Saber do Inconsciente, O - Volume 03 - Complexos Familiares e Psicopatologia - Seminários Proferidos na Biblioteca Freudiana de Curitiba de 1994 a 1996

Alfredo Jerusalinsky - Organizadora: Rosane Weber Licht

Versão impressa

de R$ 64,70*
por R$ 58,23em 2x de R$ 29,12Adicionar ao carrinho

Versão digital

Disponível para:AndroidiOS
de R$ 47,70*

* Desconto não cumulativo com outras promoções, incluindo P.A.P. e Cliente Fiel

Ficha técnica

Autor(es): Alfredo Jerusalinsky - Organizadora: Rosane Weber Licht

ISBN v. impressa: 978853629216-8

ISBN v. digital: 978853629231-1

Acabamento: Brochura

Formato: 15,0x21,0 cm

Peso: 191grs.

Número de páginas: 154

Publicado em: 30/10/2019

Área(s): Psicologia - Psicanálise

Versão Digital (eBook)

Para leitura em aplicativo exclusivo da Juruá Editora para Smartphones e Tablets rodando iOS e Android. Não compatível KINDLE, LEV, KOBO e outros e-Readers.

Disponível para as plataformas:

  • AndroidAndroid 4 ou posterior
  • iOSiOS 7 ou posterior

Em computadores a leitura é apenas online e sem recursos de favoritos e anotações;
Não permite a impressão e cópia do conteúdo.

Compra apenas via site da Juruá Editora.

Sinopse

Este livro é um acontecimento por várias razões: são seminários proferidos na Associação Psicanalítica de Curitiba e na Biblioteca Freudiana de Curitiba, cuidadosamente e também afetivamente compilados pela nossa colega Rosane Weber Licht, o que teve como resultado este livro com aportes inéditos, de uma importância clínica indiscutível e impecável, que é a marca indelével da clínica de Jerusa­linsky. Seja quando se ocupa das crianças, dos ditos adultos, psicóti­cos, autistas e tutti quanti aparece nesta clínica com tantos sofrimen­tos, pesos, estilhaçamentos, em que às vezes em vão procuramos um fio para dar um nó no momento preciso.

Este livro, como a maior parte dos livros de Jerusalinsky, permite não somente praticar a psicanálise como incitar igualmente a reflexão, a elaboração, as pesquisas pessoais, as leituras complementares etc.

Ser convidada para escrever o prefácio é outra razão da excelência deste livro para mim, porque é um trabalho de talhar numa matéria compacta, fibrosa, com palavras que tentam furar o texto para oxige­nar um pouco com o olhar do outro que é estrangeiro.

É muito difícil escrever sobre a psicanálise, principalmente sobre quem já escreveu tanto, tem uma profusão de livros, todos tão lidos pelos nossos colegas, e que sempre trazem tanto frescor e signifi­cantes nunca encadeados em cadeias anteriores.

Nos textos de Jerusalinsky, sejam aqueles áridos, difíceis, às vezes também gongóricos como Lacan, encontramos sempre um “gostar” de ser analista, se não for muito simples falar assim. Linha após linha é uma bela aventura que encontramos, corajosas travessias e aquela sensação rara nestas searas, de se sair diferente de como se entrou.

Quando ele se implica mais nos “casos” e lembra incansavelmente de que uma relação de análise é sempre “intersubjetiva”, na qual o ana­lista também se deixa afetar, isto é importante, necessário e diferente do lugar-comum da psicanálise com que acabamos nos deparando.

Jerusalinsky sempre tenta responder algumas perguntas de peso, e responde como por exemplo: O que é praticar a Psicanálise, de fato? Quais as operações que direcionamos? A ética e a moral inclusive...

Por isto seus livros são lindos para quem gosta da psicanálise, daque­la dura, crua e nua.

Texto extraído do prefácio contido nesta obra, de autoria da Psicanalista Dayse Stoklos Malucelli, Membro Fundador da APC – Associação Psicanalítica de Curitiba.

Autor(es)

ALFREDO JERUSALINSKY

Psicanalista, Membro da As­sociação Psicanalítica de Porto Alegre (APPOA) e da Association Lacanienne International. Mestre em Psicologia Clínica e Dou­tor em Educação e Desenvolvi­mento Humano. Diretor da Clínica Interdisciplinar para os Problemas do Desenvolvimen­to Centro Dra. Lydia Coriat, de Porto Alegre. Presidente Honorário da FEPI (Fundación para el Estudio de los Problemas de la Infancia de la República Argentina). Assessor de pesquisa e clínica de bebês no IPREDE – CE (Instituto de Prevenção da des­nutrição e o desenvolvimento Infantil, Fortaleza, Ceará). Autor de Psicanálise do Autismo, Ins-tituto Langage, 2012, 2ª ed.; Saber falar: como se adquire a língua?, Ed. Vozes, 2008; Para compreender a criança: chaves psicanalíticas, Instituto Langage, 2011 e Ed. Abya Yala, Quito, Equador, 2003; Dossiê autismo, Instituto Langage, 2015. Au­tor e organizador, com Silvia Fendrik, de O Livro Negro da Psicopatologia Contemporânea, Ed.Via Lettera, 2015, e Siglo XXI, México. Autor de cinco volumes de seminários: Novas no­tas sobre a sexualidade Infantil, Função e Método da apresen­tação de Casos Clínicos, O de­clínio do Império Patriarcal, entre eles, Lugar de Vida, Instituto de Psicologia da USP. Dar a Palavra aos autistas, organizador e autor, Correio da APPOA, nº 222, abril/ maio de 2013, e de mais de 300 artigos em publicações especializadas e de divulgação.

Sumário

Dezembro de 1994 - "Histórico" de Lacan: questão evolutiva, Espelho, Recusa, Foraclusão, Paralelo Lacan - Winnicott, p. 13

Março de 1995 - Família como instituição, Sintoma, História clínica, Psicose e transferência, Presença do pai e da mãe, Pai real, p. 25

Maio de 1995 - Objeto metonímico, Objeto metafórico, Sintoma, p. 37

Agosto de 1995 - A direção da cura nas psicoses (ou do "curativo"), p. 49

Dezembro de 1995 - Tempo lógico, Teoria do trauma, Fantasma fundamental, Retorno ao infantil do sujeito neurótico e psicótico, p. 61

Abril de 1996 - Traço unário, Escolhas de nomes para o filho, p. 75

Junho de 1996 - Percurso de evolução do sujeito, Condições da série significante: Descontinuidade, Substituibilidade, Deslocamento, Repetição da diferença, Estatuto da dívida, Desejo como intransitivo, Paradoxo entre enunciado e enunciação no discurso científico, Diferenças da posição neurótica, psicótica, borderline e psicossomática,Traço unário e letra, p. 87

Outubro de 1996 - Estatuto do Sintoma e da Sublimação, p. 99

Dezembro de 1996 - Queixa, Fim de análise, Significante, p. 119

Posfácio, p. 131

Índice alfabético

A

  • Análise. Seminário. Dezembro de 1996. Queixa, Fim de análise, Significante, p. 119

B

  • Boderline. Seminário. Junho de 1996. Percurso de evolução do sujeito, Condições da série significante: Descontinuidade, Substituibilidade, Deslocamento, Repetição da diferença, Estatuto da dívida, Desejo como intransitivo, Paradoxo entre enunciado e enunciação no discurso científico, Diferenças da posição neurótica, psicótica, borderline e psicossomática, Traço unário e letra, p. 87

C

  • Clínica. Seminário. Março de 1995. Família como instituição, Sintoma, História clínica, Psicose e transferência, Presença do pai e da mãe, Pai real, p. 25
  • Cura. Seminário. Agosto de 1995. A direção da cura nas psicoses (ou do "curativo"), p. 49

D

  • Descontinuidade. Seminário. Junho de 1996. Percurso de evolução do sujeito, Condições da série significante: Descontinuidade, Substituibilidade, Deslocamento, Repetição da diferença, Estatuto da dívida, Desejo como intransitivo, Paradoxo entre enunciado e enunciação no discurso científico, Diferenças da posição neurótica, psicótica, borderline e psicossomática, Traço unário e letra, p. 87
  • Desejo como intransitivo. Seminário. Junho de 1996. Percurso de evolução do sujeito, Condições da série significante: Descontinuidade, Substituibilidade, Deslocamento, Repetição da diferença, Estatuto da dívida, Desejo como intransitivo, Paradoxo entre enunciado e enunciação no discurso científico, Diferenças da posição neurótica, psicótica, borderline e psicossomática, Traço unário e letra, p. 87
  • Deslocamento. Seminário. Junho de 1996. Percurso de evolução do sujeito, Condições da série significante: Descontinuidade, Substituibilidade, Deslocamento, Repetição da diferença, Estatuto da dívida, Desejo como intransitivo, Paradoxo entre enunciado e enunciação no discurso científico, Diferenças da posição neurótica, psicótica, borderline e psicossomática, Traço unário e letra, p. 87
  • Discurso científico. Seminário. Junho de 1996. Percurso de evolução do sujeito, Condições da série significante: Descontinuidade, Substituibilidade, Deslocamento, Repetição da diferença, Estatuto da dívida, Desejo como intransitivo, Paradoxo entre enunciado e enunciação no discurso científico, Diferenças da posição neurótica, psicótica, borderline e psicossomática, Traço unário e letra, p. 87

E

  • Enunciado e enunciação. Seminário. Junho de 1996. Percurso de evolução do sujeito, Condições da série significante: Descontinuidade, Substituibilidade, Deslocamento, Repetição da diferença, Estatuto da dívida, Desejo como intransitivo, Paradoxo entre enunciado e enunciação no discurso científico, Diferenças da posição neurótica, psicótica, borderline e psicossomática, Traço unário e letra, p. 87
  • Espelho. Seminário. Dezembro de 1994. "Histórico" de Lacan: questão evolutiva, Espelho, Recusa, Foraclusão, Paralelo Lacan - Winnicott, p. 13
  • Estatuto da dívida. Seminário. Junho de 1996. Percurso de evolução do sujeito, Condições da série significante: Descontinuidade, Substituibilidade, Deslocamento, Repetição da diferença, Estatuto da dívida, Desejo como intransitivo, Paradoxo entre enunciado e enunciação no discurso científico, Diferenças da posição neurótica, psicótica, borderline e psicossomática, Traço unário e letra, p. 87
  • Evolução do sujeito. Seminário. Junho de 1996. Percurso de evolução do sujeito, Condições da série significante: Descontinuidade, Substituibilidade, Deslocamento, Repetição da diferença, Estatuto da dívida, Desejo como intransitivo, Paradoxo entre enunciado e enunciação no discurso científico, Diferenças da posição neurótica, psicótica, borderline e psicossomática, Traço unário e letra, p. 87
  • Evolução. Seminário. Dezembro de 1994. "Histórico" de Lacan: questão evolutiva, Espelho, Recusa, Foraclusão, Paralelo Lacan - Winnicott, p. 13

F

  • Família. Seminário. Abril de 1996. Traço unário, Escolhas de nomes para o filho, p. 75
  • Família. Seminário. Março de 1995. Família como instituição, Sintoma, História clínica, Psicose e transferência, Presença do pai e da mãe, Pai real, p. 25
  • Família. Seminário. Março de 1995. Família como instituição, Sintoma, História clínica, Psicose e transferência, Presença do pai e da mãe, Pai real, p. 25
  • Foraclusão. Dezembro de 1994. "Histórico" de Lacan: questão evolutiva, Espelho, Recusa, Foraclusão, Paralelo Lacan - Winnicott, p. 13

I

  • Identidade. Seminário. Abril de 1996. Traço unário, Escolhas de nomes para o filho, p. 75
  • Instituição. Seminário. Março de 1995. Família como instituição, Sintoma, História clínica, Psicose e transferência, Presença do pai e da mãe, Pai real, p. 25

L

  • Lancan. Seminário. Dezembro de 1994. "Histórico" de Lacan: questão evolutiva, Espelho, Recusa, Foraclusão, Paralelo Lacan - Winnicott, p. 13

N

  • Neurose. Seminário. Junho de 1996. Percurso de evolução do sujeito, Condições da série significante: Descontinuidade, Substituibilidade, Deslocamento, Repetição da diferença, Estatuto da dívida, Desejo como intransitivo, Paradoxo entre enunciado e enunciação no discurso científico, Diferenças da posição neurótica, psicótica, borderline e psicossomática, Traço unário e letra, p. 87
  • Nomes para o filho. Seminário. Abril de 1996. Traço unário, Escolhas de nomes para o filho, p. 75

O

  • Objeto metafórico. Seminário. Maio de 1995. Objeto metonímico, Objeto metafórico, Sintoma, p. 37
  • Objeto metonímico. Seminário. Maio de 1995. Objeto metonímico, Objeto metafórico, Sintoma, p. 37

P

  • Posfácio, p. 131
  • Presença. Seminário. Março de 1995. Família como instituição, Sintoma, História clínica, Psicose e transferência, Presença do pai e da mãe, Pai real, p. 25
  • Psicose. Seminário. Agosto de 1995. A direção da cura nas psicoses (ou do "curativo"), p. 49
  • Psicose. Seminário. Junho de 1996. Percurso de evolução do sujeito, Condições da série significante: Descontinuidade, Substituibilidade, Deslocamento, Repetição da diferença, Estatuto da dívida, Desejo como intransitivo, Paradoxo entre enunciado e enunciação no discurso científico, Diferenças da posição neurótica, psicótica, borderline e psicossomática, Traço unário e letra, p. 87
  • Psicose. Seminário. Março de 1995. Família como instituição, Sintoma, História clínica, Psicose e transferência, Presença do pai e da mãe, Pai real, p. 25
  • Psicossomática. Seminário. Junho de 1996. Percurso de evolução do sujeito, Condições da série significante: Descontinuidade, Substituibilidade, Deslocamento, Repetição da diferença, Estatuto da dívida, Desejo como intransitivo, Paradoxo entre enunciado e enunciação no discurso científico, Diferenças da posição neurótica, psicótica, borderline e psicossomática, Traço unário e letra, p. 87

R

  • Recusa. Seminário. Dezembro de 1994. "Histórico" de Lacan: questão evolutiva, Espelho, Recusa, Foraclusão, Paralelo Lacan - Winnicott, p. 13
  • Repetição da diferença. Seminário. Junho de 1996. Percurso de evolução do sujeito, Condições da série significante: Descontinuidade, Substituibilidade, Deslocamento, Repetição da diferença, Estatuto da dívida, Desejo como intransitivo, Paradoxo entre enunciado e enunciação no discurso científico, Diferenças da posição neurótica, psicótica, borderline e psicossomática, Traço unário e letra, p. 87

S

  • Seminário. Abril de 1996. Traço unário, Escolhas de nomes para o filho, p. 75
  • Seminário. Agosto de 1995. A direção da cura nas psicoses (ou do "curativo"), p. 49
  • Seminário. Dezembro de 1994. "Histórico" de Lacan: questão evolutiva, Espelho, Recusa, Foraclusão, Paralelo Lacan - Winnicott, p. 13
  • Seminário. Dezembro de 1995. Tempo lógico, Teoria do trauma, Fantasma fundamental, Retorno ao infantil do sujeito neurótico e psicótico, p. 61
  • Seminário. Dezembro de 1996. Queixa, Fim de análise, Significante, p. 119
  • Seminário. Junho de 1996. Percurso de evolução do sujeito, Condições da série significante: Descontinuidade, Substituibilidade, Deslocamento, Repetição da diferença, Estatuto da dívida, Desejo como intransitivo, Paradoxo entre enunciado e enunciação no discurso científico, Diferenças da posição neurótica, psicótica, borderline e psicossomática, Traço unário e letra, p. 87
  • Seminário. Maio de 1995. Objeto metonímico, Objeto metafórico, Sintoma, p. 37
  • Seminário. Março de 1995. Família como instituição, Sintoma, História clínica, Psicose e transferência, Presença do pai e da mãe, Pai real, p. 25
  • Seminário. Outubro de 1996. Estatuto do sintoma e da sublimação, p. 99
  • Significante. Seminário. Dezembro de 1996. Queixa, Fim de análise, Significante, p. 119
  • Significante. Seminário. Junho de 1996. Percurso de evolução do sujeito, Condições da série significante: Descontinuidade, Substituibilidade, Deslocamento, Repetição da diferença, Estatuto da dívida, Desejo como intransitivo, Paradoxo entre enunciado e enunciação no discurso científico, Diferenças da posição neurótica, psicótica, borderline e psicossomática, Traço unário e letra, p. 87
  • Sintoma. Seminário. Maio de 1995. Objeto metonímico, Objeto metafórico, Sintoma, p. 37
  • Sintoma. Seminário. Março de 1995. Família como instituição, Sintoma, História clínica, Psicose e transferência, Presença do pai e da mãe, Pai real, p. 25
  • Sintoma. Seminário. Outubro de 1996. Estatuto do sintoma e da sublimação, p. 99
  • Sublimação. Seminário. Outubro de 1996. Estatuto do sintoma e da sublimação, p. 99

T

  • Traço unitário e letra. Seminário. Junho de 1996. Percurso de evolução do sujeito, Condições da série significante: Descontinuidade, Substituibilidade, Deslocamento, Repetição da diferença, Estatuto da dívida, Desejo como intransitivo, Paradoxo entre enunciado e enunciação no discurso científico, Diferenças da posição neurótica, psicótica, borderline e psicossomática, Traço unário e letra, p. 87
  • Traço unitário. Seminário. Abril de 1996. Traço unário, Escolhas de nomes para o filho, p. 75
  • Transferência. Seminário. Março de 1995. Família como instituição, Sintoma, História clínica, Psicose e transferência, Presença do pai e da mãe, Pai real, p. 25

W

  • Winnicott. Dezembro de 1994. "Histórico" de Lacan: questão evolutiva, Espelho, Recusa, Foraclusão, Paralelo Lacan - Winnicott, p. 13

Recomendações

Capa do livro: Origens de Winnicott, Roberto B. Graña

Origens de Winnicott

2ª Edição - Revista e AtualizadaRoberto B. GrañaISBN: 978853626072-3Páginas: 206Publicado em: 10/08/2016

Versão impressa

de R$ 69,90* porR$ 62,91em 2x de R$ 31,46Adicionar ao
carrinho

Versão digital

de R$ 49,90* porR$ 44,91 Adicionar eBook
ao carrinho
Capa do livro: Violência Contra a Mulher, Gilberto Gnoato

Violência Contra a Mulher

 Gilberto GnoatoISBN: 978853628891-8Páginas: 218Publicado em: 12/06/2019

Versão impressa

de R$ 84,70* porR$ 76,23em 3x de R$ 25,41Adicionar ao
carrinho

Versão digital

de R$ 59,90* porR$ 53,91em 2x de R$ 26,96Adicionar eBook
ao carrinho
Capa do livro: Revista da Associação Psicanalítica de Curitiba - N° 21, Responsável por esta edição: Wael de Oliveira - Organizadora: Dayse Stoklos Malucelli - Colaboradora: Rosane Weber Licht

Revista da Associação Psicanalítica de Curitiba - N° 21

 Responsável por esta edição: Wael de Oliveira - Organizadora: Dayse Stoklos Malucelli - Colaboradora: Rosane Weber LichtISSN: 1519-8456-00021Páginas: 92Publicado em: 26/11/2010

Versão impressa

de R$ 29,90* porR$ 26,91 Adicionar ao
carrinho
Capa do livro: Histeria, Thalita Lacerda Nobre

Histeria

 Thalita Lacerda NobreISBN: 978853624012-1Páginas: 106Publicado em: 28/11/2012

Versão impressa

de R$ 29,90* porR$ 26,91 Adicionar ao
carrinho

Versão digital

de R$ 19,90* porR$ 17,91 Adicionar eBook
ao carrinho