Paternidade Responsável

2ª Edição Nelsina Elizena Damo Comel

Parcele em até 6x sem juros no cartão.
Parcela mínima de R$ 20,00

Versão impressa

Ficha técnica

Autor(es): Nelsina Elizena Damo Comel

ISBN: 853620389-7

Edição/Tiragem: 2ª Edição

Acabamento: Brochura

Número de páginas: 160

Publicado em: 20/02/2003

Área(s): Direito Civil - Direito de Família

Sinopse

O tema da Paternidade Responsável continua atual, a merecer reflexão constante. Por isso, nesta segunda edição, procurei acentuar os aspectos que foram mais questionados. Reestruturei vários capítulos. Alguns foram resumidos. Outros, para atender a sugestões recebidas, foram subdivididos e ampliados, facilitando consultas diretas. Dois são novos: "Os novos caminhos" - onde trato das relações afetivas entre os jovens, e "A função social da paternidade", no qual amplio o que fora esboçado na primeira edição. Também, realizei uma revisão da legislação brasileira citada, adequando-a ao Código Civil/2002. Do silêncio em que dormitava, este tema saiu para a claridade: a claridade de sua ausência. Os profissionais do Direito e as autoridades (também pais/mães) estão começando a entender que o lugar de uma criança e de um jovem é no seio de sua família, acolhido como tal por seus pais. Essa consciência, por exemplo, resulta expressiva no projeto do governo americano, de George Bush (2000), para o qual solicitou (e aprovada) uma verba de 300 milhões de dólares com o objetivo de promover uma campanha no sentido de incentivar "os não casados a casarem, e os casados a continuarem casados". Desconhece-se, no Brasil, esforço desse jaez, embora a Constituição, em seu art. 226, diga, textualmente, que a família, base da sociedade, tem especial proteção do Estado. Os fatos estão aí. Revelam que o caminho mais eficiente para a construção de uma sociedade livre, justa e solidária é o de cuidar e preparar nossos jovens dentro de suas famílias.

Sumário

1 O DESPERTAR E MEUS CAMINHOS

1.1 Despertar e meus caminhos

2 A GÊNESE DAS RELAÇÕES ENTRE PAIS E FILHOS

2.1 A gênese das relações entre pais e filhos

3 IDÉIAS ACLARADORAS DE UM CAMINHAR

3.1 Idéias aclaradoras de um caminhar

4 ANDANÇAS PELA HISTÓRIA DO BRASIL

4.1 Andanças pela história do Brasil

4.2 As diversas etnias e o povo brasileiro

4.3 As relações entre o índio e o branco

4.4 Algumas contribuições da cultura indígena

4.5 Colonizando o Brasil

4.5.1 Originalidade da prática religiosa

4.5.2 Quem eram os degredados portugueses

4.6 O africano vem como escravo para o Brasil

4.7 Após longa miscigenação, o mulato

4.8 O litoral brasileiro; entreposto entre a Europa e o Oriente

4.9 Um perfil: esboço de brasilidade

5 A FAMÍLIA, UMA DESCONHECIDA

5.1 A família, uma desconhecida

5.2 As relações familiares

6 ALGUMAS CARACTERÍSTICAS ESTRUTURAIS DA FAMÍLIA

6.1 Algumas características estruturais da família

7 OS NOVOS CAMINHOS

7.1 Os novos caminhos

7.4 O pai dentro de casa

8 EM BUSCA DAS FUNÇÕES DO PAI

8.1 Em busca das funções do pai

9 ACLARANDO O PAPEL DO PAI

9.1 Aclarando o papel do pai

10 A PATERNIDADE HUMANA EM CONSTRUÇÃO

10.1 A paternidade humana em construção

11 A FUNÇÃO SOCIAL DA PATERNIDADE

11.1 A função social da paternidade

12 O ANALFABETO COMO PAI

12.1 O analfabeto como pai

13 A CONSULTA AOS DADOS DO REAL

13.1 A consulta aos dados do real

13.2 Os filhos falam dos pais

13.3 Os pais falam da paternidade

13.4 As mães falam da paternidade

14 ENTRE LUZES E SOMBRAS

14.1 Entre luzes e sombras

15 TECENDO A REDE

15.1 Tecendo a rede

15.2 Cultivando as virtudes sociais

15.3 Salvando os valores cívicos

16 ALGUNS INDICADORES DE CONDUTA

16.1 Alguns indicadores de conduta

16.2 Relações familiares

16.3 Relações interpessoais

16.4 Desvelando algumas conclusões

LEGISLAÇÃO BRASILEIRA

REFERÊNCIAS

Índice alfabético

A

  • Aclarando o papel do pai.
  • Africano. Escravo. Brasil
  • Algumas características estruturais da família.
  • Algumas contribuições da cultura indígena.
  • Analfabeto como pai
  • Andanças pela história do Brasil

B

  • Bibliografia. Referências.
  • Branco. Relações entre o índio e o branco
  • Brasil. Africano. Escravo
  • Brasil. Andanças pela história do Brasil.
  • Brasil. Colonizando o Brasil
  • Brasil. Diversas etnias e o povo brasileiro
  • Brasil. Litoral brasileiro. Entreposto entre a Europa e o Oriente
  • Brasil. Perfil: esboçode brasilidade.

C

  • Caminho. Despertar e meus caminhos.
  • Caminho. Novos caminhos.
  • Caminhos. Idéias aclaradoras de um caminhar
  • Colonização. Brasil. Originalidade da prática religiosa.
  • Colonização. Brasil. Quem eramos degredados portugueses.
  • Colonizando o Brasil
  • Conclusão. Desvelando algumas conclusões
  • Consulta aos dados do real.
  • Cultivando as virtudes sociais.
  • Cultura indígena. Algumas contribuições

D

  • Degredados portugueses. Colonização. Brasil. Quem eram.
  • Despertar e meus caminhos.
  • Diversas etnias e o povo brasileiro

E

  • Educação. Consulta aos dados do real
  • Educação. Entre luzes e sombras
  • Em busca das funções do pai
  • Entre luzes e sombras.
  • Escravo. Africano. Brasil.
  • Etnia. Diversas etnias e o povo brasileiro
  • Europa. Litoral brasileiro. Entreposto entre a Europa e o Oriente.

F

  • Família. Algumas característicasestruturais da família
  • Família. Relações familiares
  • Família. Uma desconhecida
  • Filho. Gênese das relações entre pais e filhos.
  • Filhos falam aos pais.
  • Função social da paternidade

G

  • Gênese das relações entre pais e filhos.

H

  • História. Andanças pela história do Brasil

I

  • Idéias aclaradoras de um caminhar.
  • Indicadores de conduta.
  • Índio. Relações entre o índio e o branco

L

  • Legislação brasileira. Referências
  • Litoral brasileiro. Entreposto entre a Europa e o Oriente.

M

  • Mães falam da paternidade.
  • Miscigenação. Mulato
  • Mulato. Miscigenação

N

  • Novos caminhos

O

  • Oriente. Litoral brasileiro. Entreposto entre a Europa e o Oriente.

P

  • Pai. Aclarando o papel do pai
  • Pai. Em busca das funções do pai
  • Pai. Filhos falam aos pais.
  • Pai. Gênese das relações entre pais e filhos
  • Pai dentro de casa
  • Pais falam da paternidade
  • Paternidade. Analfabeto como pai
  • Paternidade. Despertar e meus caminhos.
  • Paternidade. Função social.
  • Paternidade. Mães falam da paternidade.
  • Paternidade. Pais falam da paternidade.
  • Paternidade. Tecendo a rede
  • Paternidade humana em construção

R

  • Referências. Bibliografia
  • Referências. Legislação brasileira.
  • Relação familiar.
  • Relação interpessoal
  • Relações entre o índio e o branco
  • Relações familiares
  • Religião. Originalidade da prática religiosa.

S

  • Salvando valores cívicos

T

  • Tecendo a rede

V

  • Valor cívico. Salvando valores cívicos
  • Virtude. Cultivando as virtudes sociais

Recomendações

Capa do livro: Tutela de Urgência nas Uniões Estáveis, Ríta de Cássia C. de Vasconcelos

Tutela de Urgência nas Uniões Estáveis

 Ríta de Cássia C. de VasconcelosISBN: 857394688-1Páginas: 134Publicado em: 15/09/2000

Versão impressa

R$ 39,90Adicionar ao
carrinho
Capa do livro: União Homoafetiva - A Construção da Igualdade na Jurisprudência Brasileira, Adilson José Moreira

União Homoafetiva - A Construção da Igualdade na Jurisprudência Brasileira

2ª Edição – Revista e AtualizadaAdilson José MoreiraISBN: 978853623626-1Páginas: 426Publicado em: 24/01/2012

Versão impressa

R$ 129,90Adicionar ao
carrinho