Luta, Resistência e Cidadania - Uma análise psicopolítica dos Movimentos e Paradas do Orgulho LGBT

Alessandro Soares da Silva

Leia na Biblioteca Virtual
Preço:
Parcele em até 6x sem juros no cartão. Parcela mínima de R$ 20,00
FICHA TÉCNICA
Autor(es): Alessandro Soares da Silva
ISBN: 978853622200-4
Acabamento: Brochura
Número de Páginas: 514
Publicado em: 28/11/2008
Área(s): Psicologia - Social
CONFIRA TAMBÉM
SINOPSE

Luta, Resistência e Cidadania: uma análise psicopolítica dos movimentos e paradas do orgulho LGBT, é um importante estudo comparativo sobre os movimentos homossexuais no Brasil, Espanha e Portugal, sendo o primeiro do tipo realizado no Brasil. Partindo de análises das Paradas de Orgulho Gay realizadas nesses países, o autor desenvolve um estudo inovador sobre esses movimentos sociais e suas perspectivas, ideologias e metas frente às comunidades gays e às sociedades nas quais estão inseridos. Alessandro Soares da Silva traz uma contribuição importante à literatura sobre o movimento gay: suas origens, dinâmicas e contradições. Ao focalizar a Parada do Orgulho Gay como a principal manifestação desse novo movimento social, o autor releva a importância da luta e resistência desse segmento da sociedade, trazendo para análise um conjunto de conhecimentos necessários para refletir a natureza da luta do movimento gay e suas especificidades tanto em suas demandas, composição e formas de atuação política. É justamente a análise dessa diversidade por detrás da Parada de Orgulho Gay que faz da presente obra um estudo objetivo sobre as contradições presentes neste movimento social. Visto da perspectiva dos estudos dos movimentos sociais no Brasil, o livro "Luta, Resistência e Cidadania" contribui imensamente para a compreensão da intensa e longa história de movimentos sociais e lutas políticas que caracteriza nossa realidade. "Luta, Resistência e Cidadania" é um livro que coloca a imensa Parada de Orgulho LGBT brasileira dentro do contexto ocidental onde assume sua verdadeira importância quantitativa e relevância política. Salvador Sandoval

AUTOR(ES)

Alessandro Soares da Silva é licenciado em Filosofia pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (1998), Mestre (2002) e Doutor (2006) em Psicologia Social pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. Atualmente é Professor da Escola de Artes Ciências e Humanidades - EACH - da Universidade de São Paulo, no Bacharelado de Gestão de Políticas Públicas, atuando na área de Psicologia Política, Políticas Públicas e Multiculturalismo. É um dos cofundadores da Associação Brasileira de Psicologia Política - ABPP - e coeditor da Revista Psicologia Política mantida pela ABPP (2008-2011). Fez um estágio internacional na Universidad Complutense de Madrid junto ao departamento de Sociologia das Estruturas Sociais (2004) e pós-doutorado na Universidad de Santiago de Compostela (2008-2009). Tem experiência na área de Psicologia, com ênfase em Relações Interpessoais, atuando principalmente nos seguintes temas: Psicologia Política, Psicologia Social, Consciência Política, Psicologia dos Movimentos Sociais, Políticas Públicas, Minorias e Multiculturalismo.
 

SUMÁRIO

INTRODUÇÃO

PARTE I - A CONSTRUÇÃO DO SUJEITO HOMOSSEXUAL

CAPÍTULO I - Homossexualidade: Uma memória e uma história dos vencidos?!

