Custos para Hotéis - Para Negócios Globalizados

Tomislav R. Femenick

Versão impressa

por R$ 59,90em 2x de R$ 29,95Adicionar ao carrinho

Versão digital

Disponível para:AndroidiOS

Ficha técnica

Autor(es): Tomislav R. Femenick

ISBN v. impressa: 978853628687-7

ISBN v. digital: 978853628749-2

Acabamento: Brochura

Número de páginas: 152

Publicado em: 14/03/2019

Área(s): Contabilidade - Contabilidade Geral Aplicada

Versão Digital (e-Book)

Para leitura em aplicativo exclusivo da Juruá Editora para Smartphones e Tablets rodando iOS e Android. Não compatível KINDLE, LEV, KOBO e outros e-Readers.

Disponível para as plataformas:

  • AndroidAndroid 4 ou posterior
  • iOSiOS 7 ou posterior

Em computadores a leitura é apenas online e sem recursos de favoritos e anotações;
Não permite a impressão e cópia do conteúdo.

Compra apenas via site da Juruá Editora.

Sinopse

Na indústria hoteleira, tem havido muitos avanços, principalmente na área de estratégia corporativa. Avanços importantes para as grandes redes e para os hotéis independentes. Esse fato, inclusive, tem se refletido nos programas universitários, bem como em sua inclusão em congressos e seminários voltados para executivos da área.

O livro Custos para Hotéis – que reflete a experiência do autor como auditor, consultor e professor de cursos de ho­telaria – aborda temas de fundamental importância para o estudo e a prática da administração hoteleira, tais como o Planejamento Estratégico, o Controle de Orçamentos por Objetivo, o Gerenciamento e Controle dos Custos Operacionais etc., poderosas ferramentas para uma operação eficaz, profícua e otimização da rentabilidade. Além do mais, propõe uma base teórica de custos de maneira ordenada com definições concisas e fáceis de entender, apoiada por exercícios práticos para aumentar a importância do conhecimento e a mensuração de custos. A sua preparação teve como base duas vertentes: as teorias de grandes pensamentos do setor em nosso país e no mundo e a prática estabelecida em grandes e médios estabelecimentos hoteleiros, através de entrevistas com alguns de seus gestores.

Por isso é que esta obra deve ser considerada como leitura obrigatória, tanto para aqueles que se iniciam na matéria, como estudantes, como também para aqueles que buscam aprimorar seus conhecimentos ou que desejam melhorar seu desempenho profissional, como gestores operacionais de empresas do setor.


Fui seu orientador em sua dissertação de mestrado, apresentada na PUC-SP, e já então me impressionavam sua tenacidade e a abrangência de suas leituras. De que não há dúvida é do benefício que se tira do esforço desse descendente de croata e nordestina de Mossoró. Etnias (?) ou simplesmente culturas de sobrevivência difícil ao longo da história, agravadas na modernidade globalizada. Num certo dia incerto, um imigrante croata chegou e encontrou uma moça da terra de Mossoró. Gostaram-se. O Estado Novo depois os perseguiu porque na brutalidade ignorante do “estado de exceção” o estrangeiro é sempre suspeito. Tomislav conheceu com os pais o campo de concentração, na estúpida versão brasileiro-getulista, um dos episódios mais sinistros de nossa história, abafado primeiro pelo DIP getulista e depois engavetado pelos estudiosos da história brasileira. Entende-se por que ele gosta tanto de história... base dos estudos de economia, administração, direito e – por que não? – da contabilidade.

Francisco Maria Cavalcanti de Oliveira (Chico de Oliveira)

Doutor em Sociologia pela Universidade de São Paulo – USP, com Pós-Doutorado pela Ecole des Hautes Études en Sciences Sociales, Paris, França. Expert em Economia, com ênfase em Planejamento Econômico e Crescimento. Ex-Professor da USP, Unicamp e PUC-SP.

Autor(es)

TOMISLAV R. FEMENICK

Mestre em Economia pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo – PUC-SP, com extensão em Sociologia e História. Pós-Graduado em Economia Aplicada para Executivos pela Fundação Getulio Vargas – FGV-SP. Bacharel em Ciências Contábeis pela Universidade Cidade de São Paulo. Professor Universitário, Auditor, Consultor e Perito Judicial e Especialista em Avaliação de Empresas. Membro da Academia Brasileira de Ciências Contábeis, da Academia Norte-Rio-Grandense de Ciências Contábeis e do Instituto Histórico e Geográfico do Rio Grande do Norte. Na área de Turismo, Hotelaria e Lazer prestou serviços para várias or­ganizações, dentre elas: G. Hotéis e Turismo S/A – RN; Alcântara e Pagotto Ltda (Clube Privé) – SP; Novos Hotéis da Guanabara S/A (Caesar Park Hotel) – RJ e Novos Hotéis de São Paulo S/A (Caesar Park Hotel) – SP.

Autor de mais de 50 obras, sendo que seus livros são adotados por importantes universidades brasileiras e, também, estão nas prateleiras das bibliotecas das mais importantes instituições de ensino da América do Norte e da Europa, como: Harvard, Princeton, Stanford, Cornell, Berkeley, Washington University, Brown University, University of Illinois, Indiana University, University of Delaware, Universidad Complutense de Madrid e na Universidade de Coimbra. Publica regularmente artigos em revistas acadêmicas e literárias. Como jornalista atuou em vários órgãos de imprensa do país. Como articulista, ainda colabora em diversos jornais da imprensa nacional.

Sumário

INTRODUÇÃO, p. 13

Capítulo 1 ELEMENTOS FUNDAMENTAIS PARA A CONCEITUAÇÃO DOS CUSTOS, p. 15

1 Introdução, p. 15

2 Terminologia, p. 15

3 Custo da Mão de Obra Direta e Indireta, p. 19

3.1 Os custos com mão de obra própria, p. 19

3.2 Custos da mão de obra nas atividades terceirizadas, p. 19

4 Custo de Materiais, p. 20

4.1 Organização do departamento de compras, p. 21

5 Estoque, p. 22

6 Alocação de Gastos Indiretos, p. 24

6.1 Esquema básico da contabilidade de custos indiretos (departamentalização), p. 25

6.2 Planejamento, p. 26

7 Variação do Custo Através do Método ABC, p. 27

Capítulo 2 ESTRUTURA E CUSTO DOS CAPITAIS PRÓPRIO E DE TERCEIROS, p. 29

1 Introdução, p. 29

2 Alavancagem Financeira, p. 29

3 Custo de Capital, p. 33

4 Fontes de Financiamento, p. 38

5 Conclusão, p. 41

Capítulo 3 O USO DO CUSTO MARGINAL COMO INSTRUMENTO GERENCIAL, p. 43

1 Introdução, p. 43

2 Margem de Contribuição, p. 44

2.1 Contribuição do produto ou serviço, p. 48

3 A Natureza dos Custos, p. 50

4 Ponto de Equilíbrio, p. 51

4.1 O significado do Ponto de Equilíbrio, p. 51

4.2 Como calcular o Ponto de Equilíbrio, p. 52

4.3 Estrutura gráfica do Ponto de Equilíbrio, p. 54

4.4 Lucro e prejuízo, p. 55

5 Preço do Produto e ou Serviço, p. 56

6 Aplicação Prática do Custo Marginal, p. 58

7 Análise da Lucratividade, p. 69

8 Conclusão, p. 70

Capítulo 4 BASES PARA A FORMAÇÃO DO PREÇO DE VENDA, p. 71

1 Conceito de Custo, p. 71

1.1 Quanto à natureza, p. 72

1.2 Quanto à função, p. 73

1.3 Quanto à formação, p. 73

1.4 Quanto à ocorrência, p. 74

2 Custos Diretos e Indiretos, p. 75

2.1 Custos diretos, p. 75

2.2 Custos indiretos, p. 75

3 Custos Fixos e Variáveis, p. 76

3.1 Custos fixos, p. 76

3.2 Custos variáveis, p. 76

4 Custo e Capacidade de Competição, p. 76

5 Métodos de Apuração de Custos, p. 78

5.1 Custeio por absorção, p. 78

5.2 Custeio direto, p. 79

5.3 Custeio por lote, p. 80

5.4 Custeio por processo, p. 80

5.5 Custeio por serviço, p. 81

5.6 Custeio por ordem de produção, p. 84

5.7 Custeio por contrato, p. 85

6 Estudo de Caso, p. 85

6.1 Custeio direto, p. 85

6.2 Custeio por absorção, p. 88

Capítulo 5 OS HOTÉIS DEVEM OU NÃO UTILIZAR O SISTEMA DE CUSTO PADRÃO?, p. 89

1 Introdução, p. 89

2 Variações sobre Custo Padrão, p. 89

3 Padrão de Custo Material, p. 91

4 Padrão de Custo da Mão de Obra, p. 91

5 Padrão de Custos Gerais de Elaboração, p. 91

6 Acompanhamento do Custo Padrão, p. 92

7 Vantagens, p. 92

8 Limitações, p. 93

9 Aplicação do Custo Padrão, p. 93

10 Aplicação do Custo Padrão na Hotelaria, p. 95

11 Conclusão, p. 99

Capítulo 6 RISCOS EM INVESTIMENTOS DE CAPITAL EM HOTELARIA, p. 101

1 Por Que e Quando Investir?, p. 101

2 A Decisão de Investir, p. 102

2.1 As razões para investir, p. 102

2.2 As prioridades dos investimentos, p. 104

2.3 Pay back atualizado, p. 105

2.4 Taxa Média de Retorno (TMR) ou Taxa de Retorno Contábil, p. 105

2.5 Taxa Interna de Retorno, p. 106

2.6 A verdadeira Taxa de Retorno, p. 108

2.7 Valor Atual (VA), p. 109

2.8 Valor Atual Líquido (VAL), p. 111

2.9 Índice de Lucratividade (IL), p. 112

2.10 O Fluxo de Caixa Descontado (FCD), p. 112

2.11 Interpolação, p. 113

3 Considerações Finais, p. 114

Capítulo 7 PLANEJAMENTO, PROGRAMAÇÃO E CONTROLE DE ORÇAMENTO POR OBJETIVO, p. 115

1 Introdução, p. 115

2 Preparação de Orçamentos, p. 115

3 Orçamento com Base Zero ou Incremental?, p. 118

4 Definição de Fator Chave, p. 120

4.1 Planejando o crescimento, p. 120

4.2 Orçamento baseado nas vendas, p. 121

4.3 A qualidade de serviços, p. 121

5 Curto e Longo Prazo, p. 122

6 Acompanhamento do Orçamento, p. 122

6.1 Tipos de relatórios, p. 123

6.2 Pontos importantes, p. 124

6.3 Conclusão sobre o acompanhamento do orçamento, p. 124

7 Materialidade e Significância, p. 124

7.1 Finalidade, p. 125

7.2 Exemplos, p. 125

7.3 Conclusão sobre materialidade e significância, p. 126

8 Orçamento Flexível/Combinatório, p. 126

9 Orçamento por Objetivos, p. 127

Capítulo 8 PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO PARA A INDÚSTRIA HOTELEIRA, p. 129

1 Tipologia de Planejamentos, p. 130

2 O Que é "Planejamento" e o Que é "Estratégia", p. 131

2.1 Planejamento, p. 131

2.2 Estratégia, p. 132

3 Conclusão, p. 133

Capítulo 9 SISTEMA UNIFORME DE CONTABILIDADE PARA A INDÚSTRIA DE HOSPEDAGEM, p. 135

REFERÊNCIAS, p. 139

Índice alfabético

A

  • Alavancagem financeira, p. 29
  • Alocação de gastos indiretos, p. 24

B

  • Bases para a formação do preço de venda, p. 71

C

  • Capacidade de competição e custo, p. 76
  • Capitais próprios. Estrutura e custo dos capitais próprio e de terceiros, p. 29
  • Contribuição do produto ou serviço, p. 48
  • Controle de orçamento por objetivo. Planejamento, programação e controle de orçamento por objetivo, p. 115
  • Custeio direto, p. 79
  • Custeio direto, p. 85
  • Custeio por absorção, p. 78
  • Custeio por absorção, p. 88
  • Custeio por contrato, p. 85
  • Custeio por lote, p. 80
  • Custeio por ordem de produção, p. 84
  • Custeio por processo, p. 80
  • Custeio por serviço, p. 81
  • Custeio. Estudo de caso, p. 85
  • Custo da mão de obra direta e indireta, p. 19
  • Custo de capital, p. 33
  • Custo de materiais, p. 20
  • Custo e capacidade de competição, p. 76
  • Custo marginal. Uso como instrumento gerencial. Análise da lucratividade, p. 69
  • Custo marginal. Uso como instrumento gerencial. Aplicação prática do custo marginal, p. 58
  • Custo marginal. Uso como instrumento gerencial. Conclusão, p. 70
  • Custo marginal. Uso como instrumento gerencial. Introdução, p. 43
  • Custo marginal. Uso como instrumento gerencial. Preço do produto e ou serviço, p. 56
  • Custo marginal. Uso do custo marginal como instrumento gerencial, p. 43
  • Custo padrão. Acompanhamento do custo padrão, p. 92
  • Custo padrão. Aplicação do custo padrão, p. 93
  • Custo padrão. Aplicação do custo padrão na hotelaria, p. 95
  • Custo padrão. Hotéis devem ou não utilizar o sistema de custo padrão? Conclusão, p. 99
  • Custo padrão. Limitações, p. 93
  • Custo padrão. Padrão de custo da mão de obra, p. 91
  • Custo padrão. Padrão de custo material, p. 91
  • Custo padrão. Padrão de custos gerais de elaboração, p. 91
  • Custo padrão. Vantagens, p. 92
  • Custo padrão. Variações sobre custo padrão, p. 89
  • Custo. Conceito de custo, p. 71
  • Custo. Métodos de apuração de custos, p. 78
  • Custo. Quanto à formação, p. 73
  • Custo. Quanto à função, p. 73
  • Custo. Quanto à natureza, p. 72
  • Custo. Quanto à ocorrência, p. 74
  • Custos com mão de obra própria, p. 19
  • Custos da mão de obra nas atividades terceirizadas, p. 19
  • Custos diretos, p. 75
  • Custos diretos e indiretos, p. 75
  • Custos fixos, p. 76
  • Custos fixos e variáveis, p. 76
  • Custos indiretos, p. 75
  • Custos variáveis, p. 76
  • Custos. Conceito. Elementos fundamentais para a conceituação dos custos, p. 15
  • Custos. Conceito. Introdução, p. 15
  • Custos. Conceito. Terminologia, p. 15
  • Custos. Esquema básico da contabilidade de custos indiretos (departamentalização), p. 25
  • Custos. Organização do departamento de compras, p. 21
  • Custos. Planejamento, p. 26
  • Custos. Variação do custo através do Método ABC, p. 27

E

  • Elementos fundamentais para a conceituação dos custos, p. 15
  • Estoque, p. 22
  • Estratégia. Planejamento estratégico para a indústria hoteleira, p. 129
  • Estrutura e custo dos capitais próprio e de terceiros, p. 29
  • Estrutura e custo dos capitais próprio e de terceiros. Conclusão, p. 41
  • Estrutura e custo dos capitais próprio e de terceiros. Introdução, p. 29

F

  • Fontes de financiamento, p. 38

H

  • Hotéis devem ou não utilizar o sistema de custo padrão?, p. 89
  • Hotéis devem ou não utilizar o sistema de custo padrão? Introdução, p. 89
  • Hotelaria. A decisão de investir, p. 102
  • Hotelaria. A verdadeira Taxa de Retorno, p. 108
  • Hotelaria. As prioridades dos investimentos, p. 104
  • Hotelaria. As razões para investir, p. 102
  • Hotelaria. Índice de Lucratividade (IL), p. 112
  • Hotelaria. Interpolação, p. 113
  • Hotelaria. O Fluxo de Caixa Descontado (FCD), p. 112
  • Hotelaria. Por que e quando investir?, p. 101
  • Hotelaria. Riscos em investimentos de capital em hotelaria, p. 101
  • Hotelaria. Riscos em investimentos de capital em hotelaria. Considerações finais, p. 114
  • Hotelaria. Taxa Interna de Retorno, p. 106
  • Hotelaria. Taxa Média de Retorno (TMR) ou Taxa de Retorno Contábil, p. 105
  • Hotelaria. Valor Atual (VA), p. 109
  • Hotelaria. Valor Atual Líquido (VAL), p. 111
  • Hotelaria. Pay back atualizado, p. 105

I

  • Indústria hoteleira. Conclusão, p. 133
  • Indústria hoteleira. Estratégia, p. 132
  • Indústria hoteleira. O que é "planejamento" e o que é "estratégia", p. 131
  • Indústria hoteleira. Planejamento, p. 131
  • Indústria hoteleira. Planejamento estratégico para a indústria hoteleira, p. 129
  • Indústria hoteleira. Sistema uniforme de contabilidade para a indústria de hospedagem, p. 135
  • Indústria hoteleira. Tipologia de planejamentos, p. 130
  • Instrumento gerencial. Uso do custo marginal como instrumento gerencial, p. 43
  • Introdução, p. 13

M

  • Margem de contribuição, p. 44

N

  • Natureza dos custos, p. 50

O

  • Orçamento com base zero ou incremental?, p. 118
  • Orçamento flexível/combinatório, p. 126
  • Orçamento por objetivo. A qualidade de serviços, p. 121
  • Orçamento por objetivo. Acompanhamento do orçamento, p. 122
  • Orçamento por objetivo. Conclusão sobre materialidade e significância, p. 126
  • Orçamento por objetivo. Conclusão sobre o acompanhamento do orçamento, p. 124
  • Orçamento por objetivo. Curto e longo prazo, p. 122
  • Orçamento por objetivo. Definição de fator chave, p. 120
  • Orçamento por objetivo. Exemplos, p. 125
  • Orçamento por objetivo. Finalidade, p. 125
  • Orçamento por objetivo. Materialidade e significância, p. 124
  • Orçamento por objetivo. Orçamento baseado nas vendas, p. 121
  • Orçamento por objetivo. Planejando o crescimento, p. 120
  • Orçamento por objetivo. Pontos importantes, p. 124
  • Orçamento por objetivo. Preparação de orçamentos, p. 115
  • Orçamento por objetivo. Tipos de relatórios, p. 123
  • Orçamento por objetivos, p. 127

P

  • Planejamento estratégico para a indústria hoteleira, p. 129
  • Planejamento, programação e controle de orçamento por objetivo, p. 115
  • Planejamento, programação e controle de orçamento por objetivo. Introdução, p. 115
  • Ponto de Equilíbrio, p. 51
  • Ponto de Equilíbrio. Como calcular o Ponto de Equilíbrio, p. 52
  • Ponto de Equilíbrio. Estrutura gráfica do Ponto de Equilíbrio, p. 54
  • Ponto de Equilíbrio. Lucro e prejuízo, p. 55
  • Ponto de Equilíbrio. O significado do Ponto de Equilíbrio, p. 51
  • Preço de venda. Bases para a formação, p. 71
  • Programação. Planejamento, programação e controle de orçamento por objetivo, p. 115

R

  • Referências, p. 139
  • Riscos em investimentos de capital em hotelaria, p. 101

S

  • Sistema de custo padrão. Hotéis devem ou não utilizar o sistema de custo padrão?, p. 89

T

  • Terceiros. Estrutura e custo dos capitais próprio e de terceiros, p. 29

U

  • Uso do custo marginal como instrumento gerencial, p. 43

Recomendações

Capa do livro: Resumos Juruá - Contábil - Controle de Estoques e Índice de Atividade, June Alisson Westarb Cruz e Emir Guimarães Andrich

Resumos Juruá - Contábil - Controle de Estoques e Índice de Atividade

 June Alisson Westarb Cruz e Emir Guimarães AndrichISBN: 978853624502-7Páginas: 6Publicado em: 15/04/2014

Versão impressa

R$ 8,90 Adicionar ao
carrinho
Capa do livro: Manual de Contabilidade, Wilson Alberto Zappa Hoog

Manual de Contabilidade

5ª Edição - Revista e AtualizadaWilson Alberto Zappa HoogISBN: 978853626679-4Páginas: 644Publicado em: 17/03/2017

Versão impressa

R$ 189,90em 6x de R$ 31,65Adicionar ao
carrinho
Capa do livro: Custos e Formação de Preços, Edison Küster

Custos e Formação de Preços

2ª Edição – Revista e AtualizadaEdison KüsterISBN: 978853624027-5Páginas: 122Publicado em: 30/11/2012

Versão impressa

R$ 37,70 Adicionar ao
carrinho

Versão digital

R$ 27,70 Adicionar e-Book
ao carrinho
Capa do livro: Produção de Provas na Arbitragem - Lei de Arbitragem 9.307/1996, Wilson Alberto Zappa Hoog

Produção de Provas na Arbitragem - Lei de Arbitragem 9.307/1996

3ª Edição - Revista e AtualizadaWilson Alberto Zappa HoogISBN: 978853628451-4Páginas: 218Publicado em: 14/01/2019

Versão impressa

R$ 79,90em 3x de R$ 26,63Adicionar ao
carrinho

Versão digital

R$ 57,70em 2x de R$ 28,85Adicionar e-Book
ao carrinho