Psicossociologia Urbana - Catástrofe Socioambiental de Enchente - Um Estudo de Caso

Leandro Roberto Neves

Leia na Biblioteca Virtual
Versão Impressa:
Versão Digital (e-Book):
Disponível para:  Android  iOS  Windows Phone
Parcele em até 6x sem juros no cartão. Parcela mínima de R$ 20,00
FICHA TÉCNICA
Autor(es): Leandro Roberto Neves
ISBN v. Impressa: 978853625515-6
ISBN v. Digital: 978853625614-6
Acabamento: Brochura
Número de Páginas: 182
Publicado em: 09/12/2015
Área(s): Psicologia - Social; Psicologia - Diversos
VERSÃO DIGITAL (E-BOOK)
  • Para leitura em aplicativo exclusivo da Juruá Editora para Smartphones e Tablets rodando iOS, Android ou Windows Phone;
  • Disponível para as plataformas:
    Android Android 4 ou posterior
    iOS iOS 7 ou posterior
    Windows Phone Windows Phone 8 ou posterior
  • Não compatível para leitura em computadores;
  • Compra apenas via site da Juruá Editora.
CONFIRA TAMBÉM
SINOPSE

A presente obra trata de um fenômeno recorrente nas cidades brasileiras, qual seja a destruição de habitações pelas enchentes sazonais.

O autor, por meio de uma pesquisa de quatro anos, analisa o desdobramento de uma catástrofe socioambiental em uma pequena cidade brasileira. Aborda o fenômeno sobre o prisma interdisciplinar, discorrendo sobre a recorrência de enchente na cidade, as ações dos órgãos públicos, as vítimas, a destruição/reconstrução do patrimônio histórico da cidade e, sobretudo, relata o trauma social provocado na população vitimada.

O livro contribui de forma inovadora para os estudos de populações vitimadas pelas enchentes sazonais e desenvolve uma nova metodologia de análise via a acepção de “trincheiras espaciais simbólicas”.

AUTOR(ES)

LEANDRO ROBERTO NEVES

Doutor em Psicologia Social pela Universidade de São Paulo – USP. Mestre em Gestão e Desenvolvimento Regional e Graduado em Psicologia pela Universidade de Taubaté – UNITAU. Professor do Programa de Pós-Graduação Sociedade e Fronteiras e Coordenador do Curso de Psicologia da Universidade Federal de Roraima – UFRR. Trabalhou como Metalúrgico em uma indústria automobilística, Agente de Saúde na Superintendência de Controle de Endemias no Estado de São Paulo e Psicólogo na antiga FEBEM (Fundação Casa). É um dos fundadores da Associação Terra Fértil, a qual trabalha em prol da defesa do meio ambiente, cultura e agricultura familiar. Publicou artigos e capítulos de livros buscando a interdisciplinaridade das áreas de Psicologia Social, Psicologia Ambiental, Sociologia Urbana, Urbanismo e Antropologia, com os seguintes temas: políticas públicas, conflitos espaciais, emergência e desastres, fronteira, cultura e cidade.

SUMÁRIO

LISTA DAS SIGLAS

Capítulo 1 INTRODUÇÃO

1.1 Um Lugar Conhecido

1.2 Conservando o Caminho: Teoria e Objeto

Capítulo 2 O CENÁRIO DA PESQUISA E SEUS FUNDAMENTOS

2.1 A Lógica Espacial e Suas Contradições: A Organização do Espaço Citadino

2.2 Esboço da Localização e dos Antecedentes Históricos

2.2.1 O micro no macro: afunilando o foco

2.2.2 O lócus da pesquisa

Capítulo 3 PARA ADENTRAR NOS TERRITÓRIOS DE SÃO LUIZ: CONCEPÇÕES TEÓRICAS E PROCEDIMENTOS

3.1 Notas Sobre Concepções de Espaço e Cidade

3.2 Evento e Acontecimento: Situando Noções em Situações de Catástrofe

3.3 Os Passos da Pesquisa

3.3.1 Pessoas, lugares e trajetos

Capítulo 4 A VIDA DA CIDADE

4.1 A Intervenção do Poder Público no Povoado

4.2 A Formação Psicossocial do Espaço Citadino

4.2.1 Nos tempos do café

4.2.2 A vila

4.2.3 A cidade

4.3 O Descontínuo

4.4 A Relação do Homem Com a Cidade

4.4.1 A fragmentação da cidade e a vivência da inundação

4.5 A Cidade e os Casarões

4.5.1 A perspectiva do olhar

4.5.2 A igreja

4.5.3 A praça

4.5.4 A família

Capítulo 5 A CIDADE INCONCLUSA: EXPERIÊNCIAS, IMAGENS E LEMBRANÇAS DA INUNDAÇÃO

5.1 O Sentido da Fala e a Fala do Sentido

5.1.1 O morro - fragmentos da impressão

5.1.2 A cidade e o morro: parceiros invisíveis

5.2 A Cidade na Pessoa: Possíveis Efeitos Psicossociais

5.3 Experiência Desorganizadora Socialmente Compartilhada

Capítulo 6 AS TRINCHEIRAS ESPACIAIS SIMBÓLICAS

6.1 Fronteira e Trajeto no Espaço Topológico

6.2 As Margens do Paraitinga: O Espaço Vivido e as Demarcações Sociais

6.3 O Público, Política e Habitação

6.4 Paraitinga: Limite Entre o Histórico e o Moderno

6.5 Concluindo os Caminhos

6.5.1 São Luiz do Paraitinga: ocupação, regiões e trincheiras

CONSIDERAÇÕES FINAIS

REFERÊNCIAS

LISTA DAS ILUSTRAÇÕES

Ilustração 1: Mapa. Paraitinga: Contexto Nacional e Regional

Ilustração 2: Mapa. Trajeto Topológico

ÍNDICE ALFABÉTICO

C

  • Caminho. Concluindo os caminhos
  • Casarão. Cidade e casarões
  • Catástrofes. Evento e acontecimento: situando noções em situações de catástrofe
  • Cenário da pesquisa e seus fundamentos
  • Cidade e casarões
  • Cidade e o morro: parceiros invisíveis
  • Cidade inconclusa: experiências, imagens e lembranças da inundação
  • Cidade na pessoa: possíveis efeitos psicossociais
  • Cidade. Experiência desorganizadora socialmente compartilhada
  • Cidade. Fragmentação da cidade e a vivência da inundação
  • Cidade. Notas sobre concepções de espaço e cidade
  • Cidade. Relação do homem com a cidade
  • Cidade. Vida da cidade
  • Conservando o caminho: teoria e objeto
  • Considerações finais
  • Contradição. Lógica espacial e suas contradições: a organização do espa-ço citadino

D

  • Demarcação social. Margens do Paraitinga: o espaço vivido e as demar-cações sociais
  • Descontínuo

E

  • Esboço da localização e dos antecedentes históricos
  • Espaço citadino. Formação psicossocial do espaço citadino
  • Espaço citadino. Lógica espacial e suas contradições: a organização do espaço citadino
  • Espaço topológico. Fronteira e trajeto no espaço topológico
  • Espaço vivido. Margens do Paraitinga: o espaço vivido e as demarcações sociais
  • Espaço. Notas sobre concepções de espaço e cidade
  • Evento e acontecimento: situando noções em situações de catástrofe
  • Experiência desorganizadora socialmente compartilhada

F

  • Fala. Sentido da fala e a fala do sentido
  • Família
  • Foco. Micro no macro: afunilando o foco
  • Formação psicossocial do espaço citadino
  • Fragmentação da cidade e a vivência da inundação
  • Fronteira e trajeto no espaço topológico

H

  • Habitação. Público, política e habitação
  • Histórico. Esboço da localização e dos antecedentes históricos
  • Histórico. Paraitinga: Limite entre o histórico e o moderno
  • Histórico.Nos tempos do café
  • Histórico.Nos tempos do café. Cidade
  • Histórico.Nos tempos do café. Vila

I

  • Igreja
  • Impressão. O morro. Fragmentos da impressão
  • Imundação. Cidade inconclusa: experiências, imagens e lembranças da inundação
  • Intervenção do poder público no povoado
  • Introdução

L

  • Lista das siglas
  • Lócus da pesquisa
  • Lógica espacial e suas contradições: a organização do espaço citadino
  • Lugares. Pessoas, lugares e trajetos

M

  • Margens do Paraitinga: o espaço vivido e as demarcações sociais
  • Micro no macro: afunilando o foco
  • Moderno. Paraitinga: Limite entre o histórico e o moderno
  • Morro. Cidade e o morro: parceiros invisíveis
  • Morro. Impressão. O morro. Fragmentos da impressão

N

  • Notas sobre concepções de espaço e cidade

O

  • Objeto. Conservando o caminho: teoria e objeto
  • Ocupação. São Luiz do Paraitinga: ocupação, regiões e trincheiras

P

  • Para adentrar nos territórios de São Luiz: concepções teóricas e procedi-mentos
  • Perspectiva do olhar
  • Pesquisa. Cenário da pesquisa e seus fundamentos
  • Pesquisa. Lócus da pesquisa
  • Pesquisa. Passos da pesquisa
  • Pessoa. Cidade na pessoa: possíveis efeitos psicossociais
  • Pessoas, lugares e trajetos
  • Poder público. Intervenção do poder público no povoado
  • Política. Público, política e habitação
  • Povoado. Intervenção do poder público no povoado
  • Praça
  • Psicossocial. Cidade na pessoa: possíveis efeitos psicossociais
  • Psicossocial. Formação psicossocial do espaço citadino
  • Público, política e habitação

R

  • Referências
  • Região. São Luiz do Paraitinga: ocupação, regiões e trincheiras
  • Relação do homem com a cidade

S

  • São Luiz do Paraitinga. Paraitinga: Limite entre o histórico e o moderno
  • São Luiz do Paraitinga. Margens do Paraitinga: o espaço vivido e as de-marcações sociais
  • São Luiz do Paraitinga: ocupação, regiões e trincheiras
  • São Luiz. Para adentrar nos territórios de São Luiz: concepções teóricas e procedimentos
  • Sentido da fala e a fala do sentido
  • Sigla. Lista das siglas
  • Simbolismo. Trincheiras espaciais simbólicas

T

  • Teoria. Conservando o caminho: teoria e objeto
  • Trajetos. Pessoas, lugares e trajetos
  • Trincheira. São Luiz do Paraitinga: ocupação, regiões e trincheiras
  • Trincheiras espaciais simbólicas

U

  • Um lugar conhecido

V

  • Vida da cidade
  • Vivência na inundação. Fragmentação da cidade e a vivência da inunda-ção
INDIQUE ESSA OBRA

Indique essa obra para um amigo:

De:

Nome:

E-mail:

Informe apenas 1 email por vez

Para:

Nome:

E-mail:

Informe apenas 1 email por vez


Mensagem: