Império Romano em Cartas, O - Glórias Romanas em Papel e Tinta - Plínio, o Jovem e Trajano 98/113 d.C. - Semeando Livros

Thiago David Stadler

Leia na Biblioteca Virtual
Preço:
Parcele em até 6x sem juros no cartão. Parcela mínima de R$ 20,00
FICHA TÉCNICA
Autor(es): Thiago David Stadler
ISBN: 978853624292-7
Acabamento: Brochura
Número de Páginas: 182
Publicado em: 31/07/2013
Área(s): Literatura e Cultura - Política, História e Filosofia
CONFIRA TAMBÉM
SINOPSE

Neste estudo temos como mote central a questão da exaltação de um soberano através do uso das virtudes. Tal interesse foi impulsionado pela inquietação: onde foram parar os "modelos" de virtude em nossa sociedade? Talvez dominados por uma tirania do presente que molda nossa sociedade da exibição temos problemas em encontrar um modelo de conduta, pois logo que o encontramos, outro arquétipo momentâneo o substitui - a insustentabilidade do agora ditando uma sociedade desprovida de sustentação. Apesar de estarmos cientes da impossibilidade de resolver todos estes problemas, convidamos o leitor de "O Império Romano em Cartas: Glórias romanas em papel e tinta (Plínio, o Jovem e Trajano 98/113 d.C)" a romper com as algemas do presente e atentar-se para a possibilidade de refletir sobre a construção do saber histórico. Assim, apresentamos um estudo centrado nas trocas epistolares realizadas nos fins do século I d.C e início do século II d.C entre o governador de província Plínio, o Jovem e o imperador Trajano. Nelas encontramos diversos assuntos que norteavam a sociedade romana dos primeiros séculos da era cristã, tais como: política, religiosidade, economia, tradição. Assim, direcionamos nossos escritos aos estudos das Humanidades - com ênfase nas áreas de História e Filosofia.

AUTOR(ES)

Thiago David Stadler é Mestre em História (UFPR, 2010). Graduado em História (UFPR, 2007) e Professor permanente do colegiado de Filosofia da Universidade Estadual do Paraná - campus União da Vitória (ministra as disciplinas de História da Filosofia Antiga; História da Filosofia Medieval e Filosofia da Linguagem). Atualmente desenvolve o doutorado em História pela Universidade Federal do Paraná e é membro do Núcleo de Estudos Mediterrânicos (NEMED/UFPR).

SUMÁRIO

INTRODUÇÃO

CUIDES DO CÉU, POIS DA TERRA TEU ENVIADO CUIDARÁ

PRIMEIRA PARTE JAMAIS O ADOREMOS COMO UM DEUS, E SIM COMO UM PAI

1.1 Vivência e Escrita: algumas considerações teóricas

1.2 Lacunas, Biografia e Novas Abordagens da Narrativa

1.3 Cartas: um meio de comunicação e estilo

1.4 "Desejo-te Saúde e Felicidade": as boas-vindas em um período de confiança mútua

1.5 Sistema Social e Manutenção de Interesses: o Clientelismo

1.6 Trajano e Plínio, o Jovem: dois homens e um ideal

1.6.1 Marcus Ulpius Trajanus (56 - 117 d.C.)

1.6.1.1 Apoio material e imaterial na ascensão de Trajano

1.6.2 Gaius Plinius Caecilius Secundus (61 - 113? d.C.)

SEGUNDA PARTE VIRTUDES: UM INSTRUMENTO IDEOLÓGICO PARA ALÉM DA SIMPLES RETÓRICA

2.1 Variações e Permanências de Significados

2.2 Definições, Implicações e Aplicação do Conceito de Virtude no Mundo Antigo

2.3 Natureza e Essência da Virtude

2.4 Por uma Praticidade Virtuosa

2.5 "Culto Imperial": a construção virtuosa de Trajano a partir das mãos de Plínio, o Jovem

TERCEIRA PARTE MAS OS DEUSES APRESSARAM-SE PARA COLOCAR O GOVERNO EM TUAS MÃOS

3.1 Epistolário Cruzado entre Plínio, o Jovem e Trajano: as virtudes em foco

3.2 Virtus

3.3 Pietas

3.4 Aeternitas

3.5 Disciplina

3.6 Felicitas e Fortuna

3.7 Fides

3.8 Salus e Victoria

3.9 Providentia

3.10 Gloria

3.11 Honor

3.12 Indulgentia

4 De como Termina esta História

REFERÊNCIAS

ANEXO TABELA REFERENTE À ANÁLISE DO LIVRO X: número das cartas ("P" de Plínio, o jovem e "T" de Trajano), nomes, locais, virtudes, elogios à instituição imperial e ao tempo vivido, especificidades/resumo

INDIQUE ESSA OBRA

Indique essa obra para um amigo:

De:

Nome:

E-mail:

Informe apenas 1 email por vez

Para:

Nome:

E-mail:

Informe apenas 1 email por vez


Mensagem: