Pós-Adoção - Depois que o Filho Chegar

Hália Pauliv de Souza

Leia na Biblioteca Virtual
Versão Impressa:
Versão Digital (e-Book):
Disponível para:  Android  iOS  Windows Phone
FICHA TÉCNICA
Autor(es): Hália Pauliv de Souza
ISBN v. Impressa: 978853624971-1
ISBN v. Digital: 978853625191-2
Acabamento: Brochura
Número de Páginas: 104
Publicado em: 07/01/2015
Área(s): Literatura e Cultura - Adoção; Psicologia - Família e Adoção
VERSÃO DIGITAL (E-BOOK)
  • Para leitura em aplicativo exclusivo da Juruá Editora para Smartphones e Tablets rodando iOS, Android ou Windows Phone;
  • Disponível para as plataformas:
    Android Android 4 ou posterior
    iOS iOS 7 ou posterior
    Windows Phone Windows Phone 8 ou posterior
  • Não compatível para leitura em computadores;
  • Compra apenas via site da Juruá Editora.
CONFIRA TAMBÉM
SINOPSE

Tratar de um tema sobre o qual não existe uma bibliografia é uma ousadia e até temeridade. Mas essa discussão terá que ter início, pois há uma necessidade em ajudar os novos pais, geralmente de um filho crescido, para entenderem a nova realidade que viverão.

Tentamos reproduzir em texto o que ouvimos desses pais, ora desesperados, ora sem saber o que fazer e, finalmente, muito felizes.

Tratamos das dificuldades do início da vida familiar, da adaptação dos pais e do filho, do dia a dia, dos desafios e dos obstáculos superados. Importante também será refletir sobre os sentimentos que envolvem a adoção, desde a tristeza da infertilidade, a ansiedade da espera e a alegria final.

Sugerimos a importância da busca de ajuda e tentamos alinhavar algumas ideias para solucionar a adaptação. Destacamos que o sucesso adotivo dependerá dos pais e do apoio da família extensa.

AUTOR(ES)

HÁLIA PAULIV DE SOUZA

Mãe e avó pela via adotiva e militante da causa da adoção, como voluntária desde 1998. Fundadora do Curso de Reflexão aos Pretendentes à Adoção em Curitiba/PR. Participa dos ENAPAs, isto é, dos Encontros Nacionais de Apoio à Adoção e da Associação Nacional dos Grupos de Apoio à Adoção - ANGAAD. Autora de livros sobre Adoção e Sexualidade.

SUMÁRIO

Capítulo I, Considerações Gerais - Pré-adoção refletirá no pós-adoção

1.1 Relembrando o início desta história: o pretendente

1.2 Adotar: decisão consciente

Capítulo II, Papel dos adultos

2.1 Ser pai e mãe

2.2 Família

2.3 Depressão no pós-adoção

2.4 Dinâmica familiar

2.5 Esqueça que seu filho foi adotado

Capítulo III, A criança que seráfilho

3.1 Perfil da criança que será filho

3.2 Dificuldades da criança ao ser adotada

3.3 Adotivo não é sobrenome

Capítulo IV, Início da vida familiar

4.1 Adaptação: o filho real e as descobertas diárias

4.2 Desafios existem!

4.3 Dificuldades? Sim, muitas

4.4 Não é permitido abandonar

Capítulo V, A adoção de um filho crescido

5.1 A adoção de uma criança maior

5.2 Tão grande! Não tinha um menorzinho?

5.3 Diaadia na nova família

5.4 Desafio diário - lidar com conflitos

Capítulo VI, Sentimentos que permeiam a adoção

6.1 Afeto: mola principal no processo adotivo

6.2 Rol de alguns sentimentos mais comuns no processo adotivo

6.3 Atitude adotiva

Capítulo VII, Como superar as dificuldades?

7.1 Solução: papel dos pais

7.2 Primeiros tempos na família

7.3 Palpites para solucionar os conflitos

7.4 Reflexões para os pais

Referências

ÍNDICE ALFABÉTICO

A

  • Abandono. Não é permitido abandonar
  • Adaptação: o filho real e as descobertas diárias
  • Adoção de um filho crescido
  • Adoção de uma criança maior
  • Adoção. Afeto: mola principal no processo adotivo
  • Adoção. Atitude adotiva
  • Adoção. Considerações gerais. Pré-adoção refletirá no pós-adoção
  • Adoção. Dificuldades da criança ao ser adotada
  • Adoção. Esqueça que seu filho foi adotado
  • Adoção. Relembrando o início desta história: o pretendente
  • Adoção. Sentimentos que permeiam a adoção
  • Adoção. Tão grande! Não tinha um menorzinho?
  • Adotar: decisão consciente
  • Adotivo não é sobrenome
  • Adulto. Papel dos adultos
  • Afeto: mola principal no processo adotivo
  • Atitude adotiva

C

  • Conflito. Palpites para solucionar os conflitos
  • Considerações gerais. Pré-adoção refletirá no pós-adoção
  • Criança maior. Adoção de uma criança maior
  • Criança que será filho
  • Criança. Dificuldades da criança ao ser adotada
  • Criança. Perfil da criança que será filho

D

  • Decisão consciente. Adotar: decisão consciente
  • Depressão no pós-adoção
  • Desafio diário. Lidar com conflitos
  • Desafios existem!
  • Descobertas diárias. Adaptação: o filho real e as descobertas diárias
  • Dia a dia na nova família
  • Dificuldade. Como superar as dificuldades?
  • Dificuldades da criança ao ser adotada
  • Dificuldades? Sim, muitas
  • Dinâmica familiar

E

  • Esqueça que seu filho foi adotado

F

  • Família
  • Família. Dia a dia na nova família
  • Família. Dinâmica familiar
  • Família. Início da vida familiar
  • Família. Primeiros tempos na família
  • Filho crescido. Adoção de um filho crescido
  • Filho. Adaptação: o filho real e as descobertas diárias
  • Filho. Criança que será filho
  • Filho. Esqueça que seu filho foi adotado
  • Filho. Perfil da criança que será filho

I

  • Início da vida familiar

M

  • Mãe. Ser pai e mãe

N

  • Não é permitido abandonar

P

  • Pai. Ser pai e mãe
  • Pais. Reflexões para os pais
  • Palpites para solucionar os conflitos
  • Papel dos adultos
  • Papel dos pais. Solução: papel dos pais
  • Perfil da criança que será filho
  • Pós-adoção. Considerações gerais. Pré-adoção refletirá no pós-adoção
  • Pós-adoção. Depressão no pós-adoção
  • Pré-adoção. Considerações gerais. Pré-adoção refletirá no pós-adoção
  • Pretendente. Relembrando o início desta história: o pretendente
  • Processo adotivo. Afeto: mola principal no processo adotivo
  • Processo adotivo. Rol de alguns sentimentos mais comuns no processo adotivo

R

  • Realidade. Adaptação: o filho real e as descobertas diárias
  • Referências
  • Reflexões para os pais
  • Relembrando o início desta história: o pretendente
  • Rol de alguns sentimentos mais comuns no processo adotivo

S

  • Sentimentos que permeiam a adoção
  • Sentimentos. Rol de alguns sentimentos mais comuns no processo adotivo
  • Ser pai e mãe
  • Sobrenome. Adotivo não é sobrenome
  • Solução: papel dos pais

V

  • Vida familiar. Início da vida familiar
INDIQUE ESSA OBRA

Indique essa obra para um amigo:

De:

Nome:

E-mail:

Informe apenas 1 email por vez

Para:

Nome:

E-mail:

Informe apenas 1 email por vez


Mensagem: