Análise e Elaboração de Projetos de Investimento de Capital - Sob Uma Nova Ótica

Marly Cavalcanti e Vicente Lentini Plantullo

Versão impressa

por R$ 117,70em 4x de R$ 29,43Adicionar ao carrinho

Ficha técnica

Autor(es): Marly Cavalcanti e Vicente Lentini Plantullo

ISBN: 853621417-1

Acabamento: Capa Dura + Sobrecapa

Formato: 16,5x21,5 cm

Peso: 584grs.

Número de páginas: 384

Publicado em: 08/12/2006

Área(s): Administração; Economia

Sinopse

O livro trata da comparação de métodos e alternativas de investimento de capital, na análise e elaboração de projetos. Sua preocupação principal é trazer ao leitor, uma série de exercícios que auxiliem na compreensão do problema decisório do custo do capital. Os exercícios em número de quase trezentos trazem a resposta correta, o que facilita o trabalho do professor em sala de aula e do aluno ao preparar-se para as provas. O livro traz, ainda, conceitos que desafiam a gerência quanto a contratos, transações e mapa de gerenciamento de risco, vem ,ainda, companhado de estudo de caso e de um glossário e índice remissivo. É leitura obrigatória para os cursos de Graduação em Administração, Economia e Engenharia da Produção, podendo auxiliar os alunos na preparação para o Enade. O livro vem acompanhado de um roteiro de informações para análise e elaboração de projetos de investimento de capital sob a ótica governamental.

Autor(es)

Marly Cavalcanti – Livre-Docente em Planejamento Empresarial pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo; Professora de carreira da mesma universidade; Titular e Vice Coordenadora do Departamento de Administração da FEA – PUCSP, e Professora da Universidade Metodista de São Paulo, Programa de Pós-Graduação em Administração, área de Gestão de Pessoas e Controladoria. Leciona ainda na Unicentro Belas Artes, compondo o Colegiado do curso de Administração, é Presidente do Instituto Guerrero-Garcia parceiro desta edição, e Editora da Revista Phyllos, atua como Advogada em Negociações de Parcerias Institucionais, sobretudo, no Terceiro Setor.
Vicente Lentini Plantullo – Pós-Doutorando em Tecnologia da Informação Inteligente – TII, pela Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade da Universidade de São Paulo, sob a supervisão da Professora Doutora Maria Aparecida Gouvêa; Doutor, Mestre, Especialista e Bacharel pela Escola de Administração de Empresas da Fundação Getúlio Vargas de São Paulo. Possui MBA em International Finance pela Stockholm School of Economics e é, também, Advogado pelo Instituto Presbiteriano Mackenzie; Professor concursado da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo – PUCSP, e do Centro Universitário Senac de São Paulo – Senac. Atua em mais de uma vintena de empresas como Consultor Jurídico na área Empresarial e em Administração de Empresas na áreas de Produção, Logística e Operações Empresariais Competitivas e Reorganização Empresarial.

Sumário

CAPÍTULO 1 - ACERCA DA TOMADA DE DECISÕES ADMINISTRATIVAS NA ANÁLISE E ELABORAÇÃO DE PROJETOS DE INVESTIMENTO DE CAPITAL, p. 19

AS PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS DAS DECISÕES ADMINISTRATIVAS, p. 19

1 Introdução, p. 19

2 Estágios na tomada de decisão de Projetos de Investimento de Capital, p. 20

2.1 Identificação e Diagnóstico do Problema, p. 20

2.2 Geração de Soluções Alternativas, p. 21

2.3 Avaliação das Alternativas, p. 21

2.4 Escolha, p. 21

2.5 Implementação da Decisão, p. 21

2.6 Avaliação da Decisão, p. 22

2.7 Tomada de Decisão em Grupos, p. 23

2.8 Administração de Tomada de Decisão em Grupo, p. 23

CAPÍTULO 2 - INTRODUÇÃO À ANÁLISE E ELABORAÇÃO DE PROJETOS, p. 29

1 Introdução, p. 29

2 Conceito de Análise e Elaboração de Projetos ou Engenharia Econômica, p. 30

2.1 Conceito de Análise, p. 30

2.2 Um outro conceito de Análise, p. 30

2.3 O conceito de André Lalande sobre a Análise, p. 31

2.4 O conceito de Elaboração segundo Aurélio Buarque de Holanda Ferreira, p. 32

2.5 Conceito de Elaboração segundo De Plácido e Silva, p. 32

2.6 Conceito de Elaboração segundo André Lalande, p. 32

2.7 O conceito de Projetos segundo Aurélio Buarque de Holanda Ferreira, p. 33

2.8 O conceito de Projetos segundo De Plácido e Silva, p. 33

2.9 O conceito de Projetos segundo André Lalande, p. 33

2.10 O conceito de Investimento segundo Aurélio Buarque de Holanda Ferreira, p. 34

2.11 O conceito de Investimento segundo De Plácido e Silva, p. 34

2.12 Conceito de Investimento segundo André Lalande, p. 35

2.13 Conceito de Investimento segundo Ademir Clemente et alii, p. 36

2.14 Conceito de Capital segundo Aurélio Buarque de Holanda Ferreira, p. 36

2.15 Conceito de Capital segundo De Plácido e Silva, p. 36

2.16 Conceito de Capital segundo André Lalande, p. 38

3 Conceito de Análise e Elaboração de Projetos de Investimento de Capital, p. 38

4 O Princípio da Equivalência dos Capitais, p. 39

5 Os Estudos necessários para uma boa Análise e Elaboração de Projetos de Investimento de Capital, p. 39

5.1 Uma decisão baseada em Técnicas Quantitativas, sobretudo de Análise e Estatística, Análise de Cenários e Elementos Financeiros, p. 39

5.2 Uma decisão baseada em Intuição, p. 40

6 Alguns Princípios Pertinentes a Análise e Elaboração de Projetos de Investimento de Capitais, p. 40

CAPÍTULO 3 - CONCEITOS IMPRESCINDÍVEIS NO QUE TANGE À ANÁLISE E ELABORAÇÃO DE PROJETOS DE INVESTIMENTO DE CAPITAL, p. 43

1 Introdução, p. 43

2 Princípio da Equivalência dos Capitais, p. 47

3 Conceito de Juros e Taxa de Juros, p. 48

4 Conceito de Juros Compostos, p. 48

5 Fórmulas importantes a serem utilizadas na Análise e Elaboração de Projetos de Investimento de Capital, p. 49

5.1 Fator de Valor Futuro para Pagamento Único, p. 50

5.2 Fator de Valor Atual para Pagamento Único, p. 50

5.3 Fator de Valor Futuro de uma Série Uniforme de Pagamentos, p. 50

5.4 Fator de Fundo de Amortização (Sinking Fund Factor), p. 50

5.5 Fator de Valor Atual para Série Uniforme, p. 50

5.6 Fator de Recuperação de Capital (Recovery Fund Factor), p. 51

5.7 Fator 1 para Série em Gradiente, p. 51

CAPÍTULO 4 - MÉTODOS EQUIVALENTES PARA COMPARAÇÃO E ALTERNATIVAS DE INVESTIMENTOS DE CAPITAL OU DE ANÁLISE E ELABORAÇÃO DE PROJETOS, p. 53

1 Introdução, p. 53

2 Um pouco do Estudo Teórico do Custo do Capital, p. 53

3 Custo Médio Ponderado de Capital, p. 54

3.1 Custo da Dívida, p. 55

3.2 Custo da Ação Preferencial, p. 56

3.3 Custo da Ação Ordinária, p. 56

3.4 Custo Médio Ponderado do Capital, p. 58

3.5 Fatores que afetam o Custo Médio Ponderado de Capital, p. 59

3.6 Custo Médio Ponderado de Capital ajustado pelo Risco, p. 69

3.7 Estimativa de Risco do Projeto, p. 61

3.8 Técnicas de Medição para o Risco Beta, p. 61

3.9 Algumas Áreas Problemáticas em Custo Médio Ponderado do Capital, p. 62

4 Conclusão, p. 63

5 Resumo, p. 63

6 Conceitos-Chave, p. 66

COMPLEMENTO DO CAPÍTULO - UM POUCO SOBRE A DEPRECIAÇÃO DE BENS DO ATIVO IMOBILIZADO, p. 67

1 Em que consiste a Depreciação de Bens do Ativo Imobilizado?, p. 67

2 Como deve ser fixada a Taxa Anual de Depreciação?, p. 68

3 Como será calculada a Depreciação de bens adquiridos já utilizados?, p. 69

4 Qual a condição para que um caminhão possa ser considerado out-off-the-road, para fins de depreciação no prazo de quatro anos?, p. 69

5 Como proceder quando a taxa de Depreciação efetivamente suportada pelos bens da pessoa jurídica divergir da normalmente admissível, tenha sido, ou não, fixada, para efeitos fiscais, pela SRF?, p. 69

6 Quem poderá registrar o encargo da Depreciação dos bens?, p. 70

7 Quais os bens que podem ser depreciados?, p. 70

8 Quais os bens que não podem ser objeto de depreciação?, p. 70

9 A partir de que momento poderá a depreciação ser imputada no resultado da Pessoa Jurídica?, p. 71

10 Um bem que se encontra no depósito aguardando sua instalação pode ser objeto de Depreciação?, p. 71

11 Empresa que vinha utilizando para determinado bem taxas de depreciação inferiores às admitidas como dedutíveis na apuração do lucro real poderá utilizar taxas mais elevadas a fim de ajustar a depreciação acumulada à taxa normal?, p. 71

12 Como calcular a quota de depreciação de bens aplicados na exploração mineral ou florestal?, p. 71

13 Como calcular a Taxa de Depreciação em caso de conjunto de instalação ou equipamentos?, p. 71

14 Sabendo-se que não é admitida quota de depreciação sobre terrenos, como proceder quando o registro contábil de imóvel construído tiver agregado o valor da construção ao do terreno?, p. 72

15 Um pequeno aprofundamento dos conceitos pertinentes à depreciação e seus respectivos métodos de cálculo, p. 72

16 Depreciação e Vida Útil, p. 73

17 Modelos de Depreciação, p. 74

18 Classificação dos Modelos de Depreciação, p. 74

19 Modelo da Depreciação Linear, p. 75

20 Modelo da Soma dos Dígitos dos Anos ou Modelo de Cole, p. 76

21 Modelo do Saldo Decrescente ou de Matheson, p. 77

22 Modelo do Fundo de Amortização, p. 78

23 Depreciação e Lucro, p. 78

24 Funções do MICROSOFT EXCEL para os Modelos de Depreciação, p. 79

24.1 Modelo da Depreciação Linear - Função Financeira DPD, p. 79

24.2 Modelo da Soma dos Dígitos dos Anos - Função Financeira SDA, p. 79

CAPÍTULO 5 - CONCEITOS LIGADOS ÀS TÉCNICAS SOFISTICADAS DE ANÁLISE DE PROJETOS DE INVESTIMENTO DE CAPITAL, p. 81

1 Introdução, p. 81

2 Decisões de Investimento, p. 81

3 Características do Método do Valor Presente Líquido (VPL), p. 82

3.1 Método do VPL para fluxo de caixa com parcela única, p. 82

3.2 Método do VPL com n parcelas para um plano de aplicações periódicas, p. 83

3.3 Fórmula do VPL de uma anuidade crescente, p. 84

3.4 Perpetuidade, p. 85

4 Critério de Decisão, p. 85

5 Taxa Interna de Retorno, p. 85

5.1 Um Resumo acerca da Taxa Interna de Retorno, p. 85

5.2 Características do Método da Taxa Interna de Retorno (TIR), p. 86

5.3 Critério de Decisão, p. 87

6 Exercícios de Fixação, p. 90

CAPÍTULO 6 - ENGENHARIA ECONÔMICA E INFLAÇÃO, p. 91

1 Introdução, p. 91

2 Análise de Investimentos e Inflação, p. 92

2.1 Conceitos de Inflação, p. 92

2.2 Os Mecanismos de Defesa contra a Inflação: a Indexação, p. 93

2.3 A Inflação em Países Desenvolvidos, p. 94

2.4 A Medida da Inflação - o Índice de Preços, p. 96

2.5 Índices de Preços Gerais versus Setoriais, p. 98

2.6 Inflação Insignificante: Influência Significativa no Longo Prazo, p. 100

2.7 Taxa de Inflação, p. 101

2.8 Conclusão Importante, p. 102

2.9 Definições Importantes, p. 102

2.10 Juros Aparentes e Reais, p. 102

2.11 Equação Fundamental dos Juros Reais, p. 103

3 Texto para Ler e Refletir: o Estado da Dívida Externa Brasileira em uma determinada data, p. 104

4 Análise de Sensibilidade, p. 106

4.1 Taxa de Juros, p. 106

4.2 Mudanças Tecnológicas, p. 107

4.3 Mudanças Mercadológicas, p. 107

4.4 Análise Múltipla de Sensibilidade, p. 108

5 Avaliação de Impacto Ambiental, p. 108

5.1 Definição e Funções, p. 108

5.2 Benefícios do AIA, p. 109

5.3 Metodologia (AIA), p. 109

5.4 Procedimento AIA - 1º Passo - Identificação, p. 110

5.5 Procedimento AIA - 2º Passo - Predição, p. 110

5.6 Procedimento AIA - 3º Passo -Avaliação, p. 111

5.7 Procedimento AIA - 4º Passo - Comunicação, p. 111

5.8 Dificuldades, p. 112

5.9 Os quatro passos para a AIA, p. 113

6 Exemplo de um Processo Administrativo AIA, p. 113

7 Lista de Parâmetros Ambientais, p. 114

8 Caso da Empresa KLL Ltda, p. 115

8.1 Estudar o caso cuidadosamente e determinar os fatos principais e problemas, p. 115

8.2 Listar os impactos para cada uma das três fases do projeto: construção, operação e expansão. Em seguida, preparar uma matriz de atividade para impacto, p. 115

8.3 Identificar as possíveis alternativas para a KLL operar e desenvolver as instalações da fábrica, p. 115

8.4 Decidir e Justificar o que o Governo poderia fazer agora, p. 115

8.5 Retrospecto, p. 116

8.6 A ZDI e o Plano de Desenvolvimento Regional, p. 116

8.7 Objetivos, p. 117

8.8 Expansão Futura, p. 117

8.9 Ambiente Físico, p. 118

8.10 Ambiente Social e Comunitário, p. 118

8.11 Desenvolvimento em 1985, p. 119

9 Minicasos Importantes, p. 119

9.1 O Mar de Coral, p. 119

9.2 A Corrida pelo Ouro de Pescaria, p. 120

9.3 A Fábrica de Cimento Calthoum, p. 120

10 Considerações Adicionais e Critérios para a Seleção e Avaliação de Metodologias Apropriadas para Diferentes Estágios de AIA, p. 121

10.1 Critérios/Questões para a Identificação de Impactos Ambientais, p. 121

10.2 Critérios/Questões para Interpretação de Impactos Ambientais, p. 121

10.3 Critérios/Questões para a Mensuração de Impactos: Exigências em Recursos? Conceitos de Repetibilidade e Flexibilidade, p. 121

