Historial da Franco Maçonaria - 715 a. C. - 1815 Brasil 1940 Paraná 2000 A. M.

2ª Edição Valton Sergio von Tempski-Silka

Versão impressa

por R$ 119,90em 4x de R$ 29,98Adicionar ao carrinho

Ficha técnica

Autor(es): Valton Sergio von Tempski-Silka

ISBN: 978853629775-0

Edição/Tiragem: 2ª Edição

Acabamento: Brochura

Formato: 15,0x21,0 cm

Peso: 357grs.

Número de páginas: 288

Publicado em: 21/06/2022

Área(s): Literatura e Cultura - Política, História e Filosofia

Sinopse

Fiquei honrado em ser um dos primeiros a ler essa notável obra.

Já nas suas primeiras páginas o entusiasmo tomou conta de mim, notadamente pelo extraordinário poder de síntese do seu Autor, na substância da sua escrita e ao final da leitura e do manuseio atento do volume, além do agrado e da simpatia, estou certo de que tive real proveito, recordando antigas tradições maçônicas tão grandemente esquecidas nos dias atuais.

O Autor nesta obra conseguiu, de forma brilhante, dirimir dúvidas doutrinárias. Recompôs muitos dos atuais ensinamentos, que medram repletos de “enxertias” e eivados de falsos conceitos, muito próprios da nossa cultura.

Não podemos deixar de realçar o notável senso de proporção que o Autor revela no recheio cultural do livro, municiando-se convenientemente da verdade histórica do preciso conceito da maçonaria e da noção exata da sua filosofia.

Interessante e muito característico é que esse livro poderá ser lido por todos, independentemente de estar ou não maçom, e com certeza muito elucidará o neófito, a respeito da desmistificação da maçonaria, tão mal compreendida por aqueles que não tiveram o privilégio de serem iniciados.

Estou convicto de que esta obra, se bem interpretada, será um novo marco na literatura maçônica brasileira e não poderá faltar na biblioteca do maçom estudioso e do pesquisador bem intencionado.

Por derradeiro, quero externar a minha simpatia pelo Autor, que sei ser um trabalhador silencioso e eficiente, felicitando-o, efusivamente por todo o êxito, merecido, que essa obra irá proporcionar-lhe.

Autor(es)

VALTON SERGIO VON TEMPSKI-SILKA

Desde muito cedo se dedicou ao estudo da música, à leitura e ao estudo de História, Filosofia e Biografias de homens e mulheres representativos. Seu interesse pela História impeliu-o no sentido do profundamento do estudo e da pesquisa sobre as origens de povos e pessoas. Especializando-se em Genealogia e Heráldica, realizou pesquisas na Europa e Estados Unidos, tendo desenvolvido habilidade na ilustração de escudos de armas e interpretação dos símbolos heráldicos. Complementou seu estudo universitário na universidade de Paris, Panthéon-Sorbonne, nas áreas de História Medieval e Política e Análise Econômica. Diplomado em Francês pela Fundação Pós-universitária Internacional de Paris e Aliança Francesa, traduziu obras sobre Filosofia e História. Publicou através da Juruá o livro Historial da Franco Maçonaria e História & Ancestralidade, e através da Secretaria de Estado da Cultura a obra Histórico dos Brasões e Bandeiras do Estado do Paraná

Sumário

Antelóquio, p. 11

Glossário, p. 13

Prefácio do Autor, p. 33

O que é a Maçonaria?, p. 35

A Antiguidade da Maçonaria, p. 37

Origens da Maçonaria - Corporações de construtores - Urbanismo - Arte Real - Arte da Construção - Idade Média - Construção das Catedrais - Franquias - Guerra dos Cem Anos - Reforma - Decadência das Lojas - Novos membros não-operários, ditos Aceitos - Símbolos - Sociedades de Estudo e Pensamento, p. 39

O Colégio Invisível - Boyle, Locke, Sir Christopher Wren - Royal Society - Maçonaria Moderna - Grande Loja de Londres - As Constituições de Anderson - Os cismas - Irradiação da Maçonaria inglesa no mundo - A Grande Loja Unida da Inglaterra, p. 45

Nascimento da Maçonaria na França - Clube do Entresol - Voltaire, Montesquieu, Ramsay - A Primeira Loja maçônica francesa é da jurisdição da Grande Loja da Inglaterra - Excomunhão de Clemente XII - Excomunhão de Benedito XIV - A Grande Loja da França - O cisma na Grande Loja - O Grande Oriente francês - O Nascimento do Rito Escocês - Ocultismo, Orientalismo, Charlatanismo - Cagliostro, p. 50

Influência da Maçonaria francesa na Maçonaria brasileira - Herança dos Rituais - Impacto de novas influências maçônicas - Maçonaria americana e o Rito de York - O anacronismo dos Rituais - O obsoletismo das Instruções - Filosofia ou Obscurantismo? - Oswald Wirth, Patrono das "instruções", p. 61

As "Instruções" Maçônicas - Vade-mecum anacrônico, p. 63

A questão cultural: A Revolução francesa como "Obra da Maçonaria", um mito maçônico - A Independência dos Estados Unidos, uma realidade dos Maçons americanos - A Maçonaria brasileira como entidade de ação interventora na sociedade profana, p. 67

Influência do conteúdo dos Rituais na Personalidade e no Caráter dos adeptos - A Maçonaria, um sólido geométrico de muitas faces? - Um sistema de Moral - O Iniciado - Prodigalidade sem Prosperidade - Espiritualidade - O Poder da Prece - O Ritual da morte de Hiram - Morte e Ressurreição - As ideias eternas de Platão - A Revolta Princípio - Retorno às Trevas - Espiritismo - A Verdadeira Busca - O Cerimonial da Loja - O Impacto mental imperceptível - A inversão da Hierarquia, na Autoridade e nos Símbolos, p. 74

O Iniciado e o Místico, p. 76

Filho da Viúva ou Filho Pródigo?, p. 79

Espiritualismo - A Prece, p. 85

Morte e Ressurreição, p. 88

Absurdo reencarnacionista, p. 91

O Mito maçônico, p. 93

Morte e Transfiguração, p. 108

A Busca, p. 119

Ritual antípoda?, p. 123

Inversão da Hierarquia, p. 125

Os Antigos Deveres (The Old Charges) - As Constituições de Anderson - Os Landmarks - Os Antigos Regulamentos Gerais, p. 136

A Maçonaria no Brasil, p. 187

As três primeiras Lojas maçônicas brasileiras: Commércio e Artes, Esperança de Nichteroy, União e Tranqüilidade - A Primeira Obediência: O Grande Oriente do Brasil - Dom Pedro I, um jovem de 23 anos de idade, primeiro e único monarca Grão-mestre da história da Maçonaria - A Primeira Loja francesa no Brasil: Le Bouclier de l’Honneur Français - A Maçonaria adormece; a interdição por quase dez anos nas Lojas - A Maçonaria é reerguida como Grande Oriente Brasileiro e origina o renascimento do Grande Oriente do Brasil - Montezuma funda o Supremo Conselho do REAA - Cizânias nas Obediências e nos Supremos Conselhos - Cisão de 1822 - Cisão de 1831 - Fusão de 1860 - Cisão de 1863 - Fusão de 1872 - Cisão de 1873 - Fusão de 1883 - Um Grande Oriente e um Supremo Conselho - Cisão de 1927, p. 187

Lojas estrangeiras na Jurisdição brasileira - Influência do Grande Oriente Francês - O Positivismo - Benjamim Constant: Maçom ou Positivista? - Os Militares: Maçons ou Positivistas? - A Maçonaria se politiza e perde importância - Os novos tempos, p. 195

Disputas internas pelo "Poder" simbólico - A separação entre Supremo Conselho e o Grande Oriente - O Grande Cisma - Mário Behring - O Advento das Grandes Lojas estaduais - A Cadeia de União se rompe - Grande Oriente do Brasil e as Grandes Lojas - O Supremo Conselho sob Mário Behring legitimado como herdeiro do Supremo Conselho sob Montezuma - O Grande Oriente aceita partilhar seu território com a Grande Loja Unida da Inglaterra - As Constituições das Obediências são alteradas - A Quebra da Tradição, p. 198

A questão da Regularidade, p. 209

União, p. 215

- Relações Recíprocas, p. 215

- Fraternidade e Concórdia, p. 215

A Maçonaria no Estado do Paraná, p. 219

Territorialidade legalmente indefinida - A Questão da Regularidade - Mestres Perdidos são encontrados entre o Compasso e o Esquadro da Grande Loja do Rio de Janeiro - Os Primeiros Passos em Direção à Fundação - A Grande Loja do Rio de Janeiro funda três Lojas no Estado - As Três Lojas se desligam daquela Jurisdição e formam uma nova Obediência - Desenvolvimento e Consolidação - Cresce o Número de Lojas - Indefinida a Orientação da Obediência - Sem Objetivos claros passa-se a Alterar os seus Estatutos - A Estrutura Hierárquica Secular é Quebrada - A Ordem se burocratiza, p. 219

Fundação, p. 220

Consolidação, p. 239

Expansão, p. 241

Desenvolvimento, p. 243

Exortação, p. 255

Epílogo, p. 262

Agradecimentos, p. 264

Bibliografia, p. 267

Índice alfabético

A

  • Absurdo reencarnacionista, p. 88
  • Adeptos. Influência do conteúdo dos rituais na personalidade e no caráter dos adeptos, p. 74
  • Agradecimentos, p. 264
  • Anacronismo dos rituais, p. 61
  • Anderson. As Constituições de Anderson, p. 45
  • Anderson. Constituições de Anderson, p. 136
  • Antelóquio, p. 11
  • Antigos deveres (The Old Charges), p. 136
  • Antigos Regulamentos Gerais, p. 136
  • Antiguidade da Maçonaria, p. 37
  • Arte real, arte da construção, p. 39
  • Autoridade. A inversão da hierarquia, na Autoridade e nos Símbolos, p. 74

B

  • Benjamim Constant: Maçom ou Positivista?, p. 195
  • Bibliografia, p. 267
  • Boyle, p. 45
  • Brasil. A Cadeia de União se rompe, p. 198
  • Brasil. A maçonaria adormece; interdição por quase 10 anos nas Lojas, p. 187
  • Brasil. A Maçonaria se politiza e perde importância, p. 195
  • Brasil. A primeira obediência: O Grande Oriente do Brasil, p. 187
  • Brasil. A quebra da tradição, p. 198
  • Brasil. A questão da regularidade, p. 209
  • Brasil. As Constituições das Obediências são alteradas, p. 198
  • Brasil. As disputas internas pelo «Poder» simbólico, p. 198
  • Brasil. As três primeiras lojas maçônicas brasileiras, p. 187
  • Brasil. Cisão e fusão, p. 187
  • Brasil. Cizanias nas Obediências e nos Supremos Conselhos, p. 187
  • Brasil. Grande Oriente do Brasil e as Grandes Lojas, p. 198
  • Brasil. Influência do Grande Oriente Francês, p. 195
  • Brasil. Loja. Lojas estrangeiras na Jurisdição Brasileira, p. 195
  • Brasil. Maçonaria no Brasil, p. 187
  • Brasil. Maçonaria. Reerguimento como Grande Oriente Brasileiro, p. 187
  • Brasil. Mário Behring, p. 198
  • Brasil. Mário Behring. O Supremo Conselho sob Mário Behring legitimado como herdeiro do Supremo Conselho de Montezuma, p. 198
  • Brasil. Montezuma funda o Supremo Conselho, p. 187
  • Brasil. O advento das Grandes Lojas Estaduais, p. 198
  • Brasil. O grande cisma, p. 198
  • Brasil. O Grande oriente aceita partilhar seu território com a Grande Loja Unida da Inglaterra, p. 198
  • Brasil. O positivismo, p. 195
  • Brasil. Os novos tempos, p. 195
  • Brasil. Positivismo. Militares: Maçons ou Positivistas?, p. 195
  • Brasil. Primeira Loja francesa no Brasil, p. 187
  • Brasil. Separação entre o Supremo Conselho e o Grande Oriente, p. 198
  • Busca, p. 119
  • Busca. A verdadeira busca, p. 74

C

  • Cagliostro, p. 50
  • Caráter. Influência do conteúdo dos rituais na personalidade e no caráter dos adeptos, p. 74
  • Catedrais. Construção de catedrais, p. 39
  • Cerimonial da Loja, p. 74
  • Charlatanismo, p. 50
  • Christopher Wren, Sir, p. 45
  • Cisão e fusão. Brasil, p. 187
  • Cisma na Grande Loja, p. 50
  • Cisma. Brasil. O grande cisma, p. 198
  • Cismas, p. 45
  • Cizanias nas Obediências e nos Supremos Conselhos. Brasil, p. 187
  • Clube do Entresol, p. 50
  • Colégio invisível, p. 45
  • Concórdia e fraternidade. União. Relações recíprocas, p. 215
  • Consolidação. Loja. Paraná, p. 239
  • Constituições de Anderson, p. 45
  • Constituições de Anderson, p. 136
  • Constituições. Brasil. As Constituições das Obediências são alteradas, p. 198
  • Construção de catedrais, p. 39
  • Corporação de construtores, p. 39
  • Cultura. Questão cultural, p. 67

D

  • Decadência das lojas, p. 39
  • Desenvolvimento e consolidação. Loja do Paraná, p. 219
  • Desenvolvimento. Loja. Paraná, p. 243
  • Desligamento da Grande Loja do Rio de Janeiro e formação de nova obediência. Paraná, p. 219
  • Deveres. Antigos deveres (The Old Charges), p. 136
  • Dom Pedro I. Primeiro e único Grão-mestre da História da Maçonaria, p. 187

E

  • Elias Ashmole, p. 45
  • Epílogo, p. 262
  • Espiritismo, p. 74
  • Espiritualismo. A Prece, p. 85
  • Estados Unidos. Independência dos Estados Unidos, uma realidade dos Maçons americanos, p. 67
  • Estatuto. Paraná. Sem objetivos claros passa-se a alterar os estatutos, p. 219
  • Excomunhão por Benedito XIV, p. 50
  • Excomunhão por Clemente XII, p. 50
  • Exortação, p. 255
  • Expansão. Loja. Paraná, p. 241

F

  • Filho da Viúva ou Filho Pródigo?, p. 79
  • Filosofia. Obsoletismo das Instruções Filosofia ou Obscurantismo, p. 61
  • França. A Grande Loja da França, p. 50
  • França. A primeira Loja Maçônica francesa pertence à jurisdição da Grande Loja da Inglaterra, p. 50
  • França. Nascimento da Maçonaria na França, p. 50
  • França. O Grande Oriente Francês, p. 50
  • Franquias, p. 39
  • Fraternidade e concórdia. União. Relações recíprocas, p. 215
  • Fundação. Loja. Paraná, p. 219
  • Fusão e cisão. Brasil, p. 187

G

  • Glossário, p. 13
  • Grande Loja de Londres, p. 45
  • Grande oriente aceita partilhar seu território com a Grande Loja Unida da Inglaterra, p. 198
  • Grande Oriente do Brasil e as Grandes Lojas, p. 198
  • Grão-mestre. Dom Pedro I. Primeiro e único Grão-mestre da História da Maçonaria, p. 187
  • Guerra dos cem anos, p. 39

H

  • Herança dos rituais, p. 61
  • Hierarquia. A inversão da hierarquia, na Autoridade e nos Símbolos, p. 74
  • Hierarquia. Inversão da hierarquia, p. 125
  • Hierarquia. Loja. Paraná. Estrutura Hierárquica Secular é quebrada, p. 219
  • Hiram. Ritual da morte de Hiram, p. 74

I

  • Idade média, p. 39
  • Idéias eternas de Platão, p. 74
  • Impacto de novas influências maçônicas, p. 61
  • Impacto mental imperceptível, p. 74
  • Independência dos Estados Unidos, uma realidade dos Maçons americanos, p. 67
  • Influência da Maçonaria francesa na Maçonaria brasileira, p. 61
  • Influência do conteúdo dos rituais na personalidade e no caráter dos adeptos, p. 74
  • Influência do Grande Oriente Francês. Brasil, p. 195
  • Influência. Impacto de novas influências maçônicas, p. 61
  • Inglaterra. A primeira Loja Maçônica francesa pertence à jurisdição da Grande Loja da Inglaterra, p. 50
  • Iniciado, p. 74
  • Iniciado e o Místico, p. 76
  • Instruções. As «Instruções» Maçônicas. «Vade-mecum» anacrônico, p. 63
  • Instruções. Obsoletismo das Instruções Filosofia ou Obscurantismo, p. 61
  • Instruções. Oswald Wirth, patrono das instruções, p. 61
  • Interdição. Brasil. A maçonaria adormece; interdição por quase 10 anos nas Lojas, p. 187
  • Inversão da hierarquia, p. 125
  • Irradiação da Maçonaria inglesa no mundo, p. 45

L

  • Landmarks, p. 136
  • Locke, p. 45
  • Loja. A Grande Loja da França, p. 50
  • Loja. A Grande Loja Unida da Inglaterra, p. 45
  • Loja. A primeira Loja Maçônica francesa pertence à jurisdição da Grande Loja da Inglaterra, p. 50
  • Loja. As três primeiras lojas maçônicas brasileiras, p. 187
  • Loja. Brasil. A Maçonaria adormece; interdição por quase 10 anos nas Lojas, p. 187
  • Loja. Brasil. Maçonaria. Reerguimento como Grande Oriente Brasileiro, p. 187
  • Loja. Brasil. O advento das Grandes Lojas Estaduais, p. 198
  • Loja. Cerimonial da Loja, p. 74
  • Loja. Cisma na Grande Loja, p. 50
  • Loja. Desenvolvimento. Paraná, p. 243
  • Loja. Grande Loja de Londres, p. 45
  • Loja. Grande Oriente do Brasil e as Grandes Lojas, p. 198
  • Loja. Lojas estrangeiras na Jurisdição Brasileira, p. 195
  • Loja. Paraná. A Grande Loja do Rio de Janeiro funda três Lojas no Estado, p. 219
  • Loja. Paraná. A Ordem se burocratiza, p. 219
  • Loja. Paraná. Consolidação, p. 239
  • Loja. Paraná. Cresce o número de Lojas, p. 219
  • Loja. Paraná. Desenvolvimento e consolidação, p. 219
  • Loja. Paraná. Desligamento da Grande Loja do Rio de Janeiro e formação de nova obediência, p. 219
  • Loja. Paraná. Estrutura hierárquica secular é quebrada, p. 219
  • Loja. Paraná. Expansão, p. 241
  • Loja. Paraná. Fundação, p. 220
  • Loja. Paraná. Indefinida a orientação da obediência, p. 219
  • Loja. Paraná. Sem objetivos claros passa-se a alterar os estatutos, p. 219
  • Loja. Primeira Loja francesa no Brasil, p. 187
  • Lojas. Decadência das lojas, p. 39

M

  • Maçonaria americana e o Rito de York, p. 61
  • Maçonaria brasileira como entidade de ação interventora na sociedade profana, p. 67
  • Maçonaria Moderna, p. 45
  • Maçonaria no Brasil, p. 187
  • Maçonaria no Estado do Paraná, p. 219
  • Maçonaria, um sistema de moral?, p. 74
  • Maçonaria, um sólido geométrico de muitas faces?, p. 74
  • Maçonaria. A antiguidade da Maçonaria, p. 37
  • Maçonaria. Nascimento da Maçonaria na França, p. 50
  • Maçonaria. O que é Maçonaria?, p. 35
  • Maçonaria. Origens, p. 39
  • Mário Bhering. Brasil, p. 198
  • Mário Bhering. Brasil. O Supremo Conselho sob Mário Behring legitimado como herdeiro do Supremo Conselho de Montezuma, p. 198
  • Membros. Novos membros não-operários, ditos aceitos, p. 39
  • Mestres perdidos são encontrados entre o Compasso e o Esquadro da Grande Loja do Rio de Janeiro, p. 219
  • Militares: Maçons ou Positivistas? Brasil, p. 195
  • Místico. Iniciado e o Místico, p. 76
  • Mito maçônico, p. 93
  • Montesquieu, p. 50
  • Montezuma. Brasil. Montezuma funda o Supremo Conselho, p. 187
  • Montezuma. Supremo Conselho sob Mário Behring legitimado como herdeiro do Supremo Conselho de Montezuma, p. 187
  • Moral. Maçonaria, um sistema de moral?, p. 74
  • Morte de Hiram. Ritual da morte de Hiram, p. 74
  • Morte e Transfiguração, p. 108

N

  • Nascimento da Maçonaria na França, p. 50
  • Nascimento do Rito Escocês, p. 50
  • Novos membros não-operários, ditos aceitos, p. 39

O

  • Obediência. Brasil. As Constituições das Obediências são alteradas, p. 198
  • Obediência. Desligamento da Grande Loja do Rio de Janeiro e formação de nova obediência. Paraná, p. 219
  • Obediência. Paraná. Indefinida a orientação da obediência, p. 219
  • Obscurantismo. Obsoletismo das Instruções Filosofia ou Obscurantismo, p. 61
  • Obsoletismo das Instruções Filosofia ou Obscurantismo, p. 61
  • Ocultismo, p. 50
  • Orientalismo, p. 50
  • Origens da Maçonaria, p. 39
  • Oswald Wirth, patrono das instruções, p. 61

P

  • Paraná. A Grande Loja do Rio de Janeiro funda três Lojas no Estado, p. 219
  • Paraná. A Ordem se burocratiza, p. 219
  • Paraná. A questão da Regularidade, p. 219
  • Paraná. Consolidação. Loja, p. 239
  • Paraná. Cresce o número de Lojas, p. 219
  • Paraná. Desenvolvimento e consolidação, p. 219
  • Paraná. Desligamento da Grande Loja do Rio de Janeiro e formação de nova obediência, p. 219
  • Paraná. Estrutura hierárquica secular é quebrada, p. 219
  • Paraná. Expansão. Loja, p. 241
  • Paraná. Fundação. Loja, p. 220
  • Paraná. Indefinida a orientação da obediência, p. 219
  • Paraná. Loja. Desenvolvimento, p. 243
  • Paraná. Maçonaria no Estado do Paraná, p. 219
  • Paraná. Mestres perdidos são encontrados entre o Compasso e o Esquadro da Grande Loja do Rio de Janeiro, p. 219
  • Paraná. Primeiros passos em Direção à Fundação, p. 219
  • Paraná. Sem objetivos claros passa-se a alterar os estatutos, p. 219
  • Paraná. Territorialidade legalmente indefinida, p. 219
  • Personalidade. Influência do conteúdo dos rituais na personalidade e no caráter dos adeptos, p. 74
  • Platão. Idéias eternas de Platão, p. 74
  • Poder. As disputas internas pelo «Poder» simbólico, p. 198
  • Politização. Brasil. A Maçonaria se politiza e perde importância, p. 195
  • Positivismo. Benjamim Constant: Maçom ou Positivista?, p. 195
  • Positivismo. Brasil, p. 195
  • Positivismo. Militares: Maçons ou Positivistas?, p. 195
  • Prece. Espiritualismo. A Prece, p. 85
  • Prefácio do autor, p. 33
  • Primeira obediência: O Grande Oriente do Brasil, p. 187
  • Primeiros passos em Direção à Fundação. Paraná, p. 219
  • Prodigalidade sem prosperidade, p. 74

Q

  • Questão cultural, p. 67

R

  • Ramsey, p. 50
  • Referência bibliográfica. Bibliografia, p. 267
  • Reforma, p. 39
  • Regulamento. Antigos Regulamentos Gerais, p. 136
  • Relações recíprocas. União. Fraternidade e concórdia, p. 215
  • Revolta Princípio, p. 74
  • Revolução francesa como «Obra da Maçonaria»; um mito maçônico, p. 67
  • Rito de York. Maçonaria americana e o Rito de York, p. 61
  • Rito Escocês. Nascimento, p. 50
  • Ritual antípoda, p. 123
  • Ritual da morte de Hiram, p. 74
  • Ritual. Anacronismo dos rituais, p. 61
  • Royal Society, p. 45

S

  • Separação entre o Supremo Conselho e o Grande Oriente. Brasil, p. 198
  • Símbolos, p. 39
  • Símbolos. A inversão da hierarquia, na Autoridade e nos Símbolos, p. 74
  • Sir Christopher Wren, p. 45
  • Sociedades de estudo e pensamento, p. 39
  • Supremo Conselho sob Mário Behring legitimado como herdeiro do Supremo Conselho de Montezuma, p. 198

T

  • Territorialidade legalmente indefinida. Paraná, p. 219
  • Transfiguração. Morte e Transfiguração, p. 108

U

  • União. Relações recíprocas. Fraternidade e concórdia, p. 215
  • Urbanismo, p. 39

V

  • Verdadeira busca, p. 74
  • Voltaire, p. 50

Recomendações

Capa do livro: Em Defesa do Hino Nacional Brasileiro, Pedro Nicolau Pinto

Em Defesa do Hino Nacional Brasileiro

 Pedro Nicolau PintoISBN: 978853621636-2Páginas: 118Publicado em: 29/06/2007

Versão impressa

R$ 59,90em 2x de R$ 29,95Adicionar ao
carrinho
Capa do livro: Última Viagem do Barão do Serro Azul, A, Túlio Vargas

Última Viagem do Barão do Serro Azul, A

2ª EdiçãoTúlio VargasISBN: 853620606-3Páginas: 148Publicado em: 19/11/2003

Versão impressa

R$ 79,90em 3x de R$ 26,63Adicionar ao
carrinho
Capa do livro: IUS QUIJOTESCUM, Germán José María Barreiro González
Doutrina Estrangeira

IUS QUIJOTESCUM

 Germán José María Barreiro GonzálezISBN: 853621292-6Páginas: 140Publicado em: 23/06/2006

Versão impressa

R$ 69,90em 2x de R$ 34,95Adicionar ao
carrinho

Versão digital

R$ 49,90 Adicionar eBook
ao carrinho
Capa do livro: Organizações Familiares, Abraham Turkenicz

Organizações Familiares

 Abraham TurkeniczISBN: 978853623932-3Páginas: 496Publicado em: 21/09/2012

Versão impressa

R$ 199,90em 6x de R$ 33,32Adicionar ao
carrinho

Versão digital

R$ 139,90em 5x de R$ 27,98Adicionar eBook
ao carrinho