Bioestatística - Ênfase em Fonoaudiologia - Introdução ao uso do computador

Jair Mendes Marques

Parcele em até 6x sem juros no cartão.
Parcela mínima de R$ 20,00

Versão impressa

Ficha técnica

Autor(es): Jair Mendes Marques

ISBN: 853620287-4

Acabamento: Brochura

Número de páginas: 194

Publicado em: 22/01/2003

Área(s): Literatura e Cultura - Saúde; Literatura e Cultura - Diversos

Sinopse

Este livro tem como objetivo principal proporcionar aos estudantes, professores e pesquisadores que utilizam os diversos métodos estatísticos nas áreas biológicas e de saúde, uma abordagem direcionada para a resolução de seus problemas de pesquisa. Apesar da ênfase em Fonoaudiologia, o livro é adequado como texto para todos os cursos de graduação que utilizam a Bioestatística como uma disciplina do seu currículo. O desenvolvimento dos assuntos foi feito de tal forma que a utilização de cálculos, muitas vezes exaustivos, pode ser substituído pelo uso do computador. Para cada método desenvolvido, procura-se mostrar a utilização de alguns softwares computacionais como o EXCEL e o STATISTICA. Preferencialmente, procurou-se trabalhar com o EXCEL, porém alguns métodos estatísticos não são contemplados pelo mesmo, sendo então utilizado o software estatístico conhecido como STATISTICA. O livro foi estruturado de tal forma que a primeira parte, envolvendo os capítulos 1 a 4, trata da chamada Estatística Descritiva; a segunda parte com o capítulo 5 procura dar as noções fundamentais de Probabilidade; os capítulos 6 e 7 tratam do estudo da Amostragem e Experimentação, enquanto que nos demais capítulos são desenvolvidos os principais métodos da Inferência Estatística.

Autor(es)

Jair Mendes Marques é Doutor e Mestre em Ciências Geodésicas pela Universidade Federal do Paraná.

Sumário

Capítulo 1 Introdução à Bioestatística

1.1 Introdução

1.2 Etapas de um trabalho estatístico

1.3 Divisão da estatística

1.4 População e amostra

1.5 Alguns problemas estatísticos em fonoaudiologia

1.5.1 Exemplo 1: Identificação dos efeitos psicossociais da perda auditiva induzida pelo ruído (pair)

1.5.2 Exemplo 2: Comparação dos padrões de deglutição em crianças com paralisia cerebral e crianças sem distúrbios neurológicos

1.5.3 Exemplo 3: Investigação das queixas de saúde e achados audiológicos de dois grupos de trabalhadores

1.5.4 Exemplo 4: Caracterização da função vestibular de crianças com diagnóstico de enxaqueca e audição normal

1.5.5 Exemplo 5: Análise da voz de indivíduos com dtm por meio de avaliação perceptivo-auditiva

1.5.6 Exemplo 6: Caracterização dos níveis de pressão sonora em academias de ginástica

1.6 Variáveis estatísticas

1.7 Exercícios propostos

Capítulo 2 Coleta de Dados

2.1 Introdução

2.2 Tipos de questões de um questionário

2.2.1 Questões fechadas únicas

2.2.2 Questões fechadas múltiplas

2.2.3 Questões fechadas escalares

2.2.4 Questões abertas numéricas

2.2.5 Questões códigos

2.2.6 Questões abertas textos

2.3 Elaboração de um questionário

2.4 Algumas escalas para medidas de atitudes

2.4.1 Escalas de diferencial semântico

2.4.2 Escalas Stapel

2.4.3 Escalas Likert

2.5 Validade e fidedignidade

2.6 Uso do computador

2.7 Exercícios propostos

Capítulo 3 Organização dos Dados em Tabelas e Gráficos

3.1 Introdução

3.2 Elaboração de tabelas

3.3 Tabelas de contingência

3.4 Tabelas ou distribuições de freqüências

3.4.1 Para variáveis qualitativas

3.4.2 Para variáveis quantitativas discretas

3.4.3 Para variáveis quantitativas contínuas

3.5 Distribuições de freqüências relativas e acumuladas

3.5.1 Freqüência relativa

3.5.2 Freqüência acumulada

3.5.3 Freqüência acumulada relativa

3.6 Exercícios propostos

3.7 Apresentação gráfica

3.7.1 Diagrama de linhas

3.7.2 Diagrama de pontos

3.7.3 Diagrama de colunas

3.7.4 Diagrama de barras

3.7.5 Diagrama de setores em círculo

3.7.6 Histograma de freqüências

3.7.7 Polígono de freqüências

3.8 Uso do computador

3.9 Exercícios propostos

Capítulo 4 Análise Descritiva de Dados

4.1 Introdução

4.2 Medidas de tendência central

4.2.1 Média aritmética (ou média)

4.2.2 Mediana

4.2.3 Moda

4.2.4 Comparação entre as medidas de tendência central

4.3 Medidas de dispersão

4.3.1 Amplitude

4.3.2 Variância

4.3.3 Desvio padrão

4.3.4 Coeficiente de variação

4.3.5 Comparação entre as medidas de dispersão

4.4 Separatrizes: quartis, decis e percentis

4.4.1 Quartis

4.4.2 Decis

4.4.3 Percentis

4.5 Diagramas em caixa (box plot)

4.6 Uso do computador

4.7 Exercícios propostos

Capítulo 5 Noções de Probabilidade

5.1 Introdução

5.2 Espaço amostral e evento

5.3 Definição clássica de probabilidade

5.4 Propriedades da probabilidade

5.5 Probabilidade condicionada

5.6 Regra da adição

5.7 Regra da multiplicação

5.8 Exercícios propostos

5.9 Variáveis aleatórias

5.10 Distribuições de probabilidades

5.11 Distribuição binomial

5.12 Distribuição de poisson

5.13 Distribuição normal

5.14 Uso do computador

5.15 Exercícios propostos

Capítulo 6 Amostragem

6.1 Introdução

6.2 Amostragem probabilística

6.2.1 Amostragem casual simples

6.2.2 Amostragem sistemática

6.2.3 Amostragem estratificada

6.2.4 Amostragem por conglomerados

6.3 Amostragem não-probabilística

6.3.1 Amostragem por conveniência

6.3.2 Amostragem intencional

6.3.3 Amostragem por quotas

6.4 Distribuições amostrais

6.4.1 Distribuição amostral das médias

6.4.2 Distribuição t de student

6.4.3 Distribuição ?2 (qui-quadrado)

6.4.4 Distribuição F de snedecor

6.5 Uso do computador

6.6 Exercícios propostos

Capítulo 7 Noções de Experimentação

7.1 Introdução

7.2 Grupo controle e grupo experimental

7.3 Controle positivo e negativo

7.4 Experimentos cegos e duplamente cegos

7.5 Casualização

7.6 Experimentos em blocos ao acaso

7.7 Delineamento de um experimento

7.8 Exercícios propostos

Capítulo 8 Estimação e Dimensionamento da Amostra

8.1 Introdução

8.2 Terminologia utilizada em estimação

8.3 Estimativa por ponto dos principais parâmetros

8.4 Intervalos de confiança da média e proporção

8.4.1 Intervalo de confiança de (1 - ?)100% da média populacional ? quando o desvio padrão populacional ? for conhecido

8.4.2 Intervalo de confiança de (1 - ?)100% da média populacional ? quando o desvio padrão populacional ? for desconhecido

8.4.3 Intervalo de confiança de (1 - ?)100% da proporção populacional p para grandes amostras

8.5 Dimensionamento da amostra

8.5.1 Dimensionamento de uma amostra para a estimação da média populacional ?

8.5.2 Dimensionamento de uma amostra para a estimação da proporção populacional p (população dicotômica ou podendo ser trabalhada dessa forma)

8.6 Uso do computador

8.7 Exercícios propostos

Capítulo 9 Testes de Hipóteses

9.1 Introdução

9.2 Terminologia utilizada

9.3 Testes para uma amostra

9.3.1 Teste t

9.3.2 Teste de proporções

9.3.3 Teste ?2 (qui-quadrado)

9.4 Testes para comparações de duas amostras

9.4.1 Teste t

9.4.2 Uso do computador para o teste t (comparação de duas amostras)

9.4.3 Teste para comparação de duas proporções

9.4.4 Teste de Wilcoxon

9.4.5 Teste de Mann-Whitney

9.4.6 Teste de Fisher

9.4.7 Teste ?2 (qui-quadrado)

9.5 Testes para comparações de k (k>2) amostras

9.5.1 Análise da variância ou anova

9.5.2 Teste de Friedman

9.5.3 Teste de Kruskal-Wallis

9.5.4 Teste ?2 (qui-quadrado)

9.6 Exercícios popostos

Capítulo 10 Correlação

10.1 Introdução

10.2 Correlação linear

10.3 Teste de significância para a correlação linear

10.4 O coeficiente de contingência c

10.5 O coeficiente de correlação por postos de spearman

10.6 Exercícios propostos

Referências

Índice alfabético

A

  • Algumas escalas para medidas de atitudes
  • Alguns problemas estatísticos em fonoaudiologia
  • Amostra. Testes para comparações de duas amostras
  • Amostra. Testes para comparações de k (k2) amostras
  • Amostra e população
  • Amostragem
  • Amostragem. Uso do computador
  • Amostragem não-probabilística
  • Amostragem probabilística
  • Análise descritiva de dados
  • Apresentação gráfica

B

  • Bibliografia. Referências
  • Bioestatística. Introdução

C

  • Casualização
  • Coeficiente de contingência C
  • Coeficiente de correlação por postos de spearman
  • Coleta de dados
  • Controle positivo e negativo
  • Correlação
  • Correlação linear
  • Correlação linear. Teste de significância

D

  • Dados. Coleta de dados
  • Decis. Separatrizes: quartis, decis e percentis
  • Definição clássica de probabilidade
  • Delineamento de um experimento
  • Diagramas em caixa (Box Plot)
  • Dimensionamento da amostra
  • Distribuição binomial
  • Distribuição de poisson
  • Distribuição normal
  • Distribuições amostrais
  • Distribuições de freqüências relativas e acumuladas
  • Distribuições de probabilidades
  • Divisão da estatística

E

  • Elaboração de tabelas
  • Escalas Likert
  • Escalas Stapel
  • Escalas de diferencial semântico
  • Escalas para medidas de atitudes
  • Espaço amostral e evento
  • Estatística. Alguns problemas estatísticos em fonoaudiologia
  • Estatística. Divisão
  • Estatística. Etapas de um trabalho estatístico
  • Estatística. Variáveis estatísticas
  • Estimação e dimensionamento da amostra
  • Estimativa. Uso do computador
  • Estimativa por ponto dos principais parâmetros
  • Etapas de um trabalho estatístico
  • Evento e espaço amostral
  • Exercícios propostos
  • Exercícios propostos
  • Exercícios propostos
  • Exercícios propostos
  • Exercícios propostos
  • Exercícios propostos
  • Exercícios propostos
  • Exercícios propostos
  • Exercícios propostos
  • Exercícios propostos
  • Exercícios propostos
  • Exercícios propostos
  • Experimentação. Noções
  • Experimentos cegos e duplamente cegos
  • Experimentos em blocos ao acaso

F

  • Fidedignidade e validade
  • Fonoaudiologia. Alguns problemas estatísticos em fonoaudiologia

G

  • Grupo controle e grupo experimental

H

  • Hipóteses. Terminologia utilizada

I

  • Informática. Amostragem. Uso do computador
  • Informática. Estimativa. Uso do computador
  • Informática. Medidas de tendência central. Cálculo. Uso do computador
  • Informática. Probabilidade. Uso do computador
  • Informática. Questionário. Uso do computador
  • Informática. Tabela. Uso do computador
  • Intervalos de confiança da média e proporção
  • Introdução à bioestatística

M

  • Medidas de dispersão
  • Medidas de tendência central
  • Medidas de tendência central. Cálculo. Uso do computador

N

  • Noções de experimentação
  • Noções de probabilidade

O

  • Organização dos dados em tabelas e gráficos

P

  • Percentis. Separatrizes: quartis, decis e percentis
  • População e amostra
  • Probabilidade. Definição clássica
  • Probabilidade. Noções
  • Probabilidade. Propriedades
  • Probabilidade. Uso do computador
  • Probabilidade condicionada

Q

  • Quartis. Separatrizes: quartis, decis e percentis
  • Questionário. Elaboração
  • Questionário. Tipos de questões de um questionário
  • Questionário. Uso do computador
  • Questões abertas numéricas
  • Questões abertas textos
  • Questões códigos
  • Questões fechadas escalares
  • Questões fechadas múltiplas
  • Questões fechadas únicas

R

  • Referências. Bibliografia
  • Regra da adição
  • Regra da multiplicação

S

  • Semântica. Escalas de diferencial semântico
  • Separatrizes: quartis, decis e percentis

T

  • Tabela. Elaboração de tabelas
  • Tabela. Organização dos dados em tabelas e gráficos
  • Tabela. Uso do computador
  • Tabelas de contingência
  • Tabelas ou distribuições de freqüências
  • Terminologia utilizada. Hipóteses
  • Terminologia utilizada em estimação
  • Teste de significância para a correlação linear
  • Testes de hipóteses
  • Testes para comparações de duas amostras
  • Testes para comparações de k (k2) amostras
  • Testes para uma amostra
  • Tipos de questões de um questionário

U

  • Uso do computador

V

  • Validade e fidedignidade
  • Variáveis aleatórias
  • Variáveis estatísticas

Recomendações