Tecnologia nas Relações de Trabalho na União Europeia - Privacidade e Proteção de Dados em Portugal, Itália, Espanha, França e Alemanha - Impactos e Análise à Luz do Regulamento nº 2016/679 de 27.04.2016

Régis Antônio Bersanin Nieddu

Versão impressa

por R$ 129,90em 5x de R$ 25,98Adicionar ao carrinho

Versão digital

Disponível para:AndroidiOS
de R$ 89,90*
por R$ 76,42em 3x de R$ 25,47Adicionar ao carrinho

* Desconto não cumulativo com outras promoções, incluindo P.A.P. e Cliente Fiel

Ficha técnica

Autor(es): Régis Antônio Bersanin Nieddu

ISBN v. impressa: 978853629925-9

ISBN v. digital: 978652630093-0

Acabamento: Brochura

Formato: 15,0x21,0 cm

Peso: 365grs.

Número de páginas: 294

Publicado em: 17/08/2022

Área(s): Direito - Trabalho

Versão Digital (eBook)

Para leitura em aplicativo exclusivo da Juruá Editora - Juruá eBooks - para Smartphones e Tablets rodando iOS e Android. Não compatível KINDLE, LEV, KOBO e outros e-Readers.

Disponível para as plataformas:

  • AndroidAndroid 5 ou posterior
  • iOSiOS 8 ou posterior

Em computadores a leitura é apenas online e sem recursos de favoritos e anotações;
Não permite download do livro em formato PDF;
Não permite a impressão e cópia do conteúdo.

Compra apenas via site da Juruá Editora.

Sinopse

Prefácio de Lúcio Miguel Correia

A tecnologia oferece um amplo leque de inovações nos campos da interação social, da eliminação de fronteiras e da realização das mais inovadoras atividades profissionais. Na atualidade, os dados pessoais são o “ouro” do século XXI, potencializando, na seara laboral, a colisão de dois direitos fundamentais: de um lado, a iniciativa econômica privada e, de outro, a privacidade do trabalhador. Se o tratamento de dados pessoais está a otimizar o modus operandi empresarial, também é certo que a sua utilização de forma inadequada pode abrir espaço para a violação a princípios constitucionalmente assegurados. Nessa senda, diversas são as indagações que permeiam a matéria: tem o responsável pelo tratamento o direito de utilizar dados pessoais, ainda que em prejuízo ao seu titular? Quando cessa o direito de utilização desses dados e dá-se início ao direito à privacidade? Quais são os deveres e as responsabilidades dos envolvi - dos, em caso de abuso? Se essa temática é de grande importância nas relações sociais em geral, na esfera juslaboral a preocupação é ainda maior, já que a esta relação deve somar-se a subordinação e o poder diretivo, características que tornam a relação empregatícia singular, dado o natural desequilíbrio existente entre as partes, o que facilita a ocorrência de abusos que vão desde a fase pré-contratual até o momento posterior à cessação da relação empregatícia. À ponderação desses princípios e ao equilíbrio possível das relações empregatícias, dispõem os Estados-Membros de um arcabouço legislativo e jurisprudencial dinâmico que, em certa medida, vem sofrendo significativas alterações em decorrência do advento do Regulamento nº 2016/679, de 27 de abril. A análise não exaustiva, no âmbito do direito à privacidade, da legislação e juris - prudência trabalhistas dos países que integram a União Europeia, notadamente Portugal, Espanha, Alemanha, Itália e França, e os impactos causados pelo Regulamento Geral de Proteção de Dados na esfera laboral constituem o objeto do presente estudo.

Autor(es)

RÉGIS ANTÔNIO BERSANIN NIEDDU

Juiz do Trabalho Substituto vinculado ao Tribunal Regional Federal da 15ª Região, em auxílio fixo na 2ª Vara do Trabalho de Presidente Prudente/SP; atua também como coordenador interino do CEJUSC de Presidente Prudente/SP. Mestre em Ciências Jurídico-Empresariais pela Universidade Lusíada de Lisboa. Possui especialização em Direito do Trabalho e Processo do Trabalho pela Universidade Candido Mendes, Rio de Janeiro/RJ.

Sumário

LISTA DE ABREVIATURAS, SIGLAS E ACRÔNIMOS, p. 25

INTRODUÇÃO, p. 27

1 O TRABALHO, A DIGNIDADE E O DIREITO DO TRABALHO, p. 29

1.1 ASPETOS HISTÓRICOS, p. 29

1.1.1 Idade Antiga, p. 30

1.1.2 Idade Média, p. 32

1.1.3 Idade Moderna, p. 34

1.1.4 Idade Contemporânea, p. 38

1.1.5 Os "30 Gloriosos" e a Crise do Direito do Trabalho, p. 41

1.2 UM BREVE PANORAMA HISTÓRICO EM PORTUGAL, p. 44

1.3 O DIREITO AO TRABALHO E O DIREITO DO TRABALHO, p. 46

1.3.1 O Direito ao Trabalho e a sua Amplitude, p. 46

1.4 A RELAÇÃO LABORAL E O CONTRATO DE TRABALHO, p. 50

1.5 O PODER DA ENTIDADE EMPREGADORA E A SUBORDINAÇÃO JURÍDICA, p. 51

1.5.1 O Poder da Entidade Empregadora, p. 51

1.5.1.1 O poder de direção, p. 54

1.5.1.2 O poder regulamentar, p. 55

1.5.1.3 O poder disciplinar, p. 58

1.5.2 A Subordinação Jurídica, p. 59

1.5.3 O Poder da Entidade Empregadora e a Subordinação: a Necessidade de um Constante Equilíbrio, p. 62

2 A PRIVACIDADE, A TECNOLOGIA E A PROTEÇÃO DE DADOS, p. 65

2.1 A PRIVACIDADE, p. 65

2.1.1 Breve Evolução Histórica, p. 65

2.1.2 A Privacidade na CRP, p. 68

2.1.3 A Privacidade na Legislação Infraconstitucional, p. 69

2.1.4 A Privacidade, a Relação Laboral e a Conduta Extralaboral do Trabalhador, p. 71

2.2 A TECNOLOGIA, p. 75

2.2.1 Brevíssimo Apontamento Histórico, p. 75

2.2.2 Privacidade e Tecnologia: a Autonomização do Direito à Proteção de Dados, p. 77

2.2.2.1 O direito à desconexão, p. 81

2.2.2.2 Os parâmetros à utilização, pelo empregador, de dados dos trabalhadores disponibilizados na internet, p. 84

2.3 A PROTEÇÃO DE DADOS PESSOAIS, p. 87

2.3.1 Os Antecedentes à Edição do RGPD, p. 87

2.3.2 O RGPD e o Direito do Trabalho: o Art. 88º do Regulamento nº 2016/679, de 27 de Abril, p. 90

2.3.3 O RGPD: Algumas Inovações Introduzidas, p. 94

2.3.4 Os Princípios do RGPD, p. 99

2.3.4.1 Os princípios da licitude, da lealdade e da transparência, p. 100

2.3.4.1.1 A licitude do tratamento no art. 6º, nº 1, do RGPD, p. 101

2.3.4.1.2 O consentimento (art. 6º, nº 1, alínea "a" do RGPD), p. 102

2.3.4.1.3 A execução de contrato e de diligências pré-contratuais (art. 6º, nº 1, alínea "b" do RGPD), p. 105

2.3.4.1.4 A obrigação jurídica (art. 6º, nº 1, alínea "c" do RGPD), p. 106

2.3.4.1.5 A defesa de interesses vitais do titular ou de outra pessoa singular (art. 6º, nº 1, alínea "d" do RGPD), p. 108

2.3.4.1.6 O interesse legítimo (art. 6º, nº 1, alínea "f" do RGPD), p. 108

2.3.4.1.7 A licitude de tratamento no art. 9º do RGPD, p. 110

2.3.4.2 O princípio da finalidade (limitação das finalidades), p. 113

2.3.4.3 O princípio da proporcionalidade (minimização de dados), p. 115

2.3.4.4 O princípio da exatidão, p. 115

2.3.4.5 O princípio da limitação da conservação, p. 116

2.3.4.6 O princípio da integridade e confidencialidade, p. 116

2.3.4.7 O princípio da responsabilidade, p. 117

2.3.5 Os Direitos Previstos no RGPD, p. 117

2.3.5.1 Direito à transparência, p. 118

2.3.5.2 Direitos à informação e ao acesso, p. 119

2.3.5.3 Direitos à retificação, ao apagamento e à limitação do tratamento: a autodeterminação informativa, p. 120

2.3.5.4 Direito à portabilidade, p. 124

2.3.5.5 Direito à oposição, p. 124

2.3.5.6 Direito a não sujeição às decisões individuais automatizadas, p. 125

2.3.6 A Lei e o Caso Concreto: Brevíssimas Notas, p. 127

3 PRIVACIDADE E PROTEÇÃO DE DADOS: UMA SUMÁRIA ANÁLISE NORMATIVA E JURISPRUDENCIAL, p. 129

3.1 INTRODUÇÃO, p. 129

3.2 A LEGISLAÇÃO E A JURISPRUDÊNCIA, p. 130

3.2.1 A Liberdade de Expressão e de Opinião (Art. 14º do CT), p. 130

3.2.1.1 Linhas gerais, p. 130

3.2.1.2 A expectativa de privacidade: análise e julgados envolvendo as redes sociais, p. 132

3.2.2 A Reserva da Intimidade da Vida Privada (Art. 16º do CT), p. 140

3.2.2.1 Linhas gerais e crítica à redação, p. 140

3.2.2.2 A vida privada e a relação laboral: a busca de um equilíbrio, p. 143

3.2.3 A Proteção dos Dados Pessoais (Art. 17º do CT), p. 148

3.2.3.1 Linhas gerais, p. 148

3.2.3.2 O direito de informação e os princípios do RGPD, p. 149

3.2.3.3 Uma situação peculiar: a fase de recrutamento, p. 152

3.2.4 Os Dados Biométricos (Art. 18º do CT), p. 156

3.2.4.1 Linhas gerais, p. 156

3.2.4.2 O procedimento para tratamento dos dados biométricos, p. 158

3.2.4.3 A limitação do tratamento de dados biométricos: uma análise da Lei nº 58/2019, de 08 de agosto, e do RGPD, p. 160

3.2.5 Os Testes e Exames Médicos (Art. 19º do CT), p. 162

3.2.5.1 Linhas gerais, p. 162

3.2.5.2 Teste de alcoolemia, p. 165

3.2.5.3 Testes genéticos, p. 170

3.2.5.4 Testes de diagnóstico SARS-CoV-2 e medições de temperatura, p. 175

3.2.6 Os Meios de Vigilância à Distância e a sua Utilização (Arts. 20º e 21º, Ambos do CT), p. 178

3.2.6.1 Linhas gerais, p. 178

3.2.6.2 O tratamento de dados para fins de aplicação de sanções disciplinares: parâmetros e limites, p. 183

3.2.6.3 A vigilância à distância e os direitos de informação e transparência: o entendimento atual do TEDH, p. 188

3.2.6.4 A implantação de mecanismos de vigilância à distância, p. 193

3.2.6.5 Vigilância à distância e geolocalização: a alteração do entendimento jurisprudencial, p. 196

3.2.6.6 A admissibilidade do tratamento de dados de geolocalização, p. 199

3.2.7 A Confidencialidade de Mensagens e o Acesso à Informação (Art. 22ª do CT), p. 202

3.2.7.1 Linhas gerais, p. 202

3.2.7.2 Os parâmetros de utilização do correio eletrônico profissional pelo trabalhador e os limites do poder fiscalização do empregador: o direito e o dever de informação, p. 205

3.2.7.3 Os parâmetros de utilização do correio eletrônico profissional e os limites do poder disciplinar: uma breve reflexão sobre alguns casos práticos, p. 208

3.2.7.4 A privacidade e as gravações telefônicas, p. 213

3.2.7.5 A privacidade e as regras de utilização dos meios de comunicação: os limites do poder da entidade empregadora, p. 216

3.2.8 Uma Situação Especial: o Teletrabalho, p. 219

3.2.8.1 O teletrabalho: breve contextualização histórica e conceito, p. 219

3.2.8.2 O teletrabalho e a pandemia, p. 223

3.2.8.3 O teletrabalho, a privacidade e a proteção de dados, p. 230

3.2.8.4 O teletrabalho, a propriedade das ferramentas eletrônicas e a (im)possibilidade de sua utilização para fins não profissionais, p. 232

3.2.8.4.1 A propriedade das ferramentas eletrônicas, p. 232

3.2.8.4.2 A (im)possibilidade de utilização das ferramentas e serviços destinados ao teletrabalho para fins não profissionais, p. 236

3.2.8.5 O teletrabalho e a vigilância à distância, p. 238

3.2.8.6 O teletrabalho e os tempos de trabalho, p. 243

3.2.8.7 O teletrabalho e a inviolabilidade de domicílio (art. 170º, nº 2 do CT), p. 247

4 CONCLUSÃO, p. 253

REFERÊNCIAS, p. 269

Índice alfabético

A

  • Abreviatura. Lista de abreviaturas, siglas e acrônimos, p. 25
  • Acrônimo. Lista de abreviaturas, siglas e acrônimos, p. 25

C

  • Conclusão, p. 253
  • Confidencialidade de mensagens e o acesso à informação (art. 22ª do CT), p. 202
  • Confidencialidade de mensagens e o acesso à informação. Linhas gerais, p. 202
  • Confidencialidade de mensagens e o acesso à informação. Parâmetros de utilização do correio eletrônico profissional e os limites do poder disciplinar: uma breve reflexão sobre alguns casos práticos, p. 208
  • Confidencialidade de mensagens e o acesso à informação. Parâmetros de utilização do correio eletrônico profissional pelo trabalhador e os limites do poder fiscalização do empregador: o direito e o dever de informação, p. 205
  • Confidencialidade de mensagens e o acesso à informação. Privacidade e as gravações telefônicas, p. 213
  • Confidencialidade de mensagens e o acesso à informação. Privacidade e as regras de utilização dos meios de comunicação: os limites do poder da entidade empregadora, p. 216
  • Contrato de trabalho. Relação laboral e o contrato de trabalho, p. 50

D

  • Dados biométricos (art. 18º do CT), p. 156
  • Dados Biométricos. Limitação do tratamento de dados biométricos: uma análise da Lei nº 58/2019, de 08 de agosto, e do RGPD, p. 160
  • Dados biométricos. Linhas gerais, p. 156
  • Dados biométricos. Procedimento para tratamento dos dados biométricos, p. 158
  • Dignidade. Trabalho, a dignidade e o direito do trabalho, p. 29
  • Direção. Poder de direção, p. 54
  • Direito ao trabalho e a sua amplitude, p. 46
  • Direito ao trabalho e o direito do trabalho, p. 46
  • Direito do trabalho. Os "30 gloriosos" e a crise do direito do trabalho, p. 41
  • Direito do trabalho. Trabalho, a dignidade e o direito do trabalho, p. 29

E

  • Entidade empregadora. Poder da entidade empregadora, p. 51
  • Entidade empregadora. Poder da entidade empregadora e a subordinação jurídica, p. 51
  • Entidade empregadora. Poder da entidade empregadora e a subordinação: a necessidade de um constante equilíbrio, p. 62
  • Equilíbrio. Poder da entidade empregadora e a subordinação: a necessidade de um constante equilíbrio, p. 62
  • Expectativa de privacidade: análise e julgados envolvendo as redes sociais, p. 132

H

  • Histórico. Aspetos históricos, p. 29
  • Histórico. Aspetos históricos. Idade Antiga, p. 30
  • Histórico. Aspetos históricos. Idade Contemporânea, p. 38
  • Histórico. Aspetos históricos. Idade Média, p. 32
  • Histórico. Aspetos históricos. Idade Moderna, p. 34

I

  • Implantação de mecanismos de vigilância à distância, p. 193
  • Introdução, p. 27

J

  • Jurisprudência. Privacidade e proteção de dados: uma sumária análise normativa e jurisprudencial, p. 129

L

  • Liberdade de expressão e de opinião (art. 14º do CT), p. 130
  • Liberdade de expressão e de opinião. Linhas gerais, p. 130
  • Lista de abreviaturas, siglas e acrônimos, p. 25

M

  • Meios de vigilância à distância e a sua utilização (arts. 20º e 21º, ambos do CT), p. 178
  • Meios de vigilância à distância e a sua utilização. Admissibilidade do tratamento de dados de geolocalização, p. 199
  • Meios de vigilância à distância e a sua utilização. Linhas gerais, p. 178
  • Meios de vigilância à distância e a sua utilização. Tratamento de dados para fins de aplicação de sanções disciplinares: parâmetros e limites, p. 183
  • Meios de vigilância à distância e a sua utilização. Vigilância à distância e os direitos de informação e transparência: o entendimento atual do TEDH, p. 188

N

  • Norma. Privacidade e proteção de dados: uma sumária análise normativa e jurisprudencial, p. 129

P

  • Poder da entidade empregadora, p. 51
  • Poder da entidade empregadora e a subordinação jurídica, p. 51
  • Poder da entidade empregadora e a subordinação: a necessidade de um constante equilíbrio, p. 62
  • Poder de direção, p. 54
  • Poder disciplinar, p. 58
  • Poder regulamentar, p. 55
  • Portugal. Um breve panorama histórico em Portugal, p. 44
  • Privacidade, p. 65
  • Privacidade e proteção de dados. Legislação e a jurisprudência, p. 130
  • Privacidade e proteção de dados: uma sumária análise normativa e jurisprudencial, p. 129
  • Privacidade e proteção de dados: uma sumária análise normativa e jurisprudencial. Introdução, p. 129
  • Privacidade na CRP, p. 68
  • Privacidade na legislação infraconstitucional, p. 69
  • Privacidade, a relação laboral e a conduta extralaboral do trabalhador, p. 71
  • Privacidade, a tecnologia e a proteção de dados, p. 65
  • Privacidade. Breve evolução histórica, p. 65
  • Proteção de dados pessoais, p. 87
  • Proteção de dados pessoais. Antecedentes à edição do RGPD, p. 87
  • Proteção de dados. Privacidade e proteção de dados: uma sumária análise normativa e jurisprudencial, p. 129
  • Proteção de dados. Privacidade, a tecnologia e a proteção de dados, p. 65
  • Proteção dos dados pessoais (art. 17º do CT), p. 148
  • Proteção dos dados pessoais. Direito de informação e os princípios do RGPD, p. 149
  • Proteção dos dados pessoais. Linhas gerais, p. 148
  • Proteção dos dados pessoais. Uma situação peculiar: a fase de recrutamento, p. 152

R

  • Referências, p. 269
  • Relação laboral e o contrato de trabalho, p. 50
  • Reserva da intimidade da vida privada (art. 16º do CT), p. 140
  • Reserva da intimidade da vida privada. Linhas gerais e crítica à redação, p. 140
  • RGPD e o direito do trabalho: o art. 88º do Regulamento nº 2016/679, de 27 de abril, p. 90
  • RGPD. Consentimento (art. 6º, nº 1, alínea "a" do RGPD), p. 102
  • RGPD. Defesa de interesses vitais do titular ou de outra pessoa singular (art. 6º, nº 1, alínea "d" do RGPD), p. 108
  • RGPD. Direito a não sujeição às decisões individuais automatizadas, p. 125
  • RGPD. Direito à oposição, p. 124
  • RGPD. Direito à portabilidade, p. 124
  • RGPD. Direito à transparência, p. 118
  • RGPD. Direitos à informação e ao acesso, p. 119
  • RGPD. Direitos à retificação, ao apagamento e à limitação do tratamento: a autodeterminação informativa, p. 120
  • RGPD. Direitos previstos no RGPD, p. 117
  • RGPD. Execução de contrato e de diligências pré-contratuais (art. 6º, nº 1, alínea "b" do RGPD), p. 105
  • RGPD. Interesse legítimo (art. 6º, nº 1, alínea "f" do RGPD), p. 108
  • RGPD. Lei e o caso concreto: brevíssimas notas, p. 127
  • RGPD. Licitude de tratamento no art. 9º do RGPD, p. 110
  • RGPD. Licitude do tratamento no art. 6º, nº 1, do RGPD, p. 101
  • RGPD. Obrigação jurídica (art. 6º, nº 1, alínea "c" do RGPD), p. 106
  • RGPD. Princípio da exatidão, p. 115
  • RGPD. Princípio da finalidade (limitação das finalidades), p. 113
  • RGPD. Princípio da integridade e confidencialidade, p. 116
  • RGPD. Princípio da limitação da conservação, p. 116
  • RGPD. Princípio da proporcionalidade (minimização de dados), p. 115
  • RGPD. Princípio da responsabilidade, p. 117
  • RGPD. Princípios da licitude, da lealdade e da transparência, p. 100
  • RGPD. Princípios do RGPD, p. 99
  • RGPD: Algumas inovações introduzidas, p. 94