10.4 Critérios/Questões para Comunicação de Impactos Ambientais, p. 122

10.5 Critérios/Questões para Recursos de Metodologia, p. 122

11 Estudo: a Gestão de Produção e o Meio Ambiente, p. 122

11.1 A Produção e o Meio Ambiente, p. 122

11.2 Metas do Sistema de Produção, p. 123

11.3 Política Ambiental, p. 124

11.4 Gerência de Poluição, p. 124

11.5 Estrutura Organizacional para gerência ambiental, p. 125

11.6 Coordenador de produção ambiental, p. 125

11.7 Sistemas de Monitoração e retorno da produção/ambiente, p. 126

CAPÍTULO 7 - PREVISÕES FINANCEIRAS NA ANÁLISE E ELABORAÇÃO DE PROJETOS DE INVESTIMENTO DE CAPITAL, p. 129

1 Introdução, p. 129

2 Regressão Linear, p. 130

3 Regressão Não-Linear, p. 130

4 Regressão pelo Método dos Mínimos Quadrados, p. 130

4.1 Regressão Linear pelo Método dos Mínimos Quadrados, p. 131

4.2 Regressão Linear por Transformação, p. 131

4.3 Exercícios, p. 132

CAPÍTULO 8 - MÉTODOS DE ANÁLISE E ELABORAÇÃO DOS PROJETOS DE INVESTIMENTO DE CAPITAL, p. 135

1 Introdução, p. 135

2 Método do Valor Atual ou Valor Presente pura e simplesmente, p. 135

2.1 Exemplos: uma determinada empresa detém as seguintes alternativas para investimento de 2.000 unidades monetárias, p. 136

CAPÍTULO 9 - UM ROTEIRO DE INFORMAÇÕES PARA ANÁLISE E ELABORAÇÃO DE PROJETOS DE INVESTIMENTO DE CAPITAL SOB A ÓTICA GOVERNAMENTAL, p. 139

1 Apresentação, p. 139

2 Grupo/Empresa, p. 139

2.1 O Grupo (caso seja pertinente), p. 139

2.2 A Empresa, p. 140

2.3 O Projeto, p. 142

2.4 Aspectos Econômico-Financeiros, p. 149

2.5 Aspectos Jurídicos, p. 151

2.6 Relação dos Anexos, p. 155

CAPÍTULO 10 - EXERCÍCIOS GERAIS SOBRE ENGENHARIA ECONÔMICA OU ANÁLISE E ELABORAÇÃO DE PROJETOS DE INVESTIMENTO DE CAPITAL, p. 159

CAPÍTULO 11 - VARIADOS EXERCÍCIOS SOBRE TODA A MATÉRIA EXPOSTA NOS CAPÍTULOS ANTERIORES, p. 223

1 Introdução, p. 223

2 Exercícios Gerais, p. 223

A - O CUSTO DE CAPITAL, p. 225

UM QUEBRA-CABEÇAS FINANCEIRO: MOUNTAIN BELL E O CUSTO DO CAPITAL PRÓPRIO, p. 225

1 Introdução, p. 226

2 Prêmio pelo Risco, p. 226

3 Relação entre o Custo de Capital das diversas Fontes de Financiamento, p. 228

4 Cálculo do Custo de Capital das Fontes Individuais, p. 229

4.1 Custo de Debêntures, p. 230

4.2 Custo de Ações Preferenciais, p. 231

4.3 Custo de Capital Próprio Interno, p. 232

B - OUTRAS ABORDAGENS, p. 238

4.4 Custo de Capital Próprio Externo, p. 239

5 Custo de Capital Global, p. 240

6 Resumo, p. 243

7 Anexo, p. 246

CAPÍTULO 12 - TEXTOS ESPECIAIS ENVOLVENDO ANÁLISE E ELABORAÇÃO DE PROJETOS DE INVESTIMENTO DE CAPITAL, MATEMÁTICA FINANCEIRA, MACROECONOMIA E MICROECONOMIA E O CAPITAL FINANCEIRO, p. 261

1 Uma Análise de Rudolf Hilferding acerca das Empresas Capitalistas, p. 261

1.1 Dividendos e Ganhos dos Fundadores, p. 261

1.2 Financiamento das Sociedades por Ações - Sociedades por Ações e Bancos, p. 263

1.3 As Sociedades por Ações e as Empresas Individuais, p. 264

1.4 A Atividade de Emissão, p. 266

2 Kalecki e o Problema dos Custos e Preços, p. 267

2.1 Introdução, p. 267

2.2 Uma Certa Empresa, p. 267

2.3 Acerca dos Coeficientes m e n, p. 267

2.4 Indústria: Caso Especial, p. 269

2.5 Indústria: Caso Geral, p. 269

2.6 Como se altera e por quê se altera o grau de monopólio?, p. 270

2.7 Preços a Longo Prazo, p. 271

2.8 Indústrias Manufatureiras nos EUA, p. 271

2.9 Outro Exemplo, p. 271

2.10 Matérias-primas, p. 272

2.11 Produtos Acabados, p. 272

3 Oligopólio e Progresso Técnico, p. 272

3.1 Introdução, p. 272

3.2 O Declínio da Concorrência e a História Econômica Moderna, p. 273

3.3 Origens do Processo de Concentração Industrial, p. 274

3.4 Pesquisas Estatísticas - obrigam a distinção de três tipos de concentração, p. 274

3.5 Relações entre concentração e formas de mercado, p. 275

3.6 A Análise Moderna das Formas de Mercado distintas da concorrência, p. 275

3.7 O Poder de Mercado das Grandes Empresas: críticas recentes, p. 276

3.8 Concorrência Imperfeita, Oligopólio Diferenciado e Oligopólio Concentrado, p. 276

3.9 Conclusões, p. 277

CAPÍTULO 13 - MÉTODOS DE AVALIAÇÃO DE PROJETOS DE INVESTIMENTO DE CAPITAL, p. 285

1 Método do Payback, p. 286

2 Payback Descontado, p. 286

3 Valor Presente Líquido (VPL), p. 287

4 Índice de Utilidade, p. 287

5 Taxa Interna de Retorno, p. 288

6 Taxa Interna de Retorno Modificada - TIRM, p. 289

6.1 Mas, por quê utilizarmos o Custo Médio Ponderado de Capital da Empresa?, p. 289

6.2 Tempo de Decisão, p. 290

CAPÍTULO 14 - DESAFIOS GERENCIAIS PARA ANÁLISE DE DESEMPENHO E RISCO EM PROJETOS, p. 291

1 Introdução, p. 291

2 O Caso POUPATEMPO, p. 292

3 Caracterização da Organização ´POUPATEMPO´, p. 295

4 Caracterização da Cultura Organizacional, p. 296

4.1 Cultura de Clube (Grupo), p. 296

4.2 Cultura da Função, p. 297

4.3 Cultura de Tarefa, p. 298

4.4 Cultura Existencial, p. 298

5 Método, p. 299

5.1 Amostra, p. 299

5.2 Instrumento de Coleta de Dados, p. 299

5.3 Análise dos Dados, p. 300

6 Resultados e Discussão, p. 300

6.1 Médias e Desvios-padrão das Variáveis do Modelo, p. 300

6.2 Correlações entre as Variáveis do Modelo, p. 302

7 Estabelecendo uma Tipologia de Desafios à Gerência, p. 304

8 Contradições e Tropeços na Formulação de novos Modelos de Negócios, p. 307

8.1 Classificação dos Contratos, p. 310

9 Um exemplo virtuoso, p. 311

10 Análise de Risco em Projetos, p. 319

10.1 Uma Introdução ao Conceito de Gestão de Risco, p. 320

10.2 Risco de Mercado, p. 321

10.3 Risco de Crédito, p. 322

10.4 Risco Operacional, p. 323

10.5 Risco Legal, p. 324

11 Modelagem do Risco Empresarial: a Problemática, p. 324

GLOSSÁRIO, p. 331

REFERÊNCIAS, p. 359

Índice alfabético

A

  • Abordagem. Outras abordagens, p. 238
  • Acerca da tomada de decisões administrativas na análise e elaboração de projetos de investimento de capital, p. 19
  • Ação preferencial. Custo da ação preferencial, p. 56
  • Ação preferencial. Custo de ações preferenciais, p. 231
  • Ademir Clemente et alii. Conceito de investimento segundo Ademir Clemente et alii, p. 36
  • Algumas áreas problemáticas em custo médio ponderado do capital, p. 62
  • Alguns princípios pertinentes a análise e elaboração de projetos de investimento de capitais, p. 40
  • Amostra, p. 299
  • Análise. Conceito de André Lalande sobre a análise, p. 31
  • Análise. Conceito de análise, p. 30
  • Análise. Um outro conceito de análise, p. 30
  • Análise de «Rudolf Hilferding» acerca das empresas capitalistas, p. 261
  • Análise de investimentos e inflação, p. 92
  • Análise de investimentos e inflação. Conclusão importante, p. 102
  • Análise de investimentos e inflação. Definições importantes, p. 102
  • Análise de sensibilidade, p. 106
  • Análise de sensibilidade. Mudanças mercadológicas, p. 107
  • Análise de sensibilidade. Mudanças tecnológicas, p. 107
  • Análise de sensibilidade. Taxa de juros, p. 106
  • Análise dos dados, p. 300
  • Análise e elaboração de projetos. Introdução, p. 29
  • Análise e elaboração de projetos de investimento de capital. Conceito, p. 38
  • Análise e elaboração de projetos de investimento de capital. Conceitos imprescindíveis. Introdução, p. 43
  • Análise múltipla de sensibilidade, p. 108
  • André Lalande. Conceito de André Lalande sobre a análise, p. 31
  • André Lalande. Conceito de capital segundo André Lalande, p. 38
  • André Lalande. Conceito de elaboração segundo André Lalande, p. 32
  • André Lalande. Conceito de investimento segundo André Lalande, p. 35
  • André Lalande. Conceito de projetos segundo André Lalande, p. 33
  • Anexo, p. 246
  • Aspectos econômico-financeiros, p. 149
  • Aspectos econômico-financeiros. Análise prospectiva, p. 150
  • Abordagem. Outras abordagens, p. 238
  • Acerca da tomada de decisões administrativas na análise e elaboração de projetos de investimento de capital, p. 19
  • Ação preferencial. Custo da ação preferencial, p. 56
  • Ação preferencial. Custo de ações preferenciais, p. 231
  • Ademir Clemente et alii. Conceito de investimento segundo Ademir Clemente et alii, p. 36
  • Algumas áreas problemáticas em custo médio ponderado do capital, p. 62
  • Alguns princípios pertinentes a análise e elaboração de projetos de investimento de capitais, p. 40
  • Amostra, p. 299
  • Análise. Conceito de André Lalande sobre a análise, p. 31
  • Análise. Conceito de análise, p. 30
  • Análise. Um outro conceito de análise, p. 30
  • Análise de «Rudolf Hilferding» acerca das empresas capitalistas, p. 261
  • Análise de investimentos e inflação, p. 92
  • Análise de investimentos e inflação. Conclusão importante, p. 102
  • Análise de investimentos e inflação. Definições importantes, p. 102
  • Análise de sensibilidade, p. 106
  • Análise de sensibilidade. Mudanças mercadológicas, p. 107
  • Análise de sensibilidade. Mudanças tecnológicas, p. 107
  • Análise de sensibilidade. Taxa de juros, p. 106
  • Análise dos dados, p. 300
  • Análise e elaboração de projetos. Introdução, p. 29
  • Análise e elaboração de projetos de investimento de capital. Conceito, p. 38
  • Análise e elaboração de projetos de investimento de capital. Conceitos imprescindíveis. Introdução, p. 43
  • Análise múltipla de sensibilidade, p. 108
  • André Lalande. Conceito de André Lalande sobre a análise, p. 31
  • André Lalande. Conceito de capital segundo André Lalande, p. 38
  • André Lalande. Conceito de elaboração segundo André Lalande, p. 32
  • André Lalande. Conceito de investimento segundo André Lalande, p. 35
  • André Lalande. Conceito de projetos segundo André Lalande, p. 33
  • Anexo, p. 246
  • Aspectos econômico-financeiros, p. 149
  • Aspectos econômico-financeiros. Análise prospectiva, p. 150

C

  • Capital fechado. Empresas de capital fechado, p. 62
  • Capital financeiro. Textos especiais envolvendo análise e elaboração de projetos de investimento de capital, matemática financeira, macroeconomia e microeconomia e capital financeiro, p. 261
  • Características do método da Taxa Interna de Retorno (TIR), p. 86
  • Características do método do valor presente líquido (VPL), p. 82
  • Caracterização da cultura organizacional, p. 296
  • Caso poupatempo, p. 292
  • Caso poupatempo. Caracterização da organização «poupa-tempo», p. 295
  • Classificação dos modelos de depreciação, p. 74
  • Como calcular a taxa de depreciação em caso de conjunto de instalação ou equipamentos?, p. 71
  • Como proceder quando a taxa de depreciação efetivamente suportada pelos bens da pessoa jurídica divergir da normalmente admissível, tenha sido ou não, fixada, para efeitos fiscais, pela SRF?, p. 69
  • Conceito de André Lalande sobre a análise, p. 31
  • Conceito de análise, p. 30
  • Conceito de análise e elaboração de projetos de investimento de capital, p. 38
  • Conceito de análise e elaboração de projetos ou engenharia econômica, p. 30
  • Conceito de capital segundo André Lalande, p. 38
  • Conceito de capital segundo Aurélio Buarque de Holanda Ferreira, p. 36
  • Conceito de capital segundo De Plácido e Silva, p. 36
  • Conceito de capital segundo De Plácido e Silva. Conceito de capital fixo, p. 37
  • Conceito de capital segundo De Plácido e Silva. Conceito de capital imobilizado, p. 37
  • Conceito de capital segundo De Plácido e Silva. Conceito de capital variável, p. 37
  • Conceito de elaboração segundo André Lalande, p. 32
  • Conceito de elaboração segundo Aurélio Buarque de Holanda Ferreira, p. 32
  • Conceito de elaboração segundo De Plácido e Silva, p. 32
  • Conceito de gestão de risco. Introdução ao conceito, p. 320
  • Conceito de investimento segundo Ademir Clemente et alii, p. 36
  • Conceito de investimento segundo André Lalande, p. 35
  • Conceito de investimento segundo Aurélio Buarque de Holanda Ferreira, p. 34
  • Conceito de investimento segundo De Plácido e Silva, p. 34
  • Conceito de juros compostos, p. 48
  • Conceito de juros e taxa de juros, p. 48
  • Conceito de projetos segundo André Lalande, p. 33
  • Conceito de projetos segundo Aurélio Buarque de Holanda Ferreira, p. 33
  • Conceito de projetos segundo De Plácido e Silva, p. 33
  • Conceitos de inflação, p. 92
  • Conceitos imprescindíveis no que tange à analise e elaboração de projetos de investimento de capital, p. 43
  • Conceitos ligados às técnicas sofisticadas de análise de projetos de investimento de capital, p. 81
  • Conceitos ligados às técnicas sofisticadas de análise de projetos de investimento de capital. Introdução, p. 81
  • Conceitos-chave, p. 66
  • Concentração industrial. Origens do processo de concentração industrial, p. 274
  • Concentração industrial. Pesquisas estatísticas obrigam a distinção de três tipos de concentração, p. 274
  • Concentração industrial. Relações entre concentração e formas de mercado, p. 275
  • Concorrência. Análise moderna das formas de mercado distintas da concorrência, p. 275
  • Concorrência. Estrutura da oferta e padrão de concorrência, p. 147
  • Concorrência imperfeita, oligopólio diferenciado e oligopólio concentrado, p. 276
  • Considerações adicionais e critérios para a seleção e avaliação de metodologias apropriadas para diferentes estágios de AIA, p. 121
  • Contratos. Classificação dos contratos, p. 310
  • Critérios/questões para a identificação de impactos ambientais, p. 121
  • Critérios/questões para comunicação de impactos ambientais, p. 122
  • Critérios/questões para interpretação de impactos ambientais, p. 121
  • Critérios/questões para mensuração de impactos. exigências em recursos? Conceitos de repetibilidade e flexibilidade, p. 121
  • Critérios/questões para recursos de metodologia, p. 122
  • Cultura da função, p. 297
  • Cultura de clube (grupo), p. 296
  • Cultura de tarefa, p. 298
  • Cultura existencial, p. 298
  • Cultura organizacional. Caracterização da cultura organizacional, p. 296
  • Custo da ação ordinária, p. 56
  • Custo da ação preferencial, p. 56
  • Custo da dívida, p. 55
  • Custo de ações preferenciais, p. 231
  • Custo de capital, p. 225
  • Custo de capital. Cálculo do custo de capital das fontes individuais, p. 229
  • Custo de capital. Relação entre o custo de capital das diversas fontes de financiamento, p. 228
  • Custo de capital global, p. 240
  • Custo de capital para projetos de diferentes riscos, p. 63
  • Custo de capital próprio externo, p. 239
  • Custo de capital próprio interno, p. 232
  • Custo de debêntures, p. 230
  • Custo do capital. Um pouco do estudo teórico do custo do capital, p. 53
  • Custo médio. Algumas áreas problemáticas em custo médio ponderado do capital, p. 62
  • Custo médio ponderado de capital, p. 54
  • Custo médio ponderado de capital. Fatores que afetam o custo médio ponderado de capital, p. 59
  • Custo médio ponderado de capital. Mas, por quê utilizarmos o custo médio ponderado de capital da empresa?, p. 289
  • Custo médio ponderado de capital ajustado pelo risco, p. 60
  • Custo médio ponderado do capital, p. 58

D

  • De Plácido e Silva. Conceito de capital segundo De Plácido e Silva, p. 36
  • De Plácido e Silva. Conceito de capital segundo De Plácido e Silva. Conceito de capital fixo, p. 37
  • De Plácido e Silva. Conceito de capital segundo De Plácido e Silva. Conceito de capital imobilizado, p. 37
  • De Plácido e Silva. Conceito de capital segundo De Plácido e Silva. Conceito de capital variável, p. 37
  • De Plácido e Silva. Conceito de elaboração segundo De Plácido e Silva, p. 32
  • De Plácido e Silva. Conceito de investimento segundo De Plácido e Silva, p. 34
  • De Plácido e Silva. Conceito de projetos segundo De Plácido e Silva, p. 33
  • Debêntures. Custo de debêntures, p. 230
  • Decisões de investimento, p. 81
  • Decisão administrativa. Principais características. Introdução, p. 19
  • Declínio da concorrência e a história econômica moderna, p. 273
  • Depreciação e lucro, p. 78
  • Depreciação e vida útil, p. 73
  • Depreciação linear. Modelo, p. 75
  • Depreciação. Funções do Microsoft Excel para os modelos de depreciação, p. 79
  • Depreciação. Modelos de depreciação, p. 74
  • Depreciação de bens. A partir de que momento poderá a depreciação ser imputada no resultado da pessoa jurídica?, p. 71
  • Depreciação de bens. Como calcular a quota de depreciação de bens aplicados na exploração mineral ou florestal?, p. 71
  • Depreciação de bens. Como será calculada a depreciação de bens adquiridos já utilizados?, p. 69
  • Depreciação de bens. Quais os bens que não podem ser objeto de depreciação?, p. 70
  • Depreciação de bens. Quais os bens que não podem ser objeto de depreciação?, p. 70
  • Depreciação de bens. Quais os bens que podem ser depreciados?, p. 70
  • Depreciação de bens. Qual a condição para que um caminhão possa ser considerado out-off-the road, para fins de depreciação no prazo de quatro anos?, p. 69
  • Depreciação de bens. Quem poderá registrar o encargo da depreciação dos bens?, p. 70
  • Depreciação de bens. Sabendo-se que não é admitida quota de depreciação sobre terrenos, como proceder quando o registro contábil de imóvel construído tiver agregado o valor da construção ao do terreno, p. 72
  • Depreciação de bens. Um bem que se encontra no depósito aguardando sua instalação pode ser objeto de depreciação?, p. 71
  • Depreciação de bens. Um pequeno aprofundamento dos conceitos pertinentes à depreciação e seus respectivos métodos de cálculo, p. 72
  • Desafios gerenciais para análise de desempenho e risco em projetos, p. 291
  • Desafios gerenciais para análise de desempenho e risco em projetos. Introdução, p. 291
  • Dívida. Custo da dívida, p. 55
  • Dívida externa. Texto para ler e refletir: o estado da dívida externa brasileira em uma determinada data, p. 104
  • Dividendos e ganhos dos fundadores, p. 261

E

  • Elaboração. Conceito de elaboração segundo André Lalande, p. 32
  • Elaboração. Conceito de elaboração segundo Aurélio Buarque de Holanda Ferreira, p. 32
  • Elaboração. Conceito de elaboração segundo De Plácido e Silva, p. 32
  • Emissão. Atividade de emissão, p. 266
  • Empresa, p. 140
  • Empresa. Utilização para determinado bem de taxas de depreciação inferiores às admitidas como dedutíveis na apuração do lucro real. Utilização de taxas mais elevadas a fim de ajustar a depreciação acumulada à taxa normal, p. 71
  • Empresas de capital fechado, p. 62
  • Engenharia econômica. Conceito de análise e elaboração de projetos ou engenharia econômica, p. 30
  • Engenharia econômica e inflação, p. 91
  • Engenharia econômica e inflação. Introdução, p. 91
  • Equação fundamental dos juros reais, p. 103
  • Estágios na tomada de decisão de projetos de investimento de capital, p. 20
  • Estimativa de risco do projeto, p. 61
  • Estrutura da oferta e padrão de concorrência, p. 147
  • Estudo: a gestão de produção e o meio ambiente, p. 122
  • Estudos necessários para uma boa análise e elaboração de projetos de investimento de capital, p. 39
  • Exemplos: uma determinada empresa detém as seguintes alternativas para investimento de 2.000 unidades monetárias, p. 136
  • Exercícios, p. 132
  • Exercícios de fixação, p. 90
  • Exercícios gerais, p. 223
  • Exercícios gerais sobre engenharia econômica ou análise e elaboração de projetos de investimento de capital, p. 159
  • Exploração florestal. Como calcular a quota de depreciação de bens aplicados na exploração mineral ou florestal?, p. 71
  • Exploração mineral. Como calcular a quota de depreciação de bens aplicados na exploração mineral ou florestal?, p. 71

F

  • Fator 1 para série em Gradiente, p. 51
  • Fator de fundo de amortização (sinking fund factor), p. 50
  • Fator de recuperação de capital (recovery fund factor), p. 51
  • Fator de valor atual para pagamento único, p. 50
  • Fator de valor atual para série uniforme, p. 50
  • Fator de valor futuro de uma série uniforme de pagamentos, p. 50
  • Fator de valor futuro para pagamento único, p. 50
  • Fatores que afetam o custo médio ponderado de capital, p. 59
  • Financiamento. Investimento ou financiamento, p. 87
  • Financiamento das sociedades por ações. Sociedades por ações e bancos, p. 263
  • Fórmula do VPL de uma anuidade crescente perpetuidade, p. 85
  • Fórmulas importantes a serem utilizadas na análise e elaboração de projetos de investimento de capital, p. 49
  • Funções do Microsoft Excel para os modelos de depreciação, p. 79
  • Fundo de amortização. Modelo, p. 78

G

  • Gerência. Estabelecendo uma tipologia de desafios à gerência, p. 304
  • Gerência ambiental. Estrutura organizacional para gerência ambiental, p. 125
  • Gerência de poluição, p. 124
  • Gestão de produção. Estudo: a gestão de produção e o meio ambiente, p. 122
  • Gestão de risco. Conceito de gestão de risco. Introdução ao conceito, p. 320
  • Glossário, p. 331
  • Grupo (caso seja pertinente), p. 139
  • Grupo/empresa, p. 139

H

  • História econômica moderna. Declínio da concorrência e a história econômica moderna, p. 273

I

  • Impacto ambiental. Avaliação de impacto ambiental, p. 108
  • Impacto ambiental. Critérios/questões para a identificação de impactos ambientais, p. 121
  • Impacto ambiental. Critérios/questões para comunicação de impactos ambientais, p. 122
  • Impacto ambiental. Critérios/questões para interpretação de impactos ambientais, p. 121
  • Impactos do projeto na empresa e no mercado, p. 148
  • Índice de utilidade, p. 287
  • Índices de preços gerais versus setoriais, p. 98
  • Inflação em países desenvolvidos, p. 94
  • Inflação insignificante: influência significativa no longo prazo, p. 100
  • Inflação. Conceitos de inflação, p. 92
  • Inflação. Mecanismos de defesa contra a inflação: a indexação, p. 93
  • Inflação. Medida da inflação. O índice de preços, p. 96
  • Inflação. Taxa de inflação, p. 101
  • Instrumento de coleta de dados, p. 299
  • Introdução à análise e elaboração de projetos, p. 29
  • Introdução à análise e elaboração de projetos. Introdução, p. 29
  • Investimento. Conceito de investimento segundo Ademir Clemente et alii, p. 36
  • Investimento. Conceito de investimento segundo André Lalande, p. 35
  • Investimento. Conceito de investimento segundo Aurélio Buarque de Holanda Ferreira, p. 34
  • Investimento. Conceito de investimento segundo De Plácido e Silva, p. 34
  • Investimento de capital. Acerca da tomada de decisões administrativas na análise e elaboração de projetos de investimento de capital, p. 19
  • Investimento de capital. Conceito de análise e elaboração de projetos de investimento de capital, p. 38
  • Investimento de capital. Estágios na tomada de decisão de projetos de investimento de capital, p. 20
  • Investimento de capital. Estudos necessários para uma boa análise e elaboração de projetos de investimento de capital, p. 39
  • Investimento de capital. Métodos de avaliação de projetos de investimento de capital, p. 285
  • Investimento de capital. Métodos equivalentes para comparação e alternativas de investimentos de capital ou de análise de e elaboração de projetos. Conclusão, p. 63
  • Investimento de capital. Tomada de decisão de projetos de investimento de capital. Estágios. Administração de tomada de decisão em grupo, p. 23
  • Investimento de capital. Tomada de decisão de projetos de investimento de capital. Estágios. Avaliação das alternativas, p. 21
  • Investimento de capital. Tomada de decisão de projetos de investimento de capital. Estágios. Avaliação da decisão, p. 22
  • Investimento de capital. Tomada de decisão de projetos de investimento de capital. Estágios. Escolha, p. 21
  • Investimento de capital. Tomada de decisão de projetos de investimento de capital. Estágios. Geração de soluções alternativas, p. 21
  • Investimento de capital. Tomada de decisão de projetos de investimento de capital. Estágios. Implementação da decisão, p. 21
  • Investimento de capital. Tomada de decisão de projetos de investimento de capital. Estágios. Tomada de decisão em grupos, p. 23
  • Investimento ou financiamento, p. 87
  • Investimentos e inflação. Análise, p. 92

J

  • Juros. Conceito de juros e taxa de juros, p. 48
  • Juros. Equação fundamental dos juros reais, p. 103
  • Juros aparentes e reais, p. 102
  • Juros compostos. Conceito, p. 48

K

  • KLL. Caso da empresa KLL Ltda, p. 115
  • KLL. Caso da empresa KLL Ltda. Ambiente físico, p. 118
  • KLL. Caso da empresa KLL Ltda. Ambiente social e comunitário, p. 118
  • KLL. Caso da empresa KLL Ltda. Decidir e justificar o que o governo poderia fazer agora, p. 115
  • KLL. Caso da empresa KLL Ltda. Desenvolvimento em 1985, p. 119
  • KLL. Caso da empresa KLL Ltda. Estudar o caso cuidadosamente e determinar os fatos principais e problemas, p. 115
  • KLL. Caso da empresa KLL Ltda. Expansão futura, p. 117
  • KLL. Caso da empresa KLL Ltda. Identificar as possíveis alternativas para a KLL operar e desenvolver as instalações da fábrica, p. 115
  • KLL. Caso da empresa KLL Ltda. Listar os impactos para cada uma das três fases do projeto: construção, operação e expansão. Em seguida, preparar uma matriz de atividade para impacto, p. 115
  • KLL. Caso da empresa KLL Ltda. Objetivos, p. 117
  • KLL. Caso da empresa KLL Ltda. Retrospecto, p. 116
  • KLL. Caso da empresa KLL Ltda. ZDI e o plano de desenvolvimento regional, p. 116
  • «Kalecki» e o problema dos custos e preços, p. 267
  • «Kalecki» e o problema dos custos e preços. Acerca dos coeficientes M e N, p. 267
  • «Kalecki» e o problema dos custos e preços. Como se altera e por quê se altera o grau de monopólio?, p. 270
  • «Kalecki» e o problema dos custos e preços. Indústria: caso especial, p. 268
  • «Kalecki» e o problema dos custos e preços. Indústria: caso geral, p. 269
  • «Kalecki» e o problema dos custos e preços. Indústrias manufatureiras nos EUA, p. 271
  • «Kalecki» e o problema dos custos e preços. Introdução, p. 267
  • «Kalecki» e o problema dos custos e preços. Matérias-primas, p. 272
  • «Kalecki» e o problema dos custos e preços. Outro exemplo, p. 271
  • «Kalecki» e o problema dos custos e preços. Preços a longo prazo, p. 271
  • «Kalecki» e o problema dos custos e preços. Produtos acabados, p. 272
  • «Kalecki» e o problema dos custos e preços. Uma certa empresa, p. 267

L

  • Lista de parâmetros ambientais, p. 114
  • Lucro. Depreciação e lucro, p. 78

M

  • Macroeconomia. Textos especiais envolvendo análise e elaboração de projetos de investimento de capital, matemática financeira, macroeconomia e microeconomia e capital financeiro, p. 261
  • «Matheson». Modelo do saldo decrescente ou de «Matheson», p. 77
  • Mecanismos de defesa contra a inflação: a indexação, p. 93
  • Medida da inflação. O índice de preços, p. 96
  • Meio ambiente. Avaliação de impacto ambiental, p. 108
  • Meio ambiente. Estudo: a gestão de produção e o meio ambiente, p. 122
  • Meio ambiente. Lista de parâmetros ambientais, p. 114
  • Meio ambiente. Política ambiental, p. 124
  • Meio ambiente. Produção e o meio ambiente, p. 122
  • Mercado, p. 146
  • Mercado externo, p. 146
  • Mercado interno, p. 146
  • Metas do sistema de produção, p. 123
  • Método, p. 299
  • Método do VPL com n parcelas para um plano de aplicações periódicas, p. 83
  • Método do VPL para fluxo de caixa com parcela única, p. 82
  • Método do payback, p. 286
  • Método do valor atual ou valor presente pura e simplesmente, p. 135
  • Método do valor presente líquido (VPL). Características, p. 82
  • Metodologias apropriadas para diferentes estágios de AIA. Considerações adicionais e critérios para a seleção e avaliação, p. 121
  • Métodos de avaliação de projetos de investimento de capital, p. 285
  • Métodos equivalentes para comparação e alternativas de investimentos de capital ou de análise de e elaboração de projetos. Conclusão, p. 63
  • Métodos equivalentes para comparação e alternativas de investimentos de capital ou de análise e elaboração de projetos, p. 53
  • Métodos equivalentes para comparação e alternativas de investimentos de capital ou de análise e elaboração de projetos. Introdução, p. 53
  • Métodos equivalentes para comparação e alternativas de investimentos de capital ou de análise e elaboração de projetos. Resumo, p. 63
  • Microeconomia. Textos especiais envolvendo análise e elaboração de projetos de investimento de capital, matemática financeira, macroeconomia e microeconomia e capital financeiro, p. 261
  • Minicasos importantes, p. 119
  • Minicasos importantes. Corrida pelo ouro de pescaria, p. 120
  • Minicasos importantes. Fábrica de cimento «Calthoum», p. 120

K

  • «Kalecki» e o problema dos custos e preços. Produtos acabados, p. 272
  • «Kalecki» e o problema dos custos e preços. Uma certa empresa, p. 267

L

  • Lista de parâmetros ambientais, p. 114
  • Lucro. Depreciação e lucro, p. 78

M

  • Macroeconomia. Textos especiais envolvendo análise e elaboração de projetos de investimento de capital, matemática financeira, macroeconomia e microeconomia e capital financeiro, p. 261
  • «Matheson». Modelo do saldo decrescente ou de «Matheson», p. 77
  • Mecanismos de defesa contra a inflação: a indexação, p. 93
  • Medida da inflação. O índice de preços, p. 96
  • Meio ambiente. Avaliação de impacto ambiental, p. 108
  • Meio ambiente. Estudo: a gestão de produção e o meio ambiente, p. 122
  • Meio ambiente. Lista de parâmetros ambientais, p. 114
  • Meio ambiente. Política ambiental, p. 124
  • Meio ambiente. Produção e o meio ambiente, p. 122
  • Mercado, p. 146
  • Mercado externo, p. 146
  • Mercado interno, p. 146
  • Metas do sistema de produção, p. 123
  • Método, p. 299
  • Método do VPL com n parcelas para um plano de aplicações periódicas, p. 83
  • Método do VPL para fluxo de caixa com parcela única, p. 82
  • Método do payback, p. 286
  • Método do valor atual ou valor presente pura e simplesmente, p. 135
  • Método do valor presente líquido (VPL). Características, p. 82
  • Metodologias apropriadas para diferentes estágios de AIA. Considerações adicionais e critérios para a seleção e avaliação, p. 121
  • Métodos de avaliação de projetos de investimento de capital, p. 285
  • Métodos equivalentes para comparação e alternativas de investimentos de capital ou de análise de e elaboração de projetos. Conclusão, p. 63
  • Métodos equivalentes para comparação e alternativas de investimentos de capital ou de análise e elaboração de projetos, p. 53
  • Métodos equivalentes para comparação e alternativas de investimentos de capital ou de análise e elaboração de projetos. Introdução, p. 53
  • Métodos equivalentes para comparação e alternativas de investimentos de capital ou de análise e elaboração de projetos. Resumo, p. 63
  • Microeconomia. Textos especiais envolvendo análise e elaboração de projetos de investimento de capital, matemática financeira, macroeconomia e microeconomia e capital financeiro, p. 261
  • Minicasos importantes, p. 119
  • Minicasos importantes. Corrida pelo ouro de pescaria, p. 120
  • Minicasos importantes. Fábrica de cimento «Calthoum», p. 120

K

  • «Kalecki» e o problema dos custos e preços. Produtos acabados, p. 272
  • «Kalecki» e o problema dos custos e preços. Uma certa empresa, p. 267

L

  • Lista de parâmetros ambientais, p. 114
  • Lucro. Depreciação e lucro, p. 78

M

  • Macroeconomia. Textos especiais envolvendo análise e elaboração de projetos de investimento de capital, matemática financeira, macroeconomia e microeconomia e capital financeiro, p. 261
  • «Matheson». Modelo do saldo decrescente ou de «Matheson», p. 77
  • Mecanismos de defesa contra a inflação: a indexação, p. 93
  • Medida da inflação. O índice de preços, p. 96
  • Meio ambiente. Avaliação de impacto ambiental, p. 108
  • Meio ambiente. Estudo: a gestão de produção e o meio ambiente, p. 122
  • Meio ambiente. Lista de parâmetros ambientais, p. 114
  • Meio ambiente. Política ambiental, p. 124
  • Meio ambiente. Produção e o meio ambiente, p. 122
  • Mercado, p. 146
  • Mercado externo, p. 146
  • Mercado interno, p. 146
  • Metas do sistema de produção, p. 123
  • Método, p. 299
  • Método do VPL com n parcelas para um plano de aplicações periódicas, p. 83
  • Método do VPL para fluxo de caixa com parcela única, p. 82
  • Método do payback, p. 286
  • Método do valor atual ou valor presente pura e simplesmente, p. 135
  • Método do valor presente líquido (VPL). Características, p. 82
  • Metodologias apropriadas para diferentes estágios de AIA. Considerações adicionais e critérios para a seleção e avaliação, p. 121
  • Métodos de avaliação de projetos de investimento de capital, p. 285
  • Métodos equivalentes para comparação e alternativas de investimentos de capital ou de análise de e elaboração de projetos. Conclusão, p. 63
  • Métodos equivalentes para comparação e alternativas de investimentos de capital ou de análise e elaboração de projetos, p. 53
  • Métodos equivalentes para comparação e alternativas de investimentos de capital ou de análise e elaboração de projetos. Introdução, p. 53
  • Métodos equivalentes para comparação e alternativas de investimentos de capital ou de análise e elaboração de projetos. Resumo, p. 63
  • Microeconomia. Textos especiais envolvendo análise e elaboração de projetos de investimento de capital, matemática financeira, macroeconomia e microeconomia e capital financeiro, p. 261
  • Minicasos importantes, p. 119
  • Minicasos importantes. Corrida pelo ouro de pescaria, p. 120
  • Minicasos importantes. Fábrica de cimento «Calthoum», p. 120

R

  • Regressão não-linear, p. 130
  • Regressão pelo método dos mínimos quadrados, p. 130
  • Relação dos anexos, p. 155
  • Relação entre o custo de capital das diversas fontes de financiamento, p. 228
  • Resultados e discussão, p. 300
  • Resumo, p. 243
  • Risco. Tipos de risco, p. 321
  • Risco da empresa ou interno da empresa, p. 61
  • Risco de crédito, p. 322
  • Risco de mercado, p. 321
  • Risco de mercado ou coeficiente Beta, p. 61
  • Risco de projeto. Estimativa de risco do projeto, p. 61
  • Risco em projetos. Desafios gerenciais para análise de desempenho e risco em projetos, p. 291
  • Risco empresarial. Modelagem do risco empresarial: a problemática, p. 324
  • Risco isolado, p. 61
  • Risco legal, p. 324
  • Risco operacional, p. 323
  • Roteiro de informações para análise e elaboração de projetos de investimento de capital sob a ótica governamental, p. 139
  • Roteiro de informações para análise e elaboração de projetos de investimento de capital sob a ótica governamental. Apresentação, p. 139
  • «Rudolf Hilferding». Análise de «Rudolf Hilferding» acerca das empresas capitalistas, p. 261

S

  • Saldo decrescente ou de «Matheson». Modelo, p. 77
  • Sistemas de monitoração e retorno da produção/ambiente, p. 126
  • Sociedade por ações. Financiamento das sociedades por ações. Sociedades por ações e bancos, p. 263
  • Sociedades por ações e as empresas individuais, p. 264
  • Soma dos dígitos dos anos ou modelo de Cole. Modelo, p. 76
  • Sumário, p. 7

T

  • TIR. Características do método da Taxa Interna de Retorno (TIR), p. 86
  • TIR. Critério de decisão, p. 87
  • Taxa Interna de Retorno, p. 85
  • Taxa anual de depreciação. Como deve ser fixada a taxa anual de depreciação?, p. 68
  • Taxa de inflação, p. 101
  • Taxa de juros. Conceito de juros e taxa de juros, p. 48
  • Taxa interna de retorno, p. 288
  • Taxa interna de retorno modificada - TIRM, p. 289
  • Taxas múltiplas de retorno, p. 89
  • Técnicas de medição para o Risco Beta, p. 61
  • Tempo de decisão, p. 290
  • Texto para ler e refletir: o estado da dívida externa brasileira em uma determinada data, p. 104

R

  • Regressão não-linear, p. 130
  • Regressão pelo método dos mínimos quadrados, p. 130
  • Relação dos anexos, p. 155
  • Relação entre o custo de capital das diversas fontes de financiamento, p. 228
  • Resultados e discussão, p. 300
  • Resumo, p. 243
  • Risco. Tipos de risco, p. 321
  • Risco da empresa ou interno da empresa, p. 61
  • Risco de crédito, p. 322
  • Risco de mercado, p. 321
  • Risco de mercado ou coeficiente Beta, p. 61
  • Risco de projeto. Estimativa de risco do projeto, p. 61
  • Risco em projetos. Desafios gerenciais para análise de desempenho e risco em projetos, p. 291
  • Risco empresarial. Modelagem do risco empresarial: a problemática, p. 324
  • Risco isolado, p. 61
  • Risco legal, p. 324
  • Risco operacional, p. 323
  • Roteiro de informações para análise e elaboração de projetos de investimento de capital sob a ótica governamental, p. 139
  • Roteiro de informações para análise e elaboração de projetos de investimento de capital sob a ótica governamental. Apresentação, p. 139
  • «Rudolf Hilferding». Análise de «Rudolf Hilferding» acerca das empresas capitalistas, p. 261

S

  • Saldo decrescente ou de «Matheson». Modelo, p. 77
  • Sistemas de monitoração e retorno da produção/ambiente, p. 126
  • Sociedade por ações. Financiamento das sociedades por ações. Sociedades por ações e bancos, p. 263
  • Sociedades por ações e as empresas individuais, p. 264
  • Soma dos dígitos dos anos ou modelo de Cole. Modelo, p. 76
  • Sumário, p. 7

T

  • TIR. Características do método da Taxa Interna de Retorno (TIR), p. 86
  • TIR. Critério de decisão, p. 87
  • Taxa Interna de Retorno, p. 85
  • Taxa anual de depreciação. Como deve ser fixada a taxa anual de depreciação?, p. 68
  • Taxa de inflação, p. 101
  • Taxa de juros. Conceito de juros e taxa de juros, p. 48
  • Taxa interna de retorno, p. 288
  • Taxa interna de retorno modificada - TIRM, p. 289
  • Taxas múltiplas de retorno, p. 89
  • Técnicas de medição para o Risco Beta, p. 61
  • Tempo de decisão, p. 290
  • Texto para ler e refletir: o estado da dívida externa brasileira em uma determinada data, p. 104
  • Textos especiais envolvendo análise e elaboração de projetos de investimento de capital, matemática financeira, macroeconomia e microeconomia e o capital financeiro, p. 261
  • Tomada de decisão de projetos de investimento de capital. Estágios. Administração de tomada de decisão em grupo, p. 23
  • Tomada de decisão de projetos de investimento de capital. Estágios. Avaliação da decisão, p. 22
  • Tomada de decisão de projetos de investimento de capital. Estágios. Avaliação das alternativas, p. 21
  • Tomada de decisão de projetos de investimento de capital. Estágios. Escolha, p. 21
  • Tomada de decisão de projetos de investimento de capital. Estágios. Geração de soluções alternativas, p. 21
  • Tomada de decisão de projetos de investimento de capital. Estágios. Identificação e diagnóstico do problema, p. 20
  • Tomada de decisão de projetos de investimento de capital. Estágios. Implementação da decisão, p. 21
  • Tomada de decisão de projetos de investimento de capital. Estágios. Tomada de decisão em grupos, p. 23

U

  • Um resumo acerca da Taxa Interna de Retorno, p. 85
  • Uma decisão baseada em técnicas quantitativas, sobretudo de análise e estatística, análise de cenários e elementos financeiros, p. 39

V

  • VPL. Características do método do valor presente líquido (VPL), p. 82
  • VPL. Critério de decisão, p. 85
  • VPL. Fórmula do VPL de uma anuidade crescente perpetuidade, p. 85
  • VPL. Método do VPL com n parcelas para um plano de aplicações periódicas, p. 83
  • VPL. Método do VPL para fluxo de caixa com parcela única, p. 82
  • Valor atual. Método do valor atual ou valor presente pura e simplesmente, p. 135
  • Valor presente. Método do valor atual ou valor presente pura e simplesmente, p. 135
  • Valor presente líquido (VPL), p. 287
  • Variados exercícios sobre toda a matéria exposta nos capítulos anteriores, p. 223
  • Variados exercícios sobre toda a matéria exposta nos capítulos anteriores. Introdução, p. 223
  • Variáveis do modelo. Correlações entre as variáveis do modelo, p. 302
  • Vida útil. Depreciação e vida útil, p. 73

Recomendações

Capa do livro: Economias do Compartilhamento e o Direito, Organizadores: Rafael A. F. Zanatta, Pedro C. B. de Paula e Beatriz Kira

Economias do Compartilhamento e o Direito

 Organizadores: Rafael A. F. Zanatta, Pedro C. B. de Paula e Beatriz KiraISBN: 978853627389-1Páginas: 388Publicado em: 23/10/2017

Versão impressa

R$ 127,70em 5x de R$ 25,54Adicionar ao
carrinho

Versão digital

de R$ 89,90* porR$ 71,92em 2x de R$ 35,96Adicionar eBook
ao carrinho
Capa do livro: Carreira & Trabalho, Carlos César Ronchi e Nehemias Bandeira

Carreira & Trabalho

 Carlos César Ronchi e Nehemias BandeiraISBN: 978853628194-0Páginas: 182Publicado em: 21/08/2018

Versão impressa

R$ 74,70em 2x de R$ 37,35Adicionar ao
carrinho

Versão digital

R$ 54,70em 2x de R$ 27,35Adicionar eBook
ao carrinho
Capa do livro: Capital Empreendedor, Sergio Henrique Miranda de Sousa

Capital Empreendedor

 Sergio Henrique Miranda de SousaISBN: 978853622139-7Páginas: 220Publicado em: 20/08/2008

Versão impressa

R$ 59,90em 2x de R$ 29,95Adicionar ao
carrinho
Capa do livro: Narcisismo nas Organizações, Carlos César Ronchi

Narcisismo nas Organizações

 Carlos César RonchiISBN: 978853626018-1Páginas: 186Publicado em: 28/07/2016

Versão impressa

R$ 67,70em 2x de R$ 33,85Adicionar ao
carrinho

Versão digital

R$ 49,90 Adicionar eBook
ao carrinho