1.1 Memória e Política: um binômio emancipador

1.2 As tramas da luta política e o jogo da invenção da homossexualidade

1.3 A invenção da Homossexualidade e da Heterossexualidade (ou da emergência de um (pré)conceito "científico")

1.4 Medicina e Controle Social: a emergência da teoria da degeneração

1.5 O Discurso Psicanalítico e a Homossexualidade

1.6 A Homossexualidade e algumas teorias psicológicas e biológicas

1.7 O peso da diferença: entendendo as implicações da relação igualdade X diferença

1.8 O instrumental psicopolítico da homofobia

CAPÍTULO II - Homoerotismo, gênero e políticas de identidade

2.1 Preconceito e homossexualidade: a contribuição da religião e da ciência para a subjugação das diferenças

2.2 Resistência: a luta pela não-assimilação

2.3 Resistência e minorias: a luta dos sem-voz

2.4 Pensando as relações entre gênero e homoerotismo

2.5 Questões de gênero, exclusão social e diversidade sexual

2.6 Gênero: uma categoria histórica transversal

2.7 Identidade e diferença como bases de produção psicopolítica da homossexualidade

2.8 A luta militante contra o silêncio opressor

PARTE II - RESISTÊNCIA E CIDADANIA: A CONSTRUÇÃO DO SUJEITO POLÍTICO

CAPÍTULO III - Os primórdios dos movimentos de liberação LGBT

3.1 A Alemanha do século XIX: ponto de partida de um movimento emancipatório

3.2 O movimento gay no contexto estadunidense

3.3 Ultrapassando as fronteiras nacionais: as Associações LGBT Internacionais

3.4 Os primórdios das Paradas do Orgulho LGBT nos Estados Unidos da América

3.5 Considerações sobre os Movimentos LGBT no Brasil, na Espanha e em Portugal

CAPÍTULO IV - O movimento LGBT no BRASIL: uma história de resistência e cidadania

4.1 E havia um lampião na esquina da cidadania

4.2 Somos sob a luz de um certo lampião

4.3 Consolidando a luta: a expansão dos movimentos LGBT no Brasil

4.4 O Movimento de liberação homossexual e o aparecimento da AIDS

4.5 Considerações sobre o coronelismo militante

CAPÍTULO V - Os caminhos LGBT nas Terras de Ultramar: histórias da Península Ibérica

5.1 A história do movimento LGBT em terras lusitanas

5.2 O movimento LGBT no estado Espanhol, um estado de nações

5.2.1 Ditadura e Homossexualidade na Espanha: A emergência do Movimento de Liberação de Gays e Lésbicas

5.2.2 Os impactos da AIDS na organização do movimento homossexual espanhol

5.3 O Resultado da Luta é a Cidadania: A Criação da FELGT

CAPÍTULO VI - A parada do OrgulhoGay: festa e ativismo político na construção de uma nova cidadania

6.1 O Protesto da Praça Roosevelt: a Parada zero

6.2 A I Parada do Orgulho GLBT de São Paulo

6.3 A II Parada do Orgulho GLBT de São Paulo

6.4 A Criação da Associação da Parada GLBT

6.5 A III Parada do Orgulho Gay de São Paulo

6.6 A IV Parada do Orgulho GLBT de São Paulo

6.7 A V Parada do Orgulho GLBT de São Paulo

6.8 A VI Parada do Orgulho GLBT de São Paulo

6.9 A VII Parada do Orgulho GLBT de São Paulo

6.10 A VIII Parada do Orgulho GLBT de São Paulo

6.11 A IX Parada do Orgulho GLBT de São Paulo

6.12 A X Parada do Orgulho GLBT de São Paulo

6.13 A XI Parada do Orgulho GLBT de São Paulo

6.14 A XII Parada do Orgulho GLBT de São Paulo

6.15 A Parada do Orgulho GLBT de São Paulo: um fenômeno cidadão

CAPÍTULO VII - Os caminhos da parada do orgulho LGBT em Terras Lusitanas

7.1 A Marcha do Orgulho LGBT como espaço coletivo de resistência

CAPÍTULO VIII - As manifestações do orgulho LGBT na Espanha: uma luta plural

8.1 Uma outra forma de celebrar o orgulho

PARTE III - VIDAS NO ARCO-ÍRIS: A CONSTRUÇÃO DA CONSCIÊNCIA POLÍTICA COLETIVA

CAPÍTULO IX - Alguns elementos para a construção de uma consciência política coletiva

