Assédio Moral à Luz da Reforma Trabalhista - A Proteção da Dignidade do Empregado

Jeferson Luiz Cattelan

Versão impressa

por R$ 99,90em 3x de R$ 33,30Adicionar ao carrinho

Versão digital

Disponível para:AndroidiOS
por R$ 69,90em 2x de R$ 34,95Adicionar ao carrinho

Ficha técnica

Autor(es): Jeferson Luiz Cattelan

ISBN v. impressa: 978853629117-8

ISBN v. digital: 978853629188-8

Acabamento: Brochura

Formato: 15,0x21,0 cm

Número de páginas: 242

Publicado em: 08/10/2019

Área(s): Direito - Trabalho

Versão Digital (e-Book)

Para leitura em aplicativo exclusivo da Juruá Editora para Smartphones e Tablets rodando iOS e Android. Não compatível KINDLE, LEV, KOBO e outros e-Readers.

Disponível para as plataformas:

  • AndroidAndroid 4 ou posterior
  • iOSiOS 7 ou posterior

Em computadores a leitura é apenas online e sem recursos de favoritos e anotações;
Não permite a impressão e cópia do conteúdo.

Compra apenas via site da Juruá Editora.

Sinopse

A Constituição Federal de 1988 assegura a todos os trabalhadores os direitos fundamentais, neles compreendido o meio ambiente de trabalho equilibrado. O período de crise econômica eleva o nível do desemprego e aumenta a prática de assédio moral nas empresas para reduzir os custos com mão de obra. A busca pela justiça social e pela igualdade está insculpida no princípio da vedação do retrocesso social e indica o norte que o Poder Legislativo deve seguir para não afrontar este princípio. Portanto, as reformas trabalhistas, no estado democrático de direito, não po­dem revogar direitos e garantias sociais conquistados no decorrer da história. O assédio moral é uma conduta reiterada que degra­da o espaço laboral, causa graves consequências na integridade psicofísica do trabalhador. A incidência desta prática nas empre­sas pode aumentar devido à parametrização da responsabilidade do assediador em 3, 5, 20 e 50 vezes o último salário contratual do ofendido. A tarifação do dano moral é inconstitucional, pois limita a responsabilidade do empregador independente da gravidade do dano, além de ser uma norma que discrimina o ser humano pelo valor do salário recebido. Portanto, a reforma contraria neste ponto o art. 5°, incs. V e X da Constituição Federal de 1988. O livro decorre do método indutivo, partindo da análise das alterações advindas com a Lei 13.467/2017, denominada de reforma trabalhista, para as implicações na desproteção do trabalhador e do meio ambiente de trabalho.

Autor(es)

JEFERSON LUIZ CATTELAN

Mestre em Ciências Jurídi­cas pela UNICESUMAR e Bolsista CAPES/PROSUP. Especialista em Direito do Trabalho, Material e Pro­cessual, e Especialista em Direito Processual Penal (2018/2019) pela FAEL. Pos­sui MBA em Finanças pelo Instituto Paranaense de Ensino e Especialista em Ad­ministração Empresarial pe­las Faculdades Integradas do Vale do Ivaí. Graduado em Direito pela UNIPAR e graduado em Ciências Con­tábeis pela UNESPAR-Para­navaí. É professor, pesquisa­dor do Grupo de Pesquisa, junto ao CNPQ e do ICETI, e Militar.

Sumário

LISTA DE ABREVIATURAS E SIGLAS, p. 15

INTRODUÇÃO, p. 17

Capítulo 1 OS DIREITOS DA PERSONALIDADE E O MEIO AMBIENTE DE TRABALHO, p. 23

1.1 BREVE HISTÓRICO DA PROTEÇÃO CONSTITUCIONAL DO SER HUMANO, p. 24

1.2 CLASSIFICAÇÃO E CARACTERÍSTICAS: DIREITOS DA PERSONALIDADE, p. 37

1.2.1 Direitos Físicos da Personalidade, p. 43

1.2.2 Direitos Psíquicos da Personalidade, p. 46

1.2.3 Direitos Morais, p. 47

1.3 DIREITO DA PERSONALIDADE NO MEIO AMBIENTE DE TRABALHO, p. 48

1.4 PRINCÍPIOS DO DIREITO DO TRABALHO E DO MEIO AMBIENTE APLICADOS AO MEIO AMBIENTE DO TRABALHO, p. 55

1.5 OS DIREITOS DE PERSONALIDADE DO TRABALHADOR NA REFORMA TRABALHISTA, LEI 13.467/2017, p. 59

Capítulo 2 O PODER DIRETIVO DO TOMADOR DE SERVIÇOS, p. 65

2.1 O CONTROLE DA EMPRESA, p. 66

2.2 O MODELO PANÓPTICO COMO INSTRUMENTO DE CONTROLE, p. 77

2.3 O CONTRATO DE TRABALHO E A RELAÇÕES ENTRE EMPREGADOR E EMPREGADO, p. 84

2.4 O PODER DIRETIVO, p. 87

2.4.1 Poder Organizador, p. 91

2.4.2 Poder Disciplinar, p. 93

2.4.3 Poder de Controle, p. 95

2.5 PODER HIERÁRQUICO NO MEIO AMBIENTE DE TRABALHO DO POLICIAL MILITAR, p. 96

Capítulo 3 ASSÉDIO MORAL NO MEIO AMBIENTE DE TRABALHO, p. 101

3.1 CONCEITOS E CARACTERÍSTICAS DO ASSÉDIO MORAL, p. 104

3.1.1 Fases do Assédio Moral, p. 107

3.1.2 Elementos do Assédio Moral, p. 109

3.1.3 Critérios para Caracterização do Assédio Moral, p. 113

3.2 CLASSIFICAÇÃO DOS TIPOS DE ASSÉDIO MORAL, p. 118

3.2.1 Assédio Moral e Assédio Sexual, p. 120

3.2.2 Assédio Moral Discriminatório, p. 124

3.3 MEIOS DE PROVA DO ASSÉDIO MORAL, p. 129

3.4 O QUE NÃO CONFIGURA ASSÉDIO MORAL, p. 132

3.5 CONSEQUÊNCIAS DO ASSÉDIO MORAL NO MEIO AMBIENTE DE TRABALHO: DIREITOS DA PERSONALIDADE, p. 134

Capítulo 4 ASSÉDIO MORAL ORGANIZACIONAL E A REFORMA TRABALHISTA, p. 141

4.1 ASSÉDIO MORAL ORGANIZACIONAL: DOCENTE, p. 146

4.2 ASSÉDIO MORAL ORGANIZACIONAL: BANCÁRIO, p. 151

4.3 ASSÉDIO MORAL ORGANIZACIONAL: POLICIAL MILITAR, p. 154

4.4 JURISPRUDÊNCIA SOBRE ASSÉDIO MORAL ORGANIZACIONAL, p. 163

4.5 O ASSÉDIO MORAL ORGANIZACIONAL DECORRENTE DA REFORMA TRABALHISTA, p. 170

Capítulo 5 O ASSÉDIO MORAL À LUZ DA REFORMA TRABALHISTA, p. 177

5.1 A RESPONSABILIDADE DO EMPREGADOR E A RECOMPOSIÇÃO DA VIOLAÇÃO DOS DIREITOS DA PERSONALIDADE, p. 178

5.2 DANO MORAL, p. 191

5.3 A TARIFAÇÃO DO DANO MORAL E OUTRAS QUESTÕES SOBRE O DANO MORAL NA REFORMA TRABALHISTA, p. 196

5.4 CONSEQUÊNCIAS DA TARIFAÇÃO DO DANO MORAL, p. 203

5.5 PROPOSTAS PARA O COMBATE DO ASSÉDIO MORAL APESAR DA LEI 13.467/2017, p. 209

CONSIDERAÇÕES FINAIS, p. 215

REFERÊNCIAS, p. 223

Índice alfabético

A

  • Abreviatura. Lista de abreviaturas e siglas, p. 15
  • Assédio moral à luz da reforma trabalhista, p. 177
  • Assédio moral discriminatório, p. 124
  • Assédio moral e assédio sexual, p. 120
  • Assédio moral no meio ambiente de trabalho, p. 101
  • Assédio moral organizacional decorrente da reforma trabalhista, p. 170
  • Assédio moral organizacional e a reforma trabalhista, p. 141
  • Assédio moral organizacional. Jurisprudência, p. 163
  • Assédio moral organizacional: bancário, p. 151
  • Assédio moral organizacional: docente, p. 146
  • Assédio moral organizacional: policial militar, p. 154
  • Assédio moral. Classificação dos tipos de assédio moral, p. 118
  • Assédio moral. Conceitos e características, p. 104
  • Assédio moral. Consequências do assédio moral no meio ambiente de trabalho: direitos da personalidade, p. 134
  • Assédio moral. Critérios para caracterização, p. 113
  • Assédio moral. Meios de prova do assédio moral, p. 129
  • Assédio moral. O que não configura assédio moral, p. 132
  • Assédio moral. Propostas para o combate do assédio moral apesar da Lei 13.467/2017, p. 209

B

  • Bancário. Assédio moral organizacional, p. 151

C

  • Classificação dos tipos de assédio moral, p. 118
  • Classificação e características: direitos da personalidade, p. 37
  • Conceitos e características do assédio moral, p. 104
  • Consequências da tarifação do dano moral, p. 203
  • Considerações finais, p. 215
  • Contrato de trabalho e a relações entre empregador e empregado, p. 84
  • Controle da empresa, p. 66
  • Critérios para caracterização do assédio moral, p. 113

D

  • Dano moral, p. 191
  • Dano moral. Consequências da tarifação do dano moral, p. 203
  • Dano moral. Tarifação do dano moral e outras questões sobre o dano moral na reforma trabalhista, p. 196
  • Direito da personalidade no meio ambiente de trabalho, p. 48
  • Direito do trabalho. Princípios do direito do trabalho e do meio ambiente aplicados ao meio ambiente do trabalho, p. 55
  • Direitos da personalidade e o meio ambiente de trabalho, p. 23
  • Direitos da personalidade. Classificação e características: direitos da personalidade, p. 37
  • Direitos da personalidade. Consequências do assédio moral no meio ambiente de trabalho: direitos da personalidade, p. 134
  • Direitos da personalidade. Responsabilidade do empregador e a recomposição da violação dos direitos da personalidade, p. 178
  • Direitos de personalidade do trabalhador na reforma trabalhista, Lei 13.467/ 2017, p. 59
  • Direitos físicos da personalidade, p. 43
  • Direitos morais, p. 47
  • Direitos psíquicos da personalidade, p. 46
  • Discriminação. Assédio moral discriminatório, p. 124
  • Docência. Assédio moral organizacional, p. 146

E

  • Elementos do assédio moral, p. 109
  • Empregado. Contrato de trabalho e a relações entre empregador e empregado, p. 84
  • Empregador. Contrato de trabalho e a relações entre empregador e empregado, p. 84
  • Empregador. Responsabilidade do empregador e a recomposição da violação dos direitos da personalidade, p. 178
  • Empresa. Controle da empresa, p. 66

F

  • Fases do assédio moral, p. 107

H

  • Hierarquia. Poder hierárquico no meio ambiente de trabalho do policial militar, p. 96
  • Histórico. Breve histórico da proteção constitucional do ser humano, p. 24

I

  • Instrumento de controle. Modelo panóptico como instrumento de controle, p. 77
  • Introdução, p. 17

J

  • Jurisprudência sobre assédio moral organizacional, p. 163

L

  • Lei 13.467/2017. Direitos de personalidade do trabalhador na reforma trabalhista, Lei 13.467/2017, p. 59
  • Lei 13.467/2017. Propostas para o combate do assédio moral apesar da Lei 13.467/2017, p. 209
  • Lista de abreviaturas e siglas, p. 15

M

  • Meio ambiente de trabalho e direitos da personalidade, p. 23
  • Meio ambiente de trabalho. Assédio moral no meio ambiente de trabalho, p. 101
  • Meio ambiente de trabalho. Consequências do assédio moral no meio ambiente de trabalho: direitos da personalidade, p. 134
  • Meio ambiente de trabalho. Direito da personalidade no meio ambiente de trabalho, p. 48
  • Meio ambiente de trabalho. Poder hierárquico no meio ambiente de trabalho do policial militar, p. 96
  • Meio ambiente do trabalho. Princípios do direito do trabalho e do meio ambiente aplicados ao meio ambiente do trabalho, p. 55
  • Meio ambiente. Princípios do direito do trabalho e do meio ambiente aplicados ao meio ambiente do trabalho, p. 55
  • Meios de prova do assédio moral, p. 129
  • Modelo panóptico como instrumento de controle, p. 77

O

  • Organização. Assédio moral organizacional e a reforma trabalhista, p. 141

P

  • Panóptico. Modelo panóptico como instrumento de controle, p. 77
  • Personalidade. Direito da personalidade no meio ambiente de trabalho, p. 48
  • Personalidade. Direitos da personalidade e o meio ambiente de trabalho, p. 23
  • Personalidade. Direitos de personalidade do trabalhador na reforma trabalhista, Lei 13.467/2017, p. 59
  • Personalidade. Direitos psíquicos da personalidade, p. 46
  • Poder de controle, p. 95
  • Poder diretivo, p. 87
  • Poder diretivo do tomador de serviços, p. 65
  • Poder disciplinar, p. 93
  • Poder hierárquico no meio ambiente de trabalho do policial militar, p. 96
  • Poder organizador, p. 91
  • Policial militar. Assédio moral organizacional, p. 154
  • Policial militar. Poder hierárquico no meio ambiente de trabalho do policial militar, p. 96
  • Princípios do direito do trabalho e do meio ambiente aplicados ao meio ambiente do trabalho, p. 55
  • Propostas para o combate do assédio moral apesar da Lei 13.467/2017, p. 209
  • Proteção constitucional. Breve histórico da proteção constitucional do ser humano, p. 24

R

  • Referências, p. 223
  • Reforma trabalhista. Assédio moral à luz da reforma trabalhista, p. 177
  • Reforma trabalhista. Assédio moral organizacional decorrente da reforma trabalhista, p. 170
  • Reforma trabalhista. Assédio moral organizacional e a reforma trabalhista, p. 141
  • Reforma trabalhista. Tarifação do dano moral e outras questões sobre o dano moral na reforma trabalhista, p. 196
  • Responsabilidade do empregador e a recomposição da violação dos direitos da personalidade, p. 178

S

  • Ser humano. Breve histórico da proteção constitucional do ser humano, p. 24
  • Sigla. Lista de abreviaturas e siglas, p. 15

T

  • Tarifação do dano moral e outras questões sobre o dano moral na reforma trabalhista, p. 196
  • Tarifação do dano moral. Consequências, p. 203
  • Tipologia. Classificação dos tipos de assédio moral, p. 118
  • Tomador de serviços. Poder diretivo do tomador de serviços, p. 65
  • Trabalho. Contrato de trabalho e a relações entre empregador e empregado, p. 84

V

  • Violação dos direitos de personalidade. Responsabilidade do empregador e a recomposição da violação dos direitos da personalidade, p. 178

Recomendações

Capa do livro: Cooperativa de Trabalho, Márcio Eduardo Riego Cots

Cooperativa de Trabalho

Ano 2007, Tiragem 2008Márcio Eduardo Riego CotsISBN: 978853622094-9Páginas: 194Publicado em: 30/07/2008

Versão impressa

R$ 59,90em 2x de R$ 29,95Adicionar ao
carrinho
Capa do livro: Acidente de Trabalho & Competência - Pensamento Jurídico, Roland Hasson

Acidente de Trabalho & Competência - Pensamento Jurídico

2ª Edição – Revista e AtualizadaRoland HassonISBN: 978853621630-0Páginas: 232Publicado em: 06/07/2007

Versão impressa

R$ 69,90em 2x de R$ 34,95Adicionar ao
carrinho
Capa do livro: Direito Constitucional do Trabalho Vinte Anos Depois Constituição Federal de 1988, Coords.: Marco Antônio Villatore e Roland Hasson

Direito Constitucional do Trabalho Vinte Anos Depois Constituição Federal de 1988

 Coords.: Marco Antônio Villatore e Roland HassonISBN: 978853622237-0Páginas: 816Publicado em: 21/10/2008

Versão impressa

R$ 244,70em 6x de R$ 40,78Adicionar ao
carrinho
Capa do livro: Reforma do Judiciário, Coords.: Bruno Freire e Silva e Rodrigo Mazzei

Reforma do Judiciário

 Coords.: Bruno Freire e Silva e Rodrigo MazzeiISBN: 853621127-XPáginas: 544Publicado em: 09/12/2005

Versão impressa

R$ 149,90em 5x de R$ 29,98Adicionar ao
carrinho