Descomplicando a Escrita Braille - Considerações a Respeito da Deficiência Visual

Rosane do Carmo Machado - Coautor: Eugenio Andrés Díaz Merino

Leia na Biblioteca Virtual
FICHA TÉCNICA
Autor(es): Rosane do Carmo Machado - Coautor: Eugenio Andrés Díaz Merino
ISBN: 978853622494-7
Acabamento: Brochura
Número de Páginas: 94
Publicado em: 01/06/2009
Área(s): Literatura e Cultura - Educação; Psicologia - Escolar e Educação
CONFIRA TAMBÉM
SINOPSE

Atualmente, saiu do âmbito da discussão e foi para a prática o direito da criança em frequentar regularmente a escola, nesse contexto, a criança com alguma necessidade educacional especial. Mesmo assim, ainda há preocupação sobre as propostas desse trabalho inclusivo, que devem ser objetivas, claras e viáveis para que a escola possa desenvolver um efetivo atendimento, em especial no setor público.

É nessa perspectiva que este trabalho visa colaborar com gestores e professores que atuam nas escolas comuns e com alunos com necessidades educacionais especiais.

Neste Volume:

• A INCLUSÃO EDUCACIONAL
- A Inclusão de Alunos com Deficiência Visual
- Aprendizagem Cooperativa

• CONHECENDO A DEFICIÊNCIA VISUAL
- Deficiência Visual
- Cegueira
- Baixa Visão

• CONSIDERAÇÕES SOBRE O DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM DA CRIANÇA COM DEFICIÊNCIA VISUAL
- A Utilização dos Sentidos para a Aprendizagem
- A Família como Parte do Processo Educativo

• O ATENDIMENTO EDUCACIONAL DO ALUNO COM DEFICIÊNCIA VISUAL
- Ensino do Sorobã
- Orientação e Mobilidade
- Atividades da Vida Diária
- Estimulação Visual
- Apoio à Escolaridade com Atendimento Itinerante
- Adaptações Curriculares
- Rede de Apoio
- Recursos Tecnológicos

• CONTEXTUALIZANDO A ESCRITA BRAILLE
- Os Recursos Usualmente Utilizados na Escrita
- Reglete – Características e Dimensões

• PESQUISA REALIZADA COM PROFESSORES QUE UTILIZAM A REGLETE NA ALFABETIZAÇÃO DE ALUNOS COM DEFICIÊNCIA VISUAL
- Estratégias Metodológicas

• A NOVA PROPOSTA – A ESCRITA NÃO INVERTIDA
- A Escrita na Nova Proposta
- Croqui da Nova Reglete
 

AUTOR(ES)

Rosane do Carmo Machado é Doutoranda em Engenharia de Produção pela UFSC; Mestra em Educação pela UFPR em 2002; Especialista em Educação; Pedagoga. Concursada do Estado do Paraná, trabalhou, na educação básica, como Professora e Supervisora Pedagógica; atuou por mais de vinte anos no Departamento de Educação Especial, da Secretaria de Estado da Educação, desenvolvendo e realizando serviços de implantação de projetos, rotinas de trabalho para atendimento aos alunos, manuais técnico-pedagógicos, cursos de capacitação e acompanhamento dos serviços prestados ao Estado. Em 2004, realizou o projeto de implantação do Colégio Educacional Araucária – EFM no qual foi diretora por cinco anos. Na educação superior atuou como Supervisora Educacional; Professora da graduação e pós-graduação em diversas IES e desde 2002 é Diretora acadêmica da Facear – Faculdade Educacional de Araucária.

Eugenio Andrés Díaz Merino é Doutor em Engenharia de Produção pela Universidade Federal de Santa Catarina, 2000; Mestre em Engenharia de Produção pela Universidade Federal de Santa Catarina, 1996; graduado em Desenho Industrial pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, 1993. Atualmente é Professor adjunto IV da Universidade Federal de Santa Catarina e coordena o Núcleo de Gestão de Design. Tem experiência na área de Desenho Industrial, com ênfase em Gestão de Design, atuando principalmente nos seguintes temas: ergonomia, design, agrodesign, gestão de design e usabilidade. Participa dos programas de Pós-graduação em Design, Engenharia de Produção e Orientador no Programa de Pós-graduação em Engenharia de Gestão do Conhecimento, todos da UFSC. Faz parte do grupo de avaliadores do INEP/MEC e do Conselho Estadual de Educação de Santa Catarina na avaliação de cursos. É líder do grupo de pesquisa em gestão de design e pesquisador CNPq. Bolsista de Produtividade em Pesquisa do CNPq - Nível 2.

SUMÁRIO

LISTA DE FIGURAS

LISTA DE GRÁFICOS

1 INTRODUÇÃO

2 A INCLUSÃO EDUCACIONAL

2.1 A Inclusão de Alunos com Deficiência Visual

2.2 Aprendizagem Cooperativa

3 CONHECENDO A DEFICIÊNCIA VISUAL

3.1 Deficiência Visual

3.2 Cegueira

3.3 Baixa Visão

4 CONSIDERAÇÕES SOBRE O DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM DA CRIANÇA COM DEFICIÊNCIA VISUAL

4.1 A Utilização dos Sentidos para a Aprendizagem

4.2 A Família como Parte do Processo Educativo

5 O ATENDIMENTO EDUCACIONAL DO ALUNO COM DEFICIÊNCIA VISUAL

5.1 Ensino do Sorobã

5.2 Orientação e Mobilidade

5.3 Atividades da Vida Diária

5.4 Estimulação Visual

5.5 Apoio à Escolaridade com Atendimento Itinerante

5.6 Adaptações Curriculares

5.7 Rede de Apoio

5.8 Recursos Tecnológicos

6 CONTEXTUALIZANDO A ESCRITA BRAILLE

6.1 Os Recursos Usualmente Utilizados na Escrita

6.2 Reglete - Características e Dimensões

7 PESQUISA REALIZADA COM PROFESSORES QUE UTILIZAM A REGLETE NA ALFABETIZAÇÃO DE ALUNOS COM DEFICIÊNCIA VISUAL

7.1 Estratégias Metodológicas

8 A NOVA PROPOSTA - A ESCRITA NÃO INVERTIDA

8.1 A Escrita na Nova Proposta

8.2 Croqui da Nova Reglete

9 CONSIDERAÇÕES FINAIS

REFERÊNCIAS

ÍNDICE ALFABÉTICO

A

  • Adaptações curriculares. Atendimento educacional
  • Alfabetização. Pesquisa realizadacom professores que utilizam a reglete na alfabetização de alunos com deficiência visual
  • Aluno com deficiência visual. Alfabetização. Pesquisa realizada com professores que utilizam a reglete na alfabetização de alunos com deficiência visual.
  • Aluno com deficiência visual. Aprendizagem cooperativa. Inclusão educacional
  • Aluno com deficiência visual. Recursos tecnológicos
  • Aluno com deficiência visual. Rede de apoio
  • Aluno. Adaptações curriculares. Atendimento educacional.
  • Aluno. Atendimento educacional do aluno com deficiência visual
  • Aluno. Atividades da vida diária. Atendimento educacional
  • Aluno. Deficiente visual. Inclusão educacional
  • Aluno. Estimulação visual. Atendimento educacional.
  • Aluno. Orientação e mobilidade. Atendimento educacional.
  • Atendimento educacional.Ensino do Sorobã
  • Apoio à escolaridade com atendimento itinerante. Atendimento educacional.
  • Aprendizagem cooperativa. Inclusão educacional. Aluno com deficiência visual
  • Aprendizagem e desenvolvimento dacriança com deficiência visual
  • Aprendizagem. Sentidos. Utilização dossentidos para a aprendizagem.
  • Apresentação e análise dos resultados. Estratégias metodológicas. Pesquisa realizada com professores que utilizam a reglete na alfabetização de alunos com deficiência visual.
  • Atendimento educacional do aluno com deficiência visual
  • Atendimento educacional. Atividades da vida diária.
  • Atendimento educacional. Estimulação visual.
  • Atendimento educacional.Orientação e mobilidade.
  • Atendimento itinerante. Apoio à escolaridade. Atendimento educacional.
  • Atividades da vida diária.Atendimento educacional.

B

  • Baixa visão.Conceito
  • Braille. Contextualização
  • Braille. Recursos usualmente utilizados na escrita Braille.
  • Braille. Reglete. Características e dimensões.

C

  • Campo de estudo. Estratégias metodológicas. Pesquisa realizada com professores que utilizam a reglete na alfabetização de alunos com deficiência visual.
  • Cegueira. Conceito.
  • Conceito. Cegueira.
  • Conceito. Deficiência visual
  • Conhecendo a deficiência visual.
  • Considerações finais
  • Considerações sobre o desenvolvimento e aprendizagem da criança com deficiência visual.
  • Contextualizando a escrita Braille
  • Croqui da nova reglete
  • Currículo. Adaptações curriculares. Atendimento educacional

D

  • Deficiência visual. Aprendizagem cooperativa. Inclusão educacional
  • Deficiência visual. Baixa visão
  • Deficiência visual. Cegueira
  • Deficiência visual. Conceito
  • Deficiência visual. Conhecendo a deficiência visual
  • Deficiente visual. Adaptações curriculares. Atendimento educacional.
  • Deficiente visual. Atendimento educacional do aluno com deficiência visual.
  • Deficiente visual. Desenvolvimento e aprendizagem da criança com deficiência visual
  • Deficiente visual. Educação. Família como parte do processo educativo
  • Deficiente visual. Educação. Inclusão de alunos com deficiência visual.
  • Deficiente visual. Inclusão educacional
  • Desenvolvimento e aprendizagem dacriança com deficiência visual

E

  • Educação. Aprendizagem e desenvolvimento da criança com deficiência visual
  • Educação. Atendimento educacional do aluno com deficiência visual.
  • Educação. Currículo. Adaptações rriculares. Atendimento educacional.
  • Educação. Família como partedo processo educativo.
  • Educação. Inclusão de alunoscom deficiência visual.
  • Ensino do Sorobã. Atendimento educacional
  • Escolaridade. Atendimento itinerante. Apoio à escolaridade.
  • Escrita Braille. Contextualização
  • Escrita Braille. Recursosusualmente utilizados.
  • Escrita Braille. Reglete. Características e dimensões.
  • Escrita na nova proposta
  • Escrita não invertida. Escrita na nova proposta
  • Escrita não invertida. Nova proposta
  • Estimulação visual. Atendimento educacional.
  • Estratégias metodológicas. Pesquisa realizada com professores que utilizam a reglete na alfabetização de alunos com deficiência visual

F

  • Família como parte doprocesso educativo

I

  • Inclusão de alunos comdeficiência visual
  • Inclusão educacional. Aluno com deficiência visual. Aprendizagem cooperativa.
  • Introdução

M

  • Mobilidade e orientação. Atendimento educacional

N

  • Nova proposta. Escrita não invertida
  • Nova reglete. Croqui.

O

  • Orientação e mobilidade.Atendimento educacional.

P

  • Pesquisa realizada com professores que utilizam a reglete na alfabetização de alunos com deficiência visual.
  • Procedimento de análise de dados. Estratégias metodológicas. Pesquisa realizada com professores que utilizam a reglete na alfabetização de alunos com deficiência visual
  • Procedimento de coleta de dados. Estratégias metodológicas. Pesquisa realizada com professores que utilizam a reglete na alfabetização de alunos com deficiência visual
  • Processo educativo. Deficiente visual. Família como parte do processo educativo.

R

  • Recursos tecnológicos. Alunocom deficiência visual
  • Recursos usualmente utilizados na escrita Braille
  • Rede de apoio. Aluno com deficiência visual
  • Referências.
  • Reglete. Características e dimensões. Escrita Braille.
  • Reglete. Croqui da nova reglete
  • Reglete. Pesquisa realizada com professores que utilizam a reglete na alfabetização de alunos com deficiência visual.
  • Reglete. Tipos

S

  • Seleção e caracterização dos sujeitos . Estratégias metodológicas. Pesquisa realizada com professores que utilizam a reglete na alfabetização de alunos com deficiência visual.
  • Sentidos. Utilização dos sentidos para a aprendizagem
  • Sorobã. Ensino. Atendimento educacional

T

  • Tecnologia. Recursos tecnológicos.Aluno com deficiência visual
  • Tipos de punção
  • Tipos de Reglete

U

  • Utilização dos sentidos para a aprendizagem.
INDIQUE ESSA OBRA

Indique essa obra para um amigo:

De:

Nome:

E-mail:

Informe apenas 1 email por vez

Para:

Nome:

E-mail:

Informe apenas 1 email por vez


Mensagem: