Teletrabalho, Subordinação e seus Reflexos - Uma Análise Comparada entre Brasil e Portugal

Mariana Candini Bastos

Versão impressa

por R$ 69,90em 2x de R$ 34,95Adicionar ao carrinho

Versão digital

Disponível para:AndroidiOS

Ficha técnica

Autor(es): Mariana Candini Bastos

ISBN v. impressa: 978853627366-2

ISBN v. digital: 978853627397-6

Acabamento: Brochura

Formato: 15,0x21,0 cm

Peso: 218grs.

Número de páginas: 176

Publicado em: 19/10/2017

Área(s): Direito - Trabalho

Versão Digital (eBook)

Para leitura em aplicativo exclusivo da Juruá Editora para Smartphones e Tablets rodando iOS e Android. Não compatível KINDLE, LEV, KOBO e outros e-Readers.

Disponível para as plataformas:

  • AndroidAndroid 4 ou posterior
  • iOSiOS 7 ou posterior

Em computadores a leitura é apenas online e sem recursos de favoritos e anotações;
Não permite a impressão e cópia do conteúdo.

Compra apenas via site da Juruá Editora.

Sinopse

Este livro tem como principal objetivo discutir a questão da subordinação no âmbito do teletrabalho, a partir de uma análise comparativa entre Portugal e Brasil, com vistas a verificar se a regulamentação existente em ambos é adequada.

Para tanto, parte-se da história do trabalho no mundo ocidental até o surgimento do Direito do Trabalho moderno. Demonstra-se o impacto que tiveram, nas relações de trabalho, as novas tecnologias de informação e comunicação a partir da globalização e da necessidade de revisão do conceito de subordinação, seu elemento anímico.

Analisar-se-á o Acordo-Quadro Europeu sobre Teletrabalho, seu processo de formação e, em seguida a sua im­plementação em Portugal, para então enfrentar a regulamentação do tema no ordenamento jurídico brasileiro. Verificar-se-á que no Brasil houve apenas uma alteração na CLT, em 2011, a partir da qual foram equiparados os meios telemáticos aos meios diretos e pessoais de supervisão e controle do trabalho alheio.

Assim, doutrina e jurisprudência vêm se esforçando para dar tratamento adequado aos casos fronteiriços. Para evitar a discricionariedade da jurisprudência, a experiência portuguesa sobre o teletrabalho presta grande contributo ao Brasil, inspirando projetos de lei adaptados à realidade brasileira.

Autor(es)

MARIANA CANDINI BASTOS
Mestra em Direito dos Contratos e da Empresa pela Faculdade de Direito da Universidade do Minho, Portugal. Pós-Graduada em Direito e Processo do Trabalho pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais. Advogada com ênfase em Direito do Trabalho e do Consumo.

Sumário

LISTA DE ABREVIATURAS, p. 21

LISTA DE SIGLAS, p. 23

INTRODUÇÃO, p. 25

1 - EVOLUÇÃO HISTÓRICA DOS MEIOS DE PRODUÇÃO E DO DIREITO DO TRABALHO, p. 29

1.1 CONSIDERAÇÕES INICIAIS, p. 29

1.2 DA ANTIGUIDADE À IDADE MÉDIA: DIREITO ROMANO, p. 30

1.3 IDADE MÉDIA: DO FEUDALISMO AO MERCANTILISMO, p. 31

1.4 IDADE MODERNA, p. 34

1.5 IDADE CONTEMPORÂNEA, p. 38

2 - O CONTRATO DE TRABALHO E SEUS PRESSUPOSTOS NO DIREITO PORTUGUÊS E NO DIREITO BRASILEIRO, p. 47

2.1 PRESSUPOSTOS OU ELEMENTOS FÁTICO-JURÍDICOS DO CONTRATO DE TRABALHO, p. 47

2.2 O CONTRATO DE TRABALHO NO DIREITO PORTUGUÊS, p. 49

2.2.1 Os Conceitos de Contrato de Trabalho Extraídos do Código Civil e do Código do Trabalho, p. 49

2.2.2 Elementos do Contrato de Trabalho, p. 51

2.2.2.1 Contrato prestado por pessoa singular, p. 51

2.2.2.2 A retribuição, p. 56

2.2.2.3 Subordinação, p. 57

2.2.3 A Presunção do Contrato de Trabalho, p. 59

2.3 O CONTRATO DE TRABALHO NO BRASIL, p. 61

2.3.1 A Diferenciação entre Relação de Trabalho e Relação de Emprego no Ordenamento Jurídico Brasileiro, p. 61

2.3.2 Pressupostos da Relação de Emprego, p. 62

2.3.2.1 Trabalho prestado por pessoa natural, p. 63

2.3.2.2 Pessoalidade, p. 63

2.3.2.3 Não eventualidade, p. 65

2.3.2.4 Onerosidade, p. 67

2.3.2.5 Subordinação, p. 67

3 - O TELETRABALHO, p. 71

3.1 NOÇÕES CONCEITUAIS, p. 71

3.2 BREVE ANÁLISE HISTÓRICA DO TELETRABALHO, p. 74

3.3 VANTAGENS E DESVANTAGENS DO TELETRABALHO, p. 78

4 - BREVES CONSIDERAÇÕES SOBRE O TELETRABALHO NO DIREITO DA UNIÃO EUROPEIA, p. 81

4.1 A POLÍTICA DO "DIÁLOGO SOCIAL", p. 81

4.2 O ACORDO-QUADRO EUROPEU SOBRE TELETRABALHO, p. 84

4.2.1 Considerações Iniciais, p. 84

4.2.2 Definição de Teletrabalho, p. 86

4.2.3 Caráter Voluntário, p. 87

4.2.4 Condições de Trabalho, p. 88

4.2.5 Proteção de Dados, p. 89

4.2.6 Privacidade do Teletrabalhador, p. 89

4.2.7 Equipamento, p. 90

4.2.8 Segurança e Saúde, p. 90

4.2.9 Organização do Trabalho, p. 91

4.2.10 Treinamento, p. 92

4.2.11 Direitos Coletivos, p. 92

4.2.12 Implementação, p. 93

5 - A DISCIPLINA JURÍDICA DO TELETRABALHO NO DIREITO PORTUGUÊS, p. 95

5.1 CONSIDERAÇÕES INICIAIS, p. 95

5.2 A REGULAMENTAÇÃO DO TELETRABALHO NO CÓDIGO DO TRABALHO, p. 96

5.2.1 Noção e Regime de Contrato de Teletrabalho, p. 97

5.2.2 Instrumentos de Trabalho, p. 101

5.2.3 Igualdade de Tratamento, p. 103

5.2.4 Privacidade, p. 105

5.2.5 Participação e Representação Coletiva, p. 109

6 - DISCIPLINA JURÍDICA DO TELETRABALHO NO DIREITO BRASILEIRO, p. 111

6.1 NOÇÕES INTRODUTÓRIAS, p. 111

6.2 PROJETO DE LEI 4.505/2008, p. 111

6.3 A LEI 12.551/2011 E A ALTERAÇÃO PROMOVIDA NO ART. 6º, DA CLT, p. 115

6.4 A SÚMULA 428 DO TRIBUNAL SUPERIOR DO TRABALHO, p. 117

7 - O TELETRABALHO E A QUESTÃO DA SUBORDINAÇÃO, p. 125

7.1 ASPECTOS PROBLEMÁTICOS NO TELETRABALHO, p. 125

7.2 A QUESTÃO DA SUBORDINAÇÃO, p. 125

7.2.1 Subordinação Objetiva, p. 128

7.2.1.1 Subordinação estrutural, p. 130

7.2.1.2 Subordinação integrativa, p. 133

7.2.2 Parassubordinação, p. 136

7.3 A SUBORDINAÇÃO NO TELETRABALHO, p. 144

CONCLUSÃO, p. 147

REFERÊNCIAS, p. 155

Índice alfabético

A

  • Abreviatura. Lista de abreviaturas, p. 21
  • Acordo-quadro europeu sobre teletrabalho, p. 84
  • Acordo-quadro europeu sobre teletrabalho. Considerações iniciais, p. 84

C

  • CLT, art. 6º. Lei 12.551/2011 e a alteração promovida no art. 6º, da CLT, p. 115
  • Código Civil. Conceitos de contrato de trabalho extraídos do Código Civil e do Código do Trabalho, p. 49
  • Código do Trabalho. Conceitos de contrato de trabalho extraídos do Có-digo Civil e do Código do Trabalho, p. 49
  • Código do trabalho. Regulamentação do teletrabalho no Código do Tra-balho, p. 96
  • Conceitos de contrato de trabalho extraídos do Código Civil e do Código do Trabalho, p. 49
  • Conclusão, p. 147
  • Contrato de trabalho e seus pressupostos no direito português e no direito brasileiro, p. 47
  • Contrato de trabalho no Brasil, p. 61
  • Contrato de trabalho no direito português, p. 49
  • Contrato de trabalho. Conceitos de contrato de trabalho extraídos do Código Civil e do Código do Trabalho, p. 49
  • Contrato de trabalho. Elementos, p. 51
  • Contrato de trabalho. Pressupostos ou elementos fático-jurídicos do con-trato de trabalho, p. 47
  • Contrato de trabalho. Presunção, p. 59
  • Contrato prestado por pessoa singular, p. 51

D

  • Diálogo social. Política do "diálogo social", p. 81
  • Diferenciação entre relação de trabalho e relação de emprego no ordena-mento jurídico brasileiro, p. 61
  • Direito brasileiro. Contrato de trabalho e seus pressupostos no direito por-tuguês e no direito brasileiro, p. 47
  • Direito do trabalho. Evolução histórica dos meios de produção e do direito do trabalho, p. 29
  • Direito português. Contrato de trabalho e seus pressupostos no direito português e no direito brasileiro, p. 47
  • Direito português. Contrato de trabalho no direito português, p. 49
  • Direito português. Disciplina jurídica do teletrabalho no direito português, p. 95
  • Direito romano. Da antiguidade à idade média: direito romano, p. 30
  • Disciplina jurídica do teletrabalho no direito brasileiro, p. 111
  • Disciplina jurídica do teletrabalho no direito brasileiro. Noções introdutó-rias, p. 111
  • Disciplina jurídica do teletrabalho no direito português, p. 95
  • Disciplina jurídica do teletrabalho no direito português. Considerações iniciais, p. 95

E

  • Elementos do contrato de trabalho, p. 51
  • Evolução histórica dos meios de produção e do direito do trabalho, p. 29
  • Evolução histórica dos meios de produção e do direito do trabalho. Con-siderações iniciais, p. 29

H

  • Histórico. Da antiguidade à idade média: direito romano, p. 30
  • Histórico. Evolução histórica dos meios de produção e do direito do traba-lho, p. 29
  • Histórico. Idade contemporânea, p. 38
  • Histórico. Idade moderna, p. 34

I

  • Idade média: do feudalismo ao mercantilismo, p. 31
  • Igualdade de tratamento, p. 103
  • Instrumentos de trabalho, p. 101
  • Introdução, p. 25

L

  • Lei 12.551/2011 e a alteração promovida no art. 6º, da CLT, p. 115
  • Lista de abreviaturas, p. 21
  • Lista de siglas, p. 23

N

  • Não eventualidade, p. 65
  • Noção e regime de contrato de teletrabalho, p. 97

O

  • Onerosidade, p. 67
  • Ordenamento jurídico. Diferenciação entre relação de trabalho e relação de emprego no ordenamento jurídico brasileiro, p. 61

P

  • Parassubordinação, p. 136
  • Participação e representação coletiva, p. 109
  • Pessoa natural. Trabalho prestado por pessoa natural, p. 63
  • Pessoa singular. Contrato prestado por pessoa singular, p. 51
  • Pessoalidade, p. 63
  • Política do "diálogo social", p. 81
  • Pressupostos da relação de emprego, p. 62
  • Pressupostos ou elementos fático-jurídicos do contrato de trabalho, p. 47
  • Presunção do contrato de trabalho, p. 59
  • Privacidade, p. 105
  • Produção. Evolução histórica dos meios de produção e do direito do tra-balho, p. 29
  • Projeto de Lei 4.505/2008, p. 111

R

  • Referências, p. 155
  • Regulamentação do teletrabalho no Código do Trabalho, p. 96
  • Relação de emprego. Diferenciação entre relação de trabalho e relação de emprego no ordenamento jurídico brasileiro, p. 61
  • Relação de emprego. Pressupostos, p. 62
  • Relação de trabalho. Diferenciação entre relação de trabalho e relação de emprego no ordenamento jurídico brasileiro, p. 61
  • Representação coletiva. Participação e representação coletiva, p. 109
  • Retribuição, p. 56

S

  • Sigla. Lista de siglas, p. 23
  • Subordinação, p. 57
  • Subordinação, p. 67
  • Subordinação estrutural, p. 130
  • Subordinação integrativa, p. 133
  • Subordinação no teletrabalho, p. 144
  • Subordinação objetiva, p. 128
  • Subordinação. Questão da subordinação, p. 125
  • Subordinação. Teletrabalho e a questão da subordinação, p. 125
  • Súmula 428 do Tribunal Superior do Trabalho, p. 117

T

  • Teletrabalho, p. 71
  • Teletrabalho e a questão da subordinação, p. 125
  • Teletrabalho. Acordo-quadro europeu sobre teletrabalho, p. 84
  • Teletrabalho. Aspectos problemáticos no teletrabalho, p. 125
  • Teletrabalho. Breve análise histórica do teletrabalho, p. 74
  • Teletrabalho. Breves considerações sobre o teletrabalho no direito da União Europeia, p. 81
  • Teletrabalho. Caráter voluntário, p. 87
  • Teletrabalho. Condições de trabalho, p. 88
  • Teletrabalho. Definição de teletrabalho, p. 86
  • Teletrabalho. Direitos coletivos, p. 92
  • Teletrabalho. Disciplina jurídica do teletrabalho no direito brasileiro, p. 111
  • Teletrabalho. Disciplina jurídica do teletrabalho no direito português, p. 95
  • Teletrabalho. Equipamento, p. 90
  • Teletrabalho. Implementação, p. 93
  • Teletrabalho. Noção e regime de contrato de teletrabalho, p. 97
  • Teletrabalho. Noções conceituais, p. 71
  • Teletrabalho. Organização do trabalho, p. 91
  • Teletrabalho. Privacidade do teletrabalhador, p. 89
  • Teletrabalho. Proteção de dados, p. 89
  • Teletrabalho. Regulamentação do teletrabalho no Código do Trabalho, p. 96
  • Teletrabalho. Segurança e saúde, p. 90
  • Teletrabalho. Subordinação no teletrabalho, p. 144
  • Teletrabalho. Treinamento, p. 92
  • Teletrabalho. Vantagens e desvantagens do teletrabalho, p. 78
  • Trabalho prestado por pessoa natural, p. 63
  • Trabalho. Instrumentos de trabalho, p. 101
  • TST. Súmula 428 do Tribunal Superior do Trabalho, p. 117

U

  • União Europeia. Breves considerações sobre o teletrabalho no direito da União Europeia, p. 81

Recomendações

Capa do livro: Trabalho Portuário e a Modernização dos Portos, O, Arnaldo Bastos Santos Neto e Paulo Ségio Xavier Ventilari

Trabalho Portuário e a Modernização dos Portos, O

 Arnaldo Bastos Santos Neto e Paulo Ségio Xavier VentilariISBN: 857394271-1Páginas: 203Publicado em: 14/02/2000

Versão impressa

R$ 69,90em 2x de R$ 34,95Adicionar ao
carrinho
Capa do livro: Sociedade Pós-Industrial e os Impactos da Globalização na Sociedade, no Trabalho, na Economia e no Estado, José Soares Filho

Sociedade Pós-Industrial e os Impactos da Globalização na Sociedade, no Trabalho, na Economia e no Estado

 José Soares FilhoISBN: 978853621629-4Páginas: 225Publicado em: 09/07/2007

Versão impressa

R$ 99,90em 3x de R$ 33,30Adicionar ao
carrinho
Capa do livro: Direito do Trabalho Contemporâneo, Organizadores: Maria Alaíde Bruno Teixeira e Edson Oliveira da Silva

Direito do Trabalho Contemporâneo

 Organizadores: Maria Alaíde Bruno Teixeira e Edson Oliveira da SilvaISBN: 978655605466-7Páginas: 186Publicado em: 03/02/2021

Versão impressa

R$ 79,90em 3x de R$ 26,63Adicionar ao
carrinho

Versão digital

R$ 57,70em 2x de R$ 28,85Adicionar eBook
ao carrinho
Capa do livro: Trabalho Perverso, José Luiz Ferreira Prunes

Trabalho Perverso

 José Luiz Ferreira PrunesISBN: 857394258-4Páginas: 1123Publicado em: 23/02/2000

Versão impressa

R$ 399,90em 6x de R$ 66,65Adicionar ao
carrinho