9.1 A Consciência Coletiva em Émile Durkheim

9.2 A Consciência Coletiva no pensamento de Ignácio Martín-Baró

9.3 A Questão da Consciência em Karl Marx, Antônio Gramsci e Agnes Heller

9.4 O Modelo da Consciência Política ea Análise de Movimentos Sociais

9.5 O Modelo da Consciência Política e o discurso Coletivo

Capítulo X - Vidas no Arco-Íris: A Expressão da Consciência Política Coletiva nas Paradas de São Paulo, Lisboa e Madri

10.1 As Crenças e Valores Societais na Produção da Consciência Política Coletiva

10.2 A Multiplicidade da Identidade Coletiva na Consciência Política Coletiva

10.3 Adversários, Sentimentos Antagônicos e Eficácia política na produção da Consciência Política Coletiva

10.4 Pensando as Relações Entre os Sentimentos de Justiça e a Vontade de Agir Coletivamente na Produção da Consciência Política Coletiva

10.5 As Metas de Ação Coletiva: onde as consciências individuais também se tornam coletivas

CONSIDERAÇÕES FINAIS

REFERÊNCIAS

ÍNDICE ALFABÉTICO

A

  • A I Parada do Orgulho GLBT de São Paulo
  • A II Parada do Orgulho GLBT de São Paulo
  • A III Parada do Orgulho Gay de São Paulo.
  • A IV Parada do Orgulho GLBT de São Paulo
  • A IX Parada do Orgulho GLBT de São Paulo.
  • A V Parada do Orgulho GLBT de São Paulo.
  • A VI Parada do Orgulho GLBT de São Paulo
  • A VII Parada do Orgulho GLBT de São Paulo
  • A VIII Parada do Orgulho GLBT de São Paulo
  • A X Parada do Orgulho GLBT de São Paulo.
  • A XI Parada do Orgulho GLBT de São Paulo.
  • A XII Parada do Orgulho GLBT de São Paulo
  • Ação coletiva. Metas. Onde as consciências individuais também se tornam coletivas
  • Adversários, sentimentos antagônicos e eficácia política na produção da consciência política coletiva.
  • Agnes Heller. Questão da Consciência em Karl Marx, Antônio Gramsci e Agnes Heller.
  • AIDS. Impactos na organização do movimento homossexual espanhol.
  • AIDS. Movimento de liberação homossexual e o aparecimento da AIDS
  • Alemanha do século XIX: ponto de partida de um movimento emancipatório
  • Alguns elementos para a construção de uma consciência política coletiva.
  • Análise de movimentos sociais. Modelo da consciência política
  • Antônio Gramsci. Questão da Consciência em Karl Marx, Antônio Gramsci e Agnes Heller.
  • Apresentação
  • As tramas da luta política e o jogo da invenção da homossexualidade
  • Associações LGBT Internacionais.
  • Ativismo político na construção de uma nova cidadania. Parada do orgulho gay

B

  • Binômio emancipador. Memória e Política
  • Brasil. Considerações sobre os Movimentos LGBT no Brasil, na Espanha e em Portugal.
  • Brasil. Expansão dos movimentos LGBT

C

  • Caminhos da parada do orgulho LGBT em Terras Lusitanas
  • Celebração. Uma outra forma de celebrar o orgulho
  • Cidadania e resistência. A construção do sujeito Político
  • Cidadania e resistência. Movimento LGBT no Brasil
  • Cidadania. Parada do Orgulho GLBT de São Paulo. Fenômeno cidadão.
  • Cidadania. Resultado da luta é a cidadania: a criação da FELGT
  • Ciência. Preconceito e homossexualidade: a contribuição da religião e da ciência para a subjugação das diferenças.
  • Cientificidade. Pré-conceito. Invenção da Homossexualidade e da Heterossexualidade (ou da emergência de um (pré)conceito "científico").
  • Consciência coletiva em Émile Durkheim
  • Consciência coletiva no pensamento de Ignácio Martín-Baró
  • Consciência em Karl Marx, Antônio Gramsci e Agnes Heller.
  • Consciência política coletiva nas paradas de São Paulo, Lisboa e Madri
  • Consciência política coletiva. Adversários, sentimentos antagônicos e eficácia política na produção da consciência política coletiva
  • Consciência política coletiva. Construção
  • Consciência política coletiva.Construção. Alguns elementos
  • Consciência política coletiva.Crenças e valores societais.
  • Consciência política coletiva. Identidade coletiva. Multiplicidade.
  • Consciência política coletiva. Pensando as relações entre os sentimentos de justiça e a vontade de agir coletivamente na produção da consciência política coletiva
  • Consciência política. Modelo. Análise de movimentos sociais
  • Consciência política. Modelo. Discurso coletivo.
  • Consciências. Ação coletiva. Metas. Onde as consciências individuais também se tornam coletivas
  • Considerações finais.
  • Considerações sobre o coronelismo militante.
  • Considerações sobre os Movimentos LGBT no Brasil, na Espanha e em Portugal
  • Consolidando a luta: a expansão dos movimentos LGBT no Brasil
  • Construção da consciência política coletiva
  • Construção de uma consciência política coletiva. Alguns elementos
  • Construção do sujeito homossexual.
  • Construção do sujeito Político. Resistência e cidadania
  • Controle Social e Medicina. Emergência da teoria da degeneração
  • Coronelismo militante. Considerações
  • Crenças e valores societais na produção da consciência política coletiva.
  • Criação da Associação da Parada GLBT
  • Criação da FELGT. Resultado da luta é a cidadania

D

  • Degeneração. Teoria. Emergência. Medicina e Controle Social.
  • Diferença e identidade como bases de produção psicopolítica da homossexualidade
  • Diferença. Peso da diferença: entendendo as implicações da relação igualdade X diferença
  • Diferença. Preconceito e homossexualidade: a contribuição da religião e da ciência para a subjugação das diferenças
  • Discurso coletivo. Modelo da consciência política
  • Discurso Psicanalítico e a Homossexualidade
  • Ditadura e Homossexualidade na Espanha: A emergência do Movimento de Liberação de Gays e Lésbicas

E

  • Emergência da teoria da degeneração. Medicina e Controle Social
  • Émile Durkheim. Consciência coletiva
  • Espanha. Considerações sobre os Movimentos LGBT no Brasil, na Espanha e em Portugal.
  • Espanha. Ditadura e Homossexualidade. A emergência do Movimento de Liberação de Gays e Lésbicas.
  • Espanha. Impactos da AIDS na organização do movimento homossexual espanhol
  • Espanha. Manifestações do orgulho LGBT na Espanha: uma luta plural.
  • Espanha. Movimento LGBT no Estado Espanhol, um Estado de Nações.
  • EUA. Movimento gay no contexto estadunidense.
  • EUA. Paradas do Orgulho LGBT nos Estados Unidos da América. Primórdios.
  • Exclusão social. Questões de gênero, exclusão social e diversidade sexual
  • Expansão dos movimentos LGBT no Brasil

F

  • FELGT. Criação. Resultado da luta é a cidadania.
  • Festa e ativismo político na construção de uma nova cidadania. Parada do orgulho gay.

G

  • Gênero e homoerotismo. Pensando as relações.
  • Gênero: uma categoria histórica transversal
  • Gênero. Questões de gênero, exclusão social e diversidade sexual

H

  • Heterosexualidade. Invenção da Homossexualidade e da Heterossexualidade (ou da emergência de um (pré)conceito "científico").
  • História de resistência e cidadania. Movimento LGBT no Brasil
  • História do movimento LGBT em terras lusitanas
  • História. Gênero: uma categoria histórica transversal
  • Homoerotismo e gênero. Pensando as relações
  • Homoerotismo, gênero e políticas de identidade
  • Homofobia. Instrumental psicopolítico
  • Homossexualidade e algumas teorias psicológicas e biológicas.
  • Homossexualidade e discurso psicanalítico.
  • Homossexualidade e ditadura na Espanha: A emergência do Movimento de Liberação de Gays e Lésbicas
  • Homossexualidade e preconceito: a contribuição da religião e da ciência para a subjugação das diferenças.
  • Homossexualidade: uma memória e uma história dos vencidos?!
  • Homossexualidade. Construção do sujeito homossexual
  • Homossexualidade. Invenção da Homossexualidade e da Heterossexualidade (ou da emergência de um (pré)conceito "científico")
  • Homossexualidade. Movimento de liberação homossexual e o aparecimento da AIDS.
  • Homossexualidade. Produção psicopolítica da homossexualidade. Identidade e diferença
  • Homossexulidade. As tramas da luta política e o jogo da invenção da homossexualidade

I

  • Identidade coletiva. Multiplicidade. Consciência política coletiva
  • Identidade e diferença como bases de produção psicopolítica da homossexualidade
  • Identidade. Construção do sujeito homossexual.
  • Identidade. Homoerotismo, gênero e políticas de identidade
  • Ignácio Martín-Baró. Consciência coletiva.
  • Igualdade. Peso da diferença: entendendo as implicações da relação igualdade X diferença
  • Igualdade. Preconceito e homossexualidade: a contribuição da religião e da ciência para a subjugação das diferenças
  • Impactos da AIDS na organização do movimento homossexual espanhol.
  • Instrumental psicopolítico da homofobia.
  • Invenção da Homossexualidade e da Heterossexualidade (ou da emergência de um (pré)conceito "científico").
  • Invenção da homossexualidade. Luta política

K

  • Karl Marx. Questão da Consciência em Karl Marx, Antônio Gramsci e Agnes Heller

L

  • LGBT nas Terras de Ultramar: histórias da Península Ibérica
  • LGBT no Estado Espanhol . Estado de Nações
  • LGBT. Associações LGBT Internacionais
  • LGBT. História do movimento LGBT em terras lusitanas.
  • LGBT. Primórdios dos movimentos de liberação LGBT
  • Liberação homossexual e o aparecimento da AIDS
  • Lisboa. Vidas no Arco-Íris. Expressão da consciência política coletiva nas paradas de São Paulo, Lisboa e Madri.
  • Luta dos sem-voz. Resistência e minorias.
  • Luta militante contra o silêncio opressor
  • Luta pela não-assimilação. Resistência
  • Luta plural. Manifestações do orgulho LGBT na Espanha.
  • Luta política e o jogo da invenção da homossexualidade.
  • Luta. Expansão dos movimentos LGBT no Brasil
  • Luta. Resultado da luta é a cidadania: a criação da FELGT

M

  • Madri. Vidas no Arco-Íris. Expressão da consciência política coletiva nas paradas de São Paulo, Lisboa e Madri.
  • Manifestações do orgulho LGBT na Espanha: uma luta plural.
  • Marcha do Orgulho LGBT como espa ço coletivo de resistência
  • Medicina e Controle Social. Emergência da teoria da degeneração
  • Memória e história dos vencidos?! Homossexualidade
  • Memória e Política: umbinômio emancipador.
  • Metas de ação coletiva: onde as consciências individuais também se tornam coletivas
  • Minorias e resistência: a luta dos sem-voz
  • Modelo da consciência política e aanálise de movimentos sociais.
  • Modelo da consciência política e o discurso coletivo.
  • Movimento de Liberação de Gays e Lésbicas. Ditadura e Homossexualidade na Espanha
  • Movimento de liberação homossexual e o aparecimento da AIDS
  • Movimento emancipatório. Alemanha do século XIX: ponto de partida.
  • Movimento gay no contexto estadunidense
  • Movimento homossexual espanhol. Os impactos da AIDS
  • Movimento LGBT em terras lusitanas. História.
  • Movimento LGBT no Brasil: uma história de resistência e cidadania.
  • Movimento LGBT no Estado Espanhol, um Estado de Nações
  • Movimentos de liberação LGBT. Primórdios
  • Movimentos de liberação. Alemanha do século XIX: ponto de partida de um movimento emancipatório.
  • Movimentos LGBT. Considerações sobre os Movimentos LGBT no Brasil, na Espanha e em Portugal.
  • Movimentos sociais. Análise. Modelo da consciência política.
  • Multiplicidade da identidade coletiva na consciência política coletiva.

