Psicólogo nas Ações de Qualidade de Vida, O - Possibilidades de Intervenção nos Ambientes Físico e Psicossocial das Organizações

Michele Trierweiler e Narbal Silva

Leia na Biblioteca Virtual
de: R$ 49,90 * por
Parcele em até 6x sem juros no cartão. Parcela mínima de R$ 20,00
* Desconto não cumulativo com outras promoções, incluindo P.A.P. e Cliente Fiel
FICHA TÉCNICA
Autor(es): Michele Trierweiler e Narbal Silva
ISBN: 978853623036-8
Acabamento: Brochura
Número de Páginas: 188
Publicado em: 13/08/2010
Área(s): Psicologia - Organizacional e do Trabalho
CONFIRA TAMBÉM
SINOPSE

O livro O Psicólogo nas Ações de Qualidade de Vida: possibilidades de intervenção nos ambientes físico e psicossocial das organizações tem um texto apaixonado e apaixonante dentro de rigorosos padrões acadêmicos. Sua leitura é reveladora e informativa nos aspectos históricos, na dinâmica da implantação nas empresas, na metapesquisa em segmentos empresariais e, especialmente, no relato dos psicólogos que atuam com programas de qualidade de vida nas organizações. A cuidadosa retrospectiva destes temas mostra, de um lado a dedicação da pesquisadora Michele Trierweiler, e de outro a presença do seu orientador Narbal Silva em uma sintonia exemplar no desenvolvimento da pesquisa e na sua finalização. Por outro lado, este livro revela importante consciência dos desafios que se apresentam nestes próximos anos... Foi um prazer ler, concordar, e acompanhar as considerações que projetam muitos novos compromissos nesta direção. Vivenciar a surpresa do detalhe relatado sobre os Programas de Qualidade de Vida no Trabalho – um tema que tanto prezo – tem um diferencial (leia-se “sabor especial”) quando observado no contexto do trabalho do psicólogo.

Trecho extraído do prefácio feito pela Professora Doutora Ana Cristina Limongi França da Universidade de São Paulo - FEAEAD.

AUTOR(ES)

Michele Trierweiler é Mestra em Psicologia da Universidade Federal de Santa Catarina; graduada em Psicologia pela Universidade Federal de Santa Catarina; graduanda em Medicina pela Universidade do Planalto Catarinense.

Narbal Silva é Doutor em Engenharia de Produção pela Universidade Federal de Santa Catarina (2001); Mestre em Administração pela Universidade Federal de Santa Catarina (1990); Especialista em Psicologia Organizacional e do Trabalho (Título conferido pelo Conselho Federal de Psicologia); graduado em Psicologia pela Universidade Federal de Santa Catarina (1984). Professor adjunto IV do Departamento de Psicologia e do Programa de Pós-graduação em Psicologia da Universidade Federal de Santa Catarina. Produz conhecimentos e realiza intervenções referentes ao Comportamento Humano nas Organizações, em especial, a respeito dos seguintes assuntos: Cultura Organizacional, Aprendizagem Humana nas Organizações, Organizações como fenômenos socialmente construídos, Qualidade de Vida no Trabalho e Orientação e Projeto de Vida no Pós-Carreira.

 


 

SUMÁRIO

1 Possibilidades de atuação do psicólogo em ações de qualidade de vida nas organizações

1.1 Comportamento humano e a QVT nas organizações de trabalho

1.2 Possibilidades de atuação do psicólogo em ações de qualidade de vida nas organizações

1.3 Programas de qualidade de vida nas organizações de trabalho

1.4 Atuação do psicólogo em programas de qualidade de vida nas organizações de trabalho

2 Método

2.1 Escolha das organizações

2.2 Participantes

2.3 Fontes de informação

2.4 Situação e ambiente

2.5 Equipamento e material

2.6 Procedimentos

2.6.1 Decomposição de variáveis

2.6.2 Contato com os psicólogos participantes da pesquisa e com os dirigentes das organizações de trabalho

2.6.3 Técnicas de coleta e análise de dados

3 Descrição e interpretação dos resultados

3.1 Elaborar políticas de QVT

3.1.1 Descrição do comportamento "Elaborar políticas de QVT"

3.1.2 Processo de participação dos psicólogos na elaboração de políticas de QVT nas organizações de trabalho

3.1.3 Características da atuação dos psicólogos em "Elaborar políticas de QVT"

3.2 "Planejar" ações e programas de QVT

3.2.1 Descrição do comportamento "Planejar"

3.2.2 Participação dos psicólogos no planejamento dos programas de QVT nas organizações de trabalho

3.2.3 Características da atuação dos psicólogos em "Planejar"

3.3 "Sensibilizar" trabalhadores e dirigentes para a implementação dos programas de QVT na organização de trabalho

3.3.1 Descrição do comportamento "Sensibilizar"

3.3.2 Processo de participação dos psicólogos na sensibilização para a QVT nas organizações de trabalho

3.3.3 Características da atuação dos psicólogos em "Sensib ilizar"

3.4 "Executar" ações pertencentes ao programa de QVT

3.4.1 Descrição do comportamento "Executar"

3.4.2 Participação dos psicólogos na execução das ações dos programas de QVT nas organizações de trabalho

3.4.3 Características da atuação dos psicólogos em "Executar"

3.5 "Avaliar" resultados do programa de QVT

3.5.1 Descrição do comportamento "Avaliar"

3.5.2 Participação dos psicólogos na avaliação das ações dos programas de QVT nas organizações de trabalho pesquisadas

3.5.3 Características da atuação dos psicólogos em "Avaliar"

3.6 "Comunicar resultados" do programa de QVT às pessoas na organização

3.7 "Aperfeiçoar" as ações relacionadas ao programa de QVT na organização de trabalho

4 Considerações finais

Referências

Apêndice

ÍNDICE ALFABÉTICO

A

  • Ações programadas. Participação dospsicólogos na avaliação das ações dos programas de QVT nas organizações de trabalho pesquisadas.
  • Apêndice
  • «Aperfeiçoar» as ações relacionadas ao programa de QVT na organização de trabalho.
  • Atuação do psicólogo em programas de qualidade de vida nas organizações de trabalho.
  • «Avaliar». Características da atuação dos psicólogos em «Avaliar»
  • «Avaliar». Descrição do comportamento «Avaliar»
  • «Avaliar» resultados do programa de QVT.

C

  • Características da atuação dospsicólogos em «Avaliar»
  • Características da atuação dos psicólogos em «Elaborar políticas de QVT»
  • Características da atuação dospsicólogos em «Executar»
  • Características da atuação dospsicólogos em «Planejar»
  • Características da atuação dos psicólogos em «Sensibilizar»
  • Coleta e análise dedados. Técnicas
  • Comportamento. Descrição docomportamento «Avaliar»
  • Comportamento humano e a QVT nas organizações de trabalho.
  • «Comunicar resultados» do programa de QVT às pessoas na organização.
  • Considerações finais.
  • Contato com os psicólogos participantes da pesquisa e com os dirigentes das organizações de trabalho.

D

  • Decomposição de variáveis. Método. Pesquisa.
  • Descrição do comportamento «Avaliar»
  • Descrição do comportamento «Elaborar políticasde QVT»
  • Descrição do comportamento «Executar»
  • Descrição do comportamento «Planejar»
  • Descrição do comportamento «Sensibilizar»
  • Dirigente. «Sensibilizar» trabalhadores e dirigentes para a implementação dos programas de QVT na organização de trabalho

E

  • Elaborar políticas de QVT.
  • «Elaborar políticas de QVT». Características da atuação dos psicólogos em «Elaborar políticas de QVT».
  • Equipamento e material. Método. Pesquisa.
  • Escolha das organizações
  • «Executar» ações pertencentes ao programa de QVT

F

  • Fontes de informação.Método. Pesquisa

M

  • Método. Pesquisa.
  • Método. Pesquisa. Descrição einterpretação dos resultados.
  • Método. Pesquisa. Equipamento e material.
  • Método. Pesquisa. Fontes de informação
  • Método. Pesquisa.Procedimentos
  • Método. Pesquisa. Técnicas decoleta e análise de dados.

O

  • Organização. Comportamento humano e a QVT nas organizações de trabalho.
  • Organização. Comunicar resultados» do programa de QVT às pessoas na organização.
  • Organização. Possibilidades de atuaçãodo psicólogo em ações de qualidade de vida nas organizações
  • Organização. Possibilidades de atuaçãodo psicólogo em ações de qualidade de vida nas organizações
  • Organização. Programas de qualidade de vida nas organizações de trabalho.
  • Organizações de trabalho. «Aperfeiçoar» as ações relacionadas ao programa de QVT na organização de trabalho
  • Organizações de trabalho. Atuação do psicólogo em programas de qualidade de vida nas organizações de trabalho.
  • Organizações de trabalho. Contato com os psicólogos participantes da pesquisa e com os dirigentes das organizações de trabalho.
  • Organizações de trabalho. Participação dos psicólogos na execução das ações dos programas de QVT nas organizações de trabalho.
  • Organizações de trabalho. Participação dos psicólogos no planejamento dos programas de QVT nas organizações de trabalho.
  • Organizações de trabalho. Processode participação dos psicólogos na elaboração de políticas de QVT nasorganizações de trabalho
  • Organizações de trabalho. Processode participação dos psicólogos na sensibilização para a QVT nas organizações de trabalho
  • Organizações de trabalho. «Sensibilizar» trabalhadores e dirigentes para a implementação dos programas de QVT na organização de trabalho.
  • Organizações de trabalho pesquisadas. Participação dos psicólogos na avaliação das ações dos programas de QVT nas organizações de trabalho pesquisadas.

P

  • Participação dos psicólogos na avaliação das ações dos programas de QVT nas organizações de trabalho pesquisadas.
  • Participação dos psicólogos na execução das ações dos programas de QVT nas organizações de trabalho.
  • Participação dos psicólogos no planejamento dos programas de QVT nas organizações de trabalho
  • Participantes. Método. Pesquisa.
  • Pesquisa. Contato com os psicólogos participantes da pesquisa e com os dirigentes das organizações de trabalho
  • Pesquisa. Descrição e interpretação dos resultados.
  • Pesquisa. Método
  • Pesquisa. Técnicas de coleta e análise de dados.
  • «Planejar». Características da atuação dos psicólogos em «Planejar»
  • «Planejar» ações e programas de QVT.
  • Possibilidades de atuação do psicólogo em ações de qualidade de vida nas organizações
  • Possibilidades de atuação do psicólogo em ações de qualidade de vida nas organizações
  • Procedimentos. Método. Pesquisa.
  • Processo de participação dos psicólogos na elaboração de políticas de QVT nas organizações de trabalho.
  • Processo de participação dos psicólogos na sensibilização para a QVT nas organizações de trabalho
  • Profissão. Possibilidades de atuação do psicólogo em ações de qualidade de vida nas organizações
  • Programas de qualidade de vida nas organizações de trabalho
  • Psicólogo. Atuação do psicólogo em programas de qualidade de vida nas organizações de trabalho
  • Psicólogo. Características da atuação dos psicólogos em «Elaborar políticas de QVT».
  • Psicólogo. Características da atuaçãodos psicólogos em «Planejar».
  • Psicólogo. Contato com os psicólogos participantes da pesquisa e com os dirigentes das organizações de trabalho
  • Psicólogo. Possibilidades de atuação do psicólogo em ações de qualidade de vida nas organizações
  • Psicólogo. Possibilidades de atuação do psicólogo em ações de qualidade de vida nas organizações
  • Psicólogo. Processo de participação dos psicólogos na elaboração de políticas de QVT nas organizações de trabalho.
  • Psicólogo. Processo de participaçãodos psicólogos na sensibilização para a QVT nas organizações de trabalho
  • Psicólogos. Características da atuaçãodos psicólogos em «Sensibilizar»
  • Psicólogos. Características da atuação dos psicólogos em «Avaliar»

Q

  • QVT. «Aperfeiçoar» as ações relacionadas ao programa de QVT na organização de trabalho.
  • QVT. «Avaliar» resultados do programa de QVT.
  • QVT. Comportamento humano e a QVT nas organizações de trabalho.
  • QVT. «Comunicar resultados» do programa de QVT às pessoas na organização.
  • QVT. Elaborar políticas deQVT.
  • QVT. «Executar» ações pertencentes ao programa de QVT.
  • QVT. Participação dos psicólogos na avaliação das ações dos programas de QVT nas organizações de trabalho pesquisadas
  • QVT. Participação dos psicólogos na execução das ações dos programas de QVT nas organizações de trabalho
  • QVT. Participação dos psicólogos no planejamento dos programas de QVT nas organizações de trabalho.
  • QVT. «Planejar» ações e programas de QVT
  • QVT. Processo de participação dospsicólogos na elaboração de políticas de QVT nas organizações de trabalho
  • QVT. Processo de participação dos psicólogos na sensibilização para a QVT nas organizações de trabalho.
  • QVT. «Sensibilizar» trabalhadores e dirigentes para a implementação dos programas de QVT na organização de trabalho
  • Qualidade de vida. Atuação do psicólogo em programas de qualidade de vida nas organizações de trabalho
  • Qualidade de vida. Elaborar políticas de QVT.
  • Qualidade de vida. Possibilidades de atuação do psicólogo em ações de qualidade de vida nas organizações.
  • Qualidade de vida. Possibilidades de atuação do psicólogo em ações de qualidade de vida nas organizações.
  • Qualidade de vida. Programas de qualidade de vida nas organizações de trabalho.
  • Qualidade de vida no trabalho. Comportamento humano e a QVT nas organizações de trabalho.
  • Qualidade de vida no trabalho. «Executar» ações pertencentes ao programa de QVT.
  • Qualidade de vida no trabalho. Participação dos psicólogos na execução das ações dos programas de QVT nas organizações de trabalho.
  • Qualidade de vida no trabalho. «Planejar» ações e programas de QVT.

R

  • Referências.
  • Resultado. Comunicar resultados» do programa de QVT às pessoas na organização.
  • Resultados. «Avaliar» resultados do programa de QVT

S

  • «Sensibilizar». Características da atuação dos psicólogos em «Sensibilizar»
  • «Sensibilizar» trabalhadores e dirigentes para a implementação dos programas de QVT na organização de trabalho.
  • Situação e ambiente. Método. Pesquisa.

T

  • Técnicas de coleta eanálise de dados.
  • Trabalhador. «Sensibilizar» trabalhadores e dirigentes para a implementação dos programas de QVT na organização de trabalho.
  • Trabalho. Elaborar políticas de QVT
  • Trabalho. Possibilidades de atuação do psicólogo em ações de qualidade de vida nas organizações
  • Trabalho. Programas de qualidade de vida nas organizações de trabalho
INDIQUE ESSA OBRA

Indique essa obra para um amigo:

De:

Nome:

E-mail:

Informe apenas 1 email por vez

Para:

Nome:

E-mail:

Informe apenas 1 email por vez


Mensagem: