Controladoria e Contabilidade Aplicada à Administração

Antônio Lopes de Sá

Leia na Biblioteca Virtual
Preço:
Parcele em até 6x sem juros no cartão. Parcela mínima de R$ 20,00
FICHA TÉCNICA
Autor(es): Antônio Lopes de Sá
ISBN: 978853622469-5
Acabamento: Brochura
Número de Páginas: 356
Publicado em: 28/04/2009
Área(s): Administração; Contabilidade Geral Aplicada; Contabilidade - Controladoria
CONFIRA TAMBÉM
SINOPSE

Sem dúvida a maior utilidade do conhecimento contábil é a aplicação do mesmo à administração de empresas e instituições.
Há milênios o informe contábil foi objeto de orientação e assim continua sendo, cada vez mais.
Saber controlar, entender o que significam as demonstrações contábeis é uma especialidade de notório valor que se aperfeiçoou no tempo e que neste livro é mostrada com toda a pujança da modernidade.
Nesta obra de cunho prático e científico são oferecidos caminhos rumo à prosperidade.
Resulta este livro não só do conhecimento profundo da doutrina que tem o autor, mas, especialmente da longa experiência do mesmo no campo empresarial e institucional, consultor e perito que tem sido de inúmeras empresas nacionais e internacionais.
Como lidar com os recursos tecnológicos da moderna Contabilidade, como desfrutar de um acervo expressivo de conhecimentos em área tão específica para uma gestão racional dos capitais é o objetivo dessa obra.
Neste compêndio se encontram modelos de comportamentos para organizar, controlar, gerir e coordenar trabalhos para uma eficiente administração valendo-se da opulência de conhecimentos que a Contabilidade oferece em nossos dias.

AUTOR(ES)

Antônio Lopes de Sá é Doutor em Ciências Contábeis pela Universidade do Brasil; Doutor H.C. em Letras pela Samuel Benjamin Thomas University, de Londres; Presidente da Academia Brasileira de Ciências Contábeis de 1998 a 2004; Escritor, com 178 livros editados (no Brasil, Argentina, Portugal e Espanha) e mais de 13.000 artigos publicados (no Brasil, Argentina, Venezuela, Colômbia, Chile, Estados Unidos, Portugal, Espanha, Itália etc.); Detentor da medalha de Ouro João Lira, a maior comenda outorgada pelo máximo órgão profissional no Brasil, o Conselho Federal de Contabilidade (dentre quase 400.000 profissionais só 6 possuem tal dignidade oficial); Detentor da Cruz de Honra da Sociedade Brasileira de Filosofia e Cultura e Ensino; 1º Vice-Presidente da Academia Brasileira de Ciências Contábeis; Vice-Presidente da Academia Nacional de Economia; membro da Academia de Ciências Comerciais de Paris; membro da Academia Real de Ciências Econômicas e Financeiras da Espanha; Presidente de Honra do Centro de Estudos de História da Contabilidade de Portugal; membro do Instituto Internacional de Pesquisas de Nova Jersey, Estados Unidos; membro do Conselho Consultivo do Conselho Federal de Contabilidade; Contador Emérito dos Países Andinos; Contador de Honra e Mérito de todas as Américas, diplomado pela Associação Interamericana de Contabilidade (que reúne todos os Países do Continente); Comendador da República, por decreto Presidencial; Presidente do VII e VIII Congresso Brasileiro de Contabilidade; Presidente do Seminário Latino de Cultural Contábil, do I ao VII; Detentor do prêmio de literatura cientifica outorgado pela revista Técnica Contable, de Madri, Espanha, recebido na Embaixada Brasileira com a presença de todos os Presidentes das maiores entidades espanholas da classe Contábil; Presidente do Conselho Científico da Revista JTCE, de Lisboa até 2004; membro do Conselho editorial da Revista Brasileira de Contabilidade, da Revista de Contabilidade do CRC do Rio Grande do Sul, da Revista da Fundação Álvares Penteado de São Paulo, da Revista Ibero-Americana de Contabilidade, da Revista Italiana de História da Contabilidade, da Revista de Contabilidade da Universidade do Chile, da Revista de Contabilidade da Associação dos Professores Universitários de Contabilidade da Espanha, da Revista Contabilidade e Informação da Universidade de Ijuí, do Conselho Editorial da Juruá; membro do Conselho Consultivo da Fundação Brasileira de Contabilidade; membro da comissão de normas contábeis do Conselho Econômico e Social das Nações Unidas, em 1980; Perito, Assessor e Consultor de importantes instituições e empresas como a Gerdau - AÇOMINAS, AMBEV, Transportes ATLAS, Comissão de Controle do Espaço Aéreo da Amazônia etc.; Detentor de mais de 250 dignidades por homenagens de Academias, Universidades, Centros de Cultura e Entidades oficiais nacionais e internacionais.

