Teoria das Relações Internacionais

2ª Edição - Revista e Atualizada Eduardo Saldanha

Parcele em até 6x sem juros no cartão.
Parcela mínima de R$ 20,00

Versão impressa

Ficha técnica

Autor(es): Eduardo Saldanha

ISBN: 978853623298-0

Edição/Tiragem: 2ª Edição - Revista e Atualizada

Acabamento: Capa Dura + Sobrecapa

Número de páginas: 344

Publicado em: 23/02/2011

Área(s): Direito Internacional

Sinopse

As Relações Internacionais possuem um método de análise complexo, que acaba por determinar seus limites e especificidades, o que necessariamente passa por uma disciplina: a Teoria das Relações Internacionais. Esta constituição metodológica acaba determinando uma produção de conhecimento sin-gular e recente, onde o sujeito que conhece acaba por estabelecer uma relação determinada e específica com o objeto a ser conhecido, qual seja este último a realidade internacional.

A obra Teoria das Relações Internacionais busca analisar metodologicamente a construção do conhecimento teórico em Relações Internacionais no século XX ao mesmo tempo em que procura analisar a realidade internacional e seus fenômenos passados e mais recentes, tais como as guerras, o terrorismo, as Organizações Internacionais, a ascendência das ONGs e a natureza humana. Para tanto, a obra apoia-se em inserções em áreas como a História, o Direito Internacional, a Ciência Política e a Filosofia, caracterizando a interdisciplinaridade necessária para o entendimento de um único objeto, o Mundo em que vivemos.

Sumário

O ESTUDO DAS RELAÇÕES INTERNACIONAIS

RELAÇÕES INTERNACIONAIS E CONHECIMENTO

1 Relações Internacionais e Conhecimento

2 A Teoria do Conhecimento e as Relações Internacionais

3 A Teoria do Conhecimento: uma fundamentação filosófica

4 Racionalismo Cartesiano: o entendimento mecanicista da realidade

5 Empirismo

6 O Criticismo Kantiano

7 Teoria das Relações Internacionais

8 Evolução histórica das Relações Internacionais como objeto de estudo

9 A construção paradigmática da Teoria das Relações Internacionais

IDEALISMO (IDEALISMO LIBERAL)

1 Influências para o aparecimento do Idealismo

2 O Conflito

3 O Trauma

4 O Paradigma

5 Os idealistas

6 O dever ser, a cooperação e a segurança coletiva

7 A Liberdade como fundamento para o Comércio Internacional

8 A Democracia

9 Uma fonte para o idealismo: os projetos de paz duradoura do abbé de Saint-Pierre e Immanuel Kant

10 A teoria racionalista de Kant

11 Idealismo liberal: limitação paradigmática nas Relações Internacionais

TEXTOS E DOCUMENTOS SELECIONADOS

REALISMO

1 O realismo como crítica aos pressupostos idealistas

2 O fracasso da Liga das Nações e os acontecimentos que contextualizam o nascimento do realismo

3 Um novo mapa político, uma nova Alemanha, e uma nova realidade para a Europa no pós-guerra: uma "batata quente" nas mãos da Liga das Nações

4 O declínio e o fracasso da Liga das Nações

5 O paradigma clássico - Realismo

6 As origens do realismo

7 Os Realistas

8 Edward Hallet Carr (1892-1982): uma crítica ao utopismo

9 Raymond Aron: dialética entre guerra e paz

10 Hans Morghentau e os seis princípios do realismo

11 Kenneth Waltz: uma releitura do realismo

12 A Teoria dos Jogos, o Dilema do Prisioneiro e o realismo

13 Sumarizando o realismo: principais características

14 Neorrealismo versus Realismo pós-clássico: a eterna dinâmica realista

15 Realismo: limitação paradigmáticanas Relações Internacionais

TEXTOS E DOCUMENTOS SELECIONADOS

TEORIA CRÍTICA

1 Efervescência de ideias

2 Marx, idealismo liberal e realismo: uma dialética crítica

3 O desenvolvimentismo

4 A Teoria da Dependência

5 Dependência versus desenvolvimentismo: ascendência dos Estados menos desenvolvidos às Relações Internacionais

6 Fundamentos da Dependência

7 Teoria da Dependência e sua corrente estruturalista

8 Aporte marxista

9 Dependência e Desenvolvimento na América Latina - ensaio de interpretação sociológica

10 Avaliando a Dependência: a ordem internacional capitalista em debate

11 Gramsci e a evolução da Teoria Crítica

12 Gramsci

13 Robert Cox, Gramsci e Relações Internacionais

14 Teoria Crítica: limitação paradigmática nas Relações Internacionais

TEXTOS E DOCUMENTOS SELECIONADOS

IV - A EXPORTAÇÃO DE CAPITAL

V - A PARTILHA DO MUNDO ENTRE AS ASSOCIAÇÕES DE CAPITALISTAS

VI - A PARTILHA DO MUNDO ENTRE AS GRANDES POTÊNCIAS

VII - O IMPERIALISMO FASE PARTICULAR DO CAPITALISMO

X - O LUGAR DO IMPERIALISMO NA HISTÓRIA

PLURALISMO: UMA VISÃO INTERDEPENDENTE

1 Reconsiderando a soberania estatal

2 O Pluralismo como interdependência complexa

3 Os novos atores e seus fundamentos perante a interdependência

4 Cooperação internacional

5 A interdependência e a informação

6 Comércio e Democracia

7 Pluralismo: limitação paradigmática nas Relações Internacionais

TEXTOS E DOCUMENTOS SELECIONADOS

REFERÊNCIAS

Índice alfabético

A

  • Alemanha. Um novo mapa político, uma nova Alemanha, e uma nova realidade para a Europa no pós-guerra: uma "batata quente" nas mãos da Liga das Nações
  • América Latina. Dependência e desenvolvimento na América Latina. Ensaio de interpretação sociológica
  • Aporte marxista
  • Associações de capitalistas. Partilha do mundo entre as associações de capitalistas.
  • Avaliando a dependência: a ordem internacional capitalista em debate.

C

  • Capital. Exportaçãode capital
  • Capitalismo. Imperialismo fase particular do capitalismo.
  • Comércio e Democracia
  • Comércio internacional. Liberdade como fundamento para o comércio internacional.
  • Conhecimento. Relações internacionais e conhecimento
  • Conhecimento. Teoria do Conhecimento e as relações internacionais
  • Construção paradigmática da Teoria das Relações Internacionais
  • Cooperação. Dever ser, a cooperação e a segurança coletiva
  • Cooperação internacional
  • Criticismo Kantiano.

D

  • Declínio e o fracasso daLiga das Nações.
  • Democracia. Comércio e Democracia
  • Democracia.Idealismo
  • Dependência. Aporte marxista.
  • Dependência. Fundamentos da dependência
  • Dependência. Teoria da Dependência.
  • Dependência. Teoria da dependênciae sua corrente estruturalista.
  • Dependência e desenvolvimento na América Latina. Ensaio de interpretação sociológica.
  • Dependência versus desenvolvimentismo: ascendência dos Estados menos desenvolvidos às relações internacionais.
  • Descartes. Racionalismo Cartesiano: o entendimento mecanicista da realidade.
  • Desenvolvimentismo
  • Desenvolvimentismo Dependência versus desenvolvimentismo: ascendência dos Estados menos desenvolvidos às relações internacionais.
  • Desenvolvimento. Dependência e desenvolvimento na América Latina. Ensaio de interpretação sociológica
  • Dever ser, a cooperaçãoe a segurança coletiva.
  • Dialética crítica. Marx, idealismo liberal e realismo: uma dialética crítica
  • Documentos. Textos e documentos selecionados.
  • Documentos. Textos e documentos selecionados.
  • Documentos. Textos e documentos selecionados.
  • Documentos. Textos e documentos selecionados.

E

  • Edward Hallet Carr (1892-1982):uma crítica ao utopismo.
  • Empirismo
  • Estado. Dependência versus desenvolvimentismo: ascendência dos Estados menos desenvolvidos às relações internacionais
  • Estado. Reconsiderandoa soberania estatal.
  • Estudo das relações internacionais
  • Europa. Um novo mapa político, uma nova Alemanha, e uma nova realidade para a Europa no pós-guerra: uma "batata quente" nas mãos da Liga das Nações.
  • Evolução histórica das relações internacionais como objeto de estudo
  • Exportação de capital.

F

  • Filosofia. Teoria do Conhecimento: uma fundamentação filosófica
  • Fonte para o idealismo: os projetos de paz duradoura do Abbé de Saint-Pierre e Immanuel Kant
  • Fracasso da Liga das Nações e os acontecimentos que contextualizam o nascimento do realismo.
  • Fundamentos dadependência

G

  • Gramsci.
  • Gramsci. Robert Cox, Gramscie relações internacionais.
  • Gramsci e a evoluçãoda Teoria Crítica.
  • Grandes potências. Partilha do mundo entre as grandes potências.
  • Guerra. Raymond Aron: dialética entre guerra e paz.

H

  • Hans Morghentau e os seis princípios do Realismo
  • História. Lugar do imperialismo na história

I

  • Idealismo (idealismo liberal)
  • Idealismo. Conflito
  • Idealismo. Democracia
  • Idealismo. Dever ser, a cooperação e a segurança coletiva
  • Idealismo. Influências para oaparecimento do Idealismo
  • Idealismo. Liberdade como fundamento para o comércio internacional
  • Idealismo. Paradigma
  • Idealismo. Trauma
  • Idealismo. Uma fonte para o idealismo: os projetos de paz duradoura do Abbé de Saint-Pierre e Immanuel Kant.
  • Idealismo liberal. Marx, idealismo liberal e realismo: uma dialética crítica
  • Idealismo liberal: limitação paradigmática nas relações internacionais
  • Idealistas
  • Imperialismo. Lugar do imperialismo na história.
  • Imperialismo fase particular do capitalismo
  • Influências para o aparecimento do Idealismo.
  • Informação. Interdependência e informação.
  • Interdependência. Novos atores e seus fundamentos perante a interdependência.
  • Interdependênciae informação.

J

  • Jogos. Teoria dos jogos, o dilema do prisioneiro e o realismo

K

  • Kant. Criticismo Kantiano
  • Kant. Teoria racionalista de Kant
  • Kant. Uma fonte para o idealismo: os projetos de paz duradoura do Abbé de Saint-Pierre e Immanuel Kant.
  • Kenneth Waltz: uma releitura do realismo

L

  • Liberdade como fundamento para o comércio internacional.
  • Liga das Nações. Declínio e o fracasso da Liga das Nações
  • Liga das Nações. Fracasso da Liga das Nações e os acontecimentos que contextualizam o nascimento do realismo.
  • Liga das Nações. Um novo mapa político, uma nova Alemanha, e uma nova realidade para a Europa no pós-guerra: uma "batata quente" nas mãos da Liga das Nações
  • Lugar do imperialismo na história

M

  • Mapa político. Um novo mapa político, uma nova Alemanha, e uma nova realidade para a Europa no pós-guerra: uma "batata quente" nas mãos da Liga das Nações
  • Marx. Aporte marxista.
  • Marx, idealismo liberal e realismo: uma dialética crítica
  • Mecanicismo. Racionalismo Cartesiano: o entendimento mecanicista da realidade.

N

  • Neorrealismo versus realismo pós-clássico: a eterna dinâmica realista.
  • Novos atores e seus fundamentos perante a interdependência.

O

  • O lugar do imperialismo na história
  • Ordem internacional capitalista. Avaliando a dependência: a ordem internacional capitalista em debate
  • Origens do realismo.

P

  • Paradigma clássico. Realismo.
  • Partilha do mundo entre as associações de capitalistas.
  • Partilha do mundo entre as grandes potências
  • Paz. Raymond Aron: dialética entre guerra e paz.
  • Pluralismo como interdependência complexa
  • Pluralismo: limitação paradigmáticanas relações internacionais.
  • Pluralismo: uma visãointerdependente
  • Pós-guerra. Um novo mapa político,uma nova Alemanha, e uma nova realidade para a Europa no pós-guerra: uma "batata quente" nas mãos da Liga das Nações
  • Potências. Partilha do mundo entre as grandes potências.
  • Prisioneiro. Teoria dos Jogos, o dilema do prisioneiro e o realismo

R

  • Racionalismo Cartesiano: o entendimento mecanicista da realidade.
  • Racionalismo. Teoria racionalista de Kant
  • Raymond Aron: dialética entre guerra e paz.
  • Realidade. Racionalismo Cartesiano: o entendimento mecanicista da realidade
  • Realismo
  • Realismo. Edward Hallet Carr (1892-1982): uma crítica aoutopismo.
  • Realismo. Fracasso da Liga das Nações e os acontecimentos que contextualizam o nascimento do realismo.
  • Realismo. Hans Morghentau e os seis princípios do Realismo
  • Realismo. Kenneth Waltz: uma releitura do realismo
  • Realismo. Marx, idealismo liberal erealismo: uma dialética crítica
  • Realismo. Neorrealismo versus realismo pós-clássico: a eterna dinâmica realista
  • Realismo. Origens do realismo.
  • Realismo. Paradigma clássico.
  • Realismo. Raymond Aron: dialética entre guerra e paz.
  • Realismo. Sumarizando o realismo:principais características
  • Realismo. Teoria dos Jogos, o dilema do prisioneiro e o realismo.
  • Realismo como crítica aos pressupostos idealistas
  • Realismo: limitação paradigmáticanas relações internacionais
  • Realistas.
  • Reconsiderando a soberania estatal
  • Referências
  • Relação internacional. Dependênciaversus desenvolvimentismo: ascendência dos Estados menos desenvolvidos às relações internacionais.
  • Relação internacional. Estudo.
  • Relação internacional. Evolução histórica das relações internacionais como objeto de estudo
  • Relação internacional. Idealismo liberal: limitação paradigmática nas relações internacionais.
  • Relação internacional. Pluralismo: limitação paradigmática nas relações internacionais
  • Relação internacional. Realismo: limitação paradigmática nas relações internacionais
  • Relação internacional. Robert Cox, Gramsci e relações internacionais.
  • Relação internacional. Teoria Crítica: limitação paradigmática nas relações internacionais.
  • Relação internacional. Teoria das relações internacionais.
  • Relação internacional. Teoria do Conhecimento e as relações internacionais.
  • Relação internacional e conhecimento.
  • Robert Cox, Gramsci e relações internacionais

S

  • Saint-Pierre. Uma fonte para o idealismo: os projetos de paz duradoura do Abbé de Saint-Pierre e Immanuel Kant.
  • Segurança coletiva. Dever ser, a cooperação e a segurança coletiva.
  • Ser. Dever ser, a cooperação e a segurança coletiva.
  • Soberania estatal. Reconsiderando a soberania estatal
  • Sociologia. Dependência e desenvolvimento na América Latina. Ensaio de interpretação sociológica
  • Sumarizando o realismo: principais características

T

  • Teoria crítica
  • Teoria crítica. Efervescência de ideias.
  • Teoria crítica. Gramsci e a evolução da Teoria Crítica.
  • Teoria crítica: limitação paradigmática nas relações internacionais.
  • Teoria da dependência
  • Teoria da dependência e suacorrente estruturalista.
  • Teoria das relações internacionais
  • Teoria das relações internacionais. Construção paradigmática.
  • Teoria do conhecimento e asrelações internacionais
  • Teoria do conhecimento: uma fundamentação filosófica
  • Teoria dos jogos, o dilema doprisioneiro e o realismo
  • Teoria racionalista de Kant.
  • Textos e documentosselecionados
  • Textos e documentosselecionados
  • Textos e documentosselecionados
  • Textos e documentosselecionados

U

  • Um novo mapa político, uma nova Alemanha, e uma nova realidade para a Europa no pós-guerra: uma "batata quent e" nas mãos da Liga das Nações.
  • Uma fonte para o idealismo: os projetos de paz duradoura do Abbé de Saint-Pierre e Immanuel Kant.
  • Utopismo. Edward Hallet Carr (1892-1982): uma crítica aoutopismo

Recomendações

Capa do livro: Imprescritibilidade dos Crimes de Competência do Tribunal Penal Internacional no Brasil, Alex Xavier Santiago da Silva

Imprescritibilidade dos Crimes de Competência do Tribunal Penal Internacional no Brasil

 Alex Xavier Santiago da SilvaISBN: 978853627082-1Páginas: 154Publicado em: 27/07/2017

Versão impressa

R$ 57,70Adicionar ao
carrinho

Versão digital

R$ 39,90Adicionar eBook
ao carrinho
Capa do livro: Direito Constitucional e a Independência dos Tribunais Brasileiros e Portugueses, O, Organizador: Jorge Miranda - Coordenadora: Bleine Queiroz Caúla
Doutrina Estrangeira

Direito Constitucional e a Independência dos Tribunais Brasileiros e Portugueses, O

 Organizador: Jorge Miranda - Coordenadora: Bleine Queiroz CaúlaISBN: 978853623360-4Páginas: 382Publicado em: 24/05/2011

Versão impressa

R$ 99,70Adicionar ao
carrinho
Capa do livro: Publicidade & Proteção do Consumidor - No âmbito do Mercosul, Mara Suely Oliveira e Silva Maran

Publicidade & Proteção do Consumidor - No âmbito do Mercosul

 Mara Suely Oliveira e Silva MaranISBN: 853620589-XPáginas: 200Publicado em: 31/10/2003

Versão impressa

R$ 59,90Adicionar ao
carrinho
Capa do livro: União Européia e Supranacionalidade - Desafio ou Realidade?, Joana Stelzer

União Européia e Supranacionalidade - Desafio ou Realidade?

2ª Edição Revista e AtualizadaJoana StelzerISBN: 853620632-5Páginas: 196Publicado em: 22/03/2004

Versão impressa

R$ 59,90Adicionar ao
carrinho