Gestão de Pessoas - Abordagem Pós-Moderna

Marly Cavalcanti

Parcele em até 6x sem juros no cartão.
Parcela mínima de R$ 20,00

Versão impressa

Ficha técnica

Autor(es): Marly Cavalcanti

ISBN: 978853622210-3

Acabamento: Brochura

Número de páginas: 264

Publicado em: 19/12/2008

Área(s): Administração

Sinopse

Neste Volume:

• Introdução ao pensamento pragmático, origens e evolução;
• O método pragmatista: resolver questões, levando em conta várias possibilidades, mas, fundamentalmente, considerando as consequências políticas de uma ou outra opção;
• Nominalistas e Universalistas em Gestão de Pessoas: a disputa em Richard Rorty e Jurgen Habermas – James e Dewey – Platão e Descartes;
• Donald Davidson, a unificação da teoria da ação e no significado do monismo anômalo em Gestão de Pessoas;
• O Pragmatismo como crítica ao Racionalismo e ao Idealismo: Humanismo e Gestão de Pessoas;
• Posicionamento Metafilosófico para a Gestão de Pessoas;
• A administração pragmática no contexto de intenções e interesses da sociedade brasileira – Um novo paradigma para Gestão de Pessoas;
• Nomes e perfis dos seguidores do neopragmatismo no Brasil em Gestão de Pessoas.
 

Autor(es)

Marly Cavalcanti é Doutora em Administração pela Universidade de São Paulo – USP; Mestra em Administração de Empresas pela Escola de Administração de Empresas de São Paulo – FGV/EAESP; Mestra em Ciências Sociais pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo – PUCSP; Mestra em Filosofia pela Pontifícia Universidade Católica – PUCSP. Presidente do Instituto Guerrero-Garcia (ONG) e da Revista Phyllos. Livre-docente pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo – PUCSP. Graduada em Ciências Jurídicas e Sociais, pela Universidade de São Paulo – USP. Graduada em Medicina Veterinária, pela Universidade Paulista – Unip. Atua em planejamento estratégico, arranjos produtivos locais, terceiro setor, inter-disciplinaridade organizacional e logística. Foi Professora titular do Programa de Pós-Graduação da Universidade Metodista de São Paulo. Publicou os seguintes livros e capítulos de livros: Humanismo na administração; A busca de um propósito e de um sentido de vida: o voluntariado e o diagnóstico emancipador. In: Voluntariado e a gestão das políticas sociais; Fragmentos. In: Caleidoscópio – antologia literária; A Evolução do pensamento estratégico. In: Gestão estratégica de negócios; Estratégia e controladoria: uma análise comparativa de modelos de sistema de gestão na era do conhecimento. In: Gestão estratégica de negócios; Livro organizado: gestão estratégica de negócios. É docente concursada, categoria pleno do Centro Paula Souza, fatec zl e fate-czs, coordena na fatec zl, núcleo de pesquisa e desenvolvimento centro tecnológico – secretaria do desenvolvimento do Estado de São Paulo.

Sumário

Capítulo 1 - Introdução ao pensamento pragmático, origens e evolução

1.1 O conceito de realidade para Peirce

1.2 Os filósofos analíticos

1.3 A consciência metodológica e a definição de sentido

1.4 A vinculação dos níveismicro e macroorganizacionais

1.5 Falácia da concretude mal colocada

1.6 Os tipos ideais e a redução empírica

1.7 O individualismo metodológico

1.8 Texto para leitura e discussão: Jeremy Bentham e utilitarismo

Capítulo 2 - O método pragmatista: resolver questões, levando em conta várias possibilidades, mas, fundamentalmente, considerando as conseqüências políticas de uma ou outra opção

2.1 Introdução

2.2 Da fenomenologia ao pragmatismo

2.3 O pragmatismo e a intersubjetividade

2.4 Institucionalização e liberdade: gestão de pessoas e trabalho

2.5 Texto de leitura e discussão: Do positivismo ao pós-pragmatismo

Capítulo 3 - Nominalistas e universalistas em gestão de pessoas: a disputa em Richard Rorty e Jurgen Habermas - James e Dewey - Platão e Descartes

3.1 Introdução

3.2 Realismo e o relativismo segundo Rorty

3.3 A disputa entre Jurgen Habermas e Richard Rorty

3.4 James e Dewey, Platão e Descartes

3.5 Texto para leitura e discussão: Neopragmatismo

Capítulo 4 - Donald Davidson, a unificação da teoria da ação e o significado do monismo anômalo em gestão de pessoas

4.1 Introdução

4.2 No marco da relação intersubjetiva em um mundo comum aos sujeitos

4.3 A pós-modernidade

4.4 Monismo anômalo em gestão de pessoas

4.5 Texto para leitura e discussão: Pragmatismo: além da retórica em economia

Capítulo 5 - O pragmatismo como crítica ao racionalismo e ao idealismo: humanismo e gestão de pessoas

5.1 Introdução

5.2 A mente como último refúgio da intrinsecalidade

5.3 Humanismo e gestão de pessoas: uma leitura crítica - relato de pesquisa: o expatriado dissonante: a pós-modernidade e as condições impostas ao trabalhador pela globalização

5.4 Max Weber - reinterpretado

5.5 Texto para leitura: Espiritualidade no mundo corporativo: análise das aproximações entre prática religiosa e vida profissional

Capítulo 6 - Posicionamento metafilosófico para a gestão de pessoas

6.1 Introdução

6.2 Modelo de Sbragia de clima organizacional

6.3 Guerreiro Ramos e a proposta de uma nova busca de sentido

6.4 Historicismo, holismo e contextualismo em gestão de pessoas

6.5 Texto para leitura e discussão: Liberalismo e antimarxismo: Richard Rorty em diálogo com Dewey e Castoriadis

Capítulo 7 - A administração pragmática no contexto de intenções e interesses da sociedade brasileira - um novo paradigma para gestão de pessoas

7.1 Introdução

7.2 Ética em gestão de pessoas na administração - trajetória do empresário: a busca de novos caminhos políticos e éticos para sua atuação

7.3 O fim do leninismo, Havel e a esperança social

7.4 Da solidariedade

7.5 Texto para leitura e discussão: As lições de José Guilherme Merquior

Capítulo 8 - Nomes e perfis dos seguidores do neopragmatismo no Brasil e gestão de pessoas

8.1 Introdução

8.2 Uma relação de autores do pensamento emancipatório em gestão de pessoas

8.3 Mente, contexto, e competências gerenciais em gestão de pessoas

9 - Conclusões

A Filosofia de Rorty pode ser assim pensada

9.1 Texto para leitura e discussão: Filosofia da práxis e (neo)pragmatismo: a "novidade" do neopragmatismo de R. Rorty

Referências

Índice alfabético

A

  • Administração pragmática no contexto de intenções e interesses da sociedade brasileira. Novo paradigma para gestão de pessoas
  • Análise das aproximações entre práticareligiosa e vida profissional. Espiritualidade no mundo corporativo. Texto para leitura
  • Apresentação. Pensamento evida de Richard Rorty

B

  • Bentham. Críticas às concepções utilitaristas de Bentham
  • Bentham. O princípio da utilidade na concepção de Bentham
  • Bentham. Texto para leitura e discussão: Jeremy Bentham e o utilitarismo
  • Bentham. Texto para leitura e discussão. Jeremy Bentham e o utilitarismo. Considerações finais
  • Busca de sentido. Guerreiro Ramos e a proposta de uma nova busca de sentido

C

  • Características de um modelo de burocracia para nações emergentes. Quadro 10
  • Clima (linguagem)versus Estratégia versus Teoria do caos. Quadro 8
  • Clima organizacional. Modelo de Sbragia
  • Competência gerencial. Mente, contexto e competências gerenciais em gestão de pessoas
  • Conceito de realidade para Peirce
  • Conclusões
  • Concretude. Falácia da concretude mal colocada
  • Consciência metodológica e adefinição de sentido
  • Considerações finais. Texto para leitura e discussão. Jeremy Bentham e o utilitarismo
  • Contexto, competências gerenciais emente em gestão de pessoas
  • Contextualismo, historicismo e holismo em gestão de pessoas
  • Críticas às concepções u tilitaristas de Bentham

D

  • Da racionalidade à solidariedade. Quadro 3
  • Descartes. Nominalistas e universalistas em gestão de pessoas. Disputa em Richard Rorty e Jurgem Habermas - James e Dewey - Platão e Descartes
  • Disputa em Richard Rorty e Jurgem Habermas - James e Dewey - Platão e Descartes. Nominalistas e universalistas em gestão de pessoas
  • Disputa entre Jurgen Habermas e Richard Rorty
  • Do positivismo ao pós-pragmatismo.Texto de leitura e discussão
  • Donald Davidson, a unificação da teoria da ação e o significado do monismo anômalo em gestão de pessoas

E

  • Empresário. Trajetória. Busca de novos caminhos políticos e éticos para sua atuação. Ética em gestão de pessoas na administração
  • Escala de abstração. Quadro I
  • Esperança social e Havel. Fim do lenilismo
  • Espiritualidade no mundo corporativo. Análise das aproximações entre prática religiosa e vida profissional. Texto para leitura
  • Estratégias para transmissão de valores organizacionais. Quadro 5
  • Ética em gestão de pessoas na administração. Trajetória do empresário: a busca de novos caminhos políticos eéticos para sua atuação

F

  • Falácia da concretude mal colocada
  • Fenomenologia. Da fenomenologia ao pragmatismo
  • Filosofia da práxis e (neo)pragmatismo de R. Rorty. Texto para leitura e discussão
  • Filosofia deRorty
  • Filosofia. Filósofos analíticos
  • Filosofia. Posicionamento metafilosófico para a gestão de pessoas
  • Filósofos analíticos
  • Fim do leninismo, Havel e a esperança social

G

  • Gestão de pessoas e humanismo. Uma leitura crítica
  • Gestão de pessoas e trabalho.Institucionalização e liberdade
  • Gestão de pessoas na administração.Ética. Trajetória do empresário: a busca de novos caminhos políticos eéticos para sua atuação
  • Gestão de pessoas. Donald Davidson, a unificação da teoria da ação e o significado do monismo anômalo em gestão de pessoas
  • Gestão de pessoas. Historicismo, holismo e contextualismo em gestão de pessoas
  • Gestão de pessoas. Mente, contexto e competências gerenciais
  • Gestão de pessoas.Monismo anômalo
  • Gestão de pessoas. Nomes e perfis dos seguidores do neopragmatismo no Brasil em gestão de pessoas
  • Gestão de pessoas. Nominalistas e universalistas em gestão de pessoas. Disputa em Richard Rorty e Jurgem Habermas - James e Dewey - Platão e Descartes
  • Gestão de pessoas. Novo paradigma. Administração pragmática no contexto de intenções e interesses da sociedade brasileira
  • Gestão de pessoas. Posicionamento metafilosófico
  • Gestão de pessoas. Pragmatismo como crítica ao racionalismo e ao idealismo. Humanismo e gestão de pessoas
  • Guerreiro Ramos e a proposta deuma nova busca de sentido
  • Guerreiro Ramos. Proposta. Quadro 9

H

  • Havel e a esperança social. Fim do lenilismo
  • Historicismo, holismo e contextualismo em gestão de pessoas
  • Holismo, historicismo e contextualismo em gestão de pessoas
  • Humanismo e gestão de pessoas. Pragmatismo como crítica ao racionalismo e ao idealismo
  • Humanismo e gestão de pessoas. Uma leitura crítica

I

  • Idealismo. Pragmatismo como crítica ao racionalismo e ao idealismo. Humanismo e gestão de pessoas
  • Individualismo metodológico
  • Institucionalização e liberdade. Gestão de pessoas e trabalho
  • Intersubjetividade e pragmatismo
  • Intrinsecalidade. Mente como último refúgio da intrinsecalidade
  • Introdução ao pensamento pragmático. Origens e evolução
  • Introdução. Método pragmatista. Resolver questões levando em conta várias possibilidades, mas, fundamentalmente, considerando as conseqüências políticas deuma outra opção
  • Introdução. Texto para leitura e discussão: Jeremy Bentham e o utilitarismo

J

  • James e Dewey, Platão e Descartes
  • James e Dewey. Nominalistas e universalistas em gestão de pessoas. Disputa em Richard Rorty e Jurgem Habermas - James e Dewey - Platão e Descartes
  • Jeremy Bentham e o utilitarismo. Texto para leitura e discussão
  • Jurgen Habermas e Richard Rorty. Disputa
  • Jurgen Habermas. Nominalistas e universalistas em gestão de pessoas. Disputa em Richard Rorty e Jurgem Habermas - James e Dewey - Platão e Descartes

L

  • Liberalismo e antimarxismo. Richard Rordy em diálogo com Dewey e Castoriadis. Texto para leitura e discussão
  • Liberdade e institucionalização. Gestão de pessoas e trabalho
  • Lições de José Guilherme Merquior.Texto para leitura e discussão

M

  • Marco da relaçãointersubjetiva em um mundo comum aos sujeitos
  • Max Weber reinterpretado
  • Mentalidades, características e competências gerenciais. Quadro 11
  • Mente como último refúgioda intrinsecalidade
  • Mente, contexto e competências gerenciais em gestão de pessoas
  • Metafilosofia. Posicionamento metafilosófico para a gestão de pessoas
  • Método pragmatista. Resolver questões levando em conta várias possibilidades, mas, fundamentalmente, considerando as conseqüências políticas de uma outra opção
  • Método pragmatista. Resolver questões levando em conta várias possibilidades, mas, fundamentalmente, considerando as conseqüências políticas de uma outra opção. Introdução
  • Metodologia. Consciência metodológica e a definição de sentido
  • Metodologia. Individualismo metodológico
  • Micro e macroorganização. Vinculaçãodos níveis micro e macroorganizacionais
  • Modalidades e fundamentos de controle social. Quadro 7
  • Modelo de Sbragia de clima organizacional
  • Monismo anômalo em gestão de pessoas
  • Monismo anômalo. Donald Davidson, a unificação da teoria da ação e o significado do monismo anômalo em gestão de pessoas

N

  • Neopragmatismo. Nomes e perfis dos seguidores do neopragmatismo no Brasil em gestão de pessoas
  • Neopragmatismo. Texto para leitura e discussão
  • No marco da relaçãointersubjetiva em um mundo comum aos sujeitos
  • Nomes e perfis dos seguidores do neopragmatismo no Brasil em gestão de pessoas
  • Nominalistas e universalistas em gestão de pessoas. Disputa em Richard Rorty e Jurgem Habermas - James e Dewey - Platão e Descartes
  • Novo paradigma para gestão de pessoas. Administração pragmática no contexto de intenções e interesses da sociedade brasileira

O

  • O princípio da utilidade na concepção de Bentham
  • Origens e evolução. Introdução ao pensamento pragmático

P

  • Peirce. Conceito de realidade para Peirce
  • Pensamento e vida de Richard Rorty. Apresentação
  • Pensamento pragmático. Origens e evolução. Introdução
  • Pensamento. Filosofia de Rorty
  • Platão e Descartes, James e Dewey
  • Platão. Nominalistas e universalistas em gestão de pessoas. Disputa em Richard Rorty e Jurgem Habermas - James e Dewey - Platão e Descartes
  • Pós-modernidade
  • Posicionamento metafilosófico para a gestão de pessoas
  • Pragmatismo como crítica ao racionalismo e ao idealismo. Humanismo e gestão de pessoas
  • Pragmatismo e intersubjetividade
  • Pragmatismo: além da retórica em economia. Texto para leitura e discussão
  • Pragmatismo. Da fenomenologia ao pragmatismo
  • Prefácio
  • Princípio da utilidade naconcepção de Bentham

Q

  • Quadro 10. Características de um modelo de burocracia para nações emergentes
  • Quadro 11. Mentalidades, características e competências gerenciais
  • Quadro 3. Da racionalidade à solidariedade
  • Quadro 4. Sistema geral de ação. Subsistemas e funções primárias
  • Quadro 5. Estratégias para transmissão de valores organizacionais
  • Quadro 6. Seis tipos de ritos: processos e objetivos
  • Quadro 7. Modalidades e fundamentos de controle social
  • Quadro 8. Clima (linguagem)versus Estratégia versus Teoria do caos
  • Quadro 9. Uma propostade Guerreiro Ramos
  • Quadro I. Escalade abstração

R

  • Racionalidade. Da racionalidadeà solidariedade. Quadro 3
  • Racionalismo. Pragmatismo como críticaao racionalismo e ao idealismo. Humanismo e gestão de pessoas
  • Realidade. Conceito para Peirce
  • Realismo e relativismo segundo Rorty
  • Redução empírica e tipos ideais
  • Referências
  • Relação de autores do pensamento emancipatório em gestão de pessoas
  • Relaçãointersubjetiva em um mundo comum aos sujeitos. Marco
  • Relativismo e realismo segundo Rorty
  • Religiosidade. Análise das aproximações entre prática religiosa e vida profissional. Espiritualidade no mundo corporativo. Texto para leitura
  • Resolver questões levando em conta várias possibilidades, mas, fundamentalmente, considerando as conseqüências políticas de uma outra opção. Método pragmatista
  • Richard Rordy em diálogo com Dewey e Castoriadis. Liberalismo e antimarxismo. Texto para leitura e discussão
  • Richard Rorty e Jurgen Habermas. Disputa
  • Richard Rorty. Nominalistas e universalistas em gestão de pessoas. Disputa em Richard Rorty e Jurgem Habermas - James e Dewey - Platão e Descartes
  • Richard Rorty. Pensamento e vida. Apresentação
  • Rorty. Realismo e relativismo segundo Rorty

S

  • Seis tipos de ritos: processos e objetivos. Quadro 6
  • Sentido. Guerreiro Ramos e a propostade uma nova busca de sentido
  • Sistema geral de ação. Subsistemase funções primárias. Quadro 4
  • Solidariedade
  • Solidariedade. Da racionalidadeà solidariedade. Quadro 3
  • Sujeito. Relaçãointersubjetiva em um mundo comum aos sujeitos. Marco

T

  • Teoria da ação. Donald Davidson, a unificação da teoria da ação e o significado do monismo anômalo em gestão de pessoas
  • Texto de leitura e discussão. Do positivismo ao pós-pragmatismo
  • Texto para leitura e discussão:Jeremy Bentham e o utilitarismo
  • Texto para leitura e discussão: Jeremy Bentham e o utilitarismo. Introdução
  • Texto para leitura e discussão. Filosofia da práxis e (neo)pragmatismo de R. Rorty
  • Texto para leitura e discussão. Liberalismo e antimarxismo. Richard Rordy em diálogo com Dewey e Castoriadis
  • Texto para leitura e discussão. Lições de José Guilherme Merquior
  • Texto para leitura e discussão. Neopragmatismo
  • Texto para leitura e discussão. Pragmatismo: além da retórica em economia
  • Texto para leitura. Espiritualidade no mundo corporativo. Análise das aproximações entre prática religiosa e vida profissional
  • Tipos ideais e a redução empírica
  • Trabalho e gestão de pessoas.Institucionalização e liberdade
  • Trajetória do empresário: a busca de novos caminhos políticos e éticos para sua atuação. Ética em gestão de pessoas na administração

U

  • Uma proposta de Guerreiro Ramos. Quadro 9
  • Universalistas e nominalistas em gestão de pessoas. Disputa em Richard Rorty e Jurgem Habermas - James e Dewey - Platão e Descartes
  • Utilitarismo. Princípio da utilidade na concepção de Bentham
  • Utilitarismo. Texto para leitura e discussão: Jeremy Bentham e o utilitarismo

V

  • Vinculação dos níveis micro e macroorganizacionais

Recomendações

Capa do livro: Mitologia e Negócios - Lições da Grécia Antiga para Empreendedores Modernos, Lutero de Paiva Pereira e Renato de Paiva Pereira

Mitologia e Negócios - Lições da Grécia Antiga para Empreendedores Modernos

2ª Edição – Revista e AtualizadaLutero de Paiva Pereira e Renato de Paiva PereiraISBN: 978853623996-5Páginas: 102Publicado em: 13/11/2012

Versão impressa

R$ 29,90Adicionar ao
carrinho
Capa do livro: Gestão de Pessoas nas Organizações Públicas, Mara Beckert e Viviane Narducci

Gestão de Pessoas nas Organizações Públicas

 Mara Beckert e Viviane NarducciISBN: 978853624572-0Páginas: 96Publicado em: 18/03/2014

Versão impressa

R$ 29,90Adicionar ao
carrinho
Capa do livro: Gestão Hoteleira - Custos, Sistemas de Informação, Planejamento Estratégico, Orçamento e Gestão Ambiental, Rogério João Lunkes e Fabricia Silva da Rosa

Gestão Hoteleira - Custos, Sistemas de Informação, Planejamento Estratégico, Orçamento e Gestão Ambiental

 Rogério João Lunkes e Fabricia Silva da RosaISBN: 978853623634-6Páginas: 276Publicado em: 31/01/2012

Versão impressa

R$ 79,70Adicionar ao
carrinho