SUMÁRIO

1ª PARTE INTRODUÇÃO

1 INTERAÇÃO NOS ESTUDOS DE CO NTABILIDADE E ADMINISTRAÇÃO

1.1 Administração e Contabilidade como Conhecimentos Afins

1.2 Antecedentes nas Teorias Contábeis e Administrativas

1.3 Fundamentos da Teoria Clássica de Fábio Besta sobre as Ligações entre Administração e Contabilidade

1.4 Transformações Culturais e Valor da Contabilidade para Fins Administrativos

1.5 Os Campos de Acontecimentos e os Modelos de Tucker

1.6 Concepções e Tendências Recentes sobre a Contabilidade para Fins Administrativos

2 CONCEITOS SOBRE A CONTABILIDADE PARA FINS ADMINISTRATIVOS

2.1 Conceituações Tradicionais Originárias

2.2 Campos da Contabilidade Aplicada à Gestão Reconhecidos Tradicionalmente

2.3 Novos Campos e os Específicos da "Contabilidade Aplicada à Gestão" face a Ciência Moderna

2.4 Metodologias da Contabilidade para Fins Administrativos a partir da Essência dos Fatos

2.5 Aspectos dos Estudos Contábeis sobre as Dimensões e Circunstâncias dos Fatos Patrimoniais diante da Gestão

2.6 Funções e Desempenhos Tradicionais do Contador na Área Administrativa

2.7 Hierarquias Administrativas e Atribuições do Contador Gerente

2ª PARTE ORGANIZAÇÃO CONTÁBIL E ADMINISTRATIVA

3 ORGANIZAÇÃO CONTÁBIL PARA SU PRIR FINS ADMINISTRATIVOS

3.1 Conceitos Fundamentais de Organização Contábil

3.2 Bases para a Organização de uma Contadoria Gerencial

3.3 Planos Gerais e Específicos para o Informe Contábil e Orientação Gerencial

3.4 Plano Geral e Planos de Contas

4 ORGANIZAÇÃO ADMINISTRATIVA E CONTÁBIL DOS MATERIAIS DE PRODUÇÃO

4.1 Preliminares sobre a Gestão a partir dos Custos de Produção

4.2 Aspectos Metodologicos na Organização Contábil e Provisão dos Materiais

4.3 Requisição de Compras

4.4 Coleta ou Licitação de Preços

4.5 Ordem de Compras

4.6 Recepção de Materiais

4.7 Registros de Controle dos Materiais

4.8 Requisição de Materiais e Devoluções Internas

4.9 Aprovações nas Faturas de Compras

4.10 Distribuições de Compras

5 ORGANIZAÇÃO ADMINISTRATIVA E CONTÁBIL DA MÃO-DEOBRA DE PRODUÇÃO

5.1 Conceitos Básicos e Metodologia na Organização Contábil da Mão-de-Obra 38

5.2 Registros e Arquivos do Pessoal de Produção

5.3 Controle e Registros do Trabalho Executado pelo Pessoal

5.4 Controles de Pagamentos Relativos à Mão-de-Obra

5.5 Atribuições da Mão-de-Obra

5.6 Ônus sobre a Mão-de-Obra

6 ORGANIZAÇÃO ADMINISTRATIVA E CONTÁBIL DOS GASTOS INDIRETOS DE PRODUÇÃO

6.1 Incorrências e Relevância dos Gastos Indiretos de Produção

6.2 Acompanhamento e Classificações dos Gastos Indiretos de Produção

6.3 Custos Fixos e Variáveis Relativamente a Quantidade Produzida

6.4 Naturezas de Produção e Distribuição dos Custos

6.5 Distribuições de Custos Indiretos por Setores ou Fases da Produção Contínua

6.6 Distribuições de Custos Indiretos por Obras

6.7 Distribuições de Custos Indiretos por Unidades de Produtos

7 ORGANIZAÇÃO ADMINISTRATIVA E CONTÁBIL DOS SERVIÇOS AUXILIARES DA PRODUÇÃO

7.1 Aspectos da Organização dos Serviços Auxiliares da Produção

7.2 Natureza dos Serviços Auxiliares da Produção

7.3 Organização e Controle dos Serviços de Apoio

8 GENERALIDADES SOBRE A ORGANIZAÇÃO ADMINISTRATIVA E CONTÁBIL DOS CONTROLES INTERNOS

8.1 Qualidades na Organização dos Controles Internos

8.2 Controles sobre as Rotinas de Trabalhos

8.3 Controles das Previsões

8.4 Controles sobre a Política Administrativa

8.5 Controles sobre os Sistemas de Segurança

8.6 Controles Fiscais e Tributários

9 ORGANIZAÇÃO DA CONTADORIA DE CUSTOS

9.1 Condições Essenciais para a Organização da Contadoria de Custos

9.2 Conceitos de Custos em Contabilidade e a Relatividade do Valor

9.3 Conceitos de Contabilidade de Custos

9.4 Utilidades Administrativas da Contabilidade de Custos

9.5 Custos Quanto ao Tempo de Ocorrência

9.6 Custo Histórico

9.7 Custos Teóricos ou Predeterminados

9.8 Organização Administrativa de uma Contadoria Gerencial

9.9 Registros Contábeis dos Custos

9.10 Plano de Contas de Custos

10 CONSIDERAÇÕES CONTÁBEIS SOBRE CUSTOS COMPLEMENTARES, PREÇOS E LUCRO

10.1 Preços: Formação e Contadoria Específica

10.2 Custos Complementares

10.3 Custos Figurativos

10.4 Considerações sobre a Parcela do Lucro Incorporada ao Preço e Filosofias da Rentabilidade

3ª PARTE PREVISÕES, PLANEJAMENTO E PLANOS DE CONTROLE E ESTRATÉGICOS

11 CONSIDERAÇÕES SOBRE AS PREVISÕES

11.1 Conceitos Preliminares sobre as Funções Administrativas e Contábeis Relativas às Previsões

11.2 Fatores Humanos e Metodologia nas Previsões

11.3 Fatores Patrimoniais de Cognição Obrigatóriapara as Previsões

11.4 Fases nas Previsões

11.5 Previsões e Circulação Financeira ou de Caixa

12 PREVISÃO E PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO DAS RECEITAS OPERACIONAIS

12.1 Doutrinas e Fatores Relevantes na Previsão da Receita Operacional

12.2 Fatores Externos que Influem sobre a Previsão das Vendas e Mapas de Informes Pertinentes

12.3 Fatores Internos Importantes na Previsão e Vendas Eventuais

12.4 Funções da Coordenação dos Informes Coletados

12.5 Estratégias de Preços e Previsões

13 PREVISÃO E PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO DOS CUSTOS

13.1 Fatores Importantes na Cognição Preliminar de Influências sobre o Comportamento dos Custos Técnicos

13.2 Características e Critérios de Demonstrações de Custos

13.3 Custos Fixos, Custos Variáveis e Margem de Contribuição

13.4 Custos, Ineficácia Pertinente e Perdas por Desperdício

13.5 Custos Específicos eCustos Indiretos Comuns

13.6 Medidas de Produtividade

13.7 Custos e Metodologia da Prudência no Planejamento Estratégico

14 PREVISÃO E PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO GERAL NAS EMPRESAS

14.1 Aspectos Impostos pela Modernidade ao Planejamento Estratégico de Gestão Empresarial

14.2 Operações e Previsão do Lucro Operacional

14.3 Contabilidade e Estratégia Administrativa

15 PLANEJAMENTO DOS INVESTIMENTOS E FINANCIAMENTOS

15.1 Fundamentos Lógicos nas Relações do Capital como Orientação no Planejamento dos Meios de Operações

15.2 Aspectos Relevantes em um Projeto de Investimentos

15.3 Investimentos de Substituição, Reposição, Atualização para a Manutenção da Força Produtiva

15.4 Investimentos de Expansão

15.5 Investimentos de Competição

15.6 Investimentos Institucionais

15.7 Integrações das Previsões de Investimentos

15.8 Previsões sobre os Financiamentos de Capital

15.9 Previsões sobre os Resultados Esperados com os Investimentos

15.10 Seleções de Investimentos e Financiamentos

4ª PARTE CONTROLES

16 CONTROLES E CONTABILIDADE APLICADA A FINS GERENCIAIS

16.1 Controles e Controlismo

16.2 Controle e Contabilidade para Fins Administrativos

16.3 Instrumentos e Metodologia de Controle Contábil para Fins Administrativos

16.4 Objetos de Controle Interno Contábil

17 GENERALIDADES SOBRE OS CONTROLES ATRAVÉS DE PREVISÕES

17.1 Metas, Projetos, Previsões e Planejamento Estratégico

17.2 Controles Através de Balanços, Fluxos, Padrões e Modelos de Previsões

17.3 Controles Através de Fluxos

18 AUDITORIA INTERNA

18.1 Funções da Auditoria Interna

18.2 Elementos e Requisitos Básicos do Plano da Auditoria Interna

18.3 Procedimentos e Manual da Auditoria Interna

18.4 Poderes, Autoridade e Independencia da Auditoria Interna

18.5 Resultados dos Controles

18.6 Rascunhos dos Trabalhos Executivos da Auditoria Interna

19 CONTROLES FISCAIS E TRIBUTÁRIOS

19.1 Inovações nos Controles Fiscais e Situações Administrativas e Contábeis

19.2 Impacto dos Tributos e Riscos no Planejamento Tributário

20 MODELOS CIENTÍFICOS CONTÁBEIS QUALITATIVOS APLICÁVEIS EM ADMINISTRAÇÃO PATRIMONIAL

20.1 Considerações Gerais sobre os Modelos Científicos em Contabilidade

20.2 Modelos Científicos e Neopatrimonialismo Contábil

20.3 Modelo Científico Universal e Sistema de Funções Patrimoniais

20.4 Generalização do Modelo aos Sistemas de Funções Patrimoniais

20.5 Metodologia para a Aplicação dos Modelos sob o Aspecto Quantitativo

20.6 Variações, Modelos Científicos e Razões sobre as Opiniões do Contador Gerencial

20.7 Considerações sobre uma Hipótese de um Modelo de Eficácia Global

21 MODELOS CIENTÍFICOS CONTÁBEIS QUALITATIVOS RELATIVOS AO EQUILÍBRIO DO CAPITAL

21.1 Modelos Científicos Contábeis Aplicados para Fins Administrativos

21.2 Conceitos e Objeto dos Modelos de Equilíbrio do Capital

21.3 Importantes Estudos sobre o Equilíbrio do Capital na Doutrina Científica da Contabilidade

21.4 Preceitos do Equilíbrio Dinâmico Ligados ao Giro

21.5 Bases de um Modelo Qualitativo do EquilíbrioEstrutural

21.6 Modelos Qualitativos Relativos à Dinâmica do Capital em face do Equilíbrio

21.7 Prosperidade e Equilíbrio

21.8 Aspectos Doutrinários sobre a Renovação e o Equilíbrio Patrimonial

21.9 Funções Patrimoniais Redituais e o Equilíbrio do Capital

22 MODELOS CIENTÍFICOS CONTÁBEIS RELATIVOS AO LUCRO

22.1 Lucros e Realidade

22.2 Aspectos da Doutrina Científica e Fluxo do Rédito Positivo

22.3 Proposições Lógicas e Estrutura do Modelo do Lucro

22.4 Considerações sobre o Futuro do Lucro em face dos Modelos Contábeis

23 PROSPERIDADE E MODELOS CIENTÍFICOS EM CONTABILIDADE

23.1 Novos Conceitos e Evolução Contábil para a Metodologia fundamentada na Prosperidade

23.2 Precauções na Construção de Modelos Contábeis para a Prosperidade

23.3 Considerações Específicas sobre Modelos Contábeis Aplicados a Prosperidade

23.4 Razões entre a Necessidade e a Utilidade dos Elementos Patrimoniais

23.5 Aspectos Formais dos Modelos Teóricos Contábeis

23.6 Necessidades Empresariais e Visão Holística doPatrimônio

23.7 Hieraquia das Necessidades, Desequilíbrios e Estados Particulares da Vida Patrimonial

23.8 Modelos Contábeis e Relevância Funcional

23.9 Conclusões e Futuro Científico

REFERÊNCIAS

ÍNDICE ALFABÉTICO

A

  • Acompanhamento e classificações dos gastos indiretos de produção.
  • Administração. Antecedentes nas teorias contábeis e administrativas.
  • Administração. Funções e desempenhos tradicionais do contador na área administrativa
  • Administração. Fundamentos da teoria clássica de Fábio Besta sobre as ligações entre administração e contabilidade
  • Administração. Hierarquias administrativas e atribuições do contador gerente
  • Administração. Interação nos estudosde contabilidade e administração
  • Administração. Organização administrativa e contábil dos gastos indiretos de produção
  • Administração. Organização contábil e administrativa
  • Administração. Transformações culturais e valor da contabilidade para fins administrativos.
  • Administração e contabilidade como conhecimentos afins.
  • Administração patrimonial. Modelos científicos contábeis qualitativos aplicáveis em administração patrimonial
  • Antecedentes nas teorias contábeis e administrativas
  • Apoio. Organização e controledos serviços de apoio.
  • Aprovações nas faturas de compras
  • Aspectos da doutrina científicae fluxo do rédito positivo
  • Aspectos da organização dos serviços auxiliares da produção
  • Aspectos dos estudos contábeis sobre as dimensões e circunstâncias dos fatos patrimoniais diante da gestão
  • Aspectos doutrinários sobre a renovação e o equilíbriopatrimonial
  • Aspectos formais dos modelos teóricos contábeis.
  • Aspectos impostos pela modernidade ao planejamento estratégico de gestão empresarial
  • Aspectos metodológicos na organizaçãocontábil e provisão dos materiais.
  • Aspectos relevantes em um projeto de investimentos
  • Atribuições da mão-de-obra.
  • Auditoria interna.
  • Auditoria interna. Elementos e requisitos básicos do plano da auditoria interna
  • Auditoria interna. Funções
  • Auditoria interna. Poderes, autoridade e independência da auditoria interna
  • Auditoria interna. Procedimentos e manual da auditoria interna
  • Auditoria interna. Rascunhos dos trabalhos executivos da auditoria interna.

B

  • Balanço. Controles através de balanços, fluxos, padrões e modelos de previsões
  • Bases para a organização de uma contadoria gerencial.

C

  • Caixa. Previsões e circulaçãofinanceira ou de caixa
  • Campos da contabilidade aplicada à gestão reconhecidos tradicionalmente
  • Campos de acontecimentos e os modelos de Tucker
  • Características e critérios dedemonstrações de custos.
  • Ciência contábil. Modelos científicos contábeis qualitativos aplicáveis em administração patrimonial.
  • Ciência moderna. Novos campos e os específicos da «contabilidade aplicada à gestão» face a ciência moderna
  • Circulação financeira. Previsões e circulação financeira ou de caixa
  • Cognição obrigatória. Fatores patrimoniais decognição obrigatória para as previsões
  • Coleta ou licitação de preços.
  • Competição. Investimentos de competição
  • Compra. Aprovações nas faturas de compras.
  • Compra. Distribuições de compras
  • Compra. Ordem de compras
  • Compras. Requisição de compras
  • Conceito. Novos conceitos e evolução contábil para a metodologia fundamentada na prosperidade
  • Conceitos básicos e metodologia na organização contábil da mão-de-obra
  • Conceitos de contabilidade de custos.
  • Conceitos de custos em contabilidade e a relatividade do valor
  • Conceitos e objeto dos modelos de equilíbrio do capital
  • Conceitos fundamentais de organização contábil.
  • Conceitos preliminares sobre as funções administrativas e contábeis relativas às previsões.
  • Conceitos sobre a contabilidade para fins administrativos.
  • Conceituações tradicionais originárias.
  • Concepções e tendências recentes sobre a contabilidade para fins administrativos
  • Conclusões e futuro científico.
  • Considerações contábeis sobre custos complementares, preços e lucro
  • Considerações específicas sobre modeloscontábeis aplicados à prosperidade
  • Considerações gerais sobre os modelos científicos emcontabilidade
  • Considerações sobre a parcela do lucro incorporada ao preço e filosofias da rentabilidade
  • Considerações sobre o futuro do lucro em face dos modelos contábeis
  • Considerações sobre uma hipótese de um modelo de eficácia global.
  • Contabilidade. Antecedentes nas teorias contábeis e administrativas.
  • Contabilidade. Conceitos de custos em contabilidade e a relatividade do valor.
  • Contabilidade. Controle e contabilidade para fins administrativos.
  • Contabilidade. Controles e contabilidade aplicada a fins gerenciais
  • Contabilidade. Fundamentos da teoria clássica de Fábio Besta sobre as ligações entre administração e contabilidade
  • Contabilidade. Importantes estudos sobre o equilíbrio do capital na doutrina científica da contabilidade.
  • Contabilidade. Interação nos estudos de contabilidade e administração.
  • Contabilidade. Modelos científicoscontábeis relativos ao lucro
  • Contabilidade. Modelos contábeis e relevância funcional
  • Contabilidade. Organização administrativa econtábil da mão-de-obra de produção.
  • Contabilidade. Organização administrativa e contábil dos gastos indiretos de produção
  • Contabilidade. Organização administrativa econtábil dos materiais de produção.
  • Contabilidade. Organização administrativa e contábil dos serviços auxiliares da produção
  • Contabilidade. Organização contábil e administrativa
  • Contabilidade. Registros contábeis dos custos
  • Contabilidade. Transformações culturais e valor da contabilidade para fins administrativos.
  • Contabilidade aplicada à gestão. Novos campos e os específicos face a ciência moderna
  • Contabilidade aplicada à gestão reconhecidos tradicionalmente. Campos
  • Contabilidade de custos. Conceitos
  • Contabilidade de custos. Utilidades administrativas
  • Contabilidade e estratégia administrativa
  • Contabilidade para fins administrativos. Campos de acontecimentos e os modelos de Tucker.
  • Contabilidade para fins administrativos. Conceito
  • Contabilidade para fins administrativos. Concepções e tendências recentes.
  • Contabilidade para fins administrativos. Metodologia a partir da essência dos fatos
  • Contador. Funções e desempenhos tradicionais do contador na área administrativa
  • Contador gerencial. Variações, modelos científicos e razões sobre as opiniões do contador gerencial.
  • Contador gerente. Hierarquias administrativas e atribuições do contador gerente
  • Contadoria de custos. Condições essenciais para a organização.
  • Contadoria de custos. Organização.
  • Contadoria específica. Preços: formação e contadoria específica.
  • Contadoria gerencial. Bases para a organização de uma contadoria gerencial.
  • Contadoria gerencial. Organização administrativa.
  • Contas. Plano geral e planos de contas
  • Contribuição. Custos fixos, custos variáveis e margem de contribuição
  • Controle. Generalidades sobre os controles através de previsões
  • Controle contábil. Instrumentos e metodologia de controle contábil para fins administrativos
  • Controle dos materiais. Registros
  • Controle e contabilidade para fins administrativos.
  • Controle e registros do trabalho executado pelo pessoal.
  • Controle interno. Generalidades sobre a organização administrativa e contábil dos controles internos
  • Controle interno contábil. Objetos
  • Controles.
  • Controles. Resultados dos controles
  • Controles através de balanços, fluxos, padrões e modelos de previsões.
  • Controles através de fluxos
  • Controles das previsões
  • Controles de pagamentos relativos à mão-de-obra.
  • Controles e contabilidade aplicada a fins gerenciais
  • Controles e controlismo
  • Controles fiscais e tributários
  • Controles fiscais e tributários
  • Controles sobre a política administrativa.
  • Controles sobre as rotinas de trabalhos.
  • Controles sobre os sistemas de segurança
  • Controlismo e controles
  • Coordenação dos informescoletados. Funções
  • Cultura. Transformações culturais e valor da contabilidade para fins administrativos
  • Custas. Distribuições de custos indiretos por setores ou fases da produção contínua
  • Custo histórico.
  • Custos. Características e critériosde demonstrações de custos.
  • Custos. Conceitos de custos em contabilidade e a relatividade do valor
  • Custos. Distribuições de custos indiretos por obras
  • Custos. Distribuições de custos indiretos por unidades de produtos.
  • Custos. Naturezas de produçãoe distribuição dos custos
  • Custos. Plano de contas de custos
  • Custos. Previsão e planejamento estratégico dos custos
  • Custos. Registros contábeis dos custos
  • Custos complementares.
  • Custos complementares. Considerações contábeis sobre custos complementares, preços e lucro
  • Custos e metodologia da prudência no planejamento estratégico
  • Custos específicos e custos indiretos comuns.
  • Custos figurativos.
  • Custos fixos, custos variáveis e margem de contribuição
  • Custos fixos e variáveis relativamente à quantidade produzida
  • Custos, ineficácia pertinente e perdas por desperdício
  • Custos quanto ao tempo de ocorrência
  • Custos teóricos ou predeterminados

D

  • Demonstração de custos. Características e critérios de demonstrações de custos
  • Desempenhos e funções tradicionais do contador na área administrativa
  • Desequilíbrio. Hierarquia das necessidades, desequilíbrios e estados particulares da vida patrimonial.
  • Desperdício. Custos, ineficácia pertinente e perdas por desperdício
  • Dinâmica do capital. Modelos qualitativos relativos à dinâmica do capital em face do equilíbrio.
  • Distribuições de compras
  • Distribuições de custos indiretos por obras
  • Distribuições de custos indiretos por setores ou fases da produção contínua
  • Distribuições de custos indiretos por unidades de produtos.
  • Doutrina científica. Aspectos da doutrina científica e fluxo dorédito positivo.
  • Doutrina científica da contabilidade. Importantes estudos sobre o equilíbrio do capital na doutrina científica da contabilidade
  • Doutrinas e fatores relevantes na previsão da receita operacional

E

  • Eficácia global. Modelo. Considerações sobre uma hipótese
  • Elemento patrimonial. Razões entre a necessidade e a utilidade dos elementos patrimoniais
  • Elementos e requisitos básicos do plano da auditoria interna
  • Empresa. Previsão e planejamento estratégico geral nas empresas
  • Equilíbrio. Modelos qualitativos relativos à dinâmica do capital em face do equilíbrio.
  • Equilíbrio. Prosperidade e equilíbrio
  • Equilíbrio de capital. Importantes estudos sobreo equilíbrio do capital na doutrina científica da contabilidade.
  • Equilíbrio de capital. Modelos científicos contábeis qualitativos relativos ao equilíbrio do capital.
  • Equilíbrio dinâmico. Preceitos do equilíbrio dinâmico ligados ao giro
  • Equilíbrio do capital. Conceitos e objeto dos modelos.
  • Equilíbrio do capital. Funções patrimoniaisredituais e o equilíbrio do capital
  • Equilíbrio estrutural. Modelo qualitativodo equilíbrio estrutural. Bases
  • Equilíbrio patrimonial. Aspectos doutrinários sobre a renovação e o equilíbrio patrimonial
  • Estratégia administrativa e contabilidade
  • Estratégias de preços e previsões
  • Estudos contábeis. Aspectos dos estudos contábeis sobre as dimensões e circunstâncias dos fatos patrimoniais diante da gestão.
  • Evolução contábil. Novos conceitos e evolução contábil para a metodologia fundamentada na prosperidade.
  • Expansão. Investimentos de expansão.

F

  • Fábio Besta. Fundamentos da teoria clássica de Fábio Besta sobre as ligações entre administração e contabilidade
  • Fases nas previsões.
  • Fatores externos que influem sobre a previsão das vendas e mapas de informes pertinentes
  • Fatores humanos e metodologia nas previsões
  • Fatores importantes na cognição preliminar de influências sobre o comportamento dos custos técnicos
  • Fatores internos importantes na previsão e vendas eventuais
  • Fatores patrimoniais de cognição obrigatória para as previsões
  • Faturas de compras. Aprovações
  • Fim administrativo. Controle e contabilidade para fins administrativos.
  • Fim administrativo. Instrumentos e metodologia de controle contábil para fins administrativos
  • Fim administrativo. Modelos científicos contábeis aplicados para fins administrativos.
  • Fim administrativo. Organização contábil para suprir fins administrativos
  • Fim gerencial. Controles e contabilidade aplicada a fins gerenciais.
  • Financiamento. Planejamento dos investimentos e financiamentos
  • Financiamento. Seleções de investimentos e financiamentos
  • Financiamento de capital. Previsões sobre os financiamentos de capital
  • Fisco. Controles fiscais e tributários
  • Fisco. Controles fiscais e tributários
  • Fluxo. Aspectos da doutrina científica e fluxo do rédito positivo.
  • Fluxos. Controles através de balanços, fluxos, padrões e modelos de previsões.
  • Fluxos. Controles através de fluxos
  • Função administrativa e contábil. Conceitos preliminares sobre as funções administrativas e contábeis relativas às previsões
  • Função patrimonial. Generalização do modelo aos sistemas de funções patrimoniais
  • Função patrimonial. Modelo científico universal e sistema de funções patrimoniais
  • Funções da auditoria interna
  • Funções da coordenação dos informes coletados
  • Funções e desempenhos tradicionais do contador na área administrativa
  • Funções patrimoniais redituais e o equilíbrio do capital
  • Fundamentos da teoria clássica de Fábio Besta sobre as ligações entre administração e contabilidade.
  • Fundamentos lógicos nas relações do capital como orientação no planejamento dos meios de operações
  • Futuro científicoe conclusões.

G

  • Gastos. Acompanhamento e classificações dos gastos indiretos de produção.
  • Gastos. Organização administrativa e contábildos gastos indiretos de produção.
  • Generalidades sobre a organização administrativa e contábil dos controles internos
  • Generalidades sobre os controles através de previsões
  • Generalização do modelo aos sistemas de funções patrimoniais
  • Gerência. Hierarquias administrativas e atribuições do contador gerente
  • Gestão. Aspectos dos estudos contábeis sobre as dimensões e circunstâncias dos fatos patrimoniais diante da gestão
  • Gestão. Campos da contabilidade aplicada àgestão reconhecidos tradicionalmente.
  • Giro. Preceitos do equilíbrio dinâmico ligados ao giro

H

  • Hierarquia das necessidades, desequilíbrios e estados particulares da vida patrimonial.
  • Hierarquias administrativas e atribuições do contador gerente

I

  • Impacto dos tributos e riscos no planejamento tributário.
  • Importantes estudos sobre o equilíbrio do capital na doutrina científica da contabilidade
  • Incorrências e relevância dos gastos indiretos de produção
  • Independência. Poderes, autoridade e independência da auditoria interna
  • Ineficácia pertinente. Custos, ineficácia pertinente e perdas por desperdício
  • Informe contábil. Planos gerais e específicos para o informe contábil e orientação gerencial.
  • Inovações nos controles fiscais e situações administrativas e contábeis.
  • Institucional. Investimentos institucionais.
  • Instrumentos e metodologia de controle contábil para fins administrativos
  • Integrações das previsões de investimentos.
  • Interação nos estudos de contabilidade e administração
  • Introdução.
  • Investimento. Aspectos relevantes em um projeto de investimentos.
  • Investimento. Integrações das previsões de investimentos
  • Investimento. Planejamento dos investimentos e financiamentos
  • Investimento. Seleções de investimentos e financiamentos
  • Investimentos de competição
  • Investimentos de expansão.
  • Investimentos de substituição, reposição, atualização para a manutenção da força produtiva.
  • Investimentos institucionais

L

  • Licitação e coleta de preços
  • Lucro. Considerações contábeis sobre custos complementares, preços e lucro
  • Lucro. Considerações sobre a parcela do lucro incorporada ao preço e filosofias da rentabilidade.
  • Lucro. Considerações sobre o futuro do lucro em face dos modelos contábeis
  • Lucro. Modelos científicos contábeis relativos ao lucro
  • Lucro. Proposições lógicas e estrutura do modelo do lucro
  • Lucro operacional. Operações e previsão do lucro operacional.
  • Lucros e realidade

M

  • Manual e procedimentos da auditoria interna.
  • Mão-de-obra. Atribuições da mão-de-obra.
  • Mão-de-obra. Controles de pagamentos relativos à mão-de-obra.
  • Mão-de-obra. Ônus sobre a mão-de-obra
  • Mão-de-obra. Organização administrativa e contábil da mão-de-obra de produção
  • Mapas de informes. Fatores externos que influem sobre a previsão das vendas e mapas de informes pertinentes
  • Materiais. Requisição de materiais e devoluções internas
  • Materiais. Recepção de materiais.
  • Medidas de produtividade
  • Metas, projetos, previsões e planejamento estratégico
  • Metodologia. Aspectos metodológicos na organização contábil e provisão dos materiais
  • Metodologia. Fatores humanos e metodologia nas previsões
  • Metodologia. Novos conceitos e evolução contábil para a metodologia fundamentada na prosperidade
  • Metodologia e custos da prudência no planejamento estratégico
  • Metodologia e instrumentos de controle contábil para fins administrativos.
  • Metodologia para a aplicação dos modelos sob o aspecto quantitativo
  • Metodologias da contabilidade para fins administrativos a partir da essência dos fatos
  • Modelo científico quantitativo. Metodologia para a aplicação dos modelos sob o aspecto quantitativo
  • Modelo científico universal e sistema de funções patrimoniais
  • Modelo contábil. Considerações específicas sobre modelos contábeis aplicados à prosperidade
  • Modelo contábil. Considerações sobre o futuro do lucro em face dos modelos contábeis
  • Modelo contábil. Precauções na construção de modelos contábeis para a prosperidade
  • Modelo de eficácia global. Considerações sobre uma hipótese
  • Modelo qualitativo do equilíbrio estrutural. Bases.
  • Modelos científicos. Variações, modelos científicos e razões sobre as opiniões do contador gerencial.
  • Modelos científicos contábeis aplicados para fins administrativos.
  • Modelos científicos contábeis qualitativos aplicáveis em administração patrimonial
  • Modelos científicos contábeis qualitativos relativos ao equilíbrio do capital.
  • Modelos científicos contábeis relativos ao lucro
  • Modelos científicos e neopatrimonialismo contábil
  • Modelos científicos em contabilidade. Considerações gerais
  • Modelos contábeis e relevância funcional
  • Modelos qualitativos relativos à dinâmica do capital em face do equilíbrio
  • Modelos teóricos contábeis. Aspectos formais.

N

  • Natureza dos serviços auxiliares da produção
  • Naturezas de produção e distribuição dos custos.
  • Necessidade. Hierarquia das necessidades, desequilíbrios e estados particulares da vida patrimonial.
  • Necessidade. Razões entre a necessidade e a utilidade dos elementos patrimoniais
  • Necessidades empresariais e visão holística do patrimônio
  • Neopatrimonialismo contábil e modelos científicos.
  • Novos campos e os específicos da "contabilidade aplicada à gestão" face a ciência moderna.
  • Novos conceitos e evolução contábil para a metodologia fundamentada na prosperidade

O

  • Objeto e conceitos dos modelos de equilíbriodo capital
  • Objetos de controle interno contábil
  • Ônus sobre a mão-de-obra
  • Operações e previsão do lucro operacional
  • Ordem de compras
  • Organização administrativa de uma contadoria gerencial.
  • Organização administrativa e contábil. Generalidades sobre a organização administrativa e contábil dos controles internos.
  • Organização administrativa e contábilda mão-de-obra de produção
  • Organização administrativa e contábil dosgastos indiretos de produção
  • Organização administrativa e contábildos materiais de produção
  • Organização administrativa e contábil dosserviços auxiliares da produção
  • Organização contábil. Aspectos metodológicos na organização contábil e provisão dos materiais.
  • Organização contábil. Conceitos fundamentais.
  • Organização contábil eadministrativa.
  • Organização contábil para suprir fins administrativos
  • Organização da contadoria de custos
  • Organização de uma contadoria gerencial. Bases.
  • Organização e controle dos serviços de apoio
  • Orientação gerencial. Planos gerais e específicos para o informe contábil e orientação gerencial.

P

  • Padrões. Controles através de balanços, fluxos, padrões e modelos de previsões.
  • Pagamento. Controles de pagamentos relativos à mão-de-obra.
  • Patrimônio. Aspectos dos estudos contábeis sobre as dimensões e circunstâncias dos fatos patrimoniais diante da gestão
  • Patrimônio. Fatores patrimoniais de cognição obrigatória para as previsões
  • Patrimônio. Necessidades empresariais e visão holística do patrimônio
  • Patrimônio reditual. Funções patrimoniais redituais e o equilíbrio do capital.
  • Perdas. Custos, ineficácia pertinente e perdas por desperdício
  • Planejamento. Previsões, planejamento e planos de controle e estratégicos
  • Planejamento dos investimentos e financiamentos.
  • Planejamento estratégico. Custos e metodologia da prudência no planejamento estratégico
  • Planejamento estratégico e previsão das receitas operacionais
  • Planejamento estratégico e previsão dos custos
  • Planejamento estratégico e previsão geral nas empresas.
  • Plano de contas de custos
  • Plano de controle. Previsões, planejamento e planos de controle e estratégicos
  • Plano estratégico. Previsões, planejamento e planos de controle e estratégicos.
  • Plano geral e planos de contas
  • Planos gerais e específicos para o informe contábil e orientação gerencial.
  • Poderes, autoridade e independência da auditoria interna.
  • Política administrativa. Controles
  • Precauções na construção de modeloscontábeis para a prosperidade
  • Preceitos do equilíbrio dinâmico ligados ao giro.
  • Preço. Coleta ou licitação de preços
  • Preço. Considerações sobre a parcela do lucro incorporada ao preço e filosofias da rentabilidade.
  • Preços. Considerações contábeis sobre custos complementares, preços e lucro
  • Preços. Estratégias de preços e previsões
  • Preços: formação e contadoria específica
  • Preliminares sobre a gestão a partir dos custos de produção.
  • Previsão. Doutrinas e fatores relevantes na previsão da receita operacional
  • Previsão de investimento. Integrações das previsões de investimentos.
  • Previsão de vendas. Fatores externos que influem sobre a previsão das vendas e mapas de informes pertinentes
  • Previsão de vendas. Fatores internos importantes na previsão e vendas eventuais
  • Previsão e planejamento estratégico das receitas operacionais
  • Previsão e planejamento estratégico dos custos
  • Previsão e planejamento estratégico geral nas empresas.
  • Previsões. Conceitos preliminares sobre as funções administrativas e contábeis relativas às previsões
  • Previsões. Considerações sobre as previsões.
  • Previsões. Controles através de balanços,fluxos, padrões e modelos de previsões
  • Previsões. Controles das previsões
  • Previsões. Estratégias de preços e previsões.
  • Previsões. Fases nas previsões
  • Previsões. Fatores humanos e metodologia nas previsões
  • Previsões. Fatores patrimoniais de cognição obrigatória para as previsões.
  • Previsões. Generalidades sobre os controles através de previsões.
  • Previsões e circulação financeira ou de caixa.
  • Previsões, planejamento e planos de controle e estratégicos.
  • Previsões sobre os financiamentos de capital
  • Previsões sobre os resultados esperados com os investimentos.
  • Procedimentos e manual da auditoria interna
  • Produção. Acompanhamento e classificaçõesdos gastos indiretos de produção
  • Produção. Custos fixos e variáveis relativamente à quantidade produzida.
  • Produção. Distribuições de custos indiretos por setores ou fases da produção contínua.
  • Produção. Natureza dos serviços auxiliares da produção.
  • Produção. Naturezas de produçãoe distribuição dos custos
  • Produção. Organização administrativa e contábil da mão-de-obra de produção
  • Produção. Organização administrativa e contábil dos gastos indiretos de produção.
  • Produção. Organização administrativa e contábil dos materiais de produção
  • Produção. Organização administrativa e contábildos serviços auxiliares da produção.
  • Produção. Registros e arquivos do pessoal de produção
  • Produtividade. Investimentos de substituição, reposição, atualização para a manutenção da força produtiva.
  • Produtividade. Medidas de produtividade
  • Produtos. Distribuições de custos indiretos por unidades de produtos
  • Profissão. Funções e desempenhos tradicionais do contador na área administrativa
  • Proposições lógicas e estrutura do modelo do lucro.
  • Prosperidade. Considerações específicas sobre modelos contábeis aplicados à prosperidade.
  • Prosperidade. Novos conceitos e evolução contábil para a metodologia fundamentada na prosperidade
  • Prosperidade. Precauções na construção de modelos contábeis para a prosperidade.
  • Prosperidade e equilíbrio.
  • Prosperidade e modelos científicos em contabilidade
  • Provisão de materiais. Aspectos metodológicos na organização contábil e provisão dos materiais.
  • Prudência. Custos e metodologia da prudência no planejamento estratégico

Q

  • Qualidades na organização dos controles internos
  • Quantitatividade. Metodologia para a aplicaçãodos modelos sob o aspecto quantitativo

R

  • Rascunhos dos trabalhos executivos da auditoria interna
  • Razões entre a necessidade e a utilidade dos elementos patrimoniais
  • Realidade e lucros
  • Receita operacional. Doutrinas e fatores relevantes na previsão da receita operacional
  • Recepção de materiais
  • Rédito positivo. Aspectos da doutrina científica e fluxo dorédito positivo
  • Referências
  • Registro. Controle e registros do trabalho executado pelo pessoal
  • Registros contábeis dos custos
  • Registros de controle dos materiais
  • Registros e arquivos do pessoal de produção
  • Relevância funcional. Modelos contábeis e relevância funcional.
  • Renovação. Aspectos doutrinários sobre arenovação e o equilíbrio patrimonial
  • Rentabilidade. Considerações sobre a parcela do lucro incorporada ao preço e filosofias da rentabilidade
  • Reposição. Investimentos de substituição, reposição, atualização para a manutenção da força produtiva.
  • Requisição de compras.
  • Requisição de materiais e devoluções internas.
  • Resultados dos controles

S

  • Seleções de investimentos e financiamentos
  • Serviços auxiliares da produção. Organização administrativa e contábil dos serviços auxiliares da produção.
  • Sistemas de segurança. Controles
  • Substituição. Investimentos de substituição, reposição, atualização para a manutenção da força produtiva.

T

  • Tendências e concepções recentes sobre a contabilidade para fins administrativos.
  • Teoria clássica. Fundamentos da teoria clássica de Fábio Besta sobre as ligações entre administração e contabilidade
  • Trabalho. Controle e registros do trabalho executado pelo pessoal
  • Trabalho. Controles sobre as rotinas de trabalhos
  • Trabalhos executivos da auditoria interna. Rascunhos.
  • Transformações culturais e valor da contabilidade para fins administrativos
  • Tributário. Controles fiscais e tributários
  • Tributário. Controles fiscais e tributários
  • Tucker. Campos de acontecimentos e os modelos de Tucker.

U

  • Utilidade. Razões entre a necessidade e a utilidade dos elementos patrimoniais
  • Utilidades administrativas da contabilidade de custos

V

  • Valor. Conceitos de custos em contabilidade e a relatividade do valor
  • Variações, modelos científicos e razões sobre as opiniões do contador gerencial
  • Vendas. Fatores internos importantes na previsão e vendas eventuais
  • Vida patrimonial. Hierarquia das necessidades, desequilíbrios e estados particulares da vida patrimonial.
  • Visão holística do patrimônio e necessidades empresariais
INDIQUE ESSA OBRA

Indique essa obra para um amigo:

De:

Nome:

E-mail:

Informe apenas 1 email por vez

Para:

Nome:

E-mail:

Informe apenas 1 email por vez


Mensagem: