Criminalidade e Violência no Mundo Feminino

Carla Maria Petersen Herrlein Voegeli

Leia na Biblioteca Virtual
Preço:
Parcele em até 6x sem juros no cartão. Parcela mínima de R$ 20,00
FICHA TÉCNICA
Autor(es): Carla Maria Petersen Herrlein Voegeli
ISBN: 853620473-7
Acabamento: Brochura
Número de Páginas: 154
Publicado em: 19/08/2003
Área(s): Direito Penal
CONFIRA TAMBÉM
SINOPSE
A violência é um dos maiores e mais complexos problemas da sociedade contemporânea, sendo o crime uma de suas expressões. Complexa também é a caracterização do universo feminino. Todos esses temas - crime, violência, feminino - fundem-se no estudo da criminalidade feminina apresentado nesta obra. Partindo de um estudo teórico com enfoque transdisciplinar, a autora complementou seu trabalho com pesquisa realizada junto ao Presídio Madre Peletier, no Rio Grande do Sul, possibilitando a comparação dos dados coletados com a literatura apresentada, resultando numa interessante análise, do problema enfocado.
SUMÁRIO

INTRODUÇÃO

1 Papel e papéis sociais: o feminino na sociedade contemporânea

1.1 O mundo feminino na sociedade contemporânea

1.2 A ampliação do papel social da mulher: a entrada no mercado de trabalho

1.3 Premissas sobre criminalidade e violência no mundo feminino

2 CRIMINALIDADE FEMININA: O DEBATE ACADÊMICO

2.1 Hipóteses sobre a menor relevância da criminalidade feminina

2.1.1 O Concurso Delituoso Não-Aparente

2.1.2 A Participação Criminosa Juridicamente Irrelevante

2.1.3 A Cifra Negra

2.1.4 A Discriminação do Público e da Polícia

2.1.5 A Discriminação por Parte do Legislador e do Poder Judiciário

2.2 Hipóteses sobre a menor criminalidade feminina

2.2.1 A Teoria Sociológica

2.2.2 A Teoria Biopsíquica

2.2.3 Criminalidade Feminina e Prostituição

2.2.4 O Mundo Contemporâneo e a Sociedade de Massa

3 Metodologia

3.1 Aspectos metodológicos da pesquisa

3.2 O presídio: local da coleta dos dados

3.2.1 Aspectos Históricos do Presídio

3.3 A criminalidade feminina na Penitenciária Madre Pelletier

3.4 Descrição das variáveis e análise dos dados

3.4.1 Variável A: Tipos de Delitos

3.4.2 Variável B: Reincidência

3.4.3 Variável C: Idade

3.4.4 Variável D: Cor

3.4.5 Variável E: Estado civil

3.4.6 Cruzamento: Idade das solteiras

3.4.7 Variável F: Número de filhos

3.4.8 Variável G: Profissão

3.4.9 Variável H: Lugar onde residia à época do delito

3.4.10 Variável I: Naturalidade

3.4.11 Cruzamento das variáveis H e I

3.4.12 Variável J: Grau de instrução

CONSIDERAÇÕES FINAIS

REFERÊNCIAS

ANEXO

ÍNDICE ALFABÉTICO

ÍNDICE ALFABÉTICO

A

  • Abreviaturas
  • Academia. Debate acadêmico. Criminalidade feminina
  • Ampliação do papel social da mulher: a entrada no mercado de trabalho
  • Anexo
  • Aspectos históricos do presídio
  • Aspectos metodológicos da pesquisa
  • Atividade remunerada nas décadas de 70 e 90. Tabela 21

B

  • Bens jurídicos na década de 70. Gráfico 2
  • Bens jurídicos na década de 90. Gráfico
  • Bens jurídicos na reincidência, década de 70. Gráfico 4
  • Bens jurídicos na reincidência, década de 90. Gráfico
  • Bibliografia. Referências

C

  • Cifra negra
  • Coleta de dados. Presídio: local da coleta dos dados
  • Concurso delituoso não-aparente
  • Considerações finais
  • Cor. Variável D: Cor
  • Cor da população do presídio nas décadas de 70 e 90 e da população do Rio Grande do Sul segundo o censo demográfico de 1991. Gráfico 6
  • Cor nas décadas de 70 e 90. Tabela 14
  • Crime. Participação criminosa juridicamente irrelevante
  • Criminalidade. Premissas sobre criminalidade e violência no mundo feminino
  • Criminalidade feminina. Hipóteses sobre a menor criminalidade feminina
  • Criminalidade feminina. Hipóteses sobre a menor relevância da criminalidade feminina
  • Criminalidade feminina. Teoria biopsíquica
  • Criminalidade feminina. Teoria sociológica
  • Criminalidade feminina e prostituição
  • Criminalidade feminina na Penitenciária Madre Pelletier
  • Criminalidade feminina: o debate acadêmico
  • Criminologia. Cifra negra
  • Cruzamento: Idade das solteiras
  • Cruzamento das variáveis H e I
  • Cruzamento entre as variáveis H e I, na década de 70. Tabela 28
  • Cruzamento entre as variáveis H e I, na década de 90. Tabela 29

D

  • Dados. Análise. Descrição das variáveis e análise dos dados
  • Dados. Presídio: local da coleta dos dados
  • Dados da População Carcerária do Presídio Madre Pelletier
  • Debate acadêmico. Criminalidade feminina
  • Delito. Concurso delituoso não-aparente
  • Delito. Lugar onde residia à época do delito. Variável H
  • Delito. Variável A: tipos de delitos
  • Delitos na década de 70. Tabela 4
  • Delitos na década de 90. Tabela 6
  • Delitos na reincidência nas décadas de 70 e 90. Tabela 9
  • Delitos relacionados à prostituição nas décadas de 70 e 90. Tabela 2
  • Descrição das variáveis e análise dos dados
  • Discriminação do público e da polícia
  • Discriminação por parte do legislador e do Poder Judiciário

E

  • Estado civil. Variável
  • Estado civil nas décadas de 70 e 90. Tabela 15
  • Evolução da criminalidade feminina na Penitenciária Madre Pelletier, dé- cadas de 70 e 90. Gráfico
  • Evolução da criminalidade feminina na Penitenciária Madre Pelletier, décadas de 70 e 90. Tabela 3

F

  • Feminismo. Papel e papéis sociais: o feminino na sociedade contemporânea
  • Filhos. Variável F: Número de filhos

G

  • Gráfico 1 - Evolução da criminalidade feminina na Penitenciária Madre Pelletier, décadas de 70 e 90
  • Gráfico 2 - Bens jurídicos na década de 70
  • Gráfico 3 - Bens jurídicos na década de 90.
  • Gráfico 4 - Bens jurídicos na reincidência, década de 70
  • Gráfico 5 - Bens jurídicos na reincidência, década de 90
  • Gráfico 6 - Cor da população do presídio nas décadas de 70 e 90 e da população do Rio Grande do Sul segundo o censo demográfico de 1991
  • Gráfico 7 - População do presídio na década de 70, segundo o grau de instrução, e grau de instrução da população do Rio Grande do Sul, conforme o Censo Demográfico de 1970
  • Gráfico 8 - População do presídio na década de 90, segundo o grau de instrução, e grau de instrução da população do Rio Grande do Sul, conforme o Censo Demográfico de 1991
  • Gráfico. Índice de gráficos
  • Grau de instrução nas décadas de 70 e 90. Tabela 30

H

  • Hipóteses sobre a menor criminalidade feminina
  • Hipóteses sobre a menor relevância da criminalidade feminina
  • História. Aspectos históricos do presídio

I

  • Idade. Média, mediana, moda, mínimo e máximo referentes à idade nas décadas de 70 e 90. Tabela 12
  • Idade. Variável C: Idade
  • Idade das solteiras. Cruzamento de dados
  • Idade nas décadas de 70 e 90. Tabela 11
  • Idade por faixas, das solteiras, nas décadas de 70 e 90. Tabela 18

E

  • e por faixas nas décadas de 70 e 90. Tabela 13

I

  • Igualdade. Discriminação por parte do legislador e do Poder Judiciário
  • Incidência de mulheres solteiras por faixa de idade. Tabela 19
  • Índice de gráficos
  • Índice de gráficos
  • Instrução. Variável J: Grau de instrução
  • Introdução

L

  • Legislador. Discriminação por parte do legislador e do Poder Judiciário
  • Lugar da residência à época do delito nas décadas de 70 e 90. Tabela 24
  • Lugar onde residia à época do delito. Variável H

M

  • Média, mediana, moda, mínimo e máximo referentes à idade nas décadas de 70 e 90. Tabela 12
  • Mercado de trabalho. Ampliação do papel social da mulher: a entrada no mercado de trabalho
  • Metodologia
  • Metodologia. Aspectos metodológicos da pesquisa
  • Mulher. Ampliação do papel social da mulher: a entrada no mercado de trabalho
  • Mulher. Discriminação do público e da polícia
  • Mulher. Discriminação por parte do legislador e do Poder Judiciário
  • Mulher. Participação criminosa juridicamente irrelevante
  • Mundo contemporâneo e sociedade de massa
  • Mundo feminino. Premissas sobre criminalidade e violência no mundo feminino
  • Mundo feminino na sociedade contemporânea
  • Municípios do Rio Grande do Sul com mais de 100 mil habitantes, de acordo com o Censo Demográfico de 1991 e Contagem de 1996. Tabela 25

N

  • Naturalidade. Variável I: Naturalidade
  • Naturalidade nas décadas de 70 e 90, por Estado. Tabela 26
  • Naturalidade nas décadas de 70 e 90, por cidade. Tabela 27
  • Número de filhos nas décadas de 70 e 90. Tabela 20

O

  • Ocupações mais freqüentes nas décadas de 70 e 90. Tabela 22
  • Outras profissões nas décadas de 70 e 90. Tabela 23
  • Outros delitos na década de 70. Tabela 5
  • Outros delitos na década de 90. Tabela 7

P

  • Papel e papéis sociais: o feminino na sociedade contemporânea
  • Papel social da mulher. Ampliação. A entrada no mercado de trabalho
  • Participação criminosa juridicamente irrelevante
  • Penitenciária Madre Pelletier. Criminalidade feminina
  • Pesquisa. Aspectos metodológicos da pesquisa
  • Poder Judiciário. Discriminação por parte do legislador e do Poder Judiciário
  • Polícia. Discriminação do público e da polícia
  • População Carcerária do Presídio Madre Pelletier. Dados
  • População do presídio na década de 70, segundo o grau de instrução, e grau de instrução da população do Rio Grande do Sul, conforme o Censo Demográfico de 1970. Gráfico 7
  • População do presídio na década de 90, segundo o grau de instrução, e grau de instrução da população do Rio Grande do Sul, conforme o Censo Demográfico de 1991. Gráfico 8
  • Premissas sobre criminalidade e violência no mundo feminino
  • Presídio. Aspectos históricos do presídio
  • Presídio: local da coleta dos dados
  • Profissão. Variável G
  • Prostituição e criminalidade feminina
  • Prostituição e outras ocupações na década de 90. Tabela 1

R

  • Referências. Bibliografia
  • Reincidência. Variável B: reincidência
  • Reincidência nas décadas de 70 e 90. Tabela 8
  • Residência. Lugar onde residia à época do delito. Variável H

S

  • Sociedade contemporânea. Papel e papéis sociais: o feminino na sociedade contemporânea
  • Sociedade de massa. Mundo contemporâneo e sociedade de massa
  • Sociologia. Teoria sociológica.
  • Solteiras x casadas nas décadas de 70 e 90. Tabela 16

T

  • Tabela 1 - Prostituição e outras ocupações na década de 90
  • Tabela 2 - Delitos relacionados à prostituição nas décadas de 70 e 90
  • Tabela 3 - Evolução da criminalidade feminina na Penitenciária Madre Pelletier, décadas de 70 e 90
  • Tabela 4 - Delitos na década de 70
  • Tabela 5 - Outros delitos na década de 70
  • Tabela 6 - Delitos na década de 90
  • Tabela 7 - Outros delitos na década de 90
  • Tabela 8 - Reincidência nas décadas de 70 e 90
  • Tabela 9 - Delitos na reincidência nas décadas de 70 e 90
  • Tabela 10 - Outros delitos na reincidência nas décadas de 70 e 90
  • Tabela 11 - Idade nas décadas de 70 e 90
  • Tabela 12 - Média, mediana, moda, mínimo e máximo referentes à idade nas décadas de 70 e 90
  • Tabela 13 - Idade por faixas nas décadas de 70 e 90
  • Tabela 14 - Cor nas décadas de 70 e 90
  • Tabela 15 - Estado civil nas décadas de 70 e 90
  • Tabela 16 - Solteiras x casadas nas décadas de 70 e 90
  • Tabela 17 - Média, mediana, moda, mínimo e máximo quanto à idade das solteiras nas décadas de 70 e 90.
  • Tabela 18 - Idade por faixas, das solteiras, nas décadas de 70 e 90
  • Tabela 19 - Incidência de mulheres solteiras por faixa de idade
  • Tabela 20 - Número de filhos nas décadas de 70 e 90
  • Tabela 21 - Atividade remunerada nas décadas de 70 e 90
  • Tabela 22 - Ocupações mais freqüentes nas décadas de 70 e 90
  • Tabela 23 - Outras profissões nas décadas de 70 e 90.
  • Tabela 24 - Lugar da residência à época do delito nas décadas de 70 e 90
  • Tabela 25 - Municípios do Rio Grande do Sul com mais de 100 mil habitantes, de acordo com o Censo Demográfico de 1991 e Contagem de 1996
  • Tabela 26 - Naturalidade nas décadas de 70 e 90, por Estado
  • Tabela 27 - Naturalidade nas décadas de 70 e 90, por cidade
  • Tabela 28 - Cruzamento entre as variáveis H e I, na década de 70
  • Tabela 29 - Cruzamento entre as variáveis H e I, na década de 90
  • Tabela 30 - Grau de instrução nas décadas de 70 e 90
  • Tabela. Índice de tabelas
  • Teoria biopsíquica
  • Teoria sociológica

V

  • Variável A: tipos de Delitos
  • Variável B: reincidência
  • Variável C: Idade
  • Variável. Cruzamento das variáveis H e I
  • Variável D: Cor.
  • Variável E: Estado civil
  • Variável F: Número de filhos
  • Variável G: Profissão
  • Variável H: Lugar onde residia à época do delito
  • Variável I: Naturalidade
  • Variável J: Grau de instrução
  • Violência. Premissas sobre criminalidade e violência no mundo feminino
INDIQUE ESSA OBRA

Indique essa obra para um amigo:

De:

Nome:

E-mail:

Informe apenas 1 email por vez

Para:

Nome:

E-mail:

Informe apenas 1 email por vez


Mensagem: