Direitos Fundamentais e Democracia - O Debate Habermas - Alexy

Fernando Ferreira dos Santos

Parcele em até 6x sem juros no cartão.
Parcela mínima de R$ 20,00

Versão impressa

Ficha técnica

Autor(es): Fernando Ferreira dos Santos

ISBN: 978853623141-9

Acabamento: Brochura

Número de páginas: 226

Publicado em: 29/11/2010

Área(s): Direito Constitucional; Direito - Filosofia do Direito

Sinopse

Na teoria constitucional brasileira e, mais especificamente, na teoria dos direitos fundamentais, o tema dos princípios é recorrente, sobretudo a concepção de Robert Alexy, segundo a qual estes seriam mandados de otimização e, portanto, passíveis de ponderação. Embora se anote aqui e ali das críticas formuladas por Jurgen Habermas, nem sempre se apercebe, no entanto, que estas censuras ocorrem dentro da teoria discursiva do Direito: que é, nas palavras de Manuel Atienza, de um lado, uma sistematização e reinterpretação da teoria do discurso prático habermasiana e, por outro lado, uma extensão dessa tese para o campo específico do Direito. Neste sentido, as admoestações habermasianas à visão de Robert Alexy hão de ser entendidas não apenas quanto ao conceito de princípios, e sua vinculação aos valores, mas, essencialmente, referentes à própria concepção da teoria discursiva do Direito, e, dentro dela, à caracterização dos direitos fundamentais e o papel destes no Estado Democrático de Direito. Daí a profunda divergência entre os dois quanto à adequada função, e lugar, da jurisdição constitucional numa democracia. Em tempos de exacerbado ativismo do Supremo Tribunal Federal, a presente obra oferece subsídios relevantes para compreensão do atual momento do Direito Constitucional brasileiro.

Autor(es)

Fernando Ferreira dos Santos é Doutor em Direito Constitucional pela Universidade Federal de Pernambuco; Mestre em Direito Constitucional pela Universidade Federal do Ceará; Membro do Ministério Público do Estado do Piauí desde 1988. Atualmente é Promotor de Justiça da Fazenda Pública em Teresina. Professor de Direito Constitucional da Universidade Federal do Piauí e da Escola da Magistratura do Estado do Piauí. Autor do livro: Princípio Constitucional da Dignidade da Pessoa Humana, editado pela Celso Bastos Editor, 1998.

Sumário

INTRODUÇÃO

Capítulo 1 - TEORIA DOS PRINCÍPIOS: UM MAPA CONCEITUAL

1 Introdução

2 A Tese da Separação Débil

2.1 Configuração das Normas: uma Atividade Interpretativa

2.2 Configuração das Normas como uma Atividade Discricionária

2.3 Uma Diferença Relacional ou Comparativa

2.4 Uma Distinção Gradual

2.5 Os Princípios como Técnicas de Interpretação

2.6 Uma Função Heurística

2.7 Ceticismo Interpretativo

2.8 O Positivismo Metodológico

3 A Tese da Separação Forte

3.1 Contra o Ceticismo Interpretativo

3.2 Principles, Policies e Regras: a Teoria dos Princípios de Dworkin

3.3 Os Princípios como Mandados de Otimização

3.3.1 Mandados de Otimização e Mandados a Otimizar

3.3.2 Resolução da Colisão entre Princípios: a Ponderação

3.4 Regras e Princípios segundo Habermas

Capítulo 2 - DIREITOS FUNDAMENTAIS E ARGUMENTAÇÃO JURÍDICA

1 Introdução

2 Princípios e Valores: uma Ampla Coincidência Estrutural

3 Princípios e Valores: a Supressão do Status Deontológico dos Direitos Fundamentais

3.1 O Caráter Deontológico da Teoria do Discurso

3.2 A Distinção entre Princípios e Valores

3.3 A Colisão de Direitos segundo Habermas

3.4 Discurso de Fundamentação e Discurso de Aplicação

4 Discursos Práticos e Discursos Jurídicos

5 O Direito como Argumentação

6 Uma Teoria Procedimental da Argumentação Jurídica: Robert Alexy

6.1 A Tese do Caso Especial

7 Discursos Jurídicos como Referência ao Direito Democraticamente Formulado

Capítulo 3 - DIREITOS FUNDAMENTAIS E DEMOCRACIA

1 Introdução

2 Jean Bodin: o Soberano como Único Legislador

3 Thomas Hobbes: Mesmas Palavras, Novas Ideias

4 Rousseau: o Soberano como um Corpo, a Soberania Popular

5 Poder Constituinte: a Reconciliação da Soberania com a Constituição?

6 Direitos Fundamentais e Democracia

6.1 Modelo Liberal

6.2 Modelo Republicano

6.3 O Conteúdo Intersubjetivo dos Direitos

6.4 Uma Soberania Popular Intersubjetiva e Comunicativamente Fluidificada

6.5 Autonomia Privada e Autonomia Pública

6.6 A Cooriginariedade entre Direitos Humanos e Soberania Popular

6.7 Direitos Humanos e Direitos Fundamentais

6.8 Uma Teoria Constitucional Procedimental

6.9 Qual Constituição?

6.10 A Constituição como Projeto Inconcluso

7 Direitos Fundamentais e Democracia segundo Alexy

7.1 Uma Concepção Realista

7.2 Uma Teoria do Discurso Radicalmente Fraca

7.3 Direitos Humanos e Direitos Fundamentais: uma Intrínseca Relação

Capítulo 4 - DIREITOS FUNDAMENTAIS E CONTROLE DE CONSTITUCIONALIDADE

1 Introdução

2 Uma Teoria Estrutural dos Direitos Fundamentais

2.1 A Garantia do Conteúdo Essencial

2.1.1 Críticas, Perplexidades e Incertezas

2.2 A Irradiação das Normas Jusfundamentais no Sistema Jurídico

2.3 Dimensão Objetiva dos Direitos Fundamentais

2.4 O Efeito em Terceiros ou Horizontal

2.4.1 Críticas, Perplexidades e Incertezas

2.5 Limitação dos Conteúdos Possíveis do Direito Ordinário

2.5.1 O Tipo de Determinação Material

2.5.2 A Constituição como Ordem Fundamental e Ordem Marco

2.6 Um Sistema Jurídico Aberto perante a Moral

3 Habermas e as Críticas à Jurisprudência do Tribunal Constitucional Federal

3.1 Críticas à Concepção Metodológica da Jurisprudência do Tribunal Constitucional Federal

3.2 A Lógica da Separação dos Poderes à luz da Teoria do Discurso

3.3 O Processo Político à luz da Teoria do Discurso

4 Alexy: uma Avaliação Positiva da Jurisprudência do Tribunal Constitucional Federal

5 Jurisdição Constitucional: entre Ideal e Paternalismo

CONCLUSÃO

REFERÊNCIAS

Índice alfabético

A

  • Alexy. Concepçãorealista.
  • Alexy. Direitos Humanos e direitos fundamentais: uma intrínseca relação
  • Alexy. Direitos fundamentais edemocracia segundo Alexy.
  • Alexy. Teoria do Discurso radicalmente fraca
  • Alexy: uma avaliação positiva da jurisprudência do Tribunal Constitucional Federal.
  • Aplicação. Discurso de fundamentação e discurso de aplicação.
  • Argumentação. Direito como argumentação
  • Argumentação jurídica. Teoria Procedimental da Argumentação Jurídica: Robert Alexy
  • Argumentação jurídica e direitos fundamentais
  • Atividade discricionária. Configuração das normas como uma atividade discricionária
  • Autonomia privada e autonomia pública. Direitos fundamentais e Democracia

C

  • Caráter deontológico daTeoria do Discurso
  • Caso Especial. Tese.
  • Ceticismo interpretativo
  • Ceticismo interpretativo. Contrariedade.
  • Coincidência estrutural. Princípios evalores: uma ampla coincidência.
  • Colisão de direitos segundo Habermas.
  • Conceito. Teoria dos princípios: um mapa conceitual.
  • Conclusão
  • Configuração das normas como uma atividade discricionária
  • Configuração das normas: umaatividade interpretativa.
  • Constitucional. Jurisdição constitucional: entre ideal e paternalismo
  • Constitucional. Teoria Constitucional Procedimental
  • Constituição. Poder Constituinte: a reconciliação da soberania com a Constituição?.
  • Constituição. QualConstituição?
  • Constituição como ordem fundamental e ordem marco
  • Constituição como projeto inconcluso
  • Conteúdo essencial. Garantia. Direitos fundamentais
  • Conteúdo intersubjetivo dos direitos. Direitos fundamentais e Democracia
  • Contra o ceticismointerpretativo
  • Controle de constitucionalidade. Direitos fundamentais e controle de constitucionalidade.
  • Cooriginariedade entre Direitos Humanos e soberania popular
  • Críticas à concepção metodológica da jurisprudência do Tribunal Constitucional Federal

D

  • Democracia. Direitos fundamentais e Democracia.
  • Democracia. Direitos fundamentais e democracia segundo Alexy.
  • Democracia. Discursos jurídicos como referência ao direito democraticamente formulado.
  • Democracia e direitosfundamentais.
  • Deontologia. Caráter deontológico da Teoria do Discurso.
  • Deontologia. Princípios e valores: a supressão dostatus deontológico dos direitos fundamentais.
  • Determinação material. Tipo. Limitação dos conteúdos possíveis do direito ordinário
  • Diferença. Regra e princípio. Uma diferença relacional ou comparativa.
  • Dimensão objetiva dos direitos fundamentais
  • Direito como argumentação
  • Direito democraticamente formulado. Discursos jurídicos como referência ao direito democraticamente formulado.
  • Direito ordinário. Limitação dos conteúdos possíveis do direito ordinário.
  • Direitos Humanos. Cooriginariedade entre Direitos Humanos e soberania popular
  • Direitos Humanos e direitos fundamentais.
  • Direitos Humanos e direitos fundamentais: uma intrínseca relação.
  • Direitos fundamentais.Dimensão objetiva.
  • Direitos fundamentais. Efeito em terceiros ou horizontal
  • Direitos fundamentais. Garantia do conteúdo essencial
  • Direitos fundamentais. Limitação dosconteúdos possíveis do direito ordinário
  • Direitos fundamentais. Princípios e valores: a supressão dostatus deontológico dos direitos fundamentais.
  • Direitos fundamentais. Teoria estrutural
  • Direitos fundamentais e Democracia.
  • Direitos fundamentais e Democracia.
  • Direitos fundamentais e Democracia. Autonomia privada e autonomia pública.
  • Direitos fundamentais e Democracia. Conteúdo intersubjetivo dos direitos.
  • Direitos fundamentais e Democracia. Modelo liberal
  • Direitos fundamentais e Democracia. Modelo republicano.
  • Direitos fundamentais e Democracia. Soberania popular intersubjetiva e comunicativamente fluidificada
  • Direitos fundamentais eargumentação jurídica
  • Direitos fundamentais e argumentação jurídica. Introdução
  • Direitos fundamentais e controle de constitucionalidade
  • Direitos fundamentais e controle de constitucionalidade. Introdução.
  • Direitos fundamentais e democracia. Introdução
  • Direitos fundamentais e democracia segundo Alexy.
  • Discurso de fundamentaçãoe discurso de aplicação.
  • Discursos jurídicos como referência ao direito democraticamente formulado.
  • Discursos práticos ediscursos jurídicos
  • Distinção entre princípios e valores
  • Dworkin.Principles, policies e regras: a Teoria dos Princípios de Dworkin

E

  • Efeito em terceiros ou horizontal. Críticas, perplexidades e incertezas.
  • Efeito em terceiros ou horizontal. Direitos fundamentais

F

  • Função heruística. Regras e princípios
  • Fundamentação. Discurso de fundamentação e discurso de aplicação.

G

  • Garantia do conteúdo essencial. Críticas, perplexidades e incertezas
  • Garantia do conteúdo essencial. Direitos fundamentais

H

  • Habermas. Colisão de direitos segundo Habermas.
  • Habermas. Regras e princípios segundo Habermas.
  • Habermas e as críticas à jurisprudência do Tribunal Constitucional Federal.
  • Hermenêutica. Ceticismo interpretativo
  • Hermenêutica. Configuração das normas: uma atividade interpretativa
  • Hermenêutica. Princípios comotécnicas de interpretação

I

  • Ideal. Jurisdição constitucional:entre ideal e paternalismo.
  • Interpretação. Ceticismo interpretativo
  • Interpretação. Configuração das normas: uma atividade interpretativa.
  • Interpretação. Princípios comotécnicas de interpretação.
  • Introdução.
  • Irradiação das normas jusfundamentais no sistema jurídico.

J

  • Jean Bodin: o soberano como único legislador
  • Jurisdição constitucional: entre ideal e paternalismo
  • Jurisprudência. Alexy:uma avaliação positiva da jurisprudência do Tribunal Constitucional Federal.
  • Jurisprudência. Críticas à concepção metodológica da jurisprudência do Tribunal Constitucional Federal.
  • Jurisprudência. Habermas e as críticas à jurisprudência do Tribunal Constitucional Federal.

L

  • Legislador. Jean Bodin: o soberano como único legislador
  • Limitação dos conteúdos possíveis do direito ordinário.
  • Limitação dos conteúdos possíveis dodireito ordinário. Constituição como ordem fundamental e ordem marco.
  • Limitação dos conteúdos possíveis dodireito ordinário. Tipo de determinação material
  • Lógica da separação dos poderes àluz da Teoria do Discurso.

M

  • Mandados de otimização emandados a otimizar
  • Metodologia. Críticas à concepção metodológica da jurisprudência do Tribunal Constitucional Federal.
  • Metodologia. Positivismo metodológico.
  • Modelo liberal. Direitos fundamentais e Democracia
  • Modelo republicano. Direitos fundamentais e Democracia.
  • Moral. Sistema jurídico aberto perante a moral

N

  • Norma. Configuração das normas como uma atividade discricionária
  • Norma. Configuração das normas:uma atividade interpretativa
  • Normas jusfundamentais. Irradiação das normas jusfundamentais no sistema jurídico.

O

  • Ordem Marco. Constituição como ordem fundamental e ordem marco.
  • Ordem fundamental. Constituição como ordem fundamental e ordem marco
  • Otimização. Mandados de otimização e mandados a otimizar
  • Otimização. Princípios comomandados de otimização

P

  • Paternalismo. Jurisdição constitucional: entre ideal e paternalismo.
  • Poder Constituinte: a reconciliação da soberania com a Constituição?.
  • Policies. Principles, policies e regras: a Teoria dos Princípios de Dworkin
  • Ponderação. Resolução da colisãoentre princípios: a ponderação.
  • Positivismo metodológico
  • Princípio. Teoria dos princípios: um mapa conceitual
  • Princípio e regra. Uma diferença relacional ou comparativa.
  • Princípios. Distinção entre princípios e valores
  • Princípios. Resolução da colisão entre princípios: a ponderação
  • Princípios como mandados de otimização.
  • Princípios como técnicas de interpretação.
  • Princípios e regras. Uma distinção gradual
  • Princípios e regras. Uma função heurística
  • Princípios e regras segundo Habermas.
  • Princípios e valores: a supressão dostatus deontológico dos direitos fundamentais.
  • Princípios e valores: uma ampla coincidência estrutural.
  • Principles, policies e regras: a Teoria dos Princípios de Dworkin
  • Procedimento. Teoria Constitucional Procedimental
  • Processo político à luz da Teoria do Discurso.
  • Projeto inconcluso. Constituiçãocomo projeto inconcluso.

R

  • Referências
  • Regra e princípio. Uma diferença relacional ou comparativa.
  • Regras.Principles, policies e regras: a Teoria dos Princípios de Dworkin.
  • Regras e princípios. Uma distinção gradual
  • Regras e princípios. Uma função heurística
  • Regras e princípiossegundo Habermas.
  • Resolução da colisão entreprincípios: a ponderação
  • Robert Alexy. Teoria Procedimental da Argumentação Jurídica: Robert Alexy.
  • Rousseau: o soberano como um corpo, a soberania popular

S

  • Separação de poderes. Lógica da separação dos poderes à luz da Teoria do Discurso.
  • Separação débil. Tese.
  • Separação forte. Tese
  • Sistema jurídico. Irradiação dasnormas jusfundamentais no sistema jurídico.
  • Sistema jurídico aberto perante a moral
  • Soberania. Poder Constituinte: a reconciliação da soberania com a Constituição?
  • Soberania popular. Cooriginariedade entre Direitos Humanos e soberania popular
  • Soberania popular. Rousseau: o soberano como um corpo, a soberania popular
  • Soberania popular intersubjetiva e comunicativamente fluidificada. Direitos fundamentais e Democracia.
  • Soberano. Jean Bodin: o soberano como único legislador
  • Soberano. Rousseau: o soberano comoum corpo, a soberania popular

T

  • Teoria ConstitucionalProcedimental
  • Teoria Procedimental da Argumentação Jurídica: Robert Alexy
  • Teoria do Discurso. Caráter deontológico da Teoria do Discurso.
  • Teoria do Discurso. Lógica da separação dos poderes à luz da Teoria do Discurso.
  • Teoria do Discurso. Processo políticoà luz da Teoria do Discurso
  • Teoria do Discursoradicalmente fraca.
  • Teoria dos Princípios de Dworkin.Principles, policies e regras: a Teoria dos Princípios de Dworkin
  • Teoria dos princípios. Uma distinção gradual
  • Teoria dos princípios:um mapa conceitual
  • Teoria dos princípios: um mapa conceitual. Introdução.
  • Teoria estrutural dos direitos fundamentais.
  • Tese da separação débil
  • Tese da separação forte
  • Tese do CasoEspecial.
  • Thomas Hobbes: mesmas palavras, novas ideias
  • Tipo de determinação material. Limitação dos conteúdos possíveis do direito ordinário.
  • Tribunal Constitucional Federal. Alexy: uma avaliação positiva da jurisprudência do Tribunal Constitucional Federal
  • Tribunal Constitucional Federal. Críticas à concepção metodológica da jurisprudência do Tribunal Constitucional Federal.
  • Tribunal Constitucional Federal. Habermas e as críticas à jurisprudência do Tribunal Constitucional Federal

V

  • Valores. Distinção entreprincípios e valores
  • Valores e princípios: a supressão dostatus deontológico dos direitos fundamentais.
  • Valores e princípios: uma ampla coincidência estrutural

Recomendações

Capa do livro: Alimentos Gravídicos - A Evolução do Direito à Alimentos em Respeito à Vida e ao Princípio da Dignidade Humana, Fernanda Martins Simões e Carlos Mauricio Ferreira

Alimentos Gravídicos - A Evolução do Direito à Alimentos em Respeito à Vida e ao Princípio da Dignidade Humana

 Fernanda Martins Simões e Carlos Mauricio FerreiraISBN: 978853624134-0Páginas: 268Publicado em: 20/03/2013

Versão impressa

R$ 79,90Adicionar ao
carrinho
Capa do livro: Plano Plurianual - Teoria, Prática e Desafios para a sua Efetividade, Luiz Fernando Arantes Paulo

Plano Plurianual - Teoria, Prática e Desafios para a sua Efetividade

 Luiz Fernando Arantes PauloISBN: 978853626160-7Páginas: 202Publicado em: 06/09/2016

Versão impressa

R$ 69,90Adicionar ao
carrinho
Versão impressa
+ eBook grátis

Na compra da versão impressa, a versão digital é brinde!


Versão digital

R$ 49,90Adicionar ao
carrinho