Controladoria e Auditoria de Estoques - Para Negócios Globalizados

Tomislav R. Femenick

Parcele em até 6x sem juros no cartão.
Parcela mínima de R$ 20,00

Versão impressa

Ficha técnica

Autor(es): Tomislav R. Femenick

ISBN: 978853623517-2

Acabamento: Brochura

Número de páginas: 222

Publicado em: 07/10/2011

Área(s): Contabilidade - Controladoria; Contabilidade - Perícia e Auditoria

Sinopse

Qualquer que seja a prática contábil, ela sempre é uma função que espelha ou se reflete em um universo mais amplo, o mundo dos negócios. Esse fenômeno nos leva a considerar a nova realidade do mercado globalizado, principalmente em uma área bastante sensível no campo empresarial: os Estoques. Com essa visão, este livro aborda vários temas sobre a matéria, quer pela ótica da Controladoria como da Auditoria, o que torna esta uma obra ímpar e supre uma carência sentida pelos gestores das empresas, profissionais da área de Auditoria e estudantes de Ciências Contábeis.

Por essa peculiaridade, este livro destina-se a um público diversificado, abordando vários assuntos sob o enfoque da nova realidade econômica, entre eles:

• A contabilização dos estoques em ambiente de mercado globalizado.
• Normas nacionais e internacionais para a contabilização de estoques.
• As técnicas usadas para contagem dos estoques.
• O tratamento que deve ser dado aos itens obsoletos, danificados e defasados tecnologicamente.
• A evidência do valor realizável líquido.
• O sincronismo temporal nas verificações dos estoques com o uso do " cut off ".
• Ajustes por redução de valor ou perdas.
• O planejamento da auditoria de estoques.
• A participação do auditor na elaboração do projeto e na realização do inventário.
• A responsabilidade do auditor no levantamento dos estoques.
• Auditoria rotativa dos estoques contagem cíclica.

Escrito em linguagem simples e compreensível, a obra proporciona uma compreensão desses e outros assuntos de forma didática, levando aos leitores uma gama de conhecimentos e informações necessárias aos estudos teóricos e à prática vivenciada.

Autor(es)

Tomislav R. Femenick  - Mestre em Economia, pela PUC/SP, com extensão em Sociologia e História; pós-graduado em Economia Aplicada para Executivos, pela FGV/SP e Bacharel em Ciências Contábeis pela Universidade Cidade de São Paulo. É Professor universitário, Auditor, Consultor e Perito Contábil e Especialista em Avaliação de Sociedades Empresárias. Membro da Academia Norte-rio-grandense de Ciências Contábeis e do Instituto Histórico e Geográfico do Rio Grande do Norte. É autor, com cerca de 40 obras e seus livros são adotados por importantes universidades brasileiras e, também, estão nas prateleiras das bibliotecas das mais importantes instituições de ensino da América do Norte e da Europa. Suas obras estão em Harvard, Princeton, Stanford, Cornell, Berkeley, Washington University, Brown University, University of Illinois, Indiana University, University of Delaware, na Univervid Complutense de Madrid e na Universidade de Coimbra. Publica regularmente artigos em revistas acadêmicas e literárias. Como jornalista atuou em vários órgãos de imprensa do país. Como articulista, ainda colabora em diversos órgãos da imprensa nacional.

Sobre o autor:

Guido Mantega, ex-professor do curso de Mestrado em Economia Política da PUC/SP, ex-Ministro do Planejamento e Ministro da Fazenda dos governos Lula e Dilma, sobre a monografia “Visões feudais nos pensadores da economia política brasileira”: Muito bom. O trabalho está bom e reflete um esforço de pesquisa que merece ser continuado.

Paul Singer, ex-professor do curso de Mestrado em Economia Política da PUC/SP, da USP e Unicamp, sobre a monografia “Kayns-Kalecki: uma abordagem comparativa”: Trabalho notável pela ampla pesquisa bibliográfica.

Francisco de Oliveira, ex-professor de PUC/SP, da USP e Unicamp: Fui seu orientador na tese de mestrado, na PUC/SP e já então me impressionavam sua tenacidade e a abrangência de suas leituras. De que não há dúvida é do benefício que se tira do esforço desse descendente de croata e nordestina de Mossoró. Etnias (?) ou simplesmente culturas de sobrevivência difícil ao longo da história, agravadas na modernidade globalizada. Num certo dia incerto, um imigrante croata chegou e encontrou uma moça da terra de Mossoró. Gostaram-se. O Estado Novo depois os perseguiu porque na brutalidade ignorante do “estado de exceção” o estrangeiro é sempre suspeito. Tomislav conheceu com os pais o campo de concentração, na estúpida versão brasileiro-getulista, um dos episódios mais sinistros de nossa história, abafado primeiro pelo DIP getulista e depois engavetado pelos estudiosos da história brasileira. Entende-se por que ele gosta tanto de história... Base dos estudos de economia, administração, direito e, porque não, da contabilidade.

Sumário

INTRODUÇÃO

Capítulo 1 - CONSIDERAÇÕES SOBRE A RUBRICA "ESTOQUES"

1 Conceitos

1.1 Conceito legal

1.2 Conceito fiscal

1.3 Conceito financeiro

1.4 Conceito contábil

1.5 Conceito gerencial

2 Dimensionamento dos estoques

2.1 Giro dos estoques

2.2 Lotes econômicos

2.3 Estoques mínimos

2.4 Eliminação de perdas

Capítulo 2 - A CONTABILIZAÇÃO DOS ESTOQUES EM AMBIENTE DE MERCADO GLOBALIZADO

1 O Contexto

2 O novo paradigma

3 As práticas e as normas contábeis

4 A cadeia de suprimento

5 As normas contábeis sobre estoques

Capítulo 3 - NORMAS INTERNACIONAIS DE CONTABILIZAÇÃO DE ESTOQUES

1 Velhos parâmetros & novos paradigmas

2 Não há normas globais

2.1 International Accounting Standards Board (IASB)

2.2 The Financial Accounting Standards Board (FASB)

3 Regulações sobre estoques

3.1 IAS 2 - Inventário (Estoques)

3.2 US SFAS 151 - Estoques

3.3 NBC TG 16 (NBC T 19.20) - Estoques

Capítulo 4 - O PLANEJAMENTO DA AUDITORIA

1 Formulações que antecedem o planejamento de auditoria

2 O planejamento da auditoria

3 Aspectos conceituais do planejamento da auditoria de estoques

4 Aspectos normativos do planejamento da auditoria de estoques

5 Aspectos do processo de planejamento da auditoria de estoques

6 Relacionamento com o cliente

7 Elaboração do programa de auditoria de estoque

Capítulo 5 - CONSIDERAÇÕES GERAIS SOBRE A AUDITORIA DE ESTOQUES

1 Verificação das transações

2 Inventário físico

Capítulo 6 - PARTICIPAÇÃO DO AUDITOR NA ELABORAÇÃO DO PROJETO E NA REALIZAÇÃO DO INVENTÁRIO

1 Acompanhando o projeto de inventário

1.1 A evidência da relevância

1.2 Os riscos do inventário

2 Conhecer o cliente e seus sistemas

3 A amplitude do projeto de inventário

4 Contagem e avaliação dos estoques

5 Participação do auditor na contagem física dos estoques

Capítulo 7 - SINCRONISMO TEMPORAL NAS VERIFICAÇÕES DOS ESTOQUES COM O USO DO CUT-OFF

1 Conceitos sobre o cut-off

2 Considerações sobre a auditoria dos estoques

3 Auditoria de estoques e cut-off

4 Considerações finais sobre o cut-off

Capítulo 8 - PRINCÍPIOS E TÉCNICAS USADOS NA CONTAGEM DE ESTOQUES

1 Objetivos, planejamento e controles internos

1.1 Objetivos

1.2 Planejamento

1.3 Controle interno

2 Técnicas de contagem dos estoques

2.1 Sistema periódico de contagem

2.2 Sistema permanente de contagem

3 Assertivas

Capítulo 9 - RESPONSABILIDADE DO AUDITOR NO LEVANTAMENTO DOS ESTOQUES

1 Nos Estados Unidos

1.1 Reflexo da Lei Sarbanes-Oxley em empresas brasileiras

1.2 Reflexos da Lei Sarbanes-Oxley sobre os estoques

2 Na União Europeia

3 No Brasil

3.1 Responsabilidade profissional

3.2 Responsabilidade civil

3.3 Responsabilidade penal

3.4 Responsabilidade fiscal

4 Responsabilidade do auditor independente na verificação dos estoques

5 A responsabilidade do auditor e o sistema de levantamento dos estoques

6 Responsabilidade solidária

Capítulo 10 - ITENS OBSOLETOS, DANIFICADOS, DEFASADOS TECNOLOGICAMENTE E OUTROS

1 A condição dos estoques

1.1 Itens obsoletos

1.2 Produtos danificados

1.3 Itens defasados tecnologicamente

1.4 Refugos

1.5 Subprodutos

1.6 Sucatas

2 Procedimentos da auditoria externa

3 Contabilização de bens obsoletos, danificados e defasados tecnologicamente e outros

4 Apontamentos da auditoria

Capítulo 11 - AUDITORIA ROTATIVA DOS ESTOQUES (CONTAGEM CÍCLICA)

1 O método de contagem rotativa

2 Procedimentos do cliente

3 Procedimentos do auditor

3.1 Contagem cíclica e validação da amostragem

3.2 Aceitação da contagem cíclica

Capítulo 12 - AUDITORIA E A EVIDÊNCIA DO VALOR REALIZÁVEL LÍQUIDO DOS ESTOQUES

1 Custo e valor

2 Custo histórico

3 Custo de realização

3.1 Normativa contábil

3.2 Normativa fiscal

4 Procedimentos básicos utilizados pelo auditor na avaliação dos estoques

4.1 Procedimentos preliminares

4.2 Procedimentos de avaliação

Capítulo 13 - AJUSTES POR REDUÇÃO DE VALOR OU PERDAS EM ESTOQUES

1 Procedimentos técnicos

2 Constituição de contas para ajuste por redução ao valor de mercado e por perdas em estoque

2.1 Procedimentos contábeis para ajuste por redução ao valor de mercado e ajuste por perdas em estoque

3 Aspecto fiscal

4 Procedimentos de auditoria

REFERÊNCIAS

ANEXOS

Índice alfabético

A

  • Aceitação da contagem cíclica
  • Acompanhando o projeto de inventário
  • Ajustes por redução de valorou perdas em estoques
  • Amostragem. Contagem cíclicae validação da amostragem
  • Amplitude do projeto de inventário
  • Anexos
  • Apontamentos da auditoria
  • Aspectos conceituais do planejamento da auditoria de estoques
  • Assertivas
  • Auditor. Participação do auditor na contagem física dos estoques
  • Auditor. Participação do auditor na elaboração do projeto e na realização do inventário
  • Auditor. Procedimentos básicos utilizados pelo auditor na avaliação dos estoques
  • Auditor. Procedimentos do auditor
  • Auditor. Responsabilidade do auditorno levantamento dos estoques
  • Auditoria de estoques ecut-off
  • Auditoria de estoques. Considerações gerais sobre a auditoria de estoques
  • Auditoria dos estoques. Considerações
  • Auditoria e a evidência do valor realizável líquido dos estoques
  • Auditoria rotativa dos estoques (contagem cíclica)
  • Auditoria. Apontamentos da auditoria
  • Auditoria. Aspectos conceituais do planejamento da auditoria de estoques
  • Auditoria. Elaboraçãodo programa de auditoria de estoque
  • Auditoria. Formulações que antecedem o planejamento de auditoria
  • Auditoria. Planejamento da auditoria
  • Auditoria. Planejamento da auditoria
  • Auditoria. Procedimentos da auditoria externa
  • Avaliação dos estoques. Auditor. Aspecto fiscal
  • Avaliação dos estoques. Auditor.Procedimentos de auditoria
  • Avaliação dos estoques. Auditor.Procedimentos de avaliação
  • Avaliação dos estoques. Auditor.Procedimentos preliminares
  • Avaliação dos estoques. Auditor. Procedimentos técnicos
  • Avaliação e contagem dos estoques

B

  • Bem danificado. Contabilização de bens obsoletos, danificados e defasados tecnologicamente e outros
  • Bem defasado tecnologicamente. Contabilização de bens obsoletos, danificados e defasados tecnologicamente e outros
  • Bem obsoleto. Contabilização de bens obsoletos, danificados e defasados tecnologicamente e outros

C

  • Cadeia de suprimento
  • Cliente. Conhecer o cliente e seus sistemas
  • Cliente. Procedimentos do cliente
  • Cliente. Relacionamento com o cliente
  • Conceitos sobre o cut-off
  • Condição dosestoques
  • Conhecer o cliente e seus sistemas
  • Considerações finais sobre ocut-off
  • Considerações sobre a auditoria dos estoques
  • Considerações sobre arubrica "esto ques"
  • Constituição de contas para ajuste porredução ao valor de mercado e por perdas em estoque
  • Contabilização de bens obsoletos, danificados e defasados tecnologicamente e outros
  • Contabilização de estoques. Normas internacionais de contabilização de estoques
  • Contabilização dos estoques em ambiente de mercado globalizado
  • Contabilização dos estoques em ambientede mercado globalizado. Contexto
  • Contabilização dos estoques em ambientede mercado globalizado. Novo paradigma
  • Contagem cíclica e validação da amostragem
  • Contagem clínica. Aceitação
  • Contagem e avaliação dos estoques
  • Contagem rotativa. Método
  • Contas. Constituição de contas para ajuste por redução ao valor de mercado e por perdas em estoque
  • Controle interno
  • Controle interno. Objetivos, planejamento e controles internos
  • Custo de realização
  • Custo e valor
  • Custo histórico
  • Cut-off. Auditoria de estoques e cut-off
  • Cut-off. Conceitos sobre o cut-off
  • Cut-off. Considerações finais sobre o cut-off
  • Cut-off. Sincronismo temporal nas verificações dos estoques com o uso do cut-off

D

  • Dimensionamento dos estoques

E

  • Elaboração do programa de auditoria de estoque
  • Eliminação de perdas
  • Estoque. Ajustes por redução de valor ou perdas em estoques
  • Estoque. Aspectos do processo de planejamento da auditoria de estoques
  • Estoque. Auditoria e a evidência do valor realizável líquido dos estoques
  • Estoque. Auditoria rotativa dosestoques (contagem cíclica)
  • Estoque. Conceito contábil
  • Estoque. Conceito financeiro
  • Estoque. Conceito fiscal
  • Estoque. Conceito gerencial
  • Estoque. Conceito legal
  • Estoque. Conceitos
  • Estoque. Condiçãodos estoques
  • Estoque. Considerações sobre a rubrica "estoques"
  • Estoque. Constituição de contas para ajuste por redução ao valor de mercado e por perdas em estoque
  • Estoque. Contabilização dos estoques emambiente de mercado globalizado
  • Estoque. Contagem e avaliação dos estoques
  • Estoque. Dimensionamento dos estoques
  • Estoque. Elaboração do programa de auditoria de estoque
  • Estoque. Girodos estoques
  • Estoque. Normas contábeis sobre estoques
  • Estoque. Normas internacionaisde contabilização de estoques
  • Estoque. Participação do auditor na contagem física dos estoques
  • Estoque. Princípios e técnicas usados na contagem de estoques
  • Estoque. Procedimentos básicos utilizados pelo auditor na avaliação dos estoques
  • Estoque. Procedimentos contábeis paraajuste por redução ao valor de mercado e ajuste por perdas em estoque
  • Estoque. Regulações sobre estoques
  • Estoque. Responsabilidade do auditorno levantamento dos estoques
  • Estoque. Sincronismo temporal nas verificações dos estoques com o uso do cut-off
  • Estoque. Sistema periódico de contagem
  • Estoque. Sistema permanente de contagem
  • Estoque. Técnicas de contagem dos estoques
  • Estoques mínimos
  • Evidência da relevância

F

  • Formulações que antecedem o planejamento de auditoria

G

  • Giro dos estoques
  • Globalização. Contabilização dos estoques em ambiente de mercado globalizado

H

  • Histórico. Custohistórico

I

  • IAS 2 - Inventário (Estoques)
  • International Accounting Standards Board (IASB)
  • Introdução
  • Inventáriofísico
  • Inventário. Acompanhando o projeto de inventário
  • Inventário. Amplitude do projeto de inventário
  • Inventário. Participação do auditor na elaboração do projeto e na realização do inventário
  • Inventário. Riscos do inventário
  • Itens defasados tecnologicamente
  • Itens obsoletos, danificados, defasados tecnologicamente e outros
  • Itens obsoletos

L

  • Lei Sarbanes-Oxley . Reflexo da Lei Sarbanes-Oxley em empresas brasileiras
  • Lei Sarbanes-Oxley. Reflexos da Lei Sarbanes-Oxley sobre os estoques
  • Lotes econômicos

M

  • Mercado globalizado. Contabilização dosestoques em ambiente de mercado globalizado
  • Método de contagem rotativa

N

  • NBC TG 16 (NBC T 19.20) - Estoques
  • Norma global. Não há normas globais
  • Normas contábeissobre estoques
  • Normas e práticas contábeis
  • Normas internacionais de contabilização de estoques
  • Normativa contábil
  • Normativa fiscal

O

  • Objetivos, planejamentoe controles internos
  • Objetivos

P

  • Paradigmas. Velhos parâmetros & novos paradigmas
  • Parâmetros. Velhos parâmetros & novos paradigmas
  • Participação do auditor na contagem física dos estoques
  • Participação do auditor na elaboração doprojeto e na realização do inventário
  • Perdas. Ajustes por redução de valor ou perdas em estoques
  • Perdas. Constituição de contas para ajuste por redução ao valor de mercado e por perdas em estoque
  • Perdas. Eliminação de perdas
  • Perdas. Procedimentos contábeis para ajuste por redução ao valor de mercado e ajuste por perdas em estoque
  • Planejamento da auditoria
  • Planejamento da auditoria
  • Planejamento da auditoria. Aspectos normativos do planejamento da auditoria de estoques
  • Planejamento
  • Planejamento. Objetivos, planejamento e controles internos
  • Práticas e normas contábeis
  • Princípios e técnicas usadosna contagem de estoques
  • Procedimentos básicos utilizados pelo auditor na avaliação dos estoques
  • Procedimentos contábeis para ajuste por redução ao valor de mercado e ajuste por perdas em estoque
  • Procedimentos da auditoria externa
  • Procedimentos do auditor
  • Procedimentos do cliente
  • Produtos danificados
  • Programa de auditoria de estoque. Elaboração

R

  • Realização. Custo de realização
  • Referências
  • Reflexo da LeiSarbanes-Oxley em empresas brasileiras
  • Reflexos da LeiSarbanes-Oxley sobre os estoques
  • Refugos
  • Regulações sobre estoques
  • Relacionamento com o cliente
  • Responsabilidade civil
  • Responsabilidade do auditor e o sistema de levantamento dos estoques
  • Responsabilidade do auditor independente na verificação dos estoques
  • Responsabilidade do auditor no levantamento dos estoques. Na União Europeia
  • Responsabilidade do auditor no levantamento dos estoques. No Brasil
  • Responsabilidade do auditor no levantamento dos estoques. Nos Estados Unidos
  • Responsabilidade fiscal
  • Responsabilidade penal
  • Responsabilidade profissional
  • Responsabilidade solidária
  • Riscos do inventário

S

  • Sincronismo temporal nas verificações dos estoques com o uso docut-off
  • Sistemas. Conhecer o cliente e seus sistemas
  • Subprodutos
  • Sucatas
  • Suprimento. Cadeia de suprimento

T

  • Técnicas de contagem dos estoques
  • Técnicas e princípios usadosna contagem de estoques
  • Tecnologia. Itens obsoletos, danificados, defasados tecnologicamente e outros
  • The Financial Accounting Standards Board (FASB)
  • Transação. Verificaçãodas transações

U

  • US SFAS 151 - Estoques

V

  • Valor de mercado. Constituição de contas para ajuste por redução ao valor de mercado e por perdas em estoque
  • Valor de mercado. Procedimentos contábeis para ajuste por redução ao valor de mercado e ajuste por perdas em estoque
  • Valor e custo
  • Valor realizável. Auditoria e a evidência do valor realizável líquido dos estoques
  • Velhos parâmetros & novos paradigmas
  • Verificação das transações

Recomendações

Capa do livro: Perícias de Engenharia - Análise e Crítica, Zung Che Yee

Perícias de Engenharia - Análise e Crítica

2ª Edição - Revista e Atualizada de Acordo com a Lei 13.105/15 - Novo Código de Processo CivilZung Che YeeISBN: 978853625638-2Páginas: 102Publicado em: 01/04/2016

Versão impressa

R$ 39,90Adicionar ao
carrinho
Versão impressa
+ eBook grátis

Na compra da versão impressa, a versão digital é brinde!


Versão digital

R$ 29,90Adicionar ao
carrinho
Capa do livro: Introdução à Perícia, Auditoria & Consultoria Contábil - Uma Tricotomia Contábil - Prefácio de Antônio Lopes de Sá, Wilson Alberto Zappa Hoog

Introdução à Perícia, Auditoria & Consultoria Contábil - Uma Tricotomia Contábil - Prefácio de Antônio Lopes de Sá

4ª Edição - Revista e AtualizadaWilson Alberto Zappa HoogISBN: 978853624903-2Páginas: 150Publicado em: 12/11/2014

Versão impressa

R$ 44,70Adicionar ao
carrinho
Capa do livro: Auditoria, Planejamento & Gestão Tributária - Teoria e Prática, Everson Luiz Breda Carlin

Auditoria, Planejamento & Gestão Tributária - Teoria e Prática

3ª Edição – Revista e AtualizadaEverson Luiz Breda CarlinISBN: 978853624850-9Páginas: 168Publicado em: 09/10/2014

Versão impressa

R$ 49,90Adicionar ao
carrinho