações Conceituais

2 O Processo Orçamentário

2.1 A Elaboração do Orçamento

2.2 A Execução Orçamentária

2.3 O Controle Orçamentário

3 Vantagens do Uso do Orçamento Empresarial

4 Metodologia

5 Considerações Finais

Parte 3 - Planejamento e Controle Orçamentário

1 Etapas e Fundamentos

1.1 Planejamento Orçamentário

1.2 Controle do Orçamento Empresarial

1.3 O Orçamento Empresarial

1.3.1 A medida da eficiência

2 Metodologia

3 A Teoria

3.1 O Planejamento

3.2 O Controle

3.2.1 Modelo de relatório de acompanhamento do orçamento

4 A Prática

4.1 Tabulação e Leitura das Entrevistas

Questão 1: Como são planejados os orçamentos e quais os responsáveis pela elaboração dos mesmos?

Questão 2: Como se dá a interação entre os níveis administrativos (estratégico, tático e operacional)?

Questão 3: Qual é o setor da organização que faz o planejamento e controle do orçamento?

Questão 4: Quais as ferramentas utilizadas para controlar o orçamento e como se dá esse controle?

Questão 5: Há interação entre os departamentos para a formalização dos planejamentos e controle ou ocorre uma interdependência departamental?

5 Considerações Finais

Capítulo 8 - Joint Venture

1 Os Fatos, a Expressão e o Direito

2 Conceitos

3 Características

3.1 Características Gerais

3.2 Características Específicas para as Sociedades Formais

3.3 Características das sociedades informais

4 Vantagens

5 Riscos

6 Due Diligence

7 Joint Venture Passo a Passo

8 As Decisões nas Joint Ventures

9 Aspectos Contábeis

9.1 Conceitos Contábeis Relacionados às Joint Ventures

Capítulo 9 - Fusão, Incorporação e Cisão de Empresas

1 Reengenharia de Negócios

1.1 Aspectos Contábeis

1.2 Aspectos Jurídicos

2 Fusão e Incorporação

2.1 Fusão

2.2 Incorporação

3 Cisão

2 FORMAS JURÍDICAS DAS SOCIEDADES EMPRESÁRIAS

Capítulo 1 - As Organizações Empresárias

1 As Origens

1.1 A Legislação Empresarial no Brasil

2 Tipificação Jurídicadas Sociedades

3 Classificação das Sociedades

3.1 As Sociedades Personificadas

3.2 As Sociedades Não Personificadas

3.3 Responsabilidade dos Sócios

4 Das Categorias Socioeconômicas

4.1 Sociedades de Pessoas

4.2 Sociedades de Capital

4.3 Sociedades Mistas (de Pessoas e de Capital)

Capítulo 2 - As Sociedades Anônimas

1 Digressão Histórica

2 As Sociedades Anônimas, Segundo a Legislação Brasileira

2.1 Sociedade Anônima de Capital Aberto

2.2 Sociedade Anônima de Capital Fechado

3 O Capital Social das Sociedades Anônimas

3.1 As Ações das Sociedades Anônimas

3.1.1 Quanto à espécie das ações das Sociedades Anônimas

3.1.2 Quanto à forma das ações das Sociedades Anônimas

3.1.3 Formalização da propriedade das ações das Sociedades Anônimas

4 A Administração das Sociedades Anônimas

4.1 Conselho de Administração das Sociedades Anônimas

4.2 Diretoria das Sociedades Anônimas

4.3 Conselho Fiscal das Sociedades Anônimas

5 Assembleias Gerais das Sociedades Anônimas

5.1 Assembleia Geral Ordinária das Sociedades Anônimas

5.2 Assembleia Geral Extraordinária das Sociedades Anônimas

Capítulo 3 - As Sociedades Limitadas

1 Digressão Histórica

2 As Sociedades Limitadas, Segundo a Legislação Brasileira

3 Capital Social das Sociedades Limitadas

4 A Administração das Sociedades Limitadas

4.1 Conselho Fiscal das Sociedades Limitadas

5 Assembleia ou Reunião dos Sócios das Sociedades Limitadas

Capítulo 4 - As Sociedades Simples

1 Digressão Histórica

2 Digressão Teórica

3 As Sociedades Simples, Segundo a Legislação Brasileira

4 O Capital Social das Sociedades Simples

5 A Administração das Sociedades Simples

6 Deliberações dos Sócios das Sociedades Simples

Capítulo 5 - As Sociedades Cooperativas

1 Digressão Histórica

1.1 Cooperativismo como Teorias e Tentativas

1.2 Cooperativismo como Prática

1.3 Cooperativismo no Brasil

2 As Sociedades Cooperativas Segundo a Legislação Brasileira

2.1 Autorização de Funcionamento

3 Capital Social das Sociedades Cooperativas

4 A Administração das Sociedades Cooperativas

4.1 Conselho Fiscal das Sociedades Cooperativas

5 Assembleias Gerais das Sociedades Cooperativas

5.1 Assembleias Gerais Ordinárias

5.2 Assembleias Gerais Extraordinárias

Capítulo 6 - As Sociedades em Conta de Participação

1 Digressão Histórica

2 As Sociedades em Conta de Participação Segundo a Legislação Brasileira

Capítulo 7 - As Sociedades em Nome Coletivo

1 Digressão Histórica

2 As Sociedades em Nome Coletivo Segundo a Legislação Brasileira

3 O Capital Social das Sociedades em Nome Coletivo

4 A Administração das Sociedades em Nome Coletivo

5 Deliberação dos Sócios das Sociedades em Nome Coletivo

Capítulo 8 - As Sociedades em Comandita Simples

1 Digressão Histórica

2 As Sociedades em Comandita Simples Segundo a Legislação Brasileira

3 O Capital Social das Sociedades em Comandita Simples

4 A Administração das Sociedades em Comandita Simples

5 Deliberação dos Sócios das Sociedades em Comandita Simples

Capítulo 9 - As Sociedades em Comandita por Ações

1 Digressão Histórica

2 As Sociedades em Comanditas por Ações Segundo a Legislação Brasileira

3 O Capital Social das Sociedades em Comanditas por Ações

4 A Administração das Sociedades em Comanditas por Ações

5 Deliberação dos Sócios das Sociedades em Comanditas por Ações

Capítulo 10 - As Empresas Individuais

1 Digressão Histórica

2 As Empresas Individuais na Legislação Brasileira

3 Ato Constitutivo e Registro das Empresas Individuais de Responsabilidade Limitada

REFERÊNCIAS

Índice alfabético

A

  • Ações das sociedades anônimas
  • Administração das sociedades anônimas
  • Administração das sociedades cooperativas
  • Administração das sociedadesem comandita simples
  • Administração das sociedadesem comanditas por ações
  • Administração das sociedades em nome coletivo
  • Administração das sociedades limitadas
  • Administração das sociedades simples
  • Assembleia geral extraordinária das sociedades anônimas
  • Assembleia geral ordinária das sociedades anônimas
  • Assembleia ou reunião dos sócios das sociedades limitadas
  • Assembleias gerais das sociedades anônimas
  • Assembleias gerais das sociedades cooperativas
  • Assembleias gerais extraordinárias
  • Assembleias gerais extraordinárias
  • Assembleias gerais ordinárias
  • Ato constitutivo e registro das empresas individuais de responsabilidade limitada

C

  • Cadeia de suprimento
  • Cálculo. Memória de cálculo
  • Capital aberto. Sociedade anônima de capital aberto
  • Capital fechado. Sociedade anônima de capital fechado
  • Capital social das sociedades anônimas
  • Capital social das sociedades cooperativas
  • Capital social das sociedades em comandita simples
  • Capital social das sociedades em comanditas por ações
  • Capital social das sociedades em nome coletivo
  • Capital social das sociedades limitadas
  • Categorias socioeconômicas
  • Cisão
  • Comandita por ações. Sociedades em comandita por ações
  • Comandita simples. Sociedades em comandita simples
  • Conceitos avançados
  • Conselho de administração das sociedades anônimas
  • Conselho fiscal das sociedades anônimas
  • Conselho fiscal das sociedades cooperativas
  • Conselho fiscal das sociedades limitadas
  • Considerações sobre arubrica "esto ques"
  • Consolidação das demonstrações contábeis
  • Consolidação de balanços. Procedimentos relevantes
  • Consolidação. Entidades que podem ser excluídas da consolidação
  • Consolidação. Uniformidade do período de abrangência da consolidação
  • Contabilização de estoque em ambiente de mercado globalizado
  • Contendas em empresas familiares e perícia contábil
  • Controle orçamentário. Planejamento
  • Cooperativismo como prática
  • Cooperativismo como teorias e tentativas
  • Cooperativismo no Brasil
  • CPC. Perícia contábil e o novo CPC
  • Custo da burocracia
  • Custo de embarque
  • Custo de transporte de apoio
  • Custos diretos e indiretos
  • Custos diretos
  • Custos fixos e custos variáveis
  • Custos fixos
  • Custos indiretos
  • Custos invisíveis ecustos ocultos
  • Custos invisíveis
  • Custos ocultos
  • Custos operacionais externos
  • Custos operacionais internos
  • Custos semifixos e custos semivariáveis
  • Custos semifixos
  • Custos semivariáveis
  • Custos tributáriosdiferenciados
  • Custos variáveis
  • Custos. Conceitos fundamentais sobre custos
  • Custos. Controles internos inadequados
  • Custos. Exemplo de um hotel. Fonte: dados da pesquisa. Quadro 1
  • Custos. Localização
  • Custos. Manutenção ineficiente
  • Custos. Mão de obra não capacitada
  • Custos. Reformas
  • Custos. Solução
  • Custos. Tecnologia defasada
  • Custos. Terminologia
  • CVM. Preceitos da CVM

D

  • Deliberação dos sócios das sociedades em comandita simples
  • Deliberação dos sócios das sociedades em comanditas por ações
  • Deliberação dos sócios das sociedades em nome coletivo
  • Deliberações dos sócios das sociedades simples
  • Demonstrações consolidadas. Eliminações necessárias no procedimento de consolidação
  • Demonstrações consolidadas. Entidades que podem ser excluídas da consolidação
  • Demonstrações consolidadas.Fundamentos conceituais
  • Demonstrações consolidadas. Obrigatoriedade da consolidação
  • Demonstrações consolidadas. Ponto devista administrativo e gerencial
  • Demonstrações consolidadas. Pontode vista societário e fiscal
  • Demonstrações consolidadas. Preceitos legais
  • Demonstrações consolidadas. Utilidade das demonstrações contábeis consolidadas
  • Demonstrações contábeis consolidadas. Ponto de vista do investidor ou do credor
  • Demonstrações contábeis. Consolidação
  • Demonstrações contábeis. Uniformidade do período de abrangência da consolidação
  • Demonstrações contábeis. Uniformidade dos procedimentos contábeis
  • Depreciação
  • Diligência
  • Diligência. Documentação da diligência
  • Diligência. Termode diligência
  • Dimensionamento dos estoques
  • Diretoria das sociedades anônimas
  • Documentação da diligência

E

  • Eliminações necessárias no procedimento de consolidação
  • Empresa familiar. Contendas em empresas familiares e perícia contábil
  • Empresas individuais na legislação brasileira
  • Empresas individuais
  • Empresas individuais. Digressão histórica
  • Empresas, perícia judicial e verdade formal
  • Entidades que podem ser excluídas da consolidação
  • Estoque. Conceito contábil
  • Estoque. Conceito financeiro
  • Estoque. Conceito fiscal
  • Estoque. Conceito gerencial
  • Estoque. Conceito legal
  • Estoque. Conceitos
  • Estoque. Considerações sobre a rubrica "estoques"
  • Estoque. Contabilização de estoque emambiente de mercado globalizado
  • Estoque. Dimensionamento dos estoques
  • Estoque. Giro dos estoques
  • Estoque. Normas contábeis sobre estoques
  • Estoques mínimos
  • Estrutura do laudo pericial

F

  • Formas jurídicas das sociedades empresárias
  • Fundamentos conceituais
  • Fusão e incorporação
  • Fusão, incorporação e cisão de empresas
  • Fusão, incorporação e cisão de empresas. Aspectos contábeis
  • Fusão, incorporação e cisão de empresas. Aspectos jurídicos
  • Fusão, incorporação e cisão de empresas. Reengenharia de negócios
  • Fusão

I

  • Incorporação, fusão e cisão de empresas
  • Incorporação. Fusão e incorporação

J

  • Joint Venture
  • Joint Venture. Aspectos contábeis
  • Joint Venture. Características das sociedades informais
  • Joint Venture. Características específicasdas sociedades formais
  • Joint Venture. Características
  • Joint Venture. Conceitos contábeis relacionados
  • Joint Venture. Conceitos
  • Joint Venture. Decisões
  • Joint Venture. Due diligence
  • Joint Venture. Os fatos, a expressão e o direito
  • Joint Venture. Passo a passo
  • Joint Venture. Riscos
  • Joint Venture. Vantagens

L

  • Laudo pericial
  • Laudo pericial. Estrutura
  • Laudo pericial. Estrutura. Anexos e apêndices
  • Laudo pericial. Estrutura. Assinatura
  • Laudo pericial. Estrutura. Conclusão
  • Laudo pericial. Estrutura.Considerações preliminares
  • Laudo pericial. Estrutura. Detalhamento da metodologia adotada
  • Laudo pericial. Estrutura. Diligências realizadas
  • Laudo pericial. Estrutura.Identificação do processo
  • Laudo pericial. Estrutura. Quesitos
  • Laudo pericial. Estrutura. Síntesedo litígio
  • Litígio. Síntese do litígio
  • Logística de distribuição
  • Lotes econômicos

M

  • Memória de cálculo
  • Mercado globalizado. Contabilização de estoque em ambiente de mercado globalizado
  • Mercado globalizado. Estoque. Contexto
  • Mercado globalizado. Estoque. Novo paradigma

N

  • Normas contábeissobre estoques
  • Normas contábeis. Práticas e normas contábeis

O

  • Orçamento empresarial
  • Orçamento empresarial
  • Orçamento nas sociedades empresárias
  • Orçamento. Conceitos gerais sobre orçamento
  • Orçamento. Conjunto orçamentário
  • Orçamento. Considerações finais
  • Orçamento. Considerações finais
  • Orçamento. Controle do orçamento empresarial
  • Orçamento. Controle orçamentário
  • Orçamento. Controle
  • Orçamento. Custos
  • Orçamento. Dificuldades naimplantação de orçamento
  • Orçamento. Elaboração do orçamento
  • Orçamento. Estrutura organizacional
  • Orçamento. Etapas e fundamentos
  • Orçamento. Execução orçamentária
  • Orçamento. Formulação do cenário futuro
  • Orçamento. Formulações conceituais
  • Orçamento. Formulações teóricas
  • Orçamento. Fundamentos essenciais de orçamento
  • Orçamento. Medidada eficiência
  • Orçamento. Metodologia
  • Orçamento. Metodologia
  • Orçamento. Motivação dos envolvidos
  • Orçamento. Orçamento como ferramenta de planejamento organizacional
  • Orçamento. Para entendera função orçamento
  • Orçamento. Planejamento orçamentário
  • Orçamento. Planejamento
  • Orçamento. Processo orçamentário
  • Orçamento.Receita
  • Orçamento. Tiposde orçamento
  • Orçamento. Vantagens do uso do orçamento empresarial
  • Organizações empresárias
  • Organizações empresárias. Legislação empresarial no Brasil
  • Organizações empresárias. Origens
  • Organizações empresárias. Tipificação jurídica das sociedades

P

  • Papéis de trabalho
  • Perdas. Eliminação de perdas
  • Perícia arbitral
  • Perícia contábile o novo CPC
  • Perícia contábil
  • Perícia contábil. Contendas em empresas familiares e perícia contábil
  • Perícia contábil. Questões fundamentais
  • Perícia contábil. Tópicos relevantes
  • Perícia extrajudicial
  • Perícia judicial
  • Perícia judicial. Empresas, perícia judicial e verdade formal
  • Perícia semijudicial
  • Perícia. Laudo pericial
  • Perícia. Natureza e características dasperícias
  • Perícia. Planejamento da perícia
  • Perícia. Trabalho pericial
  • Perito contábil
  • Perito
  • Perito. Equipe técnica
  • Perito. Honorários
  • Perito. Impedimento
  • Perito. Independência
  • Perito. Recusa
  • Perito. Sigilo, zelo e responsabilidade
  • Planejamento da perícia
  • Planejamento e controle orçamentário
  • Planejamento orçamentário. Controle
  • Planejamento orçamentário. Modelo de relatório de acompanhamento do orçamento
  • Planejamento orçamentário. Planejamento
  • Planejamento orçamentário. Prática
  • Planejamento orçamentário. Teoria
  • Prática. Questão 1. Como são planejados os orçamentos e quais os responsáveis pela elaboração dos mesmos?
  • Prática. Questão 2. Como se dá a interação entre os níveis administrativos (estratégico, tático e operacional)?
  • Prática. Questão 3. Qual é o setor da organização que faz o planejamento e controle do orçamento?
  • Prática. Questão 4. Quais as ferramentas utilizadas para controlar o orçamento e como se dá esse controle?
  • Prática. Questão 5. Há interação entre os departamentos para a formalização dos planejamentos e controle ou ocorre uma interdependência departamental?
  • Práticas e normas contábeis
  • Preceitos contábeis brasileiros
  • Preceitos contábeisinternacionais
  • Preceitos da CVM
  • Procedimentos relevantes para a consolidação de balanços
  • Processo. Identificação do processo
  • Propriedade. Formalização da propriedade das ações das sociedades anônimas
  • Provas
  • Provas. Natureza das provas
  • Provas. Tipos das provas

Q

  • Quadro 1. Exemplo de um hotel.Fonte: dados da pesquisa
  • Questões fundamentaisda perícia contábil

R

  • Reengenharia de negócios
  • Referências
  • Responsabilidade dos sócios

S

  • Sociedade anônima de capital aberto
  • Sociedade anônima de capital fechado
  • Sociedades anônimas, segundoa legislação brasileira
  • Sociedades anônimas
  • Sociedades anônimas. Ações das sociedades anônimas
  • Sociedades anônimas. Administração das sociedades anônimas
  • Sociedades anônimas. Assembleia geral extraordinária das sociedades anônimas
  • Sociedades anônimas. Assembleia geral ordinária das sociedades anônimas
  • Sociedades anônimas. Assembleias gerais
  • Sociedades anônimas. Capital social das sociedades anônimas
  • Sociedades anônimas. Conselho de administração das sociedades anônimas
  • Sociedades anônimas.Conselho fiscal
  • Sociedades anônimas. Digressão histórica
  • Sociedades anônimas. Diretoria
  • Sociedades anônimas. Formalização dapropriedade das ações das sociedades anônimas
  • Sociedades anônimas. Quanto à espécie das ações das sociedades anônimas
  • Sociedades anônimas. Quanto à forma das ações das sociedades anônimas
  • Sociedades cooperativas segundo a legislação brasileira
  • Sociedades cooperativas
  • Sociedades cooperativas. Administração
  • Sociedades cooperativas.Assembleias gerais
  • Sociedades cooperativas. Autorização de funcionamento
  • Sociedades cooperativas. Capital social das sociedades cooperativas
  • Sociedades cooperativas. Conselho fiscal
  • Sociedades cooperativas. Digressão histórica
  • Sociedades de capital
  • Sociedades de pessoas
  • Sociedades em comandita por ações
  • Sociedades em comandita por ações. Digressão histórica
  • Sociedades em comandita simples segundo a legislação brasileira
  • Sociedades em comandita simples
  • Sociedades em comandita simples. Administração
  • Sociedades em comandita simples. Capital social
  • Sociedades em comandita simples. Deliberação dos sócios
  • Sociedades em comandita simples. Digressão histórica
  • Sociedades em comanditas por açõessegundo a legislação brasileira
  • Sociedades em comanditas por ações. Administração
  • Sociedades em comanditas por ações. Capital social
  • Sociedades em comanditas por ações. Deliberação dos sócios
  • Sociedades em conta de participaçãosegundo a legislação brasileira
  • Sociedades em conta de participação
  • Sociedades em conta de participação. Digressão histórica
  • Sociedades em nome coletivo segundo a legislação brasileira
  • Sociedades em nome coletivo
  • Sociedades em nome coletivo. Administração
  • Sociedades em nome coletivo. Capital social
  • Sociedades em nome coletivo. Deliberação dos sócios
  • Sociedades em nome coletivo. Digressão histórica
  • Sociedades empresárias. Categorias socioeconômicas
  • Sociedades empresárias. Classificação das sociedades
  • Sociedades empresárias. Formas jurídicas
  • Sociedades limitadas, segundo a legislação brasileira
  • Sociedades limitadas
  • Sociedades limitadas. Administração
  • Sociedades limitadas. Assembleia ou reunião dos sócios das sociedades limitadas
  • Sociedades limitadas. Capital social das sociedades limitadas
  • Sociedades limitadas. Conselho fiscal das sociedades limitadas
  • Sociedades limitadas. Digressão histórica
  • Sociedades mistas (de pessoas e de capital)
  • Sociedades não personificadas
  • Sociedades personificadas
  • Sociedades simples, segundo a legislação brasileira
  • Sociedades simples
  • Sociedades simples. Capital social das sociedades simples
  • Sociedades simples. Deliberações dossócios das sociedades simples
  • Sociedades simples. Digressão histórica
  • Sociedades simples. Digressão teórica
  • Sócios. Responsabilidade dos sócios
  • Suprimento. Cadeia de suprimento

T

  • Tabulação e leitura das entrevistas
  • Termo de diligência
  • Tópicos relevantes da perícia contábil
  • Trabalho pericial

U

  • Uniformidade do período de abrangência da consolidação
  • Uniformidade dos procedimentos contábeis
  • Utilidade das demonstraçõescontábeis consolidadas

V

  • Verdade formal. Empresas, perícia judicial e verdade formal

Recomendações

Capa do livro: Exame de Suficiência em Contabilidade - Teoria da Contabilidade - Inclui Exercícios e Provas do CFC com Gabaritos, Wilson Alberto Zappa Hoog

Exame de Suficiência em Contabilidade - Teoria da Contabilidade - Inclui Exercícios e Provas do CFC com Gabaritos

2ª Edição - Revista e AtualizadaWilson Alberto Zappa HoogISBN: 978853624226-2Páginas: 160Publicado em: 11/07/2013

Versão impressa

R$ 49,90Adicionar ao
carrinho
Capa do livro: Moderno Dicionário Contábil da Retaguarda à Vanguarda - Contém os Conceitos das IFRS, Organizador: Wilson Alberto Zappa Hoog

Moderno Dicionário Contábil da Retaguarda à Vanguarda - Contém os Conceitos das IFRS

9ª Edição - Revista e Atualizada de Acordo com o Novo CPCOrganizador: Wilson Alberto Zappa HoogISBN: 978853625945-1Páginas: 498Publicado em: 01/07/2016

Versão impressa

R$ 149,90Adicionar ao
carrinho
Versão impressa
+ eBook grátis

Na compra da versão impressa, a versão digital é brinde!


Versão digital

R$ 104,70Adicionar ao
carrinho
Capa do livro: Controladoria - Aplicada aos Pequenos Negócios, Luiz Carlos de Souza

Controladoria - Aplicada aos Pequenos Negócios

 Luiz Carlos de SouzaISBN: 978853622107-6Páginas: 146Publicado em: 07/08/2008

Versão impressa

R$ 39,90Adicionar ao
carrinho