Sombra da Fazenda, À - A Pequena Propriedade Agrícola no Século XIX

Adelci Silva dos Santos

Leia na Biblioteca Virtual
FICHA TÉCNICA
Autor(es): Adelci Silva dos Santos
ISBN: 978853623839-5
Acabamento: Brochura
Número de Páginas: 136
Publicado em: 05/07/2012
Área(s): Literatura e Cultura - Política, História e Filosofia; Literatura e Cultura - Diversos
CONFIRA TAMBÉM
SINOPSE

O objeto de estudo da presente obra são as modalidades de unidades agrícolas presentes no período histórico oitocentista, que, diante da carência e consequente procura por alimentos, não permitiu que os pequenos produtores, sitiantes e foreiros desaparecessem, mas, ao contrário, propiciou não apenas a sua sobrevivência, como também provocou o seu crescimento, a tal ponto, que essas se tornam as responsáveis pela manutenção da economia cafeeira da época.

A proposta deste trabalho foi ressaltar a importância das pequenas e médias propriedades para a vigência de uma economia agroexportadora, que tem sido tradicionalmente focada pela historiografia brasileira ou brasilianista, como uma economia monopolizada por grandes latifúndios possuidores de vasta escravaria.

Assim sendo, o caminho escolhido foi o de não estender este estudo em tratados teóricos e historiográficos sobre a brecha camponesa e seus desdobramentos sociais, econômicos e ideológicos, embora sua importância em momento algum tenha sido ignorada. O objetivo está apontado para outro alvo: a Pequena Propriedade na Vassouras Oitocentista, e é a ele que se dedica o teor desta pesquisa, apresentando-se como uma clara, nítida e profunda radiografia da estrutura econômica da atividade cafeeira escravista do Império Brasileiro.

AUTOR(ES)

Adelci Silva dos Santos é Mestre em História Social; Graduado e Pós-Graduado em História pela Universidade Severino Sombra - RJ; Professor de Graduação e Pós-Gradução de Diversas Instituições de Ensino Superior; Doutorando do Curso de Sociologia da Universidade do Estado do Rio de Janeiro - UERJ.

SUMÁRIO

INTRODUÇÃO

Capítulo I - A PEQUENA PROPRIEDADE E SUA FACE SOCIAL Cabinda Werneck: Negro Senhor

A Escrava América: A Ascensão da Senzala

Capítulo II - O SURGIMENTO E DESENVOLVIMENTO DA CULTURA CAFEEIRA

Capítulo III - A CARACTERIZAÇÃO DA PROPRIEDADE AGRÁRIA

A Pequena Propriedade: Uma Engrenagem Importante

Capítulo IV - 1880: UMA DÉCADA SOMBRIA

O Grande Latifúndio: Uma Empresa com Várias Filiais

Capítulo V - A GRANDE FAZENDA E SUAS NECESSIDADES

Capítulo VI - ESCRAVOS: NEGRAS VIDAS, RUBRAS COLHEITAS

A Valorização Crescente dos Escravos

CONCLUSÃO

REFERÊNCIAS

ANEXOS

INDIQUE ESSA OBRA

Indique essa obra para um amigo:

De:

Nome:

E-mail:

Informe apenas 1 email por vez

Para:

Nome:

E-mail:

Informe apenas 1 email por vez


Mensagem: