Acidentes de Trabalho e Práticas Discursivas - Culpabilização e Resistência nas Relações de Trabalho

Fábio de Oliveira

Versão impressa

por R$ 59,90em 2x de R$ 29,95Adicionar ao carrinho

Versão digital

Disponível para:AndroidiOS

Ficha técnica

Autor(es): Fábio de Oliveira

ISBN v. impressa: 978853629148-2

ISBN v. digital: 978853629187-1

Acabamento: Brochura

Formato: 15,0x21,0 cm

Peso: 178grs.

Número de páginas: 144

Publicado em: 07/10/2019

Área(s): Psicologia - Organizacional e do Trabalho

Versão Digital (e-Book)

Para leitura em aplicativo exclusivo da Juruá Editora para Smartphones e Tablets rodando iOS e Android. Não compatível KINDLE, LEV, KOBO e outros e-Readers.

Disponível para as plataformas:

  • AndroidAndroid 4 ou posterior
  • iOSiOS 7 ou posterior

Em computadores a leitura é apenas online e sem recursos de favoritos e anotações;
Não permite a impressão e cópia do conteúdo.

Compra apenas via site da Juruá Editora.

Sinopse

Os acidentes de trabalho são o resultado do modo como a so­ciedade produz as condições de sua própria existência e tor­nam-se objetos sociais através de construções teórico-práticas que tentam dar conta de sua causalidade e prevenção. Nesse segundo processo, não é incomum encontrar concepções ba­seadas em fatores pessoais ou psicológicos, que retratam os trabalhadores como responsáveis por seus acidentes.

Considerando as consequências para as políticas de saúde, as ações preventivas e de reivindicação, a presença dessas con­cepções nos discursos em circulação e nas práticas discursivas de trabalhadores foi investigada por meio da análise de documentos públicos e de um estudo de caso em uma empresa metalúrgica, com base em observações, conversas informais, levantamentos de documentos e entrevistas confrontativas semiestruturadas, na tentativa de identificar repertórios inter­pretativos e suas características retóricas e argumentativas.

A presença generalizada de uma versão da Teoria dos Dominós de Heinrich foi verificada nos padrões compartilhados de entendimento e na predominância de explicações baseadas na noção de atos inseguros, manifestações sustentadas pela naturalização dos riscos e por práticas institucionalizadas de difusão. No entanto, a construção discursiva dos acidentes acontece de maneira dilemática, existindo contradições entre os diferentes repertórios interpretativos e a presença de even­tos desnaturalizadores que produzem rupturas semânticas e manifestações de resistência, o que aponta para a possibili­dade de construção de discursos contra-hegemônicos.

Autor(es)

FÁBIO DE OLIVEIRA

Professor do Departamento de Psicologia Social e do Trabalho do Instituto de Psicologia da Universidade de São Paulo. Coeditor do periódico Cadernos de Psicologia Social do Trabalho (ISSN 1981-0490). Graduou-se em psicologia pelo Insti­tuto de Psicologia da Uni­versidade de São Paulo e é mestre em psicologia social pela mesma universidade. Doutorou-se em psicologia social pela Pontifícia Uni­versidade Católica de São Paulo. Mais recentemente, realizou estudos de pós-doutoramento no Instituto de Ciências Sociais da Uni­versidade de Lisboa.

Sumário

Capítulo 1 INTRODUÇÃO, p. 15

Capítulo 2 O ACIDENTE DE TRABALHO COMO CONSTRUÇÃO SOCIAL, p. 23

O acidente de trabalho como produto da ação humana sobre o mundo, p. 24

O acidente de trabalho como construção discursiva, p. 27

A ideologia como retórica e como modo ou estratégia de dominação, p. 35

Capítulo 3 A INVESTIGAÇÃO DAS PRÁTICAS DISCURSIVAS, p. 41

Sobre o estudo de caso, p. 44

Entrevistas confrontativas, p. 47

Capítulo 4 O ITINERÁRIO DAS IDEIAS PSICOLOGIZANTES NO IMAGINÁRIO SOCIAL, p. 51

As teorias de acidentabilidade e as ideias psicologizantes, p. 51

Figura 1: A ´Teoria dos Dominós´ de Heinrich, p. 54

A psicologia e o acidente de trabalho, p. 56

A difusão das ideias psicologizantes sobre o acidente de trabalho no Brasil, p. 61

Capítulo 5 O ACIDENTE DE TRABALHO NO COTIDIANO DE UMA METALÚRGICA, p. 69

A empresa-caso: processo de trabalho, riscos e acidentes, p. 71

Análise de acidentes, eliminação de riscos e ´conscientização´ dos trabalhadores, p. 74

A atuação da CIPA: correções ambientais e ação disciplinar, p. 80

O acidente de trabalho nas práticas discursivas, p. 85

O acidente de trabalho e suas causas, p. 86

Naturalização dos riscos, p. 105

As tentativas de perpetuação de uma certa versão da realidade, p. 112

Rupturas e formas de resistência, p. 123

Modulação, lugares-comuns e polissemia, p. 130

Capítulo 6 CONCLUSÕES, p. 133

Implicações para o movimento sindical e as políticas públicas, p. 134

Referências, p. 137

Índice alfabético

A

  • A Teoria dos Dominós de Heinrich. Figura 1, p. 54
  • Ação disciplinar. Atuação da CIPA: correções ambientais e ação disciplinar, p. 80
  • Ação humana sobre o mundo. Acidente de trabalho como produto da ação humana sobre o mundo, p. 24
  • Acidentabilidade. Teorias de acidentabilidade e as ideias psicologizantes, p. 51
  • Acidente de trabalho como construção discursiva, p. 27
  • Acidente de trabalho como construção social, p. 23
  • Acidente de trabalho como produto da ação humana sobre o mundo, p. 24
  • Acidente de trabalho e suas causas, p. 86
  • Acidente de trabalho nas práticas discursivas, p. 85
  • Acidente de trabalho no cotidiano de uma metalúrgica, p. 69
  • Acidente de trabalho. Análise de acidentes, eliminação de riscos e conscientização dos trabalhadores, p. 74
  • Acidente de trabalho. Difusão das ideias psicologizantes sobre o acidente de trabalho no Brasil, p. 61
  • Acidente de trabalho. Psicologia e o acidente de trabalho, p. 56
  • Acidente. Empresa-caso: processo de trabalho, riscos e acidentes, p. 71
  • Análise de acidentes, eliminação de riscos e conscientização dos trabalhadores, p. 74
  • Atuação da CIPA: correções ambientais e ação disciplinar, p. 80

C

  • CIPA. Atuação da CIPA: correções ambientais e ação disciplinar, p. 80
  • Conclusões, p. 133
  • Conscientização. Análise de acidentes, eliminação de riscos e conscientização dos trabalhadores, p. 74
  • Construção discursiva. Acidente de trabalho como construção discursiva, p. 27
  • Construção social. Acidente de trabalho como construção social, p. 23
  • Correção ambiental. Atuação da CIPA: correções ambientais e ação disciplinar, p. 80

D

  • Difusão das ideias psicologizantes sobre o acidente de trabalho no Brasil, p. 61
  • Discurso. Acidente de trabalho nas práticas discursivas, p. 85
  • Discurso. Investigação das práticas discursivas, p. 41
  • Dominação. Ideologia como retórica e como modo ou estratégia de dominação, p. 35

E

  • Empresa-caso: processo de trabalho, riscos e acidentes, p. 71
  • Entrevistas confrontativas, p. 47

F

  • Figura 1: A Teoria dos Dominós de Heinrich, p. 54

I

  • Ideia psicologizante. Difusão das ideias psicologizantes sobre o acidente de trabalho no Brasil, p. 61
  • Ideia psicologizante. Itinerário das ideias psicologizantes no imaginário social, p. 51
  • Ideia psicologizante. Teorias de acidentabilidade e as ideias psicologizantes, p. 51
  • Ideologia como retórica e como modo ou estratégia de dominação, p. 35
  • Imaginário social. Itinerário das ideias psicologizantes no imaginário social, p. 51
  • Implicações para o movimento sindical e as políticas públicas, p. 134
  • Introdução, p. 15
  • Investigação das práticas discursivas, p. 41
  • Investigação das práticas discursivas. Sobre o estudo de caso, p. 44
  • Itinerário das ideias psicologizantes no imaginário social, p. 51

L

  • Lugar comum. Modulação, lugares-comuns e polissemia, p. 130

M

  • Metalúrgica. Acidente de trabalho no cotidiano de uma metalúrgica, p. 69
  • Modulação, lugares-comuns e polissemia, p. 130
  • Movimento sindical. Implicações para o movimento sindical e as políticas públicas, p. 134

N

  • Naturalização dos riscos, p. 105

P

  • Perpetuação. Tentativas de perpetuação de uma certa versão da realidade, p. 112
  • Polissemia. Modulação, lugares-comuns e polissemia, p. 130
  • Política pública. Implicações para o movimento sindical e as políticas públicas, p. 134
  • Processo de trabalho. Empresa-caso: processo de trabalho, riscos e acidentes, p. 71
  • Psicologia e o acidente de trabalho, p. 56

R

  • Realidade. Tentativas de perpetuação de uma certa versão da realidade, p. 112
  • Referências, p. 137
  • Resistência. Rupturas e formas de resistência, p. 123
  • Retórica. Ideologia como retórica e como modo ou estratégia de dominação, p. 35
  • Risco. Empresa-caso: processo de trabalho, riscos e acidentes, p. 71
  • Risco. Naturalização dos riscos, p. 105
  • Riscos. Análise de acidentes, eliminação de riscos e conscientização dos trabalhadores, p. 74
  • Rupturas e formas de resistência, p. 123

T

  • Tentativas de perpetuação de uma certa versão da realidade, p. 112
  • Teorias de acidentabilidade e as ideias psicologizantes, p. 51
  • Trabalhador. Análise de acidentes, eliminação de riscos e conscientização dos trabalhadores, p. 74

Recomendações

Capa do livro: Sujeito no Trabalho, O – Entre a Saúde e a Patologia, Álvaro Roberto Crespo Merlo, Ana Magnólia Mendes e Rosângela Dutra de Moraes

Sujeito no Trabalho, O – Entre a Saúde e a Patologia

 Álvaro Roberto Crespo Merlo, Ana Magnólia Mendes e Rosângela Dutra de MoraesISBN: 978853624094-7Páginas: 292Publicado em: 07/02/2013

Versão impressa

R$ 89,90em 3x de R$ 29,97Adicionar ao
carrinho

Versão digital

R$ 61,90em 2x de R$ 30,95Adicionar e-Book
ao carrinho
Capa do livro: Eu, Professora e Burnout, Kátia Simone Benedetti e Íria De Marco

Eu, Professora e Burnout

 Kátia Simone Benedetti e Íria De MarcoISBN: 978853626228-4Páginas: 218Publicado em: 27/09/2016

Versão impressa

R$ 79,90em 3x de R$ 26,63Adicionar ao
carrinho

Versão digital

R$ 57,70em 2x de R$ 28,85Adicionar e-Book
ao carrinho
Capa do livro: Motivação, Thalita Lacerda Nobre

Motivação

2ª Edição - Revista e AtualizadaThalita Lacerda NobreISBN: 978853627258-0Páginas: 128Publicado em: 14/09/2017

Versão impressa

R$ 49,90 Adicionar ao
carrinho

Versão digital

R$ 34,70 Adicionar e-Book
ao carrinho
Capa do livro: Traumas no Trabalho - Uma Nova Leitura do Transtorno de Estresse Pós-Traumático, Carlos Eduardo Carrusca Vieira

Traumas no Trabalho - Uma Nova Leitura do Transtorno de Estresse Pós-Traumático

 Carlos Eduardo Carrusca VieiraISBN: 978853624901-8Páginas: 296Publicado em: 17/11/2014

Versão impressa

R$ 79,90em 3x de R$ 26,63Adicionar ao
carrinho

Versão digital

R$ 54,70em 2x de R$ 27,35Adicionar e-Book
ao carrinho