S

  • Sigla. Lista de abreviaturas, siglas e acrônimos, p. 25
  • Subordinação jurídica, p. 59
  • Subordinação jurídica. Poder da entidade empregadora e a subordinação jurídica, p. 51
  • Subordinação. Poder da entidade empregadora e a subordinação: a necessidade de um constante equilíbrio, p. 62

T

  • Tecnologia, p. 75
  • Tecnologia. Brevíssimo apontamento histórico, p. 75
  • Tecnologia. Direito à desconexão, p. 81
  • Tecnologia. Parâmetros à utilização, pelo empregador, de dados dos trabalhadores disponibilizados na internet, p. 84
  • Tecnologia. Privacidade e tecnologia: a autonomização do direito à proteção de dados, p. 77
  • Tecnologia. Privacidade, a tecnologia e a proteção de dados, p. 65
  • Teletrabalho e a inviolabilidade de domicílio (art. 170º, nº 2 do CT), p. 247
  • Teletrabalho e a pandemia, p. 223
  • Teletrabalho e a vigilância à distância, p. 238
  • Teletrabalho e os tempos de trabalho, p. 243
  • Teletrabalho, a privacidade e a proteção de dados, p. 230
  • Teletrabalho, a propriedade das ferramentas eletrônicas e a (im)possibilidade de sua utilização para fins não profissionais, p. 232
  • Teletrabalho. A (im)possibilidade de utilização das ferramentas e serviços destinados ao teletrabalho para fins não profissionais, p. 236
  • Teletrabalho. Propriedade das ferramentas eletrônicas, p. 232
  • Teletrabalho. Uma situação especial: o teletrabalho, p. 219
  • Teletrabalho: breve contextualização histórica e conceito, p. 219
  • Testes e exames médicos (art. 19º do CT), p. 162
  • Testes e exames médicos. Linhas gerais, p. 162
  • Testes e exames médicos. Teste de alcoolemia, p. 165
  • Testes e exames médicos. Testes de diagnóstico SARS-CoV-2 e medições de temperatura, p. 175
  • Testes e exames médicos. Testes genéticos, p. 170
  • Trabalho, a dignidade e o direito do trabalho, p. 29

V

  • Vida privada e a relação laboral: a busca de um equilíbrio, p. 143
  • Vigilância à distância e geolocalização: a alteração do entendimento jurisprudencial, p. 196

Recomendações

Capa do livro: Assédio Moral no Trabalho, Ivonete Steinbach Garcia e Suzana da Rosa Tolfo

Assédio Moral no Trabalho

 Ivonete Steinbach Garcia e Suzana da Rosa TolfoISBN: 978853623405-2Páginas: 200Publicado em: 01/07/2011

Versão impressa

R$ 89,90em 3x de R$ 29,97Adicionar ao
carrinho

Versão digital

de R$ 64,70* porR$ 55,00em 2x de R$ 27,50Adicionar eBook
ao carrinho
Capa do livro: Cooperativismo, Amélia do Carmo Sampaio Rossi

Cooperativismo

 Amélia do Carmo Sampaio RossiISBN: 853621103-2Páginas: 182Publicado em: 27/10/2005

Versão impressa

R$ 89,90em 3x de R$ 29,97Adicionar ao
carrinho
Capa do livro: Processo do Trabalho & Evolução do Direito, Coordenadores: Amaro Clementino Pessoa, Sergio Torres Teixeira e Juliana Teixeira Esteves

Processo do Trabalho & Evolução do Direito

 Coordenadores: Amaro Clementino Pessoa, Sergio Torres Teixeira e Juliana Teixeira EstevesISBN: 978853624454-9Páginas: 328Publicado em: 08/11/2013

Versão impressa

de R$ 139,90* porR$ 104,93em 4x de R$ 26,23Adicionar ao
carrinho

Versão digital

de R$ 99,90* porR$ 74,93em 2x de R$ 37,46Adicionar eBook
ao carrinho
Capa do livro: Burnout: É Fácil Entender, Maria Alaide Bruno Teixeira

Burnout: É Fácil Entender

 Maria Alaide Bruno TeixeiraISBN: 978652630413-6Páginas: 152Publicado em: 19/06/2023

Versão impressa

R$ 69,90em 2x de R$ 34,95Adicionar ao
carrinho

Versão digital

de R$ 49,90* porR$ 42,42 Adicionar eBook
ao carrinho