O

  • O movimento LGBT no estado Espa nhol, um estado de nações.
  • O peso da diferença: entendendo as implicações da relação igualdade X diferença
  • Orgulho. Uma outra forma de celebrar o orgulho
  • Os caminhos LGBT nas Terras de Ultramar: histórias da Península Ibérica
  • Os impactos da AIDS na organização do movimento homossexual espanhol
  • Os primórdios das Paradas do Orgulho LGBT nos Estados Unidos da América
  • Os primórdios dos movimentos de liberação LGBT

P

  • Parada do Orgulho Gay: festa e ativismo político na construção de uma nova cidadania.
  • Parada do orgulho gay. Protesto da Praça Roosevelt: a parada zero
  • Parada do Orgulho GLBT de São Paulo. Fenômeno cidadão.
  • Parada do orgulho LGBT. Caminhos em Terras Lusitanas
  • Paradas do Orgulho LGBT nos Estados Unidos da América. Primórdios.
  • Península Ibérica. Os caminhos LGBT nas Terras de Ultramar: histórias da Península Ibérica
  • Pensando as relações entre gênero e homoerotismo.
  • Pensando as relações entre os sentimentos de justiça e a vontade de agir coletivamente na produção da consciência política coletiva
  • Peso da diferença: entendendo as implicações da relação igualdade X diferença
  • Política e Memória: umbinômio emancipador
  • Portugal. Caminhos da parada do orgulho LGBT em Terras Lusitanas.
  • Portugal. Considerações sobre os Movimentos LGBT no Brasil, na Espanha e em Portugal.
  • Portugal. História do movimento LGBT em terras lusitanas
  • Pré-conceito. Invenção da Homossexualidade e da Heterossexualidade (ou da emergência de um (pré)conceito "científico")
  • Preconceito e homossexualidade: a contribuição da religião e da ciência para a subjugação das diferenças
  • Prefácio
  • Primórdios das Paradas do Orgulho LGBT nos Estados Unidos da América.
  • Primórdios dos movimentos de liberação LGBT
  • Produção psicopolítica da homossexualidade. Identidade e diferença
  • Protesto da Praça Roosevelt: a Parada zero
  • Psicopolítica. Instrumental psicopolítico dahomofobia.
  • Psicopolítica. Produção psicopolítica da homossexualidade. Identidade e diferença.

Q

  • Questão da Consciência em Karl Marx, Antônio Gramsci e Agnes Heller.
  • Questões de gênero, exclusão social e diversidade sexual

R

  • Referências.
  • Relação igualdade X diferença
  • Religião. Preconceito e homossexualidade: a contribuição da religião e da ciência para a subjugação das diferenças
  • Resistência e cidadania. A construção do sujeito Político.
  • Resistência e cidadania. Movimento LGBT no Brasil.
  • Resistência e minorias: a luta dos sem-voz
  • Resistência: a luta pela não-assimilação.
  • Resistência. Marcha do Orgulho LGBT como espaço coletivo de resistência.
  • Resultado da luta é a cidadania: a criação da FELGT.

S

  • São Paulo. Parada do Orgulho GLBT de São Paulo. Fenômeno cidadão
  • São Paulo. Vidas no Arco-Íris. Expressão da consciência política coletiva nas paradas de São Paulo, Lisboa e Madri
  • Silêncio opressor. Luta militante
  • Sujeito homossexual . Construção
  • Sujeito político. Construção. Cidadania e resistência

T

  • Teoria da degeneração. Emergência. Medicina e Controle Social
  • Teorias biológicas. Homossexualidade e algumas teorias psicológicas e biológicas
  • Teorias psicológicas. Homossexualidade e algumas teorias psicológicas e biológicas.

U

  • Ultrapassando as fronteiras nacionais: as Associações LGBT Internacionais.
  • Uma outra forma de celebrar o orgulho

V

  • Vidas no Arco-íris. A construçãoda consciência política coletiva
  • Vidas no Arco-Íris. Expressão da consciência política coletiva nas paradas de São Paulo, Lisboa e Madri.
INDIQUE ESSA OBRA

Indique essa obra para um amigo:

De:

Nome:

E-mail:

Informe apenas 1 email por vez

Para:

Nome:

E-mail:

Informe apenas 1 email por vez


Mensagem: