Mazagão Velho - Diásporas Negras, Performance e Oralidade no Baixo Amazonas

Geraldo Peçanha de Almeida

Leia na Biblioteca Virtual
Preço:
Parcele em até 6x sem juros no cartão. Parcela mínima de R$ 20,00
FICHA TÉCNICA
Autor(es): Geraldo Peçanha de Almeida
ISBN: 978853623382-6
Acabamento: Brochura
Número de Páginas: 190
Publicado em: 10/06/2011
Área(s): Literatura e Cultura - Diversos
CONFIRA TAMBÉM
SINOPSE

O livro conta a história de uma comunidade de negros que vive na Amazônia brasileira. Especificamente no Estado do Amapá. Esses negros têm origem em outra comunidade do Marrocos e foram trazidos, seus primeiros habitantes, por conta da mudança forçada da família real portuguesa do Marrocos, em localidade do mesmo nome Mazagão. Do Marrocos eles foram levados para Portugal e de Portugal chegaram a Belém, já no Brasil. Aqui foram alocados no que hoje é o Estado do Amapá. Ali eles preservam muito de suas culturas híbridas – portuguesa em função do colonizador, marroquina, em função da origem de seus antepassados e indígenas, em função da vivência e da proximidade com estes povos.
Esta comunidade é ímpar em todos os sentidos. Eles possuem um calendário próprio de comemorações, tem a festa de São Tiago, mais antiga das Américas e é, sem nenhuma dúvida, absolutamente desconhecida pelos brasileiros. Este livro traz a cultura deste povo, seus sonhos, suas transladações e principalmente, suas histórias, e são muitas.

AUTOR(ES)

Geraldo Peçanha de Almeida é Doutor pela Universidade Federal de Santa Catarina – UFSC; Mestre pela Universidade Federal do Paraná – UFPR; formado em Educação pela Universidade Estadual de São Paulo – Unesp. Professor da Universidade Federal do Paraná – UFPR. É autor de mais de 30 livros na área de educação. Já trabalhou em todos os Estados brasileiros como palestrante. Foi Professor e Coordenador de ensino superior do Grupo Positivo e da Fundação Getulio Vargas. Atua como Consultor para o Grupo Pitágoras e já prestou consultoria para o MEB, órgão ligado à CNBB – Confederação Nacional dos Bispos do Brasil. Tem como orgulho o fato de ter sido Professor, por nove anos, de educação infantil e de alfabetização. Porém seu maior desafio foi ser palestrante e professor em Moçambique, na ÁFRICA em fevereiro de 2011- ofício que mudará, para sempre, sua trajetória profissional.

SUMÁRIO

Preâmbulo

Introdução

Performance: Marabaixo e Batuque como Elementos de Resistência

As Canções de Marabaixo e Batuque

Simbologia das Formas, dos Objetos, dos Gestos, e das Ocorrências no Marabaixo, no Batuque e nas Festas Religiosas de Mazagão

Oralituras em Mazagão Velho

Memória e esquecimento: a resistência pela presença do indizível

Dona Maria: a Pega-Menino

Os Tempos e as Passagens

Considerações Finais

Referências

ANEXO

INDIQUE ESSA OBRA

Indique essa obra para um amigo:

De:

Nome:

E-mail:

Informe apenas 1 email por vez

Para:

Nome:

E-mail:

Informe apenas 1 email por vez


Mensagem: