Economia Política do Poder - Fundamentos - Volume 1

José Henrique de Faria

Leia na Biblioteca Virtual
Preço:
Parcele em até 6x sem juros no cartão. Parcela mínima de R$ 20,00
FICHA TÉCNICA
Autor(es): José Henrique de Faria
ISBN: 853620802-3
Acabamento: Brochura
Número de Páginas: 202
Publicado em: 23/09/2004
Área(s): Administração; Economia
CONFIRA TAMBÉM
SINOPSE

Fruto de um trabalho de pesquisa desenvolvido nos últimos vinte e cinco anos, "Economia Política do Poder” é um livro inovador nos estudos sobre organizações. Nele, José Henrique de Faria mostra com profundidade e competência como as formas e os mecanismos de controle foram sendo aperfeiçoados ao longo do último século, desde as experiências decorrentes da Organização Científica do Trabalho até a concepção atual da Gestão Flexível. Para tanto, no Volume I, são apresentados os fundamentos da análise, a partir de temas importantes como Teoria Crítica, Estratificação Social, Estado e Globalização, Relações de Poder e Ética. No Volume II, é realizada uma extensa análise crítica da evolução do pensamento em gestão de organizações, também conhecida como Teoria Geral da Administração. No Volume III, é apresentado um arcabouço da prática do controle nas organizações e uma Teoria Crítica do Controle. A análise crítica e sistemática que se encontra neste livro não tem paralelo na literatura brasileira sobre o tema, fazendo do mesmo uma referência obrigatória nas áreas de Teoria das Organizações, Teoria Geral da Administração, Sociologia do Trabalho, Psicologia do Trabalho, Educação e Trabalho, Economia do Trabalho e Relações Industriais. A base epistemológica e teórica que sustenta este estudo, denominada de Economia Política do Poder, busca essencialmente investigar, desde uma perspectiva crítica de natureza objetiva e subjetiva, as contradições existentes em organizações sob o comando do capital. Mais especificamente, interessa analisar a produção, a distribuição e a utilização política do poder, enquanto expresso em sistemas, níveis, formas e processos de controle em organizações produtivas capitalistas. É nesta instância particular que se podem desvendar os mecanismos de poder do capital, os quais se refletem nas formas de controle nos locais de trabalho. Este livro mostra como os mecanismos de controle partem de uma origem na qual a ênfase estava na repressão e na hierarquia e, sem abandonar esta origem, investem atualmente e de forma sutil sobre a psique humana. A ideologia da gestão, também chamada de teoria gerencialista, constitui-se no fundamento do sistema de idéias que, ao mesmo tempo, reproduz a lógica de dominação do capital sobre o trabalho e oferece suporte "científico" para legitimar as ações decorrentes de tal lógica. Para isto, muito têm contribuído as pesquisas desenvolvidas principalmente em algumas escolas de business, psicologia, educação e ciências sociais, sobre comportamento humano, liderança, motivação, conflitos, cognição, aprendizagem, colaboração e comprometimento. Desta forma, pode-se compreender como os mecanismos de controle vão se aperfeiçoando conforme se desenvolve histórica e socialmente o capitalismo. Aperfeiçoamento este que significa que os mecanismos presentes na Organização Científica do Trabalho não foram abandonados ou substituídos como se apregoa. Em alguns casos, inclusive, foram incrementados.

AUTOR(ES)

José Henrique de Faria é Professor Titular da Universidade Federal do Paraná. Graduação em Ciências Econômicas (FAE-PR). Mestrado em Administração (PPGA-UFRGS). Doutorado em Administração (FEA-USP). Pós-Doutorado em Relações de Trabalho (University of Michigan-ILIR). Autor de Poder e Relações de Poder(1985), O Autoritarismo nas Organizações (1985), Comissões de Fábrica (1987) e Tecnologia e Processo de Trabalho (1992).

SUMÁRIO

INTRODUÇÃO

Volume 1 ECONOMIA POLÍTICA DO PODER: Fundamentos

Capítulo 1 - TEORIA CRÍTICA E O ESTUDO DAS ORGANIZAÇÕES: OS FUNDA- MENTOS EPISTEMOLÓGICOS E TEÓRICOS DA ECONOMIA POLÍ- TICA DO PODER

1 Os Fundamentos Epistemológicos e Metodológicos noEstudo das Organizações

2 Tipos e Formas de Organização Social: o Campo Empírico e o Objeto de Estudo

3 As Instâncias de Análise

4 Organização e Divisão do Trabalho:Base Técnica doControle

5 A Exploração do Trabalho: o Objetivo do Controle

6 Os Processos de Trabalho e de Valorização: a Natureza da Subsunção e doControle

7 Processo de Acumulação e Taxa de Lucro: osResultados Pretendidos pelo Controle

8 Tecnologias Físicas e de Gestão:Integração Exigida para o Exercício doControle

9 Observações Adicionais

Capítulo 2 - CLASSES SOCIAIS, ELITES E OLIGARQUIA: OS FUNDAMENTOS DO PODER E DO CONTROLE EM UMA SOCIEDADE ESTRATIFICADA

1 As Classes Sociais no Capitalismo

2 A Teoria das Elites

3 A Tendência Oligárquica nas Organizações Formais: a perspectiva de Robert Michels

4 Observações Adicionais

Capítulo 3 - ESTADO E GLOBALIZAÇÃO NO CAPITALISMO CONTEMPORÂNEO: OS CONTEXTOS POLÍTICO E SÓCIO-HISTÓRICO DA ANÁLISE

1 O Globalismo: oA mbiente Sócio-histórico daInvestigação

2 A Nova Face da Organização Econômica no Capitalismo Contemporâneo

3 Globalismo e Estado: o Contexto Histórico-político doEstudo

Capítulo 4 - PODER E RELAÇÕES DE PODER: OS FUNDAMENTOS NUCLEA- RES DA ECONOMIA POLÍTICA DO PODER

1 Uma Breve Análise Conceitual

2 Uma Análise Crítica

3 Relações de Poder nas Organizações

4 Considerações Adicionais

Capítulo 5 - ÉTICA, CONTROLE E PODER: OS PARADOXOS DA PRÁXIS E DOS DISCURSOS NAS ORGANIZAÇÕES

1 Ética, Moral e Democracia: uma Definição

2 Ética e Democracia: o Arcabouço de Que se Fala

3 Democracia e Responsabilidade

4 Princípios e Compromissos

5 A Ética Corporativa e a Legitimação do Poder e do Controle: o Novo Discurso do Capital

6 Ética, Democracia e Poder: oControle e os Paradoxos daPráxisOrganizacional

7 Encaminhamento Reflexivo

CONSIDERAÇÕES ADICIONAIS AO VOLUME 1

REFERÊNCIAS

ÍNDICE ALFABÉTICO

LISTA DE QUADROS

Quadro 01.1: Tipos e Formas de Organização Social

Quadro 02.1: Modelo Básico de Tipos de Gestão

Quadro 03.1: Esquema da Divisão do Trabalho

Quadro 04.1: Tecnologias de Processo

Quadro 01.3: Composição das AtividadesEconômicas de Acordo com a Reestruturação Produtiva

Quadro 01.4. Inadequações Conceituais de Poder

Quadro 02.4: Características e Fragilidades dos Conceitos de Liderança

Quadro 03.4: Categorias do Exercício do Poder

Quadro 04.4: As Bases das Relações de Poder

Quadro 01.5: Ética, Moral e Democracia:Posturas Indicadas

Quadro 03.5: Paradoxo da Injustiça e Autopreservação

Quadro 04.5: Paradoxo da Subordinação Ética e Competitividade

Quadro 05.5: Paradoxo do Conformismo

Quadro 06.5: Paradoxo da Desvalorização Humana e Autodepreciação

ÍNDICE ALFABÉTICO

A

  • Atividade econômica. Composição das atividades econômicas de acordo com a reestruturação produtiva. Quadro 01.3
  • Autodepreciação. Paradoxo da desvalorização humana e autodepreciação. Quadro 06.5
  • Autopreservação. Paradoxo da injustiça e autopreservação. Quadro 03 5
  • Autoridade.
  • Autoritarismo. Paradoxo do autoritarismo e preconceito. Quadro 02.5.

B

  • Bases das relações de poder. Quadro 04.4
  • Bibliografia. Referências
  • Burocratas.

C

  • Capitalismo. Classes sociais no capitalismo.
  • Capitalismo contemporâneo. Estado e globalização no capitalismo contemporâneo: os contextos político e sócio-histórico da análise
  • Capitalismo contemporâneo. Nova face da organização econômica no capitalismo contemporâneo
  • Características e fragilidades dos conceitos de liderança. Quadro 02.4
  • Categorias do exercício do poder. Quadro 03.4
  • Circulação das elites
  • Classes sociais, elites e oligarquia: os fundamentos do poder e do controle em uma sociedade estratificada
  • Classes sociais no capitalismo.
  • Coação. Coerção, coação e repressão
  • Coerção, coação e repressão
  • Competitividade. Paradoxo da subordinação ética e competitividade. Quadro 04.5
  • Comportamento humano. Enfoque do comportamento h umano
  • Composição das atividades econômicas de acordo com a reestruturação produtiva. Quadro 01.3.
  • Compromissos e princípios
  • Conceito. Ética, moral e democracia: uma definição
  • Conceito. Inadequações conceituais de poder. Quadro 01.4
  • Conformismo. Paradoxo do conformismo. Quadro 05.5.
  • Considerações adicionais
  • Considerações adicionais ao volume 1
  • Controle. Classes sociais, elites e oligarquia: os fundamentos do poder e do controle em uma sociedade estratificada
  • Controle. Ética, controle e poder: os paradoxos da práxis e dos discursos nas organizações
  • Controle. Processo de acumulação e taxa de lucro: os resultados pretendidos pelo controle.
  • Controle. Processos de trabalho e de valorização: a natureza da subsunção e do controle.
  • Controle. Tecnologias físicas e de gestão: a integração exigida para o exercício do controle
  • Corporação. Ética corporativa e a legitimação do poder e do controle: o novo discurso do capital.

D

  • Definição de poder
  • Democracia. Ética, democracia e poder: o controle e os paradoxos da práxis organizacional
  • Democracia. Ética e democracia: o arcabouço de que se fala
  • Democracia. Ética, moral e democracia: posturas indicadas. Quadro 01.5
  • Democracia. Ética, moral e democracia: uma definição
  • Democracia e responsabilidade.
  • Desvalorização humana. Paradoxo da desvalorização humana e autodepreciação. Quadro 06.5
  • Discurso. Ética, controle e poder: os paradoxos da práxis e dos discursos nas organizações

E

  • Economia do poder. Teoria crítica e o estudo das organizações: os fundamentos epistemológicos e teóricos da economia política do poder
  • Economia política. Poder e relações de poder: os fundamentos nucleares da economia política do poder
  • Economia política do poder: fundamentos
  • Elite. Circulação das elites
  • Elite. Classes sociais, elites e oligarquia: os fundamentos do poder e do controle em uma sociedade estratificada
  • Elite. Formação das elites
  • Elite. Teoria das Elites.
  • Elite intelectual.
  • Empirismo. Tipos e formas de organização social: o campo empírico e o objeto de estudo
  • Encaminhamento reflexivo
  • Enfoque Weberiano.
  • Enfoque da psicossociologia.
  • Enfoque do comportamento humano
  • Enfoque marxista.
  • Enfoque organizacional.
  • Epistemologia. Fundamentos epistemológicos e metodológicos no estudo das organizações
  • Epistemologia. Teoria crítica e o estudo das organizações: os fundamentos epistemológicos e teóricos da economia política do poder
  • Esquema da divisão do trabalho. Quadro 03.1
  • Estado. Globalismo e Estado: o contexto histórico-político do estudo
  • Estado e globalização no capitalismo contemporâneo: os contextos político e sócio-histórico da análise

É

  • Ética. Paradoxo da subordinação ética e competitividade. Quadro 04 5
  • Ética, controle e poder: os paradoxos da práxis e dos discursos nas organizações
  • Ética corporativa e a legitimação do poder e do controle: o novo discurso do capital
  • Ética, democracia e poder: o controle e os paradoxos da práxis organizacional
  • Ética e democracia: o arcabouço de que se fala
  • Ética, moral e democracia: posturas indicadas. Quadro 01.5
  • Ética, moral e democracia: uma definição

E

  • Exploração do trabalho: o objetivo do controle

F

  • Formação das elites
  • Fundamentos epistemológicos e metodológicos no estudo das organizações

G

  • Gerentes
  • Gestão. Modelo básico de tipos de gestão. Quadro 02 1
  • Gestão. Tecnologia de gestão
  • Gestão. Tecnologias físicas e de gestão: a integração exigida para o exercício do controle.
  • Globalismo e Estado: o contexto histórico-político do estudo.
  • Globalismo: o ambiente sócio-histórico da investigação
  • Globalização. Estado e globalização no capitalismo contemporâneo: os contextos político e sócio-histórico da análise

I

  • Inadequações conceituais de poder. Quadro 01.4
  • Influência
  • Injustiça. Paradoxo da injustiça e autopreservação. Quadro 03 5
  • Introdução

L

  • Legitimidade. Ética corporativa e a legitimação do poder e do controle: o novo discurso do capital.
  • Liderança
  • Liderança. Características e fragilidades dos conceitos de liderança. Quadro 02.4
  • Lucro. Processo de acumulação e taxa de lucro: os resultados pretendidos pelo controle

M

  • Marx. Enfoque marxista.
  • Metodologia. Fundamentos epistemológicos e metodológicos no estudo das organizações
  • Modelo básico de tipos de gestão. Quadro 02.1
  • Moral. Ética, moral e democracia: posturas indicadas. Quadro 01.5
  • Moral. Ética, moral e democracia: uma definição

N

  • Nova face da organização econômica no capitalismo contemporâneo

O

  • Observações adicionais
  • Observações adicionais
  • Oligarquia. Classes sociais, elites e oligarquia: os fundamentos do poder e do controle em uma sociedade estratificada.
  • Organização. Enfoque organizacional
  • Organização. Ética, controle e poder: os paradoxos da práxis e dos discursos nas organizações
  • Organização. Ética, democracia e poder: o controle e os paradoxos da práxis organizacional
  • Organização. Fundamentos epistemológicos e metodológicos no estudo das organizações
  • Organização. Instâncias de análise
  • Organização. Relações de poder nas organizações
  • Organização. Teoria crítica e o estudo das organizações: os fundamentos epistemológicos e teóricos da economia política do poder
  • Organização e divisão do trabalho: a base técnica do controle
  • Organização econômica. Nova face da organização econômica no capitalismo contemporâneo
  • Organização social. Tipos e formas de organização social. Quadro 01 1
  • Organização social. Tipos e formas de organização social: o campo empírico e o objeto de estudo
  • Organizações formais. Tendência oligárquica nas organizações formais: a perspectiva de Robert Michels

