Juventude como Capital - A Questão Criminal e os Projetos Sociais frente as Políticas para os Jovens Vulneráveis

Rafael Coelho Rodrigues

Parcele em até 6x sem juros no cartão.
Parcela mínima de R$ 20,00

Versão impressa

Ficha técnica

Autor(es): Rafael Coelho Rodrigues

ISBN: 978853624511-9

Acabamento: Brochura

Número de páginas: 162

Publicado em: 20/12/2013

Área(s): Psicologia - Jurídica

Sinopse

"Moralidade mínima" na condução da vida "construída como um negócio" é uma das conclusões do livro de Rafael Coelho, ao estudar uma experiência do PRONASCI - um dos projetos salvacionistas para jovens pobres promovido pelo Governo Federal.

Destaca-se na obra tanto a mecânica por meio da qual os jovens são convocados ao policiamento mútuo, quanto a sua resistência ao assujeitamento à condição de "capital humano" a que são reduzidos. O encontro do autor com a potência do sorriso, da amizade, da recusa à existência-máquina de jovens pobres convoca a leitura desta pesquisa!

 

Estela Scheinvar - Professora do Departamento de Educação e do Programa de Pós-graduação em Políticas Públicas e Formação Humana - Faculdade de Formação de Professores de São Gonçalo da Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Socióloga do Serviço de Psicologia Aplicada da Universidade Federal Fluminense.

Autor(es)

Rafael Coelho Rodrigues

Doutor em Psicologia pela UFF (2012). Mestrado em Psicologia pela Universidade Federal Fluminense (2008). Possui graduação em Psicologiapela Universidade Católica de Petrópolis (2002). Professor de Graduação em Psicologia. Possui livro e artigos publicados.

Sumário

INTRODUÇÃO

Capítulo I - PRONASCI: ENTRELAÇAMENTOS ENTRE O SOCIAL E O PENAL

1 Sociedade de Segurança

2 Neoliberalismo

3 Capital Humano

4 Poder Pastoral

5 O Neoliberalismo e o Pronasci

6 Vulnerabilidade(s)

Capítulo II - VULNERÁVEIS E EM RISCO SOCIAL: ENQUADRAMENTOS DA JUVENTUDE POBRE E SEUS EFEITOS

1 Proteção dos Jovens em Território Vulnerável - Protejo

1.1 Metodológico ou como não fazer

2 Experimentar. Pensar

2.1 Direitos humanos

3 Jovem Protejo: Empreendedor de si?

4 Empoderados.

Capítulo III - A DOMESTICAÇÃO DA JUVENTUDE EMPOBRECIDA

1 Da Natureza do Jovem à Imanência do Perigo

2 Invisibilidade do Jovem Pobre ou Impossibilidade de Enxergar a Potência?

3 A Falta e a Incapacidade

Capítulo IV - E NÓS COM ISSO? OS INTELECTUAIS-MILITANTES-PESQUISADORES E OS CAMPOS DE CONCENTRAÇÃO NA ATUALIDADE

1 Segurança.

2 Normalizando a Exceção

3 A Segurança e a Capilarização da Insegurança

4 Intelectuais-militantes-pesquisadores

CONSIDERAÇÕES FINAIS

REFERÊNCIAS

Índice alfabético

C

  • Campo de concentração. E nós com isso? Os intelec tuais-militantes-pesquisadores e os campos de concentração na atua lidade
  • Capacidade. Falta e a incapacidade .
  • Capilarização da insegurança. Segurança e a capil arização da insegurança
  • Capital humano .
  • Considerações finais .

D

  • Direitos humanos .
  • Domesticação da juventude empobrecida .

E

  • Empobrecimento. Domesticação da juventude empobre cida
  • Empoderados .
  • Empreendedorismo. Jovem Protejo: Empreendedor de si?
  • Exceção. Normalizando a exceção.
  • Experimentar. Pensar .

F

  • Falta e a incapacidade .

I

  • Incapacidade. Falta e a incapacidade .
  • Intelectuais-militantes-pesquisadores .
  • Intelectuais. E nós com isso? Os intelectuais-mil itantes-pesquisadores e os campos de concentração na atualidade .
  • Introdução .
  • Invisibilidade do jovem pobre ou impossibilidade de enxergar a potência?

J

  • Jovem Protejo: Empreendedor de si? .
  • Juventude empobrecida. Domesticação da juventude empobrecida
  • Juventude. E nós com isso? Os intelectuais-milita ntes-pesquisadores e os campos de concentração na atualidade .
  • Juventude. Invisibilidade do jovem pobre ou impossibilidade de enxergar a potência?
  • Juventude. Natureza do jovem à imanência do perigo
  • Juventude. Proteção dos Jovens em Território Vuln erável - Protejo
  • Juventude. Vulneráveis e em risco social: enquadramentos da juventude pobre e seus efeitos

M

  • Metodológico ou como não fazer .
  • Militantes. Intelectuais-militantes-pesquisadores

N

  • Natureza do jovem à imanência do perigo
  • Neoliberalismo e o Pronasci .
  • Neoliberalismo .
  • Normalizando a exceção .

P

  • Pastoral. Poder pastoral .
  • Penal. Pronasci: entrelaçamentos entre o social e o penal
  • Perigo. Natureza do jovem à imanência do perigo
  • Perspectiva. Invisibilidade do jovem pobre ou imp ossibilidade de enxergar a potência?
  • Pesquisadores. Intelectuais-militantes-pesquisado res
  • Pobreza. E nós com isso? Os intelectuais-militant es-pesquisadores e os campos de concentração na atualidade .
  • Pobreza. Invisibilidade do jovem pobre ou impossi bilidade de enxergar a potência?
  • Poder pastoral .
  • Potência. Invisibilidade do jovem pobre ou impossibilidade de enxergar a potência?
  • Pronasci. Neoliberalismo e o Pronasci .
  • Pronasci: entrelaçamentos entre o social e o pena l
  • Proteção dos Jovens em Território Vulnerável - Pr otejo
  • Protejo. Jovem Protejo: Empreendedor de si? .
  • Protejo. Proteção dos Jovens em Território Vulner ável - Protejo

R

  • Referências
  • Risco social. Vulneráveis e em risco social: enquadramentos da juventude pobre e seus efeitos

S

  • Segurança e a capilarização da insegurança.
  • Segurança. Sociedade de segurança .
  • Segurança. .
  • Social. Pronasci: entrelaçamentos entre o social e o penal
  • Sociedade de segurança .

V

  • Vulnerabilidade(s) .
  • Vulnerabilidade. Proteção dos Jovens em Territóri o Vulnerável - Protejo
  • Vulneráveis e em risco social: enquadramentos dajuventude pobre e seus efeitos

Recomendações

Capa do livro: Psicologia e Justiça - Infância, Adolescência e Família, Coordenadora: Maria Cristina Neiva de Carvalho

Psicologia e Justiça - Infância, Adolescência e Família

 Coordenadora: Maria Cristina Neiva de CarvalhoISBN: 978853623904-0Páginas: 282Publicado em: 03/09/2012

Versão impressa

R$ 79,90Adicionar ao
carrinho