Liberdades, Garantias e Direitos Sociais - Aplicação do Princípio da Proporcionalidade nos Conflitos Penais e Sociais

Aluisio Antonio Maciel Neto

Versão impressa

por R$ 159,90em 6x de R$ 26,65Adicionar ao carrinho

Versão digital

Disponível para:AndroidiOS
de R$ 110,90*
por R$ 88,72em 3x de R$ 29,57Adicionar ao carrinho

* Desconto não cumulativo com outras promoções, incluindo P.A.P. e Cliente Fiel

Ficha técnica

Autor(es): Aluisio Antonio Maciel Neto

ISBN v. impressa: 978655605071-3

ISBN v. digital: 978655605033-1

Acabamento: Brochura

Formato: 15,0x21,0 cm

Peso: 518grs.

Número de páginas: 418

Publicado em: 13/05/2020

Área(s): Direito - Constitucional; Direito - Penal; Internacional

Versão Digital (eBook)

Para leitura em aplicativo exclusivo da Juruá Editora para Smartphones e Tablets rodando iOS e Android. Não compatível KINDLE, LEV, KOBO e outros e-Readers.

Disponível para as plataformas:

  • AndroidAndroid 4 ou posterior
  • iOSiOS 7 ou posterior

Em computadores a leitura é apenas online e sem recursos de favoritos e anotações;
Não permite a impressão e cópia do conteúdo.

Compra apenas via site da Juruá Editora.

Sinopse

A efetivação dos direitos fundamentais talvez seja o maior enfrentamento a ser realizado pelo Direito. E isso fica demonstrado com maior relevância na Constituição Federal de 1988 que, de forma analítica, elencou direitos funda­mentais dos mais diversos matizes – liberdades e garantias, individuais ou políticas, e direitos sociais lato sensu – a ensejar conflitos entre eles ou a in­capacidade de suas implementações pela limitação financeira do Estado. A concepção de um sistema subjetivo de proteção dos direitos fundamentais, sob os influxos da teoria dos status de Jellinek, revelou-se insuficiente para a efetivação devida dos direitos fundamentais diante dos conflitos de massa de uma sociedade pós-moderna, pois compreendia apenas a relação indi­víduo-Estado. Logo, tornou-se necessário novo delineamento do papel do Estado, sob a ótica de uma construção racional, como meio de preservação da força normativa constitucional, a abrir caminho para a proteção objetiva dos direitos fundamentais e a inserir o terceiro elemento na relação jurídica havida entre indivíduo e Estado: a sociedade. Desta forma, a obra apresen­tou uma proposta de estruturação de um sistema objetivo de proteção de direitos fundamentais, partindo-se do pressuposto teleológico da teoria relativista de Estado, a congregar Estado, indivíduos e sociedade como entes au­tônomos e em permanente cooperação entre si. Sob o viés do conceito de constituição moldura, que preserva o núcleo imutável de normas constitucionais, desenvolveu-se os espaços possíveis de atuação entre o poder discricionário do Executivo e do Legislativo, em estabelecer objetivos e meios para alcançar suas finalidades como mandatários democráticos, e a função corretiva do Judiciário por meio da aplicação do princípio da proporcionalidade. Neste aspecto, os conflitos de direitos fundamentais se sujeitariam às ponderações de valores pre­conizadas pela teoria dos princípios de Robert Alexy, estruturados pelos princí­pios da dignidade da pessoa humana e da cidadania, dos quais emergiriam os preceitos de sustentação – proibição de excesso, proteção penal eficiente, reserva do possível e garantia do mínimo existencial. Com esta sistematização, e sem a pretensão de estabelecer conceitos e conclusões fechadas, abordou- -se questões práticas de aplicação da proporcionalidade dos referidos princípios nos conflitos entre liberdades e garantias, na esfera penal, e de direitos sociais, como meio de efetivação dos respectivos direitos fundamentais.

Autor(es)

ALUISIO ANTONIO MACIEL NETO

Formado em Direito pela Pon­tifícia Universidade Católica de Campinas. Mestre em Direito pela Universidade Metodista de Piracicaba. Em 2006, ingres­sou no Ministério Público do Estado de São Paulo e exerce o cargo de Promotor de Justiça há 14 anos. Ao longo do perío­do profissional, ministrou au­las em curso preparatório para exames da OAB, como profes­sor convidado na Universidade Metodista de Piracicaba e no Curso de Especialização lato sensu em Direito Penal e Pro­cessual Penal da Pontifícia Uni­versidade Católica de São Pau­lo, além de proferir palestras e escrever artigos em diversos periódicos.

Sumário

LISTA DE ABREVIATURAS E SIGLAS, p. 15

INTRODUÇÃO, p. 17

I DO CONCEITO DE ESTADO DEMOCRÁTICO DE DIREITO, p. 21

1 DO CONCEITO DE SOCIEDADE, p. 21

1.1 Os Costumes como Normas de Convivência na Sociedade, p. 24

1.2 A Heterogenia dos Conflitos da Sociedade como Razão de Criação do Estado, p. 27

2 O ESTADO E SUA TELEOLOGIA, p. 31

2.1 Teorias Expansivas do Estado, p. 33

2.1.1 O pensamento greco-romano, p. 34

2.1.2 O pensamento cristão da Idade Média, p. 35

2.1.3 O pensamento de Christian Wolf e Jeremy Bentham, p. 37

2.1.4 O pensamento de Friedrich Hegel, p. 39

2.1.5 O pensamento marxista, p. 41

2.2 Teorias Limitadoras do Estado, p. 44

2.2.1 O pensamento franciscano de Ockham e Pádua, p. 45

2.2.2 O pensamento de Hugo Grócio, p. 47

2.2.3 O pensamento de Thomas Hobbes, p. 48

2.2.4 O pensamento de John Locke, p. 51

2.2.5 O pensamento de Montesquieu, p. 54

2.2.6 O pensamento de Jean-Jacques Rousseau, p. 56

2.2.7 O pensamento de Imannuel Kant, p. 58

2.3 Teorias Relativistas do Estado, p. 61

2.3.1 O pensamento de Jellinek, p. 61

2.3.2 O pensamento de Groppali, p. 64

3 A DELIMITAÇÃO CONCEITUAL DO ESTADO DEMOCRÁTICO DE DIREITO, p. 67

II DAS LIBERDADES, GARANTIAS E DIREITOS SOCIAIS, p. 75

1 CONSIDERAÇÕES INICIAIS, p. 75

2 A TEORIA DO STATUS DE JELLINEK COMO SEMENTE DE SISTEMATIZAÇÃO DOS DIREITOS FUNDAMENTAIS, p. 75

3 OS DIREITOS FUNDAMENTAIS E SUAS DIMENSÕES, p. 81

3.1 Direitos Fundamentais de 1ª Dimensão, p. 83

3.2 Direitos Fundamentais de 2ª Dimensão, p. 88

3.3 Direitos Fundamentais de 3ª Dimensão, p. 91

4 LIBERDADES, GARANTIAS E DIREITOS SOCIAIS LATO SENSU: A SISTEMATIZAÇÃO CONSTITUCIONAL DOS DIREITOS FUNDAMENTAIS, p. 96

III A NECESSIDADE DA SISTEMATIZAÇÃO OBJETIVA DOS DIREITOS FUNDAMENTAIS, p. 103

1 A CRISE DO ESTADO PÓS-MODERNO, p. 103

1.1 A Sociedade Demandista, p. 104

1.2 A Sociedade Insegura, p. 115

2 AS CONSEQUÊNCIAS DA CRISE DA PÓS-MODERNIDADE NOS DIREITOS FUNDAMENTAIS, p. 120

3 A NECESSIDADE DE REDEFINIÇÃO DO PAPEL DO ESTADO E DA SOCIEDADE NA PÓS-MODERNIDADE, p. 124

IV A DIMENSÃO OBJETIVA DOS DIREITOS FUNDAMENTAIS, p. 133

1 CASO LÜTH E A PROTEÇÃO OBJETIVA DOS DIREITOS FUNDAMENTAIS, p. 133

2 A INSUFICIÊNCIA DA TEORIA DOS STATUS NA DIMENSÃO OBJETIVA DOS DIREITOS FUNDAMENTAIS, p. 136

3 A COMPLEMENTAÇÃO DA TEORIA DAS POSIÇÕES JURÍDICAS FUNDAMENTAIS, p. 139

3.1 Direito a Algo, p. 140

3.2 Liberdades, p. 141

3.3 Competências, p. 142

4 DIREITO FUNDAMENTAL COMPLETO, p. 144

5 DOS DEVERES FUNDAMENTAIS, p. 148

5.1 Fundamentação Axiológica dos Deveres Fundamentais, p. 150

5.2 Dimensão Subjetiva dos Deveres Fundamentais, p. 153

5.3 Dimensão Objetiva dos Deveres Fundamentais, p. 156

6 EFICÁCIA DOS DIREITOS FUNDAMENTAIS NA DIMENSÃO OBJETIVA, p. 159

V SISTEMATIZAÇÃO DA PROTEÇÃO OBJETIVA DOS DIREITOS FUNDAMENTAIS, p. 169

1 A CONSTRUÇÃO DO CONCEITO DE CONSTITUIÇÃO MOLDURA, p. 169

1.1 A Diferença entre Constituição Lei, Constituição Fundamento e Constituição Moldura, p. 171

1.2 A Moldura do Estado Democrático de Direito na Constituição Federal de 1988, p. 177

1.3 Conteúdo da Moldura sob a Perspectiva da Teoria dos Princípios, p. 187

2 O COMPLEXO NORMATIVO DE REGRAS E PRINCÍPIOS, p. 195

2.1 A Definição de Regras e Princípios, p. 198

2.2 A Colisão de Regras e Princípios, p. 203

2.3 Os Princípios Estruturantes, p. 213

2.3.1 Do princípio da dignidade da pessoa humana, p. 215

2.3.2 Do princípio da cidadania, p. 219

2.4 Princípios de Sustentação - Proibição de Excesso, Proteção Penal Eficiente, Garantia do Mínimo Existencial e Reserva do Possível, p. 223

2.4.1 Princípio da proibição do excesso, p. 226

2.4.2 Princípio da proteção eficiente, p. 232

2.4.3 Princípio da reserva do possível, p. 240

2.4.4 Princípio da garantia do mínimo existencial, p. 244

VI ANÁLISES PRÁTICAS SOBRE O SISTEMA DE PROTEÇÃO OBJETIVA DOS DIREITOS FUNDAMENTAIS, p. 251

1 CONSIDERAÇÕES PRELIMINARES, p. 251

2 DOS CONFLITOS ENTRE LIBERDADES E GARANTIAS, p. 252

2.1 A Constituição Moldura, a Hediondez do Tráfico Privilegiado, o Habeas Corpus 118.533 e o Indulto, p. 254

2.2 A "Vedação" de Prisão Preventiva e a Substituição por Prisão Domiciliar, p. 265

2.3 A Proporcionalidade na Aplicação da Pena, p. 279

2.4 A Prisão Após Condenação em Segundo Grau Jurisdicional, p. 285

2.5 A Discricionariedade Legislativa e o Acórdão Condenatório Recorrível como Causa de Interrupção da Prescrição da Pretensão Punitiva, p. 302

2.6 O Controle Jurisdicional na Discricionariedade Legislativa e o Prazo Prescricional da Pretensão Penal Executória, p. 312

3 DOS CONFLITOS ENTRE DIREITOS SOCIAIS LATO SENSU, p. 318

3.1 Das Vagas em Creches às Cotas de Vagas Universitárias, p. 322

3.2 O Fornecimento de Medicamentos e a Judicialização da Saúde, p. 331

3.3 A Força Normativa da Constituição: da Proteção ao Meio Ambiente às Manifestações Culturais, p. 345

3.4 A Teoria Relativista de Estado e seus Reflexos na Proteção Coletiva à Saúde: A Experiência Decorrente da Pandemia da Covid-19, p. 364

CONCLUSÃO, p. 385

REFERÊNCIAS, p. 399

Índice alfabético

A

  • Abreviatura. Lista de abreviaturas e siglas, p. 15
  • Acórdão condenatório recorrível. Discricionariedade legislativa e o acórdão condenatório recorrível como causa de interrupção da prescrição da pretensão punitiva, p. 302
  • Análises práticas sobre o sistema de proteção objetiva dos direitos fundamentais, p. 251
  • Axiologia. Fundamentação axiológica dos deveres fundamentais, p. 150

C

  • Caso Lüth e a proteção objetiva dos direitos fundamentais, p. 133
  • Cidadania. Princípio da cidadania, p. 219
  • Colisão de regras e princípios, p. 203
  • Competências, p. 142
  • Complementação da teoria das posições jurídicas fundamentais, p. 139
  • Complexo normativo de regras e princípios, p. 195
  • Conceito de Estado Democrático de Direito, p. 21
  • Conceito de sociedade, p. 21
  • Conceito. Delimitação conceitual do Estado Democrático de Direito, p. 67
  • Conclusão, p. 385
  • Condenação. Prisão após condenação em segundo grau jurisdicional, p. 285
  • Conflito em sociedade. Heterogenia dos conflitos da sociedade como razão de criação do Estado, p. 27
  • Conflitos entre direitos sociais "lato sensu", p. 318
  • Consequências da crise da pós-modernidade nos direitos fundamentais, p. 120
  • Constituição Federal de 1988. Moldura do Estado Democrático de Direito na Constituição Federal de 1988, p. 177
  • Constituição Fundamento. Diferença entre Constituição Lei, Constituição Fundamento e Constituição Moldura, p. 171
  • Constituição Lei. Diferença entre Constituição Lei, Constituição Fundamento e Constituição Moldura, p. 171
  • Constituição moldura, a hediondez do tráfico privilegiado, o Habeas Corpus 118.533 e o indulto, p. 254
  • Constituição moldura. Construção do conceito de Constituição moldura, p. 169
  • Constituição Moldura. Diferença entre Constituição Lei, Constituição Fundamento e Constituição Moldura, p. 171
  • Construção do conceito de Constituição moldura, p. 169
  • Conteúdo da Moldura sob a perspectiva da Teoria dos Princípios, p. 187
  • Controle jurisdicional na discricionariedade legislativa e o prazo prescricional da pretensão penal executória, p. 312
  • Convivência. Costumes como normas de convivência na sociedade, p. 24
  • Costumes como normas de convivência na sociedade, p. 24
  • Crime hediondo. Constituição moldura, a hediondez do tráfico privilegiado, o Habeas Corpus 118.533 e o indulto, p. 254
  • Crise da pós-modernidade. Consequências da crise da pós-modernidade nos direitos fundamentais, p. 120
  • Crise do Estado pós-moderno, p. 103