P

  • Paradoxo. Ética, democracia e poder: o controle e os paradoxos da práxis organizacional
  • Paradoxo da desvalorização humana e autodepreciação. Quadro 06 5
  • Paradoxo da injustiça e autopreservação. Quadro 03 5
  • Paradoxo da subordinação ética e competitividade. Quadro 04 5
  • Paradoxo do autoritarismo e preconceito. Quadro 02.5.
  • Paradoxo do conformismo. Quadro 05.5.
  • Poder. Bases das relações de poder. Quadro 04.4
  • Poder. Categorias do exercício do poder. Quadro 03.4
  • Poder. Classes sociais, elites e oligarquia: os fundamentos do poder e do controle em uma sociedade estratificada
  • Poder. Definição de poder
  • Poder. Economia política do poder: fundamentos
  • Poder. Ética, controle e poder: os paradoxos da práxis e dos discursos nas organizações
  • Poder. Ética corporativa e a legitimação do poder e do controle: o novo discurso do capital
  • Poder. Ética, democracia e poder: o controle e os paradoxos da práxis organizacional
  • Poder. Inadequações conceituais de poder. Quadro 01.4
  • Poder. Relações de poder nas organizações
  • Poder e relações de poder. Análise crítica
  • Poder e relações de poder. Breve análise conceitual
  • Poder e relações de poder. Enfoque Weberiano
  • Poder e relações de poder. Enfoque da psicossociologia
  • Poder e relações de poder. Enfoque marxista
  • Poder e relações de poder. Enfoque sistêmico-funcionalista
  • Poder e relações de poder: os fundamentos nucleares da economia política do poder.
  • Práxis. Ética, controle e poder: os paradoxos da práxis e dos discursos nas organizações
  • Práxis. Ética, democracia e poder: o controle e os paradoxos da práxis organizacional
  • Preconceito. Paradoxo do autoritarismo e preconceito. Quadro 02.5.
  • Princípios e compromissos
  • Processo. Tecnologias de processo. Quadro 04.1.
  • Processo de acumulação e taxa de lucro: os resultados pretendidos pelo controle
  • Processo de trabalho e de valorização: a natureza da subsunção e do controle.
  • Psicossociologia. Enfoque da psicossociologia.

Q

  • Quadro 01.1: Tipos e formas de organização social
  • Quadro 01.3: Composição das atividades econômicas de acordo com a reestruturação produtiva
  • Quadro 01.4: Inadequações conceituais de poder
  • Quadro 01.5: Ética, moral e democracia: posturas indicadas
  • Quadro 02.1: Modelo básico de tipos de gestão
  • Quadro 02.4: Características e fragilidades dos conceitos de liderança
  • Quadro 02.5: Paradoxo do autoritarismo e preconceito.
  • Quadro 03.1: Esquema da divisão do trabalho
  • Quadro 03.4: Categorias do exercício do poder
  • Quadro 03.5: Paradoxo da injustiça e autopreservação
  • Quadro 04.1: Tecnologias de processo.
  • Quadro 04.4: Bases das relações de poder
  • Quadro 04.5: Paradoxo da subordinação ética e competitividade.
  • Quadro 05.5: Paradoxo do conformismo.
  • Quadro 06.5: Paradoxo da desvalorização humana e autodepreciação

R

  • Referências. Bibliografia
  • Reflexão. Encaminhamento reflexivo
  • Relações de poder. Poder e relações de poder: os fundamentos nucleares da economia política do poder
  • Relações de poder e poder. Breve análise conceitual
  • Relações de poder e poder. Enfoque sistêmico-funcionalista
  • Relações de poder nas organizações
  • Repressão. Coerção, coação e repressão
  • Responsabilidade e democracia
  • Robert Michels. Tendência oligárquica nas organizações formais: a perspectiva de Robert Michels

S

  • Subordinação ética. Paradoxo da subordinação ética e competitividade. Quadro 04.5
  • Sumário

T

  • Taxa de lucro. Processo de acumulação e taxa de lucro: os resultados pretendidos pelo controle.
  • Tecnologia física
  • Tecnologias de processo. Quadro 04.1
  • Tecnologias físicas e de gestão: a integração exigida para o exercício do controle
  • Tendência oligárquica nas organizações formais: a perspectiva de Robert Michels.
  • Teoria crítica e o estudo das organizações: os fundamentos epistemológicos e teóricos da economia política do poder
  • Teoria das Elites
  • Tipos e formas de organização social. Quadro 01.1
  • Tipos e formas de organização social: o campo empírico e o objeto de estudo.

W

  • Weber. Enfoque Weberiano.
INDIQUE ESSA OBRA

Indique essa obra para um amigo:

De:

Nome:

E-mail:

Informe apenas 1 email por vez

Para:

Nome:

E-mail:

Informe apenas 1 email por vez


Mensagem: