Direito à Intimidade Versus Informática

Michele Keiko Mori

Versão impressa

Ficha técnica

Autor(es): Michele Keiko Mori

ISBN: 857394791-8

Acabamento: Brochura

Formato: 15,0x21,0 cm

Peso: 178grs.

Número de páginas: 122

Publicado em: 20/04/2001

Área(s): Direito - Constitucional

Sinopse

Neste volume: Introdução A intimidade e sua regulação como Direito Fundamental Origens históricas da intimidade O ensaio de Warren e Brandeis Direitos Fundamentais Positivação e constitucionalização Universalidade dos direitos fundamentais O princípio fundamental da dignidade da pessoa humana Constitucionalização do direito à intimidade no Brasil O direito à intimidade como espécie dos direitos da personalidade Direito à Intimidade Conceito Teoria alemã das esferas Característica do direito à intimidade Generalidade Extrapatrimonialidade Absolutismo Inalienabilidade Imprescritibilidade Intransmissibilidade em razão da morte Conteúdo Inviolabilidade do domicílio – o direito ao isolamento doméstico Sigilo das correspondências e das comunicações Sigilo bancário Sigilo de dados Segredo Profissional Limitações ao direito à intimidade Interesse público e publicidade dos atos O consentimento do interessado A Violação do Direito à Intimidade e os Perigos da Informática Informática e bancos de dados Internet Privacidade na Internet Correspondências via e-mail Interceptação de dados de computador Soluções possíveis Regulamentação da Intimidade face à informática Conclusão Anexos

  • ORELHA A autora é bacharel em Direito pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná. Pós-Graduanda – Curso de especialização em Direito Público (Administrativo e Constitucional) pelo IBEJ – Instituto Brasileiro de Estudos Jurídicos. 1ª colocada no concurso estadual de monografia da OAB/PR realizado em 2000. Atualmente servidora pública federal concursada (cargo técnico judiciário) do Tribunal Regional Eleitoral do Paraná.

Sumário

Introdução, p. 11

1. Capítulo I - A Intimidade e sua regulação como Direito Fundamental, p. 13

1.1 Origens históricas da intimidade, p. 13

1.1.1 O ensaio de Warren e Brandeis, p. 15

1.2 Direitos Fundamentais, p. 16

1.2.1 Positivação e constitucionalização, p. 16

1.2.2 Universalidade dos direitos fundamentais, p. 18

1.2.3 O princípio fundamental da dignidade da pessoa humana, p. 20

1.3 Constitucionalização do direito à intimidade no Brasil, p. 22

1.4 O direito à intimidade como espécie dos direitos da personalidade, p. 24

2. Capítulo II - Direito à Intimidade, p. 27

2.1 Conceito, p. 27

2.1.1 Teoria alemã das esferas, p. 31

2.2 Características do direito à intimidade, p. 34

2.2.1 Generalidade, p. 34

2.2.2 Extra patrimonialidade, p. 35

2.2.3 Absolutismo, p. 35

2.2.4 Inalienabilidade, p. 36

2.2.5 Imprescritibilidade, p. 37

2.2.6 Intransmissibilidade em razão da morte, p. 37

2.3 Conteúdo, p. 37

2.3.1 Inviolabilidade do domicílio - o direito ao isolamento doméstico, p. 37

2.3.2 Sigilo das correspondências e das comunicações, p. 40

2.3.3 Sigilo bancário, p. 43

2.3.4 Sigilo de dados, p. 46

2.3.5 Segredo profissional, p. 50

2.4 Limitações ao direito à intimidade, p. 51

2.4.1 Interesse público e publicidade dos atos, p. 52

2.4.2 O consentimento do interessado, p. 56

3. Capítulo III - A Violação do Direito à Intimidade e os Perigos da Informática, p. 59

3.1 Informática e bancos de dados, p. 59

3.2 Internet, p. 62

3.3 Privacidade na Internet, p. 66

3.4 Correspondência via e-mail, p. 70

3.5 Interceptação de dados de computador, p. 77

3.6 Soluções possíveis, p. 82

3.7 Regulamentação da Intimidade face à informática, p. 83

Conclusão, p. 89

Anexo I - PL 76/2000 define e tipifica os delitos informáticos, p. 93

Anexo II - PL 84/1999 dispõe sobre crimes cometidos na área de informática, p. 97

Anexo III - PL 234/1996 define crime contra a inviolabilidade de dados, p. 103

Anexo IV - Glossário, p. 105

Referências bibliográficas, p. 113

Índice alfabético

A

  • A intimidade e sua regulação como direito fundamental, p. 13
  • A violação do direito à intimidade e os perigos da informática, p. 59
  • Absolutismo, p. 35
  • Absolutismo. Vida privada, p. 35
  • Anexo I. Projeto de Lei do Senado nº 76/2000 (Define e tipifica os delitos informáticos, e dá outras providências), p. 93
  • Anexo II. Projeto de Lei nº 84/1999 (Deputado Luiz Piauhylino - PSDB/PE) - Dispõe sobre os crimes cometidos na área de informática, suas penalidades e dá outras providências, p. 97
  • Anexo III. Projeto de Lei do Senado nº 234/1996 (define crime contra a inviolabilidade de comunicação de dados de computador), p. 103
  • Anexo IV. Glossário, p. 105

B

  • Banco. Sigilo bancário, p. 43
  • Banco de dados. Informática e banco de dados, p. 59
  • Bibliografia, p. 113
  • Brandeis. O ensaio de Warren e Brandeis, p. 15
  • Brasil. Constitucionalização do direito à intimidade no Brasil, p. 22

C

  • Características do direito à intimidade, p. 34
  • Computador. Interceptação de dados de computador, p. 77
  • Comunicação. Sigilo das correspondências e das comunicações, p. 40
  • Conceito. Direito à intimidade, p. 27
  • Conclusão, p. 89
  • Consentimento. O consentimento do interessado, p. 56
  • Constitucionalidade. Constitucionalização do direito à intimidade no Brasil, p. 22
  • Constitucionalização.Positivação e constitucionalização, p. 16
  • Constitucionalização do direito à intimidade no Brasil, p. 22
  • Conteúdo. Direito à intimidade, p. 37
  • Correspondência. Sigilo das correspondências e das comunicações, p. 40
  • Correspondência via «E-mail», p. 70
  • Crimes. Informática. Projeto de Lei nº 84/1999 (Deputado Luiz Piauhylino - PSDB/PE) - Dispõe sobre os crimes cometidos na área de informática, suas penalidades e dá outras providências, p. 97

D

  • Dados. Interceptação dedados de computador, p. 77
  • Dados. Sigilo de dados, p. 46
  • Delitos informáticos. Projeto de Lei do Senado nº 76/2000 (define e tipifica os delitos informáticos, e dá outras providências), p. 93
  • Dignidade. O princípio fundamental da dignidade da pessoa humana, p. 20
  • Direito à intimidade, p. 27
  • Direito à intimidade. A violação do direito à intimidade e os perigos da informática, p. 59
  • Direito à intimidade. Conceito, p. 27
  • Direito à intimidade. Conteúdo, p. 37
  • Direito à intimidade. Limitações ao direito à intimidade, p. 51
  • Direito fundamental. A intimidade e sua regulação como direito fundamental, p. 13
  • Direito fundamental. Direitos fundamentais, p. 16
  • Direito fundamental. Positivação e constitucionalização, p. 16
  • Direito fundamental. Universalidade dos direitos fundamentais, p. 18
  • Domicílio. Inviolabilidade do domicílio. O direito ao isolamento doméstico, p. 37

E

  • «E-mail». Correspondência via «E-mail», p. 70
  • Ensaio. O ensaio de Warren e Brandeis, p. 15
  • Extra patrimonialidade, p. 35

F

  • Falecimento. Intransmissibilidade em razão da morte, p. 37

G

  • Generalidade. Intimidade, p. 34
  • Generalidade. Vida privada, p. 34
  • Glossário. Anexo IV, p. 105

H

  • História. Origens históricas da intimidade, p. 13

I

  • Imprescritibilidade, p. 37
  • Imprescritibilidade. Vida privada, p. 37
  • Inalienabilidade, p. 36
  • Inalienabilidade. Vida privada, p. 36
  • Informática. A violação do direito à intimidade e os perigos da informática, p. 59
  • Informática. Informática e banco de dados, p. 59
  • Informática. Interceptação de dados de computador, p. 77
  • Informática. Regulamentação da intimidade face à informática, p. 83
  • Informática. Soluções possíveis, p. 82
  • Interceptação de dados de computador, p. 77
  • Interesse público e publicidade dos atos, p. 52
  • Internet, p. 62
  • Internet. Correspondência via «E-mail», p. 70
  • Internet. Privacidade na internet, p. 66
  • Intimidade. A intimidade e sua regulação como direito fundamental, p. 13
  • Intimidade. A violação do direito à intimidade e os perigos da informática, p. 59
  • Intimidade. Características do direito à intimidade, p. 34
  • Intimidade. Constitucionalização do direito à intimidade no Brasil, p. 22
  • Intimidade. Direito à intimidade, p. 27
  • Intimidade. Generalidade, p. 34
  • Intimidade. Imprescritibilidade, p. 37
  • Intimidade. Intransmissibilidade em razão da morte, p. 37
  • Intimidade. Limitações ao direito à intimidade, p. 51
  • Intimidade. O consentimento do interessado, p. 56
  • Intimidade. O direito à intimidade como espécie dos direitos da personalidade, p. 24
  • Intimidade. Origens históricas da intimidade, p. 13
  • Intimidade. Regulamentação da intimidade face à informática, p. 83
  • Intimidade. Soluções possíveis, p. 82
  • Intimidade. Teoria alemã das esferas, p. 31
  • Intransmissibilidade em razão da morte, p. 37
  • Introdução, p. 11
  • Inviolabilidade. Projeto de Lei do Senado nº 234/1996 (define crime contra a inviolabilidade de comunicação de dados de computador). Anexo III, p. 103
  • Inviolabilidade do domicílio. O direito ao isolamento doméstico, p. 37
  • Isolamento. Inviolabilidade do domicílio. O direito ao isolamento doméstico, p. 37

L

  • Limitações ao direito à intimidade, p. 51

O

  • O consentimento do interessado, p. 56
  • O direito à intimidade como espécie dos direitos da personalidade, p. 24
  • O ensaio de Warren e Brandeis, p. 15
  • O princípio fundamental da dignidade da pessoa humana, p. 20
  • Origens históricas da intimidade, p. 13

P

  • Personalidade. O direito à intimidade como espécie dos direitos da personalidade, p. 24
  • Personalidade. Teoria alemã das esferas, p. 31
  • Positivação e constitucionalização, p. 16
  • Prescrição. Imprescritibilidade. Intimidade, p. 37
  • Princípio fundamental. O princípio fundamental da dignidade da pessoa humana, p. 20
  • Privacidade na internet, p. 66
  • Projeto de Lei do Senado nº 234/1996 (define crime contra a inviolabilidade de comunicação de dados de computador). Anexo III, p. 103
  • Projeto de Lei do Senado nº 76/2000 (define e tipifica os delitos informáticos, e dá outras providências). Anexo I, p. 93
  • Projeto de Lei nº 84/1999 (Deputado Luiz Piauhylino - PSDB/PE) - Dispõe sobre os crimes cometidos na área de informática, suas penalidades e dá outras providências. Anexo II, p. 97
  • Publicidade. Interesse público e publicidade dos atos, p. 52

R

  • Referências bibliográficas, p. 113
  • Regulamentação da intimidade face à informática, p. 83

S

  • Segredo profissional, p. 50
  • Sigilo bancário, p. 43
  • Sigilo das correspondências e das comunicações, p. 40
  • Sigilo de dados, p. 46
  • Soluções possíveis. Intimidade. Informática, p. 82

T

  • Tecnologia. Informática e banco de dados, p. 59
  • Tecnologia. Internet, p. 62
  • Teoria alemã das esferas, p. 31
  • Transmissão. Direito. Intransmissibilidade em razão da morte, p. 37

U

  • Universalidade dos direitos fundamentais, p. 18

V

  • Vida privada. Extra patrimonialidade, p. 35

W

  • Warren. O ensaio de Warren e Brandeis, p. 15

Recomendações

Capa do livro: Perícias Indenizatórias e de Desapropriações - Aspectos Processuais e Casos Práticos, Zung Che Yee

Perícias Indenizatórias e de Desapropriações - Aspectos Processuais e Casos Práticos

2ª Edição - Revista e AtualizadaZung Che YeeISBN: 978853621954-7Páginas: 184Publicado em: 04/04/2008

Versão impressa

R$ 64,90em 2x de R$ 32,45Adicionar ao
carrinho
Capa do livro: Autonomia Privada na Legalidade Constitucional - Contrato & Sociedade, A, Coordenador: Paulo Nalin

Autonomia Privada na Legalidade Constitucional - Contrato & Sociedade, A

 Coordenador: Paulo NalinISBN: 853620966-6Páginas: 294Publicado em: 01/12/2005

Versão impressa

R$ 89,90em 3x de R$ 29,97Adicionar ao
carrinho
Capa do livro: Tribunal Administrativo e a Supremacia da Constituição Federal, André Guilherme Lemos Jorge

Tribunal Administrativo e a Supremacia da Constituição Federal

 André Guilherme Lemos JorgeISBN: 978853624069-5Páginas: 228Publicado em: 10/01/2013

Versão impressa

R$ 84,90em 3x de R$ 28,30Adicionar ao
carrinho
Capa do livro: Coisa Julgada versus Inconstitucionalidade, Rodrigo Esperança Borba

Coisa Julgada versus Inconstitucionalidade

 Rodrigo Esperança BorbaISBN: 978853623317-8Páginas: 203Publicado em: 22/03/2011

Versão impressa

R$ 69,90em 2x de R$ 34,95Adicionar ao
carrinho