D

  • Definição de regras e princípios, p. 198
  • Delimitação conceitual do Estado Democrático de Direito, p. 67
  • Deveres fundamentais, p. 148
  • Deveres fundamentais. Dimensão objetiva dos deveres fundamentais, p. 156
  • Deveres fundamentais. Dimensão subjetiva dos deveres fundamentais, p. 153
  • Deveres fundamentais. Fundamentação axiológica dos deveres fundamentais, p. 150
  • Diferença entre Constituição Lei, Constituição Fundamento e Constituição Moldura, p. 171
  • Dignidade da pessoa humana. Princípio, p. 215
  • Dimensão objetiva dos deveres fundamentais, p. 156
  • Dimensão objetiva dos direitos fundamentais, p. 133
  • Dimensão objetiva dos direitos fundamentais. Insuficiência da teoria dos status na dimensão objetiva dos direitos fundamentais, p. 136
  • Dimensão objetiva. Eficácia dos direitos fundamentais na dimensão objetiva, p. 159
  • Dimensão subjetiva dos deveres fundamentais, p. 153
  • Direito a algo, p. 140
  • Direito fundamental completo, p. 144
  • Direitos fundamentais de 1ª Dimensão, p. 83
  • Direitos fundamentais de 2ª Dimensão, p. 88
  • Direitos fundamentais de 3ª Dimensão, p. 91
  • Direitos fundamentais e suas dimensões, p. 81
  • Direitos fundamentais. Caso Lüth e a proteção objetiva dos direitos fundamentais, p. 133
  • Direitos fundamentais. Consequências da crise da pós-modernidade nos direitos fundamentais, p. 120
  • Direitos fundamentais. Dimensão objetiva dos direitos fundamentais, p. 133
  • Direitos fundamentais. Eficácia dos direitos fundamentais na dimensão objetiva, p. 159
  • Direitos fundamentais. Insuficiência da teoria dos status na dimensão objetiva dos direitos fundamentais, p. 136
  • Direitos fundamentais. Liberdades, garantias e direitos sociais "lato sensu": a sistematização constitucional dos direitos fundamentais, p. 96
  • Direitos fundamentais. Necessidade da sistematização objetiva dos direitos fundamentais, p. 103
  • Direitos fundamentais. Sistematização da proteção objetiva dos direitos fundamentais, p. 169
  • Direitos sociais. Conflitos entre direitos sociais "lato sensu", p. 318
  • Direitos sociais. Força normativa da Constituição: da proteção ao meio ambiente às manifestações culturais, p. 345
  • Direitos sociais. Fornecimento de medicamentos e a judicialização da saúde, p. 331
  • Direitos sociais. Liberdades, garantias e direitos sociais, p. 75
  • Direitos sociais. Liberdades, garantias e direitos sociais "lato sensu": a sistematização constitucional dos direitos fundamentais, p. 96
  • Direitos sociais. Teoria relativista de Estado e seus reflexos na proteção coletiva à saúde: a experiência decorrente da Pandemia da Covid-19, p. 364
  • Direitos sociais. Vagas em creches às cotas de vagas universitárias, p. 322
  • Discricionariedade legislativa e o acórdão condenatório recorrível como causa de interrupção da prescrição da pretensão punitiva, p. 302
  • Discricionariedade legislativa. Controle jurisdicional na discricionariedade legislativa e o prazo prescricional da pretensão penal executória, p. 312

E

  • Eficácia dos direitos fundamentais na dimensão objetiva, p. 159
  • Estado Democrático de Direito. Conceito, p. 21
  • Estado Democrático de Direito. Delimitação conceitual, p. 67
  • Estado Democrático de Direito. Moldura do Estado Democrático de Direito na Constituição Federal de 1988, p. 177
  • Estado e sua teleologia, p. 31
  • Estado pós-moderno. Crise, p. 103
  • Estado. Heterogenia dos conflitos da sociedade como razão de criação do Estado, p. 27
  • Estado. Necessidade de redefinição do papel do Estado e da sociedade na pós-modernidade, p. 124
  • Estado. Teorias expansivas do Estado, p. 33
  • Estado. Teorias expansivas. O pensamento cristão da Idade Média, p. 35
  • Estado. Teorias expansivas. O pensamento de Christian Wolf e Jeremy Bentham, p. 37
  • Estado. Teorias expansivas. O pensamento de Friedrich Hegel, p. 39
  • Estado. Teorias expansivas. O pensamento greco-romano, p. 34
  • Estado. Teorias expansivas. O pensamento marxista, p. 41
  • Estado. Teorias limitadoras do Estado, p. 44
  • Estado. Teorias limitadoras. O pensamento de Hugo Grócio, p. 47
  • Estado. Teorias limitadoras. O pensamento de Imannuel Kant, p. 58
  • Estado. Teorias limitadoras. O pensamento de Jean-Jacques Rousseau, p. 56
  • Estado. Teorias limitadoras. O pensamento de John Locke, p. 51
  • Estado. Teorias limitadoras. O pensamento de Montesquieu, p. 54
  • Estado. Teorias limitadoras. O pensamento de Thomas Hobbes, p. 48
  • Estado. Teorias limitadoras. O pensamento franciscano de Ockham e Pádua, p. 45
  • Estado. Teorias relativistas do Estado, p. 61
  • Estado. Teorias relativistas. O pensamento de Groppali, p. 64
  • Estado. Teorias relativistas. O pensamento de Jellinek, p. 61

F

  • Fundamentação axiológica dos deveres fundamentais, p. 150

G

  • Garantia do mínimo existencial. Princípio, p. 244
  • Garantia do mínimo existencial. Princípios de sustentação. Proibição de excesso, proteção penal eficiente, garantia do mínimo existencial e reserva do possível, p. 223
  • Garantia. Liberdades, garantias e direitos sociais, p. 75

H

  • "Habeas Corpus" 118.533. Constituição moldura, a hediondez do tráfico privilegiado, o "Habeas Corpus" 118.533 e o indulto, p. 254
  • Heterogenia dos conflitos da sociedade como razão de criação do Estado, p. 27

I

  • Indulto. Constituição moldura, a hediondez do tráfico privilegiado, o "Habeas Corpus" 118.533 e o indulto, p. 254
  • Insuficiência da teoria dos status na dimensão objetiva dos direitos fundamentais, p. 136
  • Introdução, p. 17

J

  • Jellinek. Teoria do Status de Jellinek como semente de sistematização dos direitos fundamentais, p. 75

L

  • Liberdades, p. 141
  • Liberdades, garantias e direitos sociais, p. 75
  • Liberdades, garantias e direitos sociais "lato sensu": a sistematização constitucional dos direitos fundamentais, p. 96
  • Liberdades, garantias e direitos sociais. Considerações iniciais, p. 75
  • Lista de abreviaturas e siglas, p. 15
  • Lüth. Caso Lüth e a proteção objetiva dos direitos fundamentais, p. 133

M

  • Moldura do Estado Democrático de Direito na Constituição Federal de 1988, p. 177

N

  • Necessidade da sistematização objetiva dos direitos fundamentais, p. 103
  • Necessidade de redefinição do papel do Estado e da sociedade na pós-modernidade, p. 124

P

  • Pena. Proporcionalidade na aplicação da pena, p. 279
  • Prazo prescricional. Controle jurisdicional na discricionariedade legislativa e o prazo prescricional da pretensão penal executória, p. 312
  • Prescrição da pretensão punitiva. Discricionariedade legislativa e o acórdão condenatório recorrível como causa de interrupção da prescrição da pretensão punitiva, p. 302
  • Pretensão penal condenatória. Controle jurisdicional na discricionariedade legislativa e o prazo prescricional da pretensão penal executória, p. 312
  • Princípio da cidadania, p. 219
  • Princípio da dignidade da pessoa humana, p. 215
  • Princípio da garantia do mínimo existencial, p. 244
  • Princípio da proibição do excesso, p. 226
  • Princípio da proteção eficiente, p. 232
  • Princípio da reserva do possível, p. 240
  • Princípios de sustentação. Proibição de excesso, proteção penal eficiente, garantia do mínimo existencial e reserva do possível, p. 223
  • Princípios estruturantes, p. 213
  • Princípios. Colisão de regras e princípios, p. 203
  • Princípios. Definição de regras e princípios, p. 198
  • Princípios; Complexo normativo de regras e princípios, p. 195
  • Prisão após condenação em segundo grau jurisdicional, p. 285
  • Prisão domiciliar. A "vedação" de prisão preventiva e a substituição por prisão domiciliar, p. 265
  • Prisão preventiva. A "vedação" de prisão preventiva e a substituição por prisão domiciliar, p. 265
  • Proibição de excesso. Princípios de sustentação. Proibição de excesso, proteção penal eficiente, garantia do mínimo existencial e reserva do possível, p. 223
  • Proibição do excesso. Princípio da proibição do excesso, p. 226
  • Proporcionalidade na aplicação da pena, p. 279
  • Proteção coletiva à saúde. Teoria relativista de Estado e seus reflexos na proteção coletiva à saúde: a experiência decorrente da Pandemia da Covid-19, p. 364
  • Proteção eficiente. Princípio, p. 232
  • Proteção objetiva. Sistematização da proteção objetiva dos direitos fundamentais, p. 169
  • Proteção penal eficiente. Princípios de sustentação. Proibição de excesso, proteção penal eficiente, garantia do mínimo existencial e reserva do possível, p. 223

R

  • Referências, p. 399
  • Regras. Colisão de regras e princípios, p. 203
  • Regras. Complexo normativo de regras e princípios, p. 195
  • Regras. Definição de regras e princípios, p. 198
  • Reserva do possível. Princípio, p. 240
  • Reserva do possível. Princípios de sustentação. Proibição de excesso, proteção penal eficiente, garantia do mínimo existencial e reserva do possível, p. 223

S

  • Segundo grau jurisdicional. Prisão após condenação em segundo grau jurisdicional, p. 285
  • Sigla. Lista de abreviaturas e siglas, p. 15
  • Sistema de proteção objetiva dos direitos fundamentais. Análises práticas, p. 251
  • Sistema de proteção objetiva dos direitos fundamentais. Análises práticas. Conflitos entre liberdades e garantias, p. 252
  • Sistema de proteção objetiva dos direitos fundamentais. Análises práticas. Considerações preliminares, p. 251
  • Sistematização constitucional. Liberdades, garantias e direitos sociais "lato sensu": a sistematização constitucional dos direitos fundamentais, p. 96
  • Sistematização da proteção objetiva dos direitos fundamentais, p. 169
  • Sistematização dos direitos fundamentais. Teoria do Status de Jellinek como semente de sistematização dos direitos fundamentais, p. 75
  • Sociedade demandista, p. 104
  • Sociedade insegura, p. 115
  • Sociedade na pós-modernidade. Necessidade de redefinição do papel do Estado e da sociedade na pós-modernidade, p. 124
  • Sociedade. Conceito de sociedade, p. 21
  • Sociedade. Costumes como normas de convivência na sociedade, p. 24
  • Sustentação. Princípios de sustentação. Proibição de excesso, proteção penal eficiente, garantia do mínimo existencial e reserva do possível, p. 223

T

  • Teleologia. Estado e sua teleologia, p. 31
  • Teoria das posições jurídicas fundamentais. Complementação, p. 139
  • Teoria do Status de Jellinek como semente de sistematização dos direitos fundamentais, p. 75
  • Teoria do Status. Insuficiência da teoria dos status na dimensão objetiva dos direitos fundamentais, p. 136
  • Teoria dos Princípios. Conteúdo da Moldura sob a perspectiva da Teoria dos Princípios, p. 187
  • Teoria relativista de Estado e seus reflexos na proteção coletiva à saúde: a experiência decorrente da Pandemia da Covid-19, p. 364
  • Teorias expansivas do Estado, p. 33
  • Teorias limitadoras do Estado, p. 44
  • Teorias relativistas do Estado, p. 61
  • Tráfico privilegiado. Constituição moldura, a hediondez do tráfico privilegiado, o "Habeas Corpus" 118.533 e o indulto, p. 254

Recomendações

Capa do livro: Constituição e Jurisdição, Acelino Rodrigues Carvalho

Constituição e Jurisdição

 Acelino Rodrigues CarvalhoISBN: 978853625404-3Páginas: 456Publicado em: 17/09/2015

Versão impressa

R$ 129,90em 5x de R$ 25,98Adicionar ao
carrinho

Versão digital

de R$ 89,90* porR$ 71,92em 2x de R$ 35,96Adicionar eBook
ao carrinho
Capa do livro: Limites Constitucionais Tributários no Direito Norte-Americano, Enio Moraes da Silva

Limites Constitucionais Tributários no Direito Norte-Americano

 Enio Moraes da SilvaISBN: 857394849-3Páginas: 120Publicado em: 14/05/2001

Versão impressa

R$ 37,70 Adicionar ao
carrinho
Capa do livro: Tribunal do Júri, Rodrigo Faucz Pereira e Silva

Tribunal do Júri

2ª Edição - Revista e AtualizadaRodrigo Faucz Pereira e SilvaISBN: 978853622880-8Páginas: 266Publicado em: 08/03/2010

Versão impressa

R$ 79,90em 3x de R$ 26,63Adicionar ao
carrinho
Capa do livro: Advocacia-Geral da União e a sua Atuação no Âmbito da Justiça Administrativa, Deiser Mara Rezende Cardoso

Advocacia-Geral da União e a sua Atuação no Âmbito da Justiça Administrativa

 Deiser Mara Rezende CardosoISBN: 978853627937-4Páginas: 126Publicado em: 22/05/2018

Versão impressa

R$ 49,90 Adicionar ao
carrinho

Versão digital

de R$ 34,70* porR$ 27,76 Adicionar eBook
ao carrinho