Agravo de Instrumento no Novo CPC

8ª Edição - Revista e Atualizada J. E. Carreira Alvim

Versão impressa

por R$ 64,70em 2x de R$ 32,35Adicionar ao carrinho

Versão digital

Disponível para:AndroidiOS

Ficha técnica

Autor(es): J. E. Carreira Alvim

ISBN v. impressa: 978853628498-9

ISBN v. digital: 978853628565-8

Edição/Tiragem: 8ª Edição - Revista e Atualizada

Acabamento: Brochura

Número de páginas: 160

Publicado em: 10/12/2018

Área(s): Direito - Processual Civil

Versão Digital (e-Book)

Para leitura em aplicativo exclusivo da Juruá Editora para Smartphones e Tablets rodando iOS e Android. Não compatível KINDLE, LEV, KOBO e outros e-Readers.

Disponível para as plataformas:

  • AndroidAndroid 4 ou posterior
  • iOSiOS 7 ou posterior

Em computadores a leitura é apenas online e sem recursos de favoritos e anotações;
Não permite a impressão e cópia do conteúdo.

Compra apenas via site da Juruá Editora.

Sinopse

Na concepção original do CPC de 1973, o agravo de instrumento era um entrave à celeridade processual, pois, uma vez interposto, o agravante tinha de percorrer uma verdadeira via sacra – com a indicação de peças, traslados, conferências e consertos de peças, juntada de documentos, resposta, preparo (quando fosse o caso), juízo de retratação etc. –, o que importava na paralisação quase completa do processo principal, com indiscutíveis prejuízos para as partes e para a própria justiça.

O novo Código de Processo Civil (Lei 13.105/2015) suprimiu as modalidades de agravo retido e agravo oral, mantendo apenas o agravo de instrumento (art. 1.015) com o mesmo perfil que pos­suía no sistema revogado, com alterações que lhe deu maior mo­bilidade, em proveito da celeridade processual.

Agora, o agravo de instrumento possui no novo Código tríplice objetivo: 1º) permite que o relator atribua efeito suspensivo ao recurso, extirpando de vez a necessidade de mandado de segu­rança como sucedâneo recursal para esse fim; 2º) dinamiza o rito do agravo de instrumento, mantendo-o como um recurso célere no atingimento da sua finalidade; 3º) desestimula o uso patológi­co do agravo de instrumento, e o abuso do direito de agravar, preservando a sua função fisiológica de permitir a reforma das decisões erradas ou injustas.

Estes esclarecimentos são necessários para quem se disponha a ter uma visão panorâmica do perfil do agravo de instrumento no contexto do novo Código de Processo Civil.

Texto extraído e adaptado da apresentação contida nesta obra, elaborada pelo próprio autor.

Autor(es)

J. E. CARREIRA ALVIM

Doutor pela Faculdade de Direito da Universidade Federal de Minas Gerais - UFMG, com a tese: “Direito Arbitral Interno Brasileiro”, bachare­lou-se em Direito pela mesma Instituição. Iniciou-se no magistério como orientador forense do Departamento de Assistência Judiciária (DAJ) da Faculdade de Direito da UFMG, nas áreas de Direito Civil e Processo Civil, e posteriormente foi professor de Direito Processual Civil e Prática Forense Supervisionada na Faculdade de Direito do Centro de Ensino Unificado de Brasília - CEUB e professor de Direito Romano, Direito Civil, Direito Processual Civil e Teoria Geral do Processo na Pontifí­cia Universidade Católica do Rio de Janeiro - PUC-Rio. No campo profis­sional, foi aprovado nos concursos públicos de Juiz do Estado de Mi­nas Gerais e Juiz do Trabalho, bem como para Procurador da República, cargo que veio a assumir atuando perante o extinto Tribunal Federal de Recursos em Brasília/DF até ingressar na magistratura federal, as­sumindo a titularidade da 19ª Vara Federal no Rio de Janeiro. Em 1993, foi promovido a Desembargador Federal do Tribunal Regional Federal da 2ª Região, com sede no Rio de Janeiro. Na qualidade de jurista, integrou a Comissão de Reforma do Código de Processo Civil de 1973, e, na de professor, profere palestras e ministra cursos de curta duração pelo país, participando inclusive de bancas examinadoras em concursos públicos para ingresso no magistério superior, além de bancas de mestrado e doutorado. Professor de Direito Processual Civil da Faculdade Nacional de Direito da UFRJ. O autor é, ainda, membro permanente do Instituto Brasileiro de Direito Pro­cessual - IBDP.

Sumário

Capítulo I, p. 13

1 INTRODUÇÃO, p. 13

2 DECISÕES INTERLOCUTÓRIAS NO DIREITO ESTRANGEIRO, p. 15

3 DECISÕES INTERLOCUTÓRIAS NO DIREITO BRASILEIRO, p. 17

4 AINDA AS INTERLOCUTÓRIAS NO DIREITO BRASILEIRO, p. 18

5 SISTEMA RECURSAL - AGRAVO DE INSTRUMENTO, p. 20

6 GÊNESE DO AGRAVO, p. 22

7 SIGNIFICADO DO TERMO "AGRAVO" - CONCEITO DE AGRAVO, p. 26

8 PRECEDENTES DOUTRINÁRIOS DO AGRAVO, p. 28

Capítulo II, p. 31

1 NATUREZA JURÍDICA DO AGRAVO, p. 31

2 MINIRREFORMA PROCESSUAL DE 1995, p. 32

3 PRESSUPOSTOS DO AGRAVO DE INSTRUMENTO NO CPC DE 2015, p. 34

4 AGRAVO DE INSTRUMENTO DE TERCEIRO PREJUDICADO, p. 37

Capítulo III, p. 41

1 CONCEITO DE DECISÃO INTERLOCUTÓRIA, p. 41

2 DECISÕES RECORRÍVEIS POR AGRAVO DE INSTRUMENTO, p. 42

3 DECISÃO SOBRE TUTELA PROVISÓRIA, p. 45

4 DECISÃO SOBRE O MÉRITO DO PROCESSO, p. 46

5 DECISÃO SOBRE REJEIÇÃO DA ALEGAÇÃO DE CONVENÇÃO DE ARBITRAGEM, p. 46

6 DECISÃO SOBRE INCIDENTE DE DESCONSIDERAÇÃO DA PERSONALIDADE JURÍDICA, p. 47

7 DECISÃO SOBRE GRATUIDADE DE JUSTIÇA, p. 48

8 AGRAVO DE INSTRUMENTO NA GRATUIDADE DE JUSTIÇA, p. 49

9 DECISÃO SOBRE EXIBIÇÃO OU POSSE DE DOCUMENTO OU COISA, p. 51

10 DECISÃO SOBRE EXCLUSÃO DE LITISCONSORTE, p. 52

11 DECISÃO SOBRE REJEIÇÃO DE LIMITAÇÃO DE LITISCONSÓRCIO, p. 53

12 DECISÃO SOBRE ADMISSÃO OU INADMISSÃO DE INTERVENÇÃO DE TERCEIRO, p. 54

13 DECISÃO SOBRE O EFEITO SUSPENSIVO AOS EMBARGOS À EXECUÇÃO, p. 55

14 DECISÃO SOBRE REDISTRIBUIÇÃO DO ÔNUS PROBATÓRIO, p. 55

15 DECISÃO SOBRE OUTROS CASOS REFERIDOS EM LEI, p. 56

16 DECISÃO EM LIQUIDAÇÃO OU CUMPRIMENTO DE SENTENÇA, NA EXECUÇÃO E NO INVENTÁRIO, p. 57

Capítulo IV, p. 63

1 AGRAVO DE INSTRUMENTO - ANTIGO PERFIL, p. 63

2 AGRAVO DE INSTRUMENTO - PERFIL ATUAL, p. 63

3 REQUISITOS DA PETIÇÃO DO AGRAVO DE INSTRUMENTO, p. 64

4 INSTRUÇÃO DO AGRAVO DE INSTRUMENTO, p. 67

5 PREPARO DO AGRAVO, p. 70

6 FORMA DE INTERPOSIÇÃO DO AGRAVO, p. 71

7 FALTA DE CÓPIA DE PEÇA OU OUTRO VÍCIO NO GRAVO, p. 75

8 AGRAVO INTERPOSTO POR FAC-SIMILE OU SIMILAR, p. 76

9 AGRAVO EM PROCESSO ELETRÔNICO E ANEXAÇÃO DE DOCUMENTOS, p. 77

Capítulo V, p. 79

1 OBJETIVO DO ART. 1.018 DO CPC, p. 79

2 JUÍZO DE RETRATAÇÃO NO AGRAVO, p. 81

3 PRAZO PARA CUMPRIMENTO DO DISPOSTO NO ART. 1.018, p. 82

4 INADMISSIBILIDADE DO AGRAVO DE INSTRUMENTO, p. 83

Capítulo VI, p. 87

1 PROCEDIMENTO DO AGRAVO NO TRIBUNAL, p. 87

2 SUSPENSÃO DA DECISÃO AGRAVADA, p. 88

3 TUTELA ANTECIPADA NO TRIBUNAL - EFEITO ATIVO DO AGRAVO, p. 89

4 DINÂMICA DO AGRAVO DE INSTRUMENTO, p. 91

5 PRAZO PARA AGRAVAR E SUSPENSÃO DE PRAZO, p. 92

6 PRAZO PARA RESPONDER AO AGRAVO, p. 94

7 RÉU NÃO CITADO OU CITADO E AÇÃO AINDA NÃO CONTESTADA, p. 96

8 INTERVENÇÃO DO MINISTÉRIO PÚBLICO, p. 104

9 PREPARO DO AGRAVO E SUA INSUFICIÊNcIA, p. 105

10 ISENÇÃO DE PREPARO, p. 108

11 PRAZO PARA JULGAMENTO, p. 109

12 JUÍZO DE RETRATAÇÃO, p. 110

13 JULGAMENTO DO AGRAVO DE INSTRUMENTO, p. 111

14 ARQUIVAMENTO DOS AUTOS, p. 113

Capítulo VII, p. 115

1 AINDA O AGRAVO DE INSTRUMENTO, p. 115

2 NÃO CONHECIMENTO DO AGRAVO PELO RELATOR, p. 115

3 NÃO PROVIMENTO DO AGRAVO PELO RELATOR, p. 117

4 RECURSO DA DECISÃO DO RELATOR, p. 121

5 AGRAVO PROTELATÓRIO E MULTA, p. 121

6 AINDA O AGRAVO PROTELATÓRIO E MULTA, p. 123

7 DEPÓSITO DA MULTA - CONDIÇÃO DE ADMISSIBILIDADE DE OUTROS RECURSOS, p. 124

8 ENTES PÚBLICOS EM JUÍZO E BLOQUEIO RECURSAL, p. 125

Capítulo VIII, p. 127

1 OUTRAS HIPÓTESES DE AGRAVO DE INSTRUMENTO, p. 127

2 AGRAVO DE DECISÃO INTERLOCUTÓRIA PARCIAL, p. 127

3 DECISÃO INTERLOCUTÓRIA EM JULGAMENTO ANTECIPADO PARCIAL DE MÉRITO, p. 133

4 SUSTENTAÇÃO ORAL NO AGRAVO DE INSTRUMENTO, p. 138

5 EMBARGOS AUTOMÁTICOS OU DE OFÍCIO NO AGRAVO DE INSTRUMENTO, p. 139

6 PRECEDÊNCIA NO JULGAMENTO DO AGRAVO DE INSTRUMENTO RELATIVAMENTE À APELAÇÃO, p. 142

7 QUESTÕES QUE NÃO COMPORTAM AGRAVO DE INSTRUMENTO, p. 144

8 AGRAVO DE INSTRUMENTO EM RECURSO ORDINÁRIO CONSTITUCIONAL, p. 147

9 AGRAVO DE INSTRUMENTO NA AFETAÇÃO DE RECURSOS EXTRAORDINÁRIO E ESPECIAL, p. 150

REFERÊNCIAS, p. 153

Índice alfabético

A

  • Admissibilidade recursal. Depósito da multa. Condição de admissibilidade de outros recursos, p. 124
  • Agravo de decisão interlocutória parcial, p. 127
  • Agravo de instrumento de terceiro prejudicado, p. 37
  • Agravo de instrumento em recurso ordinário constitucional, p. 147
  • Agravo de instrumento na afetação de recursos extraordinário e especial, p. 150
  • Agravo de instrumento na gratuidade de justiça, p. 49
  • Agravo de instrumento. Ainda o agravo de instrumento, p. 115
  • Agravo de instrumento. Antigo perfil, p. 63
  • Agravo de instrumento. Decisões recorríveis por agravo de instrumento, p. 42
  • Agravo de instrumento. Dinâmica, p. 91
  • Agravo de instrumento. Embargos automáticos ou de ofício no agravo de instrumento, p. 139
  • Agravo de instrumento. Inadmissibilidade, p. 83
  • Agravo de instrumento. Instrução, p. 67
  • Agravo de instrumento. Julgamento, p. 111
  • Agravo de instrumento. Outras hipóteses, p. 127
  • Agravo de instrumento. Perfil atual, p. 63
  • Agravo de instrumento. Precedência no julgamento do agravo de instrumento relativamente à apelação, p. 142
  • Agravo de instrumento. Pressupostos do agravo de instrumento no CPC de 2015, p. 34
  • Agravo de instrumento. Questões que não comportam agravo de instrumento, p. 144
  • Agravo de instrumento. Requisitos da petição, p. 64
  • Agravo de instrumento. Sistema recursal, p. 20
  • Agravo de instrumento. Sustentação oral no agravo de instrumento, p. 138
  • Agravo em processo eletrônico e anexação de documentos, p. 77
  • Agravo interposto por fac-símile ou similar, p. 76
  • Agravo no tribunal. Procedimento, p. 87
  • Agravo protelatório e multa, p. 121
  • Agravo protelatório. Ainda o agravo protelatório e multa, p. 123
  • Agravo. Falta de cópia de peça ou outro vício na gravo, p. 75
  • Agravo. Forma de interposição do agravo, p. 71
  • Agravo. Gênese do agravo, p. 22
  • Agravo. Juízo de retratação no agravo, p. 81
  • Agravo. Não conhecimento do agravo pelo relator, p. 115
  • Agravo. Não provimento do agravo pelo relator, p. 117
  • Agravo. Natureza jurídica do agravo, p. 31
  • Agravo. Precedentes doutrinários do agravo, p. 28
  • Agravo. Preparo do agravo, p. 70
  • Agravo. Preparo do agravo e sua insuficiência, p. 105
  • Agravo. Significado do termo "agravo". Conceito de agravo, p. 26
  • Anexação de documentos. Agravo em processo eletrônico e anexação de documentos, p. 77
  • Apelação. Precedência no julgamento do agravo de instrumento relativamente à apelação, p. 142
  • Arquivamento dos autos, p. 113

B

  • Bloqueio recursal. Entes públicos em juízo e bloqueio recursal, p. 125

C

  • Conceito de decisão interlocutória, p. 41
  • Conceito. Significado do termo "agravo". Conceito de agravo, p. 26
  • Contestação. Réu não citado ou citado e ação ainda não contestada, p. 96
  • Convenção de arbitragem. Decisão sobre rejeição da alegação de convenção de arbitragem, p. 46
  • CPC de 2015. Pressupostos do agravo de instrumento no CPC de 2015, p. 34
  • CPC. Objetivo do art. 1.018 do CPC, p. 79
  • CPC. Prazo para cumprimento do disposto no art. 1.018, p. 82
  • Cumprimento de sentença. Decisão em liquidação ou cumprimento de sentença, na execução e no inventário, p. 57

D

  • Decisão agravada. Suspensão da decisão agravada, p. 88
  • Decisão em liquidação ou cumprimento de sentença, na execução e no inventário, p. 57
  • Decisão interlocutória em julgamento antecipado parcial de mérito, p. 133
  • Decisão interlocutória. Agravo de decisão interlocutória parcial, p. 127
  • Decisão interlocutória. Conceito de decisão interlocutória, p. 41
  • Decisão sobre admissão ou inadmissão de intervenção de terceiro, p. 54
  • Decisão sobre exclusão de litisconsorte, p. 52
  • Decisão sobre exibição ou posse de documento ou coisa, p. 51
  • Decisão sobre gratuidade de justiça, p. 48
  • Decisão sobre incidente de desconsideração da personalidade jurídica, p. 47
  • Decisão sobre o efeito suspensivo aos embargos à execução, p. 55
  • Decisão sobre o mérito do processo, p. 46
  • Decisão sobre outros casos referidos em lei, p. 56
  • Decisão sobre redistribuição do ônus probatório, p. 55
  • Decisão sobre rejeição da alegação de convenção de arbitragem, p. 46
  • Decisão sobre rejeição de limitação de litisconsórcio, p. 53
  • Decisão sobre tutela provisória, p. 45
  • Decisão. Recurso da decisão do relator, p. 121
  • Decisões interlocutórias no direito brasileiro, p. 17
  • Decisões interlocutórias no direito estrangeiro, p. 15
  • Decisões interlocutórias. Ainda as interlocutórias no direito brasileiro, p. 18
  • Decisões recorríveis por agravo de instrumento, p. 42
  • Depósito da multa. Condição de admissibilidade de outros recursos, p. 124
  • Desconsideração da personalidade jurídica. Decisão sobre o incidente, p. 47
  • Dinâmica do agravo de instrumento, p. 91
  • Direito brasileiro. Ainda as interlocutórias no direito brasileiro, p. 18
  • Direito brasileiro. Decisões interlocutórias no direito brasileiro, p. 17
  • Direito estrangeiro. Decisões interlocutórias no direito estrangeiro, p. 15
  • Doutrina. Precedentes doutrinários do agravo, p. 28

E

  • Efeito ativo do agravo. Tutela antecipada no tribunal, p. 89
  • Embargos à execução. Decisão sobre o efeito suspensivo aos embargos à execução, p. 55
  • Embargos automáticos ou de ofício no agravo de instrumento, p. 139
  • Entes públicos em juízo e bloqueio recursal, p. 125
  • Execução. Decisão em liquidação ou cumprimento de sentença, na execução e no inventário, p. 57

F

  • Fac-símile. Agravo interposto por fac-símile ou similar, p. 76

G

  • Gênese do agravo, p. 22
  • Gratuidade de justiça. Agravo de instrumento, p. 49
  • Gratuidade de justiça. Decisão, p. 48

I

  • Inadmissibilidade do agravo de instrumento, p. 83
  • Intervenção de terceiro. Decisão sobre admissão ou inadmissão de intervenção de terceiro, p. 54
  • Intervenção do Ministério Público, p. 104
  • Introdução, p. 13
  • Inventário. Decisão em liquidação ou cumprimento de sentença, na execução e no inventário, p. 57
  • Isenção de preparo, p. 108

J

  • Juízo de retratação, p. 110
  • Juízo de retratação no agravo, p. 81
  • Julgamento antecipado parcial de mérito. Decisão interlocutória em julgamento antecipado parcial de mérito, p. 133
  • Julgamento do agravo de instrumento, p. 111
  • Julgamento. Prazo para julgamento, p. 109

L

  • Liquidação de sentença. Decisão em liquidação ou cumprimento de sentença, na execução e no inventário, p. 57
  • Litisconsórcio. Decisão sobre exclusão de litisconsorte, p. 52
  • Litisconsórcio. Decisão sobre rejeição de limitação de litisconsórcio, p. 53

M

  • Mérito do processo. Decisão sobre, p. 46
  • Minirreforma processual de 1995, p. 32
  • Ministério Público. Intervenção, p. 104
  • Multa. Agravo protelatório e multa, p. 121
  • Multa. Depósito da multa. Condição de admissibilidade de outros recursos, p. 124

N

  • Não conhecimento do agravo pelo relator, p. 115
  • Não provimento do agravo pelo relator, p. 117
  • Natureza jurídica do agravo, p. 31

O

  • Ônus probatório. Decisão sobre redistribuição do ônus probatório, p. 55

P

  • Posse de documento ou coisa. Decisão sobre exibição, p. 51
  • Prazo para agravar e suspensão de prazo, p. 92
  • Prazo para julgamento, p. 109
  • Prazo para responder ao agravo, p. 94
  • Precedência no julgamento do agravo de instrumento relativamente à apelação, p. 142
  • Precedentes doutrinários do agravo, p. 28
  • Preparo do agravo e sua insuficiência, p. 105
  • Preparo. Isenção de preparo, p. 108
  • Pressupostos do agravo de instrumento no CPC de 2015, p. 34
  • Procedimento do agravo no tribunal, p. 87
  • Processo eletrônico. Agravo em processo eletrônico e anexação de documentos, p. 77

R

  • Recurso da decisão do relator, p. 121
  • Recurso ordinário constitucional. Agravo de instrumento em recurso ordinário constitucional, p. 147
  • Recurso. Decisões recorríveis por agravo de instrumento, p. 42
  • Recursos extraordinário e especial. Agravo de instrumento na afetação de recursos extraordinário e especial, p. 150
  • Referências, p. 153
  • Retratação. Juízo de retratação, p. 110
  • Réu não citado ou citado e ação ainda não contestada, p. 96

S

  • Significado do termo "agravo". Conceito de agravo, p. 26
  • Sistema recursal. Agravo de instrumento, p. 20
  • Suspensão da decisão agravada, p. 88
  • Sustentação oral no agravo de instrumento, p. 138

T

  • Terceiro prejudicado. Agravo de instrumento de terceiro prejudicado, p. 37
  • Tutela antecipada no tribunal. Efeito ativo do agravo, p. 89
  • Tutela provisória. Decisão sobre tutela provisória, p. 45

V

  • Vício no agravo. Falta de cópia de peça ou outro vício na gravo, p. 75

Recomendações

Capa do livro: Reformas do Código de Processo Civil e Novos Mecanismos de Acesso à Justiça, Antônio Veloso Peleja Júnior

Reformas do Código de Processo Civil e Novos Mecanismos de Acesso à Justiça

 Antônio Veloso Peleja JúniorISBN: 978853622858-7Páginas: 376Publicado em: 10/03/2010

Versão impressa

R$ 99,90em 3x de R$ 33,30Adicionar ao
carrinho
Capa do livro: Mandado de Segurança Coletivo, Carlos Alberto Pimentel Uggere

Mandado de Segurança Coletivo

 Carlos Alberto Pimentel UggereISBN: 857394154-5Páginas: 150Publicado em: 21/09/1999

Versão impressa

R$ 44,70 Adicionar ao
carrinho
Capa do livro: Direito na Doutrina - Livro IV, J. E. Carreira Alvim

Direito na Doutrina - Livro IV

 J. E. Carreira AlvimISBN: 853621167-9Páginas: 302Publicado em: 23/01/2006

Versão impressa

R$ 89,90em 3x de R$ 29,97Adicionar ao
carrinho
Capa do livro: Direito em Movimento, Coordenadores: Májeda D. Mohd Popp e Anassílvia Santos Antunes

Direito em Movimento

 Coordenadores: Májeda D. Mohd Popp e Anassílvia Santos AntunesISBN: 978853622287-5Páginas: 378Publicado em: 19/11/2008

Versão impressa

R$ 99,70em 3x de R$ 33,23Adicionar ao
carrinho