Qualidade de Vida e Trabalho - Fatores Psicossociais e da Organização

Carlos César Ronchi

Parcele em até 6x sem juros no cartão.
Parcela mínima de R$ 20,00

Versão impressa

Na compra da versão impressa, o e-Book é brinde!

Versão digital

Disponível para:AndroidiOSWindows Phone

Ficha técnica

Autor(es): Carlos César Ronchi

ISBN v. impressa: 978853625425-8

ISBN v. digital: 978853626059-4

Acabamento: Brochura

Número de páginas: 180

Publicado em: 07/10/2015

Área(s): Administração; Psicologia - Organizacional e do Trabalho

Versão Digital (e-Book)

Para leitura em aplicativo exclusivo da Juruá Editora para Smartphones e Tablets rodando iOS, Android ou Windows Phone;

Disponível para as plataformas:

  • Android Android Android 4 ou posterior
  • iOSiOS iOS 7 ou posterior
  • Windows Phone Windows Phone Windows Phone 8 ou posterior

Não compatível para leitura em computadores;

Compra apenas via site da Juruá Editora.

Sinopse

A presente obra tem como objetivo contribuir para a sistematização dos estudos sobre o sentido do Trabalho, Qualidade de Vida e Saúde, analisando-se diversos estudos e pesquisas realizados sobre o fenômeno. A intenção é reunir, em uma única fonte, recortes importantes do pensamento de diversos autores para ajudar a melhor entender o tema e as correntes de estudo. Trata-se de temas amplamente discutidos, presentes nos debates acadêmicos, através de cursos, seminários, congressos, artigos e trabalhos monográficos, mas que ainda não têm uma presença intensa no dia a dia das organizações.

Outra intenção é estabelecer a integração das pesquisas acadêmicas e a trajetória histórica do fenômeno trabalho e qualidade de vida, bem como as múltiplas perspectivas, apresentando os diversos conceitos e entendimentos. Atualmente, percebe-se que a natureza mutante do trabalho se apresenta com algumas características bastante perversas para o trabalhador, tais como enxugamento, terceirização, fusões e incorporações, racionalização dos níveis hierárquicos, redimensionamento organizacional, trabalho em rede, sociedade informacional, novas tecnologias, dentre outras.

Autor(es)

CARLOS CÉSAR RONCHI     

Mestre em Administração pela Universidade Federal de Santa Catarina. Pós-Graduado em Marketing e Graduado em Economia pela Universidade Regional de Blumenau. Professor da Graduação e Pós-Graduação da Universidade Ceuma (MA) e da Universidade Estadual do Maranhão. Membro Pesquisador do Grupo de Pesquisa em Administração e Sociedade – GPADS da Universidade Ceuma. Autor dos livros Cultura e as Organizações: Antropologia, Cultura Brasileira e o Homem, 2012; Cultura e as Organizações: As Inter-relações em um Ambiente Transformacional, 2012; Sentido do Trabalho: Saúde e Qualidade de Vida, 2010; O Processo da Liderança: Conceitos, Tipos e Aplicações, 2007 e coautor dos livros Cultura Organizacional: Teoria e Pesquisa, 2005; Economia e Meio Ambiente: Quem Vai Pagar a Conta?, 2007 e DNA Corporativo: As Percepções sobre a Realidade Organizacional, 2008. Seus interesses e atividades de pesquisa estão voltados para o estudo da cultura, do simbolismo, do sentido do trabalho e do narcisismo no ambiente organizacional. Contato: ccronchi@ibest.com.br

Sumário

Parte I O TRABALHO: BREVES NARRATIVAS EM UM TEMPO PERFORMÁTICO

1.1 O Trabalho: Notas Introdutórias

1.2 Sentido e Significado do Trabalho: o Simbólico, o Imaginário e o Real

1.3 Prazer-Sofrimento Humano nas Dramaturgias Organizacionais

1.4 O Lócus Organizacional: Atos de Linguagem sobre o Espaço, o Tempo e os Vínculos

1.4.1 A dramaturgia organizacional para a apreensão do espaço e do tempo na identidade coletiva

1.5 Instâncias da Narrativa em uma Concepção Estratégica de Domínio

1.5.1 Trabalho: um chamado constante para a sua ressignificação

1.5.2 A organização: lócus de vínculos em um ambiente transitório?

Parte II QUALIDADE DE VIDA: BUSCA DE ELEMENTOS QUE SE ARTICULEM E OFEREÇAM SENTIDO NO TRABALHO

2.1 Resiliência: Articulação para a Compreensão do Fenômeno Aplicado às Organizações

2.2 Qualidade de Vida: Notas Introdutórias sobre o Fenômeno no Trabalho

2.3 Saúde Mental: Conceito, Mensuração e Contribuições para o Ambiente Organizacional

2.3.1 O estresse

2.3.2 Síndrome de burnout

2.3.3 Neurose profissional

2.4 Considerações Finais

REFERÊNCIAS

LISTA DE FIGURAS

Figura 1: Propriedades do Trabalho

Figura 2: Modelo de características do emprego

Figura 3: Dimensões do sentido do Trabalho

Figura 4: Síntese das características de um trabalho que tem sentido

Figura 5: Pulsões inatas que desempenham papel fundamental nas escolhas humanas

Figura 6: As emoções nas escolhas humanas

Figura 7: Descrição da estrutura das atitudes, atributos e características

Figura 8: Os tipos de atividade na vita activa

Figura 9: Quadro síntese sobre a resiliência

Figura 10: A resiliência na vida laboral do trabalhador

Figura 11: Dimensões que afetam a qualidade de vida

Figura 12: Principais abordagens sobre a concepção do trabalho

Figura 13: Resultado dos cinco estressores com maior impacto

Figura 14: Um modelo de trabalho, estresse e saúde

Figura 15: Modelo holístico do estresse

Figura 16: Mediadores e moderadores do processo de estresse

Figura 17: Modelo conceitual de mediação do burnout e engajamento

Figura 18: Entendendo as situações que causam o burnout

Figura 19: Facilitadores e/ou desencadeantes do burnout

Figura 20: Neurose histérica

Figura 21: Neurose fóbica

Figura 22: Neurose obsessivo-compulsiva

Figura 23: Os mais importantes quadros clínicos

Figura 24: Categoria de análise do comportamento dos atores organizacionais

Figura 25: Elementos significativos do trabalho

Índice alfabético

A

  • Ambiente organizacional. Saúde mental: conceito, mensuração e con-tribuições para o ambiente organizacional

B

  • Burnout. Síndrome de Burnout

C

  • Conceito. Saúde mental: conceito, mensuração e contribuições para o ambiente organizacional
  • Considerações finais

D

  • Domínio. Instâncias da narrativa em uma concepção estratégica de domínio
  • Dramaturgia organizacional para a apreensão do espaço e do tempo na identidade coletiva
  • Dramaturgia organizacional. Prazer-sofrimento humano nas dramatur-gias organizacionais

E

  • Espaço. Dramaturgia organizacional para a apreensão do espaço e do tempo na identidade coletiva
  • Espaço. Lócus organizacional: atos de linguagem sobre o espaço, o tempo e os vínculos
  • Estresse

I

  • Identidade coletiva. Dramaturgia organizacional para a apreensão do espaço e do tempo na identidade coletiva
  • Imaginário. Sentido e significado do trabalho: o simbólico, o imaginário e o real
  • Instâncias da narrativa em uma concepção estratégica de domínio

L

  • Linguagem. Lócus organizacional: atos de linguagem sobre o espaço, o tempo e os vínculos
  • Lócus organizacional: atos de linguagem sobre o espaço, o tempo e os vínculos

M

  • Mensuração. Saúde mental: conceito, mensuração e contribuições para o ambiente organizacional

N

  • Narrativa. Instâncias da narrativa em uma concepção estratégica de domínio
  • Narrativa. Trabalho: breves narrativas em um tempo performático
  • Neurose profissional

O

  • Organização. Dramaturgia organizacional para a apreensão do espaço e do tempo na identidade coletiva
  • Organização. Lócus organizacional: atos de linguagem sobre o espaço, o tempo e os vínculos
  • Organização. Prazer-sofrimento humano nas dramaturgias organizaci-onais
  • Organização. Resiliência: articulação para a compreensão do fenôme-no aplicado às organizações
  • Organização: lócus de vínculos em um ambiente transitório?

P

  • Prazer-sofrimento humano nas dramaturgias organizacionais

Q

  • Qualidade de vida: busca de elementos que se articulem e ofereçam sentido no trabalho
  • Qualidade de vida: notas introdutórias sobre o fenômeno no trabalho

R

  • Real. Sentido e significado do trabalho: o simbólico, o imaginário e o real
  • Referências
  • Rempo. Dramaturgia organizacional para a apreensão do espaço e do tempo na identidade coletiva
  • Resiliência: articulação para a compreensão do fenômeno aplicado às organizações
  • Ressignificação. Trabalho: um chamado constante para a sua ressigni-ficação

S

  • Saúde mental: conceito, mensuração e contribuições para o ambiente organizacional
  • Sentido e significado do trabalho: o simbólico, o imaginário e o real
  • Simbólico. Sentido e significado do trabalho: o simbólico, o imaginário e o real
  • Síndrome de Burnout
  • Sofrimento. Prazer-sofrimento humano nas dramaturgias organizacio-nais

T

  • Tempo performático. Trabalho: breves narrativas em um tempo per-formático
  • Tempo. Lócus organizacional: atos de linguagem sobre o espaço, o tempo e os vínculos
  • Trabalho. Qualidade de vida: busca de elementos que se articulem e ofereçam sentido no trabalho
  • Trabalho. Qualidade de vida: notas introdutórias sobre o fenômeno no trabalho
  • Trabalho. Sentido e significado do trabalho: o simbólico, o imaginário e o real
  • Trabalho: breves narrativas em um tempo performático
  • Trabalho: notas introdutórias
  • Trabalho: um chamado constante para a sua ressignificação

V

  • Vínculo. Lócus organizacional: atos de linguagem sobre o espaço, o tempo e os vínculos

Recomendações

Capa do livro: Manual de Direito para os Cursos de Administração, Economia e Ciências Contábeis, Alexsandra Marilac Belnoski

Manual de Direito para os Cursos de Administração, Economia e Ciências Contábeis

2ª Edição — Revista e AtualizadaAlexsandra Marilac BelnoskiISBN: 853621225-XPáginas: 174Publicado em: 31/03/2006

Versão impressa

R$ 49,90Adicionar ao
carrinho
Capa do livro: Consciência Social & Relações de Trabalho, Antônio Fernando Gomes Alves

Consciência Social & Relações de Trabalho

 Antônio Fernando Gomes AlvesISBN: 978853624841-7Páginas: 220Publicado em: 01/10/2014

Versão impressa

R$ 67,70Adicionar ao
carrinho
Capa do livro: Moderna Análise de Balanços ao Alcance de Todos, Antônio Lopes de Sá - Atualização: Wilson Alberto Zappa Hoog

Moderna Análise de Balanços ao Alcance de Todos

3ª Edição - Revista e AtualizadaAntônio Lopes de Sá - Atualização: Wilson Alberto Zappa HoogISBN: 978853624785-4Páginas: 314Publicado em: 21/08/2014

Versão impressa

R$ 94,70Adicionar ao
carrinho