Suicídio - Um Enigma para a Psicanálise

Marcos Vinícius Brunhari

Parcele em até 6x sem juros no cartão.
Parcela mínima de R$ 20,00

Versão impressa

Versão digital

Disponível para:AndroidiOSWindows Phone

Ficha técnica

Autor(es): Marcos Vinícius Brunhari

ISBN v. impressa: 978853626990-0

ISBN v. digital: 978853627049-4

Acabamento: Brochura

Número de páginas: 220

Publicado em: 28/06/2017

Área(s): Psicologia - Psicanálise

Versão Digital (e-Book)

Para leitura em aplicativo exclusivo da Juruá Editora para Smartphones e Tablets rodando iOS, Android ou Windows Phone;

Disponível para as plataformas:

  • Android Android Android 4 ou posterior
  • iOSiOS iOS 7 ou posterior
  • Windows Phone Windows Phone Windows Phone 8 ou posterior

Não compatível para leitura em computadores;
Não permite a impressão do conteúdo.

Compra apenas via site da Juruá Editora.

Sinopse

“É muito interessante notarmos como o trabalho aqui apresentado foi construído de modo a favorecer, para o leitor interessado, a articulação da teoria com a clínica. Se o caminho proposto possibilita uma compreensão teórico-clínica a respeito do ato suicida, o avanço e a originalidade do trabalho de Marcos estão, justamente, em apontar que a questão incide não apenas sobre o ato suicida, mas, sobretudo, sobre a sua falha”.

Profa. Dra. Maria Lívia Tourinho Moretto
Psicanalista e Professora do Departamento de Psicologia Clínica do Instituto de Psicologia da Universidade de São Paulo

“O enigma, para a psicanálise, concerne desde sua origem freudiana à questão da causa. Deparamo-nos, portanto, com a pergunta: o que torna possível o ato suicida? Indo além do discurso da saúde, da perspectiva da prevenção, não se trata aqui de fatores externos, de fatores de risco. Seguindo a orientação introduzida por Freud, o enigma se associa, em nosso caso, à interposição do inconsciente e ao advento aí de um sujeito. Com Lacan, a evidência de que tal operação constitutiva concerne à condição de ser falante. Os fatores de risco não falam”.

Prof. Dr. Vinicius Anciães Darriba
Professor Adjunto da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ) – Programa de Pós-Graduação em Psicanálise

Autor(es)

MARCOS VINÍCIUS BRUNHARI
Psicanalista. Doutor em Psicologia Clínica pela Universidade de São Paulo. Mestre em Psicologia pela Universidade Federal do Paraná.

Sumário

Introdução

PARTE I

Uma teoria freudiana do suicídio

A conceituação de ato em Freud

Da ação específica ao julgar: uma decalagem

Dos atos falhos ao Agieren: duas faces do ato

A melancolia como paradigma para o suicídio

A hemorragia melancólica nos primeiros escritos de Freud

Werther e o prelúdio de uma perda devastadora

A sombra e o enigma do suicídio

Niederkomen e a pura cultura da pulsão de morte

PARTE II

O suicídio segundo Lacan: a queda e a falha

Entre o imaginário e o simbólico: os princípios da passagem ao ato

O suicídio nos termos da queda do objeto a

Um preâmbulo acerca da cinética do objeto a

A passagem ao ato: a saída de cena do sujeito

O acting out: a entrada em cena e o apelo

As margens do ato

O Outro no horizonte e a presença renovada

Uma introdução ao Grupo de Klein

Desde o Grupo de Klein: uma introdução ao esquema lacaniano

A passagem ao ato e o acting out no Grupo de Klein

Considerações finais

Referências

Índice alfabético

A

  • Ação específica ao julgar: uma decalagem
  • Acting out. Passagem ao ato e o acting out no Grupo de Klein
  • Acting out: a entrada em cena e o apelo
  • Agieren. Atos falhos ao Agieren: duas faces do ato
  • Ato. Entre o imaginário e o simbólico: os princípios da passagem ao ato
  • Ato. Margens do ato
  • Ato. Passagem ao ato e o acting out no Grupo de Klein
  • Ato. Passagem ao ato: a saída de cena do sujeito
  • Atos falhos ao Agieren: duas faces do ato

C

  • Cinética. Um preâmbulo acerca da cinética do objeto a
  • Conceituação de ato em Freud
  • Considerações finais
  • Cultura. Niederkomen e a pura cultura da pulsão de morte

D

  • Decalagem. Ação específica ao julgar: uma decalagem
  • Duas faces do ato. Atos falhos ao Agieren: duas faces do ato

E

  • Enigma. Sombra e o enigma do suicídio
  • Entre o imaginário e o simbólico: os princípios da passagem ao ato

F

  • Falha. Suicídio segundo Lacan: a queda e a falha
  • Freud. Conceituação de ato em Freud
  • Freud. Hemorragia melancólica nos primeiros escritos de Freud
  • Freud. Uma teoria freudiana do suicídio

H

  • Hemorragia melancólica nos primeiros escritos de Freud
  • Horizonte. Outro no horizonte e a presença renovada

I

  • Imaginário. Entre o imaginário e o simbólico: os princípios da passagem ao ato
  • Introdução

J

  • Julgamento. Ação específica ao julgar: uma decalagem

K

  • Klein. Desde o Grupo de Klein: uma introdução ao esquema lacaniano
  • Klein. Passagem ao ato e o acting out no Grupo de Klein
  • Klein. Uma introdução ao Grupo de Klein

L

  • Lacan. Desde o Grupo de Klein: uma introdução ao esquema lacaniano
  • Lacan. Suicídio segundo Lacan: a queda e a falha

M

  • Margens do ato
  • Melancolia como paradigma para o suicídio
  • Melancolia. Hemorragia melancólica nos primeiros escritos de Freud
  • Morte. Niederkomen e a pura cultura da pulsão de morte

N

  • Niederkomen e a pura cultura da pulsão de morte

P

  • Paradigma. Melancolia como paradigma para o suicídio
  • Passagem ao ato e o acting out no Grupo de Klein
  • Passagem ao ato: a saída de cena do sujeito
  • Passagem. Entre o imaginário e o simbólico: os princípios da passagem ao ato
  • Perda devastadora. Werther e o prelúdio de uma perda devastadora
  • Preâmbulo. Um preâmbulo acerca da cinética do objeto a
  • Prelúdio. Werther e o prelúdio de uma perda devastadora
  • Presença renovada. Outro no horizonte e a presença renovada
  • Pulsão de morte. Niederkomen e a pura cultura da pulsão de morte

Q

  • Queda do objeto. Suicídio nos termos da queda do objeto a
  • Queda. Suicídio segundo Lacan: a queda e a falha

R

  • Referências

S

  • Saída de cena. Passagem ao ato: a saída de cena do sujeito
  • Simbólico. Entre o imaginário e o simbólico: os princípios da passagem ao ato
  • Sombra e o enigma do suicídio
  • Suicídio nos termos da queda do objeto a
  • Suicídio segundo Lacan: a queda e a falha
  • Suicídio. Melancolia como paradigma para o suicídio
  • Suicídio. Sombra e o enigma do suicídio
  • Suicídio. Uma teoria freudiana do suicídio
  • Sujeito. Passagem ao ato: a saída de cena do sujeito

U

  • Um preâmbulo acerca da cinética do objeto a
  • Uma teoria freudiana do suicídio

W

  • Werther e o prelúdio de uma perda devastadora

Recomendações

Capa do livro: Revista da Associação Psicanalítica de Curitiba - N° 18, Coordenadores: Rosane Litch Weber

Revista da Associação Psicanalítica de Curitiba - N° 18

 Coordenadores: Rosane Litch WeberISBN: 978853622527-2Páginas: 120Publicado em: 29/06/2009

Versão impressa

R$ 37,70Adicionar ao
carrinho
Capa do livro: Revista da Associação Psicanalítica de Curitiba - N° 29, Responsável por esta edição: Wael de Oliveira - Organizadora: Camila Zoschke Freire

Revista da Associação Psicanalítica de Curitiba - N° 29

 Responsável por esta edição: Wael de Oliveira - Organizadora: Camila Zoschke FreireISSN: 1519-8456-00029Páginas: 106Publicado em: 21/11/2014

Versão impressa

R$ 29,90Adicionar ao
carrinho
Capa do livro: Declínio da Interpretação, O - Experiência e Intervenção em Psicanálise, Roberto B. Graña

Declínio da Interpretação, O - Experiência e Intervenção em Psicanálise

 Roberto B. GrañaISBN: 978853624777-9Páginas: 178Publicado em: 25/08/2014

Versão impressa

R$ 49,70Adicionar ao
carrinho
Capa do livro: Revista da Associação Psicanalítica de Curitiba - N° 24, Responsável por esta edição: Rosane Weber Licth - Colaboradora: Maria Augusta Mendonça Ferraro

Revista da Associação Psicanalítica de Curitiba - N° 24

 Responsável por esta edição: Rosane Weber Licth - Colaboradora: Maria Augusta Mendonça FerraroISSN: 1519-8456-00024Páginas: 148Publicado em: 31/05/2012

Versão impressa

R$ 39,90Adicionar ao
carrinho