Atenção Psicológica e Cenários Sociais - Ação Clínica, Instituições e Políticas Públicas na Promoção da Cidadania

Tatiana Benevides Magalhães Braga

Leia na Biblioteca Virtual
Preço:
Parcele em até 6x sem juros no cartão. Parcela mínima de R$ 20,00
FICHA TÉCNICA
Autor(es): Tatiana Benevides Magalhães Braga
ISBN: 978853624759-5
Acabamento: Brochura
Número de Páginas: 280
Publicado em: 31/07/2014
Área(s): Psicologia - Social
CONFIRA TAMBÉM
SINOPSE

O presente livro parte da problematização da perspectiva fenomenológica existencial no campo da Psicologia em favor da investigação da experiência humana a partir de seu campo de mostração: os espaços concretos do mundo.

Partindo da indissociabilidade entre experiência e contexto social, descreve e discute diversas metodologias de intervenção e pesquisa construídas no cotidiano de instituições e comunidades: plantão psicológico, oficinas de recursos expressivos, atendimento individual, supervisão de apoio psicológico, supervisão clínica, supervisão de campo, supervisão de supervisão, elaboração de diários de bordo, depoimentos e registro de supervisões. Partindo das questões, dilemas e direcionamentos emergidos na práxis, são abordados temas de reflexão teórica diretamente articulados à atuação no contexto social: a cartografia do território, a concepção de atenção psicológica, a noção de clínica ampliada e a dimensão ético-política da ação psicológica.

No percurso por esses temas, destaca-se o papel da Psicologia no resgate do espaço para a narrativa da experiência no panorama contemporâneo, considerando que as significações atribuídas ao mundo na interrogação pelo sentido cooperam na compreensão do mundo comum, participando, assim, de seu direcionamento.

AUTOR(ES)

Tatiana Benevides Magalhães Braga

Psicóloga, Doutora e Mestre em Psicologia pela Universidade de São Paulo, onde atua como colaboradora e professora convidada no Laboratório de Estudos em Fenomenologia Existencial e Prática em Psicologia (LEFE/IPUSP). Professora Adjunta da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais - PUC Minas, atuando na supervisão institucional e clínica de instituições, grupos e dispositivos de saúde, assistência social, segurança pública e outros direitos de cidadania. Como pesquisadora, recebeu Menção Honrosa no 9º Simpósio Internacional de Iniciação Científica da Universidade de São Paulo (2001) e publicou artigos, capítulos de livros e outros textos acadêmicos, entre eles o artigo Cartografia clínica em plantão psicológico: investigação interventiva num projeto de atenção psicológica em distrito policial, na Revista Temas de Psicologia, e o capítulo Solicitude como Modo de Cuidar: Atenção Psicológica como Cartografia Clínica e Plantão Psicológico em Hospital Geral, do livro Prática Psicológica na Perspectiva Fenomenológica, publicado pela Juruá Editora.

SUMÁRIO

1 PSICOLOGIA E FENOMENOLOGIA: UMA POSSÍVEL ARTICULAÇÃO

1.1 O Nascimento da Psicologia e sua Relação com a Filosofia

1.2 A Fenomenologia de Edmund Husserl e sua Influência na Psicologia

1.3 Desenvolvimentos Ulteriores da Fenomenologia e o Significado de uma Perspectiva Fenomenológica na Psicologia .

2 A PRÁXIS ENQUANTO FENÔMENO: A AÇÃO PSICOLÓGICA NOS CONTEXTOS SOCIAIS CONCRETOS E A CONSTITUIÇÃO DE METODOLOGIAS DE PESQUISA E INTERVENÇÃO

2.1 Atenção Psicológica como Metodologia Interventi va em Contextos Institucionais e Comunitários

2.2 Modalidades de Atendimento como Possibilidades Interventivas

2.2.1 O plantão psicológico .

2.2.2 Atendimentos individuais

2.2.3 Oficinas de recursos expressivos

2.2.4 Supervisão de apoio psicológico .

2.3 Modalidades de Supervisão: entre Articulação Te órico-Prática, Possibilidade Pedagógica e Pesquisa Participante .

2.3.1 Supervisão clínica.

2.3.2 Supervisão de campo .

2.3.3 Supervisão de supervisão .

2.4 Modalidades Investigativas: Cartografia Clínica como Pesquisa da Prática

2.4.1 Diários de bordo

2.4.2 Supervisões gravadas .

2.4.3 Supervisões anotadas .

2.4.4 Coleta de depoimentos

2.4.5 Comunicação científica .

3 CARTOGRAFIA CLÍNICA COMO ENSINO, PESQUISA E INTERVENÇÃO

3.1 A Proposta Cartográfica na Perspectiva Esquizoanalítica

3.2 A Cartografia Clínica Fenomenológica .

3.3 Cartografia Clínica e Narrativa ou Narrativa como Cartografia Clínica

3.4 Cartografia e Campo: o Contato

3.5 Cartografia e Supervisão: a Comunicação .

3.6 Cartografia e Registro: a Historicidade

3.7 Cartografia e Pesquisa sobre a Prática: Teorizar e Publicizar a Ação Clínica

4 ATENÇÃO PSICOLÓGICA E ACONSELHAMENTO PSICOLÓGICO: APROXIMAÇÕES, DIFERENÇAS

5 INSERÇÃO DA PSICOLOGIA NAS INSTITUIÇÕES, COMUNIDADES E SAÚDE PÚBLICA: CLÍNICA AMPLIADA?

5.1 Contexto Social, Clínica e Psicologia nas Políticas Públicas Brasileiras

5.2 Sujeito, Contexto Social e Clínica: Direcionamentos

5.3 Clínica, Inserção Social e a Proposta de Atenção Psicológica

6 DA DIMENSÃO ÉTICO-POLÍTICA: A CLÍNICA NO CONTEXTO SOCIAL E SUBJETIDADE

6.1 Trajetórias de Subjetivação na Historicidade do s Espaços Sociopolíticos: Contextualizando a Ação Clínica .

6.2 Atenção Psicológica em Instituições: Démarche Clínica em Ação

6.3 A Ação Clínica no Contexto Social e sua Relação com a Política

REFERÊNCIAS

ÍNDICE ALFABÉTICO

A

  • Ação clínica no contexto social e sua relação com a política
  • Ação clínica . Cartografia e pesquisa sobre a prática: teorizar e publicizar a ação clínica .
  • Ação clínica . Trajetórias de subjetivação na hist oricidade dos espaços sociopolíticos: contextualizando a ação clínica .
  • Ação psicológica . Práxis enquanto fenômeno: a açã o psicológica nos con - textos sociais concretos e a constituição de metodo logias de pesquisa e intervenção .
  • Acompanhamento psicológico . Atenção psicológica e aconselhamento psicológico: aproximações, diferenças .
  • Apoio psicológico . Supervisão de apoio psicológic o
  • Atenção psicológica como metodologia interventiva em contextos institu - cionais e comunitários
  • Atenção psicológica e aconselhamento psicológico: aproximações, dife - renças .
  • Atenção psicológica em instituições: démarche clínica em ação
  • Atendimentos individuais .

C

  • Campo . Cartografia e campo: o contato .
  • Campo . Supervisão de campo .
  • Cartografia clínica como ensino, pesquisa e inter venção
  • Cartografia clínica e narrativa ou narrativa como cartografia clínica
  • Cartografia clínica fenomenológica .
  • Cartografia clínica . Modalidades investigativas: cartografia clínica como pesquisa da prática
  • Cartografia e campo: o contato .
  • Cartografia e pesquisa sobre a prática: teorizare publicizar a ação clínica
  • Cartografia e registro: a historicidade .
  • Cartografia e supervisão: a comunicação .
  • Cartografia . Proposta cartográfica na perspectiva esquizoanalítica
  • Clínica, inserção social e a proposta de atenção psicológica
  • Clínica . Atenção psicológica em instituições: démarche clínica em ação
  • Clínica . Cartografia clínica fenomenológica .
  • Clínica . Contexto social, clínica e Psicologia na s políticas públicas brasi - leiras
  • Clínica . Inserção da Psicologia nas instituições, comunidades e saúde pú - blica: clínica ampliada?
  • Clínica . Sujeito, contexto social e clínica: dire cionamentos
  • Clínica . Supervisão clínica .
  • Coleta de depoimentos .
  • Comunicação científica .
  • Comunidade . Atenção psicológica como metodologia interventiva em contextos institucionais e comunitários
  • Comunidade . Inserção da Psicologia nas instituiçõ es, comunidades e saúde pública: clínica ampliada?
  • Contexto social, clínica e Psicologia nas polític as públicas brasileiras
  • Contexto social . Dimensão ético - política: a clínica no contexto social e subjetidade
  • Contexto social . Sujeito, contexto social e clíni ca: direcionamentos

D

  • Depoimento . Coleta de depoimentos .
  • Desenvolvimentos ulteriores da fenomenologia e o significado de uma perspectiva fenomenológica na Psicologia .
  • Diários de bordo
  • Dimensão ético - política: a clínica no contexto social e subjetidade

E

  • Edmund Husserl . Fenomenologia de Edmund Husserl e sua influência na Psicologia
  • Ensino . Cartografia clínica como ensino, pesquisa e intervenção
  • Espaço político . Trajetórias de subjetivação na h istoricidade dos espaços sociopolíticos: contextualizando a ação clínica .
  • Ética . Dimensão ético - política: a clínica no cont exto social e subjetidade

F

  • Fenômeno . Práxis enquanto fenômeno: a ação psicol ógica nos contextos sociais concretos e a constituição de metodologias de pesquisa e intervenção
  • Fenomenologia de Edmund Husserl e sua influênciana Psicologia
  • Fenomenologia . Desenvolvimentos ulteriores da fenomenologia e o signi - ficado de uma perspectiva fenomenológica na Psicolo gia
  • Fenomenologia . Psicologia e fenomenologia: uma po ssível articulação
  • Fenomenológica . Cartografia clínica fenomenológic a
  • Filosofia . Nascimento da Psicologia e sua relação com a Filosofia

H

  • Historicidade . Cartografia e registro: a historic idade
  • Historicidade . Trajetórias de subjetivação na his toricidade dos espaços so - ciopolíticos: contextualizando a ação clínica .

I

  • Inserção da Psicologia nas instituições, comunida des e saúde pública: clínica ampliada?
  • Instituição . Atenção psicológica como metodologia interventiva em con - textos institucionais e comunitários
  • Instituição . Inserção da Psicologia nas instituiç ões, comunidades e saúde pública: clínica ampliada?
  • Intervenção . Cartografia clínica como ensino, pes quisa e intervenção
  • Intervenção . Modalidades de atendimento como poss ibilidades interventivas
  • Intervenção . Práxis enquanto fenômeno: a ação psi cológica nos contextos sociais concretos e a constituição de metodologias de pesquisa e intervenção
  • Investigação . Modalidades investigativas: cartogr afia clínica como pesqui - sa da prática

M

  • Metodologia interventiva . Atenção psicológica com o metodologia inter - ventiva em contextos institucionais e comunitários
  • Modalidades de atendimento como possibilidades interventivas
  • Modalidades de supervisão: entre articulação teór ico - prática, possibilidade pedagógica e pesquisa participante .
  • Modalidades investigativas: cartografia clínica c omo pesquisa da prática

O

  • Oficinas de recursos expressivos .

P

  • Pedagogia . Modalidades de supervisão: entre artic ulação teórico - prática, possibilidade pedagógica e pesquisa participante .
  • Perspectiva esquizoanalítica . Proposta cartográfica na perspectiva esqui - zoanalítica
  • Pesquisa prática . Modalidades investigativas: cartografia clínica como pesquisa da prática
  • Pesquisa . Cartografia clínica como ensino, pesqui sa e intervenção
  • Pesquisa . Modalidades de supervisão: entre articu lação teórico - prática, possibilidade pedagógica e pesquisa participante .
  • Pesquisa . Práxis enquanto fenômeno: a ação psicol ógica nos contextos so - ciais concretos e a constituição de metodologias de pesquisa e intervenção
  • Plantão psicológico .
  • Política pública . Contexto social, clínica e Psicologia nas políticas públi - cas brasileiras
  • Política . Ação clínica no contexto social e sua r elação com a política
  • Política . Dimensão ético - política: a clínica no contexto social e subjeti - dade
  • Práxis enquanto fenômeno: a ação psicológica nos contextos sociais con - cretos e a constituição de metodologias de pesquisa e intervenção
  • Proposta cartográfica na perspectiva esquizoanalítica
  • Psicologia e fenomenologia: uma possível articula ção
  • Psicologia . Atenção psicológica como metodologia interventiva em con - textos institucionais e comunitários
  • Psicologia . Atenção psicológica em instituições: démarche clínica em ação .
  • Psicologia . Contexto social, clínica e Psicologia nas políticas públicas brasileiras
  • Psicologia . Desenvolvimentos ulteriores da fenome nologia e o significado de uma perspectiva fenomenológica na Psicologia .
  • Psicologia . Fenomenologia de Edmund Husserl e sua influência na Psico - logia
  • Psicologia . Inserção da Psicologia nas instituiçõ es, comunidades e saúde pública: clínica ampliada?
  • Psicologia . Nascimento da Psicologia e sua relaçã o com a Filosofia
  • Psicologia . Plantão psicológico .

R

  • Referências
  • Registro . Cartografia e registro: a historicidade

S

  • Saúde pública . Inserção da Psicologia nas instituições, comunidades e saú - de pública: clínica ampliada?
  • Subjetividade . Dimensão ético - política: a clínica no contexto social e subje - tidade
  • Sujeito, contexto social e clínica: direcionament os
  • Supervisão clínica .
  • Supervisão de apoio psicológico .
  • Supervisão de campo .
  • Supervisão de supervisão .
  • Supervisão . Cartografia e supervisão: a comunicaç ão
  • Supervisão . Modalidades de supervisão: entre arti culação teórico - prática, possibilidade pedagógica e pesquisa participante .
  • Supervisões anotadas .
  • Supervisões gravadas .

T

  • Trajetórias de subjetivação na historicidade dos espaços sociopolíticos: contextualizando a ação clínica .
INDIQUE ESSA OBRA

Indique essa obra para um amigo:

De:

Nome:

E-mail:

Informe apenas 1 email por vez

Para:

Nome:

E-mail:

Informe apenas 1 email por vez


Mensagem: