Teoria das Relações Internacionais

2ª Edição - Revista e Atualizada Eduardo Saldanha

Parcele em até 6x sem juros no cartão.
Parcela mínima de R$ 20,00

Versão impressa

Ficha técnica

Autor(es): Eduardo Saldanha

ISBN: 978853623298-0

Edição/Tiragem: 2ª Edição - Revista e Atualizada

Acabamento: Capa Dura + Sobrecapa

Número de páginas: 344

Publicado em: 23/02/2011

Área(s): Direito Internacional

Sinopse

As Relações Internacionais possuem um método de análise complexo, que acaba por determinar seus limites e especificidades, o que necessariamente passa por uma disciplina: a Teoria das Relações Internacionais. Esta constituição metodológica acaba determinando uma produção de conhecimento sin-gular e recente, onde o sujeito que conhece acaba por estabelecer uma relação determinada e específica com o objeto a ser conhecido, qual seja este último a realidade internacional.

A obra Teoria das Relações Internacionais busca analisar metodologicamente a construção do conhecimento teórico em Relações Internacionais no século XX ao mesmo tempo em que procura analisar a realidade internacional e seus fenômenos passados e mais recentes, tais como as guerras, o terrorismo, as Organizações Internacionais, a ascendência das ONGs e a natureza humana. Para tanto, a obra apoia-se em inserções em áreas como a História, o Direito Internacional, a Ciência Política e a Filosofia, caracterizando a interdisciplinaridade necessária para o entendimento de um único objeto, o Mundo em que vivemos.

Sumário

O ESTUDO DAS RELAÇÕES INTERNACIONAIS

RELAÇÕES INTERNACIONAIS E CONHECIMENTO

1 Relações Internacionais e Conhecimento

2 A Teoria do Conhecimento e as Relações Internacionais

3 A Teoria do Conhecimento: uma fundamentação filosófica

4 Racionalismo Cartesiano: o entendimento mecanicista da realidade

5 Empirismo

6 O Criticismo Kantiano

7 Teoria das Relações Internacionais

8 Evolução histórica das Relações Internacionais como objeto de estudo

9 A construção paradigmática da Teoria das Relações Internacionais

IDEALISMO (IDEALISMO LIBERAL)

1 Influências para o aparecimento do Idealismo

2 O Conflito

3 O Trauma

4 O Paradigma

5 Os idealistas

6 O dever ser, a cooperação e a segurança coletiva

7 A Liberdade como fundamento para o Comércio Internacional

8 A Democracia

9 Uma fonte para o idealismo: os projetos de paz duradoura do abbé de Saint-Pierre e Immanuel Kant

10 A teoria racionalista de Kant

11 Idealismo liberal: limitação paradigmática nas Relações Internacionais

TEXTOS E DOCUMENTOS SELECIONADOS

REALISMO

1 O realismo como crítica aos pressupostos idealistas

2 O fracasso da Liga das Nações e os acontecimentos que contextualizam o nascimento do realismo

3 Um novo mapa político, uma nova Alemanha, e uma nova realidade para a Europa no pós-guerra: uma "batata quente" nas mãos da Liga das Nações

4 O declínio e o fracasso da Liga das Nações

5 O paradigma clássico - Realismo

6 As origens do realismo

7 Os Realistas

8 Edward Hallet Carr (1892-1982): uma crítica ao utopismo

9 Raymond Aron: dialética entre guerra e paz

10 Hans Morghentau e os seis princípios do realismo

11 Kenneth Waltz: uma releitura do realismo

12 A Teoria dos Jogos, o Dilema do Prisioneiro e o realismo

13 Sumarizando o realismo: principais características

14 Neorrealismo versus Realismo pós-clássico: a eterna dinâmica realista

15 Realismo: limitação paradigmáticanas Relações Internacionais

TEXTOS E DOCUMENTOS SELECIONADOS

TEORIA CRÍTICA

1 Efervescência de ideias

2 Marx, idealismo liberal e realismo: uma dialética crítica

3 O desenvolvimentismo

4 A Teoria da Dependência

5 Dependência versus desenvolvimentismo: ascendência dos Estados menos desenvolvidos às Relações Internacionais

6 Fundamentos da Dependência

7 Teoria da Dependência e sua corrente estruturalista

8 Aporte marxista

9 Dependência e Desenvolvimento na América Latina - ensaio de interpretação sociológica

10 Avaliando a Dependência: a ordem internacional capitalista em debate

11 Gramsci e a evolução da Teoria Crítica

12 Gramsci

13 Robert Cox, Gramsci e Relações Internacionais

14 Teoria Crítica: limitação paradigmática nas Relações Internacionais

TEXTOS E DOCUMENTOS SELECIONADOS

IV - A EXPORTAÇÃO DE CAPITAL

V - A PARTILHA DO MUNDO ENTRE AS ASSOCIAÇÕES DE CAPITALISTAS

VI - A PARTILHA DO MUNDO ENTRE AS GRANDES POTÊNCIAS

VII - O IMPERIALISMO FASE PARTICULAR DO CAPITALISMO

X - O LUGAR DO IMPERIALISMO NA HISTÓRIA

PLURALISMO: UMA VISÃO INTERDEPENDENTE

1 Reconsiderando a soberania estatal

2 O Pluralismo como interdependência complexa

3 Os novos atores e seus fundamentos perante a interdependência

4 Cooperação internacional

5 A interdependência e a informação

6 Comércio e Democracia

7 Pluralismo: limitação paradigmática nas Relações Internacionais

TEXTOS E DOCUMENTOS SELECIONADOS

REFERÊNCIAS

Índice alfabético

A

  • Alemanha. Um novo mapa político, uma nova Alemanha, e uma nova realidade para a Europa no pós-guerra: uma "batata quente" nas mãos da Liga das Nações
  • América Latina. Dependência e desenvolvimento na América Latina. Ensaio de interpretação sociológica
  • Aporte marxista
  • Associações de capitalistas. Partilha do mundo entre as associações de capitalistas.
  • Avaliando a dependência: a ordem internacional capitalista em debate.

C

  • Capital. Exportaçãode capital
  • Capitalismo. Imperialismo fase particular do capitalismo.
  • Comércio e Democracia
  • Comércio internacional. Liberdade como fundamento para o comércio internacional.
  • Conhecimento. Relações internacionais e conhecimento
  • Conhecimento. Teoria do Conhecimento e as relações internacionais
  • Construção paradigmática da Teoria das Relações Internacionais
  • Cooperação. Dever ser, a cooperação e a segurança coletiva
  • Cooperação internacional
  • Criticismo Kantiano.

D

  • Declínio e o fracasso daLiga das Nações.
  • Democracia. Comércio e Democracia
  • Democracia.Idealismo
  • Dependência. Aporte marxista.
  • Dependência. Fundamentos da dependência
  • Dependência. Teoria da Dependência.
  • Dependência. Teoria da dependênciae sua corrente estruturalista.
  • Dependência e desenvolvimento na América Latina. Ensaio de interpretação sociológica.
  • Dependência versus desenvolvimentismo: ascendência dos Estados menos desenvolvidos às relações internacionais.
  • Descartes. Racionalismo Cartesiano: o entendimento mecanicista da realidade.
  • Desenvolvimentismo
  • Desenvolvimentismo Dependência versus desenvolvimentismo: ascendência dos Estados menos desenvolvidos às relações internacionais.
  • Desenvolvimento. Dependência e desenvolvimento na América Latina. Ensaio de interpretação sociológica
  • Dever ser, a cooperaçãoe a segurança coletiva.
  • Dialética crítica. Marx, idealismo liberal e realismo: uma dialética crítica
  • Documentos. Textos e documentos selecionados.
  • Documentos. Textos e documentos selecionados.
  • Documentos. Textos e documentos selecionados.
  • Documentos. Textos e documentos selecionados.

E

  • Edward Hallet Carr (1892-1982):uma crítica ao utopismo.
  • Empirismo
  • Estado. Dependência versus desenvolvimentismo: ascendência dos Estados menos desenvolvidos às relações internacionais
  • Estado. Reconsiderandoa soberania estatal.
  • Estudo das relações internacionais
  • Europa. Um novo mapa político, uma nova Alemanha, e uma nova realidade para a Europa no pós-guerra: uma "batata quente" nas mãos da Liga das Nações.
  • Evolução histórica das relações internacionais como objeto de estudo
  • Exportação de capital.

F

  • Filosofia. Teoria do Conhecimento: uma fundamentação filosófica
  • Fonte para o idealismo: os projetos de paz duradoura do Abbé de Saint-Pierre e Immanuel Kant
  • Fracasso da Liga das Nações e os acontecimentos que contextualizam o nascimento do realismo.
  • Fundamentos dadependência

G

  • Gramsci.
  • Gramsci. Robert Cox, Gramscie relações internacionais.
  • Gramsci e a evoluçãoda Teoria Crítica.
  • Grandes potências. Partilha do mundo entre as grandes potências.
  • Guerra. Raymond Aron: dialética entre guerra e paz.

H

  • Hans Morghentau e os seis princípios do Realismo
  • História. Lugar do imperialismo na história

I

  • Idealismo (idealismo liberal)
  • Idealismo. Conflito
  • Idealismo. Democracia
  • Idealismo. Dever ser, a cooperação e a segurança coletiva
  • Idealismo. Influências para oaparecimento do Idealismo
  • Idealismo. Liberdade como fundamento para o comércio internacional
  • Idealismo. Paradigma
  • Idealismo. Trauma
  • Idealismo. Uma fonte para o idealismo: os projetos de paz duradoura do Abbé de Saint-Pierre e Immanuel Kant.
  • Idealismo liberal. Marx, idealismo liberal e realismo: uma dialética crítica
  • Idealismo liberal: limitação paradigmática nas relações internacionais
  • Idealistas
  • Imperialismo. Lugar do imperialismo na história.
  • Imperialismo fase particular do capitalismo
  • Influências para o aparecimento do Idealismo.
  • Informação. Interdependência e informação.
  • Interdependência. Novos atores e seus fundamentos perante a interdependência.
  • Interdependênciae informação.

J

  • Jogos. Teoria dos jogos, o dilema do prisioneiro e o realismo

K

  • Kant. Criticismo Kantiano
  • Kant. Teoria racionalista de Kant
  • Kant. Uma fonte para o idealismo: os projetos de paz duradoura do Abbé de Saint-Pierre e Immanuel Kant.
  • Kenneth Waltz: uma releitura do realismo

L

  • Liberdade como fundamento para o comércio internacional.
  • Liga das Nações. Declínio e o fracasso da Liga das Nações
  • Liga das Nações. Fracasso da Liga das Nações e os acontecimentos que contextualizam o nascimento do realismo.
  • Liga das Nações. Um novo mapa político, uma nova Alemanha, e uma nova realidade para a Europa no pós-guerra: uma "batata quente" nas mãos da Liga das Nações
  • Lugar do imperialismo na história

M

  • Mapa político. Um novo mapa político, uma nova Alemanha, e uma nova realidade para a Europa no pós-guerra: uma "batata quente" nas mãos da Liga das Nações
  • Marx. Aporte marxista.
  • Marx, idealismo liberal e realismo: uma dialética crítica
  • Mecanicismo. Racionalismo Cartesiano: o entendimento mecanicista da realidade.

N

  • Neorrealismo versus realismo pós-clássico: a eterna dinâmica realista.
  • Novos atores e seus fundamentos perante a interdependência.

O

  • O lugar do imperialismo na história
  • Ordem internacional capitalista. Avaliando a dependência: a ordem internacional capitalista em debate
  • Origens do realismo.

P

  • Paradigma clássico. Realismo.
  • Partilha do mundo entre as associações de capitalistas.
  • Partilha do mundo entre as grandes potências
  • Paz. Raymond Aron: dialética entre guerra e paz.
  • Pluralismo como interdependência complexa
  • Pluralismo: limitação paradigmáticanas relações internacionais.
  • Pluralismo: uma visãointerdependente
  • Pós-guerra. Um novo mapa político,uma nova Alemanha, e uma nova realidade para a Europa no pós-guerra: uma "batata quente" nas mãos da Liga das Nações
  • Potências. Partilha do mundo entre as grandes potências.
  • Prisioneiro. Teoria dos Jogos, o dilema do prisioneiro e o realismo

R

  • Racionalismo Cartesiano: o entendimento mecanicista da realidade.
  • Racionalismo. Teoria racionalista de Kant
  • Raymond Aron: dialética entre guerra e paz.
  • Realidade. Racionalismo Cartesiano: o entendimento mecanicista da realidade
  • Realismo
  • Realismo. Edward Hallet Carr (1892-1982): uma crítica aoutopismo.
  • Realismo. Fracasso da Liga das Nações e os acontecimentos que contextualizam o nascimento do realismo.
  • Realismo. Hans Morghentau e os seis princípios do Realismo
  • Realismo. Kenneth Waltz: uma releitura do realismo
  • Realismo. Marx, idealismo liberal erealismo: uma dialética crítica
  • Realismo. Neorrealismo versus realismo pós-clássico: a eterna dinâmica realista
  • Realismo. Origens do realismo.
  • Realismo. Paradigma clássico.
  • Realismo. Raymond Aron: dialética entre guerra e paz.
  • Realismo. Sumarizando o realismo:principais características
  • Realismo. Teoria dos Jogos, o dilema do prisioneiro e o realismo.
  • Realismo como crítica aos pressupostos idealistas
  • Realismo: limitação paradigmáticanas relações internacionais
  • Realistas.
  • Reconsiderando a soberania estatal
  • Referências
  • Relação internacional. Dependênciaversus desenvolvimentismo: ascendência dos Estados menos desenvolvidos às relações internacionais.
  • Relação internacional. Estudo.
  • Relação internacional. Evolução histórica das relações internacionais como objeto de estudo
  • Relação internacional. Idealismo liberal: limitação paradigmática nas relações internacionais.
  • Relação internacional. Pluralismo: limitação paradigmática nas relações internacionais
  • Relação internacional. Realismo: limitação paradigmática nas relações internacionais
  • Relação internacional. Robert Cox, Gramsci e relações internacionais.
  • Relação internacional. Teoria Crítica: limitação paradigmática nas relações internacionais.
  • Relação internacional. Teoria das relações internacionais.
  • Relação internacional. Teoria do Conhecimento e as relações internacionais.
  • Relação internacional e conhecimento.
  • Robert Cox, Gramsci e relações internacionais

S

  • Saint-Pierre. Uma fonte para o idealismo: os projetos de paz duradoura do Abbé de Saint-Pierre e Immanuel Kant.
  • Segurança coletiva. Dever ser, a cooperação e a segurança coletiva.
  • Ser. Dever ser, a cooperação e a segurança coletiva.
  • Soberania estatal. Reconsiderando a soberania estatal
  • Sociologia. Dependência e desenvolvimento na América Latina. Ensaio de interpretação sociológica
  • Sumarizando o realismo: principais características

T

  • Teoria crítica
  • Teoria crítica. Efervescência de ideias.
  • Teoria crítica. Gramsci e a evolução da Teoria Crítica.
  • Teoria crítica: limitação paradigmática nas relações internacionais.
  • Teoria da dependência
  • Teoria da dependência e suacorrente estruturalista.
  • Teoria das relações internacionais
  • Teoria das relações internacionais. Construção paradigmática.
  • Teoria do conhecimento e asrelações internacionais
  • Teoria do conhecimento: uma fundamentação filosófica
  • Teoria dos jogos, o dilema doprisioneiro e o realismo
  • Teoria racionalista de Kant.
  • Textos e documentosselecionados
  • Textos e documentosselecionados
  • Textos e documentosselecionados
  • Textos e documentosselecionados

U

  • Um novo mapa político, uma nova Alemanha, e uma nova realidade para a Europa no pós-guerra: uma "batata quent e" nas mãos da Liga das Nações.
  • Uma fonte para o idealismo: os projetos de paz duradoura do Abbé de Saint-Pierre e Immanuel Kant.
  • Utopismo. Edward Hallet Carr (1892-1982): uma crítica aoutopismo

Recomendações

Capa do livro: Estudos de Direito Internacional - Vol. II, Organizador: Wagner Menezes

Estudos de Direito Internacional - Vol. II

 Organizador: Wagner MenezesISBN: 853620785-XPáginas: 532Publicado em: 01/09/2004

Versão impressa

R$ 159,90Adicionar ao
carrinho
Capa do livro: ADR IN THE AGE OF CONTEMPORANEITY - Chaos, Complexity and Pedagogy, Nadia Bevilaqua Martins

ADR IN THE AGE OF CONTEMPORANEITY - Chaos, Complexity and Pedagogy

 Nadia Bevilaqua MartinsISBN: 978853621602-7Páginas: 400Publicado em: 31/05/2007

Versão impressa

R$ 119,90Adicionar ao
carrinho
Capa do livro: Arbitragem e o Direito Empresarial - Efetividade e Adequação, Herick Mardegan

Arbitragem e o Direito Empresarial - Efetividade e Adequação

 Herick MardeganISBN: 978853623192-1Páginas: 104Publicado em: 11/11/2010

Versão impressa

R$ 29,90Adicionar ao
carrinho