Democracia Conectada - A Internet como Ferramenta de Engajamento Político-Democrático - Coleção FGV Direito Rio

Eduardo Magrani

Parcele em até 6x sem juros no cartão.
Parcela mínima de R$ 20,00

Versão impressa

Versão digital

Disponível para:AndroidiOSWindows Phone

Ficha técnica

Autor(es): Eduardo Magrani

ISBN v. impressa: 978853624810-3

ISBN v. digital: 978853626597-1

Acabamento: Brochura

Número de páginas: 222

Publicado em: 09/09/2014

Área(s): Direito Constitucional; Direito Internacional; Direito - Outros; Literatura e Cultura - Cidadania; Literatura e Cultura - Política, História e Filosofia; Juruá Internacional

Versão Digital (e-Book)

Para leitura em aplicativo exclusivo da Juruá Editora para Smartphones e Tablets rodando iOS, Android ou Windows Phone;

Disponível para as plataformas:

  • Android Android Android 4 ou posterior
  • iOSiOS iOS 7 ou posterior
  • Windows Phone Windows Phone Windows Phone 8 ou posterior

Não compatível para leitura em computadores;
Não permite a impressão do conteúdo.

Compra apenas via site da Juruá Editora.

Sinopse

Em um cenário protagonizado no mundo digital, diversos tipos de dispositivos se tornaram ferramentas vitais para o registro de eventos e notícias, usados pela sociedade, inclusive a brasileira, para o compartilhamento de informações e para  promoverem um maior grau de participação e engajamento em questões de interesse público. Esta contribuição torna-se mais evidente com o uso de redes sociais e plataformas de consulta pública na rede, representativas de uma esfera pública conectada e com potencial democrático significativo.

Pretende-se, nesta obra, observando o engajamento político-democrático na esfera pública on-line, investigar o potencial e os limites deste novo espaço na busca pela compreensão da efetiva eficácia em se permitir que o povo tenha mais voz e ferramentas de mobilização e pressão à sua disposição, mas também, no vetor oposto, que o sistema político busque maior legitimidade e transparência perante a sociedade por meio de ferramentas digitais.

 

A discussão empreendida por Eduardo Magrani neste livro nos remete à crise de representação política que o país enfrenta. A representação política clássica, isto é, a delegação de poderes àqueles que falam em nome do eleitor, esgotou-se. Hoje ninguém representa mais ninguém. Ninguém se sente representado. Os movimentos de rua de 2013 o demonstraram com precisão. Nesse momento, começam a se fortalecer as formas de democracia digital, contato mais direto entre governantes e governados, através de orçamentos participativos e consultas populares, principalmente. O que nos reserva o futuro, num contexto cada vez mais digital? Uma democracia mais saudável e legítima, com transparência e maior participação dos cidadãos? Ou uma democracia regulada e controlada pelos ocupantes do poder? Este livro lida com estas importantes questões.

LUCIA HIPPOLITO

 


ESSA OBRA É LICENCIADA POR UMA LICENÇA CREATIVE COMMONS.
Atribuição - Uso Não-Comercial - Compartilhamento pela mesma licença 3.0 Brasil.

É permitido:
- copiar, distribuir, exibir e executar a obra
- criar obras derivadas

Sob as seguintes condições:

ATRIBUIÇÃO
Você deve dar crédito ao autor original, da forma especificada pelo autor ou licenciante.

USO NÃO-COMERCIAL
Você não pode utilizar esta obra com finalidade comerciais.

COMPARTILHAMENTO PELA MESMA LICENÇA
Alterarando, transformando ou criando outra obra com base nesta, a mesma  somente poderá ser distribuida sob uma licença idêntica a esta. Para cada novo uso ou distribuição, deve-se deixar claro para os terceiros, os termos da licença desta obra.

Ø     Licença Jurídica (licença integral): http://creativecommons.org/licenses/by-nc-sa/3.0/br/legalcode

Autor(es)

Eduardo Magrani
Doutorando e mestre em Teoria do Estado e Direito Constitucional pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro - PUC Rio. Graduado em Direito pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro - PUC Rio, com intercâmbio acadêmico na Universidade de Coimbra, Portugal e Université Stendhal-Grenoble 3, França. Pesquisador do Centro de Tecnologia e Sociedade da Fundação Getúlio Vargas - CTS/FGV. Professor convidado da graduação e pós-graduação da Escola de Direito da Fundação Getúlio Vargas no Rio de Janeiro - FGV DIREITO RIO. Líder de projeto na área de democracia digital. Coordenador do newsletter internacional Digital Rights: Latin America & The Caribbean. Cocoordenador do Creative Commons no Brasil.

Sumário

INTRODUÇÃO

Capítulo I - A ESFERA PÚBLICA CONECTADA: DE HABERMAS A BENKLER

1.1 A Esfera Pública Habermasiana

1.1.1 Contornos acerca do papel da esfera pública no processo democrático deliberativo

1.1.2 O orçamento participativo de Porto Alegre .

1.2 A Emergência da Esfera Pública Conectada

1.2.1 Da era industrial à era da informação: características de uma nova mídia

1.2.1.1 E-democracia não institucional .

1.2.1.2 E-democracia institucional

1.2.2 Engajamento on-line: quem, o que e como?

1.2.2.1 Propensão, elementos característicos e pote ncial do engajamento on-line

Capítulo II - LIMITES E DESAFIOS PARA UMA DEMOCRACI A DIGITAL

2.1 A Corrente Pessimista da Internet

2.1.1 Assimetrias de acesso à internet e educação d igital: sobre os riscos da exclusão .

2.1.2 Sobrecarga de informação/ information overload

2.1.3 Filtros-bolha/filter bubble

2.1.4 Polarização e fragmentação .

2.1.5 Falta de cultura de engajamento político on-line e sistema político não dialógico - o Estado 1.0 .

2.1.6 Tecnicização do debate .

2.1.7 A tecnologia para o controle

Capítulo III - OS LIMITES DA E-DEMOCRACIA NO BRASIL : UM BALANÇO EM DOIS MOVIMENTOS

3.1 O Marco Civil da Internet

3.2 Das Redes às Ruas: As Manifestações de Junho no Brasil

CONCLUSÃO

REFERÊNCIAS

Índice alfabético

A

  • Assimetrias de acesso à internet e educação digit al: sobre os riscos da exclusão .

B

  • Benkler . Esfera pública conectada: de Habermas a Benkler

C

  • Conclusão .
  • Contornos acerca do papel da esfera pública no processo democrático deliberativo
  • Corrente pessimista da internet .

D

  • Democracia digital . Limites e desafios para uma d emocracia digital
  • Democracia . Contornos acerca do papel da esfera p ública no processo democrático deliberativo
  • Dialogia . Falta de cultura de engajamento polític o on - line e sistema políti - co não dialógico - o Estado 1 . 0 .

E

  • E - democracia institucional .
  • E - democracia não institucional .
  • E - democracia . Limites da e - democracia no Brasil: um balanço em dois movimentos
  • Educação digital . Assimetrias de acesso à interne t e educação digital: sobre os riscos da exclusão .
  • Emergência da esfera pública conectada
  • Engajamento on - line . Propensão, elementos característicos e potencial do engajamento on - line
  • Engajamento on - line : quem, o que e como?
  • Engajamento . Falta de cultura de engajamento polí tico on - line e sistema político não dialógico - o Estado 1 . 0 .
  • Era da informação . Da era industrial à era da inf ormação: características de uma nova mídia
  • Era industrial . Da era industrial à era da inform ação: características de uma nova mídia
  • Esfera pública conectada . Emergência da esfera pública conectada
  • Esfera pública conectada: de Habermas a Benkler
  • Esfera pública Habermasiana
  • Esfera pública . Contornos acerca do papel da esfera pública no processo democrático deliberativo
  • Estado . Falta de cultura de engajamento político on - line e sistema político não dialógico - o Estado 1 . 0 .
  • Exclusão . Assimetrias de acesso à internet e educ ação digital: sobre os riscos da exclusão .

F

  • Falta de cultura de engajamento político on - line e sistema político não dialógico - o Estado 1 . 0 .
  • Filter bubble . Filtros - bolha/ filter bubble
  • Filtros - bolha/ filter bubble
  • Fragmentação . Polarização e fragmentação .

H

  • Habermas . Esfera pública conectada: de Habermas a Benkler
  • Habermas . Esfera pública Habermasiana

I

  • Informação . Sobrecarga de informação/ information overload
  • Informática . Engajamento on - line : quem, o que e como?
  • Informática . Propensão, elementos característicos e potencial do engaja - mento on - line
  • Information overload . Sobrecarga de informação/ information overload
  • Instituição . E - democracia institucional .
  • Instituição . E - democracia não institucional .
  • Internet . Assimetrias de acesso à internet e educ ação digital: sobre os riscos da exclusão .
  • Internet . Corrente pessimista da internet .
  • Internet . Engajamento on - line : quem, o que e como?
  • Internet . Marco Civil da Internet .
  • Internet . Propensão, elementos característicos e potencial do engajamento on - line
  • Introdução .

L

  • Limites da e - democracia no Brasil: um balanço em dois movimentos
  • Limites e desafios para uma democracia digital .

M

  • Manifestações . Redes às ruas: as manifestações de junho no Brasil
  • Marco Civil da Internet .
  • Movimentos . Limites da e - democracia no Brasil: um balanço em dois movimentos

N

  • Nova mídia . Da era industrial à era da informação : características de uma nova mídia

O

  • Orçamento participativo de Porto Alegre .

P

  • Polarização e fragmentação .
  • Político on - line . Falta de cultura de engajamento político on - line e sistema político não dialógico - o Estado 1 . 0 .
  • Porto Alegre . Orçamento participativo de Porto Al egre
  • Processo democrático . Contornos acerca do papel da esfera pública no processo democrático deliberativo
  • Propensão, elementos característicos e potencial do engajamento on - line

R

  • Redes às ruas: as manifestações de junho no Brasi l
  • Referências
  • Ruas . Redes às ruas: as manifestações de junho no Brasil

S

  • Sistema político . Falta de cultura de engajamento político on - line e siste - ma político não dialógico - o Estado 1 . 0 .
  • Sobrecarga de informação/ information overload

T

  • Tecnicização do debate .
  • Tecnologia para o controle .
  • Tecnologia . Engajamento on - line : quem, o que e como?

Recomendações

Capa do livro: Ius Constitutionale Commune na América Latina - Volume I - Marco Conceptual, Coordenadores: Armin Von Bogdandy, Mariela Morales Antoniazzi e Flávia Piovesan

Ius Constitutionale Commune na América Latina - Volume I - Marco Conceptual

 Coordenadores: Armin Von Bogdandy, Mariela Morales Antoniazzi e Flávia PiovesanISBN: 978853626245-1Páginas: 150Publicado em: 24/10/2016

Versão impressa

R$ 54,70Adicionar ao
carrinho

Versão digital

R$ 39,90Adicionar eBook
ao carrinho
Capa do livro: Teoria Geral do Estado e da Constituição, Eduardo Appio

Teoria Geral do Estado e da Constituição

 Eduardo AppioISBN: 853620928-3Páginas: 192Publicado em: 09/03/2005

Versão impressa

R$ 59,90Adicionar ao
carrinho
Capa do livro: Celeridade Processual como Pressuposto da Efetividade dos Direitos Fundamentais, Fabio Resende Leal

Celeridade Processual como Pressuposto da Efetividade dos Direitos Fundamentais

 Fabio Resende LealISBN: 978853623420-5Páginas: 338Publicado em: 18/10/2011

Versão impressa

R$ 99,90Adicionar ao
carrinho
Capa do livro: Constituição Brasileira de 1988, Coordenadores: Antônio Pereira Gaio Júnior e Márcio Gil Tostes dos Santos

Constituição Brasileira de 1988

 Coordenadores: Antônio Pereira Gaio Júnior e Márcio Gil Tostes dos SantosISBN: 978853624584-3Páginas: 396Publicado em: 05/03/2014

Versão impressa

R$ 99,70Adicionar ao
carrinho