Psicanálise no Front - A Posição do Analista e as Marcas do Trauma na Clínica com Migrantes - Coleção Práxis Psicanalítica

Ana Gebrim

Versão impressa

de R$ 79,90*
por R$ 67,92em 2x de R$ 33,96Adicionar ao carrinho

Versão digital

Disponível para:AndroidiOS
de R$ 57,70*

* Desconto não cumulativo com outras promoções, incluindo P.A.P. e Cliente Fiel

Ficha técnica

Autor(es): Ana Gebrim

ISBN v. impressa: 978655605022-5

ISBN v. digital: 978655605160-4

Acabamento: Brochura

Formato: 15,0x21,0 cm

Peso: 253grs.

Número de páginas: 204

Publicado em: 02/07/2020

Área(s): Psicologia - Psicanálise

Versão Digital (eBook)

Para leitura em aplicativo exclusivo da Juruá Editora para Smartphones e Tablets rodando iOS e Android. Não compatível KINDLE, LEV, KOBO e outros e-Readers.

Disponível para as plataformas:

  • AndroidAndroid 4 ou posterior
  • iOSiOS 7 ou posterior

Em computadores a leitura é apenas online e sem recursos de favoritos e anotações;
Não permite a impressão e cópia do conteúdo.

Compra apenas via site da Juruá Editora.

Sinopse

Uma psicanálise pode marcar profundamente nossa maneira de pensar e falar do mundo em que vivemos. Esse livro, no qual Ana Gebrim se debruça sobre a questão do refúgio e dos refugiados, reflete exatamente isso, o posicionamento ético de uma analista perante o desprezo pelo humano que se reflete, em nossos dias, tanto na produção dos deslocamentos quanto na gestão desses sujeitos migrantes, vistos como estrangeiros indesejáveis nos países desenvolvidos.

É fato, o refugiado se tornou a própria encarnação do homem sem direitos, visto que perdeu todos os seus atributos: nacionalidade, bens, documentos. A rejeição a eles se traduz, nos diz ela, em três grandes discursos: o do muro, o da indiferença e o da necropolítica, que ela se propõe a en­frentar a partir do lugar de uma analista na linha de frente, instalado na fronteira no instante do front, o que lhe permite tecer importantes considerações de como a escuta dos migrantes acaba interpelando as práticas clínicas de modo geral.

Nesse lugar do front a autora se dispõe a se deixar afetar e acolher o trauma sem no entanto se deixar fascinar por ele, recusando-se a reduzir os sujeitos que acolhe e escuta a meras vítimas da História. Sua insistência em lutar contra o fascínio do horror materializado na vítima é um dado precioso, pois só assim se torna possível trabalhar na imediatez da urgência sem se deixar encerrar aí, sustentando modos de resistência e insistência do sujeito em seu desejo. Nesse sentido é um livro duplamente importante, teórica e clinicamente.

No que diz respeito a esse ser de desejo do qual ela não abre mão, é só observar atentamente a prática dos refugiados para nos darmos conta de que, apesar dos pesares, é essa a história que eles também nos contam, ao atravessar fronteiras e derrubar muros em périplos cada vez mais ardilosos, apesar do enorme custo psíquico que tal movimento tem. Quando eles têm a sorte de encontrar um analista disposto a escutá-los, convencido de que, mesmo nas situações mais extremas, os seres humanos podem encontrar forças para viver e sobreviver a experiências extre­mamente desumanas, abre-se uma brecha em direção ao humano.

É o que a autora faz, nos convidando a acompanhá-la nessa sua experiência, e espero que você, leitor, se deixe levar por ela, nesse belíssimo livro que aborda com sensibilidade e coragem uma das grandes questões de nosso tempo. Quanto a mim, assumo plenamente meu encanto com ele.

Caterina Koltai

Autor(es)

ANA GEBRIM

Psicanalista. Atua no campo das migrações e refúgio como clínica e pesquisadora desde 2011. Doutora em Psicologia Clínica pela USP e INALCO, mestre em So­ciologia Clínica pela Universidade Paris Diderot e graduada em Ciências Sociais pela PUC-SP. Pesquisadora dos laboratórios CESSMA (Centre d’études en sciences sociales sur les mondes af­ricains, américains et asia­tiques) em Paris e PSOPOL (Psicanálise, sociedade e política) do Instituto de Psico-logia da Universidade de São Paulo. É docente do curso Formação em Psicanálise, do Instituto Sedes Sapi­entiae, em São Paulo.

Sumário

Introdução, p. 23

Parte I - NOTÍCIAS DO FRONT, p. 33

Capítulo 1 - Considerações sobre as "Novas" Migrações: as Impressões do Contexto, p. 35

1.1 Imigrantes, migrantes, refugiados, exilados: tentativas de saída para um impasse, p. 36

1.2 Política do muro, política da indiferença e a necropolítica: modos de governar indesejáveis, p. 47

1.3 As "novas" migrações para o Brasil e as rotas Sul-Sul dos deslocamentos contemporâneos, p. 62

Capítulo 2 - As Clínicas e a Escuta Desterritorializada, p. 69

2.1 Vivenciando a estrangeiridade na casa dos estrangeiros ou a escuta em uma casa de acolhida: Cena 1, p. 69

2.2 Entre necessidade e desejo, a escuta dos modos de resistência diante das retóricas da vítima e da temporalidade da urgência: Cena 2, p. 83

2.3 Notas inquietantes das andanças em campos de refugiados em Paris: Cena 3, p. 89

2.4 Errâncias clínico-teóricas, p. 92

Parte II - O INSTANTE DO FRONT, p. 97

Capítulo 3 - Os Estilhaçamentos do Sujeito e Alguns Destinos, p. 99

3.1 Cecil diante do desastre, p. 100

3.2 Levy e o apequenamento pela culpa de estar vivo, p. 106

3.3 Trauma e experiência, p. 114

3.4 A vida que insiste: reflexões sobre a sobrevivência e as zonas de resistência, p. 126

Capítulo 4 - Nas Fronteiras entre Línguas, Culturas e Papéis: o Ana-Lista-Coiote, p. 131

4.1 Entre língua materna e a língua estrangeira: reflexões sobre a língua do analista, p. 133

4.2 Cultura e desenraizamentos como problemáticas do deslocamento: o caso L, p. 140

4.3 Obi entre dois, p. 145

4.4 Elegibilidade, a questão da verdade e as injunções institucionais: o caso dos solicitantes de refúgio por orientação sexual, p. 148

Parte III - OS MENSAGEIROS DAS MÁS NOTÍCIAS, p. 155

Capítulo 5 - O Analista Descobridor do Próprio Íntimo, p. 157

5.1 Uma certa "descoberta" tardia do racismo e o seu efeito de (d)enunciação, p. 160

5.2 Negritude, branquitude e violência política como analisadores na clínica, p. 164

5.3 O inconsciente colonial como o transtraumático: um lugar possível?, p. 169

Quando os Indesejáveis Desejam, p. 179

Apêndice, p. 187

Referências, p. 191

Índice alfabético

A

  • Acolhida. Vivenciando a estrangeiridade na casa dos estrangeiros ou a escuta em uma casa de acolhida: Cena 1, p. 69
  • Analista descobridor do próprio íntimo, p. 157
  • Analista-coiote. Nas fronteiras entre línguas, culturas e papéis: o analista-coiote, p. 131
  • Analista. Entre língua materna e a língua estrangeira: reflexões sobre a língua do analista, p. 133
  • Apêndice, p. 187
  • As "novas" migrações para o Brasil e as rotas Sul-Sul dos deslocamentos contemporâneos, p. 62

B

  • Branquitude. Negritude, branquitude e violência política como analisadores na clínica, p. 164

C

  • Campo de refugiado. Notas inquietantes das andanças em campos de refugiados em Paris: Cena 3, p. 89
  • Casa de acolhida. Vivenciando a estrangeiridade na casa dos estrangeiros ou a escuta em uma casa de acolhida: Cena 1, p. 69
  • Casa dos estrangeiros. Vivenciando a estrangeiridade na casa dos estrangeiros ou a escuta em uma casa de acolhida: Cena 1, p. 69
  • Cecil diante do desastre, p. 100
  • Clínica. Errâncias clínico-teóricas, p. 92
  • Clínica. Negritude, branquitude e violência política como analisadores na clínica, p. 164
  • Clínicas e a escuta desterritorializada, p. 69
  • Considerações sobre as "novas" migrações: as impressões do contexto, p. 35
  • Culpa. Levy e o apequenamento pela culpa de estar vivo, p. 106
  • Cultura e desenraizamentos como problemáticas do deslocamento: o caso L, p. 140
  • Cultura. Entre língua materna e a língua estrangeira: reflexões sobre a língua do analista, p. 133
  • Cultura. Nas fronteiras entre línguas, culturas e papéis: o analista-coiote, p. 131

D

  • Denunciação. Uma certa "descoberta" tardia do racismo e o seu efeito de (d)enunciação, p. 160
  • Desastre. Cecil diante do desastre, p. 100
  • Desejo. Entre necessidade e desejo, a escuta dos modos de resistência diante das retóricas da vítima e da temporalidade da urgência: Cena 2, p. 83
  • Desejo. Quando os indesejáveis desejam, p. 179
  • Desenraizamento. Cultura e desenraizamentos como problemáticas do deslocamento: o caso L, p. 140
  • Deslocamento contemporâneo. As "novas" migrações para o Brasil e as rotas Sul-Sul dos deslocamentos contemporâneos, p. 62
  • Deslocamento. Cultura e desenraizamentos como problemáticas do deslocamento: o caso L, p. 140
  • Desterritorialização. Clínicas e a escuta desterritorializada, p. 69
  • Destino. Estilhaçamentos do sujeito e alguns destinos, p. 99

E

  • Elegibilidade, a questão da verdade e as injunções institucionais: o caso dos solicitantes de refúgio por orientação sexual, p. 148
  • Entre necessidade e desejo, a escuta dos modos de resistência diante das retóricas da vítima e da temporalidade da urgência: Cena 2, p. 83
  • Errâncias clínico-teóricas, p. 92
  • Escuta desterritorializada. Clínicas e a escuta desterritorializada, p. 69
  • Estilhaçamentos do sujeito e alguns destinos, p. 99
  • Estrangeiridade. Vivenciando a estrangeiridade na casa dos estrangeiros ou a escuta em uma casa de acolhida: Cena 1, p. 69
  • Estrangeiro. Vivenciando a estrangeiridade na casa dos estrangeiros ou a escuta em uma casa de acolhida: Cena 1, p. 69
  • Exilado. Imigrantes, migrantes, refugiados, exilados: tentativas de saída para um impasse, p. 36
  • Experiência. Trauma e experiência, p. 114

F

  • Front. Instante do front, p. 97
  • Front. Notícias do front, p. 33
  • Fronteira. Nas fronteiras entre línguas, culturas e papéis: o analista-coiote, p. 131

G

  • Governo. Política do muro, política da indiferença e a necropolítica: modos de governar indesejáveis, p. 47

I

  • Imigrantes, migrantes, refugiados, exilados: tentativas de saída para um impasse, p. 36
  • Inconsciente colonial como o transtraumático: um lugar possível?, p. 169
  • Indiferença. Política do muro, política da indiferença e a necropolítica: modos de governar indesejáveis, p. 47
  • Injunção institucional. Elegibilidade, a questão da verdade e as injunções institucionais: o caso dos solicitantes de refúgio por orientação sexual, p. 148
  • Instante do front, p. 97
  • Intimidade. Analista descobridor do próprio íntimo, p. 157
  • Introdução, p. 23

L

  • Levy e o apequenamento pela culpa de estar vivo, p. 106
  • Linguagem estrangeira. Entre língua materna e a língua estrangeira: reflexões sobre a língua do analista, p. 133
  • Linguagem materna. Entre língua materna e a língua estrangeira: reflexões sobre a língua do analista, p. 133
  • Linguagem. Nas fronteiras entre línguas, culturas e papéis: o analista-coiote, p. 131

M

  • Mensageiros das más notícias, p. 155
  • Migração. As "novas" migrações para o Brasil e as rotas Sul-Sul dos deslocamentos contemporâneos, p. 62
  • Migração. Considerações sobre as "novas" migrações: as impressões do contexto, p. 35
  • Migrante. Imigrantes, migrantes, refugiados, exilados: tentativas de saída para um impasse, p. 36

N

  • Nas fronteiras entre línguas, culturas e papéis: o analista-coiote, p. 131
  • Necessidade. Entre necessidade e desejo, a escuta dos modos de resistência diante das retóricas da vítima e da temporalidade da urgência: Cena 2, p. 83
  • Necropolítica. Política do muro, política da indiferença e a necropolítica: modos de governar indesejáveis, p. 47
  • Negritude, branquitude e violência política como analisadores na clínica, p. 164
  • Notas inquietantes das andanças em campos de refugiados em Paris: Cena 3, p. 89
  • Notícias do front, p. 33
  • Notícias. Mensageiros das más notícias, p. 155

O

  • Obi entre dois, p. 145
  • Orientação sexual. Elegibilidade, a questão da verdade e as injunções institucionais: o caso dos solicitantes de refúgio por orientação sexual, p. 148

P

  • Política do muro, política da indiferença e a necropolítica: modos de governar indesejáveis, p. 47

R

  • Racismo. Uma certa "descoberta" tardia do racismo e o seu efeito de (d)enunciação, p. 160
  • Referências, p. 191
  • Refugiado. Imigrantes, migrantes, refugiados, exilados: tentativas de saída para um impasse, p. 36
  • Refugiado. Notas inquietantes das andanças em campos de refugiados em Paris: Cena 3, p. 89
  • Refúgio. Elegibilidade, a questão da verdade e as injunções institucionais: o caso dos solicitantes de refúgio por orientação sexual, p. 148
  • Resistência. A vida que insiste: reflexões sobre a sobrevivência e as zonas de resistência, p. 126
  • Resistência. Entre necessidade e desejo, a escuta dos modos de resistência diante das retóricas da vítima e da temporalidade da urgência: Cena 2, p. 83
  • Rotas. As "novas" migrações para o Brasil e as rotas Sul-Sul dos deslocamentos contemporâneos, p. 62

S

  • Sobrevivência. A vida que insiste: reflexões sobre a sobrevivência e as zonas de resistência, p. 126
  • Sobrevivência. Levy e o apequenamento pela culpa de estar vivo, p. 106
  • Sujeito. Estilhaçamentos do sujeito e alguns destinos, p. 99

T

  • Temporalidade de urgência. Entre necessidade e desejo, a escuta dos modos de resistência diante das retóricas da vítima e da temporalidade da urgência: Cena 2, p. 83
  • Teoria. Errâncias clínico-teóricas, p. 92
  • Transtraumático. Inconsciente colonial como o transtraumático: um lugar possível?, p. 169
  • Trauma e experiência, p. 114

U

  • Uma certa "descoberta" tardia do racismo e o seu efeito de (d)enunciação, p. 160

V

  • Verdade. Elegibilidade, a questão da verdade e as injunções institucionais: o caso dos solicitantes de refúgio por orientação sexual, p. 148
  • Violência política. Negritude, branquitude e violência política como analisadores na clínica, p. 164
  • Vítima. Entre necessidade e desejo, a escuta dos modos de resistência diante das retóricas da vítima e da temporalidade da urgência: Cena 2, p. 83
  • Vivenciando a estrangeiridade na casa dos estrangeiros ou a escuta em uma casa de acolhida: Cena 1, p. 69

Recomendações

Capa do livro: Revista da Associação Psicanalítica de Curitiba - N° 24, Responsável por esta edição: Rosane Weber Licth - Colaboradora: Maria Augusta Mendonça Ferraro

Revista da Associação Psicanalítica de Curitiba - N° 24

 Responsável por esta edição: Rosane Weber Licth - Colaboradora: Maria Augusta Mendonça FerraroISSN: 1519-8456-00024Páginas: 148Publicado em: 31/05/2012

Versão impressa

de R$ 39,90* porR$ 33,92 Adicionar ao
carrinho
Capa do livro: Confissão e Cura, Célia Aparecida Ferreira Carta Winter

Confissão e Cura

 Célia Aparecida Ferreira Carta WinterISBN: 853621424-4Páginas: 168Publicado em: 14/11/2006

Versão impressa

R$ 49,90 Adicionar ao
carrinho
Capa do livro: Psicanálise e Toxicomania, Adriana Dias de Assumpção Bastos e Ademir Pacelli Ferreira

Psicanálise e Toxicomania

 Adriana Dias de Assumpção Bastos e Ademir Pacelli FerreiraISBN: 978853623687-2Páginas: 146Publicado em: 01/03/2012

Versão impressa

de R$ 39,90* porR$ 33,92 Adicionar ao
carrinho
Capa do livro: Narcisismo, Alexandre Abranches Jordão

Narcisismo

 Alexandre Abranches JordãoISBN: 978853622361-2Páginas: 244Publicado em: 11/11/2009

Versão impressa

de R$ 67,90* porR$ 57,72em 2x de R$ 28,86Adicionar ao
carrinho

Versão digital

de R$ 47,70* porR$ 40,55 Adicionar eBook
ao carrinho