Positivismo, Monarquismo, Autoritarismo, Coronelismo, Populismo - Reflexões sobre a Política e História

Ricardo Luiz de Souza

Preço:
Parcele em até 6x sem juros no cartão. Parcela mínima de R$ 20,00
FICHA TÉCNICA
Autor(es): Ricardo Luiz de Souza
ISBN: 978853623236-2
Acabamento: Brochura
Número de Páginas: 264
Publicado em: 15/12/2010
Área(s): Literatura e Cultura - Política, História e Filosofia
CONFIRA TAMBÉM
SINOPSE

O positivismo e o monarquismo foram movimentos políticos que se desenvolveram em franca oposição no período posterior à Proclamação, com o positivismo herdando atores e ideias que pertenceram ao republicanismo. Mas ambos os movimentos apresentaram, ao mesmo tempo, convergências em seu modus operandi e na análise que seus membros efetuaram da realidade brasileira de seu tempo.

O autoritarismo é uma vertente fundamental do pensamento político contemporâneo, e Carl Schmitt foi um de seus representantes mais polêmicos, influentes e articulados. No Brasil, o pensamento autoritário foi utilizado para fundamentar a eclosão e consolidação de dois regimes políticos, mas formou, também, um conjunto de ideias compartilhado por autores de importância crucial no pensamento social brasileiro.

O populismo e o coronelismo foram práticas políticas de vital importância em determinadas etapas da história política brasileira, e suas características, superação ou permanência, geraram um longo debate, que se situa no cerne do pensamento político produzido em nosso país.

São estes os temas fundamentais que Ricardo Luiz de Souza aborda na presente obra, articulando-os e, ao mesmo tempo, trabalhando-os em sua especificidade.

AUTOR(ES)

Ricardo Luiz de Souza é Mestre em Sociologia e Doutor em História pela UFMG e pós-doutorando em História pela UNESP. Professor do UNIFEMM- Centro Universitário de Sete Lagoas. Autor de Identidade nacional e modernidade brasileira: o diálogo entre Sílvio Romero, Euclides da Cunha, Câmara Cascudo e Gilberto Freyre (Belo Horizonte, Autêntica, 2007), Identidade nacional, raça e autoritarismo: a Revolução de 1930 e a interpretação do Brasil (São Paulo, LCTE, 2008), Nativismos: conflitos e pactos na América Portuguesa (São Paulo, LCTE, 2009) e de mais de 50 artigos publicados em revistas acadêmicas.

INDIQUE ESSA OBRA

Indique essa obra para um amigo:

De:

Nome:

E-mail:

Informe apenas 1 email por vez

Para:

Nome:

E-mail:

Informe apenas 1 email por vez


